(navigation image)
Home American Libraries | Canadian Libraries | Universal Library | Community Texts | Project Gutenberg | Children's Library | Biodiversity Heritage Library | Additional Collections
Search: Advanced Search
Anonymous User (login or join us)
Upload
See other formats

Full text of "Historia da Grande Revolucao - (6 volumes)"

AffffiO 
\AHA 






OGOO 

RflFRQLRlhA 

ISDERSL 



6° 



VOL. 



REPUBLICA RIO-GRANDENSE 

MOVI MENTO PELA I NDEPENDENCI A DO PAMPA 

www.PampaLivre.info 




Edigao Eletronica 
20 de Julho de 2008 



PUBLICADO NA 

REPUBLICA RIO-GRANDENSE 

PELO 

MOVIMENTOPELAINDEPENDENCIADOPAMPA 







ALFREDO 
< E LA 



IOTA 

DA GRANDE 
MM) 



OCYCLG 



\Bttf\ 



62 

VOL. 



m 



H,STORIA DA GRANDE REVOLUCAO 










Fast©? da llMHibliea 
(Paine! tlo padre Hyldelirandd') 



HISTORIA 



DA 



6RANDE REVOLUQAO 



O CYCLO FARROUPILHA NO BRASIL 



"SEA LA MATERIA RECOMENDACION DE LA 
OBRA, YA OUE LA OBRA NO PUEDE SER 
LUSTRE DE LA MATERIA". 

— Dom Francisco Manuet, em sua Biographia, por 
E. Prestage, § XIX. 



EDIQAO COMMEMORAT1VA DO CENTENARIO 

ESTAMPADA SOB OS AUSPICtOS DO INSTITUTO HISTORICO-GEOGRAPH ICO 
DO RIOGRANDE DO SUL E A EXPENSAS DO GOVERNO DO ESTADO. 



VI 



1 9 3 3 

Ofitinas Graficas da LTVRARIA DO GU)BO 

Barv:e11os, Bertasa & Cia. — PaTto .AJegre 

— Filiais : Santa Maria e Pelotas — 






TROYA EM CHAMMAS 



"Seuls les dieux sont debotit, for- 
midubles vivants". V. Hugo, "La le- 
gends ties si&cles", 78. 

19.° LiVRO 

CAPITULO IV 

Materia por demais sujeita a controversia, nunca e demais es- 
clarecel-a e obra-se aqui, mais uraa feita, um opportune* balanco. O 
programma que se attribue aos farrapos e que era indiscutivelmente 
o de nossa aurea epoca, nao foi instituido por elles, herdaram-no de 
outros, os que ja eram homens feitos, creaturas pensantes, quando 
rebentou em Buenos-aires a luta da emancipac,ao americana. A jun- 
ta de maio, anciosa de universalisar no continente o estro que lhe 
dera afinacao para os maximos acommettimentos, ao cogitar do Bra- 
sil, teve em mira apoiar-se, antes de tudo, no partido republicano pre- 
existente no Riogrande. (*) Este gremio, que andou em comedo de 
entendimentos com Artigas e que lhe prestou nao pequeno concurso, 
retraiu-se, quando assistimos ao desenrolar de fataes, mais tarde fe- 
rozes desintelligencias, entre os independentes. Ainda assim z ru- 
ptura da guerra civil esteve numa immineucia que espavoriu os sus- 
tentacula do throno, o que os arrastou a aventura de 1816, para des- 
viar a outros rumos as paixoes nacionaes, em extremo exacerba- 
das. ( 2 ) Conseguiu o insidioso intento, e o Riogrande, cuja cavaila- 
ria a contragosto entrara na campanba usurpadora, acabou por en- 



(*) Voto da Junta enviado em copia a el-rei. Tombo do marquez 
de Lavradio, em Lisboa, Consta o meamo em Moreno, "Escritos politicoa 
y eeonomicoa". Existe outra copia no arch, de Indias, Sevilha. 

( 2 ) Garrett, "Portugal na balanga de Europa", vide lugares cits, em 
"Revolu?oes cisplatinas". 



— 6 — 

carnicar-se aa infanda batalha contra o libertador uraguayo. Adia- 
da, nesta forma, a solueao do magna problema interno, maia unra vez 
o foi, com a con jura pacega, destinada a evitar o triumpho ja, proxi- 
mo do pensamento commum. a todos; merce de um artificioso desdo- 
bramento da monarchia, sob a egide do principle inevitabilissimo da 
independencia. (*) Mas, rompe a guerra dos patrias, e renasce, 
em aigims platinos, o que fora uma parte dos intentos cla menciona- 
da junta de maio; a qual, se nao fosse passive! arrastar o Brasil in- 
teiro, entendia ter comsigo a melhor, mais valida parte delle. "Juslo 
es notar que el sud es una excepcion important e del Imperio, en lo 
fisico y en lo moral. El pueblo del sud es superior at de su itestrm 
metropole de Rio-de- Janeiro. El sud initio la independencia". "El 
sud es el Imperio, en una palabra". u Lo detnds es la cauda de este 
rometa politico del nuevo-mundo, cuyo nucleo es igual a los astros de 
su veciniad" , id est, das republkas platinos. Esta definicao, que e do 
grande Alberdi, (*) resume a da quasi totalidade dos homens de sen 
tempo, alem de nossas fronteiras, e estes homens, quando irrompe- 
ram dentro nellas, com o ostensivo designio de segregar o Uruguay, 
tirtham outro, mais oecuito, que era o de arrancar da coroa a mais 
valiosa de suas primitivas gemmas. Em duas obras anteriores a es- 
ta, fixam-se os indicios da grande teutativa. Superabundant eltes e 
ainda numa recente pesquiza se nos deparou o que ides ler. Quando 
Rivera tomou posse de Missoes, Dorrego, extritante com este seu in- 
esperado exito, incita-o a tentar a tomadia de Riopardo, "nao deseo- 
nhecendo" o caudilho que, "se a sua fortuna ehegasse a esse extremo, 
"la suerte de cse Contincnte cambiaria, no siendo difkultoso hacer- 
los adaptor un golnerno que ellos mismos se nombrasen" . ( 5 ) Isto, 
porem, foi idea surgida com o reapparecimento de Rivera no scena- 
rio politico-militar. Antes desta hora, como se explica noutro livro, 
tinha outra inteira applicacao. O partido republicano riograndense 



( a ) Vide "Duaj grandes intrigas". 

(*) "Obras", vol. Ill, Interests y peligros. 

(*) Carta de 4-VI-2S, a Rivera, no Arehivo y Museo, de Montevldeu. 
Cftegadas as for^as de Rivera a Itaquy, el!e e sens collaboradores maada^ 
ram a Buenos-aires Raphael Ortiguera, em missao dos "Generates del 
Norte". Levava um piano formuiado ou redigido em 5-VTII-28, por Eehe- 
verria. Transcreve-se o treeho que se relaciona com o assumpto versa- 
do: "El estandarte de la li'oertad tremularii en la Capital de Puertoalegre, 
villas dc Riogrande, Riopardo y Cachoeira, y la Provvticia de Riogrande, 
Que is la was importante de las del Imperio brasilero, y la que mas se 
hermana con las de la Union, sacudird talves para sicmpre, el dogal de la 
tirania Que la siifoca". Muito citrioso e notar aqai, (tao eompiexo o dra- 
ma politico da extremadura sul, reptta-se) que eate surto de Rivera, sus- 
citando taes esperangas, 6 o que tez abortar, conforms eonata das revela- 
coes attribuidaa a Silva Tavares, o programma que analogas esperangas ti- 
nham felto nascer, em vesperas da reentrada «m campanba do general 
Lavalleja, alliado ja aos conspiradores continentinos! . , . 



prestaria seu cottctjrso ao exercito argentino-oriental, quando este re- 
novasse, em 1828, a offensiva para que estava em aprestos. A mo- 
norchia que, desencudckindo a guerra externa em 1816, se salvara de 
uma catastrophe no interior,, foi par meio de uma proiupta pas, que, 
12 annos mats tarde, novaincntc dilatoii o grande risco c socegou as 
animos. 

Encerrada a campanha, se nao seguiu logo urn definitive apaga- 
mento do espirito separatista, como tacitamente deixam crer os his- 
toriographos, incukando uma geral conformidade com o systema ju- 
rado. O que nunca houve, foi uma assentada formula de realisacao 
da idea seccionista, eternamente desentendidas as duas fraccpes do 
Paiz, onde nunca houve forte sentimento brasileiro e monarchico. 
Dividido o Riogrande entre as familias aristocraticas, ou, melhor, 
aristocrat] sadas, de que nos fala Saint-Hilaire, (*) sacrificaram estas, 
em suas insanaveis rivalidades, o que foi o uniforme anhelo de quasi 
todas ellas, e nestes precarios termos arriscou-se o lance, em 1835. 
Tamanha e tao podcrosa a tendencia, que, apesar das divisoes do ve- 
lho partido republicano, triumpharia em toda a linha a sua obra, se 
outras e mais graves divisoes nao destroem os esforcos de uma pleia- 
de de semi-deuses. Findaram ellas na maneira que acaba de ser ex- 
posta, e, malgrado o estrondoso desastre, que sustenta urn contempora- 
neo da rcvolucao, pessoa de autoridade e imparcialidade? Que o es- 
pirito separatista vivia ainda f remente, depois da paz de 1845 ! Com 
effeito, veiu a declinar, por maneira sensivel, depois que Pedro II, 
banindo as tradiqSes avoengas, firmou entre nos o que floresceu en- 
tre os romanos, sob Nerva Cesar, unindo, (licito e dizel-o, ja se real- 
cou) a autoridade a liberdade, cousas que pareciam incombinaveis : 
res ohm dissociabiles 1 Os velhos farrapos ou seus filhos e netos, 
observaram que a republica mais existia entre nos do que alem das 
fronteiras e aquietaram-se a pouco e pouco, nao sacrificando mais o 
presente ao fitturo, como lhes exproba mansamente o referido coeta- 
neo. ( T ) Com estes e outros coefficientes de modificacao, grande 
mudanca padeceu o curso das ideas entre nos dominantes, mui prin- 
cipalmente com um, a guerra do Paraguay, onde se irmanaram os 
habitantes das diversas capitanias, entao provineias, um tanto fun- 
dindo-se, o que estava apenas soldado, e mal soldado. Se bem vivis- 
simo o nativismo dos riograndenses, nao parece que alimentassem 
mais os pristinos almejos, excepto um pouco antes e depois da actual 
Republica, graeas aos ensinos da philosophia positiva. Unidade, pa- 
ra a separacdo, eis como o manifesto de Silva Jardim exprimia, com 
laconismo, a marcha de sua obra politica, nisto coincidente, nao ha 



( 6 ) "Voyage dans la Province de Riogrande do sul", trecho repro- 
duzido em "Revolueoes cisplatinas". 

( 7 ) Cit. opusculo attribuido a Gomes de Freitae. 



— . 8 — 

negar, com as mais dnradouras e mais gloriosas tradi<;6es da terra 
gaucha: nisto de harmonia com % o tacito programma de nossos pre- 
decessors ; observado com paciencia, muito principal mente de 1S22 
a 1832, anno em que a evolucao politica de nosso povo chegou ao seu 
perfeito amadurecimento, c.onforme ficaria patente no quinquennio 
subseguinte. 

Em resumo. Errados os nossos exegetas, por 4 ordetis de mo- 
tivos: i.°, nao medirem assaz as existentes forcas centrifugas ou sec- 
cionistas; 2.°, nao aprofundarem quanto preciso o estudo das espon- 
taneas ou systematicas tendeiicias locaes; 3.", nao terem em mente 
o que era artificio e o que era a realidade, na accao revohicionaria ; 
4.°, nao empregarem, em summa, o methodo requerivel, no exame do 
transcend ente, obscuro thema. Convem estudal-o ainda, sob esses 
quatro aspectos. 

l.°, "O systems colonial, no conceito de St. Hiiaire, nao tendia 

Iso ao empobrecimento do Brasil ; tinha um fim mais odioso ainda, o 
de desunir. Semeando germens de divisao entre as provincias, a 
metropole esperava conservar por mais tempo essa superioridade de 
forcas que lhe eram necessarias para exercer a sua tyrannia". Veiu 
o 1822: nmdaram as cousas? Nao, affirma aquelle sable e bastante 
o sabemos: "Os brasileiros hao nobremente sacudido o jugo colonial, 
mas, sem nisto pensar talvez, persistem, cumpre dizel-o, sob a sua 
triste inf luencia". "O Brasil, entrementes, fazia alguns progresses ; 
mas, devidos eram, tnenos a seu governo, que a liberdade de suas re- 
lacoes mercantis": "sobretudo a circumstancia de ter por si uma na- 
tureza benefiea" e "prodiga". Ganhou com isto, perdeu, sobre ott- 
tro aspecto. Perdeu, ja se notou, com o inopportuno, desastroso 
afastamento de Sylvestre Pinheiro, o grande estadista; perdeu ainda 
gracas a isto: "Desde os primeiros momentos da revolucao, um com- 
plexo de homens ignorantes, nutridos em os habitos do servilismo, 
se aebarem bruscamente chamados a participar dos pubVicos negocios. 
As paixoes nascidas ao mesmo tempo do systema colonial e do dcs- 
potismo enervador de D. Joao VI, se desencadeiaram sobre o Brasil 
e parecem querer arrancar-lhe os pedacos". ( a ) Ora bem, persis- 
tente a opprobriosa, extorsiva dominacao, depois ainda de 1831, que 
havia de succeder? O que se vai realcar. 

2°, Notou Dreys, na epoca da independencia, quanto era "mc- 
Iindroso" o "sentimento patriotico" dos riograndenses, temendo-se 
elle de que pudesse degenerar em infertil, perigoso pendor localis- 
ta. ( s ) Dentro de pouco a transmutacao estava operada, merce da 
persistencia do que se pretendera extinguir em 7 de setembro. Com 



(*) "Voyage dans le district des diamants", ao flm; "Precis de l'hia- 
toire des revolutions de l'Eispjre du Bresil", (1833) pag. 378 e seguintes. 
(') Pag. }£ cit., de sua "Noticia descrjptiva". 



_ 9 — 

o desencanto, o que preponderou irresistivel, universalisado, aqui o 
declara um observador de primeira ordem e na hypothese muito in- 
suspeito: "O PROVINCIALISMO O MAIS ELEVADO E' A 
PAIXAO POLITICA DOMINANTE DO RIOGRANDENSE, 
qualquer que seja o partido que die abrace" . {'■") Que caracter po- 
litico havia nesse vehemente nativismo, dil-o bem claro o "Recopila- 
dor liberal", em n.° de 1833, cujo editorial figura no texto da pre- 
sente obra e o que pretendia ern 1835 estabelecer nao o escondeu o 
"Continentista", outro assertor, na imprensa, do ideal farroupilha: 
alto c bom som annuncia qual sera o governo da "NACAO RIO- 
GRANDENSE, se seus dignos filhos, animados do sagrado fogo do 
patriotismo, tiverem bastante coragem e constancia, para affrontar 
os perigos e privacies em defeza da honra, da nacionalidade, da Pa- 
tria e da Liberdade ; devendo-nos servir de exemplo o brio, valor e 
firmeza dos nossos visinhos cisplatinos, que tudo sacrificaram para 
debellar a tyrannia e despedacar as vergonhosas cadeias, que alge- 
mavani seus pulsos". ( 1X ) 

3.°, Ninguem quer distinguir o que teve existencia effectiva, do 
que foi mero simulacro. Pois houve no tempo observadores mais 
agudos, do que os pretensos, de hoje. Um delles, noticiando o Ie- 
vante do sul, nota que "os chefes rebeldes gritam vivas ao Sr. D. Pe- 
dro II, etc., etc., etc., mas, (addiu) nao ha ahi quern nao saiba a ro- 
tina das taes revolucoes". ( 12 ) Limpo de Abreu nao se deixou en- 
ganar com o seu emprego, no prime! ro e segundo anno da guer- 
ra; ('■*) emprego continuado no decurso della, sempre que assim 
conveiu aos interesses de momento. Lucas vale-se do methodo, 
ainda em 1844, e por modo que deixa assaz transparente o inveterado 
processo enganatorio. Em conhecida Exposicao acerca das causas 
da luta, endereqada ao conselheiro Manuel da Cunha Galvao, escre- 
ve que o levante de 20 de setembro no Riogrande "certamente nao 
teria apparecido, si houvesse tido sempre presidenres disrinctos, corno 
S. Ex."". ( 14 ) Pois bem, em confidencia epistolar a Almeida, dizia- 
Ihe, dous annos antes, que, no de 1832, isto e, durante a regencia 
provincial daquelle "distincto presidente", depois de "esposar a Cau- 
sa da Independencia", "tratava", como outros conjurados, "desde a 
primeira ernigrae,ao do General Lavalleja, de preparar os materiaes 
para o nosso Edificio", — quer dizer para o que o Rccopilador esta- 



( 10 ) Rodrigo Pontes, cit. "Memoria" inedita. 

I 11 ) Vide "Revolucoes cisplatinas", II, 657, 

I 11 ) M. J, Coelho, carta do Rio-de-janeiro, para Llsboa, em 25-IV-36. 
Como illustracao digria de lembrar-se : "Nous changerons notre langage 
mivant Vaspeet que prdsenteront les circonstancex", diz em carta de 
12-X-G3, Ogareff, que, com Herzen, prorurava abalar a Russia. 

( 13 ) Vide as cits, "Revoluc&es". 

<") Araripe, Documented, 224. 



— 10 — 

belece a sua propaganda em 1833 e para o que o C ontinentista cha- 
ma a postos os farroupilhas em 1835, muito antes, note-se bem, de 
surgirem os pretextos especiosamente apresentados, como reaes rao- 
tivos da ruptura com a legalidade constitutional, e prodamagao da 
Republica! ( I5 ) 

4.", Nota-se em alguns de nossos escriptores prepare insuffi- 
eientissimo de philosophia, para vantajoso exame das tradicoes da 
collectividade. Falta-lhes com isso, mais perfeito conhecimento da 
historia. Com a luz daquella, encontrariam nests o fio do segredo 
que. Ihes escapa, no tentarem aprot'undar como e porque surgiu etvtre 
nos o movirnento de setembro. Escapa-lhes o phenomeno principal- 
mente no definirem os seus antecedentes e caracteristicas. Impres- 
siona-os as palavras estudadas e passa-lhes impercebido o que ellas 
procuranr absconder, quando em situaqoes equivalentes, fixas em 
chronicas de intra e extramuros, achariam facil meio de traduzir o 
que o calculo ou a malicia encobre. 

Bonaparte, exempli gratia, que fez, para restabelecer, a seu mo- 
do e proveito, um regimen obsolete? Homem agudo percebeu que, 
malgrado a fascinacjio que exercia, precisava ir por partes. Tivera 
claro signal do anirtio reinante, na maneira despeitada ou irritada 
por que o proprio exerdto acolhera o simples restabelecimcuto de 
ordens honorifkas. Com esta pubhea advertencia, comquanto vo- 
to favoravel ratificasse a instituicjio de um monarcha de molde ro- 
mano, o talentoso corso nao aboliu de chofre, as formas existsntes. 
Agusto e Tiberio viveram com a palavra republica a bocca, Elle a 
manteve em todos os actas officiaes, ou emanassem da sua chancel- 
laria ou das mais altas corpovacoes do Estado, Coexistiu por muito 
a sobredita palavra, com a nova, que designava o chefe supremo <\o 
systema incipiente: as resolu'coes do imperador, ou de seus prepos- 
tos nos varios orgaos da autoridade, promulgavani-se em nome da 
Republica franceza. uradatim, paulatim e que homem de tamanho 
poder fez desapparecer esta expressao politica, fazendo sobresaiv a. 
de Imperio. 

O sobrinho, que jurou, tresjurou, antes de 2 de dezembro y <le- 
pois, que se conservava fiel a democracia, observou uma equivalente 
ou antes uma tactica identica, para desmoronar a Republica de 1848. 
Ora bem, adniittir-se-a, em boa, legitirna historia, que houve em Na- 
poleao e cm Luiz um atomo de sineeridade, ao agirem como para traz 
fica assignalado? Os que seguem entre nos a engracada hermeneu- 
tica a que se esta oppondo uma cabal refutacao, ousariam stistentar 
que tio e sobrinho, ao dizer o inverso, nao cubic.a'vam a coroa ou que 
nao conjuravam para obteha, com os precisos disfarees? 



( lB > Carta a Almeida <?e 1841, cit. alhures. 



— 11 — 

Em face da theoria de taes doutores, que hemos de assentar, 
verbi gratia, com referenda a revolucao das mais proximas colonias 
hespanholas? Que seus corypheus, sobre serem fidelissimos a Cas- 
tella, morriam de amores pelo soberano que Bonaparte desapossara! 
Que patentcia, no entanto, obra nossa recente? Que Buenos-aires, 
antes ja de instituir a junta de maio, era, de facto, "uma Republi- 
ca". ( 1S ) Pregoam o contrario, e verdade, os proceres da emanci- 
pacao. Una voce, conclamarn nada haver de subversive em sua obra 
e sim unicamente uma estrictissima labuta de conservaqao da monar- 
chia, na sua integridade e pureza politica. Sinceras declaracoes ? 
Esta mais que feita a chronica do claro e do escondido, mas, ha mo- 
numento historico posto em circulacao no Brasil em nossos dias, que 
desnuda, por inteiro, a comedia representada no Prata, em comecos 
do seculo transacto. Desencavou-o de archivos particulares de Lis- 
boa, o autor, e vai saber-se o que, num secreto assento, declara ou 
preceitua a junta de maio. Segundo ella, a dynastia estava desmora- 
Iisada par si mesm-a, assim como os mandoes a seu serviijo. "Jamas 
pudo presentarse a la America del Sur oportunidad mas adequada a 
establecer una- Republica sobre el cimiento de la moderation y vir- 
tud". Depois de largas considerac,5es a respeito do modo para al- 
cancar esse objectivo, drz-se na :: reflexao 20. a " quanta vantagem ha 
em manter o que se classifica de "misterio de Fernando" , para capa- 
citar a quern convenha, de que estamos com el-rei. Assenta em se- 
guida que mister e levantar o interior, fazendo ver aas povos dali que 
a Hespanha esta, perdida, ainda que em tudo "siempre con Fernando 
en la boca" . Se qiierem nossos exegetas mais claro, que lhe ponham 
agua, conforme usavam dizer nossos antigos, em casos de invetera- 
da casmurrice, de visceral inopia ou pertinaz cegueira. 

Mas, para que recorrer a alheio foro. Estabelegamos a meza de 
julgamento dentro de casa. Ninguem ignora o que ambicionava D. 
Pedro, qual o grande anhelo de Jose Bonifacio. Que vimos, todavia, 
em 1 821-22, no caso da Provincia de S. Paulo, guia do movimento 
seccionista? Nao deu simples mandato, lavrou mandato imperati- 
vo, a seus deputados as Cortes-geraes. Notorio e que figuram co- 
mo redactores do alto documento procuratorio, Joao Carlos Augusto 
Oeynhausen, Jose Bonifacio de Andrada e Silva, Manuel Lopes Jor- 
dao, mas, transparentissimo e que o relator da cornmissao foi o se- 
gundo. Ora bem, consta do capitulo I, referente a "Negocios da 
Uniao": § 1.°, "Integridade e indivisibilidade do Reino-Unido ; de- 
clarando-se que as nossas actuaes Possessoes em ambos Hemisphe- 
nos serao mantidas e defendidas contra qualquer forea externa, que 



(i6j "pi ano q ue manifiesta el nietodo de las opei'aclones del nuevo 
Gohierno del Rio de la Plata", voto em Junta de 15-VII-810. Cdpia no 
arch, do aut. 



— 12 — 

as pretender atacar ou separar". (") Capitulo II, referente a "Ne- 
gocios do Reino do Brasil": § 1.°, A Declaragao das attributes e 
poderes que Ihe competem na categoria de Reino por si, e das Rela- 
coes e obrigacoes em que deve estar para com o Imperto Portuguez". 
§ 2.°, Parece <;onveniente que se e3tabelec,a um Governo gerai Exe- 
cutive para o Reino do Brasil". § 3.°, Este Governo geral de uniao 
central do Brasil sera organisado por emanacao e delega^ao dos Elei- 
tores do Povo e do Poder supremo Executive, e nos parece conve- 
niente que no tempo em que a Sede da Monarchic e das Cortes nao 
existir no Brasil seja sempre presidida a Regencia pelo Principe He- 
reditario da Coroa". ( ls ) 

A este inequivoco pronunciamentu, antra seguiu-se, do punho e 
mente de Jose Bonifacio, par igual: "Nos declaramos perante os ho- 
mens e perante Deus com solemne. juramento, que nao queremos, 
nem desejamos separar-nos de nossos Irmaos de Portugal", firma 
numa "Representagao do Governo, Camara, Clero e Povo de S. Pau- 
lo", em Janeiro de 1822. ( 19 ) D. Pedro, ja acclamado "defensor 
perpetuo", era prodamacao aos "brasiletros e amigos", se fala na 
"causa da Independencia", mostra que a quer de typo restricto: 
"Independencia, moderada pela Uniao Nacional". ( 3f> ) Para o 
meio do anno, a 3 de junho, em decreto com a referenda de Jose Bo- 
nifacio, o principe-regente convoca uma assembles constituinte; cou- 
gresso que "erigira a Independencia" do Brasil, mantendo "a sua 
Uniao com todas as outras partes integrantes da Grande Familia 
Portugueza". ( 23 ) Bastantes as mencdes historicas. A termos etn 
conta as regras singularissimas da herrneneutica opposta a que obser- 
va com fideliclade o autor da presents obra, nem D. Pedro nem Jose 
Bonifacio tinham em pensamento a quebra da architetura politics ate 
essa hora subsistente. Contentavam-se ambos, com uma limitada re- 
forma. Primeiro, com a persistencia do Reino do Brasil, marcadas 
apenas as attribuigoes e poderes que Ihe pudessem competir, dentro 
no Imperio portuguez, parccendo-lhes somente que convinha estabe- 
lecer um Governo geral Executivo, para esta parte do predito Impe- 
rio. Depois, com uma reforma algo mais atnpla: a Independencia 
do Reino do Brasil, dentro sempre do complexo lusitano. E' a lo- 
gica inferencia a tirar das publicas manif estates do estadista e do 
seu regio pupilo. se empregarmos o processo interpretative que an- 



( IT H 18 ) Lembrancas e apontametftos do Governo-provisurio da Pro- 
vineia de S. Paulo, para seus deputadoS' mandadaa pubiicar por ordem de 
S. A, R. o Principe-regente do Brasil, a instanclaa dos ruesmoa deputados. 
Typ. Nacional, 1821. Arch, do aut. A P arte gryphada asslm esta na im- 
presso. 

(«) Vide a RepresentacSo, em ii°P resso ' > 10 ■»*■ do aut. 

f2A).(ji) impressos no arch, do .' illt - 



— 13 — 

da mais em voga e a que se ousa oppor estes embargos. Non raggio- 
nar!..- Pois e semelhante processo a que se quer a fina forca re- 
eorrer no exame das tradi^oes i arroupilhas ! ! ! 

5.°, O grande defeito, na interpretacao mais vulgar, provem 
do methodo usado na mesnia. Um dos mais finos observadores e 
pesquizadores de que se honra a Franca, nota o seguinte, muito de 
appHcar-se, na hypothese vertente: "Ceitx qui apportent a V etude du 
passe des opinions toute faites sent toujours tenth de refuser de 
croire aux fails qui genent leurs senthnents ; it est si naturel de tenir, 
pour deraisonnable ce qui n'est pas conforme a noire maniire de rai- 
sonner" ! ( 2a ) Claudicam os julgadores do magno evento, porque o 
veem atravez do prisma das ideas de que se acham imbuidos, e como 
o que se pudera chamar de integralismo entrou na hodierna moda, 
nega-se agora, ou renega-se, o evidente separatismo de hontem. 

O autor fugiu a tao grosseiro ou ingenuo modo de processar as 
cousas preteritas. Se historia com amor as nossas tradic,oes, fal-o 
sem preferencias que toldem a verdade. Onde fuzila a vehemencia, 
e porque o narrador sentiu algo como o que os theologos classificam 
de anagoa, mas, sem que esta ou quejandas impressoes ou commo- 
<;6es the desaprumem o entendimento. Diverge o que este percebe, 
do que jmaginam ver os seus contradictores, por mil motivos ja ex- 
postos repetidas vezes. Ainda tambem porque escapa aos ultimos o 
que nota um moderno de bastante relevo: "Une idee devieni puissan- 
ce historique en vertu NON DE SA VERITY, MAIS DE SON 
CARACTfeRE REPRESENTATIF ; elle doit etre conforms & Vcs- 
prit de I'epoque; est conforme a I' esprit de I'epoque ce qui est evi- 
dent pour celle-ci; et est evident ce qui correspond a la realite psy-> 
chique donnee, pour en etre V expression adequate" . ( 23 ) 

Sobre haver defeito no methodo, ha tambem outra falta mais de 
notar-se: falta no civismo dos escriptores gaiichos que se occupain 
da materia. Ha, exceptis excipiendis, falta de alentos: commettem 
o erro de rnedir a obra dos Immortaes, atravez de si mesmos. Pare- 
ce-lhes naturalmente absurdo que uma reduzidissima communidade, 
que dispunha de mesquinho orcamento, affrontasse impavida, espe- 
rancosa, tamanho Imperio, e, desdenhando os ouropeis de uma falsa 
grandeza, preferisse o seu modesto, honrado, quanto luzido, beneme- 
rito insulaineuto . . . ( 2 *) A persistirem nesse desmaiado criterio, 



(**) Boissier, "La fin du paganlsme", I, 409. 

(") Keyserllng, "Le monde qui nait", 120. 

( B *) Merece bem reiterado o que eramos: exigua populacao, com 
uma renda publica inferior a 700 contos de r£is (vide carta de Almeida a 
Netto, de S3-III-39, arch, do aut.) Aquella, segundo uma das expostas 
eBtatisticas era, num caso, 22 % vezes menor em numero do que os habi- 
tantes do Imperio; noutro caso, era menor 30 vezes. Quer dizer, lutava 
o pastorzinno David com o tremendo Golias, o gigante rilisteu, "attitudl- 
nit sex cubitorum et paltni"!! 



— 14 ~ 

vegetando a guisa dos ilheos lendarios de Zulichium, que existiram, 
dizem, por uns 400 annos, "privados no entanto de suas forces, de 
actividade nos sentidos, podendo o mimdo consideral-as como extin- 
ctos"; a manterem urn tal systema de logica, fora de bradar-lhes com 
Restif de la Bretonne: "0' marts! tachcs de vivre, et apres vous ju- 
geres les VIVANTS"! Assim e que iograreis discernir o que fize- 
ram os semi-deuses que, dentro numa aureola de radiosa gloria, eter- 
nados subsistem na agradecida memoria do genero humanot! Se ha 
entre nos quern a tal modo de ver qualifique de "progresso" nos sen- 
timentos ou ideas, se ha "quern se ufane da secular desistencia", por- 
que "foi corrompido o ar que respiramos"; case ainda e de ediiicar 
uma geracao desfallecida, com a palavra de uma que viveu e morreu 
lutando: 

"Virdo nos nossas festas ntais solemnes 

Myriadas de sombras miserandas, 

'Scarnecendo, seccar o nosso orgalho 

De Nacao; mas, Nacao que tent par base 

Os fries ossos da Nacao. . . senhdra, 

E por cinmito a cinsa profanada 

Dos mortos, wmassada aos pes de escravos" . ( iS ) 



CAPITULO V 



Mencionou-se, mais uma vez, a funesta discordia que compro- 
inetteu a obra de setembro, Tinham todos os autores da mais fu- 
nesta das opposicoes ds mesmos sentimentos, e de perguntar-se? Ti- 
nham todos elies apego sincero a grande construc<;ao politica e civica 
de 1836? Nos earn rem in- medio relinquimus. (') Se havia uma 
ingenua e pura devocao no complexo delles, cega foi em alguns! 
"Para querer a republica, inspiraba, fazel-a, assaz nao era dispor-se 
a isto, com um nobre coraqao, um grande espirito. Algo mais de re- 
querer-se ainda..." "Indispensavel uma certa harmonia", compre- 
hende-se, "nao somente de vontade e de ideas, mas de habitos e cos- 
tumes republicans: ter em si a republica interior, a republica moral, 
a umca que legitima e tunda a republica politica, isto e, possuir o go- 
verno de si mesmo, a sua propria democracia, e achar a sua liber - 
dade na obediencia ao dever". "Nao basta dizermos republica: Ve- 
neza tambem foi republica"; Buenos-aires, accrescente-se, figurava 
entao, com esse nome, em a lista das nacoes, quando era, nada mais, 



( a5 ) Goncalves Diaa, Tymbiras, 3." canto. Vide o appendice. 
(*) Sallustio, "Opera", Catilina, cap. 20- 



— 15 — 

nada menos, uma feroz estatocracia. ( 2 ) Este o problema em 1792, 
conforme superiormente o define um genial historiador e moralis- 
ta; este o problema em 1842, conforme o presentiu Lucas, firme em 
sustentar que "so um povo morigerado e livre pode crear uma repu- 
blics verdadeira", e por nao sel-o na conveniente medida e que o da 
Bahia vira tombar a delle. ( 3 ) A minoria digna fora ali vencida pe- 
]a maioria, composta de "maus republicanos". 

No sul (addiu) felizmente o contrario se observa. "Em 4 an- 
no? de guerra activa e rigorosa, qual a que temos sustentado, nao se 
encontra (mencao) de um acto que horrorise. Perguntar-se-nos-a: 
por que encantamento succede uma tal cousa, nunca vista? Direi 
sem receio de errar: este edificio magnifico e filho da boa indole rio- 
grandense; e parto da sa e virtuosa educacao que nossos pais nos 
prodigalisaram e coin cujos poderosos auxilios havemos de levar nos- 
sa obra ao auge". (*) Desgracadamente, estas vantagens moraes 
passavam por uma crise illisonjeira, occorria um lamentavel eclypse 
no bom senso de muitos. Depois de meio seculo de incertezas e ti- 
tubeios, de arriscados ensaios e tremendas decepcoes, nem todos 
aprenderam quanto as circumstancias pediam, e, ao naufragio da 
Franca, pospou-se o naufragio do Riogrande. Numa e noutra se 
despercebera o que realca Michelet e se enquadra em boa parte na 
sentenca de Pascal: "II faut, apres avoir connu la verite par la rai- 
son, tacher de la sentir, et de mettre noire foi dans le sentiment dit, 
coeur; autrement elle sera toujottrs incertaine et chancellante" . ( B ) 

As incertezas e titubeios da centuria anterior se repetiam na en- 
tao presente, em face de um inimigo que na Europa, quanto na Ame- 
rica, tinha por si a forca das tradicoes, o traquejo politico, a mestria 
na alta e baixa intriga, alem de dispor de thesouros materiaes de pe- 
so extremamente preponderante, na actividade bellica. Resultancia 
infallivel, acola, essa que se presenciou, com a victoria do reacciona- 
rismo encarnado em Bonaparte. Resultancia infallivel aqui, a de 
que se temia Bento Goncalves, nos paroxysmos do esforco, para de- 
ter o carro da principiada decadencia da Republica; esforco a que 
Joao Antonio, ainda agastadico, prometteu a sua collaboracao, se bem 
que a reputasse ja tardia, e tardia era, como ides ver. A 8 de feve- 
reiro, Ulhoa Cintra, Sa Brito, Jose Mariano, Seraphim dos Anjos 
Eranc,a, Almeida, os cinco membros da junta elaboradora do proje- 
cto de Constituicao, depositaram o mesrno sobre a mesa da assem- 



( 2 ) Vide, para o que se traslacfa entre aspaa, Michelet, "Histotre de la 
Revolution", II, 290, 232. 

C) Carta a Almeida, em 20-VIII-42, a propoaito da revolugao em an- 
traa provincial do Brasil. Arch, do aut. 

(*) Carta de Lucas, a um tio, em 29-VI-39. 

( s ) "Penseea", o 22.°. 



— 16 — 

blea, ficando o debate adiado, por falta de numero para que a sessao 
pudesse continuar. ( s ) 

Dados na maneira sabida os passes necessarios para que se pu- 
zesse remedio a situacao, falharam, assenta um coetaneo, porque se 
approximava o exercito iegal, circumstancia que for^ou os liberaes a 
deixarem a Capital, interrompendo-se, com isso, a faina legislative e 
constituinte, ( 7 ) O motivo exposto era bastante para determmar a 
prerericao de trabalhos ate certo ponto adiaveis, com o perigo publi- 
co imminente, mas, tudo persuade que, ainda mesmo inexistente este, 
nao haveria meio de obter quorum, fossem quaes fossem os sublimes 
rasgos concili adores de Bento Goncal ves. "Jamais on ne fait le mal 
si pleinement et gaiement que quand on le fait par un faux principe 
de conscience", razoa o agudissimo pensador citado ha pouco. (*) 
Na emergeneia, assitn procedera a opposiqao e assim procederia ate 
o fim. Melhor Ihe fora discutir, votar a Constituicao, instituindo 
apos, como inculca Bento Goncalves, a responsabilidade do supremo 
gestor da cousa publica. O projecto facultava-Ihe meios para ir aos 
objectivos que Ihe inspirasse o civismo, qua! e facilimo de compre- 
hender, num rapido exame do mesmo. 

Preferiu-se admittir as suggestoes da ira faccionaria, e como es- 
ta rnuito se parece a ioucura, nao teve a minoria o preciso bom- 
sense para ver que Ihe era vantajoso apresentar-se ao julgamento dos 
vindouros, nao somente a luz dos factos allegados em seu manifesto. 
a luz tambem de um corpo de doutrinas que a recornmendasse, quan- 
to aquelles, em tal pretorio. A maioria, pela sua nomeada junta, 
gravado tinha, no projecto de Constituicjio, a summa de suas ideas. 
Nada mais proprio para elevar na estima publica, do presente e do 
futuro, a banda opposta, se, antes de entrar no capitulo das aeeusa- 
coes firmasse com nitidez quaes as normas politicas a que se apegava 
e a que submettia os seus apregos. Postas em segundo piano accusa- 
c,oes ou tleclama<;6es ?te um certo grau estereis, procurasse firmar, 
antes de tudo, as normas impeditivas dos abuses ou desmandos que 
a falta de taes normas tinha gerado. Nao no fez qual ihe convinha, 
somente fez o inverso, com o que acarretou prejuizo a seu nome, 
privando o Riogrande, alem da vantagem de grande reforma utili- 
ma indispensabilissima, na orbita politica, de outra muito relevante: 
as glorias de uma fecunda iniciativa, de ordem social. 

E' de saber-se que numa das sessoes, Jose Mariano, como re- 
presentante e definidor dos principios a que se atinham os fieis de 
Bento Goncalves, apresentou a assemblea um projecto que abolia o 
captiveiro, ad instar do que se fizera no visinho Uruguay. Pois 



( e ) Vide copia do projecto, no arch, do aut. 
( 7 ) Portlnho, Notas a Araripe. 
( B ) Pascal, "Pensees", o 19.°. 



— 17 — 

hem. assistiu a extremadura a nefario espectaculo. A minoria, acau- 
dilbada por Antonio Vicente oppoz-se, irreductivel e fera, deixan- 
do-nos pateute, este, com. a sua costumeira, penalisadora truculeneia, 
as frageis razoes em que se apoiava, para obstar a "liberdade geral 
dos escravos". (*) Merece apontado o triste aranzel, visto como se 
presta. em maneira extremamente esclareeedora, para attestar a que 
moveis se prendiam os gestos e feitos da opposicao. na generalirjade 
dos casos. Em "Diario" que ia escrevendo, altura ha em que An- 
tonio Vicente allude a este episodic parlamentar. Depois de refe- 
rir-se "a alma vil e fraca do mulato Jose Mariano" e "ao mofino 
Bento", "dous demonios", "despresados de todo homem decent e", 
assevera que o piano emancipador apresentado por "esse mulato", 
"em plena assemblea", tinha "o fim sinistro de tudo confundir para, 
no inicio da geral consternacao, roubar-nos mais amplamente e eva- 
dir-se para o paiz visinho. 

Este pensamento meu (addiu em franco tresvairo) nao e urn 
exaltamento de odio contra esse monstro: e a idea bem cornbinada 
do resultado que teve o debate que na assemblea sustentei contra tao 
impolitica e monstruosa indicacao, e que para fazer-me calar, se le- 
vantaram todos os deputados da mashorca, sem duvida iniciados no 
diabolico mysterio de darem uma morte ingloria a jovem Republics . 
que por suas maldades havia tocado as bordas do abysnio". ( l0 ) Jose 
Mariano, fora do governo e de qualquer commando, a valer-se do 
cahos gerado pela aboiicao, para um tragico, amplo saqueio. . . Bas- 
ta repetir o libelo, para deixar patentissima a insubsistencia de sens 
articulados. Porquanto entra o mesmo, logo se ve em o numero das 
mais descabelladas fantasias de que ba memoria, na chronica dos in- 
humanos, ferozes descomedimentos partidarios ! ! 

Nan raggionar! Tempo e de concluir a historia do infausto 
episodio. Com justica inteira se dissera, apos a mencao de Antonio 
Vicente, que ab una disce amnes, ( u ) se esse talentoso riograndense 
nao houvesse arrastado, traz de si, a coetaneos do primor de joao 
Antonio, Manuel Martins da Silveira Lemos, etc. O grande escri- 
ptor de Franca, que antes se mencionou, descobre a terrivel influen- 
cia que teve, no seio dos girondinos, o "temperamento sombrio e vio- 



( (l ) Cit. Almanack Rodrigues, anno de 1910, pag. 92. Antonio Vi- 
cente prosegue, como um posaesso: "Harpias infernaes, que, com tao ne- 
fando egoismo, souberam conservar-se no mando supremo do Estado, para 
aviltar-nos e minguar tanto illustre felto, entregue vil e estolldamente ao 
immigo, quasi tudo quanto o valor e a constancia haviam ganho! '' "Bas- 
ta; eu nunca trato destes negocioa, sem que me bata Irado o peito e o 
desejo de vinganga venha turbar as boras, as daces horaa Que consagro a 
eacrever-te", diz, por ultimo, a Senhora. (Cit. page. 92 e a 93 >. 

( J0 ) Nota 9, deste cap. 

(**) Virgillo, "Opera". Eneida, 65, 66. 



— 18 — 

lento" do tempestuoso Isnard, cujos meritos alia;;, e da mesma sorte 
os daquelle ex-ministro, ninguem contestaria. Homens desses, quan- 
do as paixoes os dominam, precipitam-se de olhos cerrados num abys- 
nio, impassiveis nelie afundam os amigos, a sua propria commurthao 
politics, e ate mesroo a Patria, que juram adorar!... (") 

Se tanto mal fez, se tanto mal podia fazer, allegar-se-a, como e 
que um republico de austereza e descortino, qual foi Almeida, assu- 
me a responsabilidade principal de sua ascensao? Como e que ho- 
mem de seu acautclado civismo tanto contribtiiu para erguel-o, de 
posto secundarissimo, a um dos mais altos do Estado, quando afftr- 
ma ter in forme de antecedencias desabonadoras de seu caracter? Se 
os conhecia, como indicou a personagem de turvas tradicoes, para 
uma investidura em que sc requer um servidor de limpissima folha- 
corrida? — Apparencias de bom fundamento, nada mais, tern as iti- 
terrogativas censuradoras. Todo peccador e suseeptivel de emenda. 
Os filhos de Israel se arrependeram, diz-nos a "Biblia", no livro dos 
Jttises, XXI, 6. Diz-nos cousa mais edificante e ajustada ao assum- 
pto em exame, num passo de Matheus, IX, 13, em que fala nada me- 
nos que o Nazareno: " Misericordiam volo, el non sacrificinm. Non 
enitn vent vocare jtistos, sed peccatores" , O sublime ensino que, na 
sua l. a parte bastaria para que varrida fosse dos templos a supersti- 
c&o, alavatica e mina do pharisaismo; insinua, com a 2", a toterancia 
esperancosa que moveii naturalmente a Almeida. Se sabia de coa- 
sas preteritas desat-reditadoras ; rinha arrhas para o presente e futu- 
re, em melhor attitude, do coetaneo incriminado. Considerando a vi- 
da inteira de seu prestante collaborador na gestao republicana, reen- 
ehia-sedhe a alma de confianca plenissima, tudo nol-o persuade. Ve- 
hemente seguidor do Evangelho, como ficou patentissirno num des- 
cntendimento passageiro coin Rossetti, Almeida nunca poria de parte 
a supracitada licao misericordiosa attribuida a Jesus. ( ia ) 



< 12 ) Vide -Politica brasileira", II. 188 a 221. 
( 13 ) Vide o appendice. 






RES GESTAE 



"La gtoire des hommes se doit tow- 
jours mesurer aux moyens dont Us se 
sont servis pour Vacquerir". — La- 
rochefoucaul«), " Maximes ", a 37.". 



20.° LIVRO 

CAPITULO I 

Malbaratadas as energias civicas, em lamentaveis, esterilisadoras 
dissencoes intestinas, o apparelho militar da Republica, sobre pade- 
cer a desmedra que Joao Antonio presago assignalara, ficou, a bem 
dizer, cornpletamente paralysado. Conforme se notou a tigeira e ago- 
ra se accencua mais individualmente, salvo o combate do Mendonca, 
desfavoravel as armas livres, um outro no mez de fevereiro, a 21, 
sobre o jacuhyzinho, em que estas foram ditosas, encerrava-se, em 
complete socego, o primeiro trimestre de 1842. Encerrava-se em 
paz esse quartel, se uma lucvativa sortida em Pelotas, dos legaes con- 
tidos a margem direita do S. Goncalo, nao interrompe o generalisado 
torpor no campo de Martc, que se accentuou no periodo de abril a 
junho. Nelle apenas occorreram uns insignificantissimos choques na 
serra (zona de S. Francisco-de- Paula), e no departamento de entre 
Camaqul e Guahyba (cercanias do serro do Roque) ambos de boa 
sorte, dizem, para os imperiaes. E nao tiveram desfortuna, estes, 
por igual, em combate de alem fronteiras: o que resultou da impen- 
sada algara de Jacintho Guedes, em San-Jose, nas Missoes correnti- 
nas. 

L)e nenhum outro conflicto nos restam vestigios dignos de nota. 
Se porventura occorreu, passou despercebido no vasto scenario, a 
exceptuarmos dous que sao de bastante relevo, os triumphos celebra- 
dos de Carvalhinho, ua Estancta-nova e na Tapera-do-Rufino, a 12 
de outubro e 5 de dezembro. Se foi exigua, qual se apurou, a labu- 



— 20 — 

ta guerresca dos farrapos, nao teve por certo maior significacao a dos 
caramurus ou camelos, em cujos arraiaes tambem reinava a discordia 
e a indisciplina. Bento Gonqalves, depois do infausto encontro de 
26 de Janeiro, cogitou de uma pointe sobre o valie do Jacuhy e se avi- 
sinhou do mesmo, para uma tentativa que multiplas circumstancias 
baldaram. ( J ) Soube-se, entrementes, com seguranca, do que havia, 
no campo inimigo. Este deixou entrever ao fim do primeiro tri- 
mestre uma oftensiva, ( 2 ) que se tornou mais nitida em agosto, pre- 
ceituando o general-presidente se tomassem as necessarias cautc- 
las. ( 3 ) Os factos desconfirmaram taes indicios, mas, nos contactos 
havidos com a frente imperial, liouve proveito nada pequeno, que foi 
a obteneao de informes de muito boa fonte, A peste que ititensa, 
destruidora, lavrava na orbita liberal, apresentava, mutatis mutandis, 
senao equivalentes, parecidos contagios no circulo retrograde Va- 
lenca, o ardego e sincero farrapo, alvitra na mencionada conjuntura 
se lhe acheguerrt as unidades de Joao Antonio e Portinho, eomo re- 
t'orco a sua linba sobre o exereito legal, porque facil era "acommet- 
ter" os imperialistas, gracas "ao terror de que se eostumam apode- 
rar, quando se approximam forcas taes". 

Depois desta insinuaqao, o famoso guerrilheiro conta o que apu- 
rara, acerca dos contraries. Nada sabe Valenca da arma de cac,a- 
dores, ou menospresou referir-sc-lhe. Diz-nos, porem, algo de ci- 
tar-se, a respeito da cavallaria, a qual, em numero de 800, esta, se- 
gundo informa, "bastante desmoralisada, e muito desesperada", com 
a mudanca na cbefatura suprema. Contitiuam as intrigas e deserqoes 
na generalidade da tropa, addiu. A crer no que lhe assevera pessoa 
de suas particulars relates, o desanimo tinha chegado a proporcao 
tamanba, que "Silva Tavares dissera a amigo" dos liberaes, "que 
tudo estava perdido e que nao havia geito senao dar as maos a seus 
patricios" de tope farroupilha. A pessoa da referenda retro "affir- 
mava" ainda mais: "que bastava se nao deixassem dividir" estes. 
"Que se juntos se sustentassem, com energia". "veriam isto acaba- 
do", com a victoria, dentro de pouco, ( 4 ) 

Mais ou menos e o que constava ao general-presidente, confor- 
me ides verificar: "Muitos passados do inimigo, se me apresentam, 
tanto vindos de Portoalegre, e Riopardo, como do S. Gonc,alo, nao 
me restando duvida de haver grande desmoralisacao entre" nossos 
adversarios. "Ca e la mas fadas ha", addita, ao concluir. ( r ') Ora 
hem, o emperramento da machina militar do Tmperio. gracas a esse 



( l ) Bento Goncalves, attic, de 12-IV-42. Arch, do ant. 

(•) Valenca, offic. de 26-111-42, Arch, do aut. 

( s ) Bento Goncalves, offies. de 22, 29-VTII-42. Arch, do aut. 

(*) Valenca, offics. de 17, 27-VI-42. Arch, do aut. 

('') Carta a Joao Antonio, em 19-IV-42. Arch, do ant. 



— 21 — 

ou outro motivo, acabou por ser visto qual era, na Corte, e o gabinete 
de S. Magestade, mui desgostoso, retirou do mando das tropas o cori- 
de do Riopardo, a quern por um curto espaqo foi substituir o general 
Jose Maria da Silva Bittencourt. Este homem, que tomou posse a 
26 de junho, e que ainda nesse mez partiu direito ao exercito, nada 
mais fez do que mudal-o para acampamento mais a ieste, sobre o ar- 
roio do So!. Nao se interrompera o compasso de espera, quando 
teve noticia de que o governo imperial, de novo resolvido a reunir, 
em uma so entidade, a regedoria militar e civil, tinha nomeado, para 
a presidencia e commando das armas da Provincia, a 24 de setem- 
bro, o "pacificador" do Maranhao, de Minas e da Paulicea. 

O alto funccionario que por ultimo se menciona entrou no exer- 
cicio de seus dous cargos a 12 de novembro, entregando-se logo a pe- 
nosa fatna de cortar immensos abusos que se tinham introduzido na 
direccao das cousas attinentes a guerra. Achava-se abysmado nestes 
labores preliminares, quando teve sciencia de que o chefe dos insur- 
gentes de S. Paulo se encontrava dentro da Provincia, depots de er- 
rar, fugitivo, nos ermos ao sul da delle. Presume um chronista que 
tinha "o intuito de reunir-se aos rebeldes riograndenses". (") Nao 
era assim ; os daquelle territorio nao tinham querido entendimentos 
com os nossos, ( T ) Raphael Tobias, muito provavelraente, esperotl 
alcatKjar as raias meridionaes, para ter asylo numa das republicas do 
Prata, como fez Nieolau Vergueiro, um dos coautores do mallogrado 
movimento insurreccional. O sobredito brigadeiro, em vez de se en- 
caminhar a Craz-alta, onde Portinho estava aquartelado, embrenhou- 
se no invio districto da Palmeira e estanciava pela Guarita ; adian- 
tando-se para a citada villa serrana, o dr. Gabriel Rodrigues dos San- 
tos, "um enteado do tnesmo Tobias, de nome Felicio, e Daniel Go- 
mes de Freitas'\ Portinho, com quern estes se encontraram, "con- 
vidou-os" a tomar parte nas lutas do sul, e "annuiu a acompanhal-o 
para o exercito republicano'', unicamente o terceiro. O dr. Gabriel 
"regressou para S. Paulo'', mentres uma escolta mandada acola pelo 
barao de Caxias, prendera aquelle brigadeiro. Felicio, que nao esta- 
va em sua companba, se Ihe reuniu pouco depois, e foi isto ao pas- 
sar aquelle, com a dita escolta, onde se achava o enteado. Cabendo- 
Ihes a mesma sorte, partiram ambos, de la, com rumo a. terra natia, 
abysmada no desconcerto e no descontorto de total desastre recentis- 
simo. ( s ) 



( 8 ) Araripe, 126. 

( r ) Vide as declarators aLhures transcriptas, de Vergueiro. Offics. 
da legacao em Montevideu, em 25-XI, 20-XII-42, 

( 8 ) Portinho, Notas a Araripe, vide a pag. cit., da Memoria deste, 
Vide no arch, do aut. parte do capitao Benedicto Martins Fraulo, ineum- 
bido da diligencla. E' de 8-X-42. 



— 22 — 

Encetada a obra regenerativa e tonificante de que se fala para 
traz, destinada a limpar, descombalir, a desordenada, enfraquecida 
organisacao militar, o activo, brioso presidente da Provincia dedicou- 
se a estreia de outra, que muito concorreu para prestigial-o entre seus 
arrogantes camaradas do sul. Emquanto a revolucao dispunha de 
boas, fartas cavaihadas. a reaccao estava literalmente a pe. Nao era 
facil a compra de solipedes na fronteira contigua ao dominio impe- 
rial, e pois, no intuito de fornecer alguns a tropa, ate que se avisi- 
nhasse aos melhores centros extrangeiros de f ornecimento ; tratou 
Caxias de trans ferir ao acampamento de S. Lourenqo, onde por ul- 
timo se achava o grosso de suas formacpes, a cavalhada que se conse- 
guira agenciar em Canudos. Passou, por via fluvial e lacustre, a 
Pelotas, afim de presidir, em pessoa, "a difficil e arriscada empre- 
7,3.", diz-se mim panegyrico. (°) 

Nesta cidade, organisou a sua expedite e findo esse trabalho, 
Caxias, a f rente de 1.700 homens (2 batalhoes de cacadores e o mais, 
700 praqas, tropa montada), rompeu a marcha, que foi ditosissima, 
comquanto conduzida com o receio muito claro de uma mau exi- 
to. ( 10 ) Fica patente o seu temor ou extrema circumspecqao, no fa- 
cto, de escolher o caminho mais longo e mais espinhoso. Estava o 
exercito, ja se disse, nas cercanias do passo de S. Lourenqo, isto e, 
no vertice de um triangulo cuja base se extendia da barra do S. Gon- 
calo a do Jacuhy, e, como se conclue de um rapido exame dos map- 
pas de nossa extremadura, a vereda mais curta fora a que coincidisse 
com o lado sul do triangulo supra: a distancia que medeia entre Pe- 
lotas e aquelle passo. Ora bem, s. ex. 5 preferiu seguir, nao esse, e 
sim os dous outros lados do perimetro a contornar, e o fez, evidente 
e, para nao comprometter-se no que teve quica por uma seria aven- 
tura. 

A sua determinaqao. que foi coroada do inelhor exito, deixa as- 
saz comprovado quamo eram desvaliosos, insufficientes, os servicos 
de informe, no estado-maior legalista. Se nao vivesse as escuras, 
saberia que o grosso das tropas da Republica Ihe nao podia sair a 
caminho, estando em suas proximidades uma forc,a incapaz de affron- 
tar a coJumna imperial, de composicao iortissima. Netto, que dire- 
ctamente guiava a predita unidade, sobre nao dispor de effectives 
bastantes, padecia grancie falta de montadas. ( n ) Poude assitn Ca- 
xias levar incolume, comsigo, 6.000, das quaes chegaram as maos de 
seus companheiras de annas apenas uma escassa metade, em const- - 



( e ) S. Lenpoldo, "Generalato do Conde de Caxias", 3-t. 

(in) vide op, ,cit. e tambem Pinto de Campos, "Vida do grande ef- 
dadao brasitejro Luiz Alves de Lima e Silva", cap. VI, Ararlpe, cap. XVIII; 
"Anacephaleose", fls. 72 e seguintes. Caxias offio. de 18-VII-43. 

(") Vide, no arch, do aut., sua correspondencia de 1843. 



— 23 — 

quencia da ceterjdade e aspereza do largo transito. ( 12 ) Diminuto o 
numero, bom soccorro, no entanto. Podia o exercito, com isto, abrir 
a carnpanha e acercar-se a ponto de mais commoda provisao. ( 13 ) 

Recebido com enthusiasmo, no antes inerte arraial caramuru, o 
jovem cabo de guerra distribuiu o pessoal combatente em 3 divisoes, 
a 1." (das 3 armas) sob o mando do brigadeiro Filippe Nery; a 2. a 
(infantaria e cavallaria), chefiada pelo coronel Jacintho Pinto de 
Araujo Correia; a 3." (so de gente de cavallo), foi confiada ao co- 
ronel Joao da Silva Tavares. ( 14 ) Instituida a estructura militar 
que pareceu de maior vantagem, s. ex." delibcrou-se a encetar as ope- 
rates a 28 de fevereiro, o que nao poude eftectuar antes, em con- 
sequencia do "deploravel estado em que achou as cavalhadas do exer- 
cito, e meios de eonduccao, corno carretas, boa®, etc." (*•) Desde o 
seu advento quasi que tinha vivido a remediar faltas alheias ou cortar 
abuses mui inveterados. O chefe naval, exempli gratia, "servia 
como de centro as intrigas da terra", ( ie ) e o peor era a lepra, de 
que outras categorias militares se tornavam responsaveis. "Nao 
poucos vencimentos indevidos encontrara na occasiao em que tinha 
inspeccionado a contabilidade da caixa" do exercito, "mandando-os 
sustar logo. Officiaes ha via, a quem se mandaram abonar gratifi- 
cacpes de commando de brigada, os quaes nunca viram, nem se en- 
contraram com as taes imaginarias brigadas". 

"Com estes" criminosos obsequies, "houve muitos outros, que 
todos estao ja acantelados, melhor sendo nao falar mais nelles". ( 1T ) 



< 1S ) "Anacephaleose", fl. cit. 

( ls ), Caxias, para valoriaar-se, ineiJciona, depois, este evento, em 
offic. de 18-VII; papel com escandaloso recheio de patranhas. Affirma 
que Netto, alem de cavallaria, dispunha de 3C0 infantea e 2.000 monta- 
das e que no entanto o deixou fazer livremente a sua marcha de 80 le- 
guas. Em 2 marchas que fizesse, podia ataca!-o, pela frente e flanco. 
descuido de o nao tentar "acabou por fazel-o perder o credito", addiu. Ao 
revez, conservou-o ate o fim da guerra, disse Felieissimo, ao ler-lhe o ali- 
tor, esse Juizo, reproduzido em Araripe. E confirma o que assevera o 
farrapo, outro offic. do proprio Caxias, adiante cit. Atteata que apeaar 
de reduzidoa a "chefes secundarios" no quadro militar de Canabarrc, tan- 
to Bento Gonial ves qua n to Netto conservavam ainda "bastante influencia" 
no eelo dos povos. 

i 14 ) "Generalato", 39. No Riopardo fieou a 9.' brigada de infanta- 
ria, a 10." (3 armas) no Riogrande e outra, de igual composicao, em Por- 
toalegre. Total: 12.000 homens, estampa Araripe, topico a que Portinho 
ufano appoe a glosa seguinte: "Todavia, com 12.000 homens nao poude 
veneer a Revolucao a forca darmas! ! Foi precise por meio de tratado 
pacificar a Provincia, do que teve uma gloria immorredoura Caxias. Se 
fosse urn general enfatuado, nao a teria pacificado, fiando-se nas forcas 
de que diapunha. E' que o general Caxias era um verdadeiro brasileiro 
e falou a verdade ao monarcha". 

(") Caxias, offic. de 18-11-43. 

(i6). (t7, i(j em| idem, de 29-XI-42. "Alguns veihacos tern feito mo- 
do de vidit da guerra" e "tem adquirido riquezas e honras", etc. 



— 24 — 

Cohibiu taes demasias e por igual, em seguida, as que originavam 
maiores brados na Provincia, desde as guerras antigas, ate essa: 
"Nao podia deixar de contristar-se com os abusos, que, a despeito de 
suas terminantes ordens, se commettiam pelas immediacoes dos acam~ 
pamcntos das forcas do exercito, vexando os proprietaries estanciei- 
ros, matando-lhes seus gados, apropriando-se de suas cavalhadas, e 
praticando outros actos em nada dignos do soldado imperial". Ca- 
xias tudo fez para que "nao mais se reproduzissem" impunes "seme- 
Ihantes extorsoes" e "para por termo a tao escandalosos procedimen- 
tos". ( 18 ) Emfim, tudo prompto, nao em aquelle dia, mas a 1." de 
margo deixou os quarteis, jornadeando, sem novidade, a rumo de S. 
Gabriel, centro de suas nperacpes em projecto. Ali chegado, resol- 
veu deixar no lugarejo toda a bagagem, sob a guarda de forte presi- 
dio, ao rnando de Jacintho Pinto: 2 batalhoes e 200 pracas de ca- 
vallaria. 

Estabelecidas as cousas em esta nova forma, retomou a 19 a 
marcha, indo a testa da columna a l. a divisao, " composts de 2.800 
homens das 3 arnias, com 6 boccas de fogo"; o grosso da boste, 
"4.000 homens das 3 annas", seguia a retaguarda. Livre da impe- 
dimenta, aligeirado assort, rapido lancou-se "a caca do inimigo", ou 
melhor, accelerou o transito, com o designio de effectuar o seu lance 
guerreiro, inspirado naturalmeute por Bento Manuel. Isto e, o des- 
pojo do grande deposito de montadas reveis, sito entre Ibirapuyta e 
Paipasso: perto de 14.000 animaes. ( in ) O exercito republicano 
achava-se mui perto, no passo do Rosario, e, antevisto o golpe, des- 
prendeu 1 divisao de cavallaria, que lesta se adiantou, esvasiando as 
"invernadas" e burlando o golpe do inimigo. Este, que estava mui- 
to a pe, ao chegar por alturas de Santanna, destacou varias partidas, 
na esperanqa de boa collecta de solipedes, emquanto diligenciava pro- 
ver-se dos mesnios, por cotnpra, no Urugua}'. 

Nao se havia de c^rto dissipado ainda o desgosto que padecera 
Caxias, quando Bento Goncalves Ihe infligiu outro maior ; o qual foi 
de deixar em ma sombra a vigilancia ou o tino generaticio de s. ex*. 
O exercito riograndense, nada obstante conduzir comsigo immensa 
cavalhada (a de propriedade nacional e a dos particulares que nelle 
procuravam abrigo), "emprehendeu atrevida manobra, a de desfilar, 
em 1 noute, pela frente do inimigo, e a pouca distancia de seu cam- 
po". O exito foi complete! "Na manha seguinte ja se achava 
acampado na sua retaguarda, sem haver sido sentido: com este bem 
eombinado. e melhor executado movimento, burlaram os republiea- 
nos as providencias "dos legalistas" para "remontarem suas cavalla- 



( lH ) Oi-dem-cto-dia de 17-111-43. 
( 1U ) "Generalato'-, 39. 



— 25 — 

rias". (™) Coma perdera o ensejo, o barao, da Jronteira, escreveu 
a Oribe, para obter delle um fornecimento de 6.000 cavallos e 6 Ine- 
zes depots riao bavia ainda i-ecebido a resposta. ( £l ) De outra parte, 
r.ada ou mui pouco fizeram os arrebanhadores, gramas ao que em con- 
trario obraram os antagonistas, pervigis onde iam ter debakle as es- 
cc'.tas daquelles. ( a *) 

Seguindo as inspiracoes de Bento Goncalves, a forca armada da 
Republica devia esquivar-se a um grande choque e executou com ma- 
nha e systema a tactica, numa esperanca bem fundada, segundo se 
colligiu. Alem de moco e fogoso, ( 23 ) tinha o habito de fragmentar 
a tropa de seu commando, o que fez presumir ser faci! batel-o por 
partes. ( 24 ) O atilado fluminense assim procedera alhures, mas, no 
sul, adequou as eircumstancias locaes a sua estrategia. Nunca ver- 
dadeiramente dispersou ou subdivtdia as grandes uuidades, na pri- 
meira phase da campanha, Na segunda, quando a Republica ja ago- 
nisava, tao somente desimiu-as, ao ter certeza de que o exercito revo- 
lucionario tambem se fragmentara. 

Instituido com perseverance este systema de guerra, foi que a 
"columiia ligeira" da legalidade proseguiu avante, arrastada pelos 00- 
surrectos, que habilmente se conduziam. Attraindo o inimigo para 
oeste, obrigavam-no a estragar a cavalhada nos escabrosos terrenos 
de Cavera, e distanciar-se, cada vez mais, de sua base de operacoes. 
Dupla vantagem de monta. A unica obtida pela offensiva caramurua, 
foi a de constranger o governo da Republica a deslocar-se de sua der- 
radeira Capital, como a de por um definitive remate aos trabalhos, 
ja interrompidos, da assemblea constituinte. Escondido nas imme- 
diacoes o material que se nao poude rapidamente mobilisar, o pessoal 
directive encorporou-se a, forca armada, correndo a sua sorte, exce- 
pto em curto periodo, ate o ternno da guerra civil. 

Neste estudado recuo, as tropas farrapas achegaram-se ao Qua- 
rahy, rio sobre cujas margens se apresentou, dentro de pouco, o in- 
cansavel Caxias, defronte de quern o adversario, apos um choque sem 
maiores consequencias, mui calculadamente varou o flumen raiano a 
30 de marco, com o fito de adormecer o barao e vibrar-lhe um golpe 
ja premeditado. ( 25 ) Panegyrista do illustre brasileiro escreveu 
que Ibe "fugiam" para o extrangeiro os inswrgentes, que tenaz anda- 



( 20 ) Lucas, "Exposicao flel das operagoes". Arch, do aut. Para 
que se avalie bem o merito da ardua operagao, convem saber que, segundo 
Lucaa, montavam os solipedes a 30.000. O "Generalato", sempre mui 
parcial, reconhece que dispunham os rebeldes de "numero superior a 
25.000". Pag. 49. 

( 21 ) Caxias, vide correspondencia desae anno. 
( 2a ) Cit. "Exposicao". 

(M).(Mj Netto, oKic. de 26-XI-42. Arch, do aut. 
(as j Vide "Anacephaleose", cits. fls. 



— 26 — 

va a perseguir. ( 2ti J Nao se escapuliram, qual imagina o escriptor: 
" f urtavam-Ihe a volta", unicamente. ( 27 ) Apesar das tristes divi- 
soes intestirtas, o apparelho militar da Republica era ainda robustis- 
simo. Almeida, em relatorio intimo, enderecado de Itaquatia, na 
fronteira de Livramento, a Esposa, realca quao bella continuava a 
ser a situacao das armas liberaes: "Nosso exercito, e eu com elle, 
aqui se acha, o do inimigo aquem de Santanna uma legua, e quasi a 
pe. Nossos cavallos excedem 20.000 e nossos guerreiros andam por 
5.000 e mui dispostos a esmagarem os inimigos de nossa independen- 
cia". Nao se iscaram, e de repetir. Assim procediam, com muito 
calculo: obter com o celebre movimento de uma de suas unidades, 
uma vantagem de estrondo, a retaguarda da hoste inimiga. Cru- 
zando a Republica oriental, de occidente a naseente, os farrapos se 
reapvesentaram, cm todo o sett complexo, no flanco esquerdo dos 
legaes. 

Reentrados nas campanhas nativas, para effectuar, com segun- 
da intencao, esta luzida mudanca de frente, mantiveram-se, por mo- 
do invariavei, em contacto semi-estreito com o inimigo. Quando, cm 
marchas paralelas, attingiram a altura do passo de S. Borja, destaca- 
ram sobre S. Gabriel o 1." corpo de exercito; frac<;ao com a qual 
ja estava Portinho, empregado antes no commando militar de Cruz- 
a!ta, e sabereis porque. O barao antes da sua grande avancada, tra- 
tou de limpar a retaguarda. Para isso, mandou Jeronymo Jacintho, 
a testa de 500 pracas, para a dita regiao do planalto. Subindo pela 
acrra do Butucarahy, o coronet bateu a 4 de marqo um pequeno con- 
tingente do cabecilha farrapo, sem lograr alcancal-o. Retirando-se a 
tempo, este, para o Ijuhy, com todos os semoventes da Nac,ao. Em- 
brenbou-se apos em Missoes, territorio que percorreu, ate Mariano 
Pinto, vau que transpoz, "indo reunir-se no Alegrete ao exercito da 
Republica". ( 38 ) Poude assim compartilhar a gloria que obteve um 
outro companheiro de armas, intrepido entre os que mais o foram. 

Explicada a presenca no centra do Estado, de quern se achava 
numa de suas extremas, tempo e agora de historiar a ja indicada ope- 
rac,ao farrapa. Constituida era a vanguarda de Joao Antonio, pe- 
los corpos do nomeado Portinho e de Carvalho Aragao. Ora bem, 
como se houvessem adiantado muito sobre a zona a que se dirigia o 
1.° corpo de exercito, puderam colher de surpreza as guarnicoes ex- 
teriores do presidio de S. Gabriel; objectivo da subita marcha em- 
prehendida, conforme se registrou, para traz. 

Caxias deixara a 2? divisao em um campo bastante seguro, en- 



( 28 ) Pinto de Campos, 90 a 93, "Anacephaleose", fl. 73. 
(") Carta de 4-IV-43. Arch, do aut. Diz 1842, mas evidente o en- 
gano ao datar. 

(- 3 ) Portinho, cits, notas, a de pag. 137. 



— 27 — 

irincheirado pela parte do norte, resguardado ao sul pela torrente en- 
florestada do Vaccacahy, e cobertos os flancos da mesma sorte, gra- 
cas a dous tributaries desse f lumen; cujos vaus tinham os necessa- 
ries postos de vigilancia e defeza. A gente cte ataque nao passava, 
em numero, de 200 bvavos ; inclusos na somma 2 piquetes, 1 de 20, 
outro de 10, postados com antecedencia, em ambas margens do 
sobredito rio, entre o acampamento geral e a estancia de Fidelis, si- 
tio para occidente, na banda opposta ao villarinho. 

Acercando-se da localidade as onze da noute de 9 de abril, se- 
pararam-se os dous teneutes-coroneis, marchando o ultimo, com os 
seus, isto e, com 100 homens, a occupar a margem direita do Vacca- 
cahy, emquanto os denials revolucionarios permaneciam em f rente a 
Caleira, Haviam combinado os dous chefes nao fazer a minima de- 
monstrac,ao de sua presenca, ate que a gente inimiga, acampada no 
Trilha, "fizesse as suas descobertas, e, recolhidas estas, ficasse em 
descanso". Aconteceu tudo como se previra e appetecera, de sorte 
que, ao aehar-se a tropa legal de cavallaria em complete descuido mui 
de extranhar-se, Carvalhinho atacou de sua banda, com o maior exi- 
to, qua! ides saber. Com formidavel impeto, cairam de irnproviso, 
sobre os piquetes de guarda a cavalhada e gado de municio, assenho- 
reou-se de mais de 1.500 solipedes, "aprisionando toda a gente" por 
ali existente, incluso nesta p coronel Antonio Pinto de Araujo Cor- 
reia, ao tempo em que Portinho investia o povoado, com identica boa 
fortuna. Nelle entrando "a meia redea", as farrapos levaram tudo 
por diante, e abateram, a fio de espada, quantos se Hie depararam, na 
espavorida guarnicao, onde o susto foi grande, "a matanca nao foi pe- 
quena". Realisada a temeraria empreza, os farrapos de Carvalhinho, 
com a sua grossa presa, recuaram, direito a Caleira, ja perseguidos, 
mui a ilharga, por 2 esquadroes de Juca Ourives, protegidos pelo 9.° 
batalhao de infantaria. Portinho, que tambem abandonara o terre- 
no, acudiu em protecc,ao aos seus amigos, e ambas unidades insur- 
gentes lograram ainda outra vantagem. O chefe da cavallaria cara- 
murua precipitou-se avante, na esperanca de recuperar o perdido, e 
neste afa. distanciou-se, com imprudencia, do apoio que o seguia. 

Notada ella, quando se achavam os retirantes no campo do Fi- 
delis, obraram urn retorno oft'ensivo, com o maior brio, comquanto 
mais numerosos os effectivos de Ourives. "Depois de subidos a 
uma certa altura", "feito um movimento rapido de conversao a re- 
taguarda, carregaram os esquadroes" Iegalistas "com tal furia, que 
os levaram nos peitos de seus eavallos pelo declive abaixo, fazendo- 
u!-^ ran ^ e mortan dade, e a nao ser a prompta chegada do 9.° ba- 
talhao de caqadores, toda a cavallaria" imperial "houvera sido morta 
ou pnsioneira", Na tempestuosa carga em que vinham, os livres 
tao somente "se detiveram na distancia de meio tiro de fuzil da in- 
lantana , que lhes era impossivel af frontar sosinhos ; retrocedendo 



— 28 — 

incohimes e satisieitos com a sua proeza, que foi mui decantada. 
"Retiraram-se", folheiras, ao tranquito dos pingos, recobertos de es- 
puma. ( 28 ) Nesse em meio, Joao Antonio se avisinhava, um'ndo- 
se-lhes, em marcha, os seus intrepidos quao ditosos vanguardeiros. 
Dentro em poucas horas surgia o complexo na antes convulsa arena. 
A divisao imperial ja se puzera em precatos. Reconcentrou-se por 
inteiro no campo entrincheirado ; contiguo ao Iugarejo que fundara, 
no seculo precedente, dom Felix de Azara, o illustre polygrapho cas- 
telhano. ( 30 ) 

Caxias, em doce engano, entretinha-se em afas de remonta do 
seu exercito. Obtivera, entre outros pequenos lotes, um maior, de 
2.500 bons cavallos, quando soube, ja transcursa uma semana, da 
surpreza de 9, derrota a 10, subsequente cerco de S. Gabriel. "24 le- 
guas o separavam daquelle ponto". Sem hesitar, com uma presteza 
que muito o honra, lancou-se, com todo o peso de sua columna, so- 
bre a posicao em risco, "percorrendo em 48 horas" a exposta dis- 
tancia. ( 31 ) Assim fez levantar o assedio, que teve 8 dias justos de 
duracao. ( 32 ) Esta sua louvavel celeridade impediu um novo de- 
sastre analogo ao de Cassapava em 1837, ainda que sua determina- 
cao, por excessiva, occasionasse notavel prejuizo a causa legal. So- 
bre fatigar inntihnente a totalidade das forcas, estragar animaes e 
material das mesmas, fel-o perder o contacto, que se reestabelecera, 
com o inimigo. Bastara soccorrer velozmente a praca com uma for- 
te divisao mixta, e flanquear, em andamento menos ruinoso, o exerci- 
to republicano, que encetara a marcha, para robustecer, consolidar a 
principiada operacao obsidional. Alem do sobredito e nao pequeno 
prejuizo, outro padeceu, que foi o de ver atravessado, ou, melhor, 
completamente desconcertado, o piano de campanha, que estabelecera, 
e seguia. ( 33 ) 

Precise era imaginar outro, emquanto fruia algum repouso o 
exercito, que ao entrar a 19 em S. Gabriel, estava "fatigadissimo, 
pela violenta marcha que tinha feito". ( 3 *) De uma cousa se capa- 



(29) "Generalato", 84, 85. Vide tambem as cits. Notaa de Portinho. 
A divisao legal, "entre mortos e prisioneiros, perdeu perto de 60 homens", 
diz S. Leopoldo (pag. 93). 

( ao ) Cits. Notas e Caxias, offic. de 20-JV-43. 

( S1 ) Pinto de Campos, 90. 

(32) Portinho, cits. Notas, Caxias, no referido offic. ao governo, 
sobre occultar a importancia do lance, que, segundo o cit. panegyrista 
"eompromettera os destinos da campanha", (pag. 93) nao menciona a mi- 
nima perda. Segundo artificioso escreve, "os rebeldes, prevenidos a tem- 
po, levantaram o sitio", "e tomaram a direcgao de Bage, recurso que Ihes 
resta". Sublinha-6e com razao: deixara-lhes aberta e livre, quasi por in- 
teiro, a vasta pampa sulina!! 

(83) y ide a cit "Expoaicao", identica, neste apreco, ao "Generalato". 

(3i) "Generalato", 92. 



— 29 — 

citaria, nesse anno, o estratego imperialista, <• e que sem um accordo 
effective com Oribe ou Rivera, nao abateria a insurreicao. ( S5 ) O 
que a experiencia agora Ihe mostrava era a urgencia de recorrer a 
outro methodo: nao attingira nunca o seu objectivo militar e politico, 
instituida a repressao da teimosa rebeldia, a frente de uma so, quan- 
to pesada, grande unidade. Esfarelar a tropa, como acreditaram os 
republicanos, foi cousa em que nao quiz pensar. Decidiu-se, pois, 
Caxias, por um programma de natureza intermedia. O exexcito mo- 
vel se repartiria em 2 divisoes fortes, operando a 1* no terreno a 
occidente do Sta. Maria, e a 2, a , no que de sua margem direita se 
dilata para levante ; apoiando-se mutuamente, aquella e esta, sempre 
que as circumstancias o requeressem. 

Determinado a ficar a testa da ultima, cogitou de por na direo 
cao da outra, um individuo a quern ate havia pouco juigava perigoso 
confiar um commando qualquer. (**) Bento Manuel, a pessoa da 
referencia antecedente, vivera no Estado oriental, cheio de precatos, 
com o receio de um acto de represalia dos liberaes. ( 3T ) Quando se 
Ihe dissipou esta infundada preoccupacao, outra lhe absorveu os es- 
piritos: a dos meios e modos de reentrar nas gracas e no servico da 
monarchia. Para isto muito lhe serviu o primogenito, que depois de 
estreiar namoros com a legacao imperial de Montevideu, ( 3B ) foi en- 
tregar-se, na C6rte, a uma indormescivel campanha revalorisadora 
dos meritos paternos. O ascendente e o descendente usaram, em 
summa, de quanto enredo ou manobra lhes foi de geito, para irem 
a seus indignos, cubi<;ados fins. ( so ) 

Muito calvos os expedientes de que se valeram Sebastiao e Ben- 
to, para que se desvanecessem as naturaes prevencoes e suspeitas dos 
regedores do Brasil. Mas, chi dura vince: admittida foi a collabo- 
racao do brigadeiro infiel em 1837. Tinha elle proclamado a sua 
doutrina: "Estava resolvido a conseruar-se neutral, PORQUE NAO 
PODIA TRAIR OS REBELDES, que o tinhorn acolhido, quando 
se lan^oti entre elles, perse guido pelos legalistas, a quern tanto havia 
servido". ( 40 ) Nao podia trair? Por segunda vez train e veiu 
combater na companha do barao, em cujo estado-maior servia, ate a 
altura a que chega a narrativa. Antes disso, ao desembarcar no Rio- 
grande, pregoou que virtual mente a guerra interna estava acabada: 
tempo era ae pensar em outra: a que o Imperio necessitava abrir 



( 85 ) Caxias, offic. de 4-XII-43. 

(**) Vide sua correspondencia de 1842-43. 

\"s\ Vlde no arch - d0 aut -' carta de F M - em 17 - m - 41 - 

[ J Vide offies. ja cits, da correspondencia de Pedro Chaves. 

ifiTTTA^ Vide no arc!l ' dQ aut -> carta do Rio-de- Janeiro, de F. M,, em 

( ) Palavraa de Bento Manuel a Velloso, no cit. offic. de Saturni- 
no, de 22-XI-39. 



— 30 — 

contra o Uruguay, para impor o seu castigo a Rivera, ou, melhor, 
para que Bento Manuel se vingasse de quern faltara para comsigo a 
solemne compromisso. Havia-se allianqado com o caudilho oriental, 
merce das asseguraqoes deste, no sobredito anno de 1837; assegura- 
qoes muito formaes de que, reobtido o mando em Montevideu, con- 
tribuiria para o estabelecimento, no Riogrande insurrecto, de urn ter- 
ceiro partido, que puzesse a novel Republica em suas maos, e dom 
Fructuoso descumprira o combinado, Desde algum tempo, ainda 
quando se achava no campo revolucionario, Bento Manuel se deter- 
minara a dar uma licao ao faltoso, e agora, mais do que nunca, pro- 
clamava de urgencia o abatimento politico e militar do ex-tenente de 
Artigas. ( 41 ) Domado o Riogrande, com a espada e com o ouro que 
o fedifrago se jactava de trazer nos recheiados alforjes; pensar-se-ia 
na punicao do secreto alliado dos farroupilhas . . . 

Nestes pensamentos baixou a terra e seguiu com o generalissi- 
mo legalista para S. Lourenqo, e, depois, na balda travessia do exer- 
cito, ja descripta. Quadra foi das peores, de sua carreira militar. 
Porquanto, sobre lhe negarcm cumprimento, ou a palavra, os princi- 
paes cabos, a propria tropa lhe infligiu crueis desfeitas. Quando o 
brigadeiro se avisinhava de algumas das unidades, e a corneta dava o 
signal de sua approximcao, o commando bradava, como de preceito, 
olhar a esquerda, se por esse flanco surgia, ou vice-versa. Pois bem, 
as pracas milicianas, com unanime impeto, volviam-se para a banda 
opposta. E essa tacita injuria se repetiu por tantas vezes, que Ca- 
xias achou de opportunidade cortar o mal pela raiz, acabando com o 
que, no fim de contas, era urn perfeito lance de perigosa indisciplina. 

Os legalistas lerrenhos tiveram que admittir, na categoria que 
tinha, aquelle a quern Eliziario classificava de o "infame traidor". 
Mormente a isso foram constrangidos, depois que, do estado-maior, 
passou a exercer um dos dous altos commandos, e a ser, portanto, a 
segunda autoridade mibtar da Provincia... Emquanto nao fosse a 
primeira, cousa de que muito cogitava Bento Manuel; conforme sa- 
bemos, por letras do proprio Caxias, ja citadas alhures. Este co- 
nhecia assaz as mascaras do amoralissimo personagem, como as tram- 
pas de sua orgulhosa ambiqao. (**) Valeu-se delle, primeiro, por- 



( 41 ) Vide os ja cits, offics. de Pedro Chaves. A carta de 16-111-42, 
assignada com as letras F. M,, tambem allude aos tenebrasos designios 
do brigadeiro. "Como sabeis, lia muito se fala nesta Corte em declarar 
guerra ao Estado orientar'. "Ora, eu sei por pessoa fidedigna, e intima 
amiga de Bento Manuel, que elle dizia, muitas vezes, que essa guerra era 
util e necessaria para pacificar o Riogrande, e que elle nada desejava tan- 
to, como antes de morrer, eombater a dom Fructo". Este, em carta a espo- 
sa, de algum tempo depois, retere-se a uma do curitybano: "Attesta o 
odio que nos tern elle", diz. Vide a de Rivera, em data de 4-X-44, no 
arch, de Montevideu, a d. Bernardina. 

( 43 ) Vide o cit. Joao de Moraes, "Guerras do sul", 51. 



— 31 — 

ciue fizera promessas, logo desmentidas, de retrazer grande numero 
de insurgentes ao gremio da legalidade; ( 4S ) segundo, porque alheio 
ao systema de guerra do sul, indispensavel lhe pareceu o concurso de 
utn veterano de tamanho nierito. Precisava, julgou, do hoirtem que 
Andrea, com uma positiva exageracao, alcandorava a subidissimo pie- 
dicaniento, dando-Ihe a primazia entre os generaes do Imperio. (* 4 ) 

Investido na chefia da 2. a divisao, Bento Manuel, mui ancho de 
s i correu-se para oeste, atraz dos antigos confrades, seguindo, mui 
de perto, o corpo de exercito ao mando de Canabarro; e foi victima 
de sua incuravel empafia, enganadora confianca, pouquinho depois, 
E' de saber-se que scientes os povos da comarca do Alegrete, do zelo 
que punha este general insurgente na preservacao das montadas, tan- 
to da Naqao, quanto dos particulares, levaram todos os semoventes 
daquella especie para debaixo de suas bandeiras, afim de que Bento 
Manuel se nao apoderasse dos mesmos. (* 5 ) Isto fizeram os "es- 
tanciciros" de ambas faccoes, de sorte que tal circumstancia muito 
embaracou as manobras do ultimo e facilitou as de Canabarro. De- 
terminado andava o derradeiro a tugir a combate, pots era do esta- 
tuido programma so acceital-o, quando, junto a outros comilitoes pu- 
desse ter certeza de bom exito. Assim procedendo, arrastou atraz 
de si o neo-caramuru, ate os confins orientaes, onde lhe fugiu de 
vez. Depois de o ver bastante embrenhado por la, deixando Guedes, 
a testa de sua brigada, sobre o inimigo; distanciou-se-lhe, com a habi- 
tual presteza. Nessa contramarcha, absolutamente livre, em rumo 
totalmente opposto ao seguido, foi ter a Santanna. ( 4,li ) 

Se abandonava o theatro em que burlara a Bento Manuel, o ge- 
neral riograndense nao ficava alheio a elle, de todo, como se ha de 
saber. Ao revez, contribuiria prompto, s. ex. a , para um suceesso de 
estrondo. Quebrada a synergia que a aviventava, a sociedade rio- 
grandense nao era a mesma ; sendo sempre, no entanto, um imponen- 
te complexo de virtudes antigas. Nao pudera fundir em assemblea 
constituinte, e com as ceremonias de preceito. o diadema de tao am- 



(* 3 ) Vide a cit. correspondencia de Caxias, em 1843-43. 

(**) Consta este juizo da carta de F. M., em 16-111, eit. alhures. 
Caxias tlvera ordem expressa de nao empregar o desleal sujeito (offic. 
de 22-11-43). Viu que nao cumpria o que havia apregoado na Corte, a 
respeito das muitas adhesoes, logo que appareeesse em armas, poisque, 
na Provtncia, ninguem respondeu as suas cartas alliciadoras (offic. de 
31-111-43). Nada obstante, allegando que se dissipam as prevencoes con- 
tra o brigadeiro, Caxiaa pede licenga, na 1." dessas communicagoes, para 
dar-Ihe um commando; unico meio, percebeu, de acabar com as desfeitas 
e valer-se dos incontestaveis meritos militares do homem. 

(* 5 ) Informe de Felicissimo J. Martins, ao autor. 

(* 6 ) Vide Notas de Portinbo e tambem a parte-official de Bento 
Manuel. 



— 32 — 

bicionada, requerida soberania, mas, avultava de hora em hora, as 
gemmas com que entendia enriquecel-o. Res gestae, cousas illustres, 
faqanhas gloriosas, immortaes, foram, por muito tempo ainda, gra- 
vadas nos fastos da luzida Revoluqao ; ja em declinio e a brilhar, 
como se estivesse na plenitude de sua primitiva forca e louqania! 
Exemplo memoravel do que era ainda capaz de fazer, essa gerac,ao 
de indigetes, deu-o elia, na conjuntura a que se estava a chronica re- 
ferindo. Como se disse, ao deixar Guedes para a sua retaguarda, 
David nao perdeu de vista o abandonado theatro ; gracas ao famoso 
veterano liberal, que o substituiu na emergencia, e nessa hora em 
maior contacto com o antagonista a quern a satyra gaiicha qualificava 
de "cangalheiro". (") Entretinha-lhe as cohortes, "desde 15 de 
maio", por meio de accesas guerrilhas quotidianas, encarniqando-se 
cada vez mais este, sempre esperanqoso de chocar-se com a celere, es- 
quiva columna perseguida, ( 48 ) Canabarro, conforme recebia as 
partes-diarias de sua frente, mandava-as, a trote e galope, ao quar- 
tel-general da presidencia. Concebeu-se entao a possibilidade de que 
Bento Manuel, na ancia ou sanha em que vinha, perdesse o tino, se 
engolfasse nalgum mau passo, que permitisse dar-lhe um golpe de 
surpreza. Recebidas as communicaeoes, Bento Gonqalves tracpu o 
que seria o seu ultimo piano de guerra, menos amplo, menos gran- 
dioso do que outros cuja belleza Ihe deu tanta fama nos campos do 
Continente, mas digno, ainda assim, do alto renome de tao insigne 
estratego. 

E gizou-o confiantissimo, poisque o gra-protospathiario do nos- 
so Baixo-imperio dava constantes mostras de ser dotado de uma inca- 
pacidade ainda mais completa, do que a de seus predccessores. (*°) 
Da Tapera-do-Rufino, onde se encontrava, ( 50 ) remetteu em nota 
verbal, ao ministro da guerra, o programma a seguir-se. Redigidas 
as necessarias instruccoes, expedidas foram em circular, exigindo-se 
o segredo obvio e a presteza requerivel, afim de que tivesse o desen- 
lace appetecido a "transcendente operacao" a ser effectuada. (' l ) 
Teve inicio com a atrevida manobra, em tudo identica aquella com 
que o generalissimo havia dcixado attonito Caxias. em manjo, paten- 
teando-lhe a magnifica liberdade de acqao que fruiam as tropas da 
Republica. Num soberbo movimento de conjunto, desfilaram estas: 
da frente do quartel-general inimigo, cairam a retaguarda do mesmo, 



C 4T ) "Americano", de 19-XI-42, aoneto relatlvo a Bento Manuel. 

( 4a ) Cits. Notas e cit. parte-official. 

(**) Luiz Barreto, offic. no arch, do aut, em 31-V-43, a Bento Gon- 
galves- 

( 50 ) M. Antunea da Poreiuncula, "Apontamentos sobre a batalha de 
26 de maio em Poncheverde", no arch, do aut. (Sao de 1860). 

(° ! ) Lulz Barreto, offic3. no arch, do aut., de 21, 24 (quatro), 29, 
30-V-43 e quatro de 31. 



— 33 — 

oela altura da "estancia do Alonso, na costa do Sta. Maria". ( 52 ) 
Desfilaram intactas, face a face do inimigo e a dous passos de suas 
Hnhas, qual succedera no primeiro trimestre do anno. Isto e sem 
que sentisse, de leve que fosse, o que occorria nos arredores, ( 53 ) 
Netto e Joao Antonio, que andavam a perseguir a Francisco Pedro, 
no valle do Camaqua, e a quern Bento Goncalves fizera convocar, 
nelo coronel Valenca em pessoa; foram os ultimos a acudir a honro- 
sa cita. ( 54 ) Canabarro, que tambem recebera as memoradas ins- 
truccoes, compareceu a lica, na manhazinha de 26 de maio. ( 55 ) 

Effectuou-se a ardua convergencia, com a extrema celeridade ja 
celebrada por Filippe Nery, tambem por Manuel Jorge; celeridade 
que foi o traco caracteristico da gestao militar de Bento Goncal- 
ves. ( 5<s ) Exultante com a certeza de obter urn grande exito, enca- 
minhou as unidades congregadas a rumo da estancia de Manuel Viei- 
ra da Cunha, em Poncheverde, expedindo mensagem a Guedes e in- 
iormando-o de que estava a chegar ao ponto de espera, onde convi- 
nha que lhe levasse a boa presa que trazia enrabada a sua luzida 
hoste. Ja visinho a escolhida arena, o exercito "avancou a trote e 
galope", afim de passar com tempo "urn banhado ahi existente, em 
passinho junto a olaria da fazenda", mui chegada ao rio. Vadea- 
vam o mesmo, os liberaes, quando "se divisou grande polvadeira, e 
Manuel Lucas de Lima saiu a reconhecer, com uma guerrilha, a miiia 
redea. Nao havendo novidade", o transito continuou, indo o com- 
plexo da gente armada postar-se urn pouco adiante e a meia legua do 
passo do Pedruca. 

Bento Manuel avante marchava, com o entono de costume. In- 
formado a 25, pela noute, de que Netto fizera o sobredito giro of- 
fensivo, negou credito a noticia. Levantava-se radioso o dia, uma 
dessas jornadas triumphaes, relembrativas de verso que se diria feito 
para aquelle alvorecer auspiciosissimo. "Refulge o sol. sob re a cam- 
pina vasta", que o estratego, sereno ainda, trilhava, para logo sur- 
gir motivo de cuidados. ( 57 ) 

Peias 9 da manha, ja avistava a casa da nomeada "estancia", 
quando teve partes da vanguarda, de que se descobriam pequenas 
forcas que o flanqueavam pela direita, augmentando-se as mesmas" 
e engajando fogo cada vez mais vivo. ( 58 ) Naturalmente, figurou- 



(* 2 ) Antunea, "Apontamentos" cits. 

(™) Luiz Barreto, cits, offics, 

Js*\ Port 'nlio. Notas a Araripe, a de pag. 140, J 5. 
/'<u .^ 0I- nies do tenente Jose Gomes Jardim, Beco de agnome. 

( ) Vide squ of fie. de 23-VII-40, e nota annexa; Almeida, "Necro- 
logio". 

( "' Goulart de Andrade, op. cit. 

( ) Bento Manuel, parte-official, em 29-V-43, no S. Maria-chiea. 

2 — 6.° Vol. 



— 34 — 



tiro- 



se-lhe que eram as guerrilhas que "mantinham o diurno e vivo tiro 
teio" a que os farrapos o tinham habituado e que Ihe nao davam mais 
preoccupacpes. ( S!) ) Assim e que proseguiu no seu andamento, ate 
que transposta uma collina e deixado o solar de Cunha a retaguarda, 
iancando os olhos sobre a varzea subseguinte, achou-se defronte do 
que chania "toda a Republica". 

O campo raso, que suppunha limpo de outros inimigos e onde 
somente poderia encontrar a David, encontrou-o s. ex. a recoberto del- 
les, de ponta a ponta. De subito, desvendou-sc-lhe illisonjeira rea- 
lidade. O orgulhoso, presumpcosissimo general, veterano de todas 
as campauhas do seculo, foia enganado redondamente pelo jovetn co- 
ronel farrapo. SurpreEO tinha ante si, nao a retaguarda da unidade 
que teiniadissimo perseguia, e sim, em ordem de batalha, a par dessas 
iegioes, o inteiro exercito . da Republica; diverso, bastante diverso 
aliaz, do que conhecera antes, poisque muito mais fraco, tanto em o 
numero, quanto na composicao, ja de efficacia extremamente duvido- 
sa. Nem sombra era do que havia sido, e, no entanto, heis de ver o 
que ousava cmprehender, e o que fez, inalgre tout! 

Bento Manuel, em face da imminencia do perigo, metteu num 
apice em quadrado os 2 batalhoes de sua eolumna, emquanto a caval- 
laria prestes se amontoava aos flancos dessas duas formacpes, Os 
republicanos haviam distribuido, ja, suas tropas, mui exiguas des- 
gracadamente, na arma de infantaria, nao passando de "74 Filas" ou 
148 pracas, as existentes, em consequencia da criminosa reaccao acau- 
dilhada pelo rancoroso Antonio Vicente. Impedira ella a passagem, 
no congresso, do projecto abolindo o captiveiro, o que houvera asse- 
gurado urn celleiro de admiraveis eacadores ; arma em pleno declinio 
irremediavel ja, na estructura militar farrapa. Estava reduzida a 
quasi nullidade, pela impolitica exaccao com que o governo observava 
o contracto feito com as pracas de l. a linha do Imperio, que aprisio- 
nara em Cassapava e Riopardo, aliaz complexo ja entao muito me- 
nor, com as baixas havidas em Taquary e Norte. Numa data re- 
cente, se promulgara um decreto, concedendo favores, isempcoes, aos 
que se reengajassem. ( 60 ) Mas, ou por natural fadiga apos tama- 
nhas labutas de fera guerra ou porque os bumildes soldados perce- 
biam a decadencia da obra revolucionaria, o certo e que dos filhos 
de outras provincias, com alistamento na gente desmontada, ficaram 
poucos. Mui poucos, se alguns ficaram, entre os libertos, natives do 
sul, que compunham in-genere as lendarias 74 filas diante das quaes 
rabeou, quasi impotente, o genio do mal encarnado em Bento Ma- 
nuel: 74 gloriosas filas que a brincar e com o maior desenfado se ar- 



( M ) Idem, idem. Vide tambem as Notas de Portinho, 

( M ) Vide, no arch., do aut., a coliecgao de decretos do novo Estado. 



— 35 — 

roiaram contra os 2 formidaveis, soberbos corpos da sua pujante in- 

{antaria! 

Os Hberaes, eonforme se disse, estavam a postos. U centro era 
constituido por esses manipulos de cacadores, que se extendiam em 
curta linha, por davante da reserva, toda de cavallaria, 1 divisao, ao 
mando de Netto, junto de quern se alinhou Bento Goncalves, para 
dahi dirigir o prelio, Foi em provocante descuido, sentados a gosto 
no terreno, foi neste modo que se mantiveram, face a face do adver- 
sario. Foi com este soberano descaso, ou superioridade, que aguar- 
daram a voz de fogo, os temerarios infantes, os gioriosos sobrevi- 
ventes dos antigos e luzidos batalh5es organisados pela Republi- 
ca! ( 81 ) As alas, vultuosas e poderosas, formadas eram por outras 
2 grandes divisoes de gente montada, cavallaria selecta e illustre, sem 
igual entao no mundo. A da direita foi conf iada a Joao Antonio ; 
a da esquerda, a Canabarro. ( 02 ) 

Ao vibrar nos ctarins e cornetas o toque dc sentido, a que se- 
guiu o de acc,ao, ergueram-sc as 11 horas os portentosos infantes da 
nova Patria, e, abertas as filas, extenderam-se em atiradores, ini- 
ciando com brio as hostilidades, ao tempo em que, magestosas e fu- 
rentes, precipitaram-se avante e ovante as duas nomeadas alas do 
exercito libertador. A cavallaria, a clestra e sestra, carregou em co- 
lumnas de esquadroes: carregou com impeto raivoso, levando de rol- 
dao as costaneiras oppostas. Britada assim, nos dous scctores ex- 
tremos, a linha de batalha dos imperiaes. Britada foi tambem, qua- 
si, em zona intermedia, com o primeiro, furibundo arranco liberal; 
obra principalissima dos cavalleiros ornados com esse tope. Os de 
fita diversa, com o terribilissimo choqne do inimigo, dividiram-se, 
em franca desordem e medo panico. Alguns, precatados, se mette- 
ram entre os 2 batalhoes, ate ahi mais ou menos firmes ; os demais 
voaram a esmo campo fora, ou morderam o po, no sanguinolento 
chao da histories, memoranda varzea. Corpos inteiros iugiram a 
louca, indo abrigar-se em refugio seguro. Nada menos que na ou- 
tra banda da raia, que atravessaram espavoridos, crentes de ainda te- 
rem sobre si as lancas farroupilhas, que, por bom numero de qua- 
dras, os ameacaram! 

Foi no decurso desse primeiro arremesso da tropa equestre en- 
tao sem rival, que se presenciou um dos combates singulares, que per- 
meavam, de quando em quando, os collectives, para alindar-lhes o 
marcial esmalte. O poeta que trace amanha a "Farrapiada", verifi- 
cara, a cada passo, que as proezas homericas mais estupendas consti- 



"- 0s arr ^ oan °s rebeldes em linha de atiradores, assentados co- 
por acinte, cobriam sua frente", diz Bento Manuel, que assignala o 
numero de fl] as . Vide o appendice. 

I ) Antunes, "Apontamentos"; informes de Beco Jardim. 



— 36 — 

tuem meras anteeipacpes, de muitas outras similares, da nossa epo- 
pea dos dez annos. A Troya riograndense, illustrada por seus fi- 
lhos, qual o foi a antiga, antes e depois de Poncheverde. Neste pre 
lio, notai o que succedeu e revive uma scena da idade classica, De- 
canta o vate olympico a fatalidade que obriga o heroico Diomcdes a 
fuspr, com Nestor, diante das victoriosas phallanges dardanicas, de- 
pois de esbravejar furioso. Comquanto accentuasse este segundo 
heroc que os deuses sao agora adversos a Grecia, o primeiro hesita, 
e tres vezes pergunta a si mesmo, se deve ou nao arrostar-se com o 
inimigo ; cedendo alfim, ao se tornarem evidentes os favores de Zeus 
a gente dardana. (**) Quando, a 26 de maio, passou rija, uni for- 
me, sobre a direita imperial a avalanche rebelde, Andrade Neves, que 
com outros dispersos havia buscado amparo na sombra dos quadra- 
dos; contumelioso se adiantou. por sobre a retaguarda da ala con- 
tram e triumphante. 

Lucas, ao divisal-o provocativo, largou as fileiras e veiu sobre 
elle, com o furor e a terribilidade de um deus, Certo o bravo lega- 
lista entrou nas perplexidades que abalaram ao inolito Diomedes, pa- 
ra submetter-se, como elk, ao que impunha um fado, claramente des- 
favoravcl, Ao ver sobre si o ferro homicida, girou o corcel, para 
esquivar-se ao golpe, com tamanha violencia, que o seu chapeu voou 
pelos ares, e ficou, a guisa de tropbeu, na dextra do antagonists ! Nao 
era nas pampinhas banbadas pelo Jacuhy ou Guahyba, nem sobre as 
vastas planicies convisinhas, que os nossos rhapsodos fixariam a fen- 
da do Redivivo. e sim a margem dos esteiros de terra distante, Em 
a nossa, o heroe vindouio estava ainda a rormar-se; e se ja notavel 
entre os do cyclo tarroupilha, mais era como um modelo de equita- 
cao, do que como um mestre de armas. Nesse episodic da "Iliada" 
continentina, e em outros equivalentes, nao raro o lanceiro, encarni- 
cado no acaicamento, se detinha, com um gaucbo enlevo, para admi- 
rar a soberba figura de Andrade Neves, cuja arte de montar fazia 
inveja a muitos dos mais consummados, galhardos cavalleiros, dessa 
era de fabulosos centauros! 

Mas, o lance fulgiu, como um prateado, vertiginoso corisco, no 
desencadeado torvelinho guerreiro, cujo transe mais relevante ou 
decisorio cumpre dcsenhar. Como se registrou, britada foi, nos dous 
sectores extremos, a bvvha imperial de batalha. Na zona intermedia 
britada foi quasi tambem. Pois esteve imminente um desmancho, 
no centro-esquerdo; onde um corpo de cacadores, abi disposto em 
quadrado, iniciou ruinoso, fatal recuo. ( ei ) Bento Manuel, attento 
a marcha do certamen, ao presenciar o si\bito esfareiamento da sua 
linha, nas alas, e que a derrocada parecia dilatar-se ao centro predi- 



ct Poema cit., canto VIII. 

( e *> Vide a "Exposigao" de Lucas. 



— 37 — 

to- sentiu-se perdido. Recomposta, graces a erro do inimigo, re- 
Ljjosta ntiin apice a formatura da parte abalada na infantaria; 
L etteu em forma, ate mesmo o pessoal das bestas de tiro da impe- 
H'menta. ate mesmo o do improvisado hospital de sangue, conforme 
attestam as proprias communicacoes que enderecou a Caxias. Nao 
recata quanto a isto. a inteira verdade, nesses papeis. em que tempes- 
ttiosa se desata a sua agra displicencia ; assaz patent e sobretudo quan- 
do o brigadeiro allude a provocadora attitude de espera, com que o 
brindarain oti zimbraram os escassos infantes da Republica. Nem 
com o supremo esforco mencionado logrou melhorar-se o brigadeiro 
infiel. Constrangido foi a sustar a lide e largar o campo, a quem ti 
vera por si a sorte das armas, senao em a quota appetecida, ao menos 
por modo a avultar, com o nomc de Poncheverde, os scenarios de glo- 
ria triumphal, ja iixos no lengo commemorativo da grande campanha 
emancipadora. 

O reduzido numero de infantes a que acmia se faz referencia e 
a grande eopia delles sob a bandeira do Imperio, eis a causa, a causa 
por excellencia, de nao haver sido totalissimo o desastre militar do 
reconvertido brigadeiro. A brilhante, iuexcedivel, oti, melhor, ini- 
mitavel cavallaria de 1." linha dos liberaes continentinos, sacrificou- 
se, com exemplarissiina renuncia, em successivos, mortiferos arre- 
messos; ptoeza magnifica, em que breve se Ihe juntou a numerosa ca- 
vallaria miliciana, ebria de enthusiasmo, ao tornar a lica, depois de 
sua hLstoriada victoria completa, sobre os flancos do inimigo. Mas, 
nem os primeiros, nem os ultimos centauros alcancaram o sett obje- 
ctivo, que era destruir ou tresmalhar o centra da resistencia caramu- 
riia. Apesar de reiteradas cargas terribilissimas, nao abriram uma 
sufficiente brecha nas 2 muralhas humanas que se Ihes contrapunham. 
ao centra da Hnha aggredida. Assenta Homero que a peonagem e o 
"baluarte de um exercito" ; Bonaparte, mestre dos mestres na arte da 
guerra, classifica a infantaria de "la reine des batailles". Se era o 
que lestes, na idade classica, imaginai o que sera, em a nossa, quando 
a fortaleza-viva exhibe, com a pujanca trituradora do ferro-irio, o 
poder truncativo do fogo incessante ! 

Bento Goncalves, notado o abalo desastroso que se produzira no 
centro-esquerdo inimigo com a tremenda arrancada de Joao Antonio, 
proeella equestre, de effeito cyclonico, sobre a fronteira cavallaria 
imperial ; aproveitou celere tudo que pudesse avantajar o seu lu- 
zido estandarte. Fez convergirem os esforcps dos guapos atiradores 
farrapos sobre o quadrado trepidante na lica, e correu a enfiar-se em 
pessoa na divisao daquelle justamente admirado companheiro de ar- 
mas. Voava a seu lado, porque o via na imminencia de commetter 
um grave erro tactico. Por mais que fizesse, nao teve meios, toda- 
via, de impedir a sua consummacao ; e presentindo a grave resultan- 
cia da mesma, avtvou-se-lhe na mente uma ingrata reminiscencia. A 



— 38 — 

pugna em Por.ebeverde nada mais era, poude cornprehendel-o, do que 
ultia reprise do drama de Ituzaingo. Nada mais era do que a bata- 
Iha famosa de cujo desfecho esperavam, para si, uraa solucao poli- 
tica, os conspiradores do sul, no decennio de 20: a batalha, em sum- 
ma, que, para os da seguinte decada fora o primeiro grande golpe 
assestado no Imperio, ou, mais exactamente, o grande golpe que pre- 
pararia e antecederia o definitivo, a vibrar-se-lhe em Taquary. ( 85 ) 

Esse encontro famoso, em verdade, repete-se em Poncheverde, 
tanto na resultancia total do esforco, quanto num episodio que tem no 
memorado total uma influencia do maior peso. Ouando os argenti- 
nos e orientaes arremettem com um tragico impeto a 20 de fevereiro, 
LavaBeja, (pregoa-se) desferiu urn movimentA que obstou, em mi- 
nuto decisive, proseguisse active o fogo de uma parte da Iinha de 
Alvear; e nao igual, mas erro de equivalente nocividade, occasionou 
o aliaz brilhante acommettimento de Joao Antonio. Dissipada com 
furia a afe esquerda de Bento Manuel, emquanto alguns esqiiadroes 
celeres acalcavam a maxima parte da tresmalhada cavallaria adversa, 
o general com a tropa restante, seguiu de pcrto a que pela retaguar- 
da do quadrado ja em recuo se foi asylar no amago do centro de ba- 
talha. Percebe-se o reflexo adverso ou funesto do lance em gente 
prestes a fugir do preiio. A presenca dos farrapos acola teve a mais 
funesta consequencia. Porquartto a tropa de infantaria que aban- 
donava a arena, vendo obstada a marcha retrograda que encetara, 
manteve-se a contragosto nos alinhamentos, desde que se Ihe inipe- 
dia de ter uma retirada livre, segura. direito aos bosques de beira-rio. 

Restabclecida, em virtude de taes circumstancias, a boa ordem 
em toda a massa da vigorosa peonagem caramurua, nao houve meio 
de a bater ou dispersar, de maneira que se a tropa realista perdeu a 
accao, o destroco, aliaz immenso, nao foi o que por momentos se che- 
gou a esperar. A infantaria ja era o que tem sido, nas guerras mo- 
dernas: a arma da maxima preponderancia nos cheques, a arma con- 
tra cujo papel militar e hoje quasi nufto o da gente de cavallo. ( 8a ) 
Gramas a isto Bento Manuel, corao Barbacena (de quern foi o Grou- 
chy em Ituzaingo), poude abandonar, sem outra novidade, o terreno 
em que padecera uma severa licao. Poude abandonal-o, mas, aper- 
tadamente, sempre em quadrado, ate que Iogrou apoiar-se em matta 
ribeirinha do Sta. Maria ; curso dagua nao mui afastado e ao longo 
do qual se poz a pannos, depois de o vadear, no passo da Olaria, ( sr ) 



( 65 ) Vide o "Povo", n." de 1S40, altrures cit. 

( efl ) Ainda muito depoia, no entanto, persistiu, nas altaa espheraa, 
o preconceito relative ao valor da arma de cavallaria. Vide Candido Ba- 
ptista, opuseulo de 1850, "Reconheeimento topographico da fronteira", 32, 

( 6 1 Bento Goncalves, carta escTipta ao anoutecer e sobre o campo 
da accao, em 26-V-43. Vide "Nazareno", de 12-VIII. 



— 39 — 

_ t a ! qual o batido exercito de S, Magestade, transpoz, em 20 de fe- 
vereiro, o arroio Cacequy. ( es ) 

Os imperiaes, como haviam ieito em 1827, e depois, trataram 

, enC obrir a realidade, cantando victoria, mui calculadamente. Que 
voz publica imparcial confirma as noticias jubilosas, as hosannas 
universalissimas. do outro partido, basta para attestal-o o que cons- 
tou na imprensa da epoca; ( cs ) senao melhor o faz urn documento 
insuspeitissimo. Aliude-se a uma carta da propria Esposa de Caxias, 
que os farrapos interceptaram, Mosrra-se a tcrna Senhora bastante 
sceptics, bastante, com os pregoes officiaes de triumpho: "Recebi a 
sua carta de 28 de maio". "As noticias que eu li no Jornal do com- 
mercio, nao sao boas para nos. Mao combinam com a sua carta; 
tres dias antes de ca chegar a Barca, ja se sabia desse revez que la 
tinba havido: ainda mais se diz do que veiu no Jornal. Como se sou- 
be de tal noticia, eu nao sei: os taes rebeldes de ca tern grande corres- 
pondeticia com os de la". ( 70 ) 

Em tempo de'guerra, mentira como terra, assenta com funda- 
mento o proloquio, . . Para evideneiar quanto foi artificioso o ba- 
rao nas partes que deu, sufficiente e realgar dous pontos. Os lega- 
listas, em seus grandes infortunios militares, invariavelmente recor- 
riam a uma explicacao: o inimigo levara a melhor, porquc ajudado 
pelos visinhos: tal se ouviu apos o destroco no Seival e sempre que 
foi preciso encobrir a verdade. Nada lograram provar nunca, no 
jogo de indicios a que recorreram. ( n ) Caxias valeu-se com des- 
caro do mesmo expediente. De suas artimanhas ficou por demais 
transparente sobretudo a de que se soccorreu nessa conjuntura. Mui- 
to clara, se comparardes o officio de 27 ao ministro da guerra e a 
ordem-do-dia additional de n,° 51. Nesta se houve o fidalgo com 
tamanho desembaraqo, que attribue, ao complexo farrapo, 2 bata- 
lhoes de infantaria, como quem inculca serem de Integra composi- 



_ ( 6S ) Sarmiento, "Memoria biografica del general Paz", axptica 
muito beni porque foi victoria incompleta e o autor. em "Duaa grandes 
totrigaa", II, 94, tambcm o deixa patente. Vide o appendice. 

(«:') Vide, por exemplo, o que estampa o "Nazareno" e tanifaem a 
que apparece na folha que clta a Senbora de Caxias. Ainda naqueUa So- 
lha, n." de fl-IX-43, encontra-se o seguinte. Copia-se de uma carta de Por- 
toalegre, de 12: "Em balde tcinos comprado o redactor do Commereio, 
mentindo sempre, desfigurando e mudando tudo, embora se contasse co- 
mo assignalada victoria o ataque de Poncheverde, quando foi quasi uma 
perda total das nossas forcas, havendo 300 extraviados e 50 e tantos mor- 
tos, um roubo completo de nossa cavalhada, boiada e ate carretas, fican- 
ao um grande numero de feridos: embora o barao nos tenba sempre aju- 
amentir, ja cantando triumphos, ja diminuindo as for^aa doa far- 
rapos, ]a finalmente dando-ns por emigrados para o Estado oriental; na- 
da nos tem servido senao para nos desmoralisar". 

)'] Cart a de 22-VI-43. Vide registro, no arch, do aut. 

(") Vide appendice. 



— 40 — 

clo, quando perfeitamente sabia o contrano. Evidente o processo 
illusorio de que lanca mao, para produzir effeito ao longe, s. exa."!... 

Se taes corpos montassem ao que pretende incukar o cabo supre- 
mo dos imperiaes ! Se tivessem o quadra completo, outro gallo can- 
taria! Dispondo de uiiidades dessa magnitude, o chefe da Revolu- 
cao houvera gizado outro piano, e esmagaria, num duplo lance de 
guerra, as grandes forcas em movimento, do adversario. Tritura- 
da a 1." divisao caramurua, sobre as immediacoes da fronteira, os 
riograndenses triumphantes se internariam, em marcha vertiginosa, 
para investir de chofre a 2. a divisao, que pairava inerte, descuidosa, 
nessa hora, sob as immcdiatas ordens do mais alto commando de s. 
magestade, na "estancia do Carmo". 

Nao se pode ter duvida alguma, de que esta unidade, ao divisar 
entre as contrarias, os tropheus de arrasadora victoria obtida sobre 
a escolhida gente de Bento Manuel, nao teria firmeza para resistir 
com vantagem, logrando-se protnpto, glorioso desfecho, a tao prolon- 
gada guerra. Nao no houvesse obstado o odio faccionario de Anto- 
nio Vicente, e, liberies os africanos, teriam os liberaes 2.000 homens 
de excellente infantaria — 6.000 se de tantos precisassem ■ — ( T2 ) pa- 
ra a qual havia armamento de sobra, desde as presas feitas em 1841. 
Com essa alavanca, desmoronado seria o castello da realeza, e, sobre 
o pedestal do monumento sito no largo do Machaclo, na urbs do Gua- 
nabara, houveramos erguido, nao a estatua de Caxias, sim a de Bento 
Goncalves, patriarcha da independencia e liberdade do Riogrande. 
Pai da luzida Patria extremenlia e tambem f undador de cousa mui di- 
veraa do que arremedado, artificioso, deforme, contrafeito, existe 
desde 15 de novembro. Isto e, edificador de uma federacao, ou, 
melhor, confederacao de republicas livres, de uma irmandade de es- 
tados soberanos (unico ideal, commum a elles e aos brasileiros, que 
admittiram os farrapos), se com a visiva que exhibiram, nao se res- 
tringem a instituir uma synarcbia economica, — quica destino vin- 
douro da America de origem lusa. ( 73 ) 

Finda noutro modo a pugna, merce dos erros da "minoria", os 
vencedores, que andavam tresnoutados e famintos, distanciaram-se o 
bastante, para nao serem molestados. Ganhando distancia a uma 
banda, para ficarem livres de qualquer descarga traicoeira, acampa- 
ram na lustrosa arena, para um alegre rancho; muito merecido, apos 
tao heroica faina. Terminado o "churrasco", trataram do que Ihes 
pareceu mais urgente, que foi, depots de cuidar-se dos vivos, cogita- 
rern dos mortos, Nao foi possivel enterrar todos, porque havia ca- 
daveres em todas as dtreccoes e distancias. ( 74 ) O official de dia 



(") Vide Partinha, Notas a Araripe, ao cap. XII, § 7. 
( T3 ) Vide o appendlce. 

( T4 ) Caxiaa, em offic. ao ministro da guerra, confessa terem tldo 50 
mortos e 30 feridos; na subseQiiente ordem-do-dia nao enumera nem uns 



— 41 — 

ao acampamento occupou-se, com algumas pracas, em dar o final des- 
canso, em cova rasa, a alguns. O "traidor Bento Manuel", como o 
classifica Bento Goncalves, fez o mesmo, com outros, no decurso da 
retirada, pois !he morreram em caminho varios dos "immensos feri- 
dos" que eonduzia, na lista dos mesmos figurando tambem elle. Teve 
estas baixas ja sobre a margem do Sta. Maria, em cuja floresta, con- 
forme se disse, buscou arnparo, e junto da qual o veiu encontrar, 
em celere marcha, o proprio Caxias ; quern tendo a 26 noticia verbal 
do que acontecera ou estava acontecendo, bastante remora teve em 
acudir-lhe, nao se sabe por que. 

Assim acauaram os eventos, ate hoje sen: historia., que se pren- 
dem ao famoso combate, nos campos de Poncheverde. De sua victo- 
ria nelle, ficaram como tropheus, em mao dos continentinos, 2 estan- 
dartes, a bagagem toda e toda a cavalhada, mais alguns prisioneiros, 
cujo numero se ignora, complexo de lucros a que se juntou outro, 
nao pequeno. Os insurrectos antes capturados, que vinham na tro- 
pa derrotada, valeram-se do bom ensejo, e, no peor transe para a 
ultima, lograram escapar, em companha de urn lote de "passados" 
ou transfugas. ( 75 ) 

De todo findas as diligencias enumeradas, obtido um largo des- 
canso indispensavel. o guia militar e civil dos homeridas preceituou 
a Joao Antonio fosse observar a redondeza onde se encontrava ou 
devta subsistir o generalissimo contrario. Qrdenado isto, seguiu a 
divisao caramurua, na esperanca de a golpear de novo, em alguma 
conjuntura propicia do transito ; cou&a que nao sobreveiu, porque o 
futuro duque. ja foi dito, acudiu a tempo ao malaventurado collega. 

Exposto o que occorreu em torno ou proximo a ultima grande 
operacao farrapa, cumpre se trace a chronica de outra subseguinte, 
que tambem foi de algum tomo. Houvera sido de exito infallivel, 
se Ihes nao faltasse, como em 26 de maio, infantaria bastante. Aqui 
a breve historia da mesma. O barao, que se mostrara imperito nos 
movimentos iniciaes de sua offensiva, pelo que se viu mitito criticado 



nem outros. O "Nazareno" realca as meoherencias da grey official. Luiz 
de Lima e Silva, por exempio, em proelamagao, diz ter tido entre seus 
cominandados 27 victimas de ferimento e "60 ausentes", que deixam "os 
mais vivos signaes de saudade". Cit. n.° de 12-VHI-43. 

( T5 > Nao 6 deraais consignar que Bento Manuel perdeu, com suae 
malas, a sua propria farda generaiicia, e tudo quanto Ihe pertencia. - — 
Para a historia deste importante episodic serviu-se o autor das pecas de 
seu arch., muito principalmente da parte official de Bento Goncalves, de 
28-V-43, data em que se conservava ainda no campo de batalha, circums- 
taneia mui digna de realgar-se. Com ellas, se serviu de outras: carta do 
mesmo general estampada em Pernambueo, logo depois; documentos que 
ptiblicou Araripe; parte-official de Bento Manuel, que (note-se isso tam- 
bem) b6 teve folga para a redigir, 3 dia.s depois da boa esfrega recebida. 



— 42 — 

e foi muito ma] def endido ; ( T ") o barao, depois de um desastre em 
S. Gabriel, concorreu para que Bento Manuel amargasse outro, de 
maior tomo, em Poncheverde. 

E' de saber-se que, ao tempo que o renegado perseguia a Cana- 
barro atravez do districto de Entre-rias, recebeu elle ordem, do quar- 
tel-general, para deixar forte presidio no Alegrete, antes de prose- 
guir, no caminho da volta, em o sobredito acalcamento. ( 7T ) Obser- 
vando o que se lhe prescrevia, destacou para ali a brigada sob o man- 
do de Arruda. E foi em consequencia de tao perigoso, tao irrefle- 
ctido preceito, que comparcceu no campo de Marte, em 26 de maio, 
com a sua hoste bastante desfalcada. Affirma elle que nao passa- 
vam os que tinha, de 1.425 homens. Faltam ao autor seguros meios 
de verificar a exactidao de tal somma; o que desejaria fazer, por ser 
muito suspeito o que consta da embusteira, artificiosa, declamatoria 
peca de quem usnu de artimanhas ja qualificadas, para apparecer 
bcm, depois de sua ma figura. Indubitavel e, todavia, que o impen- 
sadissimo afastamento da unidade predita poz Bento Manuel a pique 
de um fragoroso cataclysmo. Poncheverde, qual esteve a presen- 
ciar-se em Taquary, podia haver sido uma Waterloo destruidora, tao 
funesta a monarchia dos Bragancas, quanto a outra o foi a dynastia 
dos Bonapartes. Argutissimo, como era, o brigadeiro curitybano. 
certo nao viu com boa sombra os mandamentos superiores. Obe- 
diente, no entanto, aos preceitos de seu jerarcha, destacou 700 pra- 
c,as, na maxima parte de infantaria, que seguiram a 18, com o des- 
tine supra, ja se registrou, sob o mando de Arruda. Pois bem, foi 
sobre a hoste em marcha, do ultimo, que se effeetuou a operacao re- 
tro indicada. Contra ella partiu Canabarro, a testa de uma divisao 
de cavaMaria e da inagra, desfakada tropa de cacadores selectissimos, 
cujos sobrehumanos esftircos redemptores tanto abrilhantaram a pe- 
ieja havida pouco antes. Alcanqou o coronel inimigo ja pertinho de 
sua meta, sem conreguir batel-o, entretanto, num ataque repentmo. 
qual planejava. O experiente, firms iegalista barafustou entrada a 
dentro de uma volta do rio Ibirapnyta, muito apertada e em maneira 
de "rincao" ou bolsa, de estreita abertura, cujo proveitoso feitio lhe 
propiciou um redueto natural, inaccessivel, para a gente da composi- 
eao militar que tinham os recem-vindos. Estes mal se apropinqua- 
ram, expediram mensagem capaz de o induzir a um mau papel; Ar- 
ruda, porem, como bom soldado que era, Arruda, que se reputava 
muito a seguro e tinha noticia do que occorrera a 26, deu arrogante, 
desdenhosa contestacao ao cartel ou intimativa farrapa. ( T8 ) Sabia 
a primor o quo vale, mormetite em terreno vantajosissimo como o que 



( TC ) Vide S. Leopoldo, "Generalato", pasxint. Arch, do aut. 

(") Idem, idem, 105. 

( T8 ) Vide Araripe, Parte documental, esta eorresptmdeneia. 



— 43 — 

(Minha, uma peonagem veterana, armamento que, ja entre os gregos 
de remotissima idade, se reputava, qual foi dito, irni como baluarte 

errante. ( 79 ) 

Nao o ignorava, de sua parte, Canabarro, por velha e recente 
•nefiencia: vira, pouco affles, Bento Manuel salvar os superstttes do 
tremendo arranco hostil em 26, dentro no castello de sua magnifica 
infantaria. ( 60 ) Baldo, pois, o lance de surpreza, o general conver- 
teu em assedio, o que fora projecto de ataque immediato, mas, logo 
desistiu delle tambem. Novas circumstancias lho impunham. Gra- 
cas as suas mais longinquas guardas de cobertura, soube que o ven- 
cido de Poncheverde se acercava a marchas forcadas, para trazer am- 
paro a gente em sitio. Ao ter sciencia do que estava acontecendo no 
districto de Entre-rios, o barao, disposto agora a cuidar o que antes 
deixara entregue as leis do acaso, mandou Bento Manuel avancar, 
com celeridade, para o Alegrete. Ora, comprehende-se num relance, 
o poderoso, imponente soccorro alterava, para Canabarro, de fond en 
comble, o taboleiro militar. Nao era possivel aguardar o brigadeiro, 
com os entao presentes meios de combate. Mister desistisse do que 
fazia depois da venida infructuosa. Abandonou o assedio, resolucao 
cuja pratica foi apressada por uma intercorrencia, de peso tambem 
em successos de 1893. Os antigos, quanto os modernos insurgentes, 
descortinaram, por sua retaguarda, uma forte ''polvadeira". Ergui- 
da era pelo placido andamento de uma vultuosa cavalhada mas, em 
1843, como SO annas depois, acreditou-se que tivesse origem num 
movimento hostil. Os federalistas, que detinham comsigo as proba 
bilidades do exito, julgando-se em risco, na conjuntura, ante um re- 
forc,o para o inimigo, largaram o campo, no Inhanduhy. Cousa ana- 
loga succedera antes aos farrapos, em torno do Alegrete. Na hypo- 
tbese da narrativa que se fazia, imaginaram fosse produzida a novi- 
dadc, pela approximacao do brigadeiro fedifrago, supposto 1 assim na 
visinhanca, quando algo distanciado ainda. ( 81 ) 

Joao Antonio, entrementes, repetia quasi em miniatura, o dra- 
ma em que tivera pouquito antes um importante papel. Como ao 
achegar-se ao principal acampamento da legalidade, pairasse nao 
longe, o temibilissimo Francisco Pedro cogitou de vibrar-lhe um gol- 



( 73 ) Vide a "Ili&da", passagem cit. alhures. 

( ) "Bento Goncjalves diz que a cavallaria imperial, quando cai're- 
gaaa pelas forgas republicauas, so encontrava abrigo no meio dos quadra- 
. L passo we justit'ica o barao de Caxias, quern a respeito assim esere- 
ve: o Br. Brigadeiro confessa terem sido os quadrados do 3.° batalhao 
oe fuziielros, e 9." de caqadores, os baluartes mexpugnaveis, onde tantas 
vezes se fizeram os nossos cavalleiros". Cit. n.° do "Nazareno". 

( 1 ) Este evento ha sido contado por nossos historiographos, como 
uceesso de analogas consequencias, para os farrapos, em PonclieTerde. 
Cousa muito diversa, como ja se viu. 



— • 4* — 

pe do typo dos delle. E' de saber-se que este homem incansavel, ao 
termo de uma expedicao contra os rebeldes, se punha logo a archi- 
tectar umoutra. Depois de ameaqa a sede entao actual do governo da 
Republica, que voltara a ser em Piratiny, deliberou ir sobre Jdao 
Antonio, que, depois de haver circulado na zona onde se fora asylar 
Bento Manuel, se demorava ultimamente por Sta. Maria-chica, 
Numa venida rigidissima. caiu-lhe em cima a 8 de junho, sendo a 
mesma de effeitos immediatos mui arruinativos. Porque no golpe 
agora em relate houve um comedo de susto panico e grande tresma- 
Iho, remediado aliaz por uma circumstancia que dirieis fabulosa. Os 
riograndenses distanciaram-se em todos os rumos, sem ganharem, 
comtudo, muita distancia; o que Ihes perniittiu voltar a la rescousse, 
ao entrever-se-Ihe a possibilidade. Coube a inkiativa ao grupo tnais 
denso dos retirantes, que faziam sequito ao general. 

Este, no transe em que iam, notou que lhe faltava a capa gau- 
cha que trazia ao braco, e com a heroica serenidade que o caracteri- 
sava e se tornara lendaria, deteve-sc, a murmurar entre dentes, o 
que de todos foi ouvido: "Que o inimigo nao diga que tomou o pon- 
che de Joao Antonio, quando fugia!" Proferidas taes palavras, gi- 
rou o "pingo" meia volta, fazendo f rente a retaguarda, para contra- 
bater. Praticava-se isto no mais azado instante. A surpreza havia 
sido o que se viu, porque os guerreiros ja tinham soltos os cavallos, 
para o pastio na hora da sesta, excepto apenas em o corpo do iamo- 
so Carvalho Aragao, eujas pracas, depois de "desensilhar", retinham, 
ainda, por acaso, as montadas, pelo freio. Deante do arremesso lios- 
til que os punha a todos em grande apuro, saltam aos corseis em pel- 
lo os centauros. Arremettem e numa espontanea, quanto vertigiuo- 
sa investida, ( Concorde em tudo com a do troco reivindicador acaudi- 
Ihado pelo general) nada lhes poude resistir. Emquanto este car- 
rtgava a fundo pela direita caramttrua, aquelle grupo homerico to- 
mando de flanco os triumphadores, cambiam a victoria, como por en- 
canto, se nao em franco desbarato, em vergonhosa esborralhada ! 
Francisco Pedro que, muito vulnerado. caiu no chao da pugna sem 
sentidos, rvao vira a sua hoste em total destroy, merce, como Bento 
Manuel pouco antes, de sua excellente intantaria ; a qual rece- 
beu o golpe da dupla avalanche, por deiitro de um solido reparo. 
Havia no terreno uma cerca de pedra, junto a robusta, massica casa. 
Abrigo foi aquella dos espavoridos cavalleiros legaes que nao fugi- 
ram,* recinto foi. esta onde se entrincheirou a tropa desmontada e 
para o interior da qual um sargento airastou, mui sorrateiro, o cot- 
po do chefe legalista, antes ditoso, nessa hora derrotado, semi-morto. 

Nao dispunbam de infantaria os liberaes, para lograrem o posto, 
por meio de uma expugnacao a viva forqa. Restringiram-se a um 
assedio, como em Alegrete. Os cacadores caramurus, felizmente pa- 
ra si, nao se mostraram, no aperto, inferiores aos de Arruda. Sou- 



— 45 — 

heram immune conservar o reducto de improviso, que a sorte lhes 
propiciava, ate que chegou soccorro. Fulminada ou dispersa quasi 
no. totalidade e como em Poncheverde, a gente de cavallo, foi ter um 
lofe desta ultima (42 praqas recollectadas pelo capitao Lerena), ao 
inais proximo arraial da legalidade, sito a curta distancia. Caxias. 
depois de os ouvir, lesto foi em providenciar agora, quanto demora- 
iio no attender a analogo perigo, que puzera em tantos apuros a 2.' 
divisao. 

Um revez, logo apos outro, gerou pessimas impressoes em toda 
; i parte e surgiram commentaries desabonadores, a que foi mister op- 
por os artificios ja apontados, em o que concerne ao prirfieiro de taes 
choques. A verdade, porem, transpareceu, concorrendo bastante, pa- 
ra isso, o infatigavel "Nazareno", quern poz as cousas do incidente 
no seu verdadeiro lugar. Em rigorosa critica das partes officiaes e 
versoes partieulares, deixou patente a luz meridiana, quanto men- 
tiam, ja no diminuir a forc,a dos imperiaes, ja no ampliar a do adver- 
sario, como restringir as suas perdas e centuplicar as alheias. ( 62 ) 

Tinham esses episodios militares corrido com bastante deslustre 
para as armas da coroa, excepto noi Alegrete. Ganhara ella, entre- 
tanto, nma vantagem de monta, que foi o apurar, com rigor inilludi- 
vel, quanto desmerecera a antiga capacidade destruidora do apparelho 
bellico da revolucao. Para ir melhor e mais ligeiro a seus fins, de- 
terminou-se, pois, Caxias, a augmentar a efticacia do seu, multipli- 
cando as grandes forces de ataque. Com as 2 columnas anteriores, 
passou a existir umoutra, cujo mando se confiou ao ja nomeado 
Francisco Pedro, figura militar de crescente, ininterrupto, cada vez 
mais bello realce. nos derradeiros annos. Manobraria, a 3. a , na par- 
te oriental da campanha; a 2, a , como ate ahi, na comarca do Alegrete: 
a l. 1 , sempre sob as vistas do generalissimo, estanciava ao centro de 
ambas, constituindo o eixo de seus movimentos, a fazenda do Carmo, 
sobre o Jaguary. ( ss ) A mudanca fel-a o alto commando imperial, 
ja bem entrado o segundo semestre de 1843 ; parte do primeiro e 
deste passaram as tropas em quarteis de inverno, se bem o que so- 
breviera fosse dos mais benignos. Dissipados os frios e organisadas 



( 82 ) N. u de 12-VIII-43. Os imperiaes, em ordem-do-dia, confessam 
haver ticlo apenas a morte de 2 officiaes e 7 pratas, mais 24 feridos. Se- 
Sundo balango da folha, estes subiram a 64. Conta-se que, no decurso da 
■"efrega, um soldado da Republica ia ultimar, a ferro-frio, a Moringue; o 
lue visto por Joao Antonio, conte^e este o saerificador: "Nao se acaba 
•*ssim a um vaiente! " Gragas a este arranco de misericordia, poude Flet- 
ter, sargento iegalista, abrigar o l'erido na casa onde resist] ram os desse 
Partido, ate que a descercou o 2." batalhao de cacadores, a mandado do 
Quartel-genera!. Kao constam do "Nazareno" as baixas farrapas. Sao 
Unaginarias as que consignam os historioejraphos imperiaes. de escanda- 
losa parciaiidade, invariavetmente. 

( ss ) Araripe, 126. 



— 46 — 

as 3 unidades sobreditas, comecaram as operates, com exito vario, 
Francisco Pedro, segundo versao legal, bateu por duas vezes os far- 
rapos, em Cangussii, a 25 de outubro e 6 de novembro, com grandes 
estragos nestes, a crer no que assentam informes taes. ( 84 ) Entre- 
inentcs, aos mencionados choques seguem outros, no extremo oppos- 
to do territorio. 

Eis cofflo occorreratn elles. Joao Antonio, que depois da sua 
victoria de 8 de junho, pairava cntre o Curral-de-pedras e o passo 
do Rosario, dirigiu-se a Missoes, a testa de 600 homens, mandando 
Portinho, com 300, subir pela "picada" de S. Xavier, com ordem de 
dissipar os grupos caramurus, que vagavam por Cima-da-serra, Se- 
guiu este a seu destino e Joao Antonio, antes de attingir o delle, foi 
akancado pelos tenentes-coroneis Antonio Fernandes Lima e Detne- 
trio Ribeiro, official este que passou ao servico dos imperiaes, depois 
de curta estadia no Uruguay, para onde fora com licenca de 20 dias 
e nao reverteu mais as lileiras insurrectas. O velho e o novo lega- 
lista surprehenderam, em Butuhy, a 26 de de/jembro, o general farra- 
po, a quem obrigaram, depois de fugaz luta, para elie infausta, a uma 
prompta retirada. Joao Atatonio, a trote e galope, dirigiu-se a Cruz- 
alta, onde contava fazer juncao com a gente confiada a Portinho. Da 
forca batida num rebate em Butuhy, parte ficou desligada do gene- 
ral. Sob a direccao de Onofre e Carvalhinho dtrigiram-se estes in- 
surgentes a ponto onde sabiam achar-se Boaventura Soares, com ou- 
tra unidade, e, reunidos ao bravo missioneiro, vadearam o Uruguay. 
Achando-se em terra correntina, depois de margeado o rio ate o pas- 
so de Santanna, local da nova povoacao creada pela Republica, ahi 
retranspuzeram o flumen. Atravessado o modesto recinto da futura 
wrbs, proseguiram avante, indo encorporar-se a Canabarro, que nao 
Iargava, por essa epoca, o districto de Entre-rios. 

A outra fracca" dos batidos a 26 seguiu, como ja se disse, para 
nordeste. Guiando as marchas para Cruz-alta, la foi ter, pela estra- 
da que passa em Itacarovy. Dessa villa desceu, com o tenente-coro- 
nel Portinho, a "picada de S. Xavier", encontrando inimigos, logo 
a sahida da mesma, isto a 29 de dezembro. Scientes os imperiaes da 
derrota e do rumo que ievava, na retirada, o predito general extre- 
menho, recebeu ordem Propicio Menna Barreto, de trancar as por- 
ta? da serra, por onde certamente procurariam passar os rebeldes; os 
quaes, extraviados como se presumia que vinham, eram faceis de ca- 
pturar. Propicio, do Jaguary, onde se conservou com a tropa de 
cacadores de sua brigada, fez adiantar para a bocca daquella passa- 
gem os corpos, reduzidos ambos, dos ma j ores Agostinho Gomes Jar- 
dim e Joao Severe. Ora bem, estes dous, quando observaram que 



(s*) o requerimento de llcenc;a Cigura ao arch., do aat. 



— 47 — 

nao tinham diante de si uni bando informe de fugitivos, "puzeram-se 
em retirada immediata com direitura a S. Vicente. Perseguidos, 
com tenacidade, porem, viram-se forcados" "a aceitar combate", 
nuando j a eram em Cavajureta, ande "tomaram posicao". 

Estreioti-se com ardor o lance, Depois de "porfiada luta", "os 
imperiaes tiveram de ceder", "fugindo em todas as direccoes", ao 
cair morto Jardim, um dos chefes de tope retrograde Os vencedo- 
res se apossaram de toda a cavalhada do injmigo, de suas bagagens e 
muitos prisioneiros. Nas perdas caramttruas de gente graduada, 
alem do nomeado major, registrou-se a de mais 2 officiaes, ambos 
subalternos. ( S5 ) Tambem 2 officiaes perderam os farrapos, que 
tiveram varios feridos, contando entre elles o capitao Seraphim Bra- 
vo, de mnito relevo na orbita revolucionaria. ( 80 ) Findou a pugna 
quasi ao eerrar a noute e apesar disso nao acamparam, afim de terem 
algum descanso, os desta bandeira, em consequencia de haverern sa- 
bido de alguns dos prisioneiros que Propicio estava perto. Nessa 
mesma noute foram transpor o Toropy, que andava mui crescido, 
transito que effectuaram na manha. seguinte, ao se dirigirem a aldeia 
de Sta. Maria, com intuito de bater o major Manuel Luiz Osorio. 
O barao o mandara guarnecer a "picada de S. Martinho", com um 
presidio de 200 e tantos homens. Nao acharia ali, porem, o futuro 
marquez. Entrementes se havia afastado, ao saber da derrota de 
Jardim., que o punha na imminencia de outra. 

Nestes confiictos, de escassa importancia. decorreu o ultimo 
quartel de 1843, em que se divisam os signaes da preagonia da Repu- 
blica. Antes que expirasse o anno, com elle desappareceu um dos 
mais vehementes partidarios do novo regimen, a que aliaz scrviu 
com pouco exito e por vezes desserviu, merce do azougadissimo tem- 
peramento que possuia e de um caracter por demais avezado na tru- 
culencia. Para diante se registra o infausto acontecimento. 

CAPITULO IT 

Mas e preciso voltar a periodo anterior, para que nao fiquem no 
oivido successos de relevancia ou pormenores de valia na historia. 
Em principio do anno em que mandaram Caxias ao su!, isto e, o de 
1842, Saturnino via tudo cor de rosa, tigurando que se o Uruguay 
Ihes negasse os seus obsequies, oe farrapos abatiam armas, nesse esn'o. 



( 85 ) Portintio, Notaa a Araripe. 

( s *) Por morto no combate, o deram, na da legal idade. Depoia de 
Poncheverde, laborava incessante, entre os realistas, a machina doa en- 
ganos, e ao saber-se do novo desastre, muita fol a tinta que correu para 
ilhidir a opiniao. Na sua correspondence, Caxias ousou ate mudar em 
vantagem o para at mui triate evento. Leia-se o que consta de Ararlpe 
e ainda de offie. do barao em 15-1-44 



— 48 — 

Fundava-se, para assim crer, no depoimento de um tenente que pe- 
dira amnistia, Seraphim Abeles, ex-companheiro do intemerato Coe- 
lho e no que se lhe noticiava em carta de "pessoa de confianca". De 
ambos informes deprehendera s. exa. que extremo era "o estado de 
abatimento, desmoralisacao, ern que se achavam as forc,as rebel- 
des". i 1 ) Segundo o individuo que o presidente menciona por ulti- 
mo, individuo que chegara do Riogrande, com proveniencia da ex- 
Cisplatina; reinava profundo desentendimento no seio dos dissiden- 
tes. Corn a desuniao, o desanimo: varios deixavam o servico das ar- 
mas, a que os povos, in-genere, se iatn mostrando remissos. Em sum- 
ma, categorico affirma este sujeito, resistirem ainda os insurgentes, 
por ser escandalosa a protecqao de Rivera a elles. "6 para lastimar- 
se (addita) que um indio gaucho esteja achincalhando o Governo im- 
perial, que se compSe de homerts de illustracao". Ao concluir: de- 
pois de asseverar que dom Fructuoso se dirigira a raia, adianta que 
ja se encontra perto della, "para conferenciar com Bento Goncalves. 
Esta este (ajvmta ainda) em Bage, com a sua desmantelada negrada" ; 
expressao de que usa o missivista, para designar a infantaria do exer- 
cito revel. ( a ) 

Era de fazer Saturnino um prognostico dos mass seguros, mor- 
mente depois de lhe darern conhecimento da attitude de Almeida, cuja 
retirada das altas espheras governativas causou "sensac;ao" no Pra- 
ia, ( a ) e maior de certo em Fortoalegre. Determinado a accelerar a 
actividade diplomatica, a qual boa ajuda podia trazer-lhe, o presidente, 
comquanto a reputasse atacada de cegueira ou a tivesse por inca- 
paz, ( 4 ) tudo fez para lhe infundir estiinulos. Freciso aproveitasse o 
ensejo: tudo corria bem na orbita interna, e tambem na externa, em 
parte ao menos. Se Rivera infiel ao Imperio, outro mais alto poder 
tendia a prestar-lhe efficaz, valioso concurso. Era cle ter-se como in- 
quebrantavel o perfeito accordo existente entre Buenos-aires e Rio- 
de-janeiro. "Perfrita a inteltigencia em que ora estao os dous Go- 
vernos, sob seus mutuos interesses, donde resulta a boa harmonia que 
trato com esmero de conservar", escreve Moutinho, representante dt- 



f 1 ) Of fie. de 4-1-42. 

( 2 ) J. R. Kibas, carta de 1S-XII-41, annexa ao anterior offie. €onsta 
da mesma.: Que David, com outros chetea do districto de Eutre-rtos '"mati- 
daram offerecer a Eento Manuel a presideneia e commando militar", asse- 
verando-lhe "que fariam quanto elle quizesse, etc. Que responrteu que es- 
lava veliio, doeute, e que para nada servia. Kangaram-se com a resposta, e 
ameacam-no que o hao de retovar em utn couro fresco". Adiante: "A 
nombrada que Propicio e CMco Pedro fizeram (altude Kibaa ao combate 
de Capao-bonito ) ressabiou ainda mais os iarrapos", euios se negaia a 
servico, com especialidade entre Camaqua. e Jacuhy. 

C 3 ) Legacao em Montevideu. offic. de 5-1-42 

(*) Seu offic. de 8-11-42. 



esp 



— 49 — 

S Magestade. ( 5 ) Facil lhe era, porquanto Rozas andava mm sa- 
tisfeito com a gestao do brasileiro, a ponto de terer-lhe !6as, na sua 
recente mensagem. ( 6 ) 

A legacao fez constar isto na Corte. e aigo mais, que enchia de 

Ierancas a grey de Saturnino. O autocrata portenho mostrava ira- 
sistentcs desejos de travar allianca com o visinho monarcha: unidas, 
as duas naqdes asseguravam a sua hegemonia em a America do sul. ( T ) 
Moutinho, convicto de que soara o minuto de obter-se estrondoso exito 
na Argentina, busca facilitar cousa identica, em o visinho Uruguay. 
Para isso intenta dirigir o seu collega da contracosta. De ceno o fez 
sob a subtil insinuacao de Rozas. O que convem, disse-lhe aquelle, 
e o uso de pressoes, com uma forte estac,ao naval. Tinha mais receio 
de Rivera, do que de seu emulo argentino. ( 8 ) 

Cruz Lima, que estava em bons termos com o governo de Mon- 
tevideo nao concordou. (*) Mm divergente, expoz o seu pensar. ( 10 ) 
Conhecia bem a. terra onde se achava, habitada por 6.000 brasileiros, 
compatricios esses cujas "queixas eram quasi diarias". "pela injustica 
que lhes fazem as autoridades da campanha, e que apesar de republi- 
canas, sao mais despotas do que o peor mandarim". Se, porem, se 
trata de governos, a cousa merece distincc,6es. "Nao desejaria fazer 
parallelos". Se "esta intimamente convencido de que a nenhum dos 
dous" do Prata, o Brasil "deve sympathias", ha "dif ferenea" a esta- 
belecer. "Dom Fructo nos hostilisa sem fim politico, e so curando 
de seu interesse particular, e o general Rozas, nos hostilisa com sagaci- 
dade, e muita politica". Lembrasse o collega que Oribe, o consocio 
do governador de Buenos-aires, f6ra em 1835 conferenciar, na raia, 
com Bento Goncalves, e que "muito lhe deve a rebelliao" do Riogran- 
de. "Tambem sabe v. s., que o Governo imperial esta hoje de posse 
do importante documento que foi interceptado a Echague, e no qual 
Rozas reconhecia a intitulada Republica de Piratiny ; e convidava Ben- 
to Goncalves a coadjuval-o na expulsao de dom Fructo, que elle Rozas 
consolidaria depots a Republica farrapa". 

Moutinho, que nao estava sciente do achado, e que tao somente 
mais tarde percebeu do que se tratava, isto e, de ura mero invento para 
intriga; Moutinho, com prudencia, desistiu do debate. "Longe iria 
a poiemica", disse; limitou-se a significar ao preopinante, devera ter- 
lhe mandado copia authentica da peca interceptada. (") Depois, so- 
bre ignorar o que occorrera, tinha mais que fazer. O kaleidoscopic 
argentino era de attrair os olhos todos de Argos, quanto mais o par 



(■*) Legugao ein Buenos-aires, offic. de 12-1-42. 

(*) Idem, idem, de 4-1-42. 

(')-{ a ) Legacao em Buenos-aires, offic, de 14-1-42, offic. de 5-111-42. 

( M 10 ) Idem, de Montevideo em 16-11-42. Idem tie 14-111-42. 

< u ) Offic. de 18-111-42. 



— SO- 
ddles que tinha o diplomata ! Aberto o Paraguay nessa hora "a curio- 
sidade extrangeira", (e a nossa devia girar para ali), percebeu que 
"Rozas e Rivera ja se disputavam a encorporacao" "daquella China 
americana"; um "debaixo da disfarqada forma de uma confederacao, 
outro com a de uma allianca". ( 12 ) E com essa, outra novidade mais 
impressionante, intramuros: a ruplura de Juan Pablo Lopez, o sa- 
trapa de Santafe, com o de Santos-iugares. Foi o ultimo um vero 
drama da renascenca italiana! Descobriu (dw-se) o primeiro, o "tra- 
ma que urdira" o segundo. Seria morto por sua propria irma poli- 
tica, dama que, vindo a Capital, fora alh'ciada pelo terribilissimo Ro- 
zas. Delatou a conjura um indio, que desticavam fosse o mandata- 
rio do attentado, em que entrava o irmao de am tal Andrade; pessoa 
que o Tiberio argentine queria por no lugar de Lopez. Sciente da 
machina, este, depois de metter em carcere a eunhada, iniciou as suas 
hostilidades contra a Provincia de Buenos-aires, langandolhe em cima 
uma mrvem de montoneras, as quaes, acercawio-se da metropole umas 
30 leguas, arrebatam as montadas que enconlram, aliaz sem offensa 
alguma as pessoas. (**) 

Distraia-se com isto o diplomata, quando outro painel the graft* 
geou as attends: fervia a luta na mesopotamia argentina. Batido 
Echague em Caaguazii, como fora em Cagancha, Rozas nem por isso 
o desconsiderou. Inflexivel com os inimigos, sabia poupar os ami- 
gos. Recebeu o vencido com as maiores distinccoes, ( 14 ) e como es- 
tivesse a encerrar-se-lhe o periodo de governo, fez surgir a dom Justo 
Jose Urquiza no posto vacante, id est, favoreceu o advento de uma 
creatura do ex-regente de Entre-rios. ( 15 ) Para desgraca de taes 
pianos, o triumphador, na memorada batalha, adiantou as suas tropas, 
e a sombra das mesmas falhou a regra ciceroniana: Sapiens vir suf- 
frages preteritur. A legislatura local, antes docil a Rozas, cedeu a 
mais visinha pressao, e dom Jose Maria Paz foi nomeado governador, 
enchendo de sustos a sua ascensao, tanto aos federaes como aos im- 
periaes. O illustre estratego, depois de abster Echague, a 28 de 
novembro ultimo, deu conta do seu explencliJo exito a Bento Gon- 
calves, em termos que Saturnino traduziu como um effective- reconhe- 
cimento da Republica riograndense. ( le ) Mas, o femor de tins e ou- 
tros pouco duraria. A discordia, que ja cavava a ruina desse novo 



( U M 13 ) Legasao em Buenos-aires, oftic de 24-11-42. Olfie. de 5-1-42 

( 14 ) Vide oftic. da cit. legagao em 14-1-42. Arana disse que Echague 
"e nm dos ctiefes mais illustres da Republica, nao s6 pelo valor, como pelas 
luzes, e que a perda nao o desmereeeu ante Rozss", e por Igual a Aldao, 
que La-Madrid derrotara. 

( 15 ) Cit. offio. de 14-1-42. 

(«) Vide offic. de Saturnino a 7-II-42. A carta de Paz e de 15-XII-41 
Trata com grande amizade a Bento Gongalves e oe termos de que usa aasaz- 
justificam a interpretaQao do imperialista. 




— 51 — 

Estado, esbarrondou o castello da allianga de que era personagem cen- 
tral dom Fructuoso, e a mais notavel, militarmente, o referido dom Jose 
Maria. Ha de ver-se, a seguir, porque. Cumpre realgar agora ate 
onde foram as esperancas do Imperio, com os gratos relatorios que ex- 
pedia a legacao. 

Como os adversarios de Rozas, para captarem os plenipotentia- 
ries europeus, escancarassem os rios ate alii cerrados ao commercio 
delles; o general, mais do que nunca, trancou-os, vedando a accesso 
ate a quern sempre nelies traficara, isto e, aos de Entre-rios, Corrien- 
tes, Banda oriental, desde que f ossein do opposto gremio politico. ( 1T ) 
O gabinete fluminense, julgando boa a moncao, quiz aproveital-a. 
Teve ordem seu delegado junto a Rozas, de insinuar-lhe que, recusan- 
do abrir os cancellos aos ultramarinos, declare livre a navegacao uni- 
camente para os paizes ribeirinhos. ( 13 ) O authenta de Palermo 
era jogador muito destro, para que Ihe mettessem na mao uma carta, 
por essa forma. Infructifero o memorado passo, como outro, que 
tinha analogo proposito, de assegurar ao Brasi! um franco transito 
fluvial para Mattogrosso. Nomeou-se na Corte a Antonio Lisboa, 
como encarregado da missao de iniciar as rela^oes do Imperio com o 
Paraguay, e pediu-se venia a Rozas, para que fosse a Aasumpcao, 
em navio de S. Magestade. Nao o admittiu. Importaria em reco- 
nhecimento da independencia dessa parte do antigo Vice-reino. 

O delegado imperial assim compJeta o relato acerca da conferen- 
cia: "O camarista Arana, ao fazer-me esta communicacao da parte 
do general Rozas, me declarou, confidencialmente, que as vistas do 
dictador eram fazer entrar na uniao da Confederacao argentina, a 
Provincia do Paraguay; a qual era, de direito, parte integrante della, 
nao estando separada ate aqui sinao de facto". Nao me mostrando 
de accordo, pedi para falar a Rozas, e prometteu obter-me a audien- 
cia, mas, addiu o bastante, para que eu desistisse da mesma: que o 
''acharia (disse) firme naquelles principios, por serem nacionaes, tanto 
assim que seriam tambem sustentados sempre nor seus proprios suc- 
cessores". ( It ') Despercebera-se, no Rio-de-janeiro. que os mimos 
do tyranno a Moutinho, eram interesseiros. 

Na mensagem ultima, com os elogios a este, deixara bem patente 
o que delle esperava, e era que S. Magestade o ajudasse a fulminar 
a Rivera, o mais grado adversario de s. exa. Convidava o augusto 
senhor "a premunir-se com a politica desse Odiado Americano", a 
quem "nao cessava de cobrir de affrontosos apodos, menos proprios 
de documentos de tal ordem", nota, de passagem, Moutinho. ( £0 ) 
Ora, antes dos factos agora em relato, o mmisterio de S. ChristovSo 
mandara declarar por seu representante, que nao havia tratado que o 



( 1T ) Vide legacao em Buenos-aires, ofrie. de 14-1-42. 
(is). (ib). (20) idem, idem, de 15-111-42. 21-IV-42, 14-1-42. 



— 52 — 

obrigasse a intervir entre os contendores platinos, ( 2I ) e o de Buenos- 
aires queria a fina forqa constrangel-o a quebrar essa neutralidade. 
Por isso entretinha a legac,ao com a idea de tuna alianca, e Inezes 
depois batia com arte nessa tecla, se bem descobrisse ja saber que S. 
Magestade nao a queria, e porque nao a queria. Sem extranhar a es- 
quivanca, aliaz de mera apparencia, contentava-se, por fim, que, sem 
algum convenio, o Imperio rompesse em guerra contra Rivera, ( 22 ) 

Tempo e agora de explicar porque cessaram os receios, tanto no 
Brasil, quanto no Prata, que haviam suscitado os exitos de Paz. Este, 
depois de occupar Entre-rios, arneacar a Santafe, ( 23 ) detido se viu 
por funesto desentendimento. ( 2i ) Subsistia profundo, o mesmo, des- 
de mezes antes, o que fez dizer a Moutinho que julgava impossivel 
que as 3 provincias dissidentes resistissem a. "forca argentina reuni- 
da". Nada quasi tinham ellas para contrapor a machina federal, 
"movida por uma unica vontade, rodeada de terror e de prestigio", 
"terror que parece aqui ser um meio de governo e que tern reduzido 
todas as provincias da Confederacao a serem um so soldado", do 
pulso de ferro que as maneja, como se fossem de seu unico domi- 
nio. ( 2C ) Segura prophecia! Ferre, nessa hora addictissimo a Ri- 
vera foi-lhe nas aguas. Retirou, a impulsos delle, as suas tropas; re- 
tirou as delle tambem o brigadeiro uruguayo, e Paz, que oonquistara 
o posto com o concurso de umas e outras, viu-se em totalissimo aban- 
dono. Sem meio algum de sustentar-se no governo, largou-o de mao, 
occorrendo em seguida um entremez bastante commum nas putridas 
democracias ou ochlocracias americanas. A legislature de Entre-rios, 
a mesmissima legislature que designara o illustre vencedor de Caa- 
guazu para o alto mando local, chamou a elle Urquiza, entao homem- 
ligio de Echague; emquanto o nobre estratego se dirigia a Montevi- 
deo, sosinbo qual Mario, depois de fugaz preponderancia. . . ( 26 ) 

Rozas nao prxisaria despender todo o esforco imaginado., para 
derruir o mais proximo baluarte de sens antagonistas : rejubilava em 
Palermo o monstro que dali espavoria a redondeza! Tamanha a sua 
espantosa alacridade, que targara o autro, "deixava-se ver em uma de 
suas quintas", noticia o plenipotenciario brastleiro, que chama a at- 
tencao de seu gabinete para os artigos da Gacela portenha, de marco 
entao fluente, a 7. O 1.°, diz, e de Rozas, "que conserva na mesma 
mao espada e penna", ambas aceradas, anibas sanguineas. "fl uma 
alta declamacao contra as sociedades secretas, formadas em varias par- 



( 21 ) Vide seu offic. de 28-11-42 e o de Moutinho em 23-IH. 

(- 2 ) liegasao em Buenos-aires, offic. de 20-VIII-42. 

( 2a ) Idem em Montevideu, a 16-1142. 

( 2 *) Idem, idem, a 16 e 19-111-42, e de Buenos-aires a 21 e 24-111. 

( 25 ) Moutinho, offic. de 19-11-42. 

<- s 1 Legaeao em Montevideu, offic. de 16 e 19-111-42. 




— 53 — 

t e s da Europa e America, com o t"im de solaparem as bases de todos 
os o-overnos legaes, Neste violento artigo, recheiado de facios noto- 
rios que eu bem quizera, por honra e illustracao do seculo, qualificar 
de menos verdadeiros, observe! phrases inteiras que tenho ouvido em 
conversa com o proprio dictador", "Os clubs nao tern adversario 
mais encarni^ado do que o general Rozas, que segue a este respeito 
ujna politica de instincto, e isto explicara talvez ate certo ponto os 
insultos que contra elle tern despejado a imprensa periodica de diver- 
os paizes, sem duvida a mais poderosa anna daquelles clubs". Ao 
,m do topico, o espirito do leitor se volve de repente, por certo, para 
passo da "Biblia", nil sub sole novum, ou para urn de Terencio, 
Mum est jam dictum, quod non dictum sit prius; ao meditar o que 
;e observa ou estampa sob uma regencia coetanea. . . ( 2T ) 

Mas, redeamus ad rem. "O 2." artigo, esse, tem todo o attracti- 
ve da novidade. £ a oracao funebre ou panegyrico do celebre Fran- 
cia". O 3." allude a uma eonspiraqao fabricada no Paraguay contra 
Rozas, por meio'tle carta apocrypha do mesmo e que supponho cousa 
parecida com a peca que a legacao em Montevideu acreditou achada 
entre papeis de Echague, no campo de batalha de Cagancha. ( 2B ) Eis 
o que escreve Moutinho e o que mais o surprebende e que Rozas trium- 
pha, sem combater, quasi \ Conta o diplomata assistir, em Santafe 
e Corrientes, ao que acontecera em Entre-rios. ( 2S ) No dia em que 
tal se conseguisse, (aggrega) completava-se o sy sterna: reduzida em 
toda a parte a mais crua, negra realidade, por grotesco federalismo, 
analogo ao brasileiro de nossos dias, a centralisacao concebida pelos 
unitarios. Examinadas as cousas imparcialmente, o quadro politico 
se resume nestes miseros termos: "o governo argentino, pretendeudo 
ter as provincias da Confederacjio debaixo da sua tutela, nao lhes deixa 
senao uma apparencia de independencia", em face "da Provincia de 
Buenos-aires"! ( 30 ) O despotismo, nessa hora, attingira o seu apo- 
geu, como o recotihece o illustre Sarmiento. ( 31 ) O exito fora de in- 
clinar o general Rozas a clemencia, para que seguisse o ensino de 
Cesar, que este incluiu em dous versos de Ennius, citados por Sue- 
tonio. Assim acontece? Qual ! requinta, nessa conjuntura, a fereza 
horripilante e a maldosa extravagancia do fabuloso governador. Com 
a serena equidade que os annos insinuam em animo apaixonado, mas 
honrado tambem, diria mais tarde Sarmiento, a "jovem autor", que 



{») 


Ecclesiastes, I, V, 


W; Eun.. prologo. 


<-'«) 


0£fie. de 24-111-42. 




(29) 


Idem, de 16-111-42. 




( 30 ) 


Offic. de 19-IV-42. 




< 91 ) 


"Memoria enviada 


al Institute) fie Francia 



Santiago de Chile, 
1853. Capiiulo sobre la deposition del despotismo. 



— 54 — 

"no recibiera como moneda de buena ley, todas las acitsaciones que 
se han hecho a Rosas, en aquellos tiempos de combate y de lucha". {**) 

A historia filtraria, como sempre faz, os depoimentos dos con- 
temporaneos do sobredito general, separando, dos tnesmos, a= impu- 
rezas ; e antes que comecasse o seu trabalho de mundificacao, enceta- 
do fora elle, por uma recta natureza, sciente e consciente de que fora 
da Argentina, exageravam as cousas ahi occorridas, uns, gragas ao 
terror, oitiros, por espirito de facgdo. ( si ) Assim opina Moutinho, 
em camtmmicacao official, e numa que a esta seguiu, contitiua, como 
ides ler. Relatado ao gabinete imperial o que acontecia depots da 
luta aberta em Santafe contra Mascarilla e seus ailiados do littoral, 
descreve as providencias do rozismo, alarmado com a preamar insur- 
gente. Echague, a 19 de Janeiro, seguiu para "arroyo del Medio". 
a tomar a chefia de uma hoste de 1.S00 pracas, que devem oppor-se 
a Lopez. Contra o sublevado Entre-rios, (de onde posto fora Ur- 
quiza, "por incapacidade delle, segundo" o dictador) moviatn-se An- 
gelo Paclieco e Oribe, que seguiriam avante, depois de se !he unir o 
predito Echague. Exposto o que succedia nos arredores, o diplo- 
mata volve os olhos para intramuros. Grande o numero de "fuzila- 
dos" em Santos-lugares, e aqui. nas prisoes. "Bern penoso e relatar 
taes horrores, mais penoso ainda e presertcial-os. Exagerac,6es ha 
sem duvida nas accusacoes que a imprensa opposicionista estampa 
contra o varao forte que rege esta Republica" ; exagerac,6es e accusa- 
cpes que Rozas attribue principalmente aos circulos de natureza clati- 
destina. ( 31 ) "Mas se sio exagerados e mesmo imaginarios muitos 
actos de carnificina e fria crueldade que se lhe attribuem, resta, po- 
rem, ainda muito no dominio da realidade, com que deva gemer o pa- 
cifico philanthrope". ( 35 ) 

Este, que ali estava como representante de S. Magestade, mimo 
era de Rozas, que o cobria de attencpes, insinceras ou sinceraa, mas, 
sobremaneira captivadoras. O general, como infinitos outros perso- 
nagens do cyclo gaucho, sabia mesclar a rudeza mais hispida, uma 
exquisita fidalguia de maneiras, e ninguem mais do que o diplomata 



( 3a ) Ramos Mejia, "Las neurosis de los honibres celebres en !a his- 
toria argentina", 2." ed., prefacio do insigne e nunca assaz chorado In- 
genieros. Vide tambem Quesada, "La epoca de Rozas", passim. Por de- 
nials sabido e do que sao capazes a ira ou Interepse Jaccionarios! Em Mon- 
tevid&u ehegou a di!fundir-se que Rozas vivia amanceliado com a Ulna. 
Contribuiu este, aliaz, para a obra da calumnia, pois dormia. com D. Ma- 
nuelita, na mesma camara. 

< 33 ) Vide Moutinho a Cruz Lima, of£ie. de 1G-III-42. 

( 31 ) "Segundo elle me disse, escreve Moutinho, nao deixara, com yidfl 
um unico alliado dessaa Lojas secretas, contra os quaes cumpre no seu eti- 
tender que a sociedade se defends.". Cit. offie. 

( ss ) Offie. de 24-11-42. 



— 55 — 

e £ er ido teve ensejos de assistir a tamanha mutacao do humano ca- 
racter. Pois bem, a despeito da reverencia que Rozas amplamente 
|he liberalisava, Moutinho acaba por ministrar-nos um depoimento 
cabal a respeito desse "oraculo" da terra portenha, como de seus pro- 
cessos de mando ; imparcialissimo depoimento, que basta para esta- 
belecermos na historia, um juizo definitive, inappelavel. ( 96 ) 

Em sua nitida visao de quanto occorria ou podia occorrer naquelle 
scenario, o agudo, limpo diplomata algo niais descortinou. Clarissi- 
itio anteviu o drama commovido que os inimigos do dictador represen- 
tariam, em consequencia da derrota federal em Caa-guazu. Eis como 
se desenrolaria, no seu conceito: no 1.° acto, Paz avanca trtumphante 
sobre Entre-rios ; no 2.°, gracas a desuniao dos chef es contrarios a 
Rozas, comeca o desenvolvimento da "forca argentina". ( 37 ) Deram- 
]he completa rasao os factos. Muito pouco durou a concordia, aberta 
phase inversa com a retirada dos auxiliares de Paz. Em consequencia 
desta desercao, diz Moutinho, ficou a testa de 400 combatentes ape- 
nas; os quaes mui escassa resistencia oppuzeram. Com a ma sorte 
das armas, despojado foi, logo, do mando civil e militar da Provincia. 
Triumpharam in-totum as montoneras de Chrispin Velazquez ; sujeito 
que abriu as portas da recem perdida mesopotamia, ao exercito do 
senhor omnijxitente de Santo s-lugares, que adoravam uns, desadora- 
vam outros. As mass gratas perspecfivas sorriem ao governo de 
Buenos-aires observa o diplomata ; quern, ao rcgistral-o, nao pode 
ftigir as seguintes reflexdes. 

"A vista de noticias too favoraveis para o governador Rozas, cau- 
sam eshtpor, de certo, as scenas que se passam nesta Capital, diante 
de mens olhos e de todos os mars agentes extrangeiros: scenas ba.rba- 
ras de vinganca e camagem, que fasiam suppor o'guni desastre na 
campanha, como outras vezes tern succedido. 

As scenas lastimaveis a que acabo de alludir sao os frius e mul- 
tiplicados assassinates que ha mais de 20 diets quotidianmnentc se com- 
mettem entre os aterrados habit antes desta triste povoacao. Parece 
incrivel que um Governo supremo, que concentra legahnente todos os 
poderes e tern, alem disso, a forca material necessaria para faser exe- 
cutor sua vontade, se rebaixe ao ponto de dor aos olhos de tdo grande 
populacao nacional c extrangeira, o espectaculo inconcebivel de um 
chefe flibusteiro que entra nocturnamente nas casas, invade, saqucia 
«? degolla, sem alguma das formalidades que ate no reinado da an-ar- 
chia organisada nao se deixou de praticar cm Franca. &-me repu- 
gnante exprimir-me desta forma; tera V . Exa. a bondade de descxtl- 
par-me, porquanto estou persuadido que S. M. nao me collocou neste 



(*'•) A qualUicagao entre aspas consta do nffie. tie Moutinho, que e oit. 
<"> Cit. of He de 24-11. 



— 56 — 

posto para dissimnlar-lhe a verdade, e nenhuma attcngao huniana po- 
derd faser-me deixar de cumprir o men dever para com o Governo. 

Divididos entre si os sicarios do dictador, inimisados ate a irre- 
concitiabilidade , parecem a porfia dispular qual sera o mais cruel, qual 
apresentard a sen amo imta lista de malor numero de salvajes unitarios, 
degollados, apunhalados, arcakusados, commettendo com as suas victi- 
mas os maiores ultrajes. Corpos tern sido queimados em barri:as de 
alcahao, ao sow- de gritos d' alleluia que soltavam estes canibaes, e no 
momenta em que fogos artificiaes ardvxni em celebragao, ■}& das boas 
noticias, jd do anniversario da subida do general Rosas ao poder, ama- 
nhecendo nos dias seguintes varias cabegas espetadas em differentes 
pracas, cobertas de lacos azues-celestes (cor unitaria). £ porem de 
notar que a -raiva destes facinorosos jd nao e toda dirigida contra 
aquelles que op parent am algiima abastanga, o que fazia dar d palavra 
unitarismo o significado de riquesa, Pois os bens desses desgracados 
eratn logo confiscados e arrematados ou distribuidos por entre sens 
algoses (Sic). 

Tanto vandalismo nunc a pensei presenciar", adverte o diplomata. 
que nest a altura insist e for sua demissao. E proseguindo : " Aletn 
destes assassinios, que ainda duram, howe tambem alguns fuzilamen- 
tos", depois dos referidos em meu officio de 24 de marco, e estes de 
pessoas que haviam por largo tempo jasido em differentes masmor- 
ras desta cidade como prisioneiros de guerra: officiaes que se haviam 
rendido com a vida garantida. Eu mesmo, de minims janellas, fit* 
espectador , nao desse acto iniquo, mas do appurato que o precedeu e 
seguiu, ouvindo a propria descarga que terminou os dias dessas des- 
gragadas victimas. 

Certo Exmo. Sr., e penoso, i muito compungente figumr na so- 
ciedade em que se passam scmelhantes scenas, tanto nuiis que de va- 
rias partes da cidade correm a mim apressuradas muitas pessoas, que 
julgando-me com grand e influencia junto ao dictador, oram pela mi- 
nha interferencia para a cessacao de taes horrores, e SOW obrigado a 
mostrar-lhes hnpassibilidade estudada, que e o fructo amargo da mi- 
nha posigdo politica. Extrangeiros de todas as nagoes contant~se em 
o numero dos degollados'' ' , " sem nada poder •vaier-lhes os vasos de 
guerra" de sua bandeira defies, "nem as representagoes dos -Agentes 
diplomatic os. Felismente ate hoje torn- sido poupados na vida os 
brasileiros ; todavia, tenho continuamente esta legagao cheia de subdi- 
tos do Imperador, tremendo por suas vidas e pedindo unta protecgao 
que em lance tao critico, a nenhum tenho recusado, bcm que na maior 
parte delles, no meu entender, nao tenham merecido as papeletas de 
nacionalidade que Ihes foram dadas pelos nossos consults. 

A vista da expedido V. Exa. poderd faser uma idea de Buenos- 



— 57 — 

aires, <?, comtudo, descortinado tenho apenas uma pequena parte do 
quadra, que nao escapard ao buril da Historia" . (J'' a ) 

Para que o vindouro painel tenha a precisa ficielidade, Moutinho, 
a taes notas, com os seus debuxos informativos, addiu mais estas: 

"Ainda estou aturdido com os fusilamentos" , "nos quartets e em 
Santos-htgares". " Dizem-me que de 1° a hontem, 61, e que nas pri- 
sons raro dia sent 1. Ainda hontem, no quart e! do Re tiro, aqui 
perto, 2". "Nao tenho a menor dvznda" acerca do exposto e inenar- 
ravel ou "inexplicavel e a sensacao profunda e desagradavel que me 
causa a vista do sangue humano que jorra destas ferleis planicies, para 
tingir o mais caudaloso de cntre os rios. Todos os dias recresce a 
inqwietacao das vivos, e delta sao apoderados igttalmente os resident es 
extrangeiros, que nao podem deixar de viver em contacto com a in- 
felis gente do pais, sendo par isso que julgo iiecessario e opportuna 
a presenca de mais 1 vaso de guerra" , para a proteccao dos subditod 
imperiaes. ( 3a ) 

Com algumas pinceladas mais o sensivel Moutinho completa a 
sua tocante pintura, muito de ser conhecida, na aetualktade: 

"Estamos em semana santa, e afim de que V. Exa., escreve ao 
ministro de extrangeiros, possa faser idea, posto que imperfeita, do 
pais em que- resido com caracter publico, bastard diser, jd que falei 
em periodicos, que na mesma gaseta official cm que vein a circular do 
Governo a todos os empregados ptiblicos, para que concorram aos tem- 
ples a visitar os sacrarios, apparece logo abaixo outra circular dos 
commandantes dos corpos, convidkindo os bons patrioias (jd se enten- 
de que toda a cidade deve affluir em massa) a assistir, tambem, no 
dia 30 do correnle, a dons fogos artificiaes, nas ruas em que mora o 
diciador, e noutra defronte de minha casa, junto ao quartel de patri- 
cios. Devon queimar-se em estatua nao so o general Juan Pablo 
Lopes, mas tambem os generaes Pas e Rivera. Isto, Exmo. Sr., nao 
necessita commentarios" , cito-o, "correndo um veu sobre outros factos 
mais ou menos escandalosos, que me parerem improprios de uma cor- 
respondent official. £ sufficiente, para que V. Exa. entreveja 
quai deva ter sido aqui minha posicao". (*°) 

( 3S ) Of fie. de 16-IV-42. 

(30) Offic. de 16-11-42, a Cruz Lima. Em resposta, este, por offie, 
de 21-II, diz-lhe originarem aeo!a os sobreditos rigores, a maxima conster- 
nacao. "A que panto chegou (reflexlona) o embrutecimento da populagao 
da Buenos-aires! " 

( 40 ) Offic. de 24-11-42. Noutro, de 14-1-42, j£ enviara expressivo re- 
latorio ao ministro de estado, ao notificar-lhe que saira de Santos-Iugarea, 
uma forga, para o theatro da luta, muito a malgrado sen. Como esta cir- 



— 58 — 

Comprehendeu-se alfim aa Corte, que nao estava junto ao mons- 
tro um temperamento com a t'ibra necessaria para a quotidiana visao 
de tamanhos horrores, e o digno, integro diplomata foi removido para 
a legaqao junto a Santa Se, transferencia que soube jucundo cheio de 
agradecimento a quem o libertava das tiberianas e neronianas scenas 
de que era theatro a metropole argentina. ( 41 ) 

Substituido foi por um homem de pulso e mente, Duarte da 
Ponte Ribeiro, a quem tanto deveu o Imperio e que pouco depois to- 
tnava a si aquelle thema. As matanqas parece terem cessado a 20 
de abril, ( 42 ) mas, recomecaram logo que foi preciso usar do terror 
cofflo arma polittca, ou logo que houve necessidade de saciar de san- 
gue os facinoras a soldo de Rozas. Em Buenos-aires havia um dis- 
creto proceder no que a isto concerne, emquanto que em extramuros 
a carnificina proseguia descarada, inintermpta. Em Tuctiman, Salta, 
Catamarca, exempli gratia, eram passados pelas armas todos os presos 
ou prisioneiros. Nesta ultima Provincia o frenesi reaccionario des- 
ceu a esta ultima violencia: decretou-se ficavam ao desamparo da lei, 
as mulheres que escondessem um unitario, seja marido, filho, pai. 
irmao ! ! Em Mendoza, o governador Aldao, urn ukase digno delle e 
de sen patrao, declara loucos todos os adversarios, e que como taes se- 
jam encerrados, transferindo-se a outrem a adininistracjio de setlg 
bens, da importancia dos quaes so lhes e permittido gastar, por mez, 
unicamente " 10 pesos" ! ! 

"Nas outras provineias, adverte o diplomata, succede quasi o mes- 
mo", e, "nesta Capital", se bem "tudo apparente tranquillidade e sa- 
tisfaqao", occorrem cousas que suscitam muito reparo. Desde julho 
ha "immensos bailes, alguns magnificos, entre os quaes os dados pela 
policia e a marinba". Diga-se, entre parenthesis, que "um e outro 



cumstancia occasionava desercoes, castigava-se a todo remisso que era co- 
lhido preso, com o arcabuzamento, quando nao com a "fria degola", o que 
alias nao impedia taes desevgoes. Com esta noticia, outia chegava & le- 
gagao: a do fuzilamento de alguns presos nos quarteis. Contava-se entre 
elles, o de um tenente-coronel de Entre-rlos, cuja morte se attribue a "maus 
officios de Echague", Por fim: "A ser como sempre o barometro desta 
Republica, a arjparisao de catastrophes deste genero na cidade, dever-se-a 
presumir que vao mal", para Rozas, "os negocios da campanha". 

( 41 > Liegagao em Buenos-aires, olfic. de 15-V-42. Moutinho agia com 
tanta destreza, que Rozas o cobriu de loas em tiragem subsequente da Ga- 
ceta. Em seu n,° de 12-VII assenta que Moutinho "so conduziu como ver- 
dadeiro amigo deste paiz", onde "deixa os melhores e os mals gratos re- 
cordos", "Pela nobreza de seus sentimentos e condueta sabia, se fez credor 
de toda estima da Confederatjao e em particular do nosso illustre Restaura- 
dor das leis Digno e, S. Exa, o cavaVheiro Moutinho, dos mais altos enco- 
mios, por sua virtude, capaeidade diplomatira, saber e merito eminentes". 
Nesta maneira o proprio Rozas da aos arestos do brasilio diplomata uma 
Irrecorrivel autoridade. . . 

(«) Legagao, offic. de 21-IV-42, ja cit. Vide appendice, 



_ 59 — 

5 6 tiveram dos serenos e da marina, o nome ; porque f oram custeados 
oelo commercio e proprietaries por meio de subscripcao forqada, sem 
au e nenhum se atrevesse a negar-se ou mostrar ma vontade". Feliz- 
mente, verifica o nosso compatriota, que desde o mez supra "nem 
na presos, nem fuzilados". Unicamente continuam os morras, com 
os vivas, em todas as reunioes populares, "a principiar pelo theatro, a 
cu jo proscenio sai toda a companhia" do mesmo, "formada, antes de 
comecar" o espectaculo, "para dar vivas a Rozas e a Representation, 
e rnorras a Rivera", "o mulato", a Paz, "o manco", a "Lopez Mas- 
carilla", em summa, a "todos" os unitarios ! ! ( 43 ) Em face destas 
tetras, acodem a mente as do grande vate cujo exilio deu celebridade a 
fersey: "Eire feroce n'est point difficile; pour ceia I'imbecilite 

mffit". (") 

O novo representante do Brasil, durante sua plenipotencia, ga- 
nhou tambcm as boas gracas do esquivo magnata portenho, mas nao 
o acolberam, a principio, como desejava. Ou porque havia segura 
noticia de seu temperamento diplomatico ou porque em contraste com 
o seu antecessor, passou, nas altas espheras, como pessoa de feitio 
menos grato. Arana fel-o alvo de uma picardia de molde criollo, 
Notificada a enviatura, nao fixou audiencia ao delegado imperial. 
Relatando o caso, em data de 7 de julho, reflexiona Ponte Ribeiro, 
que nas terras platinas, soe nao ter uso, o que de forqado estylo, nas 
outras. "Quanto mais carecem de conhecimento, mais refinam em 
velhacaria, sabendo aproveitar-se de qualquer condescendencia, para 
fazel-a valer como direito". (* 5 ) Se lhe marcou recepcao, por fim, 
a qual teve lugar a 12, as oito horas da noite. Arana, o proprio Ara- 
na, na companhia do coronel Corbalon, um dos favoritos de Rozas, o 
aguardou a entrada do cesareo paco. 

O general, que se achava sentado em um sofa, ergueu-se, adian- 
tou-se ate o meio da sala. Ouvida a fala do brasileiro, res.pondeu o 
entonado argenttno com um "ligeiro discurso", em que transparece o 
desejo de que dom Thomaz Guido, acreditado junto do Imperador, 
fac,a por merecer a benevolencia de S. Magestade e patenteie o anhelo 
que se nutre em Palermo, de que se estreitem as relacoes de ambos 
paizes. Seguiu-se conversacao de grande familiaridade, que durou 
uma hora, finda a qual se retirou o camarista, no que foi imitado pelo 
representante introduzido. Assim menciona o derradeiro o termo da 
entrevista, Despedi-me, "reiterando meu desejo de acreditar, ante 
elle, a opiniao de franco e zeloso pelos direitos americanos, que me 
ufano de ter alcanqado em outros estados conterraneos". Rozas, que 



( 43 ) Ponte Ribeiro, offie. de 24-X-42, 

(* 4 ) Victor Hugo, "CEuvres", Paris et Rome, VI, 42 

(* 5 ) Poate Ribeiro, offic. datjuelle cit. dia. 



— 60 — 

se inculcava o canrpeao de taes direitos, certamente o ouviu com una 
sympathies indulgencia e asseverou sabia gosar Ponte Ri;:*iro desse 
conceito. Instou a seguir, para que usasse comsigo da franqueza 
de seu costume, e isto fosse ao tratal-o corao homem publico, fosse 
ao procural-o como homem particular, ( 48 ) 

Neste convivio, agora mais facil, porque o general tinha reas- 
sumido, a 4, as funccpes que desde 1S40 delegara ao mirtistro Ara- 
na; (") nesta agora mais possivel intimidade, e que teria quiqa meios 
de haver algum informe. . . "Ahi difficiultoso saber o que se passa 
no paiz", visto que "ninguem fala, e menos ha quem escreva", re- 
fkxiona Ponte Ribeiro, quem. numa grafica expressao, traduz a ma- 
ravilha a quietude cemiterial que o envoi ve. (* 8 ) Mas, apesar do 
veu espesso com que as consciencias, tranquillas ou intranquillas, se 
recobrem, nao escapou ao cliplomata um traqo inequivoco de psycho- 
logia desses povos ; traco que, se tiverem em olvido os exegetas, nunca 
acertarao a dar o preciso valor as comnumicacoes delles ou a seus pro- 
nunciamentos, com relacao ao governo existente na America de origem 
lusa. Diffundiu-se, no Riogrande, o boato de um Icvante no Rio-de^ 
Janeiro: a familia imperial buscara asylo em navio extrangeiro, esta- 
belecida fora a republica. Pois bem, a despeito de recentes e reite- 
radas declaraqoes platinas, dos bons olhos com que, em ambas mar- 
gens do estuario, se via a continuacao do regimen vigorante no Bra- 
sil, ficaram evidentes as reaes propensoes ou preferencias de todos. 
Comquanto pessoas do governo ou a elle, vinculadas dessem mostras 
de condoimento, "nao faltou quem deixasse transluzir a natural ten- 
dencia do povo desta" nacionalidade, "em sympathisar com uma re- 
voluciio que estabeleca no Brasil o systema republicano", (* 9 ) 

Fazia o maximo esforcp, para isso, Bento Goncalves, cuja accao 
na extremadtira, se nitidamente seccionisfa, nunca excluiu a melhora 
politka de toda a America portugueza, qxie ainda podia recongie- 
gar-se, pensava ell", ate por um estreito lac,o, desde que nunca jamais 
excluisse a independencia ja effectiva do Riogrande. No momento, 
cogitava-se de instituir um outro, mais opportune, mais pratico, mais 
facil de traduzir em realidade, e delle ja houve menqao. Tinha 
parte saliente nesse importante projecto o honesto Pedro Ferre, e o 
guerreiro sulino com quem se encontrava aquelle em tacita allian<;a, 
Ihe deu conta, por esse tempo, da marcha das cousas de sua terra, no 
que interessava a do seu digno visinho. Assignala, no principio da 
missiva, que nada mais sabia de Corrientes, depois da ultima com- 
municaqao de Ulhoa Cintra, seu ministro plenipotenciario ali, con- 



(*"} Offic. de 13-VII-42. Vide tambem o de 20. 

t 47 ) Decretos de 16-VIII-41 e 4-VII-42. 

(* 8 ) Offic. de 20-VII-42. 

( 19 ) Offic, de 20-VII-42. 



— 61 — 

vindo po f isso, que o sobredito governador estabeleeesse urn correio. 
por via de Samborja. 

Estava agora nessa fronteira, como chefe da mesma, Aranha, 
"official honrado e sujeito de reconhecida prudencia e probidade". 
Fora substituir a outro, a esse que, sem ordem do govemo do Ale- 
ffrete, deixara passar a forca que invadiu esse Estado e penetrou ate 
Paraguay; successo que bastante affligiu o presidente do Riogrande. 
Ta. sabera (continua o ultimo) que estao em armas as provincias de 
Minas e s. Paulo, e que todas as demais, parece, vao seguir o exemplo 
das que foram nomeadas. Diversos batalhoes do exercito imperial 
do sul embarcaram para a Carte, afim de terem emprego acola. "Em- 
fim tudo nos leva a crer, que esta proxima, a queda do unico throno 
que existe na America. De minha parte, espero que se installe em 
outubro o congresso constituinte, para dar, ao mesmo tempo, um golpe 
mortal" no exercito caramuru, "nao somente para desembaracar mi- 
nha Patria da presenca desses monstros, como tambem, num commum 
accordo, dirigirmos nossos esforcos contra o tyranno de Buenos-aires, 
e entao firmarmos solidamente a liberdade de nossos respectivos 
paizes". ( s0 ) 

O tremendo adversario a quern se refere o grande chefe liberal, 
tambem nao perdia de vista os que alliados de facto havia muito la- 
boravam contra elle. Aprestava um formidavel armamento, ja em 
fructuoso moto, e, com o uso dos arsenaes inililares, punha em jogo 
outros, igualmente arruinativos do poder inimigo. Por decreto de 22 
de Janeiro de 1841, a que houve referenda, cerrara os portos do Pa- 
rana e Uruguay, ate segunda ordem, a quantos fossem alheios a sua 
communhao. Por outro decreto, com a data de 5 do mez supra, mas 
do anno entao corrente, foi alem. Trancou toda communicacao com- 
mercial, epistolar ou de qualquer outra classe, entre os habitantes da 
Republica e os povos e portos da costa do Estado oriental, inclusive 
com os da beira do Uruguay, os do rio Negro. Da banda argentina 
absolutamente ninguem podia passar para la de taes cursos dagua, 
nem dar acolhida aos que viessem de taes partes. Os infractores sao 
considerados reus de traicao a patria, reputando-se boa presa os na- 
vios ou cargas da zona posta em anathema. Ora, conforme observa 
Ponte Ribeiro, a incommunicabilidade assim estatuida, nao fere a 
mteresses unicamente da gente adversa, de lingua hespanhola, tam- 
bem molesta os dos riograndenses dissidentes. O decreto "poe em 



( s0 ) Ao rematar a sua carta, que e do Alegrete, em data de 10-VIII-42, 
Bento Oongalves petie noticias a dom Pedro, "certifieando que 6 com a 
ffiaior pureza, seu compatriota e amigo" antepenultimo vocabulo foi 
sublinhado por Duarte, da Ponte Ribeiro, ao envlar copia da epistota ao 
gabinete imperial, com o seu offic. de 9-X-42. Fora publicada em o "Na- 
tional correntino", a 11-IX anterior. 



— 62 — 

sitio os nossos rebeldes", escreve o diplomata, realcando que se en- 
contra agora detida a exportaqao delles, em curso, e "com muita faci- 
lidade", pelo Salto, villiina oriental. Dons dos barcos pouco antes 
capturados, trazem, segmdo se propala, mercadorias de origem con- 
tinentina, que aliaz forcejam os insurgentes por salvar, inculcando per- 
tencerem a individuo alheo as multiplas contendas presentes. ( 51 ) 

Nellas iam intervir, de novo, potencias extra-americanas, cujos 
interesses no Prata andaram em risco. Mandeville, como se disse 
alhures, pergunfou em raiio ao governo de Montevideu, se estavam 
ainda ali de accordo com as bases para um trato de paz, de que se 
cogitara quatro mezes aties. ( S2 ) Em setembro, sabia-se com indi- 
viduacao por que se davan estes passos, inicio de outros, em concerto 
nas chancellarias ultramaiinas. Ponte Ribeiro tinha adiantado o seu 
caminho em Buenos-aires O que se lhe nao fazia "por obrigacao", 
concedia-se-lhe "por obsquio", segundo expressoes de Arana; quern 
"ajuntava em termos da nais intima confianca e amizade, que o Go- 
vemador, e ette, sabem o me lhe devem, conhecem os seus sentiment OS 
e o consideram como de tasa". ( r,s ) Foi gracas a esta favoravel si- 
tuacao perto do fojo do :igre da Pampa, que mereceu em setembro 
lhe referisse a puridade > camarista, o que estava occorrendo entre 
bastidores, "O ministrode Franca, depois de entender-se com o de 
Inglaterra, havia instado com Rozas para fazer a paz com Montevi- 
deu, offerecendo a medkcao de Franca e Inglaterra. Que ja tive- 
ram uma conferencia com elle, Arana, e que nao obstante lbes ter ma- 
nifestado a impossibilidai de uma transaccao, lhes dissera que fizes- 
sem por escripto" a sua proposiqao, "e que ambos entregaram hoje 
as suas notas". Arana 'largamente falou sobre este assumpto, e pela 
conversacao entnidi (reitre o diplomata) que nao esta longe de ser 
admittida a mediacao, asam como que Fructo esta prompto a sair do 
paiz. Lembrei-lhe entao, eu, tudo quanto havia dito a Rozas, acerca 
da parte que o Governo imperial deve ter na mediacao. Prometteu 
communicar-me o que se passar, para participal-o" ao gabinete que 
represento. (**) 

O que consta neste officio, attirtente ao caudiSho que tinha se- 
nhorio absoluto no Uruguiy, parece confirmar o que registra um outro, 
nao da citada plenipotenda, da que funccionava em Montevideu, por 
esse tempo. Merce de um informe confidencial de pessoa com rela- 
tes na mais alta espheia, soube que Rivera autorisara Mandeville 
a of ferecer a Rozas, "o Sacrificio de sua renuncia a presidencia, para 



( 51 ) Offic. de 27-VIII42. 

< 52 ) Legagao em MatevidSu, offic. de ll-V-42. 

( 5a ) Offic. de 15-11-43. 

( 5 *) Cifrado em 2-1X42. 



— 63 — 

obter a paz, sempte que nao houvesse outro meio de a conseguir". ( B5 ) 
Grande o sacrificio, em verdade, poisque era mui notorio que o cir- 
cuit* mais addicto ao general, projectava nada menos do que reelegel-o, 
com um poder vitalicio. ( 5S ) O encarregado-de-negocios, ao trans- 
mitter aquella versao, mostra merecer-lhe credito, em vista do modo 
como se premune, quanto ao futuro, o astute, ambicioso uruguayo. 
Corre, diz, que obteve da maioria da assemblea compromisso escripto, 
de, 1.°, escolherem pessoa que elk designe ; 2.°, que seja tal que o 
nomeie "commandante militar", — "o que (assignala Cruz Lima) 
corresponde ao pacto que fez com Oribe, quando o indicou para a 
presidencia". (") Mas, del dicho al hecho, hay un gran trccho, di- 
ria, de si para comsigo, o marralheiro dom Fructuoso, e quando ima- 
ginavam chegada a hora de lhe apararem as azas, elle atrevido as 
abria, em toda a envergadura das mesmas. 

Nessa propria quadra houve noticia de uma de suas mais arroja- 
das concepcoes, com o devido registro em paginas anteriores, mas 
evento a que cumpre retornar. Foi no tnez entao em curso, id est, 
em setembro, segundo rodos os visos, que tomaram as ultimas dispo- 
siqoes para o congresso de Paysandu; mysteriosa junta a principle, 
que se reuniu em o mez immediato. Qual seria hoje o mappa de 
America, se as circumstancias fossem outras, em ambas margens do 
Uruguay, e termina a reuniao como Rivera almejara?! Falhou em 
parte o que se mirava com a mesma por motivo que patenteia ate onde 
iam as pretenqoes do personagem que em Buenos-aires se acrediton 
capaz de um grande acto de altruismo, renuncia. Fez-se menqao do 
triste desaccordo que enfraquecia os inirnigos de Rozas. Antes de 
chegar-se ao que sabemos, ficou bem patente, mais tarde, no decurso 
das sessoes da assemblea. que o deseniendimento resvalava para o 
tvivel das absolutas incompatibilidades. 

A causa occasional da ruptura foi a nomeaqao do coronel An- 
gelo Nunez, que Rivera figadalmente detestava, para chefe da van- 
guarda do exercito correntino, ( 5S ) As causas predisponentes indi- 
cam-nas os papeis do tempo: de um lado inclinava Rivera a discordia, 
o ciume que tinha de Paz; de outro, propellia este a resistir a aquelle, 
o que nos pianos uruguayos havia de lesivo a integridade do antigo 
Vice-reino. Desde que o percebeu, o illustre unitario cuidou de at- 
trair Ferre e Lopez, afim de que, sosinhos os tres, manejassem a 
guerra contra Rozas. Era o que o seu patriotismo lhe aconselhava, 
mortnente na imminentia de que cessassem as hostilidades, por parte 



t w ) Offic. de S-IX-42. 

(5S) Vide a correspondencia da Legaqao em Montevide'u, que o an- 
nuncia, para a Carte, do modo mais categorico, 
( ST ) Cit. offic. de S-IX. 
( 58 ) Legagao em Montevideu, offics. de 17-111, l-IV-42. 



— 64 — 

da Banda oriental, se a mediacao europea logra estabelecer a Concor- 
dia entre Buenos-aires e Montevideu. Antevisto o perigo de que se 
tornasse irreparavel a desharmonia com Rivera, suscitou um piano: 
as Ires entidades supra, ate ahi em amanca com o Uruguay, obrariam 
em separado, convocando "um congresso em Corrientes", "com o 
fim de constituir-se o paiz" argentine, "e proporcionar recursos" aos 
que o escudavam contra o despotismo. ( 69 ) 

A despeito, no entanto, da surda, grave desintelligencia concor- 
reram todos os nomeados personagens, nao a esta assemblea em pro- 
jecto, sim aquella que dom Fructuoso promovera e a que tambem de- 
via comparecer Ben to Conceives. Tamanha questao fazia o penul- 
timo da presenca do derradeiro, que em meiados de setembro nomeou 
o coronel dom Melchor Pacheco y Obes, uma das mais brilhantes fi- 
guras do partido Colorado, para ir ao Alegrete, na qualidade de minis- 
tro plenipotenciario, afim de acompanhar o presidente da Republica 
riograndense, no seu transito ao ambito da sua visinha, ao sul. ( 80 ) 
Este passo, que encheu de estupefacqao a muita gente no Prata, foi 
o preludio de outros, que mergulharam em iundo assombro, inquieta 
displicencia, as legacoes imperiaes existentes em ambas as margens 
do estuario. Duas peqas informativas, que de Montevideu remette- 
ram a Corte, explicam assaz a turbaqao, e indignacjao que dominavam 
naquellas casas. 

Noticiam que "o Soberano" continentista vinha acompanhado, 
alem de Melchor, "agente diplomatico", pelo ministro da guerra da- 
quelle, por alguns chefes e officiaes, como por "uma escolta de ca- 
vallaria, de 100" pracas. Chegou ao Salto, "com essa grande comi- 
tiva, a 10 de outubro, pelas 2 horas e teve a mais lisonjeira, mais ca- 
rinhosa, mais afagadora acolhida". "Nada eflectivamente se omit- 
tiu para agradar a Bento Goncalves. A sua entrada e recebimento 
verdadeiramente foi triumphal: nao se faria melhor ao mesmo Rivera. 
Sairam as autoriuades todas, com os visinhos mais notaveis do povo, 
a esperal-o a uma legua, e a sua entrada romperam em repiques os 
sinos e as salvas de artilharia e os foguetes": demonstracoes de jubilo 
"que nao cessaram, emquanto nao chegou a casa que lhe estava des- 
tinada", a porta da qual "se puzera uma guarda-de-honra". — "Im- 
mensa gente havia nas ruas do seu transito ; as casas estavam todas vis- 
tosamente embandeiradas ; em forma toda a guarda-nacional, havendo 
vivas enthusiasticos ao Presidente da Republica riograndense, etc., etc. 
No meio delles chegou por fim o dito Soberano, com a sua grande 
e luzida comitiva, ao magnifico alojamento que se lhe tinha preparado, 



( 5S ) Idem em Buenos-aires, offic. de 9-X-42. 

(*°) Cit. offic. de 9-X. Mais os da Legagao visinha, em 24 e 27-IX, 
8 e 29-X-42. 



— 65 — 

sonde o esperava abundante e selecto refresco em o qual se deram 
muitos viva ao Presidente Rivera, a seu alliado o Estado riograndense, 
a seu digno presidente, Bento Gontjalves, e muitos morras a. . . Rozas. 

O recem-chegado, como os de seu sequito, brindaram tambem, 
e com enthusiasmo, as autoridades da povoaqao", como a outras pes- 
soas gradas. Effectuou-se urn opulento agape, depots de outra ceri- 
monia, em "homenagem" a Bento Goncalves. Assistiu elle ao des- 
{ik "da guarda-nacional, que passou em contmenria" diante de "s. 
exa.", toda ella, O burgo nascente, hoje florida cidadezita, "con- 
tinuou embandeirado ate 11"; vespera do dia em que o egregio visi- 
tante, depois desse descanso, tomou lugar em navio que tinham posto 
as suas ordens. Dahi proseguiu na viagem, indo ter a Paysandu, o 
poTto de destine ; onde tambem "se lizeram grandes preparativos", 
com o fito de repetir os festejos e mimos ja descriptos. Recebido 
aquelle presidente com uma salva de 21 tiros, Rivera, depois de assim 
tjotificar ao mundo qual o predicamento que lhe reconhecia, offere- 
ceu-lhe regio bade, para que maior fosse alhures a atroada. ( ei ) 
Mais iez, scgawlo Pereira Pinto: em documento proclamatorio, de- 
clarou o Riogrande uma "Nacao livre e independente"! (° 2 ) 

Mencao houve, para traz, do reduzido exito do congresso, em 
consequent a de traduzir-se, com a maxima clareza, o non possumns 
do general Paz. A legaqao do Brasil em Montevideo julgou ter apu- 
rado quaes as effectivas resultancias do solemne encontro. Dissol- 
vera-se a primitiva "liga contra Rozas", que outra substituia. Se- 
gundo era corrente, "se assentou que as provincias de Santafe, Cor- 
rientes, Entre-rios, e Estado oriental fartam uma nova Contederaeao, 
o que deu motivo a separar-se dos demais o general Paz, que debalde 
se oppuzera ao projectado desmembramento da Confederacao argen- 
tina", ( 63 ) O diplomata brasileiro em Montevideu percebeu com 
seguranca, apenas, o que se tramava contra a integridade do senhorio 
de Rozas, mas, escapou-lhe o piano a esse correlativo, que outro agente 
imperial o da contracosra, desvendou com nitidez, como alhures se 
registra. Curnpre aliaz reconhecer que Regis, se andou urn pouco 
as tontas, nas primeiras horas, abriu mais xarde, urn pouquito, os ollios 
do entendimento. 

Volta ao thema, para o fina do mez, reiterando o que ja era por 
demais notorio, a saber, que "Bento Goncalves recebido em Sandu 
como soberano e attendido como tal". Parece, (escreve a seguir) 



( 81 ) Vide offic. de RegJa em &-X-42 e pecas an n exa s: cartas de nm 
faaendeiro, de Tacuaremlw, em 27-IX e do Salto era 15-X-42, e a de Do- 
mingos Duarte Maneores, tambem do Sa'to, em 14-X-42. Vide ainda o 
offic. do vice-consul brasileiro, em 31-X-42. 

C 2 ) "CollecQao de tratados", III, passim, 

(«) Offic. de 8-XI-42. 

3 — 6.° Vol. 



— 66 — 

que algo do qut ali se convencionou permanece "ainda em reservado". 
Neste seu officio, Regis confirma quanto se propalava a respeito de 
Paz, cuia sepaia<;ao, escreve, e um facto consummado. Bento Gon- 
qalves, ao revtz, "perfeitamente de accordo com os tres" outros, 
"mui particula'mente com Rivera" ; quern lhe forneceu grandes 
elementos mate'iaes de guerra, ja em marcha para o Ategrete. As- 
segura-se, prosfgue Regis, ter promettido a Bento Goncalves, que im- 
mediatamente qje se visse desembaracado de Rozas e Oribe, lhe pres- 
taria todos os aixilios que pudesse, elle e a Republica oriental, para 
libertar e faze: independente do immoral e despotico Govemo do 
Brasil, a nova Republica riograndense. Estas palavras de Rivera, 
dizem-nos, prorunciadas com emphase, na conferencia, acolhidas fo- 
ram com demoistracoes de appro vacao, parti cularmente pelo gover- 
nador Ferre, o qual dirigindo-se a Bento Gonqalves, of fereceu em 
nome da Repullica argentina, e especialmente da Provincia de Cor- 
rientes, todos c> auxilios que lhe pudesse dar, depois de derribar-se 
o tyranno Roz;s do Governo, com o mesmo objecto que havia ex- 
pressado Riven; pois estava no interesse de todos, que a Provincia 
do Riogrande f>sse um Estado independente, protegido pela Republi- 
ca argentina e Istado oriental". 

Bento Goncalves, (additam) muito satisfeito com o que ouvia, 
prometteu contcbuir para a luta, com a arma que mais faltava aos 
cabos alliados, d est, com a de infantaria, em numero de umas 700 
carabinas, "poique ella nao lhe era necessaria para sustentar-se" a 
proxima campaiha, "e hostilisar com vantagem o exercito imperial, 
ate que Rivera e a Argentina o auxiliassem efficazmente". Depois 
delle, tomou a nao o ultimo, para exigir fossem escorrae,ados os ori- 
bistas que se ajitavam a par dos caramurus, na fronteira do Serrito, 
destacartdo-se, tntre estes, Dionysio Coronel, agora a testa de 200 
blancos ou indi'iduos que taes se dizem. Bento Goncalves compro- 
metteu-se a peseguibos, ate o completo exterminio delles, no que 
contava (aggre^ou, por ultimo, o continentino) sempre houvesse a 
precisa reciprocdade. ( e+ ) 



(64) offtc. le 23-XI-42. Com a de 1-XII, remette trecho da cit. folha 
publica da Provacia regida por dom Pedro Ferre, cujo bom caracter a 
legagao em outrapeca exalta. ts o n.° que traz a descripgao da viagem do 
"Presidente da republica riograndense" ate o "quartel-general do General 
Rivera, a dtias tguas de Paysandu (barra do S. Francisco)", onde aco- 
Ihido "con los haores de sti rango". "Se aloj6 despues en la misma villa, 
(contlnua) aumatcmdo el numero de los esclarecidos huespedes, campeones 
ilustres de la Wertad, que ella ha tenido la fortuna de abrigar, y cuyo 
suceso formarti tn duda una epoca memorable, y muy digna de afianzar 
y extender los gandes y nobles compromisos de los haoitantes de aqaei 
departamento, e* obsequio de los principios civilizadores y liwnanitarios, 
que impulsan a os Ejercitos aliados contra el feroz tirano de la Repu- 
blica argentina". 



— 67 — 

Bastante esclarecido o notave! successo, mas, antes de passar ao 
relato de outro, convem por em reake dous aspectos da politica de 
Rivera, com o mesmo connexos. O primeiro foi o modo como se 
desenvenci!hou dos embaracos com que suppoz enredal-o a diplomacia 
imperial. £ de saber-se que, tratando dos eventos de Paysandu, Re- 
gis, em notas de 22 de outubro e 8 de novembro, requereu explica- 
coes do que lhe pareceu insolito ou attcntatorio dos direitos de seu 
augusto soberano. Vidal, o ministro das relacoes exteriores do Uru- 
guay, respondeu como ja e mui notorio, Meros festejos a data an- 
niversaria do combate de Sarandy, que o povo quiz prolongar de 10 
a 12, e dahi as salvas da esquadrilha, etc. Bento Goncalves julgou 
talvez que se devessern omittir e a legaqao reclama contra ellas. . . (* a ) 
J^Ienos justo ainda e "pretender-se" que se nao recebesse o predito 
riograndense. Estando elle "a cabeca de forca consideravel de gente 
armada, e occupando urn extenso territorio limitrophe, e contrario ao 
direito que todo o paiz e Govern o tern, de consultar, por quantos 
meios possa. a remocao ou cessacao de males, que tal visinhanca 
lhe causa. 

. Todas as sociedades politicas, seja qual for o seu caracter, e 
categoria, sao responsaveis as outras sociedades politicas, por sua 
conducta ; isto e, estao sujeitas as obrigacoes ordinarias que o direito 
das gentes lhes impoe, assim como a reparar as violencias que seus 
subditos facam aos direitos de outrem: do que resuita, que nao po- 
dendo o Governo Central de S. Magesta.de ser responsavei por accdes 
sobre as quaes nao pode exercer o seu poder, e necessario que os ha- 
bitantes desse paiz, momentaneamente subtraido a sua autoridade, res- 
pondam por essas accoes. Para isto e necessario communicar-se e 
tratar com quem se acha a cabeqa destes habitantes, e, fazendo-o com 
Bento Goncalves, o Presidente da Republica", e claro, "nao viola 
principio algum do direito das gentes, nem ha motivo justo de quei- 
xas e protestos". 

Motivo sobrado teria, para formular umas e outras, nao se es- 
quece de o dizer Vidal, em nome do governo do Paiz, e em face 
dos obsequies e patrocinios que se deparam- a Dionysio Coronel. Er- 
guendo broqueis contra as autoridades constituidas no departainento 
de Serrolargo, esse individuo vive na maior intimidade com os funccio- 
narios da raia a servicp do Imperador! Feito este revide, o ministro 
se nega a examinar outro ponto, id est, o da promocao de Melchor, 
por services recentes; palavras em que Regis entendeu fazer-se refe- 
renda aos prestados como diplomata acompanhante de Bento Gon- 



( 85 ) Esse militar eontinentino mandava uma das unidadea da hoste 
de Bento Manuel, que foi faatida, na guerra dos patrlas, em o commerao- 
rado combate. A isso allude, com industriosa ironia, o ministro uruguayo. 



— 68 — 

qalves. Ao topico da nota brasileira, que trata do assumpto, a cou- 
testacao do ministro foi esta: que "seria indigno de seu lugar, se 
descesse a dar satisfacao dos motives que obrigam a promover urn 
militar ou a explicar a classe de sefvicos que queria premiar". A 
nota de 8 "compromette altamente a circumspeccao do Sr. Encarre- 
gado-de-Negocios", conclue. ( m ) Replicou este a 12, revidando im- 
mediatamente a chancellaria uruguaya, que repete e accentua o ar- 
gumento de sua nota precedente. ( BT ) 

A gestao de Regis nao havia de ser das niais ditosas. Nao no 
fdra tambem a de seu antecessor. Deixou o posto, depois de receber 
ttma severa mercurial do gabinete fluminense, por um passo em falso 
que dera. Allude-se ao desazo de haver feito um convite menos 
proprio, sujeitando-se a uma affrontosa descortezia, occasionada por 
tao erroneo passo. Cruz Lima, como quizesse attenuar as mas ini- 
pressoes do ministerio de extrangeiros, allegou que a gente do Paiz 
Jesconhecia as leis da etiqueta. Nao andava quica familiarisada com 
is regras desta cartilha, mas, do que nao ha duvida e que se exhihia 
lestrissima na luta diplomatica, muitas vezes, e o incidente supra 
>astante o attesta. Nao se pode esquivar melhor um governo das 
remendas responsabitidades que Ihe advieram, em consequencia das 
itrevidas combinac.oes que, a seu talante e em boa parte contra gente 
ie peso no circulo director da Republica, emprehendera com des- 
issombro, o presidente da mesma. Regis, que provaria outros maus 
toccados no decurso de sua enviatura, consolou-se de seu nenhum 
exito, no que concerne a este assumpto, sabendo o que se lhe fazia 
(onstar, a respeito da boa intelligencia dos caudilhos das provincias 
dbeirinhas do Uruguay. "Insistent em asseverar-Uie diversos brasilei- 
ps da fronteira, diz para a Corte, que nunca se realisarao os soccorros 
Jos rebeldes contra o general Rozas, pela opposicao de alguns do setts 
<audilhos, sendo inteiramente nulla a influencia de Bento Goncal- 
res". ( 6S ) Nisto os factos deram absoluta confirmacao ao que com 
eimosia se lhe ass-verava, conforme se explana alhures. 

O segundo aspecto da politica uruguaya a considerar e o seguinte. 
ige quod agis, a fecunda regra cesarea, olvidou-a sempre Rivera. 
5e propenso ao ideal que foi o de todo o platino, universalmente dese- 
psos, todos elles, no intimo, de que desapparecesse o unico throno 
snericano (tendencia ainda havia pouco realqada ante os olhos de 
Tonte Ribeiro) ; por que viver nos eternos giros e regiros que hao 
sdo memorados? Suppuzera Jose Mariano em 1841 que s. exa. 
ravia por fim mudado de systema e que fixara as suas preferential 



C 6 ) Nota de 9-XI-42. 

< BT ) Vide notas dessa data. 

( aa ) Of fie. tie S-X-42. Idem de 31-X-42, 



— 69 — 

ma s quantas hesitacoes ou tergiversacoes, depois ainda, no caudiiho? 
Acora tinha defitiitivamente cambiado de rumos? "Parece que dam 
Fructos se vai manifestando hostil com o Brash", poisque alem dos 
extraordinarios festejos a proposito do anniversario do combate de 
Sarandy. limitados noutras occasions a uma salva, ja ao commemorar- 
outro combate, o de Rincon, "a esposa do general deu um jantar". 
Isto g era desagrado em parte da gente desta cidade, glosa o diplomata : 
nueni affirma que jubilosos com isso os adeptos de Oribe. Alegrissi- 
nios porque reputam novidade para breves dia&, uma guerra com o 
Imperio. ("'■') 

Estava a dormir de olhos abertos, o brasileiro, porque diffunde 
estas noticias em torn dubitativo, depois. dos factos de Paysandu, a 
que ainda se refere no mesmo officio, e mormente depois de confe- 
rencia em que o presidente da Republica se nao escondeu mais. Tres 
tnezes antes da precedente communicacao fora o encarregado-de-nego- 
cios a presence de Rivera, encontraimo-a com o ministro Vidal e com 
Jose Luiz Bustamante, secretario de s. exa. Retirou-se logo o pe- 
nultimo e Regis, entrando a fazer o que o levava a casa do governo, 
manifestou estimar que s. exa. houvesse tornado a Montevideu, para 
por termo a vexames de que eram objecto os subditos de S. Magesta- 
de, addindo que contava sobre elles se nao fizessem pesar os males 
da guerra. A isso o presidente "contestou com enfado: que por de- 
nials respeitados os brasileiros, de quem tinha muitas razoes de queixa. 
Nao se lembravam que pobres tinham vindo para o territorio orien- 
tal, ao fugirem da revolucao de seu paiz", e agora "o calumniavam a 
cada passo, quando ahi haviam enriquecido". Oppoz-lhe o interlo- 
cutor, que, se assim era, tinham progredido em terras que haviam 
comprado e valorisado. "Tornou" Rivera "nao ser exacto", para 
additar logo que "tinham vindo sem nada trazerem" comsigo. Que 
"a custa de muitos roubos haviam prosperado, e que, em sumtna, 
eram uns ladroes I" 

"Reprimindo-se a custo", obtemperou o diplomata admirar que 
houvesse cotisetitido persistissem em seu gremio elementos dessa or- 
dem, e que os prejudicados, por elles nao tivessem recorrido aos tri- 
bunaes. Sem deter-se a appor glosas ao que ouvia, Rivera continuou 
em seus intemperantes desabafos: "que bem sabia, que o andavam 
ameacando com o brigadeiro Bento Manuel a testa de 4.000 brasi- 
leiros que havia na campanha, para o atacarem, se recebesse algum 
revez em Entre-rios". Mesclou s. exa. a esta queixa, umoutra, con- 
cernente a Dionysio Corone!, qvie protegido era pelas autoridades ca- 
ramurus, etc., etc. Depois de replica sem effeito, Rivera, prose- 
guindo, esteve duas vezes a exaltar-se de novo, quando Regis, com 



( 6!< ) Offic. de 8-X-42. Idem de Sl-X-48. 



_ 70 — 

evidente inopportunidade, volveu a falar em prol de sens nacionaes, 
habitantes do interior, e buscou refutar o que se dissera a respeito de 
Bento Manuel. 

Em face da transbordante displicencia do chefe do Estado, Regis 
"observou-lhe" por fim, "com toda a moderacao e delicadeza, que 
reparasse, que a sua elevada posicao inhibia" o encarregado-de-ne- 
gocios do Brasil, de "contrabater no mesmo torn: que estava prompto", 
comtudo, "a entender-se com o Ministro" de s. exa. Findou tudo 
"na melhor harmonia", escreve simploriamente Regis, se bem tra- 
duza, a seguir, as condusoes a que chega, de quanta occorreu na en- 
trevista. Penso, diz, ingenuo, que "dom Fructuoso esta mui reoeioso 
das intrigas do brigadeiro Bento Manuel com os rebekles". Penso, 
com isto, que recaira o peso da guerra sobre nossos compatricios, aqui 
domiciliados. Rivera nao me occultou ate onde se resalyeu a ir: 
"em caso extremo, tudo pegara em armas, sem lbe importarem recla- 
macoes". ( 70 ) Nunca ousara o caudilho ir tao longe, no descobrir 
as baterias! Mais que transparente e que se determinara a ter mar- 
cha immutavel, nas suas relacoes com os gremios contendores em 
nossa extremadura ; politica ja assaz manifesta no que tinha occorri- 
do em Paysandu. Sobre verificar-se o que para traz e citado por 
duas vezes, escreve da rata pessoa de bom informe, que "os farrapos 
sao alt muito attendidos", ( 71 ) affirmativa que multiplas outras con- 
firmavam. Indubitavelmente, o general tinha agora tornado urn 
partido. 

Tarde, porem, adoptava dom Fructuoso uma orientacao logica e 
firme ! Quando entrou nestes caminhos, se o circulo de Bento Gon- 
ealves permaneceu fiel ao que na villa supTa convencionara em nome 
dos continentinos, a immensa maioria destes perdera toda fe no 
alliado e succedeu-lhe o que nao esperava e devia ter em vista. Nessa 
delicadisstma conjuntura internacional, manejaram-se os nossos pro- 
hovnens, com t» C&kukra «£tsktarocate m^T?.5S«T05 de. que Uses dera 
tantos exemplos o mesmo Rivera. Id est, manejaram-se como ja 
haviam, feito em curcumstancias de gravidade equivalentes em 1839. 
Retrairam-se e trataram com os inirnigos do presidente uruguayo; 
dupla esquivanqa ou fraude que a diplomacia da coroa poe em relevo, 
na sua correspondencia. Discreteia que os rebeldes tinbam apren- 
dido com Rivera a ser dobres. Melhor diria que os insurgentes 
usam como resa o proloquio. Isto e, que se curam da mordedura 
com o pello do proprio cao que a perpetrou. 

Os anteriores maus procederes do caudilho geravam os dos far- 



(">) Offic. de 28-VII42. 

( T1 ) Carta de um fazendeiro, ja cit, e annexa a offic. da legacao, carta 
essa de 27-IX-42. 



— 71 — 

os ja se deixou evidente, como vao ficar agora os pessimoa effei- 

delles, para s. exa., no estrondoso evento militar da mez seguinte. 

. aue houve para traz opportune relate. Antes dessa ruinosa der- 

rota houve outra, porem, no tapete diploinatico, a cuja mencao e de 

enc ja voltar, depois de feito o historico de um successo mui grato 

aos extremenhos dissidentes. 

Occorreu elle a 12 de dezembro, data em que um decreto do go- 
verno de Montevideu abriu o rio Uruguay a livre navegacao. Tinharn 
az0 aquelles, bem se ve, de sortirem-se, nao mais na Capital, sitio 
afastado, e sim em porto mais proximo, o do Salto. Registrado isto. 
cunipre nao retardar a narrativa do facto mais relevante a que se fez 
ja concisa referencia, que e a mediaeao europea. Conjecturava o ga- 
binete fluminense que nao fosse admittida pelo dictador portenho, 
conforme patente no que manifestou ao imperial agente acreditado em 
Londres. (™) Expediu, todavia, seus preceitos, ao de Buenos-aires, 
e com insistencia, porque temeroso ante a circumstancia de Inglaterra 
e Franca agirem sosinhas. ( T4 ) 

Estava a perder o tempo, a chancellaria imperial, visto que nin- 
guem almejava a mediaqao com sinceridade, na orbita administrativa 
de ambas margens do Prata. Verificareis o que detta pensava Rozas, 
De sua parte, deixara antever em qual estima a tinha, o mesmo Ri- 
vera, no que simultaneamente emprehendia em Paysandu. Depois, 
tudo, quanto a elle, ficou bem clam. Deixara correr a iniciativa eu- 
ropea, convicto do infallivel repudio desse passo, na outra banda. 
Quiz apenas "ganhar a sympathia dos mediadores": se recebida acola, 
o pre&idente do Uruguay positivamente se tiegava a toleral-a. ( 75 ) 
Consta, quanto se acaba de expor, de reflexoes ou illacpes do ar- 
guto Ponte Ribeiro, e pode, em boa parte, servir de glosa a umas ou 
outras, um documento coetaneo, que convem cttado, pois contribue 
para lancar bastante luz sobre aquelle transcend ente, mui turvo scena- 
rio. Trata-se de epistola de Rivera a Ferre, cuja copia figura junto 
ao officio por ultimo citado, da legaqao imperial. Allude, no princi- 
pio, a recente choque naval. Garibaldi, cumpre expor num paren- 
thesis, fora nomeado commandante da nave Constitution, e depois, 
da totalidade da esquadrilha oriental. ('*) Havia com ella singrado 
para o Uruguay, em cujas aguas penetroa, logo seguido pelas mais 
fortes velas de Brown, o almirante argentine 

Houve encontro renhidissimo, ao fim do qual o glorioso italiano, 
como visse em risco as suas quilhas, obroti como na Laguna: incen- 



< T2 )-( 7S ) Offic de 21X11-12. Idem de 6-X-42. 
< 14 ) Offic. de 7-X-42. 
( TS ) Otfic. de 25-XI-42. 
( Te ) Idem de 24-111-42. 



— 72 — 

diou-ase foi pugnar em terra-firme, com a gaihardia de sempre. (") 
£; o qui menciona Rivera, alludindo tambem a obscuro ou duvidoso 
precede" do inglez a servic.0 do despota portenho. Ha noticia do 
transe jor que passou Brown, "apesar de sua triste victoria sobre 
Garibalii", escreve na carta supra. Rozas Ihe nao perdoata a ma 
intencao que teve, se bem passageira, "de jugarle tin tornillo. Rosas 
sabe lo me hubo de serio en este negocio y estd persuadido que Brown 
cambio il ver la derrota de Lopez y el amago de la invasion sobre 
este pan". Pensa listed muito bem, (prosegue) acerca da media- 
cao ango-franceza, isto e, que iria devagar e cbegaria tarde, poisque 
o inimigo ja prompto, e mui provavel e que possa agir no entrante ou- 
tubro. E de notar-se que seus 12 a 15.000 homens se acham reduzi- 
dos a 6ou 7.000, ja. em si desfalcados, porque preciso distrair contin- 
gentes, nanter-se a linha de communicacoes. Assim e que Rozas tera 
apenas ) ou 6,000, para entrarem em campo; gente essa que ha de 
encontrar outra, de igual numero, com algumas vantagens, se bem 
innegavd que o adversario tenha as suas. Voltando a mediacao, devo 
assignaLr que prosegue com actividade. Ate IS do corrente setem- 
bro, Ro:as nao respondera. Nao creio aceite, e se inclinado a acei- 
tar, nao vejo como se desembarace das questoes a ella connexas. 
Exemplt: a navegacao do Parana. 

Exaninados esses thentas, Rivera passa a um, que andava a 
preoccujar a chancellaria uruguaya. Concluso o a juste de Paysandu, 
houve itea de attrair para a liga o governo de Assumpcao. ( 7S ) E de- 
prehend<-se dos termos aa predita missiva, que Ferre noticiara en- 
cerrar-s< no insulamento systematica de Francia, a regencia dua! que 
o substiuiu; attitude que o caudilho uruguayo nao desapprova e ex- 
plica po-.que. "A politica e prudencia (discreteia o secretario de Ri- 
vera) a:onselham o Governo do Paraguay a manter-se por algum 
tempo rtcatado, porque lhe succede como a um convalescente, que, se 
tiao vaipouco a pouco, recai e morre".., "Las ideas filtran aim 
entre pelascos, y si caen en terreno que no estd preparado, producer! 
estragos . . " listed no pnede ser indiferente al Paraguay, conocicn- 
do las qie culliva la diciadura o las " de cualesquier gobemante por- 
teno, am que no sea Rosas". Ja fiz insinuates em Assumpcao, 
(contima) para que essa Republica descortine os riscos de que estara 
ameacadi, se triumpha um tal homem. Faz este crer o que She con- 
vem solre o Paraguay e devem tel-o em conta os mentores delle. 
Verdadee que se repellem os embaixadores extrangeiros, confirmam 
as especes que o dictador espalha ; mas, se os admittem, com elles en- 
tram os lgentes de Rozas ... O que aconselha a situa^ao, conseguin- 



(«) Idem de 1-IX4Z. 

( 78 ) Vide legagao em MontevidSu, offic. de 8-XI-42. 



— 73 — 

temente, e que nessa Republica marchem as cousas a pouco e pouco, 
ate Que seu governo se consolide. O mau e o defeito que tem, isto e, 
"serein dons" e nao um tao somente os regedores do Estado, addita 
ladinissimo gaucho, por meio da penna de quem teria presente a 
sentence homerica, vertida, a maravilha, pelo nosso Odorko Mendes: 

Datnna e empece de tmdlos o primado, 
Um so governe . , . 

E conclue, advertindo que "tambien Francia ha dcjado yermenes que 
solo desaparecerdn bajo una mano prudente y firme". Dil-o, sem 
saber que um dos dous consules, homem com um punho desse feitio, 
ja se aprestava para acabar com o que Rivera considerou anomalo e 
que precedeu a ferrea autocracia lopezca. ( T9 ) 

No que mostrou uma visao menos segura o missivista, em tudo 
quanto passa por seu exame, foi no capitulo referente ao armamento 
portenho. Houve leviano optimismo, severa, tragicarnente castigado. 
Oribe, mais bravo do que Rivera, nao possuia o tino guerrilheiro do 
emulo, como fico\i patente na campanha do anno 38, mas, completara 
o seu tirocinio militar nas planicies argentinas. Com esta vantagem, 
outra, de soberano merito, no certamen em inicio: trazia comsigo uma 
hoste apparelhada com amor, pelo tremendo genio malefico de Rozas, 
e hoste em que a infantaria obtivera uma singular, preponderate re- 
presentacao. No campo do dictador, sobre haver a superioridade nas 
armas, havia a da disciplina, que o temor de Rozas inspirava, que o 
braco de Oribe sabia manter inflexivel. A tao ameaqativos factores, 
que e o que cantrapunha Rivera? Vai dizel-o uma autoridade de sua 
propria bandeira e de merito irrecusavel. Segundo o illustre e indi- 
toso Cesar Diaz, a tropa oriental, antes do cataclysmo que a reduziu 
a zero, "no tenia organisation y sistema propiamente dicho, ni dis- 
ciplina, ni ninguna de aquellas circunstancias que constituyen la fuersa 
de un ejercito, excepto sin embargo la constancia y el valor. Era uma 
masa colei tiva heterogenea, sin enlace mutuo en sus partes y sin ar- 
monia en el conjunto". 

Estes eram os seus elementos proprios e os alheios que Rivera 
capitaneava ; elementos que pudera aproveitar, como a situacao exigia, 
comquanto "abalados por successos anteriores". Devera tnanter-se 
a beira rio, treinando as forcas da sua e da terra convisinha, emquan- 
to em ambas margens do Uruguay se consumasse o prepare para a 
lula. " Asi se kubiera conducido cualquiet general de mediocres luces 
y con la conciencia de su responsabitidad" . "Presumpcoso e vao, en- 



( 79 ) Vide este documento, em copia, na eorrespondencna Ae tVute 
Ribeiro. 



— 74 — 

tendeu Rivera o contrario. Desde que se viu a testa de 6.000 bomens, 
numero que nunca tivera sob suas ordens. perdeu totalmente o tino 
ou aprumo que Ihe restava. "Sin criteria alguno para jusgar de sus 
aptitudes militares" , arriscou-se a um choque decisivo. A resultan- 
cia havia de ser a que ji sabemos e para traz se registrou, addindo 
uma particularidade assaz desmerecedora do caudilho e que Cesar 
Diaz nao esconde, comquamo seu confrade. Francisco I poude es- 
crever a mat, que na sua derrota ultrafamosa tudo se perdera, menos 
a honra. " Aqui el general inniendo mas el riesgo de su vida, que la 
tremenda responsabilidad de la de los soldados puestos a su cargo, se 
separb de su ejercito cuando estaba todavia- indecisa la victoria, dejan- 
do en el campo de batcdla, rnasas enteras, que con menos cobardia, al- 
guna serenidad y algunas ideas estrategicas hubiera podido salvar o 
impedir, cuando menos, que fitesen completamente acwchilla-das" '. Sem 
o minimo esforeo em tal sentido, o generalissimo do Uruguay, com urn 
punho de officiaes e pracas vadeou o rio do predito nome, no Salto, 
"e foi em socego postar-se an Queguay. . . " 

Neste sudario exposta, a trac-o de sangue e sanie, a militar phy- 
sionomia do endeusado estratego Colorado! Neste outro, o que fora, 
o que era, cotno administrador de seu nob-re povo: — Estava o paiz 
em completa miseria. "No tenia dinero, porqiie el genio dilapidador 
de Rivera traia constantenunte exhaustas las areas del Estado y era 
un obstaculo permanente para todo sistema- de admimstracion regular 
y economic®. No tenia crdito tampoco" la Republica, "porque la 
inistna rapacidad insaciable" "habia extendido su inalefico influjo 
xobre la fortuna particular". "Rivera que no conocia la guerra re- 
gular y que nunca habia liecho nws que acaudillar montoneras, obro 
en esa ocas-ion segun los prlncipios de su escuela". Nem tratou de 
constituir um exercito de reserva, para affrontar o sobrevindouro, que 
arrasara o seu, no arroio Grande, nem cogitou de precaver o Paiz, em 
extremo perigo. Batido, conservou-se impassivd, como se tal cata- 
clysmo nao houvesse occorrido ! ! Ao atravessar a villa do Salto, a 
7, com uns 400 sobreviventes da grande calamidade — algtins a pe, 
com o freio a mao — nada fez para arregimentar uma resistencia. 
Nada, absolutamente ! Foi assim, de bracps cruzados, que se pos- 
rou a beira do sobredito curso dagua, como quern deseja assistir de 
palanque ao drama que rapido se desenrolava para traz de si. Nao 
podia ser mais tocante o scenario que tragico o circumdava, a termos 
em mente o que consta de Cesar Diaz. Immerses os povos ribeiri- 
nhos, escreve, na sensacao de um panico terror, queriam todos fugir, 
embarcar. Se Qribe passa rio, com forca ligeira, de 2 a 3.000 
soldados, tinha comsigo o paiz. "Sua inacqao nos salvou". (Jiz, por 



— 75 — 

ultimo, o intrepido liberal; que tambem aponta os erros militares, e 
politicos, do chefe antagonists. ( 80 ) 

Oribe so a 27 e que transpoz o Salto, de onde seguiu direito a 
Capi ta l> disposto a tomal-a acto continuo ; mui certo de que senhor 
desta, se apossaria, depois do complexo do territorio. O programma 
para a reconquista nao foi, no entanto, dos melhores, nem mais cultos. 
jsfo transito para o sul, frio se entregou a "barbaridades" semelhantes 
■Xs que encheram de horror as margens do arroio Grande; ( 81 ) sel- 
vajanas, essas, aliaz, que constituiram o systema de competencia que 
Rozas, patrao-mor da empreza blanquilla, almejava praticado em toda 
a parte. ( aa ) O methodo que Rivera, nessa bora, Ihe contrapoz, foi 
de ruina equivaknte. A pretexto ou com o piano de deter a immr- 
nente invasao, os seus adherentes obraram como os russos diante de 
Bonaparte, culmmando em Moscovo os dramaticos eiieitos dessa ar- 
riscada tactica. Ad instar do que se fez acola, toda a costa do Uru- 
guay abandonada e destruida, para que o inimigo nao obtivesse re- 
cursos ! ( 83 ) Rivera estava nas condicoes moraes de Rostopchine, 
para recorrer, sem risco, a medida de tao atroz severidade? & bem 
de concluir-se que longe se achava de ter o prestigio do opulento boiar- 
do, a quem imitou numas cousas, para seguir, noutras, as suas habi- 
tuaes inspiracoes. A quelle punha em risco a sua, corn a alheia fa 
eenda; este dera provas potico antes de que nao cuidava, senao de 
avultar os seus cabedaes proprios, com o dos outros. Assim ao menos 
e por mais uma vez o atiirma a voz publica, a crer-se no que transmit- 
te da Corte uma pessoa imparcialissima, poisque amiga dos farrapos 
e um dos mais fieis correspondentes do gremio revel. Baseado no 
que Silva Tavares escrevia do Riogrande para a Corte, eis, segundo 
aquelle missivista, o que occorrera na contigua mesopotamia, quando 
os riveristas puzeram em abandono os seus alliados, a!i em tremenda 
crise: "dom Fructo", depois de brigar com o general Paz e de arre- 
batar-lhe "todo o armamento", "vinha fugindo, com o roubo feito 



( so ) "Memorias", pags. 48 a 77. 

( 81 ) Idem, idem, 195. "A ferocldade chegou a extremes taea, que o 
governo sitiado em Montevideu se viu constrangido a tomar severas me- 
didas contra os miseraveis que usavatn a pelie humana em arnezes de 
moataria. Comminou petias adequadas em decreto com referenda de 
Meichor Pacheco j r Obes, que o autor Julgou que fosse mero uso de iiro 
processo diffamatorio contra os cercadores. Nada exagerava. Dom An- 
tonio Arrarte, honrado bianco, airtda vivo nacraella Capital, viu em Rocha. 
sua terra nativa, "maneia" feita com a pelle do infeliz Avellaneda! ! So- 
bre taes e quejandas "barbaridades", ler tambem Cesar Diaz. 

( S2 ) La-Madrid, '-Orijen de los males y deagraciaa de las Republicas 
del Plata", pag. 1, patenteia como o vandaVismo se estalseleceu e se foi 
dilatando. 

( S3 > Legagao em Montevideu, offic. de 24-XII-42 



— 76- 

em Entre-rios: 160 carretas se totnsfsm, pata conduzir a courama" 
usurpada acola. ( B1 ) "Cosas de Ui/ar" t fcsera antes s. exa., em 
conjuntura menos dolorosa, menos dfamatica. (' 8B ) Nunca a tragica 
expressao fora mais de repetir-se ! ! . . - 

CAPITULO til 

No Uruguay, "heroiea Nacao", o gremio dominante, se pratiea- 
va erros novos, se persistia nos antigos, mantinha alta a cerviz: nao 
mostrava algum abatimento! f 1 ) Antes do desastre, ja se disse com 
que fero desembaracp resolveu acollter a irrupcao rozista. Depois 
daquelle e apos outro compasso de espera, de um menos recommen- 
davel teor, volveram a ser unanimes, univcralissimos, os sentimen- 
tos batalhadores ; cuja heroica paipitaqao, no segundo quartel do 
anno, o governo procurou canaUsar e systematisar, com os decretos 
de maio ultimo. 

No dia 14, por exemplo, declarado e que no comeco da manha 
immediata, "la Republica toda queda en Astmblca y sobre las ar- 
mas", "suspensas todas as excepc,oes na guarda-nacJonal, obrigados 
a sair" a campo, "dentro em 5 dias, os que n£o concorram" esponta- 
neamente. ( 2 ) Numa louvavel simukadencin. o corpo legislative se 
declara em sessao permanente, ate que seja provisio quanta se refira 
a defeza nacional, indicando os senadores Santiago Vazquez e Ma- 
nuel Bustamante, os deputados Julian AJvares, Joaquim Sagra y Pe- 
rez, Manuel Herrcra y Obes, para formularem o projecto que a con- 
juntura pedia. Apresentado o mesmo, "fue sunclonado por la asam- 
blca sobre tab fas", com as medietas de urgencia. para arrostar-se com 
a crise, e vencel-a. De accordo com o que " dlctaiv.inaron" , as cama- 
ras decidiram que desapparecessem os varios ministerios: funcciona- 
ria em lugar dos de costume, um so gsstor das pastas, com a compe- 
tencia de secretarios, que ficassem ma ; s directamente a testa de cada 
ramo dos services publicos. ( :! ) De t.ccordo com isto, foi desigriado 
a 15 para o posto de ministro in yewre, dom Francisco Vidal; quern 
distribuiu assim os novos lugares de sua depmdencia. Para as re- 
!.ac;oes exteriores c negocios do interior on (jobierno, Juan Andres 
Geli : para os da fazenda, Herrera y Obes ; para os da guerra e ma- 



ts*) F. M-, carta de Babel, aos 22-17-42. 

( S5 ) "Revolugoes cSsplatinas", ppsstm. 

( L ) Legacao, offic. de 12-XII-43 que figrnu entre aspas, 6 de am 
despactio, de Almeida, em 8-I-4I (avch. <k a\it.).eav requerimento de Pau- 
lino Fontoura, com o pedido de; liceaca. para aeeit&r emprego junto de 
Rivera. O ministro defere, "em attend' A boa intelligentsia ora subsia- 
tente entre a mesma (Republican e o beiemerito cliele da", etc. 

( a )-( 3 > Vide os a que se allude, en annexe ao offie. da legagao, 
em 1R-V-42. 



— 77 — 

riniia, fuan Zufriategui. Na imprensa, o tom foi o correspondente 
a energica tensao que patenteavam os legisladores ou quem os diri- 
giu e Iries den o rythmo, de harmonia com as resoiuqoes verdadeira- 
mente espartanas da terra de Artigas. O "National" vibrou nos 
clarins que la patria en peligro, e a par desse grito de alerta, abriu-se 
em clamores furiosos contra as atrocidades de Rozas, expondo com 
animo inflexivel a replica a oppor-lhe. "En la guerra con estes ca- 
nibales no hay otro remedio entre MATAR 6 MORIR". disse a 
folha, e o tragico, invariavel programma que observariam gregos e 
troyanos, em o decurso da tremenda luta fratricida, assim antes de- 
finido ou prescripto, nao o alterou ninguem, na afflictiva quadra sub- 
.sequente a catastrophe dezembrina. Com estoicismo ultra magnani- 
mo, quanto sem entranhas, a nacao de cinta Colorado, se poz inteirinha 
de pe: unanime correu as armas, sem negar-se ao publico servico e 
sem medir a sacrificios. nem medir a magnitude delles ! 

Muito de infundir lastimas, todavia, foi ver, com o quadro 
tocante que se dcbuxou a rapidos tracos, outro painel mais de aca- 
bmnhar: o que se divisava em Montevideu, entre os bastidores do 
theatro politico. Para ali se dirigira dom Fructuoso, depots de ag- 
gremiar, tant bien que mal, uma hoste de S.000 Uomens, emquanto 
Paz. em observancia de ordens superiores, constituia, naquella praca 
de guerra, um "exercito de reserva". Estava ainda o ultimo em 
activos e iecundos prepares, no adimplemento de sua faina, quando 
o presidente reentrou, sempre "folherito", nos muros de sua Capi- 
ta!, onde logo mudaria a indisplicencia. (*) Nao era mais a que 
deixara, em cousa nenhuma! Sobre ferver na sombra a grey ori- 
bista, o gremio que detinha a regencia do Paiz exhibia agora um as- 
pecto insolito. Nesse turvo meio, se os maus persistiam fidelissimos 
a s. exa., os bons se lhe retraiam. Ou frios ou hostis, cbegavam a 
insolitas conciusoes, aviltantes sobremodo para Rivera. O desastre 
mili.tar (dizia-se em murmurinhos) nao era mal tamanho, pois que, 
merce delle. o governador se podia alfim descartar do mentor tra- 
dicional do partido Colorado... ( s ) 

Chegou esta voz a legacao do Brasil. com a noticia de uma cir- 
cumstancia que muito a illustrava ou esclarecia. Na imminencia do 
advento do antes popularissimo caudilho, maiores eram as mostras 
do t^mor, que as do cotitentamento. Indice do publico desagrado o 
que se fez ao ter-se a certeza de que havia chegado a zona proxima, 
isto e, ao seu velho solar dc Durazno: tomaram-se logo "medidas 
extraordinarias" . . . Nada menos '. Previa-se que o general, descon- 
forme com as que antes se tinham estatmdo, entrasse em conflicto, 
« quem sabe de que consequencias, com os entao actuaes regedores 



{*) Cesar Diaz, SO. 
<») Offic. de 13-XII-42. 



— 78 — 

do Estado: individuos estes com quern ja nao se encontrava muito de 
harmonia, ao iniciar a sua derradeira marcha a Entre-rios. Convem 
mencionar, em resumo, taes antecedencias. E' de saber-se que se 
cosinhava a substituiqao do presidente, cujo praso de governo quasi 
extincto, querendo este que o substituisse o seu particular amigo dom 
Gabriel Pereira, mas, neste santo desejo Vidal o contrariava; motive 
por que Rivera largou a cidade ''muito desgostoso", na indicada con 
juntura. ( 6 ) 

Estando as cousas neste pe desde a quadra de sua saida, imagi- 
na-se facilmente em que animo ficaria, encontrando na Capita!, em 
tugar culminantissimo, o personagem que se lhe antepuzera irredu- 
ctivel, no congresso de Paysandu ! Nessa altura, certo da funda, 
sombria displicencia de s. exa., urn homem de talento e nenhum es- 
crupulo tratava de aproveitar estas dolorosas circumstancias do berc/i 
nativo, em beneficio de sua insaciada ambi^ao. Dom Santiago Vaz- 
quez, (a pessoa a quem se alludiu) determiuadissimo a ir a seus fins, 
"tramou" a discordia, na hora em que a harmonia a todos se impu- 
nha. Nao descansavam as armas de seu insidioso arsenal, "desde 
a reconcentracao do ministerio, para a qua! muito cabalava, aspirante 
a pasta geral", como era, por maneira bastante indiscreta. Isto nos 
revelam as boas tradicpes, e o repete, quasi por inteiro, encarre- 
gado-de-negocios do Imperio, quem, ao concluir uma corresponden- 
cia de setembro, diz acreditar que "se dom Fructo soffre algum 
revez, dom Santiago sera nomeado Ministro e apparecerao medidas 
mui extraordinarias", ( 7 ) Vazquez, habilissimo na intriga, "che- 
fiava", dentro em pouco, uma forte "opposicao". Organisada as 
suas filas, rompeu a niesma em brados contra "os escandalos commet- 
tidos pelo partido que sustentava o Ministro Vidal"; sujeito "que 
pretendia a presidencia". Resumindo-. pttgna externa implacaveS, pu- 
gna interna furen^e ! 

Nestas guerrilhas caseiras, em que se consuniiram energias bem 
uteis alhures, avisinharam-se as eteicpes para representantes, eleitores a 
seu turno, do chefe da Nagao, O que estava em exerctcio, queria, como 
foi dito, que lhe succedesse dom Gabriel, e como nao possivel, ajus- 
tado ficara, nessa democracia de caricatura, mui parecida com outras 
de hoje ; que se lhe daria a vice-presidencia. O que Rivera nao ad- 
mittiu, e muito menos a cabala de Vazquez, e que o ministro-geral 
fosse promovido ao primeiro posto da Republica. Se isto vissem 
imminente, os delle, arrastariam o general a fulminar os recalcitran- 
tes, com urn "golpe na Constitui^ao" ; obrando-se nessa conjuntura. 
como ja se estampou, e tinham todos como certo, se dom Fructuoso 
ganha a partida a Oribe: "declaral-o-iam Presidente vitalicio". ( 8 ) 



( 6 )-( 7 ) Ottic. da legasao, em 30-IX-42. 
( s ) Legacao, offlc. de 23-XI-42, 



— 79 — 

Infeliz na quelle proposito, Rivera insinuou outro nome para subs- 
tituir o rlelle, na mais alta esphera politics: o do general Aguiar, 
"creatura" de s. exa. Desgracadamente era "homem sem prestigio", 
"de conducta menos regular", affirma diplomata monarchico, ( B ) e 
outro. mui republicano, o classifies "um ebrio habitual"! ( 10 ) Me- 
recia as prefereneias do seu presente jerarcha, porque assim tinha 
este a certeza de passar dos elevados postos que desempenhava, a ou- 
tro de equivalente forca: o de " commandante-geral da campanha", 
pretencao que o citado Vidal contrariava. Explica-se a petulaneia com 
que havia tornado essa liberdade. Em liga com o chefe do exercito 
rla reserva, tinha as costas quentes, conforme vulgarmente se diz. (") 
Mui illudido andava, porem. o imbelle sujeitinho. Porquanto, na Re- 
publica, depots que Oribe compromettera os seus creditos de homem 
de aceao na luta de 1838, a unica influencia effectiva, do Paiz, era 
a do rival do outro, ('-) e mister lhe foi dobrar-se ante elle. Te- 
merosos das mostras de autocephalia a que se tinha arriscado, os se- 
ctarios de Vidai parece resolveram "aplacar" o grao-senhor com es- 
tancia no Durazno. Fizeram-no com emprego de um moto inespe- 
rado, que aliaz desfavorecia o jogo de Vazquez: "desconcentraram 
o ministerio", o que se estatuiu com escandalosa prescindencia das 
camaras. Por acto do poder executivo, foi nomeado Aguiar para a 
pasta da guerra ; Munoz, ja secretario, para a da fazenda, continuan- 
do o antes ministro-geral na gerencia da de gobkrno y relaciones ex- 
teriores. Imaginara-se com esse passo "acabar com os receios de Ri- 
vera", no que concerne a Paz. ( 1S ) Munoz visital-o fora, em seu 
paqo do interior, provavelmente com a esperanqa de o attrair a con- 
descendencia, e julga-se que com a presumpcao de o ter conseguido, 
ou de o conseguir, e que o circulo de Vidal obrou a historiada refor- 
ma. lam saber como tratava s. exa.. a quern, no partido, ousava 
crer-se dotado de mente e vontade. 

"11 camiaissait bien son monde" . Agiu sem receios. Regres- 
sando a Capital a 2 de Janeiro do ja entrado anno de 1843, retomou 
as redeas administrativas, para despedir, sem explicates, o corrilho 
semi-adverso. Vazquez triumphava com elle ; nao tanto, aliaz, como 
eubicara. Subiu unieamente a gestao de duas carpetas: as que oc- 
cupara Vidal, que opportunmnente adoeceu. Dos consocios deste no 
gabinete, ficou apenas Munoz, a testa dos negocios que regenciava. 
Mas particular sainete a mudanca teve, na pasta da guerra. Foi ter 



< 9 ) Idem, idem de 9-1-43. 

( I0 ) Jose" Mariano, of fie. de Durazno, ja cit., do arch, do aut. 
(") Cit. of fie. de 9-1. 

( I3 ) E' a jaizo da, legagao em Montevideu. Vide sua correaponden- 
cia desse anno. 

( ,3 > Vide a cit. correspondencia da Legacao'. 



— 80 — 

as maos de personagem destinado a graiide preponderancia no gremio 
Colorado e da maxima confianca para o general-ptesidente: o ga- 
Ihardo Melchor Pacheco y Obes, 

Com estas nomeacoes, confirmou Rivera a de Paz, que designa- 
do fora em sua ausencia para a chefatnra do exercito de reserva, 
qual se registrou. Entrava a dar exceisa prova de moderaqao e jus- 
tica, mantendo no seu posto a individuo a "quern aborrecia", por 
ser urn soldaclo de grandes meritos, que alguns tinbam por insubsti- 
tuivel? Ha quern assoalhe que viera tomar essas resoluqoes, com o 
designio de "conservar unido o partido", que vacillante e em termos 
de fraecionar-se, Grandes nelle as hesitates, os desaccordos. Diam 
te das insufficiencias ou defeitos do predominio de Rivera e diante 
dos riscos de comegada luta, desappareceu o velho exclusivismo, 
"havendo alguns que se ja lembravam de eieger o proprio Oribe, e 
outros, a Giro, para succeder-Ihe na presidencia". Com a escolba do 
1." ou do 2." blanquillo, se evitavam os males de urns arruinativa 
reluctancia ou de uma impotente contrariedade. Mentres oscillavam 
assim os anirnos, chegou-se a rasoavel arbitrio, de caraeter mterme- 
dio: desistiu-se da extravagante candidatura de Aguiar e se levantou 
a de Ellauri, escolha que o congresso nao pudera rati f icar, porque se 
occultavam alguns deputados blancos e nao havia quorum. ( 14 ) Mos- 
trou continencia Rivera, no que a isto se refere, mas, nao a tivera, 
nem alguma equanimidade, em o caso de Paz, cujo aproveitamento 
Ihe "desagradou" e quiz annullar, "poisque se mostrava" dom Fru- 
ctuoso "capaz de emulaeoes, ate com officiaes de grau subalterno, 
que se distinguissem", affirma Cesar Diaz. 

Esta brilhaute individualidade, sacriiicada mais tarde na heca- 
tombe de Quinteros, allude, com um positive menospreco, as ideas 
de Rivera sobre a defeza de Montevideo', "no podian ser mas ridi- 
culas y absurdas" , escreve o grado correligionario de s. exa, Mas, 
nao ticaria no nxposto a historia da mesquinha rivalidade de que ja 
se fez mencao. Como os negocios publicos se aggravassem, Rivera 
se apressou a reunir os notaveis. Sujeita a debate a idea da dispensa 
de Paz, observou-se cousa rara por ali. Santiago Vazquez se oppoz 
com tirmeza ao omnipotence chefe dos Colorado s. Em face do im- 
minente afastamento daquelle general, (disse) queriam todos em- 
barcar-se, e, entre esses, o opinante. Cedeu o caudilho, mas, impoz 
uma condicao pueril. Que a tropa confiada ao illustre cordovez nao 
tivesse a categoria de exercito de reserva. sini de "exercito da Ca- 
pital", meio de evitar que saisse extramuros, "em cotejo com o delle", 
escreve Cesar Diaz; que nao esconde a triste realidade: Rivera tinha 
"inveja" do estratego cuja capacidade tanto sobresaira em Caa- 



( L *) Legaeao, offic. de 3-II-4S 



— 81 — 

guazii. ( 1S ) Noticias de outra procidentia e absolutamente impar- 
ciaes asseveram que foi resultancia de "uma transacgao". quanto para 
cima consta, acerca da manutenencia deste, no lugar que occupava. ( ls ) 

Extincto o poder militar da Republica no Entre-rios, como o de 
Roma em Carinas, emquanto nesta urbs tudo era unidade pujante em 
face do trrumphador, na Capital cisplatina decor riam essas deploran- 
das querelas ! For tortuna dos que nella imperavam, Oribc encar- 
ni^ou-se na mesopotamia, a perseguir os corrcntinos escapes ao mor- 
ticinio do arroio Grande, i ir ) preterindo a essa baixa e secundaria 
conveniencia, a de lanqar-se rapido, nas eampinas do Uruguay, Isto 
facilitoi! a labuta acauteladora dos sens adversaries e acabon por lhe 
travar a mareha civante, logo depois de reentrado em sua Patria. Se 
nao se aniollentou em delicias de Capua, viu-se, dentro de pouco, 
totalmcnte detido pelu que nao faltara ao cartaginez: as montadas 
indispensaveis para uma celere offensive. A 16 de dezembro, ja em 
marchas para diante, dirigiu um manifesto aos orientaes, com o an- 
nuncio da empreza em que vinha, associado ao "restaurador das 
!eis". ( IS ) mas, o erro commettido nao tlnha mais remedio. Desba- 
ratara por denials as horas e os recursos, para que pudesse ter cffeito 
o que projectara. 

Com as correrias na sobredita perseguicao e com a subseguinte 
avancada, estragaram-se-lhe os cavallos. Facil de prever a consequen- 
tial O que e peor: sobre ficar a pe, ficou sem meios de reabastecer- 
se, Porque a remonta, ja de si difficil, em tal epoca e a distancia 
tal; se viu ainda gravemente obstada pelas medidas que inexoravel 
tomou o generalissimo inimigo. Usava este, ja foi assignalado, a 
tactica russa, de oppor ao invasor um deserto mi, Instituido o piano, 
sua pratica chegou ao que se presenciara em torno do kremlin. Por 
toda a parte, o espectaculo do incendio e devastacao. ( 1S ) Rivera, 
depois de fazer evacuar o Salto e Paysandu, indo parte dos habitan- 
tes para Alegrete, a Capital da Republica riograndense ; ( 20 ) man- 
dou queimar as citadas villas. Esta obra de estruic,ao pelo fogo, que 
se levoti a effeito, ali e alhures, onde havia recursos aproveitaveis ; 
foi realisada com esmevo, nos campos ja resequidos pelo estio, de 
cujas estancias as escoltas retiraram todos os animaes de montaria 
e de tiro. 

Como se projetara, ficava, do Uruguay muito para dentro, um 
vero ermo, poisque a gente de cinta vermelha, que nao fugiu para o 
Riogrande, seguiu as tropas, ao dirigil-as, o guia das mesmas, para a 



( 15 ) "Memoria", clt., 84. 

( l0 ) Legagao, oflie. de 3-IJ-43. 

(") Idem, idem, em 25-XII-42. 

( 1B ) Vide annexes ao oft'ic. da nota anterior. 

(i">). («) Legacao em Montevideo offic. de 25-XI1-42. 



— 82 — 

zona em que tittha o seu campestre solar. A' sua chegada nelle, foi, 
dizem. um dos secretaries do governo representar contra estas exe- 
cutes, as quaes, se faziam nial ao inimigo externo, tambem o acar- 
retavam ao gremio caseiro, alem de que geravam censuras no elemento 
aiienigena, queixando-se os francezes das mais serias perdas no incen- 
dio de Paysandu. (**) Nao consta lograssem impressionar o genera- 
lissimo, porquanto as devastates, das margens do grande rio fron- 
tetrico, dilataram-se em busca das do mar, a oriente, ate que as im- 
pediram, nos departamentos de Tacuarembo e Serrolargo. Detive- 
ram-nas, acola, as partidas adversas, obedientes a Dionysio Coronel, 
o chefe bianco ja em armas, a espera de Oribe e entao alliado aos 
caramurus, como estivera antes com os farrapos, por largo tempo. ( 22 ) 

Nada fazia ou dizia Rivera, O que se soube logo, com absoluta 
certeza, e que s. exa. ia em pessoa reabrir as hostilidades, deixando 
na Capital o trem pesado, infantaria e artilharia, para terern a precisa 
mobilidade os 3.000 guerreiros que acampavam sobre as abas da cidade, 
no "pastoreio de Pereira". ( 2a ) Entrementes, fortificava-se esta, 
correndo-se-lhe em torno iima circumvallacao adequada, em que aliaz 
nao havia a precisa actividade, quando se tinha noticia do celere an- 
damento da invasao nessa hora. ( 34 ) Ao termo do ja historiado com- 
passo de espera, o veneedor alfim mexeu-se in fretfa e juria. Ou 
porque tivesse confirmacao do que corria, id est, que houvera um 
levante em Corrientes, onde fora deposto Pedro Ferre, exul outra 
vez, sendo erguido ao governo o seu antagonista Cabral ; ( 25 ) ou 
porque reputava limpa a sua retaguarda e flanco csquerdo: Oribe di- 
rigiu-se, "a marchas forcadas", a seu principal objectivo. ( 3<! ) Nos 
primeiros dias do segimdo mez do anno, ja estanciava por alturas de 
Canekmes. apparecendo a sua f rente mais avancada e-m Piedras, 3 
leguas da capital, e guardas da extrema vanguarda ate mesmo no 
passo "del Molina", sitio visinhissimo da mesma. ( 37 ) 

Mais para occidente, os invasores, ou, melhor, um golpe delles, 
vindo de Buenos-aires, tinham tornado posse da Colonia, onde resta- 
beleceram o governo deposto em consequencia da revolucao de 
1838. ( 2S ) Vendo crescer a avalanche inimtga sobre si, Rivera nao 
mostrou o minimo desanimo ou preoccupaqao. Transferiu as "cava- 
Ihadas de reserva e immensidade de carretas, com as familias que 
obrigou o seguissem", para a parte de Maldonado, fazendo um mo- 
vimento "apparente" de ganhar, por ahi, a fronteira de Sta. There- 
za. ( 29 ) Realisada a "finta", passou, a 4 de fevereiro, o governo, ao 



( 21 ) Cit. legaQao, offic. 3-II-43 e o da nota antecedente. 
( 22 ), Idem, idem de 9-1-43. Vide tambem outro, ja cit., da legacao. 
< 83 ) Cit. legacao, oftic. de 3-II-43. 
( M ) Idem, idem de 9-1-43. 

(25). (26) cit. legagao, offic. de 25-XII-42. Idem, de 9-1. 
(**)-(*)-(*») Cit. legagao, office, de 7 e 10-11-43. Idem, 3-II. Idem, 
7-II. 



— 83 — 

vice-presidente da Republics, e entao rnais directamente assumiu o 
inando supremo do exercito. Grave a posicao delle, estreitado sobre 
s muros de Montevideo, pela forte hoste antagonists, que acampava 
inteira sobre o Canelon-chko. ( 30 ) 

Delicadissima a hora para o velho caudilho, " pero el general Ri- 
vera, que nunca era mas habit y sereno, que cuando el peligro era 
mayor y inds cercano", el general Rivera, ''que conocio cl terreno, 
como se dire, palmo a palmo, y que estaba acostumbrado a lidiar con 
el contrario": jogou-lhe, como outras vezes, uma boa partida. Em- 
quanto sua vanguarda simulava aceitar combate, passou a retaguarda 
e poz-se cm campo livre. ( 31 ) Na campanha que seguiu e que ter- 
minaria por modo infausto, deslustrosissimo para si. foi bello ver 
como defendia, habil e encarnicado, a sua terra e a sua causa, mor- 
mente na quadra que subseguiu, tnuito sombria para a grey Colorado. 
Teve aspecto mui sinistra, quando, com a chegada a Oribe dos con- 
tingentes que perseguiam ainda os correntinos, poude o ex-tenente 
de Rozas, com a sua obra de assedio, emprehender a de uma syste- 
matica perseguicjao a aquelle; trabalho este que foi confiado a duas 
poderosas columnas, ao mando, respectivamente, de Urquiza e Ser- 
vando Gomez. ( S2 ) 

Podia o jerarcha de ainbos impunemente dividir as suas tropas. 
visto como as contrarias, dentro e fora da Capital, nao podiam avan- 
tajar-se com esta circumstancia. As de extramuros nao estavam em 
ternios se nao de instituir uma "guerra de recursos": as do interior 
da sitiada praca muito menos podiam fazer, comquanto mostrassem 
a mais galharda tonalidade, a despeito do que concorria para depri- 
mil-as. A defeza, ja compromettida bastante com a perda do con- 
curso de Angelo Nunez, que se transferiu ao campo inimigo ; ( 33 ) 
esteve a ver-sc privada de outro bravo. Quasi perde tambem a pres- 
timosa contribuieao de Paz. A origetn do evento eil-a aqui. Rivera 
manejou as cousas de tal sorte, que o argentino, pessoa de melindres. 
foi descido, de posto mais alto, para o de simples commandante-das- 
armas da Capital. Trritou-se com razao e quiz ir-se de vez ; cedeu, 
porem, a justas ponderacoes, a promessas para si rehabilitadoras, e 
ficou. Vantagem nao pequena, de certo! (**) Nao tardaria a sentir-se 
o benefico reflexo da presence de um homem do repousado tempera- 
mentodeste, seja em face do inimigo, seja em meio de cujas turbulencias 
breve tanto mal fariam a defeza, quanto as aggressoes dos blancos. 

Na propria semana da saida de Rivera, ja em plena desbarmonia 
o gabinete que instituira ! Vazquez e Melchor contra Munoz, que 



(30). (3i) Cesar Diaz. "Memorias", 88. 

( 32 ) Legaeao, offics. de 13 e 26-IV-43. 

( 33 ) Idem, idem de 27 e 24-11-43. 
( Si ) Idem, idem de 7-II-43. 



— 84 — 

suppunham inelinado ao gererat sitiador, e tambem, escrew a lega- 
cao brasileira, porque se op^uzera as "violencias excessivas" do se- 
gundo daquelles. Taes desmandos pareciam tcr atigmento, com a 
nomeacao de outro riverista da gemma para a chefatura politica do 
departamento: Andre Lamas, individuo que, diz a legacjio, "ja tern 
praticado", de sua parte, "grandes" oppressoes. Temia die, quantn 
Melchor, uma conjura oribista, com raizes nos corpos da guarni- 
cao; (**) evento esse, que nada tinha de imaginario, pois se deseo- 
hriu a trarna no mez seguintf, havendo por isso muitas prisoes, ( ae ) 
As medidas precaucionaes que se decretai-am logo apos a saida dc 
Rivera, transformaram o governo "em uma verdadeira Dictadura, 
exercida ostensivamente pelo ministro da guerra", "mas de que era 
principal alvitrista o ministro Vazquez". ( 37 ) 

A conjuntura presente, jasto e reconhecer, nao era para meias 
medidas. Coin as obras de castrametracao opportunas, e com as li- 
des constantes em que o civsmo uruguayo deu soberdas provas de 
si, a par da exemplarissrma tbeoria de intrepidos extrangeiros, em que 
se distinguiram, mais do que ninguem, os italianos de Garibaldi ; a ce- 
lebre " defesa" por ultimo se regularisara, a despeito de aereditar-se 
urn minuto, que ia vergar sob & peso das tremendas responsabilidades 
do aperto em que se viam os montevideanos. Grande era e perfei- 
tamente acabrunhador. Foi ma espanto enorme, comtudo, que se 
soube nas legacies, terem teita os cereados uma proposta ao chafe 
dos sitiadores. Banes para aceordo: sairiam ao mesmo tempo, do 
territorio da Republics, dom Fructuoso e o exercito argentino: res- 
tituir-se-ia a Oribe o governo. obrigado este a por em olvido o pas- 
sado, a master a seguranca de pessoas e propriedades. 

Com as expostas, outra clausula: conservar-se no gabinete, como 
secretario de estado, a dom Santiago Vazquez, naturalmcnte como es- 
cudo de seus confrades, penhor de que havia boa fe no cumpri- 
mento do estipvuado. (**) ©J va-t-elh se nicker, reflexionavam ja 
de certo os que tinham exacta noticia do personagem, quando se en- 
treluziu que a referida proposta nao passava de vim ardil, para pro- 
duzir effeito em Londres. R.eceiava-se que tendo noticia do desastre 
do arroio Grande, esirtassem ffi ardores intervencionistas da City e 
que recuasse a mediacao inglezi. com o pretexto de que o governo de 
Montevideu se nao mostrava issaz conciliatorio. ( 351 ) Era preciso 
lutar com todas as armas, porque Rozas a todas recorria. Nessa 
hora, verbi gratia, dava arrhas de uma nascente magnanimidade, per- 



( 35 ) Legacao, offic. de lo-ll 

( 3a ) Idem, idem de 14-111. 

(") Idem, idem de 14-11. 

( 3S ) Idem, idem de 12-V-43. 

t 39 ) Idem, idem de 12-V-43. 



— 85 — 

tnittindo o regresso de muitos emigrados e restituindo os bens de al- 
guns, postos em sequestro. ( 40 ) Mas, como era preciso dar urn gol- 
pe no prego, outro na ferradura, apertava e reapertava o sitio, que 
antes de ser instaurado em terra-firme, ja vigorava nas aguas. Des- 
de o quarto dia do anno sobre ancoras, em frente de Montevideu, a 
esquadrilha portenha, 4 naves ao mando de Brown. ( 41 ) 

O comodoro das Provincias-unidas, ao encetar directas hostili- 
dades, restringtu-se a instituir um effective) bloqueio, cuja repercus- 
sao no exterior foi grande, quando Rozas notificou estar elle estabe- 
lecido, as demais potencias. O Brasil, a quern o sucesso bastante in- 
teressava, viu-se no maior embarac,o. Sobre entreluzir alguns refle- 
xes na contenda riograndense, com a queda do governo de Montevi- 
deu, a victoria do partido que Hie era opposto, quem sabe acarretasse 
consequencias que poriam em risco o equilibrio da America austral! 
Magarifios apressou-se a por de sobreaviso o gabinete fluminense: a 
attitude de Rozas e Oribe constituiam descoberta ameaca a indepen- 
dencia do Uruguay. (*-) Nas altas espheras do Imperio, se se tinha 
muito em conta agatanhar a presa a fugir celere diante de Caxias, 
era dogma para todos os seus mentores, impedir que alguem ferisse 
o que chamavam, com um senso mui interesseiro, a intangibilidade da 
Nagao que surgira entre as demais, gracas ao convenio de 1828. 
Ora, o bloqueio punha a luta platina em termos finaes. Itistituido 
elle em regra, uniformes indicios faziam crer indubitavel que o X da 
equacao, ao definir o triumpho completo dos sitiadores, resolvia tam- 
bem o nosso problema interne Videlicet, o golpe vibrado sob os 
muros de Montevideu alteraria a situacao, de fond en comble, tanto 
na antiga Provincia do Riogrande, quanto na antiga Provincia Cis- 
platina. . . 

Angusttosa alternative aquella diante da qual se encontrou o ga- 
binete carioca ! Parece ter contribuido muito para que alfim aca- 
basse o penoso anceio na Corte, a presenca em Montevideu, como de- 
iegado da secretaria de extrangeiros, do capitao-de-fragata Regis. 
quem, sobre scr "manifestamente favoravel a causa de Oribe", inspirou 
aos officiaes de marinha, segundo todos os visos, equivalentes pendo- 
res. Segundo e mui notorio, estes, com "escandalo", tudo faziam 
em beneficio das tropas do sobredito general. ( 43 ) Domtnado por 
uma preferencia que se tornara ja antes muito manifesta, Regis ex- 
pediu, via Rio-de-janeiro, as especies mais capacitadoras de que a 
preamar blanquilia ultrapassaria ovante os diques colorados; mes- 
quinhos evidentemente. em face das ondas que rijas os golpeavam ou 



t«> Idem, idem de 17-11-43. 

<«) Idem, Idem de 9-1-43. 

(«) Nota de 27-1-43. 

(* 3 ) Otfic. de 17-VIII-43, do secretario da Legacao. 



— 86 — 

os subvertemm dentro de pouco. ( 44 ) Outra ciraimstancia tinha 
peso: diplomata de mais valiosa autoridade, o gestor da legaqao na 
contracosta robustecia, com a influencia de sua palavra, o trabalho 
de formiga que Regis emprehendera. 

Desde os dias iniciaes do anno, tinha scientifkado a sua corte, 
que acolhida exceptional Ihe faziam em Palermo, e, depois de largas 
conskleracoes, nao escondera a sua franca opiniao a respeito da !uta 
entre rivaes, no ex-feudo de Lecor. Que Oribe, de future, seja me- 
lhor, nao quero affirmal-o, escreveu. "Agora, porem, e o que mais 
nos convem". ( 4J ) Bento Manuel, de outra parte, muito contribuia 
para enfraquecer as preexistentes sympathias que tinham impedido 
uma ruptura entre a Corte e Montevideo Depois de tomar asylo no 
Uruguay, onde vivia em grandes precatos, com reeeio dos farra- 
pos, (* e ) o grande traidor nunca se descuidou do preparo de seus 
caminhos, para rehaver uma grata investidura no seio da monarchia. 
Para isto, usou primeiro do filho ; quern depois de ja ter sido mui 
mfiel a Republica, despediu-se, com a mentira de que ia para a Eu- 
ropa, desejoso de nao assktir am erras que nessa hora prolifera- 
vam. , . Sebastiao, o puritano, transparente Sebastiao o disse aos 
confrades, rogando-lhes nao o julgassem mal. ( 4T ) Pedido inutilimo, 
registre-se de passagem! Podia viajar em ledo socego, essa alma 
virgmea. Ninguem faria. no circulo revel, tamanho aggravo, a tao 
Candida flor da mais perfeita cavallaria. . . Os que tiveram de remir- 
se de tal peccarlo, foram os do outro bando, que vendo o honradis- 
simo curitybano e seu digno descendente a forragearem em torno da 
legacao no Uruguay, deram a ambos os merecidos qualif.icativos...(*M 

Nao abertas, por la, as brechas por onde os dous transfugas es- 
peravam insinuar-se na fortaleza que tinham combatido, giraram as 
unbas para o castello central da niesma. Para ali partiu o artificioso 
rebento e compadrc de Bento Manuel; quern, "ja nos seus escriptos, 
ja em suas couveuas", "em suas frequentes visitas" aos magnatas do 
imperialismo, tratou "com ardor" de "fazer acreditar a todos, que 
soroente" o papai "era capaz de acabar com a revolucao' ? . Esparzi- 
das as vozes interesseiras em todos os rumos da rosa dos ventos, dif- 
fundiu mais intensamente o sen juizo "no circulo de Vasconceilos", 



(**) Idem de 8-1-43. 

< 45 ) Vide o l." of fie. de Ponte Ribeiro. 

( 4G ) Modesto Franco, a Almeida, carta de 27-IX-40. Arch, do aut. 
Vide tambem no mesmo arch, carta de F. M. a Almeida, do Rio, em 
17-111-42. Allude a outra, da Esposa do brigadeiro, assoalhando que os 
rebeldes haviam attentado contra a vida ou liberdade do marido e Q.ue 
Demetrio Ribeiro fora dissipar a partida incumbida do golpe. 

(■*') Sebastiao Ribeiro, carta a Joao Antonio, de 20-11-41. Arch, do aut. 

( 4S ) Ijegagao em Montevideu, offics. de 1840-41, 



— 87 — 

oflde contava com algumas "amizades", sobresaindo entre e.llas An- 
drea, para quern Bento Manuel "era a primeira capacidade miliar do 
Brasil". ( 49 ) Lancada a boa semente, incumbiu-se de ajudar a ger- 
minacao. a Esposa do brigadeiro, com o anmmcio de que o marido 
estava disposto a reapparecer no seu aniigo scenario, "porque ja nao 
podia supportar que 8 ou 10.000 bomens se conservassem em inaccao 
e nao acabassem com meia duzia de rebeldes". ( 50 ) 

Buscava o trapaceiro inculcar-se como substituto do conde do 
Riopardo, como para diante manobrou com a esperanqa de sobre- 
por-se a Caxias. O filho, que voltou logo ao Prata, fez preceder o 
seu embarque de um outro trabalhinho, muito efficaz para o que tt- 
nha em mente o seu ascendente. Langou na C6rte, o que este pre- 
goara entre os que se lhe acercavam no Uruguay e se consignou an- 
tes: dizia "muitas vezes" que unia guerra com o Estado oriental "era 
util e necessaria ao Imperio, se queria pacificar o Riogrande, e que 
nada desejava tanto, coino, antes de morrer, combater contra dom 
Fructo". ( S! ) Ora, "como se sabia" no sul, "muito se falava na 
Corte de declarar-se essa guerra", e, no "momento" da partida do dr. 
Sebastiao, ella parecia cefta"; in forma ainda o citado correspondente 
dos farrapos. (■'-) Noutra passagem concluia: "E' necessario ter 
muita vigilancia com semelhante Rapoza, e dar-lhe cabo da pelle, sc 
quizer por-se em campo. Estas observacoes julgo serao sufficien- 
tes para nao despresar um homem que nos pode ser muito prejudi- 
cial, e para tomarem todas as providencias, para frustrarem seus pia- 
nos hostis". 

Todo entrcgue n elles, Bento Manuel, preceituando ao filho e a 
mulher o que Hies cumpria fazer : obrava por si, em maneira que Jul 
gou opportunissima. Do terceiro lanco de rede se incumbiu elle pro- 
prio e o deitou numa longa epistola ao ministro da guerra. Com a 



(* 9 ) P. M., carta do Rio a Almeida, em 16-111-42. Arch, do aut. 

( fi0 ) Idem, idem de 17-111-42. Quern se esconde por traz das duas 
letraa, addiu: "A' vista, puis, de tudo isto, nao padece duvida que o tal 
patife, ainda inais esta vez deu provas de quanto e capaz o homem que 
nao tern caraeter, e que so se leva pelo vi! interesse: portanto, sentido 
com elle, e com o tal Demetrio, pols talvez ainda proeurem illudir aos 
Repubiicanos, alim de ver se podem melhor atraicoal-os. — Muito reeeio 
que esta nao chegue a tempo de prevenir seus negros designios". Nao me 
compromettam, deseobrindo-me o name. "Conheceis quanto me interes- 
sam os Riograndenses, a quem sou affeicoado como se fora seu patricio!!" 

( 51 ) Cit. carta do Rio-de-janeiro, em 16-111. Repete-se aqui este ja 
citado topico e convem fazel-o tambem com outro que o acompanha em no- 
ta precedente. Allude-se a passagem de tima communicacao de Rivera a 
Senhora: "Neste momento (escreve) Bento Manuel tudo faz em nosso 
damno. Ha 2 mezes um official legalists matou a Guarch. Feita a re- 
clamaQao, respondeu com o maior despreso. A sua carta attesta o odio 
que nos tern elle". Vide a de 4-X-44, no arch, de Montevideo. 

( 52 ) Cit. carta de 16-111, 



— 88 — 

especiosa visao desse baixo interesse, valeu-se do thema supra, ut est, 
a entrada em Iuta com utn dos nossos visinhos. E de outro aittda 
mais capaz de attrair-lhe os animos, na Corte, onde fruira ou estava 
sempre a fruir o conceito que e de imaginar-se. Presumira-se ahi 
ter-se descoberto: — L°, que Bento Manuel, depois de readherir a 
revolta sulense, cogitara de estabelecer urn partido que supplantasse 
nao somente o de D. Pedro, como o de Bento Goncalves; partido quv 
Rivera, entao emigrado, jurou apoiar, depois de senhor do Uruguay, 
e com o qual o brigadeiro crearia um outro feudo, junto ao delle. 
2.°, que Bento Manuel, inteliz nesse jogo, encetou diverso, mallogra- 
do a seu turno. 

Com elle mirava uma dupla resultancia. Assegurar-se o per- 
verso gosto de uma vinganqa contra dom Fructuoso, que puzera em 
olvido o compromtsso, e, ao mesmo tempo, recobrar a sua velha jerar- 
chia imperial. E com augmentos infalliveis, nao havia duvida al- 
guma, porquanto reposto seria no quadro dos offrciaes-generaes, de- 
pois de prestar insigne servico a S. Magestade. (" 3 ) Com este com- 
plex© designio se agitava desde algtms mezes, numa tal desmesura, que 
o presidents do Uruguay soube constituir para si uma ameaca a pre- 
senca all, do guerreiro fedifrago, e com vehemencia notificou a Regis? 
o que lhe constava. ( 54 ) Em summa, notorio era que Bento Manuel 
havia sido o motor principal do gesto belligero de que da noticia o cor- 
respondente flumiuense, aos liberaes da extremadura. Nada obstante, 
o brigadeiro allude, na missiva, ao eventp, como se fosse cousa nao 
promovida pe!a sua fecunda velhacaria c rancor: 

" Apresso-me em communicar a V. Exa., para que se sin/a ievar 
a Augusta Presenca de S. M. I., que, correndo o boato de que o Go- 
verno de S. Magestade se propimha a invadir o territorio do Estado" 
contiguo, "para escarmentar o infrene caudilho, que tao escandalosa- 
mente viola e qvebranta os deveres de um Governo visinho, alguns 
das mais importantes chefes dissidentes do Riogrande, que todavia 
conservam os anti-go s brios e pundonor national, a saber David Ca- 
nabarro (commandants da unica Dhnsao em forma que entre elles 
existe), Guedes (commandante de um corpo de Guarda-nacional e da 
fronteira do Alegrete), Alencastrc {commandante de 1 corpo de li- 
nha), Augusta {commandanie de I corpo de Guarda-nacional), Boa- 
Ventura (commandante da fronteira de Missoes) e outros de ptenor 



( 5S ) Cruz Lima, em ofiie. de 14-111-42, da noticia de que anttam Ben- 
to Manuel e Sebastiao Ribeiro a assediar o seu posto e escreve para a 
C&rte: "Eu procuro tar toda a vigiiancla com eates traficantea". O sen 
collega tie Buenos-aires, ao referir-se ao primeh'o, qualifica-o de o "famo- 
so traidor", exa otfic. de 17-140. 

( 5 *j Vide offics, da legagao em Montevideu, a 9. 14, 17-VII-4S. 



— 89 — 

n0 ftieada, se dirigiram reservadamente a mint, para que inter cedesse 
por elles, junto do Govcrno de S. M. Imperial, afitn de set em amnis- 
tiados, offerecendo-se coin fervor e enthusiasmo para faserem a van- 
auarda do Exercito Imperial contra os soberbos castelhanos" . 

Isto, nada menos do que isto, escreve o homem, no desenvolvi- 
mento da machina por elle engenhada, para melhorar-se no theatro 
de onde se via agora excluido por ambas faccpes contendentes. Lan- 
cado o anzol, com a appetitosa isca, o activo pescador assim prosegue: 

" Canabarro e Gitedes, distinctos entre todos, ndo somente por 
seu valor e pericia militar, quanta pelo lustre e honradez de sua con- 
ducta pessoal, se contentam de ficar pertencendo a, simples classe de 
cidadaos brasileiros; mas, pedem empenhadamente para sens com- 
panheiros wna amnistia honrosa, que e licito espcrar do Coracdo be- 
nigno e paternal de nosso August o Monarcha" , favor de que nao re- 
puto "indignos esses bravos, embora desvairados brasileiros" . 

"E supposto two se tenha realisado a hypothcse que serviu de 
base a esta generosa" renuncia a ''caprichos c desvairos, ndo vacillo 
todavia em por o facto no conhecimento de V. Exa., porque segura- 
mente ndo podeni escapar a sua penetracdo e saber, as consequencias 
vantajosas que para a pacifkacdo do Riogrande se podem tirar da 
boa disposicao desses homens, se for devida e adequadamente apro- 
veitada. assumpto e so por si de tamanha magnitude e transcen- 
dencia que escusado creio dilatar-mc em commental-o" '. 

" Devo outrosim prcvenir a V . Exa. que ao primeiro chamamento 
do Governo Imperial se reunirdo comigo mais de 600 guerrciros bra- 
sileiros residentes no Estado" contermino. "Por ultimo, releve pe- 
dir a V. Exa. a possivel reserva, ndo somente porque della pendent 
os resultados da negociacdo" com os insurgenfes, "senao tambem vai 
nisso a mittha vida, que sera sacrificada a menar suspeita que tenha 
o General Fructuoso Rivera a tal respeito". Etc., etc. ( 5G ) 

Com o que escreve ao termo de sua arenga, nada mais teve em 
mira do que valorisar-se, pois sabia ate onde chegava a illiniitadissima 
tolerancia do presidente do Uruguay. S. Exa. consentiu que pas- 
seasse incolume, seguro, nas ruas da Capital, o proprio irmao de Ro- 
zas. ( 5fl ) Quern pudera admittir coneebesse a idea de prescrever o 
assassinio de Bento Manuel, a impulsos da apontada suspeita ! O 
nosso torvo, tramposo brigadeiro, comquanto se mostre receioso, bem 
sabia o que houvera a seu respeito, na orbita official. Rivera, coma 
assignaia a legacia imperial, Rivera, sciente das andancas daquelle 



( S5 ) Carta em data de 20-111-42. 

( 6S ) Legagao no Uruguay, offic n.° 24, de 7-XII-41, 



.— 90 — 

seu collega nas armas, restringiu-se a vehemente exprobacao, com 
ameacas cujo exacto, vero teor Bento Manuel aquilatava com jus- 
teza ; conhecida qual era a longanimidade proverbialissima de Fru- 
ctuoso. . . ( 5T ) 

Mas, redeamus ad rem. Quando o filho estivera no Rio-de- 
Janeiro, correra ali que havia sido "encarregado pelo governo impe- 
rial, de fazer que" seu progenitor "se apresentasse em campo, em 
pro5 do Imperio, logo que iosse mudado o presidente Saturnino", 
"afim de ser entao nomeado commandante-das-arroas". (•*) Era 
de admittir-se, a versao? F6ra andar a concordia e confianc^t muito 
as pressas ! O certo e que, nas espheras monarchieas, se ficou a pre- 
sentir que sobrenadaria, muito breve, nellas, o persongem; visto o 
acodamento com que acolheram nessa hora as suas entrances, os que 
antes as enumeravam com asco ou aversao. Ao apresentar-se com a 
carta de Bento Manuel o digno filho do mesmo, o pessoal diploma- 
tico, se bem sc espraiasse em deprimentes juizos de costume sob re 
ambos ; mostrou dar a maxima importancia a esse negocio: o encar- 
regado da legacao, como ja havia saido o paquete, fez apromptar urn 
patacho de guerra e por elle remetteu a missiva a seu destine, f 53 ) 
Com a chegada da mestna, poude logo avaliar-se o effeito do golpe, 
no scenario carioca. Foi o melhor possivel, tendo sciencia de tudo o 
autor do engenho captatorio, nada menos do que por epistola de Jose 
Clemente ; isto e, do destinatario daquelloutra. 

O astuto, inescrupuloso conselheiro de s. magestade, que sabia 
manejar as tracas do velho e do novo regimen, manifestando-se como 
quern fala dos rebefdes ainda em armas, deixou patente, a quern ja 
as abandonara, as mais lisonjeiras perspectivas. Havia levado a men- 
sagem a presenca do imperador, escreve-lhe o ministro, Tem a de- 
clarer, em nome delle, que os dissidentes considerados eram como 
subditos, e esperava que retornassem, arrependidos, ao seu serviqo. 
Tudo fora posto em esquecimento. "Restituidos seriam a. sua antiga 
consideracao e ficava aberto o cofre das gracas, do mesmo senhor, 
para receberem rcmuneraqao e favores", a que facam jus, "por seus 
futuros servicos, pois muitos podem ainda prestar". O desinteresse 
de Guedes e David e muito louvavel e muito os recommenda a "im- 
perial munificencia", reflexiona, corrosivo sempre. Quanto aos ou- 
tros, que digam quaes suas pretencoes, e se querem a concordia que 
suggerem, tao somente no caso de ser invadido o Estado oriental, ou 
si em qualquer outro. ( 6 °) 

Comprehende-se, em face do exposto, de uma parte, quanto se 
devia inclinar o governo fluminense a uma ruptura com o de Monte- 



(") Cit. carta de 16-111-42, 
(58). (59) offic. de 15-1V-42. 
( s °) Carta de 5-V-42. 



— 91 — 

videu ; de outra parte, quanto avultariani nelle as tendencias de uma 
entente com o governo da outra margem do estuario. A primeira hy- 
pothese tot examinada com o concurso das luzes do conselho-de-es- 
tado. ( 61 ) A segunda ja andava na rnente de muitos e entrou a set 
uma das mais afagadas ideas. Dom Thomaz Guido, o plenipoten- 
ciario dc Rozas. como se adivinhasse os secretos anhelos dos magna- 
tas do imperialismo, abriu caminho a elles. Em nota de 9 de Janeiro, 
depois de rernemorar a victoria do arroio Grande, como as intimas 
relacoes do genera] batido com os farrapos : dirigiu duas perguntas 
ao ministro de extrangeiros. l. u , de quantos cavallos o Imperio ne- 
cessitava para submetter a estes? 2.", na eventualidade de se unirem 
as tropas de Rivera com as da revolta do sul, continuaria a neutrali- 
dade do Imperio ou agiriam de concerto os exercitos argentino e 
brasileiro ? 

A resposta foi categorica. Precisava Caxias de 6.000 montadas ; 
nao tern duvida o governo em convencionar uma pacificacao em com- 
mum. Mas, (sicmpre hay itn pero, dizem as gentes da lingua irma.) 
para que o accordo se nao quebre, mister fixar os lirnites do Estado 
oriental, com todas as garantias: e essencial ! Assim sendo, convem 
que o plenipotenciario argentino, se babilite antes de tudo, com ple- 
nos poderes para tratar. Mais: necessario se torna firmar "igual- 
mente as precisas segurancas para a manutencao da Independencia 
do dito Estado, em que os dous governos ja empenhados, pelo Tra- 
tado de 1828". E a par disto, fixar estipulacoes de caracter com- 
mercial, de vantageni para ambas as partes. ( C2 ) 

A secretaria, no seguinte despacho, notificou a seu delegado jun- 
to da besta-fera de Palermo, o que occorria entre bastidores. Resu- 
mindo o que para traz consta, narra que. em nota verbal, Guido for- 
mtilara um "projecto de convencao", de harmonia, affirmou (pala- 
vras do ministro) com as minhas ideas. Qual! (prosegue) omittiu o 
que se refere a limites e o mais que insinuei. Figura a combinacao e 
traca as eousas, como se tratassemos unicamente de repor a Oribe, e 
nao, simultaneamente, de restabelecer a ordem no Riogrande. Insisti 
em realqar a vantagem de um tratado de commercio, ou, se reputa 



( B1 ) Sessoes de 29-IX, 20-X-42. Alves Branco, Honorio, Miranda Ri- 
beiro, J. J. Lima e Silva opinam que se recorra £ gtierra, se for indispen- 
savel, e que se inicie a mesma sem declaraqdo, caso assim haja meio de 
dar um golpe nos rebeldes. Aeham, no entanto, convir primeiro o em- 
prego de meios diplomaticos, em Montevideo com apoio da esquadra na- 
cional. A minoria (Lopes Gama, Silva Torres) vota o contrario: que se 
mandem ao generalissimo instrucgoes recommendando "nao entre no 
territorio extrangeiro, e que evite, com cuidado, todo acto de aggressao 
contra qualquer estado visinho. Que recorra a arbitrios do governo, na 
hypothese de surgirem provoeaeoes. 

C 82 ) Nota de 9-II-43. 



— 92 — 

inopportune, o definitive*, de paz, em cujas dausulas introduziriamos 
a regularisac,ao da raia e pacificacao do Riogrande e Uruguay. 

Creio que em Buenos-aires se encarara com sympathia a potftiea 
assim alvitrada, escreve Honorio Hermeto, "pelos sentimentos de be- 
nevolencia que nas Camaras sempre manifestei, com respeito a Rozas. 
e pela repugnancia que sempre tive, pelo sj'stema de rapina e traic.ao 
continuamente praticado por Fructo". E conclue nos termos seguin- 
tes: — Ainda que o governo do Guanabara e o dc Buenos-aires, pelo 
art. 17.° do tratado preliminary possam por si fixar os limites, conto 
que sondareis a Rozas, afim de vennos se pode fazer com que Oribe. 
por uma convencao de natureza secrete, de assentimento ao que o 
Brasil e Argentina decidam sobre esta materia. ( e3 ) Dali se lhe no- 
ticiou que, "prescindindo da innata aversao com que" Rozas e Oribe, 
"como filhos de hespanhoes, sempre olham para o Brasil", nutre-se 
a conviccao de que anhelam agora, os dous, acabar com a revolta do 
Riogrande. "toco de anarchia, tanto no Brasil, como nestas duas re- 
republicas", Este ultimo general mandou, ao primeiro, uma grande 
correspondencia dos farrapos com Rivera, que fora intereeptada, e 
de que o diplomata enviou, com a sua resposta, as devidas copias. 
Aggrega ja haver feito remessa dos originaes a Guido com a indis- 
pensavel authenti cacao, ( e4 ) 

Atlude-se a cartas, em numero de cinco, de Bento Goncalves, 
Joao Antonio e Antonio Vicente, a Rivera, e daquelle presidente aos 
coroneis Mauricio Lopez e Antonio Reyes; cartas, essas, bastante 
esclarecedoras do que se pactuara no recente congresso de Paysan- 
du. ( es ) Em face de monumentos de tamanha relevancia, as nego- 
ciacoes entre Honorio e Guido foram mui rijamente esporeadas. O 
ultimo expoz, em memorandum, os seus pensamentos a respeito da 
concessao de animaes de "montaria" e da liga entre os dous paizes. 
O ministerio enviou este documento, em copia, a seu representante em 
Buenos-aires. ( 6e ) E no dia immediate a esta remessa, id est, a 21, 
o argenti no instou para que tivesse ef feito o convenio. 

Acudiu a explicar-se o gabinete: — Recebera "com grande sa- 
tisfacao a proposta allianc,a", e nao se detem, porque lhe desconve- 



(83) vide os of ties, de 10-11-43. Como se observa, era forte a ten- 
dencia a romper a neutral idade. Nada obstante, fol nesse dia que o ga- 
binete imperial, em resposta a precedente nota de Magariiios, lhe aftir- 
mou categorico a manutenencia do statu quit, se bem lhe advirta clara- 
mente que nada pode esperar do Imperio o general Rivera, por nao mere- 
cer o apoio que para elle requeriam. Vide nota dessa data. A de Maga- 
rlfios, tenlia-se em conta igualmente & de 10. 

(»*) Of tic. de 15-11-43. 

( 85 ) As cartas sao respectivamente destas datas: 24-XI-42, 17-XI-42, 
24-XI-42, 17-XI-42, Oribe as remetteu, com a sua nota de 3-1-43. 

C 66 ) Offic. de 20-11-43. 



— 93 — 

nha: o que deseja e que se firme em "bases duradouras e solidas". 
£sta certo do sentimento da Republica, "pelo menos durante a ad- 
ministracao discreta, energica e patriotica, do actual Governador de 
Buenos-aires" ; mas, nem por isso acha desnecessario o definitivo 
tratado de paz. Demais, se ha o proposito de substituir a de Rivera 
outras influencias, cujas "pretencoes exageradas" ja conhecemos; e pru- 
dente, e justo que se prenumam ambas partes. Nos aliaz nao queremos 
aupnientos, diz unctuoso o ministro: nada mais pretendemos que a 
linha de limites "solemnemente" estabelecida entre o Imperio (natus 
nan erai!) e a Cisplatina, pela convencao de 1819, E' a linha por 
que pugna o governo imperial, e a que espera fixar no referida pacto 
depaz!! (») 

Com a ancia de obterem esta magna resulta, os governantes do 
Imperio deram umas em cheio e outras em vao. Se negaram o que 
pretendeu Guido entrementes, que iox a livre entrada de tropas ar- 
gentinas que acaso perseguissem as de Rivera, em muito provavel 
emigracao de!le ; ( ss ) expediram instruocoes a Caxias, para que re- 
metesse, a rumo da Corte, os partidarios do caudilho que colhesse 
prisioneiros, de envolta com os rebeldes. ( aa ) E esse vivo anhelo se 
patenteia ainda mais, no que consta dos archives, referente ao mez 
seguinte. Dcpois de insinuar a Ponte Ribeiro que influa sobrc Rozas 
para que acceda, ao menos, quanto ao fornecimento de montadas ; 
vai alem. Segreda-lhe que havia promettido agir contra Rivera, se 
toma asylo no Brasil, ( T0 ) para logo apos descobrir-se por irvteiro. 
Passados tins 20 dias, o gabinete atira-se resolutissimo nos bracos 
de Rozas ; movido a tal gesto, (explica o delegado da coroa no Prata, 
a quern se fazia referenda) pela recente leitura dos papeis que Oribe 
intcrceptara. 

Combinada a linguagem dos mesmos com a de outros da assi- 
gnatura de Rivera em 1838-39, era de concluir-se a existencia de 
solemne ajuste com os rebeldes; cousa havia muito suspeita. O go- 
verno, pois, resolve dispensar os plenos poderes ainda nao expedidos 
ao plenipotenciario argentino, e celebrar immediatamente um tratado 
de allianca offensiva e defensiva com a Confederacao, "prescindin- 
do", por emquanto, das condiqoes que para isso no Imperio se Ihe 
punha, Foi assim feito sub spe rati, e supponho que Rozas nao lhe 
negue ratificacao, continua muito illuso o ministro de extrangeiros ; 



( 6r ) OMlc. de 27-11-43. Vide tambem o de 28, com o qual a secre- 
tarla inanda a legacao os actos relativos ao "ajuste" de 1S19, entre o de- 
mareador d Uruguay, dom Prudeneio Murguiondo e o coronel Jg5o Ba- 
Ptista Alves Porto, commissario portuguez. 

(« s ) Offic. a Caxias, em 6-III-43. Vide tambem offic. a Ponte Ri- 
beiro em 18-11-43, e nota de Honorio a Guido, na mesma data. 

( 3n ) Ler o cit. offic. a Caxias. 

( T0 ) Offic. de 6-III-43. 



— 94 — 

quern, ao concluir, recommenda ao destinatario da communicaqao, 
tudo cmpenhe, afim de que acabe o negocio, qual desejava. Com o 
fito de adiantar as cousas, (prosegue) ja se expediram os necessarios 
officios ao exercito e armada, para que cumpram o estatuido no con- 
venio, logo que conste a adhesao daquelle governador. Se Rozas 
esquivar-se de assignar, escreve por fim, conservara isto no maior 
segredo, negando, a pes juntos, a existencia de negociacao porven- 
tura gorada. ( 71 ) 

Este sen a o seu proximo destino ! Antes do negocio chegar 
aquella altura, Arana, em conversa com o diplomata de S. Mages- 
tade, exarou um pensamento, que ouviu este, quica, com um grande 
aprazimento, mas, que trazia comsigo boa dose de um proximo de- 
sencanto: a Republica argentina jamais devia admittir a ingerencia 
do Estado oriental no trato e assignatura do convenio, sob pena de 
nunca se concluir o mesmo. ( 7 ~) Pouquito mais duraria o ledo en- 
gano em que se embalava prazenteira a corte. Em abril soube que 
Rozas negara a sua ratificacao ao tratado e em vista do mui desnor- 
teante desfecho da obra diplomatica, a chancellaria imperial renovou 
as anteriores recommendacoes, de manter-se "o maior segredo" no 
que a materia concernisse. (™) 

Na mesma data em que escreve para Buenos-aires, foi que o 
delegado do governo platino deu ao de s. magestade a infausta noti- 
cia. O gabinete sentia-se, com o mallogro, tao displicente, que res- 
pondeu so ao fim de uma semana. Na contestacao que oppoz a nota 
portenba, o ministro allude a obstancia cardeal de Rozas. Devia (sus- 
tcntava) excluir-se a Oribe, quern tomara parte no accordo (pensa- 
mento que se deve examinar, tendo em conta o que antes se registron, 
de Arana). Comquanto em grande desaprumo com o mail exito re- 
centissimo, nao lhe foi para muito esforco, o deixar transparente 
quanto havia de "contradictorio" no inesperado proceder da outra 
parte negociadora. Disse-o, com laconismo, sem muito insistir, la- 
mentando apenas o desenlace e declarando aguardar a minuta de ou- 
tro convenio, com que acenava Guido, ( 74 ) provavelmente para ama- 
ciar o anirno da chancellaria ou mantel-a na sua grata illusao. Des- 
fizera-se esta, por inteiro, eis a verdade ! Relatando o que occorrera 
ao seu delegado platino, o gabinete explica ter evitado uma completa 
refutacao do aranzel recebido, para guardar os visos de uma "boa 
intelligencia", ate que sejam formuladas as novas bases. 

Opina que nao quiz nunca o tratado, o authenta de Palermo, 
visto que tern em mira annullar a independencia do Uruguay; pro- 



t" 1 ) Offic. de 27-111-43. 

C a ) Legagao em Buenos-aires, 21-111-43. 

(«) OHie. de 25-IV-43. 

(«) Nota de 2-V-43. 



— 95 — 

jecto em que os brasileiros seriam constrangidos a "embaracal-o". 
cousa que muito "sentia". ( 75 ) Pena e que nao tenhamos comnosco 
a forca que nos adviria do tratado. "Perdemos muito", porquanto. 
rendida a praca de Montevideu, acabada estava a rebelliao do Rio- 
grande. Ao encerrar-se o officio, verificou-se mais uma vez aquella 
do proloquio, affirmando que sempre arrebenta a corda pela parte 
mais fraca. Desabafa-se com a injustica de costume, o desprazi- 
mento do imperial ministro: houve pouco zelo do diplomata em favor 
do convcnio. Por que nao foi pessoalmente a Rozas, quando julga 
Arana "baixo e nullo"? Pudera ter mostrado, com vantagem para 
n6s, a copia da nota que enderecariamos a Montevideu, na hypothese 
da ratificaqao. ( 78 ) 

O prestimoso, insigne Ponte Ribeiro nao tinha ainda recebido a 
mercurial, quando traeou intcressante officio, posto em correio no 
dia seguinte ao daquella reprimenda. Tinha havido banquete na Je- 
gacao franceza. Presente Arana, timbrara em mostrar-se-lhe intimo. 
Nas conversas entre ambos, em que buscava saber do que occorria 
em todo o paiz, descobriu "a clave da politica do Governador Rozas, 
para dominar as provincias". "O meio de que usa inflexivel e urn 
systematic*? desarmamento das mesmas: nao lhes deixa urn so ele- 
mento de guerra vaiioso. com que possam empreheiider quakmev 
sombra de resistencia. 

Oribe trouxe, por sua ordem, todos os canhoes e o mais que se 
lhe deparou, deixando unicamente 300 armas de fogo em S. Juan, 
200 em Saito, menos de 100 em cada uma das outras circumscripcoes 
congeneres. Muitos artigos bellicos ha em Buenos-aires, mas sem 
licenc,a nenhum sai e nenhum pedem os governadores das ditas pro- 
vincias, temerosos, porque Rozas conserva junto de todos ou um se- 
cretario-espiao ou um commandante militar, que e de facto quern go- 
verna. Arana", com estes informes, deu-lhe outro que tera ouvido 
com jubilo, o diplomata: — Cresce nos povos argentinos a sympa- 
thia pelo Brasil e no exercito o odio contra os farrapos, ja tratados 
de salvajcs unitarios; corporacao esta que "ameaca perseguil-os aon- 
de estejam". (") Recebida a admoestacao, o illustre representante 
do Brasil defendeu-se com a destreza que lhe era natural. 

Nao entender-se de pessoa a pcssoa com Rocas! Tentara-o, por 
varias veses, e Arana o impediu. Opposto era "ao systema do Go- 
vernador" quern "nao admittia que os Agcntes publicos lhe falas- 



( T5 ) Nesta altura o ministro reconhece boa-fe em Guido. "Achando 
nos officios de Arana trovoadas de descomposturaa contra os nossos re- 
beldea do RiogTande, cei-to de que ellas emana'vani tie Rozas, illudiu-ss". 

V*) Of fie. de 4-V-43. 

(") Offic. de 5-V-43. Ponte Ribeiro sublinha o que julgou preciso. 



— 96 — 

sent a respeifo de negocios politkos" . Nao ignora a secretaria, o que 
tern occorrido. Rozas Ihe fizera sobre isto "mna prevencao", cons- 
tante do officio reservado n." 1, e lha repetiu "com acrimonia" al- 
gum tempo mais tarde, como se exarou noutro officio, o de h." 11, 
do corrente anno. "Este homem que se deixa vcr so de relance e 
sempre rodcado de mulheres, e de um bando de loucos", individuos 
que man tern junto a si, creio de proposito, para nao darem lugar a 
que algucm trate de causas serias" ; este homem "-nao recebe em 
particular, item ha quern se atreva a approximar-se delle. senao estd 
no meio" de setnelhante "circulo. ( 7S ) E' ali e assim rodeado, que, 
de tarde em tarde, tenho falado com elle, mas, nunca de maneira con- 
veniente. Tdo pouco" s. exa. "consente que se Ihe escreva directa- 
mente, ainda sobre cousas privadas. 

Havendo-me indicado o General Guido, quando sai dessa Corte, 
que aproveitasse a primeira entrevista que tk-esse com o Governador, 
para msinuar se me permittiria que Ihe escrevesse no caso cm que as 
nossas relacocs o exigissem, porque era o meio de serem melhor e 
mais promptamcnte attendidas; assim o fiz, com a posswel delfcadeza" . 
Qua! a minha resultanciat "A sua resposta foi esatsar-se. Que 
pelas suas muitas occupacoes, a correspondencia Ihe ficava mezes 
sobre a mesa, sem abril-a; que o meio de evitar qualquer dcmora era 
se Ihe dirigir par meio de Arana". Os ministros acreditados v'vuenv 
sujeilos a estas pratkas, e dahi a "falsa posic/w" do corpo diploma- 
tico, em face de Palermo. 

Deixando este aspecto do assumpto e passando a outro, eis o que 
escreve Ponte Ribeiro: "Em apoio da opiniaa de V. E. de que Rosas 
nunca quis o Traiado de allianca com o Impcrio, vcm a declaracdo 
que me fez na entrevista de 20 de agosto do anno precedente e cons- 
tante do rcferido officio reservado. "Quando Ihe dcmonstrci as rasoes 
por que o Governo Imperial nao havia assentido as razoes do Gene- 
ral Guido" , e deixara de attendel-o, ha de lembrar a Secretaria o que 
Rosas manifestou: "que elle conhecia as justas razees que tern o 
Governo do Brasil, para nao entrar na Allianca, nem elle a prentendia, 
e somente solicitava do Governo Imperial que, reconhecendo a Pru- 
ctuoso Rivera como causal e sosten da rebelliao no Riogrande, ihe 
fizesse guerra ao mesmo "tempo que elle..." Nao somente Rosas 
(prosegue o arguio diplomata da coroa), " todos os naturaes desta 
Capital desejariatn que o Estado oriental voltasse a uniao argentina 
como Provincia" , mas, comprehendem que e impossivel, em conse- 
queucia dos pactos existentes, comnosco, Inglaterra, Franca, e o Go- 
verno daqui o confessou, pela Gaceta, n.° 5894. Haja o que houver, 
far-se-d, no entanto, o que for de emprehender-se, para attingir, de 



( 78 ) Eis, em raccovrci flagrante, o homem que numa explendida ieono- 
graphia reeente ousam qualiCicar de "Rozas el Grande"!! 



— 97 — 

alqttm geito, a esse desideratum, malgrado a sabida " antipathia" que 
re VOtatn as duas capitaes platinas. Qunto se expos "nao obsta quel- 
ra o general Rosas promoter a Federacao daquelle Estado com esta 
Republka, c perpetu-ar ali Oribe na presidencies, como elle aqui no 
Governo da Confederacao" . 

Entendo haver mostrado ser ''apparerste" a minha "falta de 
zelo" "junto de um Governo que tern por systeina esquivar-se aos 
usos internacionaes, nao respondendo a notas, escusando-se a discus- 
soes verbaes, e fazendo depender da vontade caprichosa de um chefe 
inaccessivel, o assumpto mais insignificante. Cumpre-me" addir o 
que penso, em definitiva, a respeito do mesmo Governo. Os dizeres 
'applicados "aos farrapos", soem difinil-os como "inifttigos encarni- 
cados do saccgo publico" e dispensavel e precisar que "significacao 
politica" se deve dar a taes termos. Nelles baseado e no rnais que 
observara, Ponte Ribeiro "declara o seu cowencimento de que", a des- 
peito de tudo, "e a administracao de Rozas a que rnais convem ao 
Imperio, emquanto durar a rebelliao do Riogrande. C") Em officio 
posterior, que lanca bastante "luz" sobre a materia principal do ante- 
cedente, volta Ponte Ribeiro a ella: narra uma conversa que rivera 
com Arana acerca da rejeicao do convenio. 

Ao falar-lhe. em 19 de junho, sobre o estado precario em que se 
encontrava Oribe, o camarista vehemente "exclamou: E' uma cala- 
midade para a Confederacao ter o Governo que sttstentar a sua poli- 
tica de veconhecer o Sr, Oribe como presidente legal, o que sempre 
reconhecera". Nesta parte (continuou), o Imperio se ajusta rnais 
aos principios, e razoes teve para querer o convenio como o quiz. 
Mas, o Sr. conhece "como esta montado nosso Governo" e o que de- 
vemos a Oribe. Conhece tambem, "o que e mais, a susceptibilidade 
dos orientaes em tudo quanto respeita a sua independencia". Lavrar- 
se o tratado sem audiencia de Oribe, importaria em nao ficar um 
uruguayo com elle. Trans ferir-se-iam todos para o arraial de Rivera. 
Accresce que semelhante "passo equivoco" da chancellaria argentina, 
"censurado houvera sido, por muitissimos federaes de peso". ( a0 ) 

Mai cessava o amtio do ministro com o seu delegado, quando Ihe 
sobrevieram mais fundados motivos para um profundo, grave desa- 
prazimento. O Jupiter de Palermo expedira, a 26 de marcp, um de 
seus mais accesos raios contra Rivera: o decreto do bloqueio das 
costas de Montevideo, acto que poz em colicas a imperial chancellaria. 
Reconhecel-o ? Desconhecel-o? That is the question, murmurava-se, 
com o clarividente e insano principio da Dinamarca. O problema era 
da maxima transcendencia ! O Brasil viu-se no maior embaracp, por- 



(**) Of fie. de 2-VI-43. 
( 80 ) Idem de 25-VI-43. 

- 6.° Vol. 



— 98 — 

que malgrado as zangas que lhe occasionava dom Fructuoso, menor 
prejuizo lhe podia trazer elle do que Rozas. Ja receioso da tremenda 
eventualidade, explicou-se aquelle ministro, em palestra epistolar com 
o delegado da Corte, na opposta orilha. 

Quando manifestei confianca no ajuste de um convenio, diz-Ihe, 
longe estava de esperar o desenlace que tiveram os tratos. Hoje nao 
creio mais na possibilidade de uma combinacao qualquer e ate sus- 
peito que Rozas intenta reduzir a seu dominio todo o antigo Vice- 
reine Isto me faz receiar que entre Oribe em Montevideu. As ne- 
gociacoes proseguem, mas, se esta cidade sc rende, nao podem ter boa 
solucao. Assirn sendo, nao ajude, e obste, sem eompromissoes, con- 
servando, porem, todas as apparencias de benevolente attitude para 
com o dito Oribe. De outra parte, acene ao governo opposto a elle, 
com a possibilidade de nossa intervencao em favor de uma paz digna, 
mediante a livre escolha do futuro presidente. 

Insinue com isto, que se Rivera presta auxilio a nosso exercito 
ou se lhe encorpora, possivel e, com ou sem tratado, obter o 
nosso concurso, para que Oribe seja repellido. Em sumraa, nao quer 
o governo que Rozas entre em Montevideu sem a sua cooperacao, e 
Rozas nao parece querel-a. Conseguintemente, impeca, com reser- 
vas. ( 91 ) E foi, tudo o persuade, mui certo de que os antagonistas 
delle nao se agastariam, que se resolveu o ministerio a expedir ins- 
tfflecoes, de torn insolito ; instruccoes que nos fariam proceder na 
antiga Cisplatina, com a sencerimonia desdenhosa do authenta de Pa- 
lermo. Sciente da "boa intelltgencia" de Caxias, no sul, corn os che- 
fes dependentes de Urquiza mais visinhos a raia, julgou essa entente 
mui util, quando acossadas "as massas insurgentes" (eis a esperanca 
que se nutria) buscassem asylo no Uruguay. Assim e que precei- 
tuou ao generalissimo, o que de sazao para o Imperio. Nao se cletivesse 
Caxias, nao se detivesse nunca mais, ante nenhuma barreira interna- 
cional. ( 82 ) 

"Convem que V. Exa. finja, e diga mesmo, para que conste, que 
em caso algum passard a fronteira, isto com o fim de dar seguranca 
aos rebeldes, para que se of out em e se desaeautellem, uma ves en- 
trados no Estado oriental; mas, logo que V. Exa. ache occasiao de 
dar-lhes um golpe seguro, entre desembaracadamente pelo territorio 
do dito Estado, ate Montevideu mesmo, se for necessario, para des- 
truir os rebeldes que dentro delle se achem arniados". Rosas, par 
igual, "nos tern mostrado alguma benevolencia, irritado com a coad- 
juvacao que Fructo ha recebido dos rebeldes", e pretende ser cousa 



( Bl ) Idem 4 legagao em Montevideu, a 8-V-43. 

( S2 ) Idem a legagao em Buenos-aires, a 15-V-43. Idem a Casiaa, em 



22-V-43. 



— 99 — 

notoria a " allianca" destes com aquelle. JVo entanto, quando Ihe pro- 
mtsernos um accordo, tcrgiversou ; quando soUkitamos cavallos, in- 
sinuou que nos dirigissemos a Oribe. Mas, como affirmaes que nos 
auxUiam as auloridades raianas, de Oribe, e como as de Rosas se mo- 
vent por modo a crer-se que tiveram instruccoes delle favoraveis a 
nos cttmpre entreter bom commercio com umas e ontras, para tirar-se 
proveito. Nao sei se a contra-revolugao em Corrientes forcard os dele- 
qados de Buenos-aires a se retirarem e se com isto resurgem ali os ele- 
ntenios " fructistas" '. Em qualquer hypothese, como Rosas nao tern 
convencoes comnosco e nao quer fixar nada de positivo", "se tiver 
accasiao de entabolar algumas relacoes com os colorados, deve so con- 
sular os nossos interesses". 

Tudo persuade que Oribe two entra em Montevideu, e, talves, 
cow o inverno, forcado a retirar-se: "em tal caso bom sera estar pre- 
parado a tratar com os fructistas". A victoria daquelle general traria 
"algtctn perigo" para a independencia do Uruguay, unica vantagem, 
para nos, do tratado de 1S2S, " Alem destas rasoes, o sysfema tyran- 
nico e espoliador de Rosas, seria mantido no Estado oriental por 
Oribe, que tao barbaro como elle se tern apresentado" ; systema que 
grande damno occasionaria aos subditos de s. magestade com domici- 
lio acold, Nos, conseguintemente, hemos de ser contra o systema de 
conquista, que e suspeitar-se nutra Rosas. Se o sen triumphs nao 
annullar a "independencia" do Uruguay, estabelecerd, no ntesmo 
wma "influencia" exclusiva, com prejuizo do Imperio. "Desvia- 
dos temos sido desta conducta natural, pela occorrencia da des- 
gracada allianca de Fructo, e de setts partidarios, com os re~ 
beldes dessa Provincia" . Como porem o nomeado brigadeiro e 
o Governo de Montevideu comecam a achar preciso o concurso 
do Brasil, para evitarem o jugo de Buenos-aires, c como Ro::as se 
comporta comnosco em maneira " d tibia e suspeitosa" ', "nossa poli- 
tico ainda talves se tome favoravel a dom Fructo. Digo tudo isto a 
V. Exa., para que tire partido de todos" os beligcrantes, " sem se fiar 
completamente em nenhum delles" . Regis (conclue) sera demittido. 
Vai occupar o sen posto, no caracter de Ministro residents, o com- 
tnendador Joao Luis Vieira Cansansao de SinimbA. deputado-geral , a 
quern recommendo se mantenha em estrkta neutmlidade, ate que che- 
gue o momenta de tomarmos um partido. ( 51 ) 

Regis, com effeito, devia ser substituido. Depots de suspeito 
aos colorados, como sympathico a dominacao oribista, pensar que 
iora impossivel esconder, compromettera ainda mais a sua posi^Jio em 
Montevideu, com indiscriqoes que Garibaldi reputou offensivas a seu 
kmpido name. Foi sabel-o, o grande filho de Nice, e correr a lega- 



(«) Offic. de 22-V, ja elt, a Casiaa. 



— 100 — 

cao para desaffrontar-se. Conduzido a presenca do capitao-de-fra- 
gata em service diplomatico, desafiou-o para um duello; acto a que 
se negou este, allegando as reservas que lhe impunha a sua inissao. 
O episodio, que esteve a produzir uma ruptura entre ambas potencias, 
encerrou-se ulteriormente, por maneira aceitavel para todos; ( s,i ) mas. 
tinha sido de molde a impossibilitar a permanencia ali, desse encar- 
regado-de-negocios. Escolhido Sinimbu para o posto, o gabinete cui- 
dou de the dar clara noticia dos assumptos de que ia occupar-se. K 
nesta altura nao e demais que se torne bem nitida umoutra cousa. 

Vitio maligvitatis himiancc Vetera semper in lande, pr essentia in 
fastidio sunt, escreveu Tacito, ( sr> ) e Bentham, sem o citar, fixa o 
conceito numa de suas obras. ( S6 ) Erro e esse de que o autor se 
julga limpo. Se por vezes algo severo na censors aos coetaneos, 
quanta amplo na 16a aos nossos maiores, e porque os primeiros nao 
se conservam, em muita cousa, na lustvosa esteira dos segundos. Mas, 
nao se escravisa ao piano de sempre exaltar a uns, maldizer a ou- 
tros. ( &7 ) Se equanime procede no exame dos homens, nao e diverso 
o criterio na exegese, quando esta forca a parallelos entre as vigentes 
e as extinctas instituicoes, aqui ou ali. Se de continuo celebra o que 
teve de recommendavel o preterito regimen, nunca o poria na alcan- 
dora a que sue erguel-o, a super ficialidade de alguns juizos, por de- 
mais frequentes, na actual renascenca de nossas letras. Est modus 
in rebus! ( ss ) 

fi preciso distinguir, sob pena de incorrer em grave erro. Foi 
na quadra ultima do reino de Pedro II que tivemos o Imperio, esse 
de que figuram como precursores, os moderados sinceros de 7 de 
abril; como precursores foram da moderna Repiiblica, os exaltados 
do periodo antecedente e subseguinte. Antes do periodo a que se al- 
lude, houve instituicao muito diversa e foi o Baixo-imperio, fundado 
com a torpe intriga do paco e que o paco tornou ainda mais abjecto 
do que ja era, pagando-se a metropole, com os dinheiros do empres- 
timo inglez, uma separacao que se pregoava obra exclusiva das armas. 
Banido em 1831, o negro systema politico, banido por minutos, pela 
vontade nacional, burlou umoutra conjura as sacras imposicoes do 
civismo. Foi esta conjura a que teve como principal instrumento 
Costa Carvalho; individuo solerte e sem algum caracter a quern coubc 
triste primazia, logo transferida ao talentoso Vasconcellos, tao ines- 
crupuloso quanto elle. O systema a que se allude, nada mais foi, em 
verdade, que uma trans figuracao apparente do que vigorava entre 



B4 ) Vide offics. de abril e maio. 

B5 ) "Opera" Oral., 12, 16. 

B6 ) "Sophismes poUtiijues", I, 1. 

BT ) Vide o appendice. 

BB ) Horacio, "Opera", I, 1, 106. 



— 101 — 

nos, antes da revolta do Porto em 1820; a qua! conddiu com outra. 
no Brasil, que ate hoje representa o mais pujante esforco politico- 
social de nossa raca. 

Faz-se aqui referencia a gloriosa, fecunda revolucao que enee 
tou, do alto, o nunca assaz admirado Sylvestre Pinheiro, cuja politica 
interna, se persiste elle a testa de nossos negocios, houvera instituido. 
na America do sul, um Estado modelo ; cuja politica externa, logo 
posta em abandono, resuscitou-a Wilson, em nossos dias, aliaz sem a 
grandeza do nomeado superhomem. ( S!l ) Ora bem, uma e outra re- 
pudiou-as immedlatamente Jose Bonifacio, cultura magnifica, espirito 
vasto, quanto atrazado, e reentrou no scenario a politica bastarda. 
que foi o osso, a carne desse neiario Baixo-imperio a que houve al- 
lusSo ; putrida, malvada entidade, contra a existencia e persistencia 
da qual, sosinhos quasi, lutavam os riograndenses. Conforme aqui se 
patenteia, nao ha, pois, o minimo parti pris nas sentences do autor, 
quern, se o notaes int'lexivel no abater os falsos idolos, pervigil se 
exhibe na sacra empreza de erguer altares a nossos veros semi-deuses. 

No julgamento, exempli gratia, do que estava em relato, nao 
muda em nada a pauta de setts aprecos. E como e esta invariave!. 
se se vos depara o que parece elogin superabundante, por igual en 
contraes a formalissima condemnacao ; criterio este com que mui 
claro tudo resplandece. O Imperio ultimametite, se muito longe, na 
orbita politica, de uma absoluta impeccabilidade, havia attingido a 
um gran de cultura hors de pair nas duas Americas. Sobre serem de 
encantadora policia as relacoes dos homens in-generc, a lenidade, a 
benignidade era o crysol da estima em tudo e por tudo, como o teor 
de quanto se fazia ou pretendia. O Estado, se inaptissimo no que 
monta as grandes iniciativas remodeladoras do Paiz; se se introdu- 
zira por demais nelle o amor ao socego ou quietude, nao buscava que- 
brar systematica, inflexivelmente, (qual observamos com a Republica 
esdruxula que a substituiu) o melbor thesouro de nossa evolucao. 
Medrava sem peias officiaes o velho estimulo civico, o apego as 
conquistas liberaes, ciosos os brasileiros quasi in-iotwm de seus foros; 
prerogativas cidadas que, salvo raros eclypses, viveram entao mais in- 
tangiveis do que nunca. Mas, na orbita diplomatica, a figura das 
cousas radicalmente se altera ou e o opposto no paralelo : o panegyrico 
se transmuda em libello accusatorio acerbissimo e com carradas de ra- 
sao. Se o pessoal empregado no servicp exterior nao foi substituido 
todo, por gente do mesmo prestimo, nos annos que subseguiram a 1 889 ; 
cabe a Republica a honra de ter firmado, sobre alicerces inabalaveis, 
uma orientacao em face da qual a que teve Rozas como contempora- 
uea, representa uma obra execrabilissima. 



(89) vide, sobre iato e o que segue, "Duas grandes iutrigas", II, 3S6. 



— 102 — 

O imperador, que a pouco e pouco se desvestiu das roupagens 
joaninas, caras a seu augusto pai e a caterva que com eile nos deixou 
el-rei ; o imperador despiu tamhem de si os inveterados preconceitos 
que geraram tantos odios contra nos, entre os confinanrcs. Iniriou a 
silenciosa tarefa purgativa, mostrando-se incompativel com as ten- 
dencias reincorporadoras do circulo indigena, eternamente votado a 
um empedernido imperialismo. (*°) Mais tarde, (mui tarde, infeliz- 
mente, para sua dynastia) reagiu contra a politica de nossos minis- 
tros, inclinados a fazerem das republicas visinhas, mormente do Uru- 
guay, o que com muita justiqa vcrberaria um dos soldados mais 
briosos que adheriram a causa farrapa. ( si ) D. Pedro se deixou lr 
a reboque de seus magnatas, e ate com um cego enthusiasmo, no de- 
sadiw que nos levou a nos ao Paraguay e poz em comeco a lavra da 
ruina da casa imperial, mas, de ahi para diante reagiu systematico, 
inabalavel, contra a indevida, funesta orientacao intervencionista. E 
gramas aos deuses amparadores da Patria estreiou uma nobre, fecun- 
da attitude internacional ; reduzida pelo novo regimen a um de seus 
intangiveis dogmas, no dominio, hoje sem sombras nem esconderijos, 
de nossas relacoes continentaes e ultramarinas. 

Antes porem de abandonar o serio thema em exame, cumpre 
advertir que fora esquivar-se de um erro, para correr a outro, o fi- 
gurar que a contracorrente por fim estabelecida, tanto em os nego- 
cios internes, quanto nos externos, a devemos exclusivamente ao im- 
perador, sendo inimigos do bem publico, intra e extramuros, quantos 
o rodeavam. A verdade que se nao tem comprehendido entre nos, 
definiu-a a maravilha um escriptor ibero-americano. " Riojaneiro y 
Buenos-aires encabenaron la revolution en las castas de America, guar- 
dando el cotoniaje en su provecho, en lo interior del nuevo mun- 
do". ( 93 ) No que toca ao Brasil, imperava nas relacoes do centra 
com os gremios localisados nas antigas capitanias, a virga ferrea me- 
tropolitana, e nas com os nossos visinhos, a ambiciosa ou pretenciosa 
orientacao com origem em Lisboa ; orientacao essa, ja se poz em 
realce, que o segundo Pedro baniu por inteiro, sem que os effeitos 
de sua obra regenerativa tenham visos de milagre exclusivo de um 
detis mythologico. 

Nem mesmo um ser de tao grada categoria pudera assegurar- 



( 90 ) Vide tradicao j£ mencionada, que deu motivo a dedicatoria de 
"Duas grandes Sntrigas". 

(si) vide carta de Daniel Qomes de Freitas, em 13-VI-56. Nota Da- 
niel que o governo imperial conaiderando desairoso ajtistar "convenQoes" 
com os farrapoa, seua compatricios afinal, atidou no entanto "mendigaudo 
o auxilio de Rozas", e que o mesmo praticara em t&rno de Rivera. 

( B2 ) Aluerdi, "Disensiones de las Republicas del Plata y las maquina- 
ciones del Brasil" (1865), no comeco. 



— 103 — 

tios a surto e desenvolvimento de um semelhante phcnomeno. Com- 
quanto outra cousa imaginem os indoutos, s. magestade. por si so, 
pouquito podia Jazer. Pouquito mais do que seguir e favorecer ten- 
dencias do aggrcgado social a que perteticeu. Como ensina A. Comte 
nas mais altas de suas licoes, os eventos humanos estao submettidos 
a leis naturaes. Estas, porem, se immutaveis, sao modificaveis, den- 
tro de certos limites, mui estreitos aliaz : dahi a possibilidade de nossa 
j nter ferencia na marcha da evohicao collectiva. ( a:l ) Se iiwestigar- 
de? com o preciso tino, logo se vos patenteia a composicao que tinha 
o theatro imperial. A par da triste grey que nos legou D. Joao, ro- 
bustecida mais tarde pelos indignos que entre nos quizeram medrar 
fosse como fosse ; resplandece com o rodar dos annos um pugilo de 
homens de eleicao. — gloriosos, rectos auxiliares do monarcha. 

O Imperio liberal foi, como ja se realcpu, uma obra com base 
nos pendores nacioiiaes da epoca. No que concerne ao arbitrio res- 
peitado nos individuos, se o foi em parte de D. Pedro, o foi tambem 
de seus preditos collaboradorcs. Notai, verbi gratia, qua] o concurso 
com que brilha em plena luz, a luz, mais pura. Limpo de Abreu ; a 
qucm coube mais tarde um titulo que perfeitamente lhe quadra, o de 
visconde de Abaete. Ja hotive ensejo de salientar a philosopbica equa- 
nimidade com que encara o movimento de setembro em seus pri- 
mordios. 

Na defeza da causa que esposs, o illustre ministro de estado mais 
procede como quern busca apanhar a etiologia do phenomeno revolu- 
cionario, para oppor a enfermidade o rcmedio que suggerir possa a 
intelligencia do medico proposto a attendel-a ; do que como quern 
propenso a vulnerar os dissidentes, com as armas da offendida rea- 
leza. ( M ) Se assim o notaes em plena quadra regencial, nao e outra 
a sua accao em periodo subsequente a grande guerra civil, isto e, na- 
quelle em que aponta magnos desacertos do governo imperial, um 
farrapo jnsubmisso, com asylo no Uruguay. Assenta que depois da 
paz no sul, "desmascarou-se o piano de aniquilar as republicas" plati- 
nas, evitando-se "tao imminence catastrophe" gramas a convenqao de 
Urquiza com Oribe. Annullado o golpe, nem por isso a Corte desistiu 
de seus particulares designios: "mesclou-se as eleicpes" do visinho Paiz, 
com a esperanca de fazer surgir homem a seu geito. Nao o conseguiu ; 
a despeito de tudo, foi "eleito um candidate nacional", dom Juan 
Francisco Giro. Deteve-se a ambiqao do gabinete fluminense? Nao: 
tntriga-se e promove-se a queda violenta do presidente do Uruguay, 
em 1853, lance em que houve muitas victimas. (° 5 ) 

Ate esta altura a exposicao do ex-coronel riograndense. Nao foi 



( 03 ) "Politique positive", II, cap. 7.°. 

( 94 ) Vide "Revolucdes cisplatinas'', II, 663. 

( BS ) Cit. carta de 13-VI-56, a Francisco J, da Rocha. 



— 104 — 

ainda cscripta a chronica das indebitas andancas do brasilio governo 
em casa albeia, e carradas de razao tinha Daniel de Freitas para con- 
demnal-as. No que assenta a respeito do assumpto, necessario e 
todavia urn inventario, para distinguirmos o que pertence ao episodio 
da primeira c da segunda phase do extincto regimen. Estava em 
Montevideo Jose Maria da Silva Paranhos, (o que teve o titulo de 
visconde do Rio-Branco) e acusou-o Giro de ser o causante de todo o 
desaguisado. (" s ) Assim e? Assim parece, ao inenos! Paranhos 
sentiu ou presentiu que nos conselhos da coroa nao merecia appro- 
vacao a sua attitude, ou a viam por um prisma que nao correspondeu 
ao que esperava usassem, no julgar os seus actos. Em communica- 
cao ao ministerio revelava a sua duvida ou inquietude. (° 7 ) Do ga- 
binete o transquilisam. "V. S* diz que talvez os ultimos aconteci- 
mentos o tenham averbado de suspeito no meu espirito". Ja protes- 
tei antes contra a gratuita supposicao e volto a protestar. "Enga- 
na-se V. S. a e nao me faz justica, se suppoe que eu deixarei alguma 
vez de aprcciar e de ter na maior consideracao as suas opinioes. 
Como nao hei de escutar o seu parecer, sendo o primeiro a reconhecer 
a sua grande intelligencia e o zelo com que estuda os homens e as 
cousas desse paiz, aonde esta presente?" A secretaria fa2 desappa- 
recer a nuvem que entenebreceu o espirito do procer, deixa tran spa- 
rente, a seguir, que e contraria a aventuras e julga que, "por ora, 
tudo nos impoe circumspeccao e reserva". ( !IS ) 

Neste caminho se ia entrando, o que nao podia perceber Daniel 
de Freitas, porque nao tinha frequencia nos archives da chancellaria 
imperial. Ao revez do que conclue, se houve ministros de estado e 
ministros plenipotenciarios que viviam atreitos as negras tradicoes 
do Imperio discricionario, labutavam egregias figuras do Paiz, labu- 
tavam com insistencia, para que alfim tivesse realidade o Imperio 
liberal que havia sido o enlevo e sonho de Evaristo da Veiga e dos 
homens de sua escola. O gabinete, no citado episodic, trata de nao 
menoscabar ao primeiro Rio-Branco, mas, talhando ja o fio de torpe 
evolucao, deixa entrever em que rumos se quer instituir a que vingou 
por ultimo. Tudo perdido no Uruguay, escreve-se do Rio-de-janeiro 
para la, "se nao se adoptarem medidas que acalmem as paixoes entre 
os partidos, e que os approximem tanto quanto possivel". 

Reputo de grande merito os "esforqps que fizer no intento de 
obter a conciliacao dos partidos bianco e Colorado". Aconselho para 



( B0 ) Carta no arch, do Itamaraty, de Melclior Pacheco y Obes a 
Andres Lamas, em 4-XI-53: ouvira explicagfles de Giro, em a noute ante- 
rior, quem se pronunciara, "em meio de amargas queixas contra Paranhos, 
a quem attribue todo o mal da situaeao". 

( 97 ) Legacao em Montevideu, correspondeneia de 1853, 

( 9B ) Ofiic. do gabinete, em 20-XI-53. 



— 105 — 

esse Paiz, o que persisto era crer de conveniencia para o Brasil. Faca 
ver que impossivel e um governo com ''o terror e compressao" e que 
precisa viver com a " moderacao e toleranciu" e com o "concurso de 
todas as intelligencias" . (") Em officio posterior, o gabinete renova 
as suas ja expostas reflexoes, para concluir mais uma vez que a ve- 
reda salvadora tinha que ser uma nobre entente; programma que era 
preciso conceber com altura de mente. "A conciliacao, adverte-se, 
nao consiste no sacrificio dos principios, pelo quaes os partidos se 
extremam. Conciliacao em politica, quer dizer tolerancia", reflexio- 
na Abaete. "Nosso empenho deve ir mais longe do que dizeis", con- 
clue o abalisado ministro, dirigindo-sc a Paranhos: cumpre que "ao 
fim de 4 annos de allianca" deixemoa "fortificada a narionalidade 
oriental, por meio da paz interior, e dos habitos constitucionaes". ( 10 °) 

Muito se avantajara., conforme vedes, a construccao politico-so- 
cial derruida em 1889! Grande o caminho andado, a partir de 1843! 
Largos os progressos feitos depois do anno a que chegara a narrativa; 
altura da mesma em que se abriu este longo parenthesis que vai ser 
encerrado, completando-se a referencia a deposicao de Giro. Dom 
Bernardo Berro, seu ministro, induzido a uma "transaccao honrosa", 
conforme appetecia ao gabinete de S. Christovao. era propenso a 
ella. ( 1<n ) Nao duvidava em acquiescer, alkgando. no entanto, ser 
urn convenio "demasiado doloroso para o Presidente e offensivo do 
decoro de sua autoridade". ( l02 ) Limpo de Abreu, superior a estes 
preconceitos, contrapoz argumento a argumento. Observou-lhe, por 
meio da legacao de s. magestade, que estava em erro: poises fortes, 
hem constituidos, cedem, para evitar um mal de maior tomo. ( im ) 

Reatando agora o fio da historia, cumpre se ponha no devido 
relevo, que o criterio florescente no decennio anterior mui diverso 
era e que somente em 1844 comerpu a alterar-se, coiuo se ha de ver. 
Ha quern encontre voos idealistas nos que entao nos regiam e estes 
muito se esforcaram para se fazerem passar como capazes de tanto, 
indo a semeerimonia dos historiographos coevos, delles, ate a des- 
mesura de intitularem de "grande exercito libertador da America do 
sul", o que se moveu, annos depois, contra o despota de Buenos- 
aires. ( 104 ) 

Ai, com este se nao mancommunaram, porque nao no quiz, elle, 
que constitue. em nossos annaes, uma dupla vergonha para taes 



(99) Idem, idem de lfi-X-53. Sublinha-se o topico supra. Vide o ap- 
peudice. 

( I0 °) 0«ic. do gabinete, em l-XII-53. 

( 101 ) Ctt. o«ic. de 16-X. 

( 102 > Paranhos, of fie. de 24-VII-53. 

I 103 ) Vide offlcs. do gabinete em 16-X e 20-XI, salvo engano. 

I" M ) Vide a obra de Titara, aliaz interessantissima, na parte refe- 
rents a guerra rlos patTias. — Vide a cit. carta de Daniel a Roeha. 1S-VI-56. 



— 106 — 

estadistasi Alberdi poude enganar-se na sabida maneira, porque viu 
em Rozas o que viu Darwin, isto e, que havia nelle o estofo de "um 
hometn de caracter extraordinary o", ( 10 ") e como dom Joao Manuel 
ainda nao puzera os manguitos de iota., o grande argentino o apre- 
sentou ao mundo como um "genio" quic,a benefice Bento Gan<;alves, 
por igual, enganou-se, pela mesma ordem de motives que toldaram 
a mente daquelle nobre americano. Entregue a sua vida espiritual, 
nao faltaram ensejos a Alberdi para descobrir, muito antes de outros, 
o que, com o tumulto da guerra, veiu a perceber com nitidez, o gene- 
ral continentino, tao somente em 1839. Isto e, que nao passava de 
um fabuloso malvado o personagem que tora a esperanca de uma 
geracao angustiada com as desordens ibero-americanas, antevistas com 
genial agudeza por Hypolito da Costa, em 1810, desde o seu retiro 
de Londres. ("«) 

Os dous citados guias sociaes razoes tiveram para illudir-se com 
as louvaveis apparencias, discretos procederes iniciaes de Rozas, mas, 
os que tinham ao pulso o leme do Brasvl sabiam, de sobra, quem era 
o tyranno que tanto namoravam por ultimo. Sabiam-no gracas a 
copiosos, horripilantes relatorios, que de continuo Ihes chegavam de 
Buenos-aires, com expressivas photographias moraes do Tiberio por- 
tenho. ( lor ) Ha lendas que e tempo de dissipar, e antes que o faca 
o historiador vindouro. incumbiu-se da obra restauradora da verdade 
um dos mais efftcazes collaboradores da secretaria de extrangeiros, 
pars magna em o que de melhor se fez, no cumprimento de altos de- 
veres, na orbita international Ponte Ribeiro legou-nos um julga- 
mento, que tern o caracter de definitivo, acerca da politica brasileira 
no exterior, que se resenba na presente obra. O que debuxa esse 
ministro plenipotenciario, depois do que na mesma se consigna, cor- 
responde a um sudario miserrimo, de traqos inequivocos. Hesitaria o 
autor em reprod'izil-os, se a derradeira e ja memorada orientacao de 
Pedro II, que a Republica aperfeicoou. imprimindo-lhe o caracter de 
um systema inabalavel e irremovivel ; nao fosse, desde muito, a iin- 
plicita condemnacao dos graves erros, imperdoaveis fraquezas, que 
aponta, austerissimo, o egregio diplomata. 



(**) "Voyage autour du monde", pag. 76. 

poo) vide a colleceao de sua folha. N.° cit. em "Duas grandes in- 
trigas". 

( 107 J Apesar de tao instructivos patneis, a gabinete imperial, diz a 
Lisboa, em 2S-I-41: "Aproveitara V. Mee., tambem, essa occasiao, para fe- 
licitar o Dictador, tanto pela sua victoria obtida sobre seas inlmigos, pela 
lide que sustentou contra poderosa Nacao Europea de 1.* ordein; asseve- 
rando-lhe que o Governo Imperial o considera como um dos Varoes que 
mais servigos tern prestado a causa americana". Vide no Itamaraty, Ro- 
drigo Pontes, "Colleecao de factoa, ditos e acontecimentos do Rio-da-Prata", 
memoria inedita. com as monstruosas proezas do homem assim endeu- 
sado . . . 



— 107 — 

Segundo elle, o Governo Imperial, "sempre fraco e covarde, so 
tem feito declaracoes de guerra insidiosas, para ter em sua ajuda al- 
iens individuos da mesma Nacao a quern tem ido hostilisar. Foi 
assim que declarou a guerra . a Conf ederacao Argentina, dizendo a 
fazia unicamente a Rozas, para dcsse modo ter do seu lado algumas 
das Provincias e Generaes sem cuja forca vencido seria, por aquelle 
Governador. Fez outro tanto, declarando que fazia a guerra a Lopez, 
e nao ao Paraguay, para dessa maneira suscitar revolucpes contra 
esse chefe na Republica; nao se julgando com forca, nem valor para 
vencel-o. Tendo assim procedido em 1852 contra Rozas, e nao con- 
tra a Confederacao Argentina, faltou-lhe o direito de exigir desta o 
pagamento das despezas de guerra, nem dellas falou. Do mesmo 
modo deve proceder com o Paraguay; nas suas declaracoes officiaes 
resulta que sempre disse que a guerra era feita ao tyranno e falso Lo- 
pez, e nao aos Paraguayos. — Destes dous factos, fazer a guerra a Ro- 
zas e a Lopez deve" o Governo Imperial "confessar que por vaidade e 
covardia se tem afastado das regras sanccionadas pelo direito inter- 
national. Quando uma Nacao faz a guerra a outra Nacao compre- 
hende todos os individuos desta. Sem a accao destes nao levaria 
o seu chefe a effeito os actos de tyrannia e extorsao que obrigam a 
fazer-se-lhe a guerra. Desde que a Nacao lhe serve, de Instrumento, 
complice tornou-se ella e obrigada a soffrer as consequencias. Se 
nao queria" ser "por elles, levantasse-se, em massa, contra quern a 
obrigava a praticar actos" contra "a sua vontade". ( 108 ) 

Depois do fiel traslado de aresto em taes termos e do punho de 
quern e, inutil fora insistir a respeito da importante materia, se tra- 
dicoes do proprio anno que esta em exame, nos nao facultassem meios 
de comprovar, por modo irretorquivel, mais uma vez, que a grey 
assim fulminada por Duarte da Ponte Ribeiro nunca teve arrancos 
de idealista ; nem comprchensivel e que os tivesse, educada como ha- 
via stdo, na escola do torpe, bronco, negro systema absolute, que sup- 
puzeramos abater em 1820 e floresceu ainda, se bem com mascara, 
tnuito depois da quadra regencial. f 1 - 00 ) Obedecia, ao revez, a um 
cru, frio realismo, assaz manifesto nas communiaicpes reservadas e 



(io«) qh ■'Memoria". Vide no seu appendice, depois da "Descripijao 
<Los individuos que liguram na actual admimstracao da Republica orien- 
ta) do Uruguay (Montevideu, set, de 1854)", outras "Informa<;5es para 
Memoriae", e, entre estas, a que eonsta do texto. 

( 10fl ) Nao esquecer que muitos dos pro-homens do Imperio ainda per- 
tenciam a gentallia ignobil de que Saint-Hilaire, monavchieo e aniigo de 
el-rel, fala com um soberano despreso, Muitos outros eram bona disci- 
pulos de tao baixa camarilha, havendo taes no governo, que Fagundes, so- 
brinho de Silva Tavares, escrevendo da Corte para Montevideo, em 25, 
29-XII-41, allude a "ministros venaea que governam o Paiz". Vide '-eser- 
vadissimo da iega<jao nesta Capital, em 18-17-42. 



— ■ 108 — 

ate ostensivas, da secretaria de extrangeiro; cru e frio realismn que se 
destaca, mais do que nunca. em instmccoes dadas a Sinimbu. O minis- 
tro signatario da peca, depois de expor antecedencias relativas a contra- 
cts ou conluios ou estimulos, de Rozas, Oribe, Rivera, no trato com 
os farrapos, entra a considerar um thema de data mais fresca, id est, 
o que occorreu depois da batalha de arroio Grande, coincidente com a 
sua ascencao a regencia da pasta dos negotios extrangeiros. 

Lembra que batidos os orientaes e os correntinos, os vencedores 
invadiram o Uruguay, com o designio da tomadia immediata de sua 
Capital, vantagem de conseguir-se, porque aioda nao fortificada. Ora 
bem, nesse tremendo momento para o governo de Montevideo, Guido 
insistira para que o Brasil entrasse em guerra contra Rivera e con- 
viemos em fazel-o, mediante um tratado dc alliance offensiva e de- 
fensiva. Assentes as clausulas do tnesmn, nao houve ratificacao, que 
Guido expbeou a seu modo. A causa percebemoi-a nos, e dabi nos 
inclinamos a dar ajuda ao governo de Montevideu. Obsta, porem, a 
rebelSiao do Riograncle, onde o exercito, entretido com os insurgentes, 
nao pudera ministrar esse apoio ; e se e certo que temos esquadra. 
certo e pot igual que se tomamos um partido com eseasso estudo, a 
vantagem desapparece, com a desvantagem do augmento de inimigos 
na Provincia insurretta. 

Caxias informa por officio de 21 de abril, que a fronteira uru- 
guaya de Tacuarembo presta obediencia a Oribe, que a dahi ate o 
mar, a Fructuoso, ajudando-se na primeira aos imperiaes e na segttn- 
da aos farrapos. Informa, com isso, que na raia argentina bom con- 
curs© tambem se nos da. Assim sendo, abrirmos hostilidades contra 
Rozas, sem contar com Rivera, equivale a comprometter a posicao 
do exercito imperial. Convem, pois, uma attitude neutra, captatoria 
de um e outro belligerante, ate que nos seja propicio adoptar a pri- 
meira ou a scgvnda allianca. Permanecer, em summa, entre daas 
aguas. Propenso a Oribe o actual encarregado-de-negocios, descon- 
vem ali, portanto. Indispensavel retiral-o. escreve o ministro ao no- 
meado Sinimbu. Retirabo, e submetter exclusivamente a seu dis- 
cernimento proprio o deslinde deste assumpto. Algumas indicates 
tracarei. coffltudo: 1.°, ha de revelar-se inclinado a Hga com Rivera, 
mas, aunca por escripto e so em modo verbal. Nas occasioes a isso 
opportunas, dira que constrangido a set neutro, e que o e "so por 
causa do Rioyraude" . 2°, Esforcar-se-a para fazer que comprehen- 
da esse Governo que, se debeuatla a revolta no Riogrande, o nosso o 
auxiliarta com o exercito e armada, para manter a autonomia da Re- 
publica oriental. 

Explicado como cumpria agisse na enviatura, o gabinete flumi- 
ncnse desvenda a Sinimbu qual o seu verdadeiro e inteiro pensamento 
acerca deste ultimo problems e de outro que lhe era mui connexo: 
Queremos conservar o Riogrande e a independence do F.siado oricn- 



_ 109 — 

tal, was, esta e para nos uma conga secundaria, e Se para garaniir-nos 
aquella assim for necessario, sacrificado sera o Uruguay. ( 110 ). O 
ministro. qua! vedes, nao faia a guisa de Washington, que inculca 
ser "a honestidade a melhor politica", "tanto em negocio das nacoes. 
quanto no dos individuos". Declara-se de inteira harmonia com Mac- 
chiavel: " Raramente in politica la scelta e tra il bene cd il wale, ma 
fra il mule maggiore o il male minor e" . Enganam-se pois, redonda- 
mente, os que na phase hodierna andam a lancar pregoes de que foi 
santa, pura. lisa, desinteressada a interferencia de S. Christovao, em 
assumpto de casas visinhas. O que segue, nas trasiadadas licoes da 
chancellaria ao delegado de S. Magestade, ainda mais destaca a norma 
dos procederes a que se atinham os aproveitadissimos alumnos do se- 
cretario florentino. 

Pode e deve communiear-se com Oribe, para o bom patroeinio 
de nossos iuteresses, prosegue o ministro. "Nao parece prudente que 
V. S. a va ao seu campo"; mande antes emissaries adequados e nao 
esconda isto a esse Govevno. Ao revez, de-lhe sciencia de tudo, com 
a caregoria affirmativa de que se conservara neutral, ate que melhores 
provas de boa-vontade, da parte do Uruguay, nos decidam a ajudal-o 
ou a abrir com franqueza nossas hostilidades contra elle. Finalmen- 
fe: nao deixe ver as instruccoes pelo seu secretario; negue a existeti- 
cia de urn projecto ajustativo de alliance com o general Rozas.; 
assevere ter si do elle quern nol-o propoz e que nada mais bemos pre- 
tendido, que ultimar o tratado de paz, acto para o qual mandou ple- 
nos poderes! ! f 111 ) 



(* 10 ) Nao escapou bem a situacao a Magariiios. Urn bilbete que 
acompanha. os ofttcs. <le 12, 13-IX.-44: "Muy reservada. Dicen que Hono- 
rio y Yasconceluft, u quienes oye el Ministro de estrangeros, y por quie- 
ftes se guia en algo. procedieroti con dobles en toAo lo ofrecido euando 
fv£ Gansangao ; que a no ser este, la union eon Bazas se hvbiera estrechar 
do; que entre anibos (ioblemoa habian tlispuesto del Esta&o oriental. Son- 
tales lax apuriencias al menos". (Peca no Archivo y Museo Historico). 
reaHsmo de que antes se falmi ainda merece uma referenda. Explicou- 
se alhuree com que gula estavam os continuadores do autor do memoran- 
dum Abrantes, ao pretenderem entrar em accordo de limftes. Queriam 
os do tratado tie 1819, acto invalido em si e ainda mais invalidado em se- 
guida, por outros actos do Reino e do Imperio. Malgrado isso, busca este, 
em 46. assegurar-se aquella raia, por am acto de forca. "Providenciei com 
toda a segtiranca para a occupasao da linha de 1819", escreve o ministro 
Santos Barreto. Antes, porem, de encetar o trabalhinno, pediu iaformes &■ 
presidencia do Riogrande, em confidential de 9 de julho, como tambem o 
seu parecer. Patricio Camara, Que foi modesta, quanto honrada fignra 
da sociedade continentina, esta^a no exercicio do governo local acL interim. 
Opinou de modo a abandonar-se alfim o projecto imperialista, em nota>vel 
"reserradissimo", de 8-IX-46. 

(i«> Offie. de 6-VI-43, Ve-se da "Memoria" de P. Ribeiro. que, alem 
8, recebeu outras instruegoes, em 13-VII (§ 29>. 



— 110 — 

Sinimbu, que desembarcara em Montevideu a 16 de jidho pefa 
noute, quatro dias depois o annunciou, para a Corte. ( ll ~) Effectua- 
da a sua apresentacao, que foi a 17 de agosto seguinte, cuidou imme- 
diatamente de dissipar os melindrantes effeitos do conflicto Regis- 
Garibaldi, o qual se ultirnou por maneira que Ponte Ribeiro historia 
com estas palavras: "Mao e facil descrever a sensaeao de menos- 
prec.o nacional que produziu no Rio-de-Prata" o desenlace que teve 
o grave choque. ( 113 ) O ministro residente observou a risca as ins- 
truccoes que teve, recommendando-lhe se aviesse com "moderaqao": 
as circumstancias nol-a impunham. (***) Mais importava de certo o 
que logo noticiou o commendador: Vazquez procurava conferencias. 

Em uma, queixou-se, o marralheiro sujeito, de que, desde o ga- 
binete de 19 de setembro, niuguem, do corpo legislativo do Brasil, 
mostrara desejos de conversar comsigo a respeito dos negocios do 
Uruguay e do Riogrande. Na maneira que poude fizera ver que im- 
possivel ultimar a guerra nesta Provincia, tao somente com as armas. 
Necessario tambem o uso da "politica" e "empenhando nessa causa 
os interesses do Estado" contermino. Prevaleceu outra idea, merce 
da resistencia de Vascortcellos. Depois da transcripta lembranga, dom 
Santiago entrou noutro argumento. Adepto sempre fora de uma 
estreita approximacao com o Imperio, e mormente o era na grave 
hora que ia atravessando a sua Patria. Nao julgava a mesma inat- 
tingivel, pois Rivera menos compromettido com os rebeldes, do que 
parece. Trataria de influir sobre o brigadeiro, para movel-o no sen- 
tido expresso, mas que "fora ilhisao o suppor que sitas promessus (pa- 
lavras delle) seriam realisaveis, se ellas nao eslivesscm de accordo 
com a vontade do General Rivera". A esta ingenua confidencia ap- 
poe Sinimbu a seguinte glosa: "Nisto elle tem profunda razao. Pru- 
cto e o primeiro e talvez mesmo o unico homcm, neste paiz, que gose 
de influencia propria". 

O ministro residente valeu~se entao das expansoes de Vazquez, 
para censurar a maneira por que a Republica buscava Iatic,.ar-se nos 
bra^os de Inglaterra e o ministro de estado explicou ja andar tal ne- 
gocio muito em progresso, quando reentrou nos conselhos do governo. 
Certo era que recorrera este ao expediente Salvador a que se alludia, 
mas, que antes procurara, debalde, o apoio do Brasil. Depois. a cousa 
tinba menos importancia do que as apparencias indicavam; a Gra 
Bretanha lograva apenas vantagens rnercantis. Assim era? Um col 
lega (Pichon) garantiu a Sinimbu que o projecto fora outror insti- 



(Xi2) Offic. de 20-VI1-43. 
{"*) "Memoria", § 131. 
("*) Offfc. de 1S-VII-43. 



Ill — 

tuiria "um protectorado" analogo ao que subsistia "nas iihas Jonias". 
On porque desconviesse ao Imperio, ainda semi-absolutista, a maior 
visinhanca com a City, sabidamente inclinada a favorecer os riogran- 
denses, ou porque as instructors a Sinimbu, a que allude Ponte Ri- 
beiro, o incJinassem a favorecer a Rivera; deu o commendador um 
passo que esteve a arrastar o Brasil a uma guerra com a Argentina. 



CAPITULO IV 

E' de saber-se que notificado o bloqueio, reconhecido foi por al- 
gumas potencias neutraes, iicando no entanto sem effeito, por desco- 
nhecel-o Purvis, o comodoro da estacao naval ingleza. ( 1 ) Niio es- 
moreceu Rozas em face da resoluta attitude da frota breta, que lhe 
annullava effectivamente o sen acto hostil. Ao revez. Com uma en- 
tesadura que define bem o seu temperamento, deliberou renovar a 
notificacao ; acto que o plenipotentiary imperial em Buenos-aires pro- 
curara debalde impedir ou adiar. Negou-se a ouvil-o o dictador. ( 2 ) 
A consequencia foi essa a que se alludiu, isto e, a attitude obstativa, 
que tomou Sinimbu. Havia remettido uma extensa memoria ao gabi- 
nete {Immense, a respeito da politica a seguir no Prata e no Riogran- 
de. Sobre opinar francamente por immediate accordo com o governo 
de Montevideu, o ministro residente patenteia nao ver com temores 
a guerra com a Argentina, que seria a consequencia de adoptar-se a 
allianca com Rivera. Ao contrario, elle a tinha como de vantagem. 
''Nao duvido expender com franqueza minha opiniao ao Governo de 
S. M.", escreve. "Essa opiniao e que o unico meio de acabar ja, e 
promptamente, a rebelliao do Riogrande, e levantar o Imperio o Estan- 
darte Nacional contra uma potencia extrangeira". Os rebeldes, que 
ja perderam a esperanca de "fazer da Frovincia do Riogrande um 
Estado federado ao Oriental", "os rebeldes, cujas conviccoes a este 
e outros respeitos se dissiparam, os rebeldes mantem-se em armas 
unicamente por amor proprio offendido e o pejo e a vergonha de 
voltarem a communhao politica, depois de 8 annos de uma lata eiteril. 

Este sentimento e natural na gente do Riogrande, que e a mais 
caprichosa e tenaz do Imperio" e "a esse caprichoso sentimento e 
preciso oppor outro, mais nobre e glorioso. — Nem um outro podera 
produzir esse effeito senao o da nacionalidade. Despertar o naciona- 
Hsmo arrefecido no coracao dos riograndenses ; dar-lhes um pretexto 
honroso para voltarem ao gremio da Sociedade, e em minha opiniao 
a mais acertada politica que tern a seguir o Governo Imperial. — Os 



(*) "Memoria", § 174. 
( s ) Idem, idem, 179, 182 



— 112 — 

rebeldes aborrecem a Rozas ; as ideas exageradas de liberdade que 
elles tern nao se casam com os principios sanguinarios do Governador 
da Confederacao. Muito inaiores sympathias tern elles pelo partido 
de Fructo"; o que e "motivo demais para que se liguem ao Imperio, 
quando este se declare em favor da causa oriental". ( s ) Reinava 
esta conviccao nos conselhos da coroa, desde que Hento Manuel sc 
incumbiu de prestigiar o alvitre de transformar-se a pendencia in- 
terna, em guerra externa. Attraentes, seductoras, as perspectivas 
que, da margem esquerda do Prata, faziam entreluzir; pot desgraca, 
outras, do mais sombrio aspecto, entremostradas cram, da margem 
direita do estuario, e desenho das ultimas surgira pouco adiante. 

Agora e de opportunidade volver ao relato do que occorria quan 
to ao bloqueio. Notificado o mesmo, por segunda vez, Sinimbu acre- 
ditando interpretar o pensamento da ehancellaria coroada, que julgou 
ainda sobre melhores ancoras depois de lida memoria da legacao no 
Uruguay; Sinimbu (dizia-se) resolute deu um passo de grande atre- 
rimento. Negou-se a reconhecer o bloqueio; acto em que lhe fez 
boa companha o commandante da imperial esquadra. Recebida a 
notificacao de seu coilega argentine, em 11 de setembro, respondeu 
com um categorico, vigoroso won possum-us; (*) attitude essa, a que 
Rozas se sobrepoz, com arrogancia bellicosa. Em "nota, on declara- 
cao de guerra", com a data de 22, e nota de estylo mazorqiieiro, "glo- 
sava os actos do representante do Brasil em Montevideu, deprimindo, 
com burlescos e insultantes epithetos, os procedimentos officiaes da- 
quelle Ministro, como insensatos, estupidos, ignorantes". E nao lhe 
ficou por ahi a trucitlencia : "Fez arguicoes violentas contra o Brasil, 
por infracqao de Direito Commum, e ataques dirigidos contra o di- 
reito particular da Confederacao, pelo nao reconhecimento do intt- 
mado bloqueio". Depois de "ameacar" os visinhos "com a resolu- 
C.ao que tomasse a Sala dos Representantes da Provincia de Bue- 
nos-aires", concluiu nos termos que seguenv. 

"Em vista do exposto, Sr. Ministro, o Governador se ve no 
sagrado e indispensavel dever de sair a frente contra a aggressao 
que tao profundamente viola a dignidade e os direitos de soberania e 
independencia da Confederacao, pondo-os a salvo, por todos os meias 
que estao ao seu alcance; ate obter uma completa reparacao, pelos 
prejuizos e ultrajes que lhe inf erem os ados injustos e attentatorios do 



( 3 ) Memoria de que se £ez remessa, com o reservado n." 7 de S- 
IX-43. Topico final : Muitos se llie oMerecera pa*a ivem dissuadir os re- 
beidea de tratarem alguma cousa contra o Brasil: urn parente de Cans- 
barro fala. com tanta convic§ao de que se submettem, que ja partilho da 
mesma e o teaho de olho para o envlar a David, se approvado o alvitre. 

(*> -'Memoria", 5 183. 



— 113 — 

Sr. Mhustro de S. M. o Imperador em Montevideu'". "Lamenta este 
Governo a terrivel posiqao em que se lhe colloca, e a imperiosa neces- 
sidade em que se acha de sustentar ardorosamente a honra e a inde- 
oendencia National, cuja defesa lhe esta encommendada: nao sera 
a elle a quern se reproche a ruptura das boas e amigaveis relacoes que 
cotiserva com S. M. o Imperador do Brasil. — Considera tambem de 
seu dever, por em conhecimento do Exmo. Sr. Ministro, as disposi- 
coes de que esta animado, e de ter dado conta a Honoravel Sala dos 
Srs. Representantes, para que V. Exa. faca delle o uso que creia 
mais conveniente c opportuno". ( a ) 

Contestou a esta nota o destinatario da anterior, juslilicando u 
passo que dera Sinimbu. O commendador assim tinba agido, porque 
o bloqueio aberrava de todas as regras attinentes a materia. A isto, 
correspondeu a chancellaria portenha com a exigencia da retirada da 
nota que por ultimo se lhe enderecara ; cousa a que se negou Ponte 
Ribeiro, visto que Arana se nao propunha a retirar a sua, de 22. O 
camarista, entao, immediatamente cortou relacoes com o delegado do 
Imperio; o qual, acto continue pediu os seus passaportes, presumindo 
"fazer sentir", deste modo, quanto era "atbitrario o procedimeBto" 
da outra parte. ( 6 ) Ninguem lhe pondo tolheitas ao embarque, o 
ministro se transferiu a Capital do Uruguay, eomo em tempo se re* 
latou. Esta, por fim, a chocha, meigengra seara que se colhia, de- 
pois de tantas lavras e sachaduras! 

Findo aqui o parenthesis, hora e de reatar o fio da narrativa, um 
momento interrompida, quanto ao que se refere a polilica imperial 
no territorio desincorporado em 1828. Claras, bem claras, as suas 
novas tendencias, mas . . . siempre hay tin pero. e de realear-se mais 
uma vez. Antes de os successos tomarem uma sinistra physionomia, 
Ponte Ribeiro enderecara a seu jerarcha, opportunos, quanto pertur- 
badores avisos. Primeiro, em officio de 25 de setembro. ( 7 ) Se- 
gundo, em outro, cifrado n.° 39, em que declara possivel um ataque 
subito as naves de S. Magestade surtas no Prata, com o fito de brus- 
quer les affaires; ( s ) lance grave, muito de preoccupar-nos. em ver- 
dade, poisque arrebataria ao Imperio a sua unica superioridade, 
entao, sobre a Republica argentina. Com estas salutares adverten- 
cias, mandou a Corte um extracto do "piano de Rozas, no caso do 
Governo imperial nao reconhecer o bloqueio"; piano cujas linhas 
geraes aqui se trasladam, com a maior tidelidadc : 



( s ) Traduegao do plenipoteneiario. 
(«) Cit. "Memoria", §§ 184 e 187. 
(') Cit. "Memoria", § 193. 

( 8 ) Ponte Ribeiro diz usar de cifra mandadu a Montevideu, com o 
receio de que em Buenoe-aires abrissem a correspondeneia. Nem mais! 



— 114 — 

"A intencao de Rozas e dar um golpe sobre rtossos barcos de 
guerra**. "Pretende fazer niarchar 4.000 homens de Urquiza, para 
apoiar os rebeldes do Riogrande, para baterern o barao de Caxias, 
e ir apoiar nova revolucao em S. Paulo, etc. Conta dar, ja, 30 pa- 
tentes a corsarios armados por subscripqao dos federaes, feita na 
capitania do porto. Ja decretou e ha de ser proposto na Sala pelo 
representa«te Torres, como mocao propria, a suspensao de garan- 
tias aos brasileiros". "£ finalmctite mandar emissaries, nacionaes 
e extrangeiros, as provincias do Norte" do Imperio, que iriam "pro- 
mover a revolucao e offerecer o apoio delle Rozas. Chega a tanto 
a audacia, que o vil Arana disse — Bueno es hacerle conocer lo que 
bien lo recelan de nosotros; pero no hahrd nada, tanto porque el Go- 
bierno mobedizo del Emperador sabe que esa fantasmagoria vendria 
a tierra el dia que quiera el Snr. Gobernador, como porque no tie- 
nen recursos ni para los gustos ordinarios (lean lo que dicen los miem- 
bros de la oposicion) y menos se Italian en estado de emprender una 
guerra con nosotros, Ella seria el clarin de la caida del Imperio, y 
de la separacion de las provincias en otras tantas republican" . ( 9 ) 

Arana foi um ser em tudo inferior, muito incapaz de vislumbrar 
cousas taes, mas, sua linguagem, indubitavelmente, espelha com ri- 
gor o que no vasto scenario anteviu a mirada de aguila de 
seu amo, e fala por die, como um propheta que versa, com absolu- 
ta seguranca, o livro do porvir. Com effetto, nao ficava pedra sobre 
pedra, da "sublime architectura" celebrada por Jose Bonifacio, a 
commetterem os seus successores na dircccao do Estado, o erro de 
erguer a luva . . . 

Ora bem, com o que nao contou o tflustre plenipotenciario, foi 
com as deficiencias de mente, de caracter sobretudo, que distinguiam 
os estadistas da coroa. Noticias de tamanha magnitude era aliaz 
de prever-se que tivessem peso immense ahi e o tiveram em grau 
superlativo, de modo que ao tomar aquelle a ja descripta attitude em 
face do arrogante dictador, occorreu o opposto do que imaginou. 
Desde que tomaram os eventos um tragico aspecto, a chancellaria 
ficou visivelmente desaprumada. como transparece de officio a Ca- 
xias, a cujo traslado se vai proceder. Nao admira que Sinimbii des- 
comprehendesse os homens que monopolisavam em seu Paiz o norteio 
das cousas publicas; o que assombra e a ingenuidade com que Ponte 
Ribeiro se illudiu com elles. Quando ambos quiqa trauteavam Marl- 
borough s J en va-t-en guerre, Paulino de Sousa assim discorria, em 
officio ao generalissimo do exercito do sul: 



( 9 ) Offic. de 15-VI-43, reunldo com outros, em luminosa "Pro-me- 
morta" sobre '"Negocios do Rio-da-Prata" Consr.a o mesmo. com ligeiras 
alt*ra?5es, do offic. de 16-XI-43. 



— 115 

"O desfecho da luta entre Buenos-aires e a Banda oriental, que 
tanto era para desejar se demorasse, apressou-se, tivemos de optar 
entre o reconhecimento do bloqueio de Montevideu ou um rompimen- 
to com a Confederaclo argentina, e consequcnte allianca com um go- 
verno exhausto de recursos, e agonisante, e com homens que depois 
de tantas vezes e tao perfidamente nos haverem traido, procuram- 
nos hoje porque a Inglaterra os abandona. Cumpre marche positi- 
vamente de accordo com as instrucc,6es dadas a Duarte da Ponte Ri- 
beiro nas copias acima referidas", id est, nos reservados de 23 de 
setembro, ns. 32, 33. "Parece ao Governo imperial nao sera isso 
difficil a V. E., a vista das relaqoes que tem habilmente aberto com 
Oribe, segundo V. E. refere em sett officio reservado de 8 do passado 
mez". "Este officio me servira. para desfazer intrigas urdidas em 
Montevideu, e pelas quaes fizeram acreditar ou forneceram pretexto 
a Rozas, para fingir acreditar que V. E., tendo relacoes com Rivera, 
despresava as de Oribe". ( 10 ) 

As duas petjas remettidas em copia, assaz patenteiam uma sur- 
prehendettte desconformidade: emquanto as legacoes no Prata agiam 
com relacao ao bloqueio na forma negativa ja expressa, o governo im- 
perial navegava em derrota muito opposta. Alguns extractos de uma 
e outra deixam tttdo bem manifesto. Leia-se primeiro o que con- 
sta do n.° 33: 

E' de crer, e muito, que o travacontas chega a desfecho. "V. S. 
concebe quanto sera desairoso que tao importante facto venha a con- 
summar-se, e sem que o Brasil por modo algum intervenha e leve 
delle a menor vantagem, deixando todas unicamente a Rozas, ou a 
este e a Franca e Inglaterra". "Forceje sempre no sentido de ob- 
ter garantias para a independencia da Banda oriental, para os sub- 
ditos do Brasil que a habitant e para a pacificaqao e tranquiltidade do 
Riogrande do sul". Entenda-se com os agentes da Inglaterra e 
France, para que nao excluam o Imperio das vantagens a obter. 
' Aproveite-se do aspecto lisonjeiro que apresentam os negocios do 
Riogrande do sul e estado moribundo da rebelliao ahi". Faca ver 
que possuimos um exercito enthusiasmado e aguerrido, sob o com- 
mando de um general prestigioso e que temos esquadra superior a 
argentina. Portanto. quanto pesariamos se fizessemos allianca com 
Rivera. 

Agora o officio de n.° 32: Recebi os setts de 9 do corrente, ns. 
47, 48, avisando que o Governo inglez determinou-se a reconhecer o 
bloqueio de Montevideu. Ao mesmo tempo toi entregue o de Si- 
nimbu com as proposicoes que ja me fizera Magarif.os aqui. Vejo que 



( l ?) Offie. de 8-X-43. 



— 116 — 

"o Governo oriental resolvera iancar-se nos brac,os do Brasil, entregan- 
do-se quasi a discripcao e promettendo-nos concessoes nmito vantajosas 
quanto a fixaqao dos nossos limites", como outras, asseverando dar- 
tios garantias sobre a navegaqiao do Urugua}' para o que faria cair o 
projecto que faculta privilegios a raua empreza britannica. Em fa- 
ce de tao gratas perspectivas, Sinimbu endereijou consulta a Corte, 
para agir de harraonia coin o que se nos acena. "O Governo imperial 
enteude, porera, nao dever variar a politica ate agora seguida e que 
convem dar as insistencias do Governo oriental a mesma resposta 
ja dada a Magarinos, a 10 p. p., e que remetto a V. S., por copia". 

Delia ficara sciente "que se ordena ao commendador Sinimbu 
reconheca e faca reconhecer, pelo Cheie naval brasileiro, em confor- 
midade de ordens que a tal respeito haviam ja sido expedidas a 26 
de abril p. p., o bloqueio feito ao porto de Montevideu pelas forcas 
navaes argentinas. O que V, S. declarara ao Ministro Arana, ou ao 
Governador se tiver occasiao de o ver, e fazendo observar que ou- 
tra nunca podia ter sido a intenclo do Governo imperial, o que evi- 
dentemente manifesto pelo facto de haver feito retirar ha tempos 
parte das forcas navaes que tinha no porto de Montevideu, e ainda 
quando os principles de uma sa politica esse procedimento nao acon- 
selhassem ao Governo imperial, nao seria possivel ligar-se com Fru- 
ctuoso Rivera, homem que depois de tantas traicoes e offensas, nao 
pode inspirar a menor confiancja, mormente tendo Governo em suas 
maos documentos irrecusaveis de sua iucorrigivel perfidia". 

Descortina-se bem o scenario, em horisonte da chancellaria do 
Brasil, mas, a luz se diffunde mais completa no mesmo, com o tras- 
lado de ontra peca, a que allude Paulino, no officio ao citado geneia- 
bssimo. E' a que tem o a* 23 e foi enderecada a Sinimbu. Mas, 
antes mister e trazer a pretorio o officio n." 34, diri,s, r ido a Ponte 
Ribeiro. Eis o que firma: 

O desfecho da hita pode trazer compHcawjcfes que "eonvem pre- 
venir em tempo", no que interessa tanto a nos, como a Argentina. 
Rivera, batido, pode unir-se aos insurrectos e fazer damno, la ou 
ca. "Supposto que Bento Goncatves e Netto hajarn deixado o ser- 
vico dos rebeldes e acha-se a rehelliao moribunda na Provincia do 
Riogrande do srul, como V. S. vera em officio junto, por copia, do 
Barao de Caxias, de 17 de agosto p. p., e preciso extinguir todos os 
germens" Autoriso pois a entrar em "aberturas" com o Governador 
Rozas, para uma conven^ao que descanse nestas bases: 1.*, durante 
5 annos depois da enirada de Oribe em Montevideu, o Brasil e a 
Argentina se obrigam a impedir aggressoes de um paiz no outro; 2.°, 
se Rivera entra no Riogrande e se une aos rebeldes, o Brasil e a 
Argentina agirao de accordo contra elle, para o hater; 3*, se apenas 



— 117 — 

procurar asylo, o Governo, acolhendo-o. o fara sair para o asylo que 
escolher; 4. a , o Brasil desarmara os partidarios de Rivera e os in- 
ternara em Sugar distante, fazendo o mesmo a Argentina, com os re- 
beldes do sul. 

Expostas as clausulas essenciaes do cubicado pacto de allianca, 
o jninistro annuncia que seguem a 28 os plenos poderes para tratar 
e addiu algo mais em post-scriptum. A Argentina deve garantir as 
obrigac,6es que venham a recair sobre o novo governo do Uruguay, 
com o qual o Governo da Corte "nenhuma duvida tern de estipular" 
"definitivamente", desde que Oribe "tenha entrado em Montevideu" 
e ''esteja reconhecido como Presidente"'. ( J1 ) Aqui se reproduz, 
fiesta altura, o que ioi escripto a Sinimbii, no reservado n." 23: 

Levei a presenca de S. M. o Imperador as suas communicacoes 
"e tive ordem para a respeito declarar a V. S., o seguinte". "Que 
V. S. deve reconhecer e Eazer reconhecer pelo Chefe das forcas na- 
vaes do Brasil o bloqueio", "nos mesmos termos em que o reconhe- 
cerem a Inglaterra e Franca". Nao fazel-o, seria occasionar uma 
guerre, que nos pudera ser fatal, sem assegurar cle "maneira estavel 
nossa influencia no Rio-da-Prata". O Governo oriental se acha 
completamente exhausto, sem meios de obter dinheiro. Todas as 
propriedades publicas vendidas ou hypothecadas, metade das rendas 
da alfandega no anno futuro despendidas por antecipacao, Obrigado 
a dar 14,000 racoes aos refugiados na praca, nao tem recursos para 
as distribuir. Esta sendo sustentado unicamente pela esperanca na 
Inglaterra e "procedimento de Purvis". Se nos tomassemos parti- 
do por elle, iriamos quasi sos para a guerra, "eujo termo se nao pode 
prever, attento o caracter perseverante e vingativo de Rozas, enso- 
berbecido pela maneira victoriosa com que se tem saido nas lutas 
contra Franca e Inglaterra. A sua dominacao absoluta e tyratinica 
lhe dara meios rapidos de accao". que nos faltam. "Ora, o Imperio 
esta ameaqado pelo lado das finances, e vai acudindo as consideraveis 
despezas de seu orcamento, com emprestimos e emissao de papel. E 
se contirmar a guerra do Riogrande do sul por mais alguns anncs, se 
pode precipitar no abysmo financeiro que nos ameaca, e o mesmo 
sera certamente o resultado de uma guerra prolongada com a Confe- 
deracao argentina". "Accresce que infelizmente nao e possivel con- 
tar com uma tranquillidade duradoura em todas as provineias do Im- 
perio, visto que os agitadores nao abandonaram as esperancas de pro- 
mover conflagracoes, que sera mais diffici! de reprimir, se repartir- 



(") Diz por fim o ministro haver mostrado confideneialmente o 
officio a Guido. "o qual o approvou muito'". Pudera! 



— 118 — 

mos com uma guerra extrangeira os recursos de honieus e de dinhei- 
ro, de que podemos dispor". 

Se nossos sacrifices pudessem fazer surgir um governo estavel 
e de boa fiusa no Uruguay, va! "E' porem muito duvidoso o resul- 
tado que se possa obter, a vista da experiencia das cousas e do ea- 
racter dos individuos que tern figurado nessas republican do origem 
hespanhola. Os riveras e os homens que perderam a Banda oriental, 
ou outros cegos e ambiciosos haviam de disputar-se o mando". "Ter- 
nos-iamos esgotado e entraquecido, em proveito de ambiciosos, sem 
lei e sem fe. A desmoralisac,ao nessa Republica tern chegado ao au- 
ge, nao ha nella nada estavel. nao ha principios, neni creneas. A 
ambicao e o interesse sao tudo''. "A nossa influencia sutetiluida seria 
por outra, se se nao apoiasse nurna forca armada. Denials, a Inglaterra 
e Franca aproveitariam o ensejo, para tirar partido, a sombra do que 
emprehendessemos. Por outro lado, se nos uniramos com esse Go- 
verno, o Imperio nao poderia exduir a Rivera. Ora, "esse homem, 
favorecido pelas operates da esquadra franceza, e tendo recebido 
soceorros pecuniarios do Imperio", mal '"conseguiu expulsar a Oribe, 
passou logo a favorecer os rebeldes do Riogrande, com os quaes ce- 
lebrou convenijoes e pactos de mutuo auxilio, quasi ostensivos". "< * 
Sr. Ministro da guerra acaba de receber officios do barao de Caxias, 
o qual communica que David Canabarro estivera ha pouco. no pro- 
prio campo mesmo de Rivera", ( 12 ) 

Nada mais exacto. Sob a forte pressao de ambas poderosas 
columnas mandadas contra as reliquias de seu exercito, este ousado 
e destro guerrilheiro, do suesre da Republica, ioi a pouco e pouco fa- 
zendo confluir para a banda opposta, id est, para noroeste, as varias 
frac^oes da hoste governista. Mais tarde, com a instauracao de au- 
toridades blancas por todo o littoral do rio Uruguay, as pressoes 
hostis que se fizeram do sul para o norte, encetadas toram de ocri- 
dente para o oriente. Com isto, as cohortes de divisa rubra, reflui- 
ram, em boa parte, da zona que nessa hora pisavam indecisas, para a 
que haviam abandonado, ficando outra parte no territorio que occu- 
pava, e confinante precisamente com o que por ultimo detinha, sob 
suas bandeiras, a Republica riograndense. ( ia ) Antes, porem, da 
quadra em desenho, sobremaneira dolorosa para um e outro alliado, 
interveiu dom Fructuoso em successo de relevancia para os farrapos, 



< ] ~) Of fie. de 23-IX-4S. 

( 1S ) Para melhoT ecmiprebensao dos indoutos, cunvens aridir que as 
tropas colora&as tangidas pe!os Wanquittox, foram largando as raarcae 
occidentaes, para se reeoncentrarem por em torno de MaUlonado. Esta- 
belecencio Oribe o cereo da Montevideo e abrindo campanha contra os 
adversaries mats visinhos, estes fie transferiram ao antigo district© de 
Luaarejo, de onde se extenderam ate as pontas do rie Negro. Oceupadas 



— 119 — 

e tambem para si ; acontecimento que se descreve noutro capitnlo, 
com a devida minuciosidade. 

Attribue-se a paz no extremo sul do Brasil, ao fim do primeiro 
quarto da centuria precedenr.fi, a accao bellica de Caxias. Puro enga- 
no de perspectiva historical assim enxergam muitos a paizagem, nes- 
S a quadra famosa, pelo erro na escolha da posicao em que procuram 
descobrir-lhe os contornos, dignos de serem descriptos por um Ho- 
tnero ou fixos em tela por Miguel Angelo. Ve-se bem, merce de sin- 
cere estudo das tradicoes, quao nulla ou insignificante, ate a presente 
altura, a obra mill tar do futuro duque. Elle, como Osorio, Audrade 
Neves, Portoalegre, Vasco Alves, foi no Paraguay que assentou o 
pedestal de snas glorias, nao dentro na gaucha extreinadura, Den- 
tro nella foi quasi sempre insignificante o papel de uns e outros. 
Infelizes no campo de Marte, pelo geral, todos elles, e muito princi- 
palmente o endeusaclo fluminense; cheios de enganos os nossos chro- 
nistas, no que se refere a biographia do illustre barao. depois mar- 
quez e duque. 

Nao e cousa muito ardua o deixar patents a super Tieialidade das 
sentences que formulam, depois ainda de tantos annos. Ja bastan- 
tes sendo os decorridos para a instituicao de um juizo inabalavel, 
mostram-se do mais falho criterio, e isto quando em meio do estron- 
do da guerra, e sujeito as obumbracoes do faccionarismo, ha mais de 
tres quartos de seculo, nos legou um aresto definitivo, a penna de 
Luiz Barreto, uma das mais briihantes figuras intellectuaes da Re- 
publics, Porquanto seu conceito acerca do generalissimo imperial, 
se por demais severo nos termos em que expresso, tradiiz o que um 
pensador equanime pudera logicamente concluir, da maneira por que 
Lima e Silva conduzia as operacoes. Traqava relato das mesmas 
conforme lhe convinha, o nobre cabo dos imperiaes. e sens panegy- 
ristas, sem fazerem descontos indispensaveis, hao tornado como defi- 
ni^oes da verdade, o que Caxias, para bem servir a sua causa, torceu 
mui de piano certamente, visto como tinha propensoes naturaes a 
ser um homem serio. Vale a pena transcrever parte da exposicao 
de outro contemporaneo seu, habitualmente sincero e austero, ainda 
que reunindo a ingenuidade, uma candura que nunca teve aquelle. 

Menciona-se um trabalho de Lucas, quern assim escreve: 

"O barao de Caxias, que em dezembro de 1842 se conservou 
em Portoalegre ou Riogrande, onde se preparava para abrir a cam- 



a ponco e pouco estas regloes da 1'ronteira e immediacies;, peia gente em 
armas do partido bianco, Rivera prestes retransferiu parte da sua hoste, 
para a beira do eatuario. junto a. sohredita Maldonado, ficando ao uorte 
Hnicamente a fraccao que palrava dentro no valle do nomeado flnmen. 



— 120 — 

panha, apparece tinalmente em Janeiro de 1843 na margein esquerda 
do S. Goncalo, sobre a cidade de Pelotas, acompanhado do briga- 
deiro Bento Manuel, com uina divisao de cavallaria e infantaria <■ 
crescido numero de cavalhadas ; faz o longo trajeeto ao Guahyba, 
soffrendo nessa marcha a desercao de mais de 200 homens, e depois 
pela margem direita se reune ao seu exercito, composto, segundo se di- 
zia, de 3.200 infantes e artilheiros, e 2.800 cavalleiros. Com um exer- 
cito, pois, de 6.000 homens, e tatvez mais, tomou o barao a offensiva, 
marchando no dia 2 de marco em direccao a S. Gabriel, ponto de 
aniemao escolhido para base de snas operates, e desenvolvimento 
dos gigantescos pianos, que segundo afiarujava o Pvoteo Bento Ma- 
nuel, dariam em resultado a conclusao da gwrra, ate fsm daquelle 
mex ! ! 

Daquella povoacao, deixando u barao as depositor e bagagens 
de seu exercito, sob a guarda de 2 batalhdes e 200 cavalleiros, poe-se 
em marcha para o passo de S. Borja: seu primeiro golpe era diri- 
gido as invernadas que tinham os republicanos sobre o Ibirapuyta 
e Paipasso; estes, porem, prevendo-o, desprendem do passo do Ro- 
sario, onde entaose achava o seu exercito, tima divisao de cavalaria, 
a qual chegando muito a tempo, levantou dessas invernadas e de t«- 
da a costa desses arroios, perto de 14.000 cavallos, e assim fazem 
mallograr a primeira operacao do Barao de Caxias, que, ilkulido em 
suas esperancas. marcha do Ibicuhy da Conceicao, a Santanna do 
Livramento, occupa depois a posiqao do serro Verde, e ah se ve tor- 
c,ado a demorar-se alguns dias. Sua cavallaria ja carecia de remonta: 
era pois mister obtel-a, a todo custo, c neste empenho faz .sair diffe- 
rentes partidas. 

O exercito republica.no, que entao se compunha apeijas de 3 a. 
4,000 combatentes, e conduzia apds de si 30.000 ou mais cavallos, 
setts e dos particulares, que nelle buscaram abrigo : emprehendeu, nao 
obstante, a atrevida manobra de desfilar em uma noute pela Create do 
exercito inimigo, a curta distancia do seu campo, e na manba seguinte 
ja se achava acampado na sua retaguarda, sem haver sido sentido. Com 
este hem combinado, e melhor executado movimento, burlararn os re- 
publicanos as providencias dos clous generaes legalistas, para re- 
montarem suas cavallarias ; pois as partidas imperiaes, que se vinham 
recolhendo com cavalhadas, foram algumas batidas, todas persegui- 
das e foripadas a abandonal-as, perdendo ate a do capitao Manuel 
Jose Albernaz, e uma outra, alguns cavallos ensilhados. 

Mai montado o exercito imperial, pouco ou nada podia empre- 
hender, e os republicanos aproveitando tao tavoravel ensejo, fazem 
marchar 400 homens de cavallaria, ao mando do general Joao An- 
tonio da Silvcira, sobre a povoacao de S. Gabriel, o qual consegue 
no dia 10 de abril atacar a cavallaria, que ali ficara de guarnicao. 
Apesar do apoio de 2 batalhoes. penkm os imperiaes, nesta Jornada. 




Vuiida farrajia em .S. Gabriel — CSroo (In i." divisao imperial 



— 121 — 

gO e tantos morlos, alguns poucos prisioneiros, toda a cavalhada, ga- 
do de municio, e boiada que tinham para o servico de tao crescido 
numero de carretas, 

Se o general Joao Antonio tivesse recebido u:n proporcionado 
conttngente de infantaria. o deposito e bagagem do exercito imperial. 
e toda a forca, que o guardava, eram irremissivelmente tornados, pois 
tudo estava ali em total descuido, Todavia 'os batalhoes estiveram 
em assedio, e teriam de render-se, se o barao, como poude, nao viesse, 
a marchas forcadas, em seu soccorro; porquanto ja o exercito repu- 
blicano marchava para este ponto. Com a contramarcha iorqada do 
exercito imperial, retira-se o republrcano, em 2 grancles divisoes: 
uma ao mando do general em chefe Antonio Netto, para Bage, pe- 
la coxilha de Gabriel Machado, e outra, do general David Canabarro, 
para o passo de S. Borja. 

Reunido pela segunda vez o exercito imperial em S. Gabriel, 
contra as intenqoes de seus directores, dali marcha em 2 columnas, 
uma composta de 3 batalhoes e 800 cavalleiros, ao mando do briga- 
deiro Bento Manuel em direccao ao Rosario, e outra, do restante da 
infantaria, a artilharia e 700 cavalleiros, a cuja frente se colloca o 
barao, em direccao a Bage. Esta columns depois de alguns dias se 
conserva em Batovy, e segue ate Taquarembo. por onde se conserva 
sem cousa alguma poder emprehender, por falta de cavallos. Outro 
tanto nao acontece ao brigadeiro Bento Manuel, que percorre o mu- 
nicipio do Alegrete com continuas marchas forcadas atravez dos frios, 
gelos, e asperrimas serranias, por onde tern de passar suas infantarias 
no afa de bater ao general David Canabarro, que adrede o chamava aos 
lugares mais asperos, para fatigal-as e inutilizal-as, e estropear-lhe 
as cavalhadas ; ate que, quando mais empenho mostrava aquelle briga- 
deiro em fazer crer a alguem, que a divisao republicana se achava a 
dous dedos de sua perda, soffre elle uma derrota, no dia 26 de maio, 
em Poncheverde, junto a casa de Manuel V. da Cunha!!" ( xl ) 

Ora bem, foi ao ter as participates do glorioso feito das armas 
riograndenses, que o citado Luiz Barreto, nessa hora a reger as pas- 
tas da fazenda e guerra, manifestou o que pensava, relativamentc ao 
guia supremo dos antagonistas. Em face dos reiterados erros deste, 
que culminavam ao dar s. exa. a funesta, imperdoavel ordem que 
obrigou Bento Manuel a enfraquecer a sua columna ; em face de des- 
acertos que attingiam entao a larga serie, o referido ministro enten- 
dea-se com o dfreito de formuiar o parecer, (desnorteante para mui- 
tos de hoje, comprehende-se) que inclue o trecho a seguir, de corres- 
pondencia ate agora inedita: 



(") Manuel Lucas de Oliveira. "ExpoBieao fiel", vide arch do aut. 
* Araripe, Documentos, 229 a 231. 



— 122 — 

"Hoje tne foi etitregue o officio de V. E., com fecho de 28 do 
expirante, cuja leitura me orienta corn mais detalhe, das vantagens 
que nos legou a important* Jornada de 26, pela qual ja felicitei a V. 
E. e Ihe dei os parabens". "Faco ideia mui Ksonjeira da operacjto 
em que seguiu o general David Canabarro, e sem duvida a direccao 
dessa forc^ imperial para Alegrete, mais me confirma na opiniao 
em que estou, de ser Caxias o niais imbecil de lodos os gencmes que 
nos tern guerreado" . ( 15 ) A verdade e esta: a espada que por de- 
rmis celeb ram, do Alexandre caramuru, nunca jamais teria prestimos 
para cortar o no gordio, assegurando assim aos Bragancas, o dominio 
de todo o Brasil austral. Heis de ver que a guerra se arrasta in- 
terminavel, ate que os proprios promotores deila facilitam o encerra- 
mento do tempio de Janus, primeiro com os desatinos faccionarios 
de 1842, em segtiida, e principalmente, com os do segundo se- 
mestre de 1843. 

Principalmente com estes, poisque, gracas a Poncheverde, epo- 
ca do citado juiza de Luiz Barreto, hoitve na orbita social, em os 
primeiros mezes do anno a que por ultimo se fez referenda; houve. 
dizia-se, o que de ordinario succede, no dominio da temperatura, en- 
tre nos. Por em meio dog frios moraes que eutorpeciam a marcha da 
Republica, subito resplandeceu o sol: como em os melhores dias do 
regimen, cobriu-se a terra com os explendores de um novo e radioso- 
veranito de maio! Ja se consignou em nota, que foi com um grito 
de aiegria, e de quern ve resurgida a quasi morta Patria, e resurgida 
sob claroes de sntensa gloria, que ouviram os farrapos, reboante de 
angulo a angulo de seu territorio, a gratide nova da estrondosa Vi- 
ctoria liberal, do dia 26, no 5,° mez do 8.° anno da guerra. Fortuna 
rebus famam pretiumque constituit. ( 16 ) Ella, com effeito, engran- 
dece tudo e tudo valorisa, conforme entao se observou, sob mais de 
um aspecto da vida collectiva. 

As entradas no thesouro das rendas nadonaes podem servir de 
exemplo. Em cmsequencia da situacao "decadente" do Estado. ( 1T ) 
ou se nao conseguiam fazer ou eram eifectuadas com demora ou 
recalcitrancia. Agora, porem, se obravam com tamanho desafogo 
e fartura, que, segundo um dedicado servidor do novo regimen, as 
rendas chegavam para tudo. ( ie ) Symptomatica difference e esta, 
que cumpre mendonar, com outros indicios, para que se avalie que 
"primavera ditosa vinha rindo pelos caminhos", naquelie fausto mo- 



( 15 ) Offic. do talentoso, austero estadista, a Bento Goncalves, em 
31-V-43. Vide no arch, do aut., que sublinha um topico. 

( 13 > Quinto Curcio, "Historia", 9, 42. 

(") Vide no arch, do aut., Faustino de Lima, cartas a Almeida, em 
1859-60. 

( 1S ) Juca Jeronymo, carta de 14-VI-43 Arch, do aut. 



— 123 — 

tnento historic;'. Faz-se referenda a cousa de muita nmnta, pois ao 
tempo em que sobe a mare da confianca na esphera revolucionaria, 
desce a mesma a niveis inferiores, no campo reaccionario : aqui sa- 
lienta um bravo que os legaes se rnostram "desacoircoados" ; ( 14> ) 
alem divulga outro, que a "desmoialisacao" do inimigo chegou a seu 
maximo. ( 2 °) 

Por dernais patente nos officios reservados ou confidenciaes do 
futuro visconde do Uruguay, que figuram noutro lugar, qual a vera 
situacao interna, quasi catastrophica, das terras sujeitas a coroa. E 
facto ha, nessa onde tentava restabelecer a sua primazia, que sobremo- 
do realca o abatimento que houve nas espheras imperiaes. Caxias 
timbrara ate ahi cm mostrar-se alheio as visinhas contendas. ( 21 ) 
Pois bem, depots de Poncheverde, instaurou politica diversa: buscou 
allianca com um dos partidos, e como o de Rivera andava estreita- 
mente unido aos insurrectos, abriu negociacoes com o opposto. 

Assente o pensamento de enviar uma embaixada a Oribe, serviu- 
se de um dos poucos homens grados que abandonaram a revolucao 
e que na mesma aliaz fora apenas um forcado rallie, conforme se no- 
tava alhures. Mandou Camara ao Uruguay, com a commissao os- 
tensiva de agenciar-lhe cavallos no quartel-general bianco e com a se- 
creta incumbencia de propor ao cabo dessa bandeira uma entente 
militar. O emissario "convidaria Oribe, de parte do Barao, para 
combinarem as operacoes dos respectivos exercitos", ( £2 ) Basta 
isto, para esbarrondar quanto a respeito do combate de 26 de maio 
fantasiou um chronista moderno. Basta de sobra, para por a luz 
meridiana quaes podiam ser os effeitos civis e militares do estroii- 
doso choque. ( 23 ) 

O que golpeou no coraqao a Republica, foi a discordia. Um 
minuto sopitada, reaccendeu-se logo, como nunca antes. Motive ne- 
nhum de serio fundamento a justifica, todavia, porquanto a oppo- 



( 19 ) Juca Jeronymo, carta de 14-VI-43. Arch, do aut. 

( 20 ) Teixeira, carta de 27-VII-43. Arch do aut. Outro symptoma 
digno de registro. Nas epocas de apuro, nao e que a autoridade poiittca 
espontaneamente desaperta os seus iacos. Pois bem, Luiz Barreto, a 
despeito de quanto se lhe facilita o arbitrio, com o decreto de 10-VIII-42, 
saspende-lhe os efieitos, por julgar illegal, despotico, uma quebra de f& 
pablica, (textuaes espressoes delle) esse acto legislativo. promulgado sob 
& gestao de Antonio Vicente. (Ler no arch, do aut., communicagao daquel- 
lo ministro, era 5-IV-43). Outro symptoma ainda: conforme se observa 
de carta de Juca Jeronymo, era 2S-VII-43, do mesmo arch., houve idea 
de tardar, por meio de uma collecta de dinheiro entre particulares, um 
dos esquadroes do exercito, o que guarnecia Pelotas, e ella, sewi a minima 
coac^do, attesta o guerrilheiro, foi da mais satisfatoria, grata resultancia. 

(2i). (22) vide sua correspondeneia de 1842-1843. 
( 2a ) Vide, para traz, a ja cit. carta a Joao Antonio, em 10-XII-42. 
Arch, do aut. 



— 124 — 

sicao (ainda mesmo que fosse admissivel um tanto) do que ee.nsu- 
rava em Bento Goncalves, nao lhe podia negar aitas qualidades. Trans- 
parentes nelle tao subidos meritos para o bom exercicio de seus ele- 
vados cargos, que taes qualidades e meritos mui expressamente con- 
fessa e proclama o nosso Bayard, a maxima entidade moral em torno 
de quem essa mesma opposic,ao conjurava. Ulhoa Cintra, exami- 
nando as criticas feitas por ella contra o presidents, nota sensato que 
se mal com die, peor sem elle, on por outra linguagem: se tinha de- 
feitos, cumpria reconhecer que the nao faltava competencia e um 
insuperavel civismo. O ex-mini stro no exterior fora tido por sus- 
peito, visto que depois de prolongado ostracismo voluntaries, se ache 
gara aos grados regedores do Paiz. Mas, que oppor a depoimento 
de figura a que para traz se allude, figura cujo prestigio movia a 
predita opposicao, como tremendo ariete bem capaz de socavar, es- 
truir os muros governativos ? 

Se Joao Antonio, por mal informado e por mm illudido, abro- 
quelava o fragil gremio descontente, nao no fazia com ma fe, e dahi 
o que exalta na personalidade do general-presideute, quando mesmo 
da apoio aos que o aggridem. Antes de citar-se, outra vez, uma pec.a 
memoravel que ja teve registro, convem lembrar outra, cujos dize- 
res perfeitamente attestam ser Bento Gonqalves a alma de tudo, nao 
somente na regencia do Estado em geral, como particularmente na 
direccao do exercito. Com as discordancias nascidas em volta de 
Portoalegre, e subsequentes na campanha, soffreu bastante o torn 
moral das tropas ; triste phenomeno que ainda mais se aggravou na 
grave inaccao do primeiro semestre de 1842 ; marasmo que tantos 
males acarretou comsigo e que tanto favoreceu aos discolos. Joao 
Antonio, sabido e, detinha ad interim o commando supremo. Pois 
bem, de que meios se soccorre, para remover as graves falhas do ap- 
parelho bellico da Patria? Que faz, na anria de remediar o desman- 
telo que se notava nas iileiras e de que ja houve referenda? Recor- 
reu acaso aos prciiomens da opposicao? Valen-se do prestigio ou 
luzes dos mesmos? Nao! Appellou, instantissimo, justamente para 
o personagem que no seio da ultima se menoscabava tanto! 

O novel general reclama o concurso do que entre seus pares tinha 
mais capacidade, o que tinha indiscutivel competencia e a precisa robus- 
tez de ammo, para a urgente obra de reconstituiqao moral e material 
das forcas armadas. Indispensavel, (escreve-lhe) a vossa presenca 
aqui. Vai pessoa por mim, scientificar-vos de quanto e proficua a 
vossa vinda. "A* proporcao que vos detendes mais se propaga a des- 
moralisaqao", "A vossa presenqra, e energia contribuira para ream- 
war os esmorecidos, organisar-se o Exercito". "Sanai, Genera!, com 
uma prompta vinda, estes males, e satisfazei assim aos nossos patri- 



— 125 — 

dos"- ( 2 *) Mas, que monta reproduzir o que deciarava Joao An- 
tonio em prodromos da crise, quando, no minuto mais agudo, lanca 
elle proprio os pregoes dos singula res rnerecimentos de quem outros 
apaixonadamente e ingratamente diffamavam? Nessa hora tragica, 
o venerando guerreiro, sobre reconbecer que somente o seu grado col- 
lega e jerarcha tem um cabal "conhecimento do estado" das cousas 
nublicas ; que so o mesmo dispoe de "sufficiente poder, e concilia- 
doras maneiras": brada, sem rebuco, que Bento Goncalves cunstitue 
"a unica taboa de salvacao"!! ( 25 ) 

Estava a Patria em perigo, em grave desalinho o Estado. Cum- 
pre reconhecer, todavia, que o systema politico de que o egregio 
continentino foi o centra e motor supremo, nao descorrespondeu, ate 
o fim, ao que promettera em comeco, no que mais importava. Nao 
descorrespondeu, no que o predito systema se relaciona com as ga- 
rantias essenciaes dos cidadaos da novel Republics, em o que taes 
garantias dependeram das intencjoes ou instruccoes do glorioso chefe 
do movimento de setembro. Victima do rancor, sustentou outra cou- 
sa a minoria em apaixonado manifesto e no seu desenho da photo- 
graphia moral do mais alto magistrado da Nacao incipiente; obra 
peca e funesta, que recorda umoutra, de que nos fala Herzen: "Je 
fus effraye, non des accusations" , mais de la futilite, de Vhuiiilite, du 
mirage de tons ces pourparlers, de ces rapprochements, ces cloignements, 
ces explications, Le portrait, par exemple, trace avec un veritable ta- 
lent, pourrait faire une page dans le meilleur roman". ( ss ) Mas, nao 
so em pe^a de tamanha solemrndade, exerceu-se desabalada a male- 
.dicencia. Nuns versos que foram divulgados em manuscripto, os 
■descontentes emprestam, ao grande assertor do liberalismo, a physio- 
nomia de um despota sem entranhas!! 



— Que tens, oh Bento? — Raiva e affliccao. 

— Quem taes males le causa? — A liberdade. 

— Que proferes, perversa? — Uma verdade. 
— ■ Falas deveras? — Sim, sim, de coragao. 

— ■ Que queres, pois? — Tartar minha ambicao. 
Faser que seja lei minha Vontade. 
Banir dos coracoes a hutnanidade : 
Plantar neste terreno a escravidao. 



(= 4 ) Vide a jsi cit. carta de 9-V-42. 

( 2i ) Vide a pag. 192 

( 2fl ) Dragomanov, op. cit., 185. 



— 126 — 

— Nao (responde a Razao, que cuidadcsa 
lira quem ao traidor interrogava), 
Nao verds esta scena deshonrosa, 

Se um funesto parvir te consolava, 
David, Silveira, a opposiqao briosa 
Farao que a F 'atria nunca seja escrava. ( 2 ') 

Taes e quejandas as proezas literarias da satyra minorista. In- 
cumbem-se, porem, as melhores tradicGes, de p6r logo a baixo esse 
castellinho insubsistente, recheiado de protervia e maledicencia inten- 
cionalissimas. Tyranno sanhudo, o por demais indulgente, por de- 
nial's bondoso riograndense ? ! Prova indirecta do contrario. Duas 
populates mais tiveram sobre si, do que outras, o peso das armas, 
a da comarca Abrilina (sector de Portoalegre) e a da comarca de 
Piratiny (sector do S. Gon<;alo) : pois bem, ides ver que impressoes 
conservaram, da mao de ferro do general-presidente. No que e re- 
lativo ao valle do Jacuhy, inutil produzir algutna allegacao, depois 
de salientado alhures o arraigadissimo apego as institutes que ali 
■floresceu, ate mesmo depois de banidas as autoridades farrapas; cou- 
sa que se nao contemplaria, se estas se houvessem comportado com 
iniqnidade. No que eumpre dizer a respeito da fronteira de que era 
Pelotas a marca de levante, aqui se insere o que farte, para attestar 
o que ha de verdade ou de blasphematorio, no estro opposicionista. 

Tomadas algumas "grandes providencias", para que nao occor- 
ressem vexames em negacio a realisar-se na antiga villa de S. Fran- 
cisco de Paula, "agradecem-nas" os habitantes da zona, por voz do 
mais grado delles, nessa epoca : estimando este, na seguinte forma, o 
que tiveram ensejo de presenciar: isto, disse, "e uma prova da se- 
guranea das garantias da propriedade e individuaes, que o bom Go- 
verno desta Republica faz prosperar em nosso Paiz". ( 28 ) — Agora, 
a outra prova, a directa, de que se Bento Goncalves errou, foi em 
nao ter o puaho mais rijo, quando, em periodos taes, a manopla e 
indispensavel, se bem o homem de coracao e educac,ao a recubra setn- 
pre de uma suave, morbida luva de pellica. O padre Chagas, mano 
de Canabarro, foi na assemhiea um dos mais accesos collaboradores 
de Antonio Vicente, havendo indicios de que ate pretendera arrastar 
Joao Antonio a mover a sua forca armada contra a maioria. ( 29 ) 



( 2T ) "Soneto feito e dedicado ao General Bento Goncalves, por am 
verdadeiro republicano". Arch, do aut. 

( 28 ) Juca Jeronymo, ofcic. do 2S-VII-42. ja cit. Ccmparai o que con- 
sta do | supra, com o que o "Boaquejo" traz, a respeito. 

( SD ) Sua carta de 25-11-43. a Joao Antonio. Area, do aut. Vide tam- 
bero. a. de Bento Goncalves, depois da pas, cit. alhures. 



— 127 — 

Ora, que sabemos delle, depois que o presidente da Republica trans- 
fer! u a regedoria da Nagao a Jardim? S. exa. reverendissima, por 
ultimo a expedir chammas contra os principaes collaboradores do 
"incauto presidente da Republica". incumbe-se, elle proprio, de legar 
a historia o que farte, para que ae capitulem de imaginarios os "males'" 
contra os quaes se revolta fogosissimo. ( 30 ) 

Tanto nao passava de um despotismo de fantasia o que malsina 
Chagas com os seus confrades, que, pouco antes, em mensagem a 
um dos que entao despiedoso atacava, reclama, com instancia, haja 
mais inclemencia na accao governativa. (") Como e, pois, que, de 
subito, passa a reputal-a excessiva e vexatoria? O criterio benigno 
instituido por Bento Goncalves, aliaz com inconsiderac,ao, nunca se 
interrompeu, e continuou, ao revez, ate a existir depois ainda de aca- 
bada a sua presidencia e comecada a seguinte. Finda aquella, Cha- 
gas, um momento entregue a obra faccionaria, retorna a insinuar os 
mesmos precatos que antes o civismo Ihe inspirava, como e patente 
no que escreve a pessoa do novo ministerio, depois que o general foi 
substiduido. "E' necessario (diz) ser menos indulgente na crise ac- 
tual. Lembrai-vos do que praticaram os Romanos, em comeco de 
sua revolucao contra os Tarquinios", etc. . . ( S2 ) Como se ve, a op- 
posigao, por uma de suas mais autorisadas vozes, quaiifica de indis- 
pensavel que se passe ao uso do rigor; parecer assaz evidenciativo 
de que nao vigorava ate ahi. Realca, por igual, a nenbuma justica 
que havia, no imputal-o ao ex-chef e do Estado. Oner significar, 
quanto precede, que se reputa, por segutida vez, uma necessidade 
dos tempos, o que serviu, num. antecedente minuto, de mote para 
instaurar o processo da administracao expirante ; como serviu mais 
tarde para malsinal-a! Faisca precisamente nas declamaqSes deste 
sacerdote e de seus compartes na infanda guerrilha, brilha como um 
delicto de lesa-republica, justamente o que elle mais preconisara e 
preconisaria , . . 

Nao fica por ahi o illogismo dos incoherentes dissentaneos. No 
decurso do governo entao actual occorrem, entre outras cousas, nota- 
veis olvidos das boas formulas constitucionaes, preteridas, e certo, 
por imposic,ao das circumstancias ; e como procede outro da patrulha 
que se jactava de preservar essas formulas? Antonio Vicente, o cau- 
dilho do gremio, que doutrina sustentava, se hem agindo numa es- 
phera sem as obrigaqoes, responsabilidades do mais alto posto? Mero 
chefe de legiao da guarda-nacional, justifies, sem hesitacoes, um seu 
desacato as normas estabelecidas, fazendo notar que as preditas cir- 



( so ) Vide a cit. carta de 25-11-43. 

( 31 ) Vide no arch, do aut., carta a Almeida, sobre Velloso, ja cit. 

< 32 ) Carta a Lucas, sem data, no arch, do aut. 



— 128 — 

cumstancias isto lhe aconselhavam : — "Se em tada for exactissimo 
observador da lei, nao chegara o tempo para formalidades que so ser- 
vem de atrapalhacoes, em taes crises". ( 33 j Non raggionar, ou, antes, 
bradar com o antigen " quis iulerit Gracchos, de seditione quae- 
rentes?!" ( 3i ) 

Mas, nestas emergencias da vida social, pouco importa a razao 
ou sem-razao, com que procedeiTi os homens. O que importa reco- 
nhecer e que Bento Goncalves nao podia subsistir mais a testa do 
exercito, nem mesnw, logo se viu tambem, a f rente do Estado. En- 
redos ou cabalas houve desde o incio da Republics, poisque em mui- 
tos ha mudanca politica, nunca jamais de ethica, e profanam o novo 
regimen, com os maus procederes de uso no velho. A primeira vi- 
ctima foi Joao Manuel, a segunda Ulhoa Cintra, a terceira Almeida. 
Em 1840, os baixos manejos alvejaram entidade superior aos tres, 
nas categorias revokcionarias, e parece que utna das mais qualiftca- 
das, tomou parte nesta pessima obra clandestina. Abalisado histo- 
riador observa que, depois do infausto successo do Norte, se entra- 
ra na vida interna, em uma grave phase. "Nao havia ja entre os 
chefes uma perfeita unidade de vistas, notando-se mesmo que al- 
guns delles, principalinente Canabarro, an dam nutrindo aspiracoes 
de preeminencia que se nao compadecem com aquella ordem que ate 
agora tern reinado no exercito republicano". ( 85 ) 

Sim, Canabarro e desde ahi o centro das intrigas destinadas a 
solaparem a preponderancia de Bento Goncalves, e Ha circumstan- 
cias na existencia daqcelle, como varias tradicoes, que alicercam mui- 
to bem a licao do provecto escriptor. Tinha David motives de quei- 
xa, ou suppunha tel-os, desde que elevado ao predicamento de gene- 
ral pelo nascente governo da Laguna, o da visinha Republica oppoz 
tacita negativa, as reiieradas sollicitacoes catharinetas, para que fos- 
se ratifkada, em Cassapava, a referida promoc,ao. ( ss ) O agraciado 
recusou, num bello getfo, o posto a que o erguiam. ( 37 ) Tudo per- 
suade, no entanto, que muito lhe soube a distinccao e que com o uso 
se habituou a ella. Tomou ao Riogrande, sem que lhe obtivessem a 
appetecida confirmacao. e foi com uma comprehensibilissima displi- 
cencia, que se viu classificado outra vez de coronel, quern se acostu- 
mara com um tratamento de resonancia maior, bastante mais grata 
a ouvidos militares. Ha a dia foi crescendo o desgosto que o mi- 
nava e que por fim vein a transparecer, em toda a sua acuidade. 



( 33 ) Carta a Bento Goncalves, de 1836. no arch, do aut. 
P 4 ) Juvenal, "Satyras", II. U, 

( 35 ) Rocha Pombo, Tide sua grande "Historia do Brasil". VIII, 652 
(ao) vide carta ja cit., de Rossetti e nota do novo governo, ao de 
Cassapava, na eolleccao do "Povo". 
( 37 ) Vide a coileeeaa do "Povo". 



— 129 — 

Succedeu isto quando Bento Gongalves regressou da falha ex- 
pugnacio do Norte, evento inMiz que ainda mais enfraqueceu o pres- 
tigio de quern ja o tinha abaladissimo, com as mal vistas negociacpes 
de paz, tao iniquamente estimadas, e tambem com os eventos que 
se desenrolaram, apos o infausto 30 de abril, no anno 40. Ate ahi 
resignado ante a firmeza com que o inhibiam de entrar, fora de tem- 
po, no mais alto quadro do exercito, ou porque aproveitasse o bom 
ensejo ou porque se esgotara a sua tolerancia, David remexeu-se coleri- 
co; deixava o servico da Patria, se continuasse a recusa ao pleiteado in- 
gresso. ( 38 ) O presidente da Republica tinha que manter-se infle- 
xivel, sob pena de commetter grave injustica, preterindo a Crescen- 
cio, que acabava de cobrir-se de gloria, na villa precitada. Mas, com- 
prehendeu que sensaqao malefica produziria a retirada de um guer- 
reiro de tamanho renome, ate mesmo que discordias funestissirnas po- 
dia introduzir no campo liberal semelhante desercao, e preferiu, dos 
males, o menor: decidiu-se a contental-o. 

O egregio commandante da divisao da esquerda, ja coronel, ha- 
via incluido, em propasta sua, a promoc.ao de Canabarro para o posto 
de major, e reclamou aquillo a que tinha feito jus, muito antes des- 
te: ( 39 ) aquillo que entao mais do que nunca merecia, em conceito 
recente do chefe dos chefes. ( 40 ) Reclamou, e como no momento 
nao houve meio de o attenderem logo, deu parte de doente. Bento 
Goncalves, porem, conhecia a fundo a nobre alma do grande soldado 
farroupilha. Nao hesitaria em sobrepor aos melindres do pundo- 
nor, o publico interesse e tal succedeu, porquanto se soube, logo apos, 
que o maganimo Crescencio revertera gostoso as fileiras, sem dar 
signal do minimo desaprazimento. Canabarro, menos longanime, 
nao perdoou o que entendeu ser ran desacato a sua pessoa, e, como 
se the deparou boa sorte num impeto da incontida ambicao, esta, co- 
mo de comrmim acontece, nao deteve mais os voos. 

Grangeara um dos mais elevados postos na jerarchia militar: por 
que nao alcancaria o de grau mais sublime? A intriga, tecida por 
elle, no conceito de um discreto, ou tecida pelos descontentes, ja nu- 
rnerosos, ( 41 ) a intriga abriu-lhe a vereda para os mais altos desti- 
nes, em a ultima phase da revolucao, e muito contribuiu para isso, o 
que a principio loi offensiva, e depois retirada, em Cima-da-serra. 
Bento Goncalves, precisando ficar sobre as linhas de Portoalegre, 
afim de melhor encobrir-se a investida contra Labatut, e de pro- 
seguir na "finta" diplomatica encetada; Bento Goncalves, que nao 



( 38 ) Saturnine, "Bosquejo", 102. 
( SB ) Crescencio, carta no arch, do aut. eni JS40. 
(*°) Bento Gon?alves, parte official do ataque ao Norte, ja cit. 
(**) Vide cit. bilhete, de Jos£ Mariano a Almeida, ao tempo daH 
■sobreditas negociagoea. Arch, do aut 

5 — 6." Vol. 



— 130 — 

tinha ciumes de ningnem e nunca apartou de si a maxima quota nos 
sacrificios, designou para essa atrevida, ardua operagao, o novo "ge- 
neral" e este manejou-se com tanta arte, que as tropas liberaes, 
quando desceram a serra, mais o reconheciam como generalissimo a 
elle, do que a quem legalmente o era! Desde ahi, nos conselhos de 
guerra, a voz imperiosa do rude, voluntarioso David, foi a preponde- 
rate. (* 2 ) 

A amplitude da mudanca collectiva que se produzira, nao se pou- 
de avaliar immediatamente, comtudo, poisque, nem Canabarro, nem 
o sequito delle tinham deseoberto as baterias. Notorio e que os deste 
gremio laboravam com geito, pondo para diante urn nome insuspei- 
tissimo, o do impolluto Joao Antonio; nada consta, no entanto, so- 
bre mais graves tentamens de s. exa. As forcas dos generaes dir- 
se-ia estarem equacionadas, em caso algum abertamente contrapos- 
tas umas as outras. No primeiro estadio da evolucao historiada, se 
avulta a popularidade do mais novo de todos, os gabos a elle se mes- 
clam ainda, com as loas prodigalisadas a regedoria civil, que Bento 
Goncalves encabecava. (**) Pouco depois, desgracadamente para a 
luta emancipadora, teve estreia outra phase da ja inevitavel decom- 
posicao revolucionaria. O trabalho de sapa se concluira com exito: 
chegava a hora de surdir de improviso, dentro nos baluartes oolli- 
niados, gracas ao subitaneo explodir da mina ja prompta. (**) 

Um coetaneo photographa o turvo momento historic©. "Des- 
de que cheguei, ando sempre incommodado". "Aqni voa indo com 
os celebres patricios", "e como posso, escutando o alarido do nova 
Ministerio", escreve, para accentuar, em seguida, qual a nefaria obra 
que o mesmo refolhado lavrava de continuo: "Muito se apregoa 
Espirito de provincialismo, na bocca dos novos Campeoes. O mats 
forte em espalhar taes doutrinas, e o mui douto Ministro F. . ." De- 
signado por esta maiuscula o sanhudo Antonio Vicente, por outra in- 
dica o desinquieto Paulino: E' "seu mentor. P..., de Eterna re- 
corda^ao". A seguir, depois de rogativa para que lhe rasguem a 
carta, para evitar "apparecam comprometiimentos", denuncia o mis- 
sivista, a terceira pessoa da trindade em conjura: "sultao favorito 
C..." (* 5 ) Aponta, nesta forma, a David, o principal responsavet 
de quanto se andava promovendo, e sob os auspicios de quem sC 
abriu a phase negra, a phase mortal. Isto e, a que se encerraria com 
a derrota politica do trefego, quao talentoso substituto de Almeida; 
evento que obstou aquelle preparado cataclysmo. 



(«) Vide "Generalato", 74, 107. 

(* 3 ) Vide, por exemplo, carta de Bernardo Pires, em 29-VIII- , *l 
Arch, do aut. 

(**) Vide, no arch, do aut,, carta que a diz preparada. 

(* 5 ) Jeronymo Diniz, carta a Almeida, em 26-VIII-46. Arch do aut. 



- . - « 




i 'iinabavro 



— 131 — 

Obstou, ou me)hor, procrastinou, visto como for deferido pe!o 
destino, o que requeriam os discolos. " Inevitabile est fatum", sen- 
tenced o ja citado Quinto Curcio, e aqui notareis, mais uma vez, que 
nada detem o que o imperio das circumstancias havia por ultimo tor- 
nado inarredavel. Com effeito, Antonio Vicente, se tem visao pro- 
ohetica, pudera, ao ser immolado, bradar, como Danton: " Eu ar- 
rasto Bento Gongalves, Bento Gongalves me segue"! Mezes depois 1 
da queda ruidosa do ministro, com estrondo ainda maior tombava O 
■presidente. Experimentava, nesse doloroso episodio, o supplirio im- 
merecido que provaram O'Connell e Parnell, " conociendo las amar- 
quras de los apostolados politicos y la tragica tristesa de la final im-> 
popidaridad" . (* s ) 

CAPITULO V 

"Os relatos de batalhas, conquistas, successoes de dynastias, que 
enchem os livros de historia nada mais servem, ordinariamente, do 
que para occultar o vero curso da existencia dos povos. O que ao 
pensador importa conhecer, em vez disto, sao as grandes correntes 
geraes de ideas, crencas, de sentimentos que dominam em cada idade 
e a influencia respectiva dos diversos factores que as tenham engen- 
drado". (') Este o programma do autor, na presente e nas suas 
anteriores obras, comquanto haja feito reviver em toda a plenitude, na 
ultima, e ainda nesta, uma sociedade ha muito sepulta, quasi por inteiro, 
no olvido ou no po dos archivos. Tnsiste na preservacao ou elucidacao 
da personalidade magestosa, pujante, de Bento Gonqalves, nao so- 
mente por que foi urn condensador maximo das forqas do grande cy- 
clo farroupilha, como ainda porque era uma viva representacao das 
tcndencias claras ou occultas de nossa terra: perfeito microcosmo do 
transcendente mundo continentino. 

Justificada a prolixidade, vai completar-se aqui o exame da to- 
minosa, vida de Bento Goncalves, defrontando a obra da maledicencia 
onde quer que se esconda, afim de que a verdade sem sombras res- 
plandeca. Quando Rodrigo Pontes, antes de concluir-se a luta, es- 
crevia a sua importante Memoria, destinada a D. Pedro, um sr. com- 
mendador Joao Francisco Vieira Braga, da familia do presidente des- 
thronado pelo general, confiou-lhe umas notas a respeito deste, em 



(**) Angel Guerra, "El final de Parnell", em o Mercantil, de Va- 
lencia, a 8-X-927. Note-se, muito telativa a impopu'.aridade de Bento Gon- 
galves. Perdeu a ascendeneia no seio da gente de arma3. Conservou-a, 
porem, quanto Netto, bastante ainda, na alma das populates. Caxias 
o realga mui categorico, em of fie. de 2-X-44: "Comquanto Bento e Ketto 
hoje sejam chefes seeundarios, ainda exercem muita intluencia na cam- 
panha ". 

O) G. Le-Bon, "Las civilisaciones de la India", I, 6. 



— - 132 — 

que se vinga, dando a mais indigna, feia noticia de suas qualidades, 
O notavel intellectual alagoano, fazendo entrega de seu valioso ma- 
nuscripto ao imperador, j'untou ao mesmo a feroz diatribe de Vieira 
Braga, mas nao se aproveitou della, na maneira que o mesmo espera- 
va, com a esperanca de uma grata desforra. Podia tambem o autov 
da presente obra seguir o mesmo processo, limitando-se ao traslado. 
sem commento, do que inventou a dicacidade opposicionista. Jtrfga 
melhor o emprego do systema de que se valeu Robinet, com relaqao 
as imputacpes feitas a Danton. ( 2 ) De semelhante processo vai 
usar-se, para destnontar as que se fizeram a aquelle grande extre- 
menho. 

Notabilisou-se nessa tarefa ingrata o padre Chagas. Tirou-se 
de seus cuidados, para culpar o chefe da Naqao de incorrer, de con- 
tinuo, em peccado ultramortai : divertir-se muito em bailes. Destc 
modo, e motivo da altaneira censtira ecclesiastica uma propensao que, 
a ser verdadeira, nunca jamais ioi de s. exa. unicamente. Outro 
padre satienta, como se viu alhures, que a dansa foi paixao universa- 
lissima de nossos maiores. ( 3 ) Para corrigi!-a a igreja, mister lhe 
fora por, num severo interdicto, a um povo inteiro: nem mais nem 
nienos ! 

Os eunuchos, moraes ou physicos, se revoltam, se engalispam. 
"se ralam", com a espectaculo das expansoes de uma risonha, sa, bem 
equilibrada vida integral, nos seres nao invalidos por natureza ou por 
obra dos semelhantes. Nao era em modn algum o caso do semi-pre 
lado e patriota inteiro de que se trata. Nada tinha de casquiluzio, 
nem de casquimolle. Era, sim, um homem de esclarecida intelligent 
cia ; rijo, potente, da cabeqa aos pes. Com elementos para acertar, 
nao se comprehende como possa ter na conta de um mal digno de 
anathema, o convivio demorado em saraus a la par da musa graci!, 
da musa travessa que preside aos artisticos giros afinados por ella, 
com as sonoridrdes cadenciosas e enlevadoras? O contrario pensam 
outros, pena e que o nao soubesee, para que adquirissem prestigio 
ou represtigio as suas damnaqoes, os seus exorcismos. "A inaccao", 
qualquer que seja, "intoxica", no ensino do maior dos cirurgioes 
francezes de hoje, brilhante apostoio de systematica, talentosa cultu- 
ra assecuratoria de uma pcrfeita euthenia. "Restez jeunes", eis um 
dos mandamentos da sua escola, que e a mesma de Emilio Coue, 
"um genio benefico", segundo aquelle. (*) 

Com effeito, manda a boa hygiene que o homem interrompa a 
labuta assidua, consumidora de energias, para o repouso com um som- 



( 2 ) Vide "Aux 100.000 lecteurs de Qiiatrc-vingt-treize, "Proce-a den 
dantonistes", etc. 

( B > Haffcmeyer, op. cit. 

(*) Victor Pauchet, "Restez jeunes", passim. 



— 133 — 

no reparador, tambem com as distracgoes, que nem a este nem aquei- 
(a tragam prejuizo. Devia o presidente fugir ao recreio, porque in- 
compativel com a magestade de um grande homem? A. Comte, em 
eoistola a nobre Clotilde de Vaux, que o intima a desistir de um fa- 
vor indigno de sua pessoa e da do philosopho, sabeis como replica. 
Licito, natural em figuras excepcionaes, o que praticam as vulgares: 
o que cumpre que as distinga destas, e o modo por que facam o que 
e peculiar a todos os humanos. Id est, que sejani a flor delles: que 
S e nivelem sempre aos mais finos e nunca aos mais grosseiros. ( 5 ) 
Adoptado este superior criterio, convem applical-o ao caso vertente, 
para julgamento da apostolica reprehensto. Faltani em nossos ar- 
cbivos ou bibliothecas essas memorias de typo francez, tao adoraveis, 
por vezes tao illuminadoras, gracas as claridades que nos ministram, 
com o relato de um episodic, com a mencao de uma anecdota. Nada 
consta acerca dos bailes da revolucao, excepto que eram mui cons- 
tantes, e frequentados por todo o mundo; sempre junto o exercicio 
das armas, ao do galanteio e cortezanice, em salas onde reunido o bel- 
lo-sexo. 

Quern escapa as dominadoras attraccoes que este possue, em 
grau soberano? Em revolta contra u filho de Saturno, asidos a ca- 
deia de ouro que prende a terra ao celeste zimborio, fazem inuteis 
esforcos, os habitantes do olympo, com o fito de despenhar o que 
entre elles era o monarcha, determinadissimos a vencel-o. Impoten- 
tes os deuses todos, na sua ardua empreza? Nenhum desthrona ao 
primeiro de entre elles? Pois naquella se prende, enlac,a-se na aurea 
corrente mythica, enrosca-se-lhe, subtil, como trepadeira mysteriosa, 
a grac,a feminina, e Jupiter nao resiste mais: precipita-se do alto so- 
lio, amoroso e rendido, quanto antes frio, obstinado, invencivel! Nos 
folguedos da amavel sociedadc do seu tempo, cravou-se no peito de 
aco de Bento Goncalves alguma das frechas que nem a armadura dos 
immortaes logra deter? 

Nada consta a respeito, comquanto se tal fraqueza lhe apontas- 
sem, nao lhe ialtariam a elle, versado na historia, tradicpes para ex- 
culpar-se, com o exemplo, entre muitos, do nobre Hoche, que nao po- 
dia ver uma dama, sem que a sua alma cavalheiresca se nao sentisse 
num incendio: com o de Diderot, captivo as mulheres ate na velhice: 
com o do proprio Solon, de quern Aulo Gello nos conserva um fra- 
gmento poetico, em que o grave legislador de Athenas celebra os ten- 
tadores contornos de uma ignota beldade. 

" J'ai une theorie, sustentava o principe de Ligne, "e'est que les 
gens les plus raisonnables out, a leur insu et malgre eux, ww coin de 



( 5 ) Vide no "Testament", a Correspondencia do illustre encyclo- 
pedico. 



— 134 — 

ronuin dans leur vie". ( fi ) Uma novella houve na do grande extre- 
menho? Nada consta na missiva admoestativa, excepto a allusao 
na frequencia ao que os nossos maiores chamavarrt trebelho. Mas, 
applicada a especie o criterio de apreciacao insinuado pelo philoso- 
pho positivista, que resulta? Que no seu espairccer, Bento Goncal- 
ves, se figura em bailes, nelles apparece como outros, que tambem 
muito amaram este divertimento- A ala dos namorados do alegre 
convivio social tinha as filas a comecarem no cosmos farrapo, com a 
luzida officialidade a cuja testa pompeavam Netto, Onofre, outros 
muitos; e acabava no orbe caramuni, ornada a linha da f rente por 
individualidades da ordem de Osorio, Caspar Menna, ambos sensi- 
bilissimos ao feitJ90 das compatricias, ambos menestreis, aos pes das 
rainhas dessa quadra de cortezaos e galanteadores, nisso e em muita 
cousa identica a do Rolando e seus pares, 

Mas, redeanids ad rem. Catao, num de seus arrebatos injustos, 
procura desfazer em Murena, com a censura que emprega Chagas, 
e Cicero lhe condemna a incontinencia, assim realcando os tracos do 
personagem q'ue Catao pechoso tratava de deprimlr: "Sei que reunis 
em grau emiuente, oh Servius Sulpicius, o merito do naseimento, da 
probidade, cios talentos'. em uma palavra, todas as qualidades bri- 
Ihantes que podem servir de legitimo apoio, num pleito em prol do 
consuladc. Mas, esses titulos se me deparam tambem em L. Mure- 
na, e em grau tao igual, que se consideramos o merito, nem pode ex- 
ceder-vcy, nem ceder-vos nelle". ( 7 ) " Pourquoi chercer des defauts 
ti ou il y a tant de vertus a admirer", assenta alguem, alludindo a 
criticas ao grande Turenne. ( 3 ) Amor aos bailes! Mas, cabe aqui 
mais tuna vez dizer com Homero, que nao era para a dansa e sim pa- 
ra g combate, que o estrenuo lidador convocava os seus, com "activi- 
dade farrapa", sempre que era mister. (*) 

Varrida para longe mais esta pueril imputacao, chega a hora de 
impor ao juizo do chronista, o sello da indesmontavel, segura, eterrta 
imparcialidade. Foi Bento Goncalves estadista insusceptivel de er- 
ros? Nao, de certo! "Absurdo crer sejam deuses os homens": ( 10 ) 
approximam-se, no primor, a elles, os melhores, sem perderem ja- 
mais a condicao que tern: homem era e como tal incidiu em "des- 
acertos". ( u ) O maior, o unico talvez que mereca austera censura, 



(«) Baronne D'Oberkireh, "Memoires", 327. 

(*) "Opera omnia", VIII, Pro Murena, § § 6, 7. 

( B ) De la Beaumelle, op. cit., V, 292. 

( 9 ) "Illiada", in-princ. 

( 10 ) Shakespeare, "Works", As alegres co-madres, act. I, seen. 3.V 
(ii) O vocabulo entre aspas e do proprio general, quem, falamlo a 

Canaharro, autor principal do mau desfecho da gaerra, arrola-ae, com 
modeatia e compungimento, entre os que puzeram em olvido os interesses 
do "Palz", "victlma de nossos desacertos", diz, em carta de 22-11-45. 



— 135 — 

foi o de 1835, quando, no retoi-no a Portoalegre, o togoso Pedro Bo- 
ticario ihe apresentoti uma lista dc proscripcoes : depois de miral-a : 
atirou-a sobre mesa proxima, murmurando que se deixassem disso. ( 12 ) 
£ra o meio de pre.^ervar a revoluqao do golpe que recebeu mezes de- 
pois e foi a primeira e grande tranca opposta a sua victoria? Longa- 
nime era, detestava os actos de violencia? Entao por que recorrera 
a urn, em 20 de setembro? 

Respire ftnem, adverte o moralista ! Que havia de acontecer, 
com o uso de tal methodo, no decurso da larga campanha? O que 
fora de prever com a licao de um tremendo, quao talentoso demoli- 
dor: "Ceux qui font les revolutions a demi no font que creuser leuri 
tombeaux" , disse magnificamente Saint-Just. Ou escavam a sua 
propria sepultura ou a da causa a que se votam, cedendo a uma doen- 
tia, inopportuna sensibilidade : a uma sensibilidade iniqua, porque su- 
jeita a vantagem de alguns poucos, a de toda uma communhao. Fos- 
se uma lista de condemnados a morte, e comprehende-se que oppn 
zesse o veto: no arredar de seus commodos os magnates da reaccao, 
que povoavam a Capital, e breve della dcsterraram os liberaes — in- 
clusive a senhoras sosinhas, com uma furia sanhuda — nao era me- 
dida que devesse embaracar, e, em fazel-o, commetteu um vera crime 
de lesa-patria. 

O defeito desta magnanima individualidade, nunca foi nenhum 
dos que Ihe attribuiu a loquela ou o pasquim opposicionista : foi o que 
aponta o mais ptrfeito dos juizes. Almeida, nos fragmentos em que 
pontifica isempto como historiador, deixa patente um rigoroso es- 
crupulo. la antepor ao trabalho em preparo o retrato de Bento Gon- 
calves, quando sentiu haver motivo para banir o seu proposito, dimi- 
nuido subitatnente o aprecp em que tinha o amigo, compadre e con- 
suegro. ( 1S ) Foi isto ao ter informe de que este aceitara uma im- 
nistia, concedida nos termos do decreto de 18 de dezembro de 1844. 
Aceitara, com effeito, um salvo-conducto de Caxias, 1.° para poder 
continuar as negociacoes que David interrompeu, ou por estupidez 
ou por cegueira, tambem por faccionarismo ; 2.°, para que com esse 
pape!, "salvar um amigo" piidesse, quern viveu cheio de devocoes a 
elles. ( 14 ) Devidamente instruido do que houvera, Almeida se des- 
preveniu, restituindo ao niorto a grande estima que "a esse homem 
benemerito" votara sempre. ( ls ) Nao mudou mais esta, e consta, o 



( ls ) "Revolugoes cisplatinas", II, 770, 

( 13 ) Carta a Antunes, de 17-X-59, copia do punho de Almeida, no 
arch, do aut. 

( 14 ) Vide a troca de cartas entre Ismael, Bento Goncalves, Caxiaa, 
e carta posterior de AnUmes a Almeida, de 60, cits, antes. 

( 15 ) Carta a Antunes, de 3-IV-60. Copia do punho de Almeida, no 
arch, do aut. 



— 136 — 

definitive aresto do ex-ministro, no que estampou, a respeito do ex- 
presidente, em notavel estudo. 

, Depois de expor que "este homem singular" era um "insigne 
cavalleiro, de estatura pouco acima da ordinaria, proporcionada e es- 
belta", "dotado de forcas, e destro no exercicio das varias armas; 
de physionomia regular, sympathica, e muito popular" ; addiu que 
Bento Goncalves "cultivava com esmero sua transcendente intelligen- 
cia, no estudo da historia, particularinente no que ella transmitte so- 
bre os grandes homens, dos quaes vertia quasi sempre alguns casos, 
em suas conversacoes". Com a inencao dos exarados meritos, de- 
clara que, na sua vida, "as mais das vezes predominava" sobrc seu 
espirito, o grande coracao que tinha, comquanto "suas resolucoes ra- 
pitlas fossem e energicas", "arrastado pelo segundo ou guiado pelo 
primeiro". Relatando, porem, os successos do anno 36, mostra o 
que succedeu, quando Bento Manuel, traindo a revolucao, foi batido 
por aquelle, no arroio dos Cacfaorros. Fugia o renegade, com a for- 
ca "muito desmoralisada pelo revez e deserqoes", "e nessa occasiao 
foi instado Bento Goncalves a perseguil-a, e acabar com ella, o que 
seria muito facil. Mas, nao quiz aunuir, afim de poupar o sangue 
de irmaos", facilitando assim a obra eversora que o outre intentava 
e que dentro de pouco rapidamente progredia, gramas, abyssits abys- 
sum, ao erro de Corte-Real, que tanto a comprometteu no passo do 
Rosario. Almeida, depois do raconto inserto entre aspas, conclue o 
que mui logico de concluir-se: " — Bento Goncalves era um homem 
incapaz de dirigir uma revolucao, porque seu coracao de mulher es- 
tava sempre em luta com seu espirito, forte e superior a todas as vi- 
cissitudes". ( 16 ) 

Pois bem, muito em vez de ter condt^oes para o tyranno que a 
minoria denunciou e por fim desceu as gemonias, o que resalta na 
existencia do guerreiro e essa deploranda sensibilidade que traria co- 
mo consequeucia a pcrda da Capital: e essa outra, mais lamentavel, 
que salvou do exterminio supra o deslealissimo brigadeiro, etc., etc. 
Foi esta sua extrema bondade que facilitou por demais o accesso aos 



( 18 > "Necrologio de Bento Goncalves". Foi estampado no "Erado 
do sul". Origlnaes em o arch, do aut. Curioao & notar que outro grande 
coropanheiro do illustre autor dessa biographia, tambein foi julgado de 
modo algo semelhante. "Garibaldi est un hornme integre, tres audacieuw. 
plus heureux encore. Mais e'est un caract&re faible, et par consequent 
victiitie de tous les imbroglios", affirma Maximo D'Azeglio, "Lettere edite 
ed inedite", 306. Meditado este passo, com um que vai a seguir, conclue- 
Be que & precise receber os pareceres dos coetaneos, sotsre aquelles dous 
Buperhomens, com os devidos descontos. Eis aqui o trecho mencionado, 
(Die pertence a Rod, "fitudes sur Je XIX siecle", 16S: "II 6tait de ceux 
Qui ne calculent pas rears actes et n'tn savent pas mesarer la port&e: 
<?e$t peu-etre cela que Mr. D'Azeglio, esprit ponderd et, de plus, romp* 
auz habitudes diplomatique s, appelle de la faiblesse de caractere". 



— 137 — 

fementidos rallies que o cercavam, para melhor golpear a boa causa; 
accesso que Oliveira Nico reponta, numa ja citacla carta. ( 17 ) Foi 
ella em summa, que o induziu a crear um ministerio a sabor dos ge- 
neraes, com a esperanca de cerrar caminho ao vozeio dos desconten- 
tes e conjuradores ; eventualidade cuja men<;ao torna de ensejo a do 
outro grande erro de sua vida e o unico que a historia emparelha ao 
commettido, ao contrariar o previdente Pedro Jose de Almeida ; quern, 
de dentro dos muros da masmorra do forte do Brum voltou a reiterar 
as suas instancias, por que nao tivesse contemplacoes, o general, com os 
inimigos da boa causa. ( 18 ) "Parvus error in principio, in fine fit 
maxiynus". ( 19 ) 

Nao e com meiguice que se obram as grandes realisacpes no sce- 
nario collectivo: e com as energias do caracter, coin as luzes da men- 
te, illuminada pelo amor, sem que nunca se pec_a a este, o que com- 
pete ao temperamento, e so a elle, com especialidade nos tragicos 
niomentos da historia. Nao no teve presente, o magnaninio general, 
mats uma vez, em 1842, e a resultancia viu-se qual foi. Senhores do 
gabinete, os sycophantas agiram com audacia, conservando-se inerte 
s. ex.*, ante a nefaria empreza que moviam, e contra cujos manejos 
Almeida lauqou o primeiro brado de alerta. As apparencias Ihe de- 
ram a conviccao de que era desouvido, e, como no resguardo do inte- 
resse geral nao tinha amigos, voltou-se, exprobativo, contra o presi- 
dente da Republica, numa de suas intimas reflexoes escriptas. ( 20 ) 
Pudera este rebater com a li^ao de Sallustio: "Nam vi quidem regere 
patriam aut parentes, quamquam et possis, el delicto- corrigas, tamen 
importunum est; quum prcesertim omnes rerum mufationes cwdem, 
fugam, aliaque hostilui portcndant. FRUSTRA AUTEM NITI, 
NEQUE ALIUD SE FATIGANDO, NISI ODIUM, QU/ERE- 
RE, EXTREME DEMENTIjE EST.. . ." ( 2I ) 

Pudera allegar. mas, nao, nem de longe pretenderia fugir, as- 
sim, ao que outros consideravam imprescrtptiveis deveres, quem co- 
mo taes os tinha. Hesitava, ao considerar-se na imminencia de ta- 
lhar velhas relacoes de amizade ou camaradagem. Hesitava, mor- 
mente no dar o exemplo, elle proprio, da quebra de uma harmonia 
que tanto favoneara. E esta vacillacao, explicabilissima, reputou-a 
o ex-ministro como uma tacita connivencia: reputou-a como "am dos 
inaiores erros ou crimes", ou culposo olvido, do que tinha como inde- 
clinaveis obriga<;5es do chefe do poder executivo, ( 22 ) "O bom ma 



( 17 ) A de 27-XI-39. Arch, do aut. 

( 18 > Vide no arch, do aut. carta de 10-11-38, com uma ode ao 20 de 
aetembro, 

< 19 ) Aristoteles, "Opera omnia", Be cuelo et mundo, I, 33. 

i. m ) Almeida, "Pensameutos", caderno em o arch, do aut. 

( 2l ) "Opera", Guerra de Jugurtha, cap. IV. 

("> Almeida, "Pensamentos". 



— 138 — 

gistrada, (no criterio do pensador farrapo) alem de intelligente e 
justo, e mister que saiba as Leis e dellas faca a viva applicacao; que 
seja zeloso no desempenho de sens deveres, e que tenha coragem e 
mdependencia, nao somente para dar a cada urn o que e seu, mas tam- 
bem para romper as miquidades dos grandes". Ora, faziam-no crer 
todos os visos, entao, que s. ex. a "recuava" na obs.ervan.cia de taes 
deveres, por oomprazer "com seus Tenentes", "embrutecedora" co- 
horte que a pouco e pouco se fora sobrepondo a autoridade civil; ( 23 ) 
extremo risco publico, a crescer dia a dia, e contra o qual erguera o 
supramencionado grito de alerta. Enganava-se. Bento Goncalves 
dentro de pouco lhe deu eloquente prova de que nao dormia. Tarde, 
porem, se precatou ! Devera ter extincto o incendio em seu come- 
qo. ( 2i ) Nao tinha que hesitar. Por se nao ter providenciado com 
inflexivel energia, circurnspeccao, em fructidor, e que no mez de 
brumario succumbiram as instituicoes livrcs, num lance militarista de 
irreparaveis effeitos. Nem era preciso ir a Franca, para buscar 
exemplos egregios ; bastava um, de modesto scenario contiguo. Ri- 
vera, aliaz para master o predominio pessoal, acabava de dar, com 
exito, um golpe em Montevideu: era imital-o, sem trepklar, desde que 
o lance, como todos os actos publicos do generoso riograndino, havia 
de ser estrictamente subordinado aos altos interesses nacionaes. 

Mas, nao e necessario ir alem. Bento Goncalves, "cavalleiro er- 
raute do cyclo de Carlos-magno", commetteu erros, teve lunana- 
resf ( M ) Havia que contar uns e outros, no balanco dos teitos de 
Bakuriine, escreve Bielinski, "mas, (addiu) encarna uma forea que 
dissipa todos seus defeitos pessoaes, — - e o manadeiro de eterno rno- 
vimento que jaz nos reccssos de sua alma": ora bem, forca equiva- 
lente desappareceu do scenario da revolucao, desde que entrou em de- 
climo o prestigio de Betito Goncalves, Notou-se ja quao grande a 
semelhanca entre o gigante continentino e o moskowita. Her7.en, que 
prtvou com estt, traca-lhe um retrato que merece reproduzido, visto 
comprehender muitas das virtudes ou vantagens que recommendam 
um e outro, na lembranea da posteridade, "Sua actividade, como a 
sua inercia, a sua estatura poderosa", "tudo nelle assume propor- 



(») Almeida, "Pensamentos'". 

(«*) Um modesto coetaneo viu bem qual a solucao do problems. Aca- 
bo de ter "a noticia de estar o Sr. outra vez no Ministerio, a enamado 
do virtuoso Bento Goncalves", escreve 3 Almeida. "Ease passo me faz de 
prompto acreditar que tudo quanto com o Sr. se procedia, por meio de mal- 
vada intriga, devera de uma vez estar extincto, e por isso lhe dou os pa- 
rahena. Deus queira que essa peste de uma vez desapparee,a dent re nds, 
o que facil de conseguir havendo, da parte de nossos Chefes, main alguma 
energia para esse e outros fins". Varejao, carta de Montevideo, em 
24-IV-3S, arch, do aut. Sublinha-se parte do ultimo topico. 

(25) e' (j e Garibaldi, "Memorias", dictadas a A. Dumas, o que cona- 
ta entre aspas. 



— 139 — 

coes colossaes e ultrapassa de muito o que vemos nos outros. Sua 
figura e a de um tita de cabeca leonina, soberbamente erricada a ju- 
ba"- "Em toda sua natureza ha algo de infantil, de franco, de ex- 
trerna singeleza, que Ihe da um particular encanto e que para elle at- 
trae a todo o mundo — os fracos e os fortes — pois delle tao so- 
mente se afastam os individuos propensos a affectacao e ao orgulho. 
Toda sua personalidade apparece tao em relevo e em toda a parte se 
revela de maneira tao potente e excentrica", "que forc,a a collocar 
Bakunine em a categoria dos homens que nao podem ficar desperce- 
bidos, no meio de sens coetaneos, ou ser postos em olvido, na historia. 
Bakunine tern, e preciso reconhecel-o, muitos defeitos; mas, es- 
ses defeitos sao minusculos, emquanto que suas qualidades sao cons- 
picuas e para notar o grau superior destas, basta destacar uma cousa: 
a faculdade, nelle, de apanhar, nos differentes meios onde a sorte o 
deita, alguns tra^os caracteristicos de cada um desses meios, permit- 
tindo-lhe distinguir onde se Ihe depara um elemento revolucionario, 
separaral-o daquelles com que se confundia, para o impellir para 
avante, communicando-lhe a sua propria vitalidade, e sua paixao. 
No fundo da natureza desse homem encontraes o germen de uma 
actividade fabulosa, para a qua! nao teve equivalente emprego. Ba- 
kunine tern em si a possibilidade de fazer-se um agitador, um tribu- 
no, um apostolo, cbefe de parti do ou de seita, padre heresiarcha, lu- 
tador. Collocai-o no campo que entenda a vossa fantasia", "e elle 
arrastara as massas e actuara sobre o destino dos povos". ( 28 ) Jun- 
tai a estes, outros giros de penna do proprio retratado, e o painel, que 
reflecte em muito a complexa imagem de Bento Gon^alves, fica per- 
feito: um em que allude a seu "amor ardente, fe inabalavel"; outro, 
ja citado, em que celebra "a docura de viver para outrem!" ( 27 ) 
Assim, pois, feita iinparcial remenioracao das duas pujantes figuras 
historicas antanlio victimas de calumnias parecidas. grato e ao rei- 
vindicador da pura verdade, exclamar, com o epico indiano, estas con- 
soladoras palavras: "Quando o sol resplende soberano, ta pode a tre- 
va impedir que os humanos o vejam?!" ( M ) 

"En esta vida de enganos, 
No hay verdad, ni rnentira: 
Todo es segun el color, 
Del cristat con que se invra . . . 

, . .Eis o que assenta Campoamor, em versos de mansueta, apra- 
zibilima philosophia. E elles, por uma natural associacao de ideas 



( 2e ) "CEuvres posthumes", cits, em Dragonaaoov, 100. 
( 2T ) Cartas de 31-III-S3 e 8-XII-60. 
( 2S ) "Raghuvanga", canto V, 13. 



— 140 — 

nos retrazem a tnente o thema sobre que diseorre, para traz, um prin- 
cipe de nome retumbante outrora. Se verdade o que sustenta, o 
grande riograndense em exame podia haver tido o que em Peg, my 
heart se declara ser "a causa mais bella do mundo, que e um romance 
de amor". Ja se disse, porem, e se repete, que nada consta, nao se 
podendo affirmar o mesmo quanto a aquelle de seus coetaneos que 
dentro de alguns annos teria no sul prestigio quasi equivalente ao do 
grande condottiero farrapo. Osorio, o personagem a quern se allu- 
de, fixara em quadrinhas que alguem compara as de Dirceu, um no- 
vellesco episodio, ou, com maior propriedade, um suave idyllio, nunca 
jamais posto em olvido, entre os numerosos rasgos sentimentaes de 
sua gloriosa, nunca finda, eterna juventude. Estas sao: 

"So vivo qitando fe vejo, 
Dia e. noute penso em ti; 
Se nasceste para amar-mc, 
Em para te amar, aasoi. 

Ausente dos tens encantos, 
Sem tens lindos olhos ver, 
Ttido me causa desgosto, 
Nada me causa prazer. 

tempo ciwar nao pode 
As chagas que Amor abriu: 
Separar so pode a Marts 
Corardes — qnc Amor unk< . . . " (**) 



CAPITULO VI 

Finda a justa obra em sober ano pretorio, tempo e de vol ver os 
olhos a arena em que tripudiavam infrene as lamentaveis paixoes que 
aeola nao tern accesso. Em agosto findou a gloriosa, magnanirna, 
impolluta governacao de Bento Gouqalves. Numa famosa epistola, 
publicada e republicada muito antes dessa fatal discordia, Almeida, 
com austero cinzel, grava-nos o que foi o desmantelo de 1836, que 
subsistiu ate os derradeiros mezes do anno seguinte, ditosa quadra 
en: que reappareceu, no Riogrande, o mais conspieuo prisioneiro do 
Fanfa. Com a presenca delle, "o povo entao respirou", certo de que 
alfim pairava sobre as aguas daquelle confuso, convulse pelago, o 
espirito que o podia abonancar e desengravecer : spirihis ferebatur 

i- 9 ) O. Tollens, "Osorio", ua "Revlsta do Institute Historico e Geo- 
graphico do Riogrande do sul", IX, 1." trim., 2t>4. 



do, 



— 141 ■— 

tscper aquas. ( 1 ) Recomposto, o ministerio cuidou sollicito de exe- 
cutar "os luminosos pianos admini strati vos do presidente" recem- 
chegado, que tinha em mira "uma completa organisacao" da Repu- 
hlica sobre "os alicerces do systema democratico". ( a ) 

Sob os auspicios de Bento Gonqalves e com o concurso de va- 
ries proceres, muito principalmente com o do nomeado Almeida, re- 
ur rr iu. e como nunca fora, o edificio que ruira logo depois de erigi- 
[o'na "cidade sagrada" da revolucao. ( 3 ) Os services que ali se 
haviam encetado, foram mais methodicamente instituidos, comeqando 
a funccionar com sufficients regularidade, magestosa forca e possi- 
vel eurythmia. a machina governativa ; apparelho este em que nao 
faltou nenhuma das pec,as que soem neiles figurar. Nada se deixou 
de parte nessa orbita social, creando-sc paulatinamente quanto dizia 
respeito a justica, instruccao, diplomacia, defeza interna ou externa 
B fazenda publica; mormertte o que se referia aos dous vitaes interes- 
ses por ultimo citados. (*) Verd^de e que com o funesto raid lega- 
lista de 1839, occorreu aigo de funesto, durante forcada ausencia de 
Bento Goncalves, que passara a outrem o leme do Estado. Verdade 
e que com o evento se desaprumou em boa parte a obra delle e de 
seus excellentes collaboradores. Mas, foi em seguida instaurada a 
labuta restauradora em S. Gabriel e Bage, sedes provisorias da admi- 
nistraqao mais grada e que central) sava a faina das demais. 

Refazia-se esta, na terceira e penultima Capital que teve. Refa- 
zia-se mormente no Alegrete, quando surgiram as maximas discor- 
dias. Desde o comedo da guerra, Bento Goncalves mostrou nao te- 
mer outro inimigo, que nao esse que as tinha gerado, id est, o feio e 
funesto enredo, e e de notar-se que o factor deleterio que mais re- 
ceios lhe infundia, e aquelle em que por ultimo os "realistas" mais 
confiavam. 1-ogo depois de mandar Caxias para o sul, escreveu-lhe 
ministro da guerra, opinando "lhe parecer que tinha chegado o me- 
mento de poder Bento Manuel fazer bons services, em muitos senti- 
dos". E deixa transluzir qual o de maior monta, num periodo se- 
guinte, da missiva: "Conviria promov.er entre" os farrapos "o pomo 
da discordia, manejando a arma da intriga". ( 5 ) Por demais ja se 
havia conseguido com ella, ao tempo em que a suscita Jose Clemen- 
te! (°) Grac,as a mesma, f|uem mais havia contribuido para recons- 

< ! > "Genesis", I, 1. O que esta entre aspas e da carta da oota a 
seguir. 

( z ) Carta a Netto, em 23-HI-39. Vide o "Povo", n." de 29-V. 

< 3 ) Joaquim Pedro, carta de 24-IV-37. Arch, do aut. 

(■*) Vide o appendice. 

< D J Carta de 3-1-42. 

<<*) No Riogrande houve a tempo noticia deste piano de guerra oc- 
culta; um comm-unicado ao "Americano", do Alegrete, o denunciou: Vem 
ao sul Jose Clemente Pereira, ministro da guerra, com uma "bolsa re- 
cneiada" em uma das maos (cousa que so "merece despreso na terra dos 



— 142 — 

tituir a nova Patria em 1837, forcado era a deixar o alto scenario, 
em que se pudera exclamar, a guisa do vate pristine: Sunl Jovis om- 
nia plena! ( T ) Banido do seio do engenho politico de que era o 
motor, breve se esfarelava elle e o cosmos farroupilha recaia no pri- 
mitive cahos; fatalidade mui de consternar, desnortear, espetialmentc 
em semelhante conjuntura, uma das rnais propicias.. . 

Chegada a revolucao ao apogeu, as portas do anno 40, quando 
tudo eram cantkos de alegria e victoria, sobrevieram os desastves 
civis e bellicos, da terrivel quadra svibsequente. Mas, nao bastavam 
elles para afundar a Republica, havendo, em 1841, um renovamento 
de pujanca que assombrou os imperiaes. Decor reu apos um pexio- 
do de estagnaijao militar, de fermentacio interna, muito aggravada 
em 42 que ainda nao comprometteu de todo, o destino da campanha 
emancipadora. Mas, sobremaneiva exasperados, no anno immediate. 
os tragicos dissidios do anterior, feriram elles de morte a boa causa. 
E a vulneraram, quando? Preeisamente quando outra vez a dous 
dedos do triumpho, gracas a ruinosa, medonha situacao do Irape- 
rio ! . . . 

Estava elle nos paroxysmos, julgando alguns que soara o minu- 
to de seu desmoronamento. ( s ) Qui<;a a arise nao tivesse esta cul- 
minacao dramatica; indubitavel e, no entanto, que cederia desanimada 
a coroa, a lutarem os farrapos, algo unidos, uns mezes mais. Prova-o 
assaz o officio de Paulino de Sousa a Caxias c a uma das legacies 
visinhas ; peca alhures citada, que tem o aspecto de lamentoso, triste 
sudario. Prova-o, mais que tudo, o recorrer-se a Rozas, a procura 
instante de uma allianc,a com a estupenda individualidade que o Im- 
perio mais temia, que considerava a maior amea<ja a sua existencia ou 
hegemonia. 

Afastado Ben to Gonc,alves, os seus eonfrades nunca mais se des- 
embaracaram da extrema confusao em que entrou o Paiz ; espectaculo 
que vereis para diante nitidamente salientado. Transferida a chefa 
tura das tropas a Canabarro. que as mandara antes ad interim, (*) 



Grescencios") e na outra "'o pomo da diseordia": Gaxiaa com a.OOO ho- 
mena e Eento Manuel como ajudante, mas "a intriga ha de reeonhecer 
que & cavallo magro de que nao caem os riograndenses", "Mas que vira 
fazer Bento Manuel?" N.° de 9-XI-13. Ha tamhem, no arch, do aut., car- 
ta de Joaquim Pedro, comtnentando o facto e augurando mau exito ao que 
se diaia vinha fazer o ultimo. Nota Sarrasin, (carta de 17-VIII-39, arch. 
do aut.) que "'o caduco Imperio sustenta a guerra a for^a de dlnheiro". 
apesar de ter "as finaneas em deploravel estado", e que nessa hora » mo- 
via tambeoi, com o fito de corromper, 

(') Virgllio, "Opera", Eglogas, III, 60. 

( e ) Numerosas pe^as farrapas, do arch, do aut.. attestam aer easa a 
universal convicgao no sul- 

( 9 ) Vide o decreto de 3-VIII-43. Arch, do aut. 



— 143 — 

director supremo do Estado repassou a alta regedoria civil, a quern 
lha entregara seis annos antes. Era o reinvestido nelia um patriota 
jo mais tino quilate, e buscou cercar-se de homens selectos, ao or- 
<ranisar o ministerio que devia substituir o que desappareceu com a 
extincta presidencia. Mas, se Jardim, figura de relevo patriarchal, 
recordava, nas qualidades e attitudes, o juiz biblico da mais sublime 
especie, nem elk, nan a gente que occupou os lugares assim vacan- 
tes possuiam alentos para outro fiat renovador. Excepto o patrio- 
tismo, nada tinha do que distinguia o experiente, valido pessoal de 
que dispuzera Bento Goncalves ; pessoal a quem o insigne republicano 
soube impeSlir com a sua vehemente energia e em quem insufla%'a as 
fhammas de sua grande alma civica. 

Chi pud vantarsi 
Sensa difettif Esaminando i sui 
dascuno impara a perdomr gli altriti. ( la ) 

E' esta a doutrina de um melodioso poeta, cuja doce philosophia 
sancciona um dos sabedorcs mais doutos. "Soit vivacite, soit hau- 
teur, soil avarice, pondera Vauvenargues, il n'y a point d'homme qui 
ne parte dans son caractcre tine occasion continuelle de faire des fau- 
tes; ei si elles soni sans consequence, (notai, notai-o bem) c'est a Is 
fortune qu'il le doit". ( ai ) Nao podia eximir-se Bento Gonqalves 
do que e regra geral, Defeitos ha via de ter e lhos reconhece um coe- 
taneo severo no julgal-o. Mas, que expende imparcialissimo, ao mes- 
mo tempo ? O que basta para erguer o denegrido sobre um pedestal 
de eterna gloria, infinitamente muito acima de seus gratuitos detra- 
ctores: "Esse companheiro de tantos trabalhos e tantas glorias'', "em 
patriotismo e firmeza, nao era excedido" por ninguem, diz! ( 12 ) 

Verdade e indubitavel, e pode ser allegada com inteira justica, 
que esse outro falho redemptor nao foi crucificado unkamente por 
um synedrio de phariseus. Verdadd e que benemeritos religiona- 
rios da fe nova contribuiram, com o seu voto, para que subisse ao 
calvario. quem se dedicara exemplarmente a libertacao e regeneracao 
do "patrio ninho amado". Verdade e, sim, que muita gente de es- 
col deu a forca da intelligencia ou do bracp a essa obra de perdicao, 
mas, facil e de exp[icar-se o transvio. "Ogni error e ha il stto tempo 
e, per cosi dire, il stto regno, durante il quale sogioga gli spiriti pit} 
elevati", discreteia Manzoni, f 13 ) e outro principe das letras, eis 
como soberano decide o pleito: 



( 10 ) Metaetasio, "Opere", Zenobia, act. I, seen. 3.*. 
(") "Maximes", a 13. a . 

(> 2 ) Manuel Antunes da Poreiunenla, carta a Almeida, em 2-V-60. 
Arch, do aut. 

( V3 ) "Lettre sur l'unite de temps dans la tragedie", 75. 



— 144 — 

/ 

All seems infected that th'infected spy, 

As all looks yellow to the jaudk'd eye, C 1 *) 

Assim patenteia as cousas humanas a nossa diuturna cxperieti- 
cia. Mostra-nos que se firma aquelle deplorando jugo, mormente 
quancio o erro e manejado por individuabdades do talento e artificio 
que resplandeciam em Paulino Fontoura e Antonio Vicente ; indivi- 
dualidades que moveram como titeres a ingemtos do calibre de Joao 
Antonio, Manuel Martins da Silveira Lemos, etc., etc, Arredado 
pelos "sycophantas" e pelos que o nao eram, o homem superior que 
resumiu em si as forcas de sua epoca e que toi como que a encarna- 
c,ao viva e como que o genio da revolucao; descobriram logo outros a 
realidade que mui adrede se mascarara. Os que com animo sincero 
andavam descontcntes, verificaram, dentro de poucos dias, terem cbe- 
gado as cousas publicas, entre nos, ao nivel das de nossa Mai-patria, 
depois da reaccao favorecida por dona Maria l, a ; triste, desengana- 
dora, desconsoladora phase, cuja radkalsssima imprestabilidade as- 
sim deixavam patente os contemporaneos : "Mai por mal. antes Pom- 
bar ! 

Os sinceros, se nao o confessavam em publico, repetiam-no em 
amargos soliloquios. Os que entraram na escola de ribaldaria que 
Bento Manuel instituira e de longe professava, esses proseguiram na 
raina iconoclastica. Se houvera neHes um atomo de honradez poli- 
tica, fora poupado, em nome da causa, o compatriota que tao nobre- 
mente descera dos mais grados postos da Naqao, para emparelbar-se, 
em seguida, em outros mais humildes, com os que havia pouco eram 
seus commandados. Este longanime proceder nao Ihe assegurou, to- 
davfa, o respeito dos discolos ou insensatos, cada vez mais rabiosos. 
Nao o pouparam antes, nao no pouparam depois, como ides saber, 
poisque os ja indicados phariseus nao queriam salvar, queriam perder 
a revolucjio, e o melhor meio era arrastal-a a devorar, como Saturno, 
os proprios filhos, - muito especialmente o mais prestimoso delles: 
o que exhibia superior talent de Men faire! 

Completes os apreqos e reterencias, por vezes anachronicas, que 
impoe a mencao desse grande, funestissimo desacerto, cumpre se re- 
observe, na presente narrativa, a ordem em que os factos occorreram. 
Deliberado a sujeitar-se ao imperio de circumstancias ineluctaveis, 
Bento Goncalves cogitou da pessoa que o devia substituir, concluin- 
do, ja se viu, que era Jardim, "segundo a mais obvia intelligencia da 
Acta da proclamacao da Independencia politica, o legitimo Presidente 
da Republka, na sua falta absoluta ou impedimento prolongado". 
Vista a conjuntura por esse prisma, foi em documento lavrado na 
estancia do Contracto, visinhancas da raia meridional, que s, ex. a 



(**) Pope, "An essay on criticism". II, vers, 558-9. 



\ — 145 

transmittiu, -a. aquelle sen venerando compatriota, o "eminente car- 
o-o". ( 15 ) Cprn o officio de renuncia, o antigo enviou ao novo pre- 
sidente a proVlamaqao que enderecava a seus outros conterraneos, 
muito desmentVlora do que ja correra, entre brados de alegria, no 
seio do gremio Veaccionario. ( 1S ) 

Enganava-s<i este, imaginando que abandonara a gloriosa Vide o 
intemerato promator da total ernancipacao dos "'Riograndenses", a 
quern sempre ardoroso fala, no para elle mui honroso papel. "A mo- 
narehia brasiteira tpca a meta de sua precaria existencia. A liberda- 
de esta salva, e nossa Independencia politica firmada. O espirito 
publico em nosso Pafc, pode ter sido algumas vezes deprimido; porem 
animado como se acha por divinas iuspiraqoes, jamais o veremos ex- 
tincto". Eis o que eliz aos compatricios, complexo de "verdades", 
que Ihe e grato p6r em pregoes, aos olhos delles, "no momento de 
descer da Cadeira presidencial a que seus votos o haviam elevado". 
"Enferniidades que com o tempo cada vez mais se aggravant, (addi- 
ta) lhe nao permittem que continue a ter sobre os hombros a respon- 
sabilidade inherente a primeira magistratura do Estado"; que tras- 
passa "a benemerito e inclito Riograndense". 

"Reuni-vos, (prosegue) em torno de tao virtuoso Patriota, des- 
se novo Fabio que, pela segunda vez, deixa a charrua, para dirigir a 
nau do Estado ao porto em que nos aguarda, a nos e a nossos vin- 
douros, uma immortal gloria e perenne felieidade". Eia, pois, "van 
laqo fraterno ligue todos os Continent'mos ; a Salvacao da Patria seja 
o seu none ! — E (conclue) nao cuideis que exhortando-vos, para 
que presteis ao Paiz os serviqos que elle esta reclamando", "eu me 
retire a vida privada ou me entregue a um reprebensivel ocio ; pelo 
contrario, na qualidade de Soldado, me vereis combater a vosso lado 
contra esses mercenarios que ousam talar os nossos campos, e me ve- 
reis compartilbar todas as vossas fadigas, emquanto minhas forqas o 
consent! rem, e ate o ultimo alento de minha vida" ! ( 1T ) 

A mudanca operada foi tida, na orbita imperial, em conta de um 
abandono das armas, nao somente por parte de Bento Goncalves, 
tambem pela de Netto, causando a noticia do inesperado evento a 
maior sensacao, como enchendo de esperancas os prohomcns da lega- 



( 1B ) Vide, no arch, do ant., o of fie. de 4-VIII-43. Em outro oftic. de 
8 cte agosto, a Jardim, existente no mesmo arch., celebra Eento Gongalves 
a boa vontade com que aquelle "aceitou o arttuo encargo", no exercicio do 
"qual lhe deseja mil venturas e que possa dar fim a grands obra de nossa 
Independencia". ''Deveis contar tajunta) com o men inutil prestimo, co- 
mo subdito e como vosso amigo, parente e patricio". 

( ie ) Vide a correspondencia da legacao em Montevideo e a de Ca- 
xias. 

( 1T ) Arch, do aut, documento de 4-VIII-43, que assim termina: "Vi- 
va o Soberano Povo Riograndense! Viva o Exmo. Presidente da Republi- 
ca! Vivam todos os Americanos livres! "' 



/ 



— 146 — 

■ 

lidade. Se personagens de tal importancia e de tal repitencia desis- 
tiam da luta, que fora de esperar dos outros, quando/a legacao do 
Rrasil em Montevideo affirmavam diversos, com liga^oes no campo 
revolucionario, que David e seus principaes seguidores queriam sub- 
tnetter-se? ( 18 ) Persuadidos os corypheus do impe/ialismo que ha- 
via soado a hora de entrar em pourparlers com os ^ediciosos, Caxias 
dispoz-se a sondar a terreno, por via segura e ade^uada as circums- 
tancias. Conseguiu entender-se com Jose Pedros^ de Albuquerque, 
cx-ministro de estado, e com Severino da Silveira t ' mano de Joao Ati- 
tnnio, incumbindo-os de irem, por si, estreiar as negociacoes. Em 
confereneia com ambos, " f azendo-lhes sentir as desejos que nutre 
de promover a pacificacao, os convida a propor aos cliefes das for- 
cas" insurgentes "que declarem quaes as eondtcpes com que Jhes con- 
vem conseguir a cessacao da guerra, afim de que ceda aquellas, para 
que tern autorisacao, e faca subir as outras ao conhecimento de seu 
governo, para resolver como entender". ( ia ) 

Pedroso e Severino, aequiescentes, declaratn-se as ordens do 
seu grado interlocutor, e, encerrada a entrevista, foram dar cumpri- 
mento a honrosa incumbencia. Deixado o acampamento do genera- 
lissimo de S. Magestade, os emissarios delle se dirigiram ao do estra- 
tego da Republica citado em ultimo turno, o qual, depois de os ouvir. 
mandou-os ir a presenca do chefe supremo do exercito. Mais fez: 
entregou-lhes officio em que, depois de referir-se a notavel occorren- 
cia, expende o seu voto sobre tao grave materia. Sem ingerir-me 
por modo algum no que e da competencia das autoridades superiores, 
(escreve no mesmo) additarei que "anhelfo cordialmente a conclusao 
da guerra. Nao e tao lato, comtudo, esse desejo, que para" vel-o 
transformado em realidade, "esteja disposto a sacrificar os mais vi- 
taes interesses da patria, e bem penetrado de que nosso Governo nao 
dani um passo para desairar os Riograndenses, e antes fara proposi- 
c5es que, sendo aceifas, nos afiancem a paz e liberdade, a par de ga- 
rantias individuaes, e de propriedade: eu me submetto as suas deci- 
soes". ( 20 ) 

Recebeu Canabarro a importante noticia em seu quartel-general, 
situado entao no campo do Vargas, c dahi retransmittiu-a aos mais 
elevados represe.ntantes do poder civil, a quem mandou se apresentas- 
sem os porta-vozes do outro generalissimo. Levaram, estes, com o 
de joao Antonio, o parecer do chefe geral do exercito. Mui justa- 
mente entendia "caber ao supremo governo da Republica" o supre- 



( 18 ) Vid& entreviata do pienipoteaciario imperial em Montevideu, 
consigiiada adiante, com a pessoa que figura, para baixo, em segundo lu- 

gar. 

( 18 ) Vide o documento citado, em nota a seguir. 
( 20 ) Documento com data de l-IX-43. Arch, do aut. 



— 147 — 

mo veridictum. a que todos bem dispostos a sujeitar-se, pois ''jamais 
deixaria de deaidir-se pelos interesses vitaes do paiz. — Talvez, (ad- 
dita) o Govertto queira consultar o voto da forea armada, e, nesse 
entretanto, demtW tomar sua decisao, por isso declaro que a opiniao 
geral bem pronunriada tende a terminar a guerra, mas salvando-se a 
dignidade e bonra dos Riograndenses, e firmando-se em bases, nao 
falliveis, a seguranqa de suas pessoas e propriedades". ( 2t ) 

O tnui claro pronunciamento de Canabarro contirma o que assaz 
manifesto vedes, e <Jesde tempo se buzinava, em torno da legacao do 
Brasd, em Monteviaeu, id est, que o general, e o circulo de que era 
centro, se tinha deciciido por um entendimento com o Imperio, em- 
bora sacriiieada, por jnteiro, a autonomia do Riogrande. ( 22 ) No 
que taes boatos se mostraram em desharmonia com a realidade, foi 
em divulgarem que tao so "Bento Gongalves e Netto" se negavam a 
convenios e queriam praseguisse a guerra. ( 2S ) Era o pensar de am- 
bos e a bem dizer de todos. "A maioria do povo" conservou-se fiel 
ao programma de 20 de setembro, mantendo "o mesmo enthusiasmo 
ate o fim", ate o apagar das luzes, nesse grande acto civico de quasi 
dez annos de duracjio. ( 2i ) 

Tal sendo o sentir da generabdade, nao e de crer que constituis- 
sem uma excepcao precisamentc os elementos que mais sacrificios ti- 
nham despendido e despendiam, na defeza do estandarte HberaJ. 
Como se conclue do exposto, o caudilho da antiga opposicjio minoris- 
ta opinava de accordo com esta, nunca jamais, porem, com o que pre- 
goa ser "a opiniao publica". Em nome della, e com outra autorida- 
de, ia falar, aqui perfeitamente accorde com aquelles dons patedinos 
da causa democrat! ca e separatists, o magistrado supremo dos rio- 
grandenses livres. Tinba a governacao do Paiz revertido a sua pri- 
mitiva sede, restituida a "leat e patriotic^ cidade de Piratiny" a sua 
categoria de Capital ( S5 ) Foi abi que Jardim retomou as redeas do 



(2i) Offic. de 18-IX-43, Arch, do aut. No mesmo areli. figuram os 
ortglnaes desta peca e da nota antecedente. Foram enviados a Almeida, 
por Jose Pedroso, em carta de 1S-IX-G6, tambem eonstante dessa. coUec- 
?ao. Organisava a sua, aquelle ex-ministro da fazenda, para escrever a 
historia da guerra dos farrapos, e a isto referindo.se o ex-ministro da jus- 
tice, eis eomo se proauncfa: "Estimarei qae por este modo fique satis- 
leita a exigencia de V. Ex. 1 , pois que, alem dos bons desejos que nutro 
em servir a V. Ex.*, aeompanha-me o interesse de ainda ver publicada a 
verdade dos factns durante a revolueao, cjue por sem duvida deve sair de 
sua penna; verdadea que no meu entender so podem bonrar-nos, e maxi- 
me a V. Ex.*, cuja probidade e bons servicos, s6 ingratos poderao desco- 
uhecer". 

(22j vide o appendiee. 

(«) Ponte Ribeiro, offic. de 8-IX-42. 

( 2 *) As palavras entre aspas, disse-as JosS Maria do Amaral, ao autor. 

( 23 ) Titulos que Ihe eonferiu o novo regimen, conforme ja notado 
alhures. 



— 148 — / 

/ 
poder, constituindo o sen tninisterio. Convidado o padre Chagas pa- 
ra a gestao das pastas do interior e exterior, Jose/Francisco Vaz 
Manna para occupar-se com a fazenda, ('-''') Manuel/ Lucas para re- 
ger a da guerra : foi este o que entrou inimediatameiite em funccoes, 
despachando o expedients de sua secretaria e o das/demais. 

Em novembro, ja Vianna tinha tornado posse pe seu cargo, mas, 
Chagas, por doenija e por outras razoes privadak, nao comparece- 
ra, ( 27 ) e, por isso, combe a Lucas o grato dever ,de significar ao ge- 
neralissimo qual o pensamento dominante e victorioso nas altas es- 
pheras nacionaes, "O Presidente, ouvido o Conselho de Ministros, 
e conspicuos patriotas", contrapoe a falso interprete do sentir alheio, 
"as condi^oes utiicas em que a dignidade e honra dos Rtograndenses 
eonvem a terminacao da guerra a que fomos lao injustamente provo- 
cados: sao as que se acham implicitas na Acta, Proclamacao e Mani- 
festo que junto encoutrareis. Persuadido o Governo da Republica 
dos sinceros desejos que nutre o Sr. Barao de por termo aos males 
que af f jigem este bello paiz ; terei o mais vivo sentimento se a res- 
posta sincera, leal e franca, que acabo de transmittir-vos, nao for sa- 
tisfactoria a S. Ex. a , cujo brasileirismo o Governo devidamente apre- 
cia". ( M ) 

Estas magnas e memoraveis resolutives tomadas foram, com de- 
mora e circumspeccao, eomo se deprehende do praso que medeia entre 
a remessa das supraditas communi canoes, e da que por ultimo se men- 
ciona, Foi apos o decurso de mais de 7 semanas, (isto e, depois de 
bastante amadurecidas as reflexocs que o transcendente e melindroso 
thema suscitava) foi entao que os lidimos representantes da commu- 
aidade insurrecta se manifestaram. Curvou-se ao que decidiam, o 
magnata em face do qual nao havia mats outra vontade, segundo 
crenca na orbita monarchica. ( 2a ) Deu entao boa prova de discipli- 
na, comquanto intimamente predisposto ao contrario. Porquanto 
constou na mencionaSa esphera o desgosto e ira com que recebeu a 
contestacao official. ( s0 ) Verdadeira on falsa a noticia, o averigua- 
do e que se sujeitou indiscrepante. Claro e, por igual, que arripiou 
carreira, aotando haver dado um passo em falso na maneira por que 
definira, com um atabalhoado, desinsoffrido arbitrio caudilhesco, os 
sentimentos de seus coneidadaos em armas, qual se fossern mesnadei- 
ros de collecta sua e nao os livres, espontaneos, altruisticos volunta- 
rios da Republica. 



( 26 ) Caxias. ordem-do-dia n.° 170, no "Generalato", 177. 

( 2 *) Chagas, carta sem data, a Jardim. Nao iria, sem remediar a 
iniseria da familia. Depois, estava sob o uao de medicina que Ihe impe- 
dla viajar. Arch, do aut. 

("») Offic. de 24-XI-43. Arch, do aut. 

{ m \ '■Generalato", pags. ja cits. 

( ao ) Offic. de Casias, ja cit. e que enderecou de Cassapava 4 C6rte. 






\ — 149 — 

\ 

Ha via d« ter causado por certo gratfde surpreza no circulo dos 
antigos opposifcionistas de bom quilate o desempacho com que David 
se houvera na \olemne eventualidade, e mormente a estreiteza de vis- 
tas com que enqara o assimipto; no exame do qual mcstra o maximo 
desinteresse pelofc mais sacros lemmas do pavilhao tricolor. Criticas 
<tevem ter occorrldo e quica talvez se nao engane a chronica ao repu- 
tar como indtcio tkis mestnas, urn gesto de Canabarro, pouco posterior 
a sua irreflectida eommunieacao, e anterior a do governo da Republi- 
cs. Naturalmente soube de commentaries ao desamor que demons- 
trava por esta, e patafnsou nos meios de dissipar o mau effeito, com 
a reiteracao de seu invariavel carinho pelo que era da essenda do 
programma revolucionario. Antes de 35, se tinha por acaso algu- 
mas leves, indecisas, vagas inclinac,oes por este pendao, queria e pro- 
curou eximir-se de rcsponsabilidades na luta civil ; occasionando a sua 
entrada na mesma as contraproducentes pressoes dos caramuriis em 
geral ou as "perseguicSes de Bento Manuel", deliberado a retrazer 
para o exercicio das armas. o intrepido batalhador da guerra dos pa- 
trias. ( al ) 

Ou por ser limitado o seu apego a bandeira nova ou porque es- 
cassas letras ou luzes Ihe reduzissem o estro, ( 32 ) o certo e que as 
ajanifestacoes do enthusiasmo democratico de Canabarro sao resrri- 
ctissimas, em sua correspondencia particular e publics. No entanto, 
ao decorrer o periodo a que houve referenda, taes manifestacoes oc- 
correm, por duas vezes. mui prox'mias ama de outra. Aqui, faz pra- 
<;a da "adhesao que consagra as Instituic,6es de um Systema tao di- 
gno de nosso aprec^o" ; acola, deixa transparente analogo sentimento, 
sdludindo ao "Systema de nossas sympathias", ao "afiancar" ao go- 
verno "toda a coadjuvacao a seu alcance, e sem" rnedir "sacrificio, 
comtanto que nao scja conculcado o pundonor que deve caracterisar 
o verdadeiro Riograndense!" ( 33 ) Ue bom ou mau grado, esponta- 
neamente ou esporeado por vozes exprobativas, o caso e que David 
se submetteu a alheio parecer, continuando a guerra, de harmonia, 
em substantia, com as Ifnhas geraes do piano estabelecido pelo seu 
antecessor. 

Recebendo a 7 de agosto, das maos de Netto, a chetia do exer- 
cito. David, com effeito. nada innovou, tanto na administraqao, quan- 



( !1 ) "Revolucoes cisplatinas". II. — Vide tambem Saturnino, offic. 
de 15-VI-42. 

( 32 ) Carta do general, a Almeida, em 15-IV-57. Enviando algo a 
Dubllear no "Brado do Sul", pede-lhe redija o ex-ministro, pois, diz, aliaz 
com exagero, eu "nao sei escrever"; "me (alta o saber, e nem ao menos 
set coordenar uma orasaV', Arch, do aut. 

(saj Otfle. de 4, 5-XI-43. ao ministro da guerra. Arch, do aut. 



— ISO — 

to no criterio a seguir-se no manejo das tropas. (**) Quanto a aqttei- 
le aspecto da vida militar, introduziu, raais tarde, algumas alteracoes, 
de que se falara opportunamente. Quanto a este, proseguiram as 
cousas naquella forma, ou a sabor das circumstancias. e concluir-se-a 
nao podia succeder de outra mancira, ao termos em mente a incom- 
petencia de Canabarro para a (Breccao de grandes forcas, mormentc 
esparsas, a que cumpra imprimir transcendentes movimentos de con- 
junto. Basta lembrar o que fez em Sta. Catharina e o que veiu a 
fazer, 22 annos depois, na fronteira de Uruguayana, para inferir-se 
qual podia ser o descortino com que se houve na gestao militar a que 
por fim o guindaram. 

Na imprensa do Imperio, houve quem o class if icasse de "am 
grande capita o do Brasil". ( 35 ) Nunca passou de maravilhoso, im- 
ponente sabreur, que reunia a um merito norabilissimo, a homerica 
intrepidez no ataque, outras indiscutiveis qualidades: a de saber con- 
servar a disciplina em seu arraial ; notado, entre os demais, sobretudo 
pela extrema vigilancia. Nao observava o systema de nenhum ou- 
tra da quadra farroupj'lha: quando as barras do dia estavam longe de 
esmaltar o firmamento, ja os legionarios de David, com as montadas 
da impedimenta, "faziam o alarma", ao topo de "coxilha" sobrancei- 
ra as avenidas convisinhas. E, com a memorada qualidade umoutra, 
que o eleva ao predicamento de um typo de organisador militar entre 
os riograndenses, bastante descuidosos no que a isto concerne: nin- 
guem, quanto elle, poz tarnanha dilligencia no resguardo, ate hoje 
nullo, dos solipedes. Taes as suas regras, que os proprietaries lhe 
davam constantes provas de confianca. Muitas vezes escondiam os 
seus animaes de sella ou tiro ; pois bem, entregavam-nos motu-proprio 
a David, se a forca delle e alguma dos realistax se Ihes avistnhava das 
"estancias". 

Foi gracas a este outro merito, que poude burlar a perseguicao 
de Bento Manuel; quem se ihe poz no encal^o, a. testa de forte co- 
lumna, por insistente mandado de Caxias. Emquanto o traidor es- 
tragava inutilmente as cavalgaduras, ficando a pe, quasi, dentro em 
pouco ; recresciam, quotidianamente, os depositos ambulantes da tro- 
pa farrapa, com as tropilhas que os moradores da zona, de qualquer 
cor politica, iam confiando a guavda do provisto Canabarro; certissi- 
mos de que este, depois do indispensavel uso, fielmente restituia o seu, 
a seu dono. Mas, exclusas as enumeradas vantagens, nao dispunha 
de outras, e dahi, como ja se disse, o Hmitar-se elle a bater a ja se- 
guida estrada. 

Relatando crise muito de lembrar-se aqui, da revolta de seu Paiz. 



( 3 *) Vide Netto, ordem-do-dia u." 17 de 7-VIII-43, sohre entrega do 
exereito; Canabarro, 1* ordem-do-dia, a S. 
(35) vide a eollecgao do "Nazareno". 



— 151 — 

no comecp do seculo 18.°, nota o seguinte, um autor: " Ce qui y man- 
miait plus que les armeSj c'etait un general capable de conccvoir un 
plan de campagne convenable a sa situation et au caractere de ses 
troupes, et de I'execuier avec fermete, promptitude et decision. Les 
qeneraux Hamilton et Gordon, qui se trouvaient dans t'armee de Mar, 
avaienl quelquer experience militaire, mais nullement ce genie qui 
combine les mancevres d'une campagne et qui les execute". ( 3e ) O 
iuizu attinente a esses dous, pode ser applicado a David, sem algu- 
ma alterac,ao. For isto e que em seu tempo, se houve sy sterna de 
guerra, foi unicamente o que tinha preestabelecido Bento Goncaives, 
ou o que elle poude inspirar, num bom ensejo, qual se presenciou, nos 
movimentos que foram coroados com os louros de Poncheverde, 

A campanha que se iniciara antes deste successo, tinha visos de 
impressionar, abater o animo, pois sabidos os grandes meios orca- 
mentarios de que dispunha o governo adverso e a pujan<;a dos ele- 
mentos militares que podia mane jar. Nada obstante, o dos farrapos 
nem sombra deu ou de esmorecimenro ou sequer de abalo. A unica, 
exelusiva cousa de que se preoecupou, foi a de duplicar os esforcos 
para a conservacao do que chamava nessa hora a sua "magestosa 
obra". ( S7 ) Desde que se conheceram os recursos de Caxias e suas 
provaveis mtengoes, o entao generalissimo da Republica firmara o 
piano de campanha que a mesma convinha e firmara-o em circums- 
tancias que sobremaneira illustram, realcam a robustez da fibra inti- 
ma, quanto a serenidade de animo desse grande homem. Tinha a 
discordia em casa e a beira desta um exercito initnigo, reorganisado 
e forte, como nenhum outro, ate entao. 

Pois bem, foi sob tal aineaqa e em meio de terriveis insultos da 
febre dissolutiva que punha em risco a causa emancipadora; foi em 
meio de tantas adversidades ou attribulacoes, que teve sciencia da es- 
trondosa, catastrophica derrota de Rivera no arroio Grande. Foi sem 
perturbar-se que soube, nao so de tamanha desgraqa, como da situa- 
c£o terrivelmente ameacadora ou sinistra em que se viam os seus 
alliados da Banda oriental, como os de Corrientes. Nao tinha duvi- 
da, tal qual Jose Mariano, de que o desfecho da lura no Riogrande, 
estava dependente do desenlace da luta de Rozas contra Rivera, ( 8S ) 
e, no entanto, e com um magnanimo socego que se refere, em carta 
ao ultimo, I .", a victoria csmagadora de Oribe ; 2°, as consequencias 
da mesma em ambas margens do Uruguay. Foi de em meio deste 
mui tempesruoso oceano de tragicas impressoes, que se entreteve epis- 
tolarmente com o caudilho derrotado. Depois de dar-lhe pesames 



( aa ) "Walter Scott, "CEuvres", XVIII, -'Histoire d'Ecosse'' 
cap. VII, 105. 

( 37 ) L. Barreto, oHic. de 17-XII-42, no arch, do ant. 
(as) Vide sua eorrespondencia, no arch, do aut. 



— 152 — 

sentidos pe!o recentc desastre, significa-lhe ter eerteza agora de que 
Caxias encetava no proximo estio a sua tao prearimmciada campanha. 
"Mas, (continua) estou firme nos meus principios, isto e, nao ten- 
ciono arriscar uma batalha, e hei de fazer-lhe a guerra de recursos. 
como ja pratiquei no anno de 1841, com o general Joao Paulo". ( s *) 

E em instruccoes expedidas a Teixeira, urn de seus tnelhore* 
collaboradores, o entao caho supremo dos liberaes manifesta, uma 
vez mais, com qual criterio entende manejar-se: "Nao com-em aven- 
turar a sorte da causa" "numa batalha: deve ser o alvo de nossos es- 
forcos cortar o inimigo de toda correspottdencia e recursos da Capi- 
tal, base de suas operacoes. Para isto ser levado a effeito, deveiK 
marchar com a forca ahi reunida, entrar pelo Mendonqa, Dores, Bar- 
ra e Terra-dura", Ievantando no transito os homens, armas, cavalhadas 
que se vos depararem, ate o extremo limite da zona de vosso comman- 
do, que abraca todo departamento de entre Camaqua e Guahyba, 
Desde que estejaes sobre o rio Jacuhy, fareis que partidas vossas, de 
continuo, estacionem pela margem sul, ultrapassando as suas aguas e 
indo ate o Taquary, sempre que convenha. Emfim, conto que, se 
possivel, levareis a guerra as portas da mesma Portoalegre, sem que 
nunca haja descuido no mauter a vossa linha de communicacpes. Fa- 
cil e, com observadores no Capivary e Encruzilhada e com frequen- 
tes incursoes de uma bauda a outra. "Neste modo tereis immediata 
noticia de qualquer forca, destacada contra a vossa, do exercito im- 
perial". ( 40 ) 

Canabarro, que era incapaz de tracar um piano de campanha. 
fosse de grande ou mediocre envergadura, ateve-se ao que era segui- 
do desde o micio da off.ens.iva inimiga, limitando-se, o mais que 
poude, a correrias, destinadas a fatigarem o inimigo e a lhe estraga- 
rem o material: "guerra de correrias", "de que se nao descuidavam " 
os farrapos. ( 41 ) Panj oppor-se com algum exito a ella, providen- 
ciara Caxias. J a antes da investidura de Canabarro no mando su- 
perior, dera nova organisacao as tropas, (* 8 ) e generalissimo da 
Republica, tambem para melhor service de sua causa, havia feito o 
tnesmo. Em virtude da nova distribuicao que tiveram os elementos 
militares, desappareceram os corpos de exercito, unidades que passa- 
ram a ter a categoria de simples divisoes, formando um complexo de 
3, id est, tarctas quantas figuravam nos quadros antagonistas. 



( 3fl ) Carta a Rivera, em 2-1-43. 

( 40 i Offic. de 31-111-43, nas pontas de Cunhaperu. Arch, do ;tut. 
No eit. offic. de 17-XII, da secretaria da guerra, a Joao Antonio, chefe in- 
terino do exercito, expoe-se o piano de guerra a oppor a Caxias: "O Go- 
verno espera que penetrado de nossa poaicao, jamais aventurara cheque 
desvantajoso, e que hostilisado o inimigo como permittam as circumstaii- 
cias, se furtara a qualquer tentativa por elte emprehendida". 

( 41 ) ■•Generalato", 143. 

(* 2 ) "Generalato", 350. 



153 — 

De taes divisoes, coube a Bento Gon^alves ser o conductor de 
U jtia, que cotigregaria em sua orbita as formacoes existenr.es, e por 
crear, nos departamentos de Jaguarao, Piratiny, e no antes nomeado, 
de entrc Caniaqua e Guahyba. Cumpria-lhe resguardar o territorio 
de que era centre aquella cidade, sede novamente da alta administra- 
cao do Faiz; tareta a que se entregou de corpo e alma. Assumindo 
as responsabilidades deste novo e modesto encargo, o preclaro, longani- 
me repubheo, valea-se do retonio a actividade bellica, para dissipar 
illusoes do adversario, muito contente com a desintelligencia entre os 
farrapos. Tambem valeu-se delle com a idea de lancar um outro 
appello a uniao, para que, em face do perigo publico, chegassem to- 
dos a forma,, com um total olvido do passado. Nao teria quiea outro 
ensejo como esse. Nao o desaproveitou. Faria ouvir, mais uma 
vez, a equanime, magnanima, serena, desapaixonada, quanto ardente 
linguagem civica, que empregara sempre, no decurso da grande guerra, 

"JRiograndenses ! (bradou, por sobre as alturas do Veledinha). 
No momenta de deixar a Cadeira presidencial da Republica, eu vos 
prometti eombater a vosso lado, te exhalar o ultimo alento vita), e 
no desempenho desta solenme promessa, a despeito de minhas enfer- 
midades, acabo de apresentar-me ao Exmo, Sr. Ministtcs da Guerra, 
nao duvidando aceitar a honrosa missao que em nome do Governo 
me ha conferido, a do Commando da Forca que deve defender esta 
importante Comarca. Assim procedi, no cumprimento de meu dever 
e contando com a cooperacao franca dos patriotas que nella residem. 
Eia, pois ! Correi as annas : patenteetnos ao Brasil, e ao mundo, a 
impotencia desse estulto e philaucioso General, que, esquecido da for- 
te opposiclo brasileira, que repelle e ameaca rojar por terra a mo- 
narchia; so se alimenta corn a ephemera esperanqa de que intestina 
discordia operara entre nos, quanto nao conseguirarn suas baionetas 
e todos os esforcos do Governo que defende. Reconhec.a este, que 
os Riograndenses tern bastante civismo, para calarem seus particula- 
res resentimentos ; e que, quando tratam da Independencia e Liberda- 
de da Republica, um so Ia<jo os vincula". Etc, etc. ( 43 ) 

VaOsS, affirma, os esforcos militares de Caxias. Vaos tambem 
os delle, na esphera civil e bellica. Os que entao emprega, para dis- 
sipar a desavenca, vereis que negativo effeito produziram: os que 
despendeu, para rehabiJitar o brdbo das armas liberaes, ides logo sa- 
ber que destino tiveram. Antes das dissencoes que cavaram a se- 
pultura da Republica, inutil era o chamamento as fileiras, em toda a 
comarca de Piratiny, visto como os habitantes espontanearnenre voa- 
vam a ellas, desde que apontasse, no horisonte, sombra de inimi- 
gos ; phenomeno de facil comprehensao, desde que recordemos o que 



(«) ProelamaQao de 20-VII1-4. Arch, do aut. 



— 154 — 

se firma em insuspeitissimo depoimento : segundo elk, a genfce da no- 
meada zona quasi unanime optou resoluta pelo novo regimen. (**) 
Pois bem, o chefe da revolucao de 20 de setembro a encontrou rau- 
dada e sem visos do antigo calor moral, (* 5 ) depois que a lepra da 
intriga, primeiro comprometteu, depois acabou de todo com a primi- 
tiva synergia civica. O poeta moderno do cyclo gaucho nao teria 
voos para fixar em estrophes condignas a Iliada vivida e sentida, cujos 
soberbos cantos principiaram em 1835 e terminaram no 10.° anno 
seguinte, mas, no inspirado poema argentine, occorrem lances e sen- 
tences, que nao ficariam mal naquella ainda nao escripta epopea, e 
aqui muito quadra reproduzir um dos passos da composicao: 

No Ivay tiempo que no se acabe, 
Ni tiento que no se corte. (**) 

Tinha que ser a que foi, a resultancia de antecedencias memo- 
radas. Sobre influir para que ao erethismo substituisse a depressao, 
o grande praso que durava o esforcp riograndense ; veiu uma horro- 
rosa, negra sizania ampliar a funesta accao de outros coefficientes de 
desanimo, que ja pesavam no scenario guerreiro, desfavorecendo a 
causa revolucionaria. "A marcha da humanidade segue um rythmo 
analogo ao de nossa arvore respiratoria: aos periodos de extensao, 
necessariamentc succedem outros, de contraccao" : ( i7 ) e a um destes 
que se prendia o que, entristecido, viu diante de si, o velho lidador 
continentino. "Tanto as energias collectivas, quanto as individuaes, 
sao, como entidades concretas, limitadas": (* 8 ) e o que de ordinario 
Se contempla no curso regular das cousas. 

Que havia de presenciar-se, quando a forcas naturaes de publico 
abatimento, vinham jtmtar-se outras, de caracter moral, que sobre- 
maneira aggravavam o indicado phenomeno? As arregimentacoes, 
antes de febril actividade, lentas foram e insufficientes, de sorte que 
Bento Goncalves nunca logrou dispor dos effectivos que as circums- 
tancias requeriam. Estas, na sociedade coeva delle muito o desaju- 
davam, e tambem, cumpre assignalar, as emulacpes faccionarias. Gra- 
cas a ellas, deixavam-no apenas com um "punho de homens", os al- 
tos regedores, comquanto simulassem outra cousa. ( lt! ) Tao fracos 
eram ainda os elementos existentes comsigo, que, apos um mez quasi 
inteiro, isto e, um mez menos um dia, obrigado foi a recuar para alem 



( 44 ) Silva Tavares, offics. no arch, do aut., de 7-XI-43. 

( 45 ) Vide a correspondencta do inicio do commando do general. 
( 40 ) Hernandez, "Martin Frerro", II, 25. 

( 47 )-(* s ) Keyserling, "Le monde qui nait", 135, 134. 

( 40 ) Bento Goncalves, carta posterior a guerra, adiante eit. 



— 155 — 

da raia, em consequencia de operates do inimigo, cujo historico se 
vai intentar. ( 50 ) 

Caxias, depois do soccorro a Bento Manuel, e de o mandar ao 
Alegrete, para a seu turno impedir o sossobro de Arruda, retornou ao 
districto de Bage, e, ou porque se nao sentisse bem seguro ahi ou 
norque entendesse prover a remonta do exercito, como quer um pa- 
negyrista; ( 5l ) fez recuar as suas linhas, trans ferindo-se para Cas- 
sapava, retirada, verdadeira ou falsa, que teve principle a 11 de ju- 
lho, Foi precedida a manobra, de outra, que agora se menciona. 
Antes de encetar aquella, destacou uma brigada de cavailaria e in- 
fantaria, 800 a 1.000 homens, sob o mando geral de Manuel Marques, 
direito a Pelotas, com a incumbencia de trazer-lhe os solipedes em 
deposito no "rincao dos Touros". ( 52 ) O depois conde de Porto- 
alegre, que levava comsigo o prestimoso Francisco Pedro, logrou dar 
um cabal cumprimento a sua commissao, depois de evento secunda- 
rio em que figura um retumbador intermezzo. E' de saber-se que 
antes de a ultimarem, os expedicionarios entraram de stirpreza em 
Piratiny, o novo centro adtninlstrativo do Estado. Retirou-se a tem- 
po o governo da Republica, mas, os invasores lograram resgatar al- 
guns prisioneiros legaes. Deram liberdade a estes e prenderam a re- 
beldes que estavam em casa; entre elles o famoso coronel Pedro Vtei- 
ra, um dos iniciadores, como se disse em outro livro, do movimento 
americano de emancipate*. ( 53 ) 

Ora bem, a retirada de Caxias, que se inculca apparente ou fin- 
gida, teve taes visos, que Bento Manuel, entao incumbido de reduzir 
a sujeicao o districto de Entre-rios, como de resguardar de correrias 
o departamento de Missoes ; abaiidonou prestes a zona de oeste. 
Abandonou-a e a marchas forcadas veiu a rumo de oriente, por Ihe 
parecer que o generalissimo necessitava de amparo. ( 54 ) Nesta avan- 
c,ada, que fez "sem ordem e por puro arbitrio", alem de golpear as 
regras da boa disciplina, trouxe ao Imperio nao escasso prejuizo ma- 
terial e pessoal, obtendo, comtudo, em seguida, uma pequenina com- 
pensaqao. ( 55 ) 

( M ) Idem, offic. a Ismael Scares, em 19-VIII-J3. Arch, do aut. 

( 5l ) Vide o "Generalato", passim.. 

( 62 ) A primeira somma da torga 6 a da "Anacephaleose" (§ 77), a 
segunda consta do "Generalato", 143, de accordo com a ordem-do-dia n." 
77. "Vide esta na colleccao de impresses imperiaes, do arch, do aut. 

( sa ) Vide a cit. ordem-do-dia e "Anacephaleose", cit. §. Como se 
obaerva naquella, os legaes de Pelotas, fizeram nova assaltada em Pira- 
tiny, a 4 de agosto, sem resulta apreciavel. Jaetaiam-ae de ter arrebata- 
do, na primeira, valioaa presa. "Duas carretas com 1.000 fardamentos e 
algumas municoes bellicas", pregoa Araripe, XX, § 12. e em nota a elle, 
Portlnbo: "Nao eram tao abundaiites os Republicanos de fardamento, para 
terem mil em carretas, para serem apprehendidos! ! E isto no rigor do 
tnverno". 

("M 55 ) "Generalato", 1B1. 



— 156 — 

Como se adiantara ate o Seiva! e como presentisse ali que Bento 
Goncalves, occupado em suas arregimentac5es, persistia nos arredo- 
res, mandou sobre die uma brigada forte de duas armas, ante as 
quaes o egregio riogranden.se im constrangido a distanciar-se, por- 
que as preditas mobilisacoes atrasadas e insufficientissimas. Com o 
friicto das mesrnas nada podia fazer, e, sob a pressao do inimigo, re- 
trocedeu Banda oriental a dentro; cujos limites o imperialista igual- 
mente violoti, penetrando ate a estancia de Domingos Netto, sem ou- 
tra resulta, aliaz, que o estrago nas montadas da sua tropa. ( S9 ) 

Concluido o raid sem outra alguma novidade, Bento Manuel, 
obediente agora as ordens que menospresara, voltou para o districto 
de Entre-rios, depois de ter "inutilisado, sem nenhum resultado van- 
tajoso, toda a cavalbada da 2." divisao, vendo-se" Caxias "precisado 
de ceder-lhe 2.000 cavallos, dos 4.000 que tinha recebido" por ultimo, 
das "invernadas" em S. Goncalo. ( 5T ) O abandono do sector que 
se lhe confiara, com expressa ordem de nao o deixar nunca, sem ou- 
tra ordem equivalente, deu ensejo a feliz golpe dos farrapos, a que ja 
se alludiu. Trouxe, foi dito, algum prejuizo material e bastante de 
Ofdem moral a legalidade; tanibem feriu o coracao de Bento Ma- 
nuel, se coracao tinha esta anomala creatura. Fazia frente a Cana- 
barro nessa fronteira, de sorte que, ao vel-o distanciar-se, o genera- 
lissimo republicano enviou immediatamente urn contingente sobre 
Alegrete, ao mando de Bernardino Pinto, intrepido quao tresloucado 
ou desmandado partidista. 

"Obteve elle um completo" exito, ( 58 ) batendo totalmente, a 
15 de agosto, a guarnicao, cujo chefe, coronel Jose Ribeiro, rnano de 
Bento Manuel, ficou entre os mortos. ( S9 ) Concluida a ditosa fac- 
c_ao preliminar, David cuidou de outra, maior. Teria por fito reex- 
tender a guerra ao departamento de Missoes, occupado, nessa hora, 
por um presidio imperial, cujo reforco a tempo o salvou de uma ca- 
tastrophe. O 8.° ba'alhao de Iinha, que guarnecia a Cruz-alta, rece- 
bera ordem de ir situar-se em Samborja, e esta providencia evitou o 
desastre. Quando Boaventura Scares, a testa de uma brigada de 
cavallaria, penetrou em Missoes, pela noute de 5 para 6 de setem- 
bro, soube que o coronel Gama, commartdante da fronteira, ia unir-se 
ao corpo supra, com o designio de o affrontar, e recuou a tempo. 
Canabarro parece nao haver appro vado a desistencia, e Guedes foi 
reintentar a empreza, passando o Ibicuhy, em as noutes de 28 e 29 
do citado mez. Tarde era, porem, visto como os vigiadores farrou- 
pilhas davam repetidas noticias da reapproximacao da columna de 



( 58 ) Bento Goncalves, eit. carta a Ismael. 
(ST). (58) "Generalato", 152. 
( 58 ) Ainda o "Generalato", 153. 



— 157 — 

Bento Manuel : successo com o qual tiveram fim os mesmos tecita- 
mens, ( 6(l ) 

Caxias, para esse moto, dera expressa ordem a Bento Manuel. 
em Bagc. S, ex. 11 , tendo chegado a Cassapava em 3 de agosto, con- 
servou-se ali ate 22. Tres dias apos, como soubesse da marcha re- 
trograda de Manuel Marques, buscou unir-se-lhe, no decurso do 
transito, pefo que tomou o rumo do Boleno, onde acampou a 1,° de 
selembro, a retaguarda ja, daquelle. Depois de parar em Candioti- 
nha a 6, no ciia immediato reincorporava as suas forgas, nos arredo- 
res do predity vjllarinho, a que expedicionara sobre Pelotas, e punha- 
se em contacto com a 2. a divisao. ( S1 ) Mandada esta, con forme sc 
disse, para operar de novo a ocddente, pensava manobrar s. ex. a com 
a 3. a , no territorio que tem por centro S. Gabriel ( S2 ) A 1.*, ficou 
acantonada em Cassapava e com o preceito de fornecer destacamen- 
tos para os postos fortificados convisinhos. ( 63 ) Ora bem, o que se 
relata quanto a esta e demais unidades foi prescripto pelo generalis- 
simo, antes de elle abandonar a cidade que havia sido a 2. a Capital da 
Republica, e foi deterininado, muito de accordo com urna nova orga- 
nisacao dada ao exercito, 

Contava o Imperio, quando iniciara a campanha, com uma for- 
ca das tres annas "cuja totalidade orcava por 12.000 homens". (**) 
Nao pareceram bastantes para se medirem com os legionarios da Re- 
publica, e sobre haver continuos augmentos, com a chegada de cada 
navio a barra do Riogrande, baixada foi uma imperial resolucao em 
1843, que o estratego retrogrado mandou observar, por ordem-do- 
dia n.° 82, de 16 de setembro. Conforme o que nella se dispunha, 
subiriam as tropas de S. Magestade a 20.000 pragas. Nada menos, 
pois se comprehendeu, assaz o que era preciso fazer, se teimavam em 
resistir, os que, em Poncheverde, tinham dado claras mostras do vi- 
gor militar da hoste revolucionaria. ( 6S ) Publicada essa ordem-do- 
dia em Rage, correu a seguinte quando o barao ia em marcha para as 
vertentes do Camaqua, ( 6B ) e foi a 26, ja acampado no sitio em que 
confluem as aguas de todas, que fez uma inesperada, excellente pre- 
sa. Em virtude de adversidades padecidas pelo exercito de Rivera, 
um dos coroneis a seu servico, dom Baldomero Sotelo, vadeou a 
fronteira, buscando encorporar-se a Bento Goncalves; a testa, o pro- 
fugo, de 400 partidistas. ( aT ) Sciente Caxias da inopina entrada, 



( ef >) "Generalato", 152. 

(6 1 ) Idem, 148. 

(° 2 ) Idem, passim,. 

(, 63 ) "Generalato", 150. 

{"*) Araripe, XVIII, § 17. 

(85)_(6B) vide coUecgao de impresses imperiaes, no arch, do aut. 

( S7 ) "Generalato", 155; Araripe, XX, § 18. 



— 158 — 

expediu sobre o ad vena o tenente-coronel Propicio, a f rente do sea 
corpo, o 3.° de cavallaria, e mais 200 pracas do 8.° de cacadores ; gen- 
te com a qual este intimou a Sotelo a immediata entrega das armas. 
Nao resistiu, enfraquecendo-se ainda mais, com o funesto evento, o 
caudilho alliado aos farroupilhas, cujos entendimentos com elles fi- 
caram bem patentes, desde entao, ao cabo dos imperiaes. ( flS ) 

CAPITULO VII 

Caxias, depois da captura de Sotelo, estacionou pela zona em 
que a mesma occorrera, ate os primeiros soes de outubro, depois dos 
quaes se encaminhou a S. Gabriel pelas veredas mais praticaveis, as 
da coxilha geral que divide as aguas do Ibicuhy das de seus contra- 
vertentes da bacia de leste, e pelo meio do mez estabeleceu quarteis 
provisorios nessa aldeita. (*) Antes de sua partida, muito antes, 
havia tornado uma feliz resolucao. "O departamento mais perigoso 
e farrapal da Provincia" era o que se dilatava "desde Piratmy ate 
Camaqua", ( 2 ) e como nelle apparecesse, "a hostilisar", o general 
Ben to Goncalves, facto a que ja houve referenda ; decidiu nomear 
para o commando imperial da mui celebre circumscripcao, o tenente- 
corone! Francisco Pedro. Isto fez s. exa., em data de 7 de setembro, 
partindo o temivel guerrilheiro para o seu destino, com uma forca 
muito solida e escolhida: o 5.° corpo de cavallaria, com 400 prac,as, 
e o 11.° de cacadores, com um effectivo de 500 carabinas. ( 8 ) 

Ben to Goncalves, depois da infructuosa perseguicao dos imperiaes 
em setembro, tornou ao Paiz no rasto defies, acampando sobre o Can- 
diotinha, ao tempo que Francisco Pedro ja. se alojava em Pelotas, com 
idea de dar cumprimento, como deu, ao que promettera a Caxias. 
Nao occorreu outra novidade que preoccupasse a aquelle grande con- 
tinentino, e pois, restabelecido o seu arraial nos "pagos" nativos, es- 
creveu a um de seus fieis, assiverando-lhe que por ahi "tiada havia a 
temer". Com isto lhe disse que estava comsigo o minfstro da guerra; 
quem desenharia, a Joao Antonio, qual o piano para hostilisar o ini- 
migo, na zona havia pouco reoccupada. O que o trazia preoccupadis- 
simo nessa hora, era unicamente, a falta de noticias do exereito da 
Republica. (*) Dahi, em seguida, se transferiu a Piratiny, ( 5 ) em 
cujo municipio se lbe uniu o seu antigo chefe de estado-maior, e tudo 
persuade que, nem um nem outro, obteve segura noticia do numero a 
que subia a brigada adversa mais visinha. 



( 6S ) Cit. collecc&o de impressos, ordem-do-dia n. 88, de £7-X-*3. 

0) Vide a cit. coHeccao de impressos. 

C 2 )-( 3 ) "Anat-ephaieose", §5 U, 79. 

(') Bento Goncalves, cit. offic. de I9-VIII. 

< 5 > Idem. oHic. de 22-X-43. Arch, do aut. 



— 159 — 

Este segundo general, pelo menos, estava em erro. Presumia, 
nor incukas, nao ultrapassava a columna de Moringue a somma de 
500 combatentes escassos. ( fl ) Tendo o informe como dos que mere- 
cem confianca, opinou que "talvez se nao offerecesse melhor occa- 
siao para o derrotarem" os liberaes ; preconceito que, tudo o indica, 
Bento Goncalves compartilhava. Ora, se com a antecedente noticia 
ja estava delibcrado a abrir immediatas hostilidades contra o mais 
proximo inimigc, decidiu-se mais ainda com o que veiu a saber e foi 
que Francisco Pedro havia dividido a sua tropa, Assim acontecera, 
em verdade. Parte deixara sob fortes reparos que a sua boa sorte 
Ihe propiciava, (os entrincheiramentos naturaes que lbe offerecia o ter- 
reno da zona de Cangussu, uma das mais crespas do sul do Estado), 
emquanto com outra parte activo procurava contacto com o inimigo 
e arrebanhava "monrarias" pela handa do Boqueirao. Nestas andan- 
c.as, vinha em fim de outubro na Jornada de volta, direito as cerca- 
nias do villarinho, quando Bento Gongalves entendeu ser de azo vi- 
brar-lhe um golpe e destacou sobre elle o general Netto, com a caval- 
laria ja congregada, ao tempo que no quartel-general se continuavam 
as mobilisacoes. 

A operacao devia ter por base a surpreza, mas, nao obteve al- 
gum exito, antes uma quasi resulta contraria. Poisque, aventando-a, 
o sagacissimo imperialista contrapoz-lhe uma de suas ja farnosas em- 
boscadas. Felizmente para elles, os revolucionarios a tempo viram 
sobre si crescer a rajada inimiga, que Francisco Pedro expediu, de 
itnproviso, contra os talhos atacantes ; os quaes retrocederam, a trote 
e galope. ( 8 ) Quando o total da forca revel se apresentou no thea- 
tro desses acontecimentos, Francisco Pedro celere passou a defensiva. 
Metteu-se por detraz de um dos ja referidos parapeitos e aguardou 
tranquillo a acommettida farrapa, que se nao desencadeiou, por mo- 
tivo adiante consignado. Os legaes, sobremodo vangioriosos, apro- 
veitaram o incidente, como era muito de costume detles. Isto e disse- 
minaratn logo bastas communicacoes, pregoando haverem conseguido 
mais outra victoria, qua! haviam feito recentemente, em 26 de maio 
e 8 de junho. ( a ) 

Feito o registro do successo militar e da tabula a que deu lugar, 
convem abrir um parenthesis, para dar o precise contorno a este vicio 
do gremio realista. Inveterado nelle o pendor ao emprego de im- 
postures, nao raro desgeitosissimas, para quinhoar-se com louros mar- 



( a )-( T ) Netto, offic. a Urbano Soares, de 14-IX-43. Arch, do aut. 

( s ) Vide no arch, do aut., informes de Joao Antunes do Cetitro, pes- 
soa muito s^ria e antlgo miiitante no partido iarroapilha. 

( s ) Vide " Anacephaleose", 79 e cit. collecgao de impressos, ordem- 
do-dia, n.° 90. 



— 160 — 

ciaes de pura imaginativa. A tendencia era criticada aliaz no proprio 
circulo adverse a Republica e tnui a proposito e aqiii citar-se voz da 
epoca, referente a "esses que desde muito illudem seu governo com 
fantasticos triumphos, e que a custo de milhares de victimas, de po- 
bres, se tem feito ricos, de ricos riqutssimos" "como, com conheci- 
mento de causa, (addita) se expressou na assemblea geral do Brasil 
o virtuoso deputado pela Provincia da Bahia, o sr. Antonio Pereira 
Reboucas". Tal qual deixa transparecer, "a guerra do Riogrande e 
objecto de especulacao. Por ism", "a mentira e o embuste sao as 
armas que contra" os liberaes continetitmos "se tem empregado corn 
mais vantagem". ( 10 ) A sentence e de urn republicano, se bem com 
apoio de uma alta figura monarchica. Ha, porem, umoutra de pessoa 
desta parcialidade, que corrobora o que assevera aquelle, e sancciona 
hoje a historia imparcial. 

Faz-se menqao de carta apparecida na imprensa do Imperio, cujo 
autor manifestando esperar que "os farrapos", ate ahi ditosos, "vies- 
sem a soffrer com o valor de nossas armas", quer dizer, com as de 
S. Magestade; pronuncia-se vehemente contra o adoptado systems de 
alterar a verdadeira signiiicacao historica das occorrencias beliicas. 
"Em balde (escreve) temos comprado o redactor do Commercio, para 
descrever sdmente victorias da legalidade, mentindo sempre, desfi- 
gurando e mudando tudo", e cita exemplo. "Embora se contasse como 
assignalado triumpho o ataque de Ponchoverde, quando foi quasi 
uma perda total das nossas fcrqas, havendo 300 extraviados e 50 e 
tantos mortos, um roubo completo de nossa cavaUiada, boiada e ate 
carretas, ficando um grande numero de feridos ; embora o barao nos 
tenha sempre ajudado a mentir, ja cantaudo victorias, diminuindo as 
forcas dos farrapos, ja finalmente dando-os por emigrados para a 
Banda oriental: nada porem nos tem servido senao para nos desacre- 
ditar", E por ahi a fora, vai desapiedado o censor, que nos traz a 
mente um celebre passo de Camoes: 

Quern se acostunia a mentir, 
Sua vergonha nao settle, 
E inda que diga a verdade, 
Todos Ihe disem que mente. 

"Hoje, quando dissessemos atgumas verdades, ellas seriam tidas 
por mentirosas e falsas, poisque tudo qtianto hemos dito, escripto e 
mandado escrever, tem sido desmentido com os factos. Os farrapos 
nunea estiveram tao fortes como hoje, com dor o digo, e so a voce, 



( 10 ) Lucas, cit. "Exposicao", no arch, do aut e em Araripe, Do- 
enmentos, 234. 



,V #f **„.„_ 




l ■ Lenqo da Keda 
i Salve. gloriOBO Oontinente) 



— 161 — 

porque e como en, legalista, CoTitam em suas fileiras 4.000 hotnens 
e 16 000 cavallos em bom estado, quando nos estamos verdadeiramen- 
te a pe". Etc. etc. (") 

O que parece mui exactamente averiguado e que os deste partido 
nanca inventaram triumphos para favorecer a causa delles, e ate mesmo 
sgo passiveis de reparo, no descuido com que deixaram de valorisar 
atguns que obtiveram. Haja vista o rnaraviihoso feito de armas de 
6 de setembro de 1836, que ficaria em olvido, se devidamente nao 
o celebra, mais de um lustro depots, o estro de Ulhoa Cintra. ( I3 ) 
Correctissimos os insurrectos, no que a isto concerne, usaram tam- 
bem, de quando em quando, o artificio, para encobrimento ou mingua, 
em suas adversidades militares. E tal se viu, em um, a que para 
traz se allude e cujo relato se vai tracar aqui, retomando o fio da 
historia. 

Frustrou-se o acommettimento farrapo no encontro supra de 25 
de outubro, por se haver comprehendido que insistir nelle fora louca 
temeridade. Verificou Bento Goncaives quanfo o "dobradissimo" 
terreno, e o ter comsigo gente desmontada, favorecia o antagonista, 
obstava uma accao de proveito. Convicto, pois, de que para desalo- 
jar de sua guarida essa vara de raivosos caitetus, o unico meio era 
prover-se a tempo de arma com emprego util em brenhas taes; enviou 
"proprios" a Canabarro, para que lhe mandasse a itifantaria, que fi- 
cara com a divisao que operava com s. exa., afim de arrancar o inf- 
migo desse refugio, se ahi permanecesse, ou de outro igual, de mui- 
tos que o districto ihe podia proporcionar. ( 1S ) 

Veiu o reforco o mais prompto possivel, e os liberaes, que 
tinham pairado uas cercanias, ao tempo que Francisco Pedro re- 
trocedera para Cangussu, procuraram-no por segunda vez. Che- 
gava a paschoa da libertacSo, da Republica. Deviam festejal-a, en- 
tre jubilos de novo triumpbo. Na vespcra, id est, a 5 de novembro, 
rompera Benfo Goncafves a marcha, reimindo-se-Ibe, no decurso da 
rnesma, o general Netto, Succedeu isto pelas quatro da tarde e nessa 
hora mesma teve o ultimo a ordem de recomecar acto continuo as in- 
terrompidas bostilidades, Sciente das instruccoes de sen ex-jerareha. 
deu-lhes a melhor pratica o vencedor do Seival. Adiantando-se com 



t 11 ) Vide appendice. 

(i2y "Revolugoes cisplatinas : ', II, 850. Nesta altura convem notar 
que se nalgum caso a omissao foi obra do olvido, fervor da luta, em outroa 
o foi da rancura partidaria. No leneo commemorativo, traimltio artistico 
do padre Chagas, inlmigo de Bento Gonpalves, nao figura a gloriosa victo- 
ria de S<>-, feito que Tuttla noutro painel, tambem commemorativo, da mao 
do padre Hyldebrando, amigo do general-presidente. No de um e outro 
nilo consta o triumpho luzido de Joao Manuel em Butuhy, o do Coriseo. 
3 annos depois, etc., etc. 

pa) Vide "Generaiato", 162. 

6 — 6.° Vol. 



— 162 — 

a tropa. montada, occultou, a preceito, em certa altura, a infantaria, 
por modo que seguisse a retaguarda, sob as immediatas vistas do com- 
mando da divisao e sem ser presentida nem de leve. Assim obrado 
o avanqo, attingiu-se a meta ao romper da alva anniversaria de fausto 
dia, produzirtdo-se em seguida o primeiro contacto, entre os piquetes 
inimigos de cobertura e os que se lhes achegavam sedentos de gloria 
e de patriotica emulacao. 

Mao tardou o choque de "etfectivos" mais consideraveis. Pela* 
11, depois de sufficientes informes, Netto determinou-se a carregar a 
fundo, o que praticaram seus esquadroes, com "denodo' J , se bein nao 
lograsse o general o que contava obter. "Fustigando" os contingen- 
tes inimigos, que se extenderam por sobre uma lomba aquem da no- 
meada aldeia, julgou attrair Moringue a campo raso, mas, "vas es- 
perancas" as delle ! Matreiro se eonservou nas suas fortes linhas. 
ou, mais justamente, recuou para outras melhores: para "uns bosques, 
e rochedos, tendo seus flancos apoiados em vallos e sangas intransita- 
veis, e dali nao ousou arredar-se". Com este movimento, ficaratn os 
dous campos a vista e inertes ate a 1 da tank, hora em que Bento 
Goncalves, notando "o enthusiasmo de soldados e officiaes", reuniu 
em conselho as patentes superiores da hoste liberal, para decidir-se 
em commum o que convinha fazer. 

Unanimes resolveram emprehender-se "uma tentativa sobre o 
inimigo". "Nenhum risco" traria, "quando mal succedida", e, de 
accordo com a idea, "tudo dispoz para urn combate geral", em que 
alias somente puderam. engajar fogo os ultimos sobreviveates do glo- 
rioso batalhao de Balthazar de Bern: um centenar apenas. Bento 
Goncalves atirou o heroico pugilo sobre a direita legalista, que varreu 
da f rente, "com a sua costumada bravura", e nuin relance. To- 
mada esta primeira posicao do inimigo, voou a segunda, em que ten- 
tava elle melhorar-se, Nao o conseguiu. Teve ahi equivalents ma 
sorte, pois Ihe foi impossivel deter os temibilissimos camisas coloradas, 
cuja indumenta Garibaldi continuou a cekbrisar. Nada os deteve e 
"obtiveram, a passo de carga, a mesma vantagem" ; outra sendo a 
face das cousas, todavia, quando Francisco Pedro, sempre duro e 
tenaz, ganhou uma terceira posicao. Os farrapos, ao investirem contra 
ella, "encontraram mui obstinada resistencia", gracas ao "terreno" 
que o inimigo por ultimo occupava ; o qual era tao impropicio aos as- 
saltantes, que a sua cavallaria nao teve meios de collaborar, nessa 
phase do conf!icto. Ora, como a gente desta arma nao desse o pre- 
ciso e esperado apoio aos intrepidos cac,adores, foram elles por Tim 
"rechassados, com grande perda". ( u ) 



( 14 ) Segue-se, no texto, a descripcao que nos Iegou Benin Gongalves, 
em sua parte official de 7-XI-43 (arch, do aut.), citando-se, entre aspas, 
tnuitas de suas expressoes. A ultima phrase que ligura tambem entre 



— 163 — 

Apesar do historiado mallogro, Bento Goncalves, reconhecendo 
o ingente quanta improficuo sacrificio de seus nobres commandados, 
tece-lhes calorosos encomios, principalmente a Netto, aos officiaes 
superiores de cavallaria, com especiaVidade maior ainda, aos mais gra- 
duados da outra arma, o tenente-corone! Balthasar e seu digno mano, 
o major Belchor de Bern, Malgrado o que fizeram taes heroes, cons- 
trangido foi, no entanto, o estratego liberal, a mudar o ataque a viva 
forca, em um "rigoroso sitio"; convicto de que Moringue nao se man- 
tinha por "quatro dias", se nao no fossem soccorrer. Para obstar 
se produzisse esta eventualidade, o general tratava de "engrossar a sua 
forca com as reunifies" que haviam "faltado" ao recente appellido, e 
com as quaes contava burlar qualquer esforco para desopprimir o 
cercado, como tambem banir, do ambiente social, o que o estava ma- 
reando. Isto e, nutria a confianca de "moralisar destarte ao povo 
da comarca, o qual, vendo-a talada impunemente, principiava a arre- 
fecer-lhe o patriotismo". ( I5 ) 

Na sua parte official ao generalissimo, quern o deixara de ser 
exclue a mencjao das suas e perdas do inimigo, porque ajunta a aquella, 
a copia da que Ihe deu Balthasar, que especifica as baixas que teve. 
Segundo este homerida, deixavam de lhe comparecer nas prodigiosas 
fileiras, por morte, 1 capitlo, Jose da Silva Marciano Range!, e, por 
ferimentos, 1 sargento, Manuel Ignacio, e mais 30 pracas de pre, fal- 
tando a chamada, com essa, 1 outra, Jose Maria de Jesus, que se ex- 
traviou. Com isto, le-se ainda, na citada peca, que so um de taes 
ferimentos era de caracter grave, ( 1<5 ) mas e de crer que, devido a 
falta de servico hospitalar, diversos dos vulnerados vieram a ter serias 
peoras, merce do que subiram a mais, as perdas effectivas dos livres. 
Documento ulterior, delles, menciona "16 mortos e 20 teridos", asse- 
verando-se, no mesmo passo, que entre os imperiaes "£oj triplicado 
o nurnero de uns e de outros", (") Os noticiaTistas do bando mo- 
narchico, as consignadas, oppoem outras versSes ; em parte mais ve- 
ridicas do que as daquelles, em parte viciadas tambem. Attribuem 



aspas, 6 de Joao Antunes do Centre., que, manifeMando c.laro o escondido, 
historfa, com outra exacgao, o desfecho da pugna. (Vide tambem, para 
estudo das oparagoes que se encerraram com essa Jornada, os ofties. da- 
quelle general, em 19, 21-IX, tres de 5-X, 9-X, e mais um de 7-XI-43, tudo 
do arch, do aut.), 

I. 1 -) Cit. parte official. Joao Antunns, sobra nao mencionar o asse- 
dio, affirma que Bento Gongalves se retirou para o Camaqua. 

(i») Balthasar Francisco de Bern e Canto, parte em 7-XI-43. Arch. 
do aut. 

(") Lucas, cit. "Exposicao", no arch, do aut. Bento Gongalves diz 
* respeito: "0 inimigo soffreu bastante perda de mortos e feridos". Mo- 
ringue confessa esta: S dos primeiros, 12 dos segundos. 



— 164 — 

maiores baixas aos farrapos: "30 mortos, alem dos feridos, 2 pri- 
sioneiros, 2 passados, e entre os mortos 2 otficiaes". ( ia ) 

On porque Bento Goncalves desistisse espontaneamente ou por- 
que a isso o propellira urn movimento de Caxias, o certo e que, per- 
sistindo fTacas as arregimentatoes, achou de conveniencia transpor <> 
Camaqua, para activar as que ja promoveva, nessa parte da Repu- 
blica. Foi com tim tal designio que se dirigiu a Encruzilhada, e vereis 
com que ma sorte ; episodio assaz. confirmative de outro passo, do 
celebrado vate platino dos gauchos: 

Despues que uno estd perdido 
No lo salvan ni los smtos. ( 19 ) 

Acampara o general, sobre um bosque, a curta distancia desse 
burgo rural, depois de feita "a descoberta" pelo coronet Agostmho 
de Mello; quern asseverou a s. exa., "nao haver alguma novidade", 
como ter disposto "vigiadores por todas as partes". Tranquillo, o 
general deu ordem para que os clarins tocassem o toque de "tirar os 
freios dos cavaltos", se bem conservando-os "ensilhados". Mas, 
"poucos momentos depois", occorfia um inopino successo, em que 
foi "victima de sua facilidade ou desteixo", aquelle intrepido farrapo. 
Ja para traz houve referenda a defeitos delle, sem a men^ao clara 
de todos. Procedeu varias vezes com imperdoavel estouvamento ou 
licenciosidade, provocando numa dellas austera ckcisa.0 do ministe- 
rio; ( 20 ) e tudo persuade agiu com a costumeira irreflexao, tiessa con- 
juntura. Como era o dia da festividade annual da padroeira do lu- 
garejo, o coronel certamente mais cuidou de seu recreio, do que das 
obrigaqoes militares; graces ac que, ^, Irdmigo effectuou, ditosamente, 
uma das mais atrevidas algaras da epoca. 

£ de saber-se que o tenente Juca Lacerda, famoso nos arraiaes 
monarchicos pela sua temeridade, fora maadado em exyediqao, da 
villa do Riopardo, com g fito de dispersar as mobilisacoes que obra- 
vam os rebeldes no mencionado districto. Pois bem, dali partindo 
com 80 praqas, metade infantaria, metade cavallaria, foi surdir a 
beira do inimigo, justamente quando este, por leviandade ou desidia 
de Agostinho, se punha em quasi completo descanso, no dia metno- 
rado. Chegartdo ao sitio em tao boa opportunidade, Lacerda cam 
de improviso em meio dos piquetes farrapos de cobertura, que "fo- 
ram corridos". Ditosissimo ate ahi, voou, sem encontrar a minima 



( la ) "Anacephaleose", § SO. Ordem-do-dia do commando geral, n° 
94, na clt. colleccao de impressos. A parte de BaHliasar consigaa em 
"grade", nome por nome. os sacrificados na luta. 

f 1 *) "Martini Fierro", II, 29. 

( so ) VLds ao arch, do aut., a collecQiia de attics, de L. Barreto. 



— 165 — 

resistencia, direito ao comccado abarratamento. Neste instante o di- 
visou Bento Goncalves, que se adiantara com o designio de observar, 
depois de ouvidos "tres ou quatro tiros", e depois de "fazer collocar, 
sobre a estrada" de accesso, "um esquadrao" do nomeado coronel, sob 
as ordens de Amaral Ferrador, "deixando a mais forca encoberta". No- 
tado o impeto dos contrarios, dispoz o que convinha: "mandou carre- 
gasse", o sobredito "esquadrao, e moveu o do tenente-coronel Urbano 
Barbosa, para secrmdar a carga", ( 21 ) Frustro o cantraataque de 
Amara! Ferrador que pudera haver totalmente invertido o scenario. 
Frustro nao se sabe assaz porque, visto que a sua unidade, alem de 
estar sob o mando de um bravo, alem de contar com auxilio de outro, 
dispunha de pujanca bastante, para o effeito. Inexplicado fica o 
episodic senao concorre para esparzir alguma luz sobre elle, uma 
carta de Caxias, que ja teve registro, em que consta um recado do 
sobredito official, assecurativo de que se apresentaria as tropas da 
legalidade, logo que tivesse um ensejo de prestar assignalado servic,o 
a s. exa. ( a2 ). 

Mandava este, no posto de capitao, a imidade que pritneiro devia 
contrapor-se ao aggressor e descumpriu o sen dever. Ouando o ou- 
sado legalista "ja principiava a dar volta", mandou retirar o esqua- 
drao, com a voz de que "apparecia inimigo pela retaguarda"; gravissi- 
ma falta que Bento Goncalves aponta e verbera indignadissimo. "Este 
grito de espanto", gerado pela "covardia", occasionou o que era fatal: 
o "debandamento do esquadrao", com os estragos de prever-se, "Vin- 
do sobre a demais forca, nao poude, ella, obliquar, por causa do des- 
filadeiro" por onde transitava, e "por onde precisamente" lhe com- 
petia "avanc,ar": "retrocedeu, envolta com a outra, por espaco de al- 
gumas quadras, apesar" do chefe supremo, ajudado por "varios off i- 
ciaes", tudo fazer, para reintroduzir a ordem nas baralhadas fileiras. 
Isto se conseguiu, tao somente ao sairem os farrapos dessa estreitura, 
sobre terreno mais aberto ; momento esse em que "o inimigo, fa- 
zendo alto, emprehcndeu a sua retirada", — o que effectuou, depois 
de attingir, em boa parte, o seu objectivo. 

Se nao "dispersou", totalmente, "a reuniao" insurgente, como 
affirma Caxias, ( 23 ) "extraviou-Ihe" "alguns piquetes" de servico 
"fora" do acampamento, e, proximo a elle, arrancou a vida a 2 livres, 
mais ainda fazendo, no decurso da investida, Ao sentir o rumor da 
mesma, Agostinho, que se achava na igreja da Encruzilhada, em as- 
sistencia a festa, saiu a ver o que havia, no bairro, de anormal. Che- 



(») Vide parte official tie Bento Goncalves, a 4-XTI-43, em Araripe. 
Documentos 1G2 e Caxias, offic. de 18, na mesma obra, 172. Vide appendice. 
(-"-) Vide a eorrespondencia do barao. nesse anno. 
(23) vide a cit, colleccao de impressos legalistas. 



— 166 — 

gado aos lindes do mesmo, atravessou um profundo vallo e sobre o 
alto da contraescarpa procurou ver, no mitiuto em que por ali passava 
a forca caramuriia, que lhe veiu em cima. Na esperanca de ganhar 
a tempo o interior do povoado, recuou prestes, mas, com infortunio: 
caiu dentro no fosso, onde, antes que se pudesse reerguer, foi immo- 
[ado por ordem de Laeerda ou por iniciativa de algum sanhudo indi- 
viduo de sua gente. (") 

Tao somente depois de concluido o rebate, Bento Goncalves teve 
in forme da crucza aeima, que de certo muito augmentou a sua dis- 
plicencia e decepcao. ( 23 ) Gracus, porem, a boas novas che- 
gadas de oeste, restabeleceu-se-!he a confiancja em dias melhores para 
a causa emancipadora ; que principiava a refortalecer-se, desde antes 
do successo de Cangussu, qual e patente nas suas referencias a boa 
cor dos negocios miHtares, na zona occidental. ( 20 ) J a se mencionou 
a vantagem obtida em Alegrete, a 15 de agosto, onde batido e morto 
o coronel Jose Ribeiro, "com mais 15", em consequencia do inconsi- 
derado e indisciplinado movimento de Bento Manuel para leste. An- 
tes, porem, desse revez, a 13 soffreram outro os legaes, em Pirahy, e 
outro ainda nesse mez, a 19; este ultimo "junto a povoaqao de Uru- 
guayana". Ahi foi destrocado o capitao Hypolito Gil, com a perda 
de "16 mortos e 15 prisioneiros". 

No entao corrente dezembro, se as armas da Republica foram in- 
ditosas nos lugares trilhados por Francisco Pedro e no que a sua 
sombra invadiu Laeerda, nao succedia, para alem, assim. Compro 
vam-no os precedentes e subseguintes choques. A 8. em Upamaroty, 
a propria vanguarda de Caxias, ao mando do capitao Vasco Guedes. 
amarga um desastre, a poucas quadras do quartel-general de s. exa., 
ficando prisioneiro esse official com outros 15 e deixando no campo 
12 mortos, dos seus. ( 87 ) As montoneras, de Jose Custodio, e outros, 
sobre o Jacuhy, logravam recursos inesperados ou privavam delles o 
inirnigo. ( 2S ) Com estas compensaqoes, ao que de impropicio Ihes 
occorria, os farrapos registravam, justamente ao expirar o anno, a 
victoria consideravel em que succumbiu Agostinho Jardim, "com 29 
companheiros". Este evento que os imperiaes, com o habitual des- 
plaute, alistaram entre os seus triumphos, cumpre historiado, com an- 
tecedencias que omittem aquelles, ou que baralham por ignorancia 
alguns, por malignidade outros. Eis o que houve, fielrnente ex- 
post o. ( 20 ) 



( ai ) Informs de Francisco Moreira, ex-prasa Iegalista e mala tarde 

professor em Olhos-dagua. Arch, do aut. 

( 2ri ) Bento Gonial ves, of fie de 4-XII-43. Araripe, Documentos. 

( 28 ) Idem, colleccao de offics., no arch, do aut 

( 2T ) Cit. "Exposicao" de Lucas. 

(28) vide no arch, do aut. a correspondencia de V. Nery. 

( !9 ) Cit. "Exposigao". 



— 167 — 

Caxias nao castigou a estolida e apontada mexacc,ao de Bento 
Manuel e nao devia fazel-o, porque se Ihe trouxe prejuizos, errare 
humanum, e o generalissimo dentro de pouquito mostrava que nem 
elle. que os louvaminheiros viviam a exaltar. fugiu a regra. Depois 
do inexplkavel recuo feito sobre S. Gabrki, o barao, com identica 
inopportunidade, se adiantou para a fronteira uruguaya: successo 
com o qual os farrapos, ad instar do praticado antes em Alegrete, in- 
vadiram subito as ptagas desoccupadas. Emquanto s. exa. inarcha- 
va, para assistir ao relatado desgosto em Upamaroty, Joao Antonio 
Ihe corria sobre a retaguarda, comparecendo naquella abandonada al- 
deia. Nella "entrou e cobrou todos os direitos que havia tempo nao 
se cobravam", pagos os mesmos com " fazendas para vestir a 
gente". ( s ») 

Ora, sobre ter podido evitar o successo, que compromeltia assaz 
a sua labuta pacificadora no centro da campanha, o barao desperce- 
beu o que tinha de illuminador para si, a insistente pressao que obra- 
vam os rebeldes sobre Missoes, com o fito de se reapoderarem do ter- 
ritorio e manter-se nelle e em Cima-da-serra. Baldas haviam sido as 
varias tentativas de Canabarro para varrer de la os caramuriis, ou, 
quando menos, eifectuar uma proveitosa correjia. Mas, se ineffica- 
zes ate ahi os esforqos reveis, nao nos facilitava agora a mudanqa para 
o sul, da sede da columna que em pessoa chefiava Caxias? Por certol 
E nao desdenharam o bom ensejo, os liberaes. Joao Antonio, depois 
da indicada providencia fiscal, pairou algum tempo sobre as collinas 
visinhas ao passo do Rosario, e foi dessas alturas que se moveu para 
uma nova empreza, com o ja memorado objective 

Do seu arraial, destacou Portinho, com ordem de subir pela "pi- 
cada" de S. Xavier, para dissipar forqas imperiaes "que vagavam" 
pela regiao de que e centro Cruz-alta, emquanto o genera!, com a outra 
metade de sua tropa, isto e, com 300 homens, rompia direito a Sam- 
borja, aquartelamento dos antagonistas, sob o mando do coronet Gama. 
Com o indicado objectivo, dirigiu-se ao Ibicuhy. Vadeou-o sem em- 
pecos e se adiantava para a villa sobredita, quando padeceu uma sur- 
preza, ja muito chegado a ella. Soubera-se, no outro campo, da mar- 
cha deste ultimo grupo de farrapos, e foram sobre elles duas unidades 
contrarias, as do tenente-coronel Demetrio Ribeiro e major Antonio 
Fernandes Lima, lam os insurgentes pelas pontas do Batovy, quando, 
em Sta. Rosa Ihe cairam os outros em cima, num ataque de improviso, 
a 26 de dezemhro ; circumstancia feliz que a estes propiciou facil 
triumpbo. Atacado, houve tresmalho na hoste liberal, com sensiveis 
perdas na mesma. Mortos 80, prisioneiros 55, mais de 100 feridos, 
toma de toda a bagagem e 700 cavallos, alardeiam com transparente 



(30 j "Kazareno", de 9-1-44. 



— 168 — 

exagero os vencedores. Sustentam os batidos, que sornente houve 
aprisionados uns 30 infantes, com 3 offkiaes dessa anna. (") 

O certo e que essa representava, so por si, uma enorme perda, 
se temos em conta a escassez da tropa desmontada na orbita da Re- 
volucao, mas, houve oufra tambem de algum peso, nos mais proxi- 
rnos acontecimentos, que foi o mencionado tresmalho. Homens do 
porte de Onofre e Carvalhinho se viram cortados, com os sens corpas. 
forcando-os o desastre a proseguirem avante, sosinhos; aliaz sem al- 
guma desfortuna. Ao contrario, toparam com elcmentos amigos, os 
da forca de Boaventura Soares, que repetia, por outra banda, uma 
intentona sobre Missoes. Unidos todos, vadearam o Uruguay, se- 
guindo pela margem argentina, ate o 'vau de Sta. Anna, onde repas- 
saram e foram encorporar-se a Canabarro. Joao Antonio, entremen- 
tes, batia estrada em opposto rumo, com intento de encorporar a sua, 
a forca de Portinho, a quem procuron, dirigindo-se a Ouz-alta. Pai- 
rava este por Itacarovy, onde se lhe reuniu o general, juntas ambas 
unidades, resolveram tornar para a eampanha ; operacao que logo teve 
princi[Ao. Escolheu-se para a descida da serra a "picada de S. Xa- 
vier", no extremo sul da qual se restabelecia, de repente, o contacto 
com os imperiaes, a 29 de dezembro; que assignala uma data bem fn- 
fausta a elles. 

Com intuito para diante marcado, o quartel-general de S. Ma- 
gestade postara afi um presidio composto de 2 pequenos corpos de 
cavallaria, os dos majores Agostinho Gomes Jardim e Joao Severo, 
num complexo de 350 homens. Estavam todos sob a chefia geraJ do 
tenente-coronel Propicio Menna Barreto, que fixara a handeirola do 
cornmando de sua brigada mais para oeste, "no passo do Jaguary, 
onde se conservou com a infantaria, adiantando a gente de cavallo 
para a zona acima. O intuito ainda nao expresso da nianobra era o 
que se vai assignalar. Moviam-se taes corpos, na esperanca de colher, 
num bom lanqo de rede, os "extraviados" de Z6. Nao tardatam a 
apparecer e os caramurus num relance "comprehenderam que nao 
eram" aquelles o que constava. "Logo que viram a f orqa republicana", 
cautos "se puzeram em retirada immediata, na direitura de S. Vicen- 
te", o que nao nos livrou do perigo que presentiram. "Tenazmente 
perseguidos, viram-se forqados" a interromper o recuo, "ao chegarem 
perto" do "capao de Cavajureta", sitio illustrado, nesse dia„ por um 
belio feito das armas b'vres. "Tomando posicao", os retirantes "acei- 
taram combate, no qua\", ao termo "de poriiada luta, cederatn" a 
liqa aos adversarios: abandonaranvna, "fugindo em diversas direocoes, 
depois de morto" um de seus commandantes, Agostinho Jardim, bravo 
e estimado official. 

( 81 ) Vide Arartpe, XIX, 5 32, e ctt. " Exposing " de Lucas. 



— 169 — 

"Os republicanos", muito ao contrario do que reza a falsa histo- 
ria, "nao so ficaram senhores do campo", como "de toda a cavamada, 
bagagem e de muitos prisioneiros". ( 32 ) Bilhante prova dos milagres 
que pode obrar a fe politica, se medra em compleicoes da tempera 
daquellas ! Tres dias apos um desastre, recongregam-se e triumpham 
mais urna vez. Recongregam-se aquelles bravos sublimes, nunca desen- 
ganados, para quem nao debalde Joao Antonio appellara rnezes antes. 

Sabia a quem falava, notando "o heroismo, a constancia, e o 
mais assignalado valor" ate ahi patenteado pelos "republicanos". 
"Oito annos consecutivos de arduas provas, de gloriosos triumphos, 
de estrepitosos acontecimentos", realcava, "nao sao vis promessas" e 
sim realidades "que avultam a face do mundo! A Republica riogran- 
dense tern adquirido", conseguintemente, reflexiona, "o direito de ser 
enumerada entre as nacoes do Universo. Para sustental-a, debellar 
os ultimos esfonjos que vos oppoe um Imperio vacillanre, correi as 
annas, riograndenses, Abatei a presumpcao de um Caxias, que bla- 
sona de conquistador, por ter, sem resistencia, lancado em humilhante 
oppressao algumas de nossas provincias irmas, e se liaonjeia de nos 
destinar uma igual sorte ! ! ! Fazei unidos brilhar vossas espadas, e 
desmentireis essa audariosa ameaca. Mostrai-lhe e a Bento Manuel, 
a esse espantalho, compendio de malvadeza, sua inepcia e sua milli- 
dade, e a de seus traidores pianos. Mostrai a este e ao mundo, quanto 
e fraco o crime, quando combate contra a virtude. Mostrai a aquelle, 
que, se illudiu com vas promessas a esse debil Imperio, nao illudira 
ao infimo dos republicanos. Circumdai, Compatriotas, os vossos de- 
nodados chefes, que se acham em campo, reclamam a vossa coope- 
raqao, e vereis em breve esse exercito legalista reduzido a fumo. O 
Ser supremo protege a nossa causa; fazei, de vossa parte, os saeri- 
ficios que a nossa Patria exige de vos, da nossa honra". 

Assim os concitava o indefesso lidador ao que entendia ser uni- 
versalissimo "dever", assegurandodhes, ao mesmo tempo, que a obla- 
cao no altar civico, teria o seu premio: uma "coroa de glorias", ru- 
tilas e purissiroas! ( 33 ) Fortum volubih's err at, scntenceia Ovi'dio, 
Fortuna immoderata in bono aque atque in rnalo, discreteia, de sua 
parte, Laberio. E com a licao de ambos comprehende melhor o chn> 
ftista a variedade que apresenta a sorte da guerra, nessa hora da Re- 
publica. ( 3 *) Oscilla o pendulo, na egregia regiao politica, entre um 
favor e um desfavor, tanto a occidente, como a oriente. Na ultima 
banda, porem, menos sorria o destino aos bataihadores do novo regi- 
men. Houve compensaijoes em outra; nesta, porem, nao se registra- 



rs) Portinho, Notas a Araripe, as quaes pertenve o que consta ei 
tre aspas. 

(33) Proclamagao, eatampada em o "Nazareno". de tt-IX-43. 
( 3 *) Tristes, Y, S,- Opera, 113. 



— 170 — 

ram ellas, em toda a quadra que se esta fixando. Ao contrario, qual 
ides ver. 

Mencionou-se para traz o irreflectido recuo de Caxias a rumo de 
S. Gabriel, Tambem o regresso a fronteira, mais cedo do que con- 
viera. Adiantava-se, com a esperanca de travar o caminho ao exer- 
cito farrapo, o qual vinha de oeste para leste, trazendo, enrabada a 
si, a fortissima divisao de Bento Manuel O generalissimo, para at- 
tingir a esse objective, deixara a aldeia supra em 3 de novembro e 
antes de partir, como receioso de que David destacasse qualquer con- 
tingente em apoio de Bento Goncalves, expediu terminante ordem a 
Bento Manuel para que o "perseguisse rigorosamente", afim de obs- 
tal-o a prestar taes soccorros. ( 35 ) Tomada esta providencia, foi 
occupar "uma posiqao intermedia, onde pudesse, em caso de urgen- 
cia, dar a mao a sua esquerda", ( 8e ) ou, na maneira preindicada, con- 
tribuir, em supremo lance, para total esmagamento da maxima aggre- 
miacao revolucionaria. Para desnorteio, porem, ou burla, dos seus e 
dos pianos do grande rcnegado, o exercito liberal semelhava, no seu 
cor.junto, uma theoria de fantasmas impalpaveis. 

Tamanha a sua mobilidade, presteza nos movimentos, que, na 
recente avancada inutil de Bento Manuel, passara-lhe vertiginosa- 
mente, da vanguarda para a retaguarda, vibrara o historiado golpe no 
Alegrete e revertera a frente principal do inimigo, sctentificado o pro- 
prio barao, desse revez, por vedetas, sobre as linhas da eolumna do 
centro, da tropa de Canabarro. (") David, se bem manobrando entre 
duas poderosas unidades inimigas, de armamento muito superior ao 
da sua, fruiu sempre do irnmensa liberdade de accao. Malgrado o 
esforc,o de Bento Manuel, para cumprir as determinacoes do quartel- 
general, a respeito de provaveis ou possiveis reforcps a Bento Gon- 
calves; ( 38 ) o exercito farrapo, sempre senhor de si, "forcpu as mar- 
chas", como quem se avismha de Bage ; ( 39 ) de cujas immediacoes 
destacou, sobre Cangussj, a infantaria. Videlicet, fez prerisamente 
o que pensava vedar Caxias, e urn chronista artificioso e incoherentc 
assevera que conseguiu, o mais grado auxiliar delle ! (**) 

Ora bem, este magnifico, estupendo rasgo do generalissimo dos 
riograndenses, comquanto nao tivesse, em Cangussu, o imaginado pro- 
veito, oontribuiu em algo para que fosse coroado de exito um temera- 
rio movimento, em o qual a fortuna se mostrou obsequiosa com os 



(3f.).(38j "Generalato", 161. 

(»i) "Nazareno", ja, eit. n.°. 

< 38 ) "Generaiato". 162, 168. 

( 39 ) Idem, 166. 

{*") "Generalato", 162 que consta neste livro, como no de Ara- 
ripe, se nao pode receber, sem beneficio de inveatario t 1 instituido com a 
maxima austeriflade, seja dito de passagem. 



— 171 — 

livres, na banda onde havia pouco esquiva. £ de saber-se que Netto 
preceituou a Teixeira, fosse a villa de Jaguarao, para ef fectuar a obra 
fiscal de que se incumbira Joao Antonio no lugarejo do centro, que 
desoccupara pouco antes Caxias. Futurava o ex-chefe do estado- 
maior, que, arrecadados assim os impostos devidos a Republica, podia 
esta vestir urn pouco a hoste. semi-nua desde muito. Recebidas as 
ordens superiores, o coronel, em data que se lhe fixou, isto e, pela 
tarde de 16 de dezembro, rompeu a marcha, a testa de 200 pracas. 
Eram cavaHarianos de lanca ou clavina, Figurava no grupo, alem 
desses batalhadores, alguns de outra arma, ou procedencia, cumpre 
addir. Um manipulo de infantaria, com um selecto complexo de of- 
ficiaes, dispostos a laborarem como aficionados, qual soem dizer nos- 
sos visinhos: os majores Belchor de Bern, cabo da gente desmontada, 
e Bernardo Fires, capitaes Joao Simplicio e Motta, tenentes Manuel 
Antonio e Camillo Pereira. O famoso coronel, "troteando" noute 
e dia, quasi chega de surpreza. Mas, foi presentido, quando ja se 
abeirava da villa, na tarde de 19. Ern consequencia de baldar-se a 
venida, foi, sob vivo fogo, que o receberam os caramurus. 

Havia na localidade um presidio regular. Alem da policia, 25 
a 30 homens de cavallo, um contingente de infantaria, com o apoio, 
esse complexo, de "4 canhoneiras e 1 barca de vapor". O troc.o im- 
perial de cavallaria foi immediatamente dissipado. Moscou-se num 
apice do theatro dos successos ; acontecendo cousa parecida com o re- 
ferido contingente. Foi com entono que desembarcou dos barcos de 
guerra; com elle se veiu postar na praca da Matriz, como quem se 
dispoe a combate. Desde que divisada foi, todavia, gente da mesma 
arma, que avancava, findou-se-lhe o gosto pela "impostura", e "reti- 
rou-se vergonhosamente", apressando o compasso da marcha, ao sen- 
tir atraz de si o estrepido da cavallaria farrapa, que, "a trote", o 
"acossava". Com as lancas dos "bravos" atacantes sobre as costas, 
os ca9adores legalistas se precipitaram nas aguas do rio, buscando 
salvamento a bordo, ao tempo que dahi faziam tnelhor continencia ao 
inimigo, A esquadrilha abriu um fogo de artilharia e mosquetaria. 
que durou de 4 da tarde ao cai'r da noute ; fogo esse contra o qual nada 
era de oppor-se com vantagem. Deixaram, pois, os aggressores, a 
margem do flumen raiano. Acampando nos arredores da praca da 
Matriz, entregaram-se a cobran^a das taxas devidas e a compra de 
fornecimentos para o seu vasio almoxarifado. 

Na primeira phase da luta, os farrapos nada padeceram. Na 
segunda, comecada com o vivo fogo dos navios, que occasionou muitas 
ruinas e alguns sacrificios de gente inerme, tiveram 2 baixas por me- 
tralha: ferimento em soldado de cavallaria, que se curou, e em outro 
de infantaria, que succumbiu, mais tarde. "Da parte dos inimigos 
da Patria, a quem commandava o lusitano Pinto, houve alguns mor- 
tos, e prisioneiros", escreve Bernardo Pires, que foi o chronista da 



— 172 — 

expedicao. Mas, o proveito major della, foi outro. Alem do efJeito 
mora!, que teve grande, obvia retumbancia, a ntib'dade material que 
mais se tivera. em mira. Id est, a entrada em cofre do erario, com o 
bastante para que retornassem os vencedores, levando comsigo um 
opportune sortimento para a exercito: 2 carretas pejadas de telas, com 
as quaes se puderam substituir as fardas maltrapiihas de bom immero 
de pracas e offiriaes. Com isto, grangeou Teixeira outro inesperado 
abasto, o de "300 bons cavallos" : precioso concurso para a remonta 
do exertito. (") 

Encerrada a sua missao em zona de tanto risco, Teixeira, a 20, 
pela tarde, poz-se no camitiho da volta, reunindo-se, no Herval, com 
outra forca, confiada a Mariano Gloria; major este que devia reali- 
sar e realisou, analoga obra em nome do fisco, nessa aldeita. A expe- 
dicao, que lograra um exito assim completo, se na ida ficou ignorada 
dos imperiaes, sciente ja estava della, o pervigil Francisco Pedro, na 
Jornada de regresso, e o terrivel cabectlha activo se poz em campo, 
com o designio de obstar que Teixeira se reincorporate a Netto; 
qujm pairava, a esse tempo, no "rincao do finado Manuel Moreira da 
Silva", para alem do "arroio do Antonio Antunes". Inutil o esforqo, 
porque a juticao ahi se praticou, sem novidade, pela tarde de 25, de- 
morando-se, os recem-vindos, com os confrades ahi acampados, "todo 
o dia 26". 

Reuniao e descanso foram vantagens conseguidas merce de uma 
das muitas proezas insignes da valida raca frotiteirica daquella. so- 
berba idade. Moringue, na crenga de que chegaria a tempo, adian- 
tava-se para cortar a gente mandada a Jaguarao: intenio que for bur- 
iado por um grupo de titas gaiichos, logo que o perceberam. Avan- 
t;ava o caramuru com 400 a SCO dos seus, parte infantaria, parte caval- 
laria, e "10 bravos da liberdade, commandados pelo intrepido tenente 
Florentino Bueno", dispuzeram-se a entretel-o, por modo a que se 
nao frustrasse a labuta gtierreira que Be historiava. Bueno, com a sua 
pleiade de semi-deuses, "por mais de legua e meia sustentou uma for- 
tissima guerrilha", en) condicoes bellicas desigualissimas. Francisco 
Pedro, depois de ordem para dissipar o insignificante pugilo, obser 
vou que se mantinha imperterrito em face de suas Hnhas de vanguar- 
da, e convenceu-se de que se nao tratava imicamente de um lance de 
improvise, o que o fez pensar com madureza sobre caso que tinha mui- 
to de insolito, nas precariissimas condicoes entao actuaes do adversario, 
Capacitado de que se nao tratava unicamente de um lance de doudo 
atrevimento e sim de faceao com apoio em unidade de vulto acaso 
encoberta; lancou direito aos homeridas "toda a forca de cavallaria", 



(**) Teixeira, convite aow negociantes tie Jaguarao, em 20-XII-43. Ber- 
nardo Fires, notas para relatorio (duas) f.em data. Arch. (Id ant. 



— 173 — 

e viu com espanto que, deante do imponente avanco imperialista, nao 
descontinuavam aquelles trnia opposieao que se dissera impossivel. 

As feras escaramuc,as dos Hvres persistiram vigorosas como ate 
ahi ; circumstancia que predispoz os lanceiros e clavineiros acalcadores 
a urn esforco tsdo por elles como decisorio e arrazador. Ao chega- 
rem em frente a casa de Francisco Rodrigues Luiz. morador da zona, 
precipitaram-se avante, "fazendo uma horrivel carga", que Bueno 
contrabateu, com um exito de typo fabuloso. Aqui aliaz se vos ex- 
plica o mysterio. Netto, depois de unir-se-lhe Teixeira, abalou para 
a zona que margeia ao norte o rio Piratiny, fndo fazer o seu rartcho, 
a 27, nos campos do Velleda, e pernoutando justatnente na "estancia" 
onde pouco depois occorria a sublime facanha. ora descripta. Mar- 
chava a 28, para alem. "direito aos cercados velhos de Manuel Pires", 
quando teve conhecimento da maravilhosa aventura em que se mettera 
Bueno, e immediatainente decidiu reforcat-o com outra guerrilha, ao 
mando de um dos expedlcionarios a sobredita villa raiana, o capitao 
Joaquitn Jose da Motta. Desta sorte, quando toda a cavallaria de 
Moringue accommetteu, a ala de namorados da iiberdade nao lutava 
mai.s sosinha, e Bueno e Motta juntos se achavam e juntos se reco- 
briram de gloria, pois anibas forcas e que ''rechassaram", triumphaes, 
a "numerosa" massa atacante, que perdeu no sitio de tamanho vexa- 
tne, alguns batalhadores ! Um dos mortos conhecido era por ser 
"um dos mais distinguidos assassinos" a soldo do Imperio: ''aquelle 
mesmo que ajudou a matar", algum tempo antes, "o coronel Firmiano 
Alves dos Santos e a um dos bravos companbeiros de armas" do de- 
nodado, devotadissimo liberal. (") 

Episodio foi da maior belleza epica. esse improporcionado cer- 
tamen bellico de 28 de dezembro. Mas. nao e o unico feito de tao 
singular molrk, naquella quadra portentosissima, convem realcar de 
passagem. Abundant, ao revez, no cyclo farroupilha! Se a uma e 
outra banda dos muros de liio, os pugih'stas, recolhidos aqui as casas. 
ali as tendas, rememoram os rebrimantes incidentes da pugna quoti- 
diana; os guerreiros da nova Troya se recreiam por igua! junto aos 
gauchos fogoes com a relacao pinturesca ou com a singela enumera- 
cao dos rasgos mais notaveis da ultima Jornada, braco a braco com 6 
inimigo. Nao surgiu ainda entre nos um vate capaz de emparelhar-se 
com o que celebrou as faeanhas da velha Caledonia. Apparecesse de 
1835 a 1845, e j'ulgaria hombrear com Ossian e seus companheiros ; 
vivos e reencarnados, sobre outras planicies ou planuras. 

A harpa dos bardos no norte, se tangida ao sul, confundiria proe- 



(«) Cits. Notas de B. pires. O autor ja descreveu este facto, attri- 
buindo-o, com erro, a Plorentino Leite, vulgo Manteiga. Vide "Patria". 
Nads perdeu a gente de Bueno; a atacante, sim. 3 pracaB. 



— 174 — 

zas antigas com outras, modernas; tao identicas as primeiras e as se- 
gundas, no despreso pela morte, no generoso sacriticio de si mesmo, 
em pro! da terra, da grey, do pendao commum. Nobilima, commo- 
vente poesia ! Mas, a que niveis subira, essa viril, marcial poesia, que 
Bonaparte de continuo saboreava, se avultasse os poemas da sua for- 
mosa collectanea, com os que estao a suscitar-nos os themas continen- 
tinos? Que collar de novas gemmas faiscantes, a comecar na que 
para cima se mencionou, e a seguir com outras! Exempli gratia: a en- 
trada em Pelotas do estupendo Briareu farrapo em ,38; o "com bate 
de gigantes", nas visinhancas de S. Gabriel; as travessuras homericas 
de Guedes e sua gente, se registramos as facanhas revolucionarias ; 
e, se nos voltamos para as appostas filetras, as do '"famoso Joao Baptis- 
ta" em Inhanduhy, a de Juca Lacerda em 30 de abril!! 

Um dos veteranos do Paraguay opinava que nunca se escreveria 
a historia i iel da tremenda campanha ; cheia, (dizia) de episodios ma- 
ravilhosos, ate hoje sem narrador. (* 3 ) Os do aureo decennio rio- 
grandense podera enfeixal-os unicamente umoutra "Iliada", e esta 
convictissimo o chronista, de que se nao demasia no constante parallelo 
das scenas da epopea de antanho, com as da epopea de oganho. As 
da ja fixa em taboas de ouro, tiao excedem as daquella cujos cantos 
os rhapsodos sulenses ainda nao recolheram. Ha tamanha semelhan- 
qa, porem, entre a escripta e a que nao no foi ainda, que, numa e 
noutra, aos mais feros lances precedem ou succedem os suaves idyl- 
lios da mais pulchra ternura; mescladas nos mesmos canteiros desse 
jardim espiritual, de eterna loucania, as rubras {lores da violeticia e 
da morte, com os lyrios do amor e as violetas da saudade. 

O grande filho de Priamo, escudo e gloria da urbs nativa, em meio 
das refregas, volve a mente para os seres de seu maximo carinho. 
Como se comportam entre nos, os Heitores da grande epoca? Um 
delles, capitao entre os farrapos, tombou gravemente ferido, dentro 
de um "banhado", nas. cexamas de butgo nosso, que pot ultimo se 
mencionou. AH esteve um dia inteiro, ate que deram com elle, ja 
pela tardinha. Conduzido para a povoacao, onde foi entregue aos 
desvelos de um medico do seu gremio, este, depois do exame dos 
muitos golpes de lanca, considerando o abandono em que ficara aquella 
victima das discordias civis; bradou, com. inocculto assombro: "Como 
e que nao morreu, homem?!" Ouviu-o, sorridente, o cstoico inter- 
pellado, Alacre sempre, no meio das suas torturas, descerrou os Ia- 
bios, para explicar-se: "Como ia morrer, se meu coracao estava em 
outra parte?" E ajuntou a estes singelos, quanto expressivos termos, 
o nome da localidade onde tinha pouso a sua bem-amada! 

Estes idyllios zumbem, porem, como aureas abelhas fugitivas, por 



(* s ) Referenda a palavras do marechal Leite tie Castro, ao aotor. 
no Itamaraty 



— 175 — 

sobre o bosque magestoso, onde rugern ou se debatem os leoes da ex- 
tremadura. As scenas de ordinario typo sao analogas as que autor 
moderno com justeza dassificou de um choque de seres de incommum 
estatura e assim decanta um bardo illustre de nossos dias: 

Sob o ceu sernpre azul da Terra Farroupilha 

galopam os heroes, de coxilha em coxilha, 

em demanda da Estancia. A frente, larga, escampa, 

se estende, ao par do sol, a alma verde da Pampa 

cheia de vibragoes. Na apotheose da tarde, 

descambando no occaso, o sol, vermelho, arde 

em chammas, a doirar, no tonginquo poente, 

as orlas dos " capoes" a quietude dormente 

das "canlwdas", o campo onde os bois pensativos 

pastam e, a corcovear, pdtros bravios, esquivos, 

fogem, crinas ao vento. . . 

Ao longe uma tap era 
entre velhos wtibus, parece que inda espera, 
■nesse occaso doirado, evocador e triste, 
o bravo que partiu, um dia, lanca em riste, 
deixando o coracao e levando a saudade 
e ttunca mais voltou com sua moctdade 
a gemer, na viola, mis descantes de amor. 
Des leguas em redor affimumn que, ao sol pdr, 
resurge entre os umbus, na tap era deserta, 
a sombra do guerreiro a deslisar, incerta, 
entbando, a viola, a ccmcao costumeira. 

Retine ainda no or, a nota derradeira, 

que num ecco se esvde, de um darim a victoria 

saudando e a terra enchendo e enchendo o ceu de gloria. 

Ouvem-n'a os tres heroes e, commovidamente, 

Futgura-lhes no olliar um brilho extranho e quente. 

E numa evocacao, numa saudade, o " pago" 

distante assoma, o amor, a caricia, esse affago 

subtil que Id ficou entre bracos abertos, 

em vao a se estender pelos "fogoes" desertos 

para estreiiar heroes que nao voltam, emquanto 

nao treimdar, no ceo do Contmente, o santo 

pavilhdo tricolor, o symbolico emblema, 

no Riogrande do sul, da bravura suprema. 

E de tudo se eleva a vos sonora e extranha 

que inunda a terra toda, a cidade, a campanha, 

condamando a guerrilha os idtimos " farrapos" , 

lanca em punho, alma heroica, o velho poncho, em trapos 

aos ventos a fluctuar, como bandeira. 



— 176 — 

A Estancia 
da "Caleira", no alio, apparece, & distancia, 
toda branca, a cresccr na paisagem, Ao lado 
corre o "Vaccacahy" por um mat to cerrado, 
debruando os desv&os das " quebredas" distant es. 
E nos campos sem fim, de verdes tons cambiantes, 
scenario triumphal de faganhudos feitos, 
quantos veses, surgindo, essa raga de eleitos 
oppos o sea valor d sanha dos tyrannos? 
Fronteiros, palmo a palmo, outrora, aos castelhanos 
audases, estacar fizeram a muralha 
de seus peitos, erguida em mats de uma batalha. 
Quantas treses, no afa estrepiio guerreiro, 
irrompeit-lhes da bocca o grito alvigareiro 
da victoria, e no olhar, dominador e altivo, 
uma ktgrima errou, num voo fugitive 
de sonho, a desdobrar, muito ao longs, um "rinca®" 
ignorado, distante e junto do "fogao" 
saudoso, uma espemnca, a acenar-lhes, sorrindo. 
num olhar de tmtlher, acariciante. Undo . . . 

Quasi dez annos ja de loaca hcroicidade, 

num constante lutar em prol da tiherdade, 

o penddo tricolor, arvorado nas lanqas 

dos gauchos, tremula, alimenta esperangas 

que ndo morrem, emquanto, um brago erguido, a espada 

possa suster ainda e, em velds disparada, 

fazendo rebrilhar a prata das "aperos", 

coma um raio cair no horror dos " 'entreveros" '. 

Che gam, emfim, a Estancia. Aberta, par em par 

transpoem os tres heroes a porta desse lar 

too cheio da bondade e da virtude atistera 

do velho capitao Fideles Prates. Era 

a Estancia do gaucho, ha per to de dez annos, 

como um campo neutral ondc republicanos 

e legaes tinhorn sentpre a gentil acolhida 

do sen coragoo d'oiro, embora preferida 

Ihe fossej na affeigao, a genie assignalada 

que fez, de trinta e cinco. a gloriosa cruzada. 

Lagos de intimo affetto, o m-esvno sangue, antigos 
troncos affins, ligava-o a dots desses amigos 
que vinham da campanha, onde, em feitos gigantes, 
se affirmava o valor das hastes triumphant es 




Ma 



ruiel Carvalhc de Aragao SUva 



— 177 — 

da "farroupilha" grey. Exulta o velho vendo 

em Manduca Carvalho, — um gaucho estupendo! 

a bravura de outrora, a imiata valentia 

dos seus, de Luis Carvalho, um bravo, dia a dia, 

combatendo em Missoes e nunca, um so momenta, 

vencido, florescendo, agora, no rebento 

que orgulha o velho franco, o velho heroe de outrora. 

De pe, evocativo, ouvindo a voz sonora 

da Pampa ao par do sol, que nas trevas se abysma, 

o velho capitao Fideles Prates scisim. , . 

E sente que no at, que nas coxUhas passa, 

num clardo de apothedse, a alma de uma ra$a. 

temperada na luta. A raca nobre e altiva 

dos gaiichos de antanho, a raca rediviva 

que as fronteiras da Patria along o%t com a pant a 

da lanqa vencedora, ainda vive, desponta 

no garrido valor da mocidade ardenfe, 

que na alma- varonil palpitar ainda sente 

a mesma aspiracdo de liberdade. 

Entamto, 
nem inda o " chivmxrrdo" 'omavam, com espanto, 
vSem surgir, os heroes, num topo de coxilha, 
quatro ou cinco legaes, vanguarda da guerrilha 
que de Sao Gabriel saiu os negaceando. 
De trinta homens ou mais era composto o bando 
que, para os cotnbater, se amuira fortemente. 

Nao Ihes atemorisa o coracdo vatente 
o numero e o valor dos guerrciros contraries. 
E num rapido instante, entao, extmordinarios, 
consultam, enfre si, se e melhor retirar 
ou combater. Que importa o numero? E tutor 
e veneer ou morrer. A loucura dimna 
corusca-lhes no olhar. A bravura domina 
os fortes coracoes. Fugir, ndo! Id e tarde. 
Um "farrapo" jamais fugiu como um covarde! 
Essa espada que tras e altivamcnte arranca, 
deve ser branca semprc, etemamente branca; 
um salpico de medo, a nodoa do pavor, 
jamais maculard o seu riitilo alvor. 
E se um dia tombar sera com tanta gloria 
que ficard, entao, rebrilhando na Historia 
como um gladio de lus, constellado de estrellas. 



— 178 — 

E vibra pch ar, pelas coxilkas, pelas 
" canhadas" e "sangoes", o grito heroico e forte 
do " farroupilha" audas desafiando a marie. 
E Manduca Carvalho a {rente, e Sesefredo 
e Polycarpo, aos quaes: naa intimida o medo, 
cavalgando os cordis, como estatuas gigantes, 
projectadas no occaso, espadas scintiUantes 
a brilhar ao fulgor das idtimas scentelhas 
de his do sol que morre entre nuvens vermelhas, 
galgam, a disparada, o cspago que os separa 
da forca dos legaes, audacia estranha e rara, 
mas amimum ao valor que n'alma Ihes assiste. 

Empenha-se o combate. A Pampa, verde e triste 
vibra. echo repete, a beira das " quebradas" ', 
o continuo estrugir das armas disparadas 
pela forca imperial contra os tres bravos. 

Passa, 

entre nuvens de po e nuvens de f-mnaga, 
a forca legalista, e os tres heroes, sdmente, 
a lutar contra trinta! Assim a nossa genie 
era e sera, talvez, ainda um dia, qttando 
pelos "pages" asues da P atria, alto, zibrando, 
um clarim nos chamar 

Entretanto, o "baguai" de Sesefredo, " arise o" , 
toma o freio ao ginete e indomito, num. prisco 
arranca e como um raio entre as forcas legaes 
crusa e se some atraz de um matto. Aos imperiaes 
Oppdem os outros dots essa couraga forte 
da bravura que affronta in^passivei a morte. 
Nenhmna bala os toca. Extraordhmrios gztapos 
como leoes, a frente avancam os "farrapos" 
sobre a forca imperial que, indecisa, ream 
ante o assombro da audacia. E a luia continua 
nas grandes ptoporcoes de uma epopea. Sottas 
as redeas, a correr, as silhuetas envoltas 
em fumarada, em po, sdmente os dots Carvalkos, 
as espadas na mao, os ponchos em frangalhos 
fluctuando pelo ar como estranhas bandeiras, 
rasgadas no fragor de companhas guerreiras; 
golpe a golpe, a ferir, no " entrevero" , no embate, 
das armas, no vae-e~vem continue do combate. 



— 179 — 

descavalgando aqui, prostrando ali quern tenia 
enfrentar-lhes a espada a descrever, sangrenta, 
no ar, curvas de morte, — os dots heroes com gloria, 
jd senhores do campo, assutem a victoria 
do feito assignalado. 

Um unico valente 
ataca Polycarpo ainda tenazmente. 
Este vendo a bravura her oka do guerreiro 
exclama-lhe : — £s um bravo! Entrcga, companheiro, 
as annas, que o far as com honra. 

Entao, confiando 
no "farrapo", o legal abate as armas. 

Quando 
Sesefredo voltou, sujeitando o ''bagual" 
que o afastara d'ali, da partida imperial 
so reslava no campo um morto e tres feridos, 
que os outros, a correr, redea solta, vencidos, 
tornados de pavor, jd iam hem distante. 
E Militao do Canto, o propria contmandante, 
para melhor fugir, o cavallo " ' ape r ado" 
de praia abandonara e, a custo, nuin cercado 
de espinhos, poude, assim, varando, se escapar , . . 

A mite, entao, descent. Ao clardo do luar, 
co-mo um alio relevo em bronze, os " farroupilhas" , 
no largo pedestal do topo das co-rilhas, 
assumem proporcoes de centaur os gigantes. 
E assim entrant na Historic, erectos, trmmphantes, 
projectando ate nos essa his que se expande 
como um glorioso sol, pelo nosso Riogratide. . . 
" <") 

Um chronista imperial tambem menciona por duas vezes, com 
pequenas variantes, a estupenda faganha de Manuel Carvalho de Ara- 
gao Silva, Sezefredo Alves Coelho de Mesquita e Polycarpo Pereira 
da Silva. (* B ) Com essa, dos tres, relata umoutra, do primeiro, uns 
quatro annos antes, ao tempo da entrada de Joao Paulo, na campanha. 
Deixara o "centro" um grosso reforco para o exercito — "700 ho- 



(**) Aurelio Porto, "A Epopea dos Farrapos". Eate "combate dos 
gigantes", como o intitulou Alfredo Rodrigues. (ol mlnuciosarnente des- 
cripto por elle, em seu "Almanack". 

(45) Major Joao Baptists Rodrigues Pereira. -'Apoiitamentos", 85, 88, 
81, na "Revlsta do Institute Historico-Geographieo do Riogrande do sul", 
VIII, 1." e 2." trimestre. 



— 180 — 

mens de infantaria e cavallaria" — e, no termo de uma de suas mar- 
chas, acampava sobre o arroio do Sol, quando uma noute, Manduca, 
em venida furiosa, abalou ceus e terras. Atacando o piquete da 
fretite, a testa apenas de SO centauros, prendeu-o inteirinho, incluso 
o alferes commandante ; o que Ihe abriu franco accesso ao arraial. 
Entraram os bravos, por elle a dentro, "a meia redea" e a gritos de 
espavorir; tumulto com o qual "toda a forqa ganhou o matto" convi- 
sinho. A fuga immediata, com as sombras, livrou a tropa quem sabe 
de que massacre! Mas, Andrade Neves, o chefe da gente montada, 
esteve em grande risco. Manduca, arremettendo e retrocedendo no 
mesmo compasso, qual lhe impunha a differenca, entre atacantes e 
atacados ; Manduca, ja no caminho da volta, deu de cheio com aquelle. 
Desfecharam as pistolas ao mesmo tempo e ambos erraram o alvo, 
"saindo sao e salvo a galope", este, "seal nada lhe acontecer": inco- 
lumes, tanto elle, eomo os demais heroes! (**) 

Consigna ainda o velho opusculo, froje estampado, uma terceira 
p/oeza do lendario Manduca ; lance de fortuna identica a precedente. 
e de resultancia maior, sem alguma comparacao. Foi uma das mais 
bellas da quadra decennal. Constituiu o fecho de ouro da variada 
e illuminada, quanto fabulosa carreira militar do insignissimo paladino 
da Republica. Era o mesmo tao notado pelos rasgos de um heroismo 
inexcedido, como pelos de uma inexcedida fidalguia, e muito ha delle 
que contar, Mas, haveva sitio mais apropriado avartte, para o raconto, 
pois que aqui esta a deter o annalista. a amavel intimativa de outro 
aspecto do thema versado, que reclama urgente commentario. 

Nos bailados fogosos do Uruguay de antanho, que muito ama- 
vam e praticavam os nossos, as figuras da dansa gaucha entremeadas 
eram de coplas, umas de improvise outras nao. Quando o cavalhei- 
ro de um dos pares entendia que cessassem aquellas, para que tives- 
sem comedo estas, bralava sonoro: Alto la guiiarra y siga la rela- 
tion! Tempo e de que a harpa inspirada se calc, para que prosiga a 
narrativa, que um momento se interrompera, dos rasgos memoraveis 
da aurea geraqao. Afinadissima no torn do sacrificio, a guisa da 
que floresceu nos tempos heroicos da Grecia on no dos mais lidimos 
da boa cavallaria-andante, nao a reduzira a quietude por via das ar- 
mas, o aliaz ditosissimo pacificador de tres outras provincias do 
Imperio. 

Mais do que nunca o comprehendera elle, se hem nttnca o con- 
fessasse, no seu retorno sobre a fronteira. Canabarro, ad instar do 
que se presenciara em maio, vinha de oeste para leste, no districto de 
Entre-rios, perseguido por Bento Manuel. Se Caxias, em vez de 
ficar inerte, como naquelle mez, busca active dar a rnao a seu grado 
auxiliar, quiqa Poncheverde se repetisse, ficando a vantagem do mi- 

f 4B ) Vide a nota anterior. 



— 181 — 

niero, com os legaes! Com esta ou parecida elocubracao r'ilitar, s. 
exa., depois de attingir a latitude das pontas do Carnaqua, on; ; c lancou 
a ordem-do-dia n.° 93, correu-se para occidente, indo acampar sobre 
o surgidouro do Jaguary, Tomando alturas nesse ponto, transferiu- 
se, com estudadas marchas, ao Talaveira, a guarda-velha do Sta. Ma- 
ria, a estancia da Carolina, por fim a Cruz-de-S. Pedro, onde chegou 
a 7 de dezembro. Foi nesse transito, e para diante umas 2 leguas, que. 
saindo Vasco Guedes a explorar, deu de clieio no Upamaroty, com 
as guardas da f rente do inimigo. ( 4T ) Estava nas immediae,oes o 
exercito farrapo, sem que o quartel-general dc Caxias o soubesse ! 

Deixando a serra de Cavera, um dos seguros coutos reTeis, quan- 
do era de sazao resguardar-se, Canabarro, sempre impalpavel, girou 
a seu gosto pela frente de quern imaginava estaT a inquietal-o ou na 
imminencia de o funestar. "Andava maahoso diante do macchiave- 
lico Bento Manuel", ( iS ) incolume sempre, ate que suas avanqadas 
se chocaram com as do barao, conforme para traz se consigna. Ora. 
quando este, ja certo da messe de louros que eternamente Ihe falhava. 
adiantou rapido as formacoes legalistas, que em "menos de tres quartos 
de hora" tomavam "posic,ao" no terreno do indicado eonflicto; sn- 
mia-se-lhe o inimigo! Canabarro, depois de embair a Bento Manuel, 
por semanas e semanas, logrou por igual ao jerarcha do tredo briga- 
deiro: "subito desappareceu-lhe da frente". G estado-maior dos rio- 
grandenscs observava o piano que Bento Goncalves, o grande estratego 
da Revolucao, Ihe suggerira; piano, segundo o qual, o que cumpria 
era fatigar o antagonists e arrrscar elementos de guerra imicamente em 
favorabilissimas conj unturas. 

Fiel ao opportune, sensato programma, o exercito farrapo, "des- 
alojadas a? fortes posicoes que occupava, passou para a margem es- 
querda do arroio sobredito", "depois tomando a direccao da coxilha 
de Sta. Anna, para ali conservar-se ate o crepusculo da tarde". Cita- 
se entre aspas a noticia destes eventos, que nos legou um panegyrists 
de Caxias ; quern traca o seu relato, com especioso phraseado aqui, 
com um desafinado invento acoJa. Ao referir, exempli gratia, o claro 
mallogro do tentamen do seu generalissimo, ao achegar-se inutilmente 
ao adversario em Upamaroty, esereve S. Leopoldo com desplante ou 
tnconsciencia, nada menos que o seguinte: "As inspira^oes do Ge- 
neral em chefe iam tendo um completo exito" — risum teneatis! — 
sem attender no que exara, pouquito adiante, e vat reproduzir-se. O 
apologista discorre por modo assaz citrioso no passo agora em 
exame. Nessa pagina attribue o "exito", quer dizer, o chasco revel, 
"a desigualdade do terreno", aliaz uma lisa planicie: terreno "que fa- 
cilitou a retirada do inimigo". E na pagina immediata, depois de re- 

(* 7 ) "Cieneralato'", 165. Vide tamiie :: a ExposlQao rte Lucas. 
("«) "Nazareno", de 9-1-44, 



— 182 — 

ferir-ae a nova burla etfectuada por David, indica-nos outra e mui 
diversa causa, de tanta malaventura. 

Eil-a ipsis verbis et litteris: Canabarro "maJ se acommadara 
com a fortuna que o acossava, e com a estreiteza de suas apuradas cir- 
cumstancias. Suas avetiturosas e forcadas operates eram constante- 
mente adivinhadas, apenas concebidas, e desde logo contrariadas pelas 
do General em chefe, que desenvolvia, nessas occasioes, as mais su- 
blimes e subtis combinacoes da guerra. E se ellas nao trouxeram os 
felizes e estrondosos resultados que deviam sempre coroal-as, de 
nenhum modo se deve attribuir esse desaguisado a falta de vigor, e 
de precisao da execuqao nas tropas da 1* divisao; mas a inconcebive! 
morosidade e inexplicavel desleixo com que operava a 2."", a do 
man&o de Bento Manuel, "comaado parte nos movimenfos estrategicos 
que para esses momentos decisivos o barao lhe assignava". (**) 

Mas, prosiga a narrativa, para que tenham realce as prendas 
entao patentes do futuro duque. Prestes se distaneiou Canabarro, 
e que fez s. exa. ? Gracas a sua mui celebrada prestancia mtlitar e 
soberbo vaticinio, "penetrando as intencoes do inimigo, marchou ao 
escurecer para o arroio dos Curraes, certo de que, emigrando os re- 
beldes para o Estado oriental, tinham infallivelmente de passar pelo 
terreno que elle ia occupar, porque a 2. a divisao, que marchava na sua 
retaguarda, nao lhes permittia eontramarcbar para os pantos que 
tinham abandonado", ( so ) Certa e infallivel a resulta de mais 
uma das sublimes e subtis combinacoes da arte da guerra? Qual' 
gorada esta, como a antecedente. 

O proprio autor dessa novella histories se meuinbe de patentear 
o nenhum talento que demonstrou Caxias, nos citados e em todos o* 
episodios da sua luta contra a Republica riograndense. Canabarro, 
mais uma vez furtara a volta ao parceiro, nesse lance do jogo da 
guerra: subito deu-lhe costas, encaminhando as marchas, como 
quern ia sobre a altura de Bage, e "logo que passou Pirahy grande. 
tomou outra direccao, e ioi, no dia 12, vadear o Pirahychico, no passo 
da viuva Isabel", Como sentisse, porem, que o barao, sempre coti- 
fiante, buscava de novo achegar-se-lhe, entretendo-o com uma brigada 
de infantaria e cavallaria, ao mando de Propicio, teceu nova burla. 
escapou-lhe, com destreza, outra vez. "Para evftar um encontro" des- 
igual "com a 3. a divisao, chegando junto ao rio Sta. Maria, no passo de 
Dom-Pedrito, ja ao anoutecer; dividiu as suas iorcas, mandando CaT- 
valhinho, Portinho e Motta reunirem-se com Joao Antonio no passo do 
Rosario, emquanto elle, com o resto dellas, seguia uma direccao op- 
posta". ( 51 ) 



(*»} "Generalato". 166, 167 
( 5 <>> idem, 166. 
f 51 ) Idem, 167. 



— 183 — - 

Qua! se observa, a mobilidade extrema dos revolutionaries des- 
montava, de potita a ponta, os pianos, tanto de Caxias, quanto de 
Bento Manuel. Conseguiram ambos, tao somente, vantagens par- 
ciaes, de nenhum modo decisorias, como, por exemplo, essa que occor- 
reu, pouco depois das operac.oes descriptas ; revez em que tiveram seu 
quinhao de infortunio, alguns dos guerreiros que Canabarro mandou 
fossem, de Dom-Pedrito, encorporar-se a Joao Antonio. Com o 
indicado Jucro pudera ter grato fim para os imperiaes o anno de 1843, 
se, com um ruidoso triumpho a 31, os farrapos lhes nao aguassem o 
prazer fruido a 26, em Sta. Rosa. 

Destas frustras manobras ou contramanohras, Caxias deu conta 
ao governo de S. Magestade, guindando-as a altura de uma accao bel- 
Iica de effeitos positivos. Assim blasona: — "Por 38 leguas perse- 
gui o inimigo, sem nunca o perder de vista!" Attribue a "terror pa- 
nico" de Canabarro, f 52 ) o que o generalissimo dos riograndenses 
obrava de harmonia com um preestabelecido programma de campanha, 
systematkatnente observado, ahi e alhures, como ja se expoz e vereis 
para diante, Nao conseguiam taes artificios iiiudir, comtudo, a nin- 
guem. As versoes iegalistas eram sujeitas a exame na imprensa do 
Imperio, e mais de uma folha lhes appoz memoraveis glosas. Muito 
"para admirar, por certo", nota uma dellas, que ainda resistam "tms 
bandidos ao mando de Joao Antonio e Canabarro, quando tudo o 
mats esla acabado, e brigado",.. Que resistam. e "dem que fazer" 
"a um exercito de dose mil komens, tao hem provide e com tanta 
cavalhada". "como apregoam" !. . . 

Isto estampa o Nazarcno, periodico liberal exaltado, e outro, re- 
tintamente monarchista, o NacionaL se declara de accordo, Um ter- 
ceiro, o Itacolomy, publica tambem, que "nao pode acreditar nesses pre- 
maturos canticos de victoria...", e cita, em continuac,ao, duas cartas 
do extremo-sul, que lhe foram confiadas e que "vieram augmentar 
tnuito mais o seu pyrrhonismo". ( 53 ) E um dos nomeados periodi- 
cos, semanas depois, ajunta, a gufsa de reflexao, commenfario ou re- 
paro completive: "Nao e possivel soffrermos a guerra iujusta que 
se sustenta contra o Riogrande do sul. Um povo que ha nove annos 
luta por suas liberdades e independencia, e sempre victorioso, ja esta 
lias drrumstaurias de constituir-se, e no caso de ser reconhecido; as- 
sim e que se diz no direito das gentes: cumpre acabar, pois, com essa 
guerra assoladora, e ja, reconhecendo-se a independencia da Republica 
de Piratiny". ( B *) 

A guerra continuarta, se hem nao assoladora como antes, pois- 



(52) Vide otfie. de Caxias, em Araripe. cap. XX. 
OS) Numeros de 22-XI, 9-XII-43 

( M "> "Nazaretio", rte 9-1-44. 



— 184 — 

que o criterio do entao presente director da Provincia era em muito 
diverso do de seus antecessors, exeepto em boa parte Eliziario ; o quai 
se empregou, como Caxias, a anna da intriga, usou como este, e em 
certo grau, a da tolerancia. Aos outros se referia com amargura, tres 
bistros mais tarde, o integro Almeida. Relatando a opposicao que 
encontrava o seu projecto de iixar uma vera bistoria, inostra assaz 
haver principiado nova era, com a regencia miiitar e civil inaugurada 
em 1842. "Os canibaes daquelle deploravel tempo, nan pouendo com- 
portar a lernbranca de que nossa generosidade e virtudes fossem com- 
paradas, ainda em nossos dias, com as atrocidades por elles praticadas, 
como sabeis, ate a vinda de Caxias ; tentaram dissuadir-me deste agro 
assumpto, por via de empenhos de meus amigos", escreve a Netto, ( 65 ) 

Imperaram, em verdade, ate o advento do barao, as negras tra- 
dic,6es que o legressismo havia reduzido a uma doutrina a applicar-se 
com systema, e que a trancos e barrancos se observava desde muito, 
na tyrannisada e devastada extremadura ; instituido um governo que 
synthetisa por este modo, reputadissimo orgao da opiniao Hvre: 
"Todos os retrogrados dizem-se amigos da ordem; mas o vocabulo 
ordem, segundo taes Srs. entendem, significa poder absolute, arbi- 
trariedade e virga ferrea". ( 6B ) Ora, descovinha a esses que alguem 
desenhasse, com exactidao, o castello de iniquidades a cuja sombra 
medvavam elles e sob cujo peso gemiam os povos. Rogaram, insta- 
ram, para que Almeida desistisse, e quando se encontraram em face 
de uma "resistencia" inabalavel, recorreram "a provocantes artigos, 
em o Noticiador, de Pelotas, no Diario do Riogrmde e Conciiiador. 
de Portoalegre. A esses Hbellos ou pasquins infamatorios". o pfocer 
inflexivel "prometteu responder de prompto, protestanto dar princi- 
pio a Historia da Revolucao mais cavalheira do tnundo e que tanto 
honra aquelles que a dirigiram, como aos filhos do Riogrande do 
sul". ( 57 ) "Transmittiria a posteridade os portentosos feitos de nos- 
sos antepassados, nesse transito de iuatiditas provacoes, para asse- 
gurar a Liberdade e Independencia " a terra nativa. ( 5S ) 

O feroz trato dispensado aos que se nao convertiam a fe tuoraar- 



< 55 ) Carta ao general, em 9-X-59. Arch, do aut. 

( 5U ) " Recopilador liberal", n." 2TS de 1835. Co'leccao I, L'ereii-a 
Maciel. 

(**} Cit. carta a Netto. 

( DS ) Carta a Joao Antonio, em 13-X-69. Arch, do aut. Figura outxa, 
no mesmo arch,, a Lucas, de 20-11-60, em que se verifier beni que os retro- 
grados se conatraiigidos a admittireoi o pacto da paz, nuuca desarmaratu. 
nem baniram o seu velho conceito politico. "Apesar de tantos protestos 
de esqueeimento de sen passado, apesar de nossa conducts sempre gene- 
rosa, quer no transeurso da revolug&o, e quer depois" "da eouvenc&o de 
Poncheverde, o ex-republicano, sempre que se ofterece occasiao, e espesi- 
nhado, e apontado como perpetrador de um grande crime, rebaixando-se-o 
em tudo, a aquelles que presumem ser nossos caciques". 



— 185 — 

chica, os espantoso* holocaustos de prist oneiros, tie que houve ainda 
atrocissimo exemplo em Rincao-bonito, para o fim do anno que pre- 
cedeu o da posse de Luiz Alves de Lima e Silva ; em summa, as 
cruezas anteriores e posteriores a 35, dissipou-as o administrador em 
boa hora nomeado a 28 de setembro de 1842, mais politico do que 
general. Mas, nao escapou elle a outro peccado vuigarissimo na 
epoca. Altos pregoes se ouviam entao, (como hoje, tamanha a nossa 
impenitenda) de que constituimos uma parte da sociedade christa, e, 
comtudo, nunca floresceu tanto o despreso pelo mandamento da Lei 
relativo ao falso testimunho. Ninguem queria transparecesse a ver- 
dade e isto se patenteou bem no decurso das operaeoes a que deu Ca- 
xias inicio em 1843, ao deixar S. Gabriel, o villarinho que tivera a 
honra de hospedar, algumas semanas, o alto governo da Republica. 

Sobre diffundir mentiras descaradissimas a respeito das que ja 
foram mencionadas, breve o quartel-general caramuru disseminava 
outras, para encobrir o nullo effeito da ruinosa, inutil marcha de 108 
leguas; marcha estupida que foi a continuacao da que o pervigil, 
activo e celere Canabarro annnllou por duas vczes, no antecedente de- 
zembro. O generalissimo revolucionario foi attraindo o da legali- 
dade para onde Ihe pareceu de proveito, Depois de arrastal-o assim 
ate a fronteira argentina, e, quando jutgou que era tempo de moscar- 
se, desappareceu terceira vez, mais vulnerando, como os parthas, ao 
fugir, do que no defrontar o inimigo. 

Caxias, a cuja espada irresistivel os historiographos de antanho e 
oganho attribuem o termo da guerra dos farrapos, Caxias viu perfei- 
tamente, ahi, mais do que alhures, que com a forca nao lograva seu 
tntento pacificador, e occultou, como poude. o despeito ou desconsolo 
que o invadiu. Urn de seus mais incontinentes exalcadores, como nada 
tinha que apontar, declara "ser mui sensivel nao poder descrever pas- 
so a passo, e narrar com a maior particularidade, a brilhante marcha 
emprehendida pelo General em chefe desde a villa de S. Gabriel ate 
ao Uruguay, marcha de 108 leguas, executadas em poucos dias". 
Nesta "fertil" marcha, segundo o fabuloso panegyrista, colheram-se 
"grandes resultados", que nao menciona, fazendo referenda apenas a 
urn, que aliaz foi obra de mero acaso e da mais ephemera influencia. 

Para o autor da 16a, se deve a essa balda offensiva de Caxias a 
vantagem de se haver impedido a volta "de Joao Antonio a Provin- 
cia pela nossa extrema linha do Uruguay, que elle pretendia atra- 
vessar". "Com effeito, (prosegue) mal se havia apresentado Joao 
Antonio sobre a margem direita do rio em questao, sobre o passo de 
Sta. Anna, com o fim de ahi realisar a passagem de sua forca, que ja 
na margem opposta, para lho disputar, o esperava o barao, que, por 
meio de marchas forqadas, tinha conseguido occupar, com muita ante- 



— 186 — 

cipacao aquellas paragens". ( S8 ) Basta examinar, com anirno critico. 
o que se acaba de transcrever, para avaliar bem de que methodos 
se valeu S. Leopoldo, para instruir os coetaneos e posteros, a respeito 
dos eventos da guerra civil. 

Eis como occorreu o episodio que o escriptor acreditou servisse 
para dar algum brilho a. desluzida caminhada militar supra. Joao 
Antonio, depois da victoria de 31 de dezembro, encaminhou-se a Sta. 
Maria, onde postado Osorio, i testa de um presidio de "200 e tantos 
homens, com o iim de guarnecer a picada de S. Martinho. Osorio, 
porem, havendo tido parte da derrota de Agastinho Jardim, se poz em 
retirada, evitando ser batido. ( eo ) Desassombrado assim este accesso 
da serra, Joao Antonio entendeu prolongar a offensiva ate a Cachoei- 
ra, e "dali foi ter ao pe da villa", onde "nao entrou porque o Jacuhy 
estava muito crescido". "Nada mais tendo a fazer" na zona, retro- 
cedeu o general para aquella onde fora operar e de onde satu forc.ada- 
mente, em consequencia da surpreza havida por alturas de St&. Rosa. 

"Subindo a serra" no panto ja limpo de adversaries, isto e, "em 
S. Martinho", foi "direito ao povo de Samborja", com o designio de 
por em bom recato um valioso elemento de guerra, (**) Os farrapos 
tinbam depositos de solipedes, em "invernadas" proprias, tanto na 
Banda oriental, quanto na Banda occidental, e a uima pretendia diri- 
gir-se, com o valioso despojo. Ou porque tivesse o proposito de ahi 
esconder os animaes ou porque preferisse leval-os ao exercito por es- 
trada segura, Joao Antonio "foi cruzar o passo de S. Matheus", dese- 
joso de "nao perder grande cavalhada que" tinha arrecadado "ate che- 
gar a esse passo", em que os farrapos depararam com uma transposi- 
gao "muito custosa". ( 6Z ) Vencido o embaraco todavia com a acti- 
vidade e celeridade farrapas, que celebrava Filippe Nery, brigadeiro 
do Imperio pouco antes extincto, no commando das linhas imperiaes 
de Cassapava; C 13 ) o general da Republics metteu-se com a sua 
presa, Corrientes a dentro, sem contar que acola mesmo o inimigo bus- 
caria arrebatar-lba. 

Quando ainda em marcha, "saiu-lhe" a caminho, "dias depois", 
o coronel Gama, "com 800 a 900 homens", determinados a lhe to- 
marem "a frente". "Como fosse" a predita "forca muito superior 
a. sua, que nao chegaria a 400" combatentes, o famoso batalhador li- 
beral esquivou-se a lide, "retirando-se direito a Itapua", quer dlzer, 
asylando-se no terrjtorio missioneiro pertencente nessa quadra ao Pa- 
raguay e que passou a outro dominio com a total derrota de Lopez. 



(° 9 ) "Generalato", 171, 172, 

( 60 ) Portinho, Kotas a Araripe. 

< s: ) Joao Antonio, carta de lQ-VHl-60, a Almeida, Arch, do aut. 

(* ! ) Carta de Joao Antonio, a. Almeida, datada de S. Xavier, aoa 

10-X-60. Arch, do aut. 

< 63 ) Vide o cit. "Generalato" 



— 187 — 

ifm face de tai moto, Gama recuou tambem para seu habitual 
aquartelamento, indo para elle atravez do passo de Samborja, em- 
quanto Joao Antonio, depois de ver o transito desembaracado, reto- 
mava a primitiva vereda, que antes batia. Do Paraguay "foi em di- 
reitura ao "Passo-dos-livres (depois Restauracicn) ", Jugar onde 
"teve noticias do exercito inimigo", isto e, onde soube que Caxias, a 
testa do grosso de suas tropas, estanciava pela nascente Uruguayana. 
Quem se negara a combate diante de uma brigada, nao iiia airontar 
por certo, um complexo militar da irnponencia daquelle, nem ensaia- 
ria vadear um rio cuja passagem muito a montante, e sein hostilida- 
des, ja fora arduissima para os liberaes ! O veterano que os com- 
mandava, em lugar de fazer o que sempre artificioso idealisa ou fan- 
tasia o visconde de S. Leopoldo, correu-se para a direita e foi transpcr 
o Uruguay no passo de Higos, dentro na Provincia de Entre-rios. 
Da Argentina, transferindo-se a Republica oriental, demorou-se no 
extrangeiro ainda "alguns dias" o general, ate que se Ibe reuniu Gue- 
des, junto com quern retornou aos "pagos", "logo depois". ( 64 ) 

Este brilhante, celebre tenente-coronel farrapo, que em comedo 
de outubro pairava nas cercanias de Paipasso, conseguiu alcancal-o 
Bento Manuel, gracas a "marcha forc.ada de 5 leguas", com todo o 
peso da 2. tt divisao, e como dispuzesse aquelle unicamente de 300 
pracas, fugiu a combate, recuando para o territorio uruguayo, ( 65 ) de 
onde tornou prestes ao nosso. 

Repetia-se agora o inctdente, com a escassa vantagem legalista 
do outro, se e de reduzida monta o arredar, da paizagern que tanto 
illustrava, um batalhador daquelle ports. Pequena ou nao, a resulta 
militar a que se faz referenda, o exacto, o inobscurecivel, e que foratn 
de equivalente medida as que obteve a gente de Caxias, na marcha 
para oeste, que S. Leopoldo, enlevado, extactico, decanta. Verdade 
e que fertii o seu trabalho em arroubos melodramaticos dos que ja 
foram consignados. Quando o "genio" de Caxias, fatigadinho de en- 
gendrar maravtlhas de uma banda, se delibera a esparzil-as dadivoso 
em outra, o notavel autor dos "Annaes da Capitania" derrama-se em 
lyrismos do feitio nelle usual. Ao rermo do estnpendo movimento 
que expirou em Uruguayana, houve um bom ou mau ensejo para o 
dythirambo, com a theatralisada presenca de Joao Antonio, em Passo- 
dos-livres. Na altura a que chega a sua e esta narrativa, o nobre es- 
criptor se contenta com o pouquito ou quasi nada que se lhe depara 
nos gestos e feitos do sobredourado estratego. Aqui o tendes: "Ah! 
Quanto nos e sensivel nao poder mostrar ao leitor as importantes van- 
tagens que o Insigne Caxias obteve, approximando-se ao S. Gonqala, 



(**) Cit. carta de Joao Antonio. 

( 95 j Caxias, ordem-do-dia n.° 88 de 27-X43, na cit, colleecao de im- 
presses. 



— 188 — 

onde por preven$ao tinha mandado preparar todos os elementos para 
remontas, equipar e far-dor as sms tropas, que empregadas por elle" 
"na gloriosa campanha que emprehendeu, (campanha immortal, e digrui 
de set transmittida em caracteres de ouro as geracoes fuiuras) tan;:. 
se esforcaram para acabar com a rebelliaoH!" ( a<J ) 

Estava ainda com vida para muitos Inezes, e estaria com alent 
para muitos armos, se Ihe nao encurtasse os dias a febre intima que 
por fim a devorou, — ■ eis a inteira verdade historica, de oravante ir- 
recusavel, porque diaphana, crystalina, transparentissirna. 

CAPITULO VIII 

Os farrapos, se bem profundamente divididos, representavam 
ainda um tao pujante ieixe de civjeas energias no anno recem-findo, 
que, no decurso delle, o gabinete de S. Christovfio negociou uma 
allian^a com o nefando Rozas, tia esperanqa de habilitar-se de meios 
efficazes para bater definitivamente a revolucao. O tratado naufra- 
gou, porque o dictador preferiu ter bem livres as maos, e o Imperio, 
que desceu a passo de tanto risco, voltou-se de todo para a politica 
ja preconisada por Almeida Vasconcellos, que aliaz desadorava a 
Rivera. Nosso ministerio decidiu-se a reaiagar ou recaptar o tra 
vesso caudilho, quem, por mui infiel que fosse, nunca representaria, 
para o patrimonio politico de dom Pedro II, o perigo que se entrtvia 
breve ameacador, no crescente poder, agora quasi sem contraste na 
America, do tremendo, astuto dom Joao Manuel. Os ministros de 
S. Magestade nao no podendo attrair, redobraram o empenho: ao 
tempo que iniciavam seus occultos labores diplomaticos em Monte- 
video, eontinuaram a pelejar no Riogrande com as armas da guerra 
e da intriga. 

Esta nao se extinguira, ja se deixou patente, com a dispersao 
da assemblea constitivinte. Era, qual se expressara Miguel-Angelo, 
"un carbon resto acceso e ticoperto" . ( x ) Bern, se viu em fevereiro, 
qual se relatou, com o furioso resurgir da discordia, que chegava ao 
paroxysmo. A grey politica de Antonio Vicente, batida na conjura 
ministerial, annullada no seio do congresso do Alegrete, imaginoi! 
fulminar o chefe da Nacao, lancando sobre elle o bravo, quanta incon- 
siderado Onofre, cujas prevencoes contra Bento Goncalves datavam 
de muito. ( 3 ) Posta a natureza potente do altanada guerrilheiro nos 



( M ) "Generalato", 173. 

(*) "Poesie", soneto CII. 

(*) Na Relacao do sargento farroupillia se menciona a malquerenga 
de Onolre. Datava do Fanfa. Depots da eapitulacao, dizem, Bento Goe- 
galves exprobou ao coronel o peso que tivera, no coaselho, o sen veto da 
passarem 03 farrapos de terra-firme para a ilha debate fni tal que oa 
•dous estiveram a ir as maos, apartando-os conciliante o proprio Greenfell 



— 189 — 

Joucos impetos de urn touro furioso, com as garrochas da insidia: 
encheu este os acampamentos de vozes desprimorosas, em extreme 
depriinentes do bom nome de Bento Goncalves. 

Scientificado do que se r.liffundia com um feroz methodo, ende- 
recpu uma carta ao gratuito inimigo, inquirindo se assumia a respon- 
sabilidade dos conceitos que lhe eram attribuidos. Respondeu Ono- 
fre corn uma epistola insultantissima, a que seguiu um encontro ca- 
valheiresco, a gaucha, que produziu terrivel sensacao urbi et orhi. ( s ) 
Inutil descrever o episodio, de que ha relatos minuciosos alhures. E' 
de realqar-se apenas a longanimidade com que, maid uma feita, se com- 
portou Bento Goncalves, malgrado a justa ira que o possuia. Tambem 
e digno de por-se em destaque o desconsolo e desaprumo de seu emu- 
lo; quetn, descorrespondendo no incidente as suas e as esperanqas 
de seus consocios, deliberou morrer. Ferido, no duello, o primeiro 
penso lhe foi feito pelo proprio general. Magnanimo sempre, diri- 
giu-se, acto continuo, ao arraial farroupilha, para enviar, ao vencido, 
um cirurgiao, ou professor, como usavam dizer na epoca. Onofre, 
porem, no decurso da noute subseguinte, arrancou as ataduras. es- 
vaindo-se em sangue; victima, primeiro, de sua incontinencia, e ago- 
ra, de seu fantastico, se bem explicavel despeito 

Note-se, o agastamerito de Bento Goncalves era mui grande 
tambem, conforme transluz da seguinte communicaqao : "Ja meu 
compadre sabera do fim desastraso que teve o coronel Onofre, que 
fazia o papel de Santerre na facijao desorganisadora que o incitou a 
provocar-me tao atrevidamente. Essa faccao contava com a victo- 
ria, porque olha para os cousas como ellas apparecem, e nao como 
sao de facto. A paixao os domina, e por isso vendo aquelle homem 
tao corpulento, o julgaram um gigante e eu um pigmeu, — Engana- 
ram-se, e depois escondendo todos o rabo, se retiraram delle, ao pon- 
to de nao achar-se um so desses rnalvados a seu lado, ao menos na 
hora da morte. Que malvadeza!!! - — Eu lamento sua sorte, mas 
nao tenho o menor remorso porque obrei como verdadeiro homem de 
honra; em taes casos obrarei sempre assim, nao me importando com 
o tamanho, e nem a nomeada da pessoa que se atreva a atacar mi- 
nha honra". (*) 

Impotente em vida, como Paulino, representou Onofre, depois 
de morto, um tremendo factor arruinativo do prestigio, ja em ex- 
tremo declinio, daquelle a quern chamavam, em 1835, "o heroe li- 
bertador, o immortal Bento Goncalves". "Sic transit gloria mundi", 
saliente-se de passagem, com palavras do monge-poeta! ( 5 ) Vol- 



(*} Vide relato de "Um amigo dos homens de sentimento e de hon- 
ra", no verso da copia das cartas que prerederam o desatio. Arch, do aut. 
(*) Carta a Almeida, em fl-ITI-44. Arch, do aut. 
( 5 ) Kempis, "De imitatione Christi", 36. 



— 190 — 

tando a escriptura que se fazia, e de por-se em relevo tambetn, que, 
no momento, o ultradramatico choque lamentoso nao teve ingratas 
consequencias, para o grado personagem extremenho. Sujeito a 
prisao ao apresentar-se as autoridades motu-proprio, o illustre proceT 
foi restituido immediatamente a sen posto, visto que, no aresto dos 
juizes a quem se entregou, se comportara neste episodio, como um 
patricio egregio, do mais esmerado pundonor; tambetn do mais fino 
respeito as Ieis. Procedia qual se observa a fidalga, magnifica gera- 
cao que ergueu broqueis contra o Imperio. A que preponderou de- 
pois que elle ruiu, ateve-se a tradiqoes espurias, deshonrosas para 
si e para o novo regimen. Os accusados da mais alta categoria tudo 
fazem para burlar o estatuto que Ihes define as responsabilidades. 
No terceiro quatriennio, ao pretender-se — unica vez entre nos — 
apurar as culpas, aliaz notorias, do cheie do Estado, que vimos? 
Em lugar de comparecer em pretorio, como o grande Marcello e 
como o grande Bento, os galopins do Cattete moviam ceus e ter- 
ras, para que se recusasse a denuncia!!, . , 

Redeamus ad rem. Seguiu-se um promissor interregno. Pa- 
recera extinguir-se a luta intestina, situacao afortunada para a qua! 
certamente concorreu um como renovamento dos melhores dias de 
gloria milttar, para a abatida RepubLica, ( 3 ) No inicio do movimento 
que a entranhava, distinguiu-se, entre os batalhadores da primeira 
plana, um dos membros da familia Amaral, gente de alto renome no 
seio do liberalismo. Foi esse o inditoso Francisco de Paula, rico de 
dotes variadissimos e morto na flor dos annos, sem haver dado a 
causa livre quanto lhe dar podia. Quando o heroe desappareceu ao 
pe dos muros de Portoalegre, ja estava no exercicio das armas o seu 
mais jovem irmao, Antonio Manuel, cujo nome, em esta altura da 
narrativa, se empareihava com o do extincto, pois havido era pelo 
melhor de quantos brilhavam no quadro da officialidade revolu- 
cionaria. ( r ) 

Pois bem, coube a esta rutila figura a gloria de arrecadar os iil- 
timos louros que se obtiveram debaixo das sacras dobras do pavi- 
lhao tricolor. E laurels invulgares foram e dos mais honrosos, no- 
ta-se com laconismo, porquanto Antonio Manuel, como ides saber, 
nao os obteve em pendencia com um cabo qualquer e sim com um 



(*) Caxias menciona o reflorir de esperanQas, que gerou o asaiguala- 
do triumpha de que se vai fazer a historia. Vide relatorio feito em Cassa- 
pava, adiante clt. 

(■) No conceito de Felieissimo. espresso ao autor, Amaral e Carva- 
lhinho eram, para o fim da guerra, as melhores esperangas dos farrapug. 
Bento Manuel reputa aquelle o primus inter pares. Vide seu offic. a Pimenta 
Bueno, em 1S44. 



— 191 — 

que era, tambcm, a primeira entidade do quadro trilitar do Imperio: 
nao o quadro instituido por arbitrarios decretos, o que se fora esta- 
belecendo, merce da selecgao guerreira, no que tinha de mais ef ii- 
cazmente descriminadora. 

Francisco Pedro, o personagem de quem se trata, a pouco e pou- 
co desenvolvia uma admiravel actividade, alargando, com medida 
e seguranca, o ambito da acqao repressora. Nessa conjuntura, pu- 
nha os olfaos de lince em Bage, par lhe constar que sobre as trazeiras 
do exercito imperial se apparelhava, ali, uma hoste revolucionaria. 
Para explicar que gente era essa, a metter-se em fileira no districto, 
e o que fazia na aldeita supra, necessario e que se trace breve relato- 
rio do que occorria, sob o aspecto militar, na orbita liberal. Ja se 
consignou que, tomando conta do exercito, poucas innovaqoes em o 
primeiro momenta introduziu no mesmo, o quarto generalissimo da 
Republica. Foi algunr tempo depois que alterou a composiqao das 
tropas, conforme antes se disse, e tudo persuade que o que fez nessa 
primeira e segunda phase, nao foi muito de approvar-se, ou que 
deixara sem remedio, ou cura, deficiencias bastante manifestas. Isto 
se infere. 

Verificava agora o caudilho da antiga opposieao, (e o verifi- 
earia mui dolorosamente logo depois) que entre o abstracto e o con- 
crete, entre a theoria e a pratica, medeia um abysmo. Seus amigos 
e apaniguados certificaram-se, pouco depois da accessao de alguns 
delles aas altos cargos da Republica ; menos serem de seus autores 
os apontados erros do circulo de Bento Gonqalves, menos da res- 
ponsabilidade da extincta administraqao, do que do imperio de cir- 
cumstancias, em certo grau ineluctaveis, "La critique est aisee et 
I'art est difficile", nota Destouches, com mil carradas de razao, e 
bem patente o estava, na orbita civil e militar. Daquella se arredara 
constrangido Jose Mariano, porque Antonio Vicente e a grey dissen- 
tanea consideravam funesta a sua assistencia na intimidade de Bento 
Gonqalves. Ora substituido este pelo que chamavam "o patriarcha", 
que vimos? Passou o anathematisado a categoria de nympha Egeria 
do ultimo! ( 8 ) O ex-ministro do exterior e da guerra influiu, mais 
do que nunca, em as cousas do Estado. Os novos guias delle fo- 
ram os primeiros a desautorisar os detractores de um dos mais dignos 
servidores da causa. Ouviam-no absolutamente em tudo, pela "sin- 
cera confianqa que depositavam em suas luzes e patriotismo", de- 
clara-o por modo expressivissimo um dos luminares da facqao recem 
guindada ao poder. Mas, ha que por em realce algo mais ainda. 



( 8 ) Vide a correspondencia de Antonio Vicente, ja cit. e ainda no 
arch, do aut. um papel anonymo, enderecado a Lucas, que inspirou o ma- 
jor, senao o tragou elle. 



— 192 — 

Se o ex-presidente fora alvo de agra censura, brotava ella agora, 
por igual, contra o seu successor na orbita militar. . . "Nao ha co- 
rno urn dia depois do outre"', resa adagio nosso e percebeu-se mais 
uma vez quao grande licao represent^.. Inferir-se pode a marcha que ha- 
via feito a sobredita censura e quanto se tinha generalisado, com 
um facto que deu muito que pensar, a gregos e troyanos: certa ini- 
ciativa que tomou o governo. A qual so por si mostra que giros e 
regiros havia feito a opiniao, quando amigos intimos, ardorosos con- 
frades de Canabarro se decidem a fazer advertencias do teor solenv 
ne que ides conhecer. 

Lucas, o regente da pasta da guerra, aprovcitou-se para as 
formular, do envio ao generalissimo de exemplares legislatives re- 
cem-promulgados, os decretos de 2 de Janeiro do entrante 1844. 
Attinente um delles a reconstituicao das forcas armadas, o ministro, 
"de parte do Governo da Republica, recommenda-lhe approveite a 
licao do passado. Tendo de reconstruir a machina do Exercito, 
conservar nelle sornente as molas reconbecidas sas e vigorosas", "O 
Homem de Guerra deve ser forte, activo, emprehendedor, amigo da 
disciplina". "Nao e tempo de errar, depois de uma licao de nove 
atmos consecutivos de luta". Exaradas estas consideracjoes geraes 
a respeito da "importante materia", Lucas diz omittir outras que nao 
escapariam ao "tino militar" do "General em chefe", "guerreiro 
pratico" e com "experiencia", "conhecimento", do pessoal em 
fileira. ( 10 ) 

Foi dando cumprimento, no que the competia, ao que constava 
num dos textos legaes citados, que David concorreu para que se pro- 
duzissem os acontecimentos a que se alludia, na ultima referenda 
ao Moringue. Determinado a vibrar um golpe no tremendo adver- 
sario, que fizera de Cangussii um ninho de gavioes medonhamente 
devastadores, Canabarro chatnou a conselho os principaes, a 12 ou 
13 do entao corrente mez, e alvitrou a opportunidade e conveniencia 
do lance. O ministro da guerra, que reputou "infructuoso o piano", 
empenhou-se em dar-lhe combate "mas, se viu so e foi obrigado a 
ceder", temeroso, aliaz, de que do seu emprego "resultasse algum 
transtorno ao exercito". ( u ) 

Com as maos livres para agir, Canabarro, emquanto manobrava 
com o exercito, lesto como veado matreiro, aqui a frente do com- 
plexo das tropas imperiaes, ali bem no meio das duas grandes colum- 
nas em que as mesmas operavam ; consumou o que abarroado, testo 
alvitrara. Procedera como caudilho setn lei, na ultima phase da 



(*) Carta de Lucas a Jardim, em 23-1-44, na "Revista do Parthenon". 

( 10 ) Officio de 2-1-44. Colleceao Nestor Ascoly. 

{") Cit. carta de Jardim e offic, de 13, na mesma "Revista" 



— 193 — 

preponderancia "maiorista" ; cotno caudilho sera lei, agiu na quadra 
da prevalencia da "minoria". Extranhava esta naturalmente o de- 
sempacho de David, quando o La-Fontaine romano ha tatito eviden- 
ciou os privilegios da omnipotencia: "Primo mihi, quia nominor 
leot" ( 12 ) Senhor indiscutido no terreiro, destacou, para a reta- 
guards de ambas, uma das mais fulgidas estrellas de sua brilhante 
officialidade, o citado coronel Antonio Manuel, a quern investiu no pre- 
dicamento de commandante das operates na comarca trilhada e retri- 
Ihada, por ultimo, pelas cavalgaduras do legalista supra. Devia 
constituir em Bage a unidade precisa para a feliz expugnacao do 
antro em que se albergavam os referidos abutres. Mentres dava cum- 
primento a taes determinates o jovem e ja illustre guerreiro, nao 
dormia o iocansavel Francisco Pedro. Sciente de que no burgo a 
nascer, em sitio de um dos antigos acampamentos do exercito de eh 
rei, se arregimentava uma forca e que ja nessa hora tinha nas suas 
filas mais de 100 partidarios; ( 13 ) decidiu immediatamente destruil- 
a ou dispersal-a, antes que por demais engrossasse. 

Ja era maior, subiam-lhe os quadros a 160 praqas, ao tempo em 
que Moringue, confiante no bom signo sob que nascera, tentava re- 
petir um desses famosos rebates, que tanto o notabilisaram. Sigi- 
loso e celere voava de extremo leste a extremo oeste da comarca 
farrapissima, quando Antonio Manuel, ou "pondo em accao as or- 
dens que tinha recebido do Cidadao General Commandante em Che- 
fe do Exercito", ja expressas, ou para facilitar a mobilisacao que 
se encaminhava; transferiu-se de Bage para as immediacies. Pu~ 
zera arraial sobre o rio Negro, passo das Mortes, quando, a 13 de 
marco, Francisco Pedro tombou dentro no lugarejo acima, como vi- 
goroso condor em meio de placido rebanho. A surpreza foi com- 
pleta e proveitosa. 

O aggressor, alem de tomar as maos a otttros, fe?: uma presa 
de retumbancia, a do illustre Almeida ; que logrou escapar-se pou- 
quito depois, comquanto o tratasse, o legalista, com a maxima ur- 
banidade. ( 14 ) Soube Antonio Manuel dessa inopina entrada, ao 
lhe chegarem ao acampamento os que a tempo fugiram das garras 
da ave sinistra, mui prazenteira em Bage, com a sua valiosa alcarra- 
da. Soube aiuda melhor de tudo, porque. atraz de taes nuncios, veiu- 
Ihe um mensageiro, com dulqurosa mensagem do astuto Moringue, 
extremamente dado a "'seducqoes" que o nobre coronel farroupilha 






(") Phedro, "Familae", I, 5. 

< 13 ) "Anacephaleose", 1 81. 

< 14 ) Vide opusculo cit. Tambeni Lucas, a Almeida, carta de Pcmche- 
verde em 23-111-44, no arch, do aut., e, no mesmo, carta de Almeida, a. 
Sra. Idem, em copia, do punho do mesmo, ao barao do Jacuhy, em 25-IV-60, 



7 — 6." Vol. 



— 194 — 

logo repelliu, com indignada austeridade. ( 1S ) Antonio Manuel, cer- 
to de que o taimadissimo antagonista lhe vinha em cima (desde que 
dcsacolhidas as suas insinuates captadoras), apressou-se em recon- 
centrar os seus poucos elementos de combate, pois tinha um fortf 
contingente no Quebracho, sob o mando do major Mariano Gloria. 
Ao chamamento acudiram todos, menos o ultimo, dizendo achar-se 
all, para attender a provaveis marchas do inimigo ; procedimento um 
tanto insolilo, em soldado de tarda disciplina e bons servicos. 

Desapparece o man effeito delle, todavia, ao comprovar-se o 
que seguiu, porquanto o coronel, tudo o persuade, nao recebeu mal a 
irregularidade, antes parece tel-a approvado. Isto se infere de seu 
proceder com Mariano Gloria, a quem mandou em reforcxj, a gente 
ao mando de Camillo Campello ; que para esse arroio partiu, ao es- 
curecer do citado dia 13. Antonio Manuel, que ficara em expecta- 
tiva, onde se encontrava, soube por seus "bombeiros", no dia imrrK-- 
diato, que Francisco Pedro se puzera no caminho da volta, pela es- 
trada-geral, com uma forqa de cavallaria e infant aria ; cousa que de- 
pois viram, por seus proprios olhos, os farrapos acampados. Trazia 
aqueSle comsigo 260 homens, e como era muito inferior o numero 
dos combatentes sob seu estandarte, deliberou yer se as circumstan- 
cias >o favoreciam, manobrando no terreno, em vez de arriscar-se logo, 
em combate desigual. 

Na observancia deste piano, operou uma retirada falsa, recuau- 
do a sua linha para o norte, como quem fosse restabelecel-a na estan- 
cia de uma grande patriota, dona Angelica Jar dim, irma. do presidente 
da Republica. ( 1S ) Os livres pernoutaram ahi, avisando-os antes do 
amanheeer, os olheiros, que Moringue acampava sobre o rio jagua- 
rao, no passo do Menezes. Antonio Manuel, em conselho logo con- 
vocado, alvitrou seguir-se para o Candiota, flanqueando o inimigo. 
Emboscar-se-ia a tropa no campo de Joao Antonio Martins, onde 
pudera qm'c,a valer-se, jm beneficio da causa, de uotorio costume 
de Francisco Pedro. Sofa destacar, a destra e sestra, contingentes 
para apatiha de solipedes, e como desmembrada a delle, as forcas 
em quasi contacto resuttariam equivalentes ; momento fora entao 
de provocal-o a lide. Approvada a idea, os farrapos marcharam, ain- 
da com as sombras da acute, indo postar-se, impresentidos, "numa 
canhada profunda", "nas abas do serro da Palma". 

Francisco Pedro mudara, entrementes, por igual, de pouso ; even- 
to de que foi notificado Antonio Manuel, por seus vigias, na manha- 
sinha de 16. Situara-se o caramuru, disseram-lhe, na orqucta dos 
Candiotas, em forc,a que regulava, pelo numero, com a dos liberaes; 



(») Amaral, ofJie. de 18-111-41 Arch, do aut. 
( l6 ) Informe verbal do tenente Beco. 



— 195 — 

cujo quadro etitao subira a um total de 199 pelejadores. Que o in- 
forme era seguro, verificou-o inimediatam^nte um ajudante-de-or- 
dens. Indo certificar-se do que aquelles pregoavam, divisou clara- 
mente o inimigo, um complexo, em marcha, de 200 homens apenas, 
em consequeneia de ter acontecldo o que se presumira e esperara, no 
conselho farroupilha: os tenentes Fidelis, Emigdlo e Barao, com 60 
companheiros, divididos em 3 partidas, andavam a arrebanhar ca- 
valios. Esta circumstancia permittiu o venturoso encontro, 

Certo agora de que o arisco e atrevido passaro viera dar comsi- 
go a porta do algapao, o coronel farrapo surgiu de repente, com a 
tropa absconsa, atacando vigoroso, as 9 da manha. Seguiu-se uma 
furiosa refrega, das de maior empenho na campanha redemptora, mas, 
ao termo de 2 horas de fera pugna, cedeu ao infortunio a constancia 
dos caramurus, isto muito depois do principal delles abandonar a 
lica, com graves ferimentos. "O resultado desta proficua Jornada 
foi a .total derrota" de Moringue, quetn a custo sc escapou dos li- 
vres, "deixando-lhes o campo com 23 mortos", "93 prisioneiros, in- 
clusos nelles 9 officiaes feridos", alem de "toda a cavalhada e mu- 
nicao". O premio aos bravos continentinos triumphadores nao se 
restringiu aliaz ao que fica em registro, porquanto logrou amplial-o 
um proveitoso acalcarnento, no qual, segimdo presumpcoes, abate- 
ram os republicanos a mais 40 dos fugitivos, sobre se lhes depararem 
meios de um segundo golpe ruinoso, em OS elementos de guerra que 
ufano conduzira Francisco Pedro, a rumo de Bage. 

Eis como Antonio Manuel obteve estoutra vantagem. Soube, 
pelos prisioneiros, quanto lhe era mister conhecer, a respeito das 3 
mencionadas partidas. E sem hesitaqoes, iimestas sempre, mandou, 
sobre as mesmas, a Camillo Campello, a quern dcu insfruceoes para 
que activamente as acossasse. O tenente-coroncl foi mui ditoso no 
adimplemento de sua missao, poisque, no dia immediate, as fazia 
amargar desastre parecido a aquelle de que por um giro da sorte ha- 
viam sido isemptas. O nomeado farrapo, a guisa de Antonio Manuel, 
emboscou a sua forc,a em sitio pouco distante, que foi o passo da. 
Conceicao, e, sem tardanca, outros ratos caiam na armadilha. Os 
arrebanhadores, que ignorantes do successo desastroso, com Fidelis 
a testa se recolhiam ao campo legalista, appareceram aos contrarios, 
na banda da Taquara. Camillo, sempre na escolhida velatura, pres- 
suroso avivou os gestos de sentido, redobrou de cuidados, para que 
os inimigos nao dessem com a traca. Quando bem visinhos, num 
abrir e fechar de olhos, irromperam no calmo scenario os espreitantes. 
Fidelis, tremebundo sujeito, comquanto de todo surprezo, nao se aco- 
vardou. Bateu-se com o arrojo feroz de que deu mostras ate o fim 
da vida em nossos tempos, numa das gnerras civis do Uruguay. De 
pouco lhe serviu o bravio esforcp, comtudo, poisque constrangido foi, 
depois de um serio acutilamcnto, a ceder o campo, deixando nelle 



— 196 — 

alguns mortos, alguns prisioneiros, com um lote de 200 niontadas 
frescas, depojo que completava os do magnifico, lustroso feito da 
precedents manha. ( 17 ) 

Nao podia ser elle mais opportuno. mais consolador. Foi corn's 
radiosa aurora, em meio das trevas moraes que a pouco e pouco se 
foram dilatando, por sobre uma paizagem antes sempre jucunda, es- 
perancosa, a despeito dos mil azares do certamen bellico ! Itenasceu 
por momentos a vellia confianca, a ruidosa alegria, ( IS ) e poude o 
jovem triumphador ceiebrar a mais bella resurtanria da soberba Jor- 
nada, que era o termo "do estado affligente e ominoso que havia 
atravessado" a comarca de Piratiny, ( 19 ) a gemer desde muito sob 
o punho de Moringue, "verdugo da humanidade". ( so ) Gracas, po- 
rem, a reavivado "amor da Patria", ficavam seguros outra vez os 
foros livres dos incolas da sacra zona. "Firmada a Independencia'' 
nacional, "mostrando-se aos oppressores" do Continente, "que suas 
seduccjoes, o seu ouro, e suas intrigas nos nao corromperam'', diz 
Antonio Manuel, justamente ufano, E assim prosegue: "O culmi- 
nanre" feito de annas, que teve como theatre o serro da Palma, "bri- 
llia a par de tantos otitros: os que luziram em Pelotas, Passo dos Ne- 
gros, Mostardas, Funchal, Cerca-de-pedra, Seival, Arroio Grande do 
Herva!, Riopardo, Cassapava, Fragata, Crtiz-alta, Triumpho, Espi- 
nilho, Inhanduhy, Barra de Camaqua. Laguna, Sta. Victoria, S. Fi- 
lippe, Campos-neutra.es, Poneheverde, Sta. Maria", — arenas "ondc 
por mais de uma feita nossas armas hao rasgado as bandeiras ini- 
periaes"! ( 21 ) 

O chefe supremo de S. M., em displicente communicacao ao seu 
auxiliar destroc_ada a 16, nao encobre haver percebido o merito mili- 
tar que teve, como o peso que poderia ter no andamento da campa- 
nha, o que elle qualifies de "triste combate". (") "Estava. bem. ao 
facto do que se passou", merce de papel farrapo interceptado, "e por 
outras noticias". ( 23 ) Consoante, porem, ao seu methodo, como 
nao era admissivel occultar a inteira verdade, empallideceu os fulgo- 
gores da victoria alheia, quanto lhe permittiam as circumstancias 
entao adversas. ( 2i ) "A historia do Brasil esta atravancada de men- 



( 17 ) Vide no arch, do aut„ Amaral, offic. de 1S-II1; Camillo, narra 
tiva enderegada a Almeida, em agosto de I860; carta a este, de Bernardo 
Pires, em 16-VI-60. Vide appendice,' 

( tB ) Caxias, offic. de 19-TV-44. 

(is) Proclamagao aos piratinenses, em 19-111-44, Arch, do aut. 

( 20 ) Bernardo Pires, papeis referentes a investida a Jaguarao. Arch. 
do aut, 

( 21 ) Cit. proclamagao. 

(33). (23) Vide a eorrespondencia de Caxias, nesse anno. 
( 24 ) Offie, a Jeronimo Francisco Coellao, minjgtro da guerra, em 2- 
1V-44. Araeipe, 202. Tanto percebeu Caxias os pessimos reflexos que teria 



— 197 — 

tiras", assenta Viriato Correa, festejado academicu, talento multiforme, 
publicista de largo, justo renome. ''Ao entrar na inthnidade "de 
nossas tradiqoes (addiu) "tem-se a cada passo nm cspanto. Nao 
sao as bellezas, os grandes lances, os surtos epicos que nos surprehcn- 
dem, sao as mentiras". Que importa mais uma. nas chronicas pa- 
trias, diria de si para comsigo o faarao. Aliaz nunca se olvidou s, 
exa. de quanto por vezes aproveita o embuste, ao tratar-se do ge- 
neralissimo da coroa. Sempre que poude, enalteceu, com apparente 
coinmedimento, os gestos e feitos do mando que exercia; cousa que 
ou por escassez no senso critico ou por uma cakulada parcialidade. 
nao tiveram em conta, ate hoje, os estudiosos e os que o simulam ser. 

Para elles, a palavra official nao ha de nunca jamais por-se em 
duvida; quando nem essa nem outra qualquer deve merecer urn cre- 
dito sem limites. Impoe o contrario um dos mandamentos da boa 
escriptura, em se tratando de tao grave materia. Impoe, como re- 
gra impreterivel, usar de severos, largos descontos, isto e, do que 
um douto classifica de "coefficients de defalcation", f- r ') Sem as 
letras que ornavam ao pensador agora citado, um gauche de visao 
clarisslma, annotando o incoherente e fragilimo Araripe, realqa o 
vicio dos que despercebem o que havia de propositalmente fantasioso 
no que propalavam Caxias el reliqua. "Eserever uma historia da 
Revolucao do Riogrande do sul confiado nas partes officiaes dos 
Commandantes do Exercito Imperial ! . . . Sera essa historia sempre 
inexacta, visto como todas essas partes nunca a verdade contiveram 
e somente foram escriptas para serem apreciadas longe donde se da- 
vam os factos". ( 26 ) Nem mais! 

Caxias nao alterava de modo systematica* unicamente os even- 
tos militares. Os de categoria politica eram diffundidos no Rio-de- 
janeiro e alhures, de harmonia com as conveniencias, publicas ou par- 
ticulars, que s. exa. tinba em mira. liaja vista, exempli gratia, o 
que succedeu com as iniciativas de um e outro partido, em o que con- 
cerne a accordos, Fielmente se expoz o que occorreu na orbita da 
diplomacia militar, em 1843. Pois bem, note-se como se refcre, a isso. 



para sua causa o destrogo de Moringue, que atordoaclainente se va'e de 
conferencla dos nientores da revolugao, (conferencia adiante historiada) 
pas-a dissipar as mas impressoes natnralmente em curso, na Corts: "O 
acontecimento de Francisco Pedro (escreve) foi anterior a conferencla, 
e me dizem, que David Canabarro, quando recebeu a parte nao gostou, e 
que se zangara com Antonio Netto e Bento Gonca'.ves, por se mostrarem 
muito contentes". (Vide offic. de 3(-III-43). A versao, ja de si mcurialis- 
sima, ve-se bem o que pode valer, diante da pega em que Antonio Manuel 
decora ter agido de harmonia com aa ordens do nomeado Canabarro: 
leia-se o cit. offic. de 19-111-44. 

( 23 ) Pierre Laffite, "Les grands types de I'HumanitS", passim. 

(- s ) Portinho, nota ao cap. 24, § 7. 



— 198 — 

em um dos seus artificiosos relatorios a secretaria da guerra: "Ten- 
do os rebeldes desta Provincia assoalhado, que eu lhes tenho feito 
algumas proposicoes a respeito da conclusao da guerra, aproveito es- 
ta occasiao para participar a V. Exa., que sao inteiramente falsas 
taes noticias, e pelo contrario elles e que por diversos individuos tern 
procurado vir a algum arranjo, como agora mesmo acabam de fazer 
por intermedio de um tal Luiz Boticario, seeretario de Antonio Netto, 
cujas proposiqoes tenho rejeitado como indecorosas ao throno de S. 
Magestade o imperador e a integridade do Imperio". ('") 

Em outra communicacao, o generalissimo realista notifica a um 
de seus collegas, que o ex-ministro da fazenda "ainda nao appare- 
ceu", ( 2S ) e este nenhum acodamento de Luiz Barreto, nos faz crer 
que sua demarche corresponds a uma simples "finta" da diplomacia 
militar que os riograndenses oppunham a. do barao, que mais con£ia- 
va nesse meio de acabar com a luta, do que com as armas. Por rrmi- 
to que valorise a obra destas, (nada concludentes, fasta ahi) a verdade 
nua e crua e que estava certo, certissimo, de que a politica, e nunca a 
forca reduziria os sublevados, e transparente o deixa um outro, do 
gremio legal, tao attento quanto s. exa., em nao perder ensejo para 
elevar as nuvens as veridicas ou fabulosas operacoes do exercito 
imperial. S. Leopoldo, se trac,a a chronica destas, na maneira espe- 
ciosa que se viu, nao occulta a realidade que as mesmas assaz Hie re- 
velavam. 

Em primeiro lugar, coniessa quao penosa a tarefa a uhin/ir pe- 
lo ditoso pacificador de tres outras provincias. Na da extremadura, 
a situa^ao era assaz illisonjeira para a monarchia: "Os rebeldes do- 
minavam toda a campanha; tinham, pelo menos, 3.000 homens de ca- 
vallaria, e dispunham de um numero de cavallos superior a 25.000. 
O nosso exercito", "11.549 praqras das 3 armas", "alem de nao,ter 
tanta cavallaria, tinha poucas sympathias no campo, e principiou a ope- 
rar com 8.000 cavahos em man estado". 

"A Causa do Govemo, repete noutro passo, tinha na campanha 
poucos affeicoados", ( 2a ) Em segundo lugar, o autor do "Generala- 
to", exposta a situacao dos belligerantes, isto e, o que denomina a ra- 
zao militar do programma adoptado em iins de 1842, passa a dizer so- 
bre a de outra natureza: "A razao politica era de alta magnitude, e de 
tnuita transcendertcia'. ella era mais valiosa do que a militar! Considera- 



( 2T > Offic. em Araripe, de 2S-III-44. 

( 28 ) Idem, idem, a Beoto Manuel, a 15-111-44, "Sabido 6 que os Re- 
publicans nao rogarani, e sim foram rogados para o Convenio de Pon- 
cheverde", eacreveria Almeida, em carta a B. Pires, de 14-111-60, arcfa. do 
aut., ao exhibir o embuste do decreto de 18-XII-44, inculcando o contrario. 
Se isto em. 45, imagine-se que verdade ha no que assoalha Caxias muito 
antes! . . . 

( 2 ») S. Leopoldo, op. cit„ 49, 33, 53. 



— 199 — 

da a guerra da Provincia- debaixo do panto de vista miliiar e politico, o 
politico era o que mats influencia devia ter para a pacificagao. Varios 
peneraes nossos, que nunca commandaram uni exercito tao nurneroso, 
como o do barao de Caxias, julgaram que deviam levar os Riogran- 
denses dissidentes", "a ponia de espada, ou a ferro e joao. Os fa- 
ctos lhes provaram sen ridiculo engano" ! ( 30 ) "As annas da politico, 
hen manejadas pclo General em chefe do exercito do std contribui- 
ram niais para a pacificacao do que as lancets dos nossos cavalleiros, 
e as bayonet as de nossos infantes''. "A politica, a muita perseveran- 
ca, as boas disposkoes, e se quizerem, o auxilio da fortuna, sao as ar- 
mas com que foram vencidos os rebeldes do Riogrande". ( 31 ) Se 
este foi sempre o criterio de Caxias, mais forca positivamente veiu 
a ter elle, apos o evento do serro da Palma ; visto que, neste, os rio- 
grandenses, como haviam feito em Poncheverde, mostravam que as- 
sombros de triumphal vitalidade eram capazes de gerar ainda. A 
verdadc sobre iniciativas para accordo nao e, por modo algum, a 
que Simula emittir na communieaqao para a Corte. Foi elle quern abriu 
as negotiacpes de 43. Se os riograndenses o imitaratn, foi isto por ma- 
neira muito diversa da que consta em sua correspondencia official e 
conforme se vai agora publicar, sem o recurso a novella. 

Episodios da guerra intestina que devorava o Uruguay, tinham 
movido para o antigo districto de Lunarejo, os addictos de Rivera em 
armas contra Oribe, e farrapos e colorados aproveitaram a conjuntura, 
para melhor concerto de seus esforcos, na resistencia a oppor a um e 
outro inimigo. Os entendimentos prelimmares comecaram em vir- 
tude de um habil movimento diplomatico da chanceflaria continentista, 
destinado a arrastar o governo imperial a uma entente; que, se effec- 
tuada, correspondera a um tacito reconhecimento da plena autonomia 
da Provincia insubmissa. Como os habitantes de origem brasileira 
soffressem grandes tropelias na Banda oriental, em consequencia da 
sobredita guerra intestina acola, o gabinete riograndense enderccou 
uma nota a Rivera, em que, depois de mencao de taes abusos, alludia 
a conveniencia de um entendimento entre os governos interessados em 
eliminar tamanhos males ; protegidos, amparados, indistinctamente, 
os cidadaos da novel Republica e os subditos do Imperio. Se o Uru- 
guay tomasse a peito approximar (no que a tal assumpto concernia) 
os partidos contendentes do Brasil austral, quica tivessem, ambos, de 
fegosijar-se com a resultancia da iniciativa de nossos visinhos, — in- 
sinua-se-lhe. 

Recebida a nota, Rivera, indiscrepante, acquiescente, enviou a 
Monte videu a proposta de intervenqao, cujo destino final se ignora. ( 32 ) 



( s0 )-(«) Op cit, 52, 53, 5S 
(32) vide no arch, do aut 



— 200 — 

O que e sabido, aqui se vos exipae, a seguir. Depois dessa confabu- 
lacao diplomatica ou sirnultaneamente com ella, os orientaes e rio- 
grandenses assentaram concluir um solemne tratado, nomeando aquel- 
les seu agente ao dr. Jose Maria Yidal, e estes ao coronel Daniel Go- 
mes de Freitas. Escolhido foi, para local da conferencia, uma estan- 
cia nas pontas do Quarahy. Reunidos na mesma os delegados das 
attas partes contractantes, firmaram, em 6 de marco, um convenio de 
mutuos auxilios na guerra entao existente em ambos lados da raia; 
guerra que seria 3 chamada de recursos, excepto em hypothese ex- 
cepcional, que aconselhasse a dar uma batalha. ( 33 ) Ora bem, Ri- 
vera, que se fez junto de Caxias o transmissor daquella "abertura" 
diplomatica, mauifestatido-lhe "esperar a aceitasse a carte do Rio- 
de-janeiro"; ( 3 *) Rivera, no proprio mez em que restabelecia, por 
um novo convenio, a sua allianca com a Republics : tratou de atirar 
a sua poeira aos olhos do Imperio, 

Por via do proprietario da estancia que fora a sede da confe- 
rencia historiada, mandou notificar ao barao que os principacs da 
RepubSica a que este dava combate, o tinham incumbido de negociar 
com elle. (**) Caxias transmittiu a nova para o Rio-de-janeiro, ap- 
pondo-lhe suas duvidas: "talvez mentira de Rivera, ou alguma nova 
tratada, das que elle costuma imaginar, quando se ve em apuros". ( 3fi ) 
Como no caso anterior, era isso, nao era outra cousa, a obra que foi 
entao posta em estakiro. Isso era e logo iicou evidente, pelo dea* 
fecho do episodio, visto que o generalissimo imperial, numa e noutra 
hypothese colheu a mesma resultancia. Abertas por elle as portas 
ao representante dos color ados, ( 31 ) nao compareceu Rivera, tal 
qual havia feito Luiz Boticario. . . ( 33 ) 

Caxias andava enganado e enganado continuaria, se as circum- 
stancias lhe nao facultam o que militar e diplomaticamente nao con- 
seguia, por seu alvedrio e labuta. S. Leopoldo enumera entre os 
coefficientes modifkr.dores do theatro extremenho, dous, que escasso 
peso tiveram, e como que a contragosto menciona um terceiro, que foi 
no entanto o decisive: "o auxilio da fortima". 

A marcha da narrativa o deixara patente, e nesta passagem ja. o 
fica assaz, porquanto nessa hora, quer dizer, na em que pinta os re- 
beldes ou prestes a largarem as armas ou desistentes, por inteiro, do 
programma emancipador; ( iu ) tentavam elles, com um so tiro, matar 
dous coelhos: ou, antes, abater o menos desejavel, se o mais appete- 
cido lhes frustrasse a cacada, Muito em vez de abandonar a causa 
para elle sacra, da independencia, mais do que nunca o governo da 



( 33 ) Perelra Pinto, vol. Ill, pag. 39. 

( 3 *) Caxias em Araripe, 196, carta de 15-111. 

(35). (36) caxias a Eento Manuel, carta de 30-111, em Araripe, 206. 

(3T).(a»).p S ) vi( j e Caxias, em Araripe, Documentos, 216, 206, 197, 2D6. 



— 201 — 

Revoluclo tratava de grangear-lhe novos esteios e tudo a eapacitava 
de que o momento historico lhe era favoravel. ( 40 ) Descansava quan- 
to a sorte dos interesses publicos vinculados ao Uruguay, em conse- 
quencia do recente pacto: descansava com relacao a aquelles que 
tinham dependencias em Corrientes, poisque dom Joaquim Madaria- 
sa., o novo director dessa Provincia, lhe dava arrhas de sua fiel 
amizade. ( 41 ) Limpas assim as avenidas por onde a podiam lesar a 
tergo, a Republica girou as attenqoes para a outra sua frente politica. 

Debalde tentaram os farrapos solidarisar com o esforco gigan- 
tesco a que se entregavam, os que mui inconsistent es snrgiram em 
provincia s irmas da que permanecia na estacada, quando as demais 
dobravam a cerviz. Pois bem, comquanto os paulistas desouvissem, 
em 42, as propostas de Bento Goncalves, porque este fazia depender 
o seu concurso de que fosse o mesmo em prol, ainda e sempre, do ideaJ 
segregativo; comquanto se houvessem mostrado surdos tins dons 
annos antes, buscam os riograndenses, em 1844, arrastar de novo os 
seus visinhos ao norte, a um pronunciamento retintamente separa- 
tista. Determinou-se o governo continentino a este passo, porque, na 
fronteira se confiava muito ainda no "decidido amor a tiberdade" 
que mostravam aquelles: confiava-se, ainda e sempre, que "alimen- 
tassem em elevado grau o nobre orgulho e sentimentos de seus pais 
e avos". ( 43 ) Deterrninou-se a esse lance, e a um outro, de que se 
falara opportunamente, porque "segundo noticjas reservadas da Cor- 
te, era de esperar-se um feliz e prompto resultado das medidas que 
ali se iam empregar" tambem. ( 43 ) 

Neste presupposto, os gestores da novel Republica unanimes 
convocaram um conselho de "generaes, coroneis, commandantes de 
corpos" e pessoas gradas, ao fim do qual, sendo todos accordes, 
se cogttou de emissario que fosse realisar o que se concebera. (") 
Isto e, primciro entender-se com os proceres da antiga Capitania 
de S. Vicente, e, segundo a frustrar-se ahi o que se tinha em mira, 
transferir-se a propria Capital do Imperio, afim de dar adimple- 
mento ao que nella cumpria intentar-sc. Escolhido foi, para a ardua 
missao, um jovem da maior confianca, Francisco Jose Martins, que 
partiu "escoteiro". (* 5 ) Alem das instruccoes verbaes, recebeu uma 



(*°) Vide no arch, do aut., cartas de Francisco J. da Ptocha, a de 1844 

( 41 ) Vide no arch, do aut., nota de 4-III-44 e as cartas que a com- 
mentam. 

(* 2 ) Carta de Lucas, aos paulistas, em Araripe, 194. 

(*3).(44) Vide Lucas, oft'ic. a Canabarro, dandolhe eonta dos traba- 
lho3 realisados e em andamento, para commover o Brasil centra). Este 
documento, pertencente ao dr. Nestor Ascoly, nao tem data, mas, indubi- 
tavelmente e do prtneipio de maio. 

< 45 ) Depoimento do nomeado emissario, no archivo do autor, que 
proaurou ouvir, sobre isto, um filho ainda vivo, de Theophilo, o senador 



— 202 — 

carta-circuiar, enderecada aos mais grados liberaes da Paulicea e as- 
signada por Lucas. Pronunciava-se elle, na tnesttta, em seu borne 
e no de todos os homens de responsabilidade entre os iusurgentes, que 
para isso Ihe haviatn dado autorisacao. Lucas usava, no papel, da lin- 
guagem mais franca. 

Omittindo o exatne do "bem ou mal com que os tratava o Xm- 
perio do Brasil", como -o das "vantagens, que da uniao com elle ti^ 
nham colhido havia tantos annos", restringiu-se o ministro a "di- 
zer-lhes que parece haver despontado a epoca da feliz emancipacaa" 
da terra de Amador Bueno de Ribetra. Os descendentes desse fa- 
moso patricio colonial, se acaso votados a "esse nobre empenho", 
desde logo podiam "contar com os bracos" dos riograndenses, deci- 
didos a correrem, no pleito, com "os mais onerosos sacrificios", so- 
lemne o affirmava. Se correspondiam com um querer identico, ao 
que era "a vontade geral dos cidadaos da Republica do Riogrande, os 
quaes cordialmente desejam alliar-se, e viver em liga fraternal com 
um povo illustre"; p6r-se-ia ao lado do mesiuo, o do sul, e, consti- 
tuido entre ambos um "laco federal", unidos brilhariam "na lista 
das nacpes independentes e livres". (* 8 ) Foi muni do deste e de outro 
diploma, que Martins encetou a honrosa Jornada. Chegando a seu 
primeiro destino, curta demora teve nelle e proseguiu na viagem, di- 
reito a Corte. Varios dos destinatarios da carta circular tinham des- 
apparecido do numero dos vivos; os demais cerraram ouvidos, mais 
uma feita, as insinuacoes farrapas. ( 4T ) Quando os abriram, uni- 
dos aos mineiros, tarde era, como alhures se dira. Alhures tambem 
ha de constar o desenlace que teve no Rio-de-janeiro, a memorada 
enviatura. Oimpre agora, para nao prererir de todo a ordem chro- 
nologica, assignalar o que occorreu na raia, com o barao de Caxias, 
depois da estrondosa derrota de Francisco Pedro, e da troca de re- 
cados a que se fez ret'erencia. 

Os de Rivera a s. exa., mandou-os elle, depois da assignatura 
do convenio e de larga entrevista com os grandes chefes riogran- 
denses, (* 8 ) e o indicado generalissimo, como receioso de que taes 
communicacpes ou fossem ardil de guerra ou mera conversa fiada, 
nao se deteve, para avistar-se com o retorcido caudilho. "Mandou- 
Ihe" apenas "dizer que, se tinha algum negocio comsigo, viesse ao 
seu catnpo, pois ia seguindo pela fronteira". ( 4B ) Escreveu-lhe epis- 
tola, com as segurancas de que daria boa acolhida ao noticiado emis- 



Christiano Ottoni. Illustre inineiro tionfirmou quanto consta uos informes 
tie Martins, de quern tinha perfeita iembranga. 

(* 6 ) Arartpe, Documentos, 194. Vide q appendice. 

(* T ) Git. depoimento de Martins. 

<* 8 ) Caxias, em Araripe, Documentos, 211. 

(* 9 > Idem, idem, 206 



— 203 — 

sario delle, e que "aguardava gostoso" a promettida visita do general. 
"Ctc este velhaco, que ainda nao esta beni conhecido, e que todavia 
oodera, como das mais vezes, tirar partido dos brasileiros, depois de 
os trair, como tern por costume". "Creio, que suppunha, que eu 
seria tao asno, que passasse a esperar por elle, por Poncheverde, 
emquanto seus amigos me faziam a caridade, por este lado; mas en- 
ganou-se ainda desta vez". ( 50 ) Tinha comecado o falho estratego 
imperial a Jornada de retorno, diante de cujos episodios S, Leopoldo se 
extasia e se derrama em patheticas exdamacoes, mirabolantes, exten- 
sas loas. 

"A alma humana (discreteia Gustavo Le-Bon) . e comparavel 
a um instrumento musical de manejo difticil. A educacao ensina a 
utilisal-o; mas, nunca podera transformar o instrumento de calibre 
medio, em instrumento de typo superior". Se a cultura nao gera 
milagre tal, muito rnenos e capaz de o produzir a louvaminha, por 
mais que a reiterem. Caxias, entao, como antes e depois, continuou 
a patentear o seu nenhum talento militar: impotente entao, como 
antes e depois, contra a vivacissima resistencia farroupilha. Cumpre 
realcar, todavia, meritos seus, que sobresafram muito especialmente 
nessa phase cla campanha, e justo e por no devido relevo. O citado 
publicista forja prodigios, na esperanca de esmaltar com os traqos do 
genio, a carreira militar do seu illustre biographado, e malbarata o 
esforco, com o emprego de arrebiques improprios de tao grave fi- 
gura, com despreso de embellezos legitiniissimos, agora transparentes, 
poisque se preenche alfim o hiato que desmerece a relaeao de 
S. Leopoldo. 

De Uruguayans, Caxias nao vein ao S. Goncalo, como nos deixa 
suppor aquelle. Demorou-se no hinterland, exhibindo a sua boa- 
vontade repressora ou pacificadora, qual se nao vira antes. Redo- 
brou-se-lbe a actividade, e com ella o precato, concorrendo, quanto 
em si cabia, para que se nao assistisse a desastres do tomo dos de 
26 de maio e 16 de marqa ultimo. Cicero admira a rapidez maravi- 
Ihosa de Cesar, a que faz contraste a lentidao pompeiana: "O ccle- 
ritatem incredibilem ! hujus autem nostri. . ." ( &1 ) Os amigos de 
Caxias nao podem falar assim, comquanto os espante a incrivel pres- 
teza de Canabarro. O barao labutou veloz, incansavei, pervigil, e 
nao e para desmerecel-o o facto de, em summa, nada haver obti- 
do: nao no e, se nos atemos a sentence de Horacio. Com effeito, os 
vebeldes, que os papeis otfkiaes e a historiographia pintam ou des- 
feitos em casa ou fugitivos em terra extranha, se moviam livres den- 



( 00 ) Caxias, em Araripe, 196, 217. 

( 51 ) "Opera". XXII, 336, ad. Att., VII, 22. 



— 204 — 

tro em nosso territorio, e, o que e mais, detinham a iniciativa em suas 
operagoes. Urn breve retrospecto vat salientar o que se exara. 

Canabarro, foi dito para traz, depois de burlar os esforqos de 
Bento Manuel e Caxias, retrocedeu, apos haver mandado a Joao An- 
tonio um reforco, com que devia manejar-se, em nova tentativa sobre 
Missoes. Infeliz este na sua entrada, graqas a opportuna marcha 
de flanco, obrada contra elle, por gente da 2. a divisao imperial; bati- 
do foi em Sta. Rosa, ganhando celere terreno para nordeste, com o 
designio de encorporar a sua tropa, a de Portinho. Caxias, previsto, 
mandou occupar as passagens da serra, medida que aliaz nao teve o 
esperado effeito. Joao Antonio, ja unido a aquelle tenente-coronel, 
britou-lhe a linha defensiva. Lograda pela hoste farroupilha uma 
brilhante compensacao em Cavajureta, o general da mesma dilatou 
a sua avancada ate Irapua, de onde retrocedeu, como foi historiado. 
Canabarro entrementes, effectuava o unico movimento de con junto 
que talvez se lhe deva e que jttstifique a sua entrada no mappa dos 
officiaes-generaes. 

Nao somente ?e despoja de vabosos elementos de guerra, quando 
se acha entre 2 poderosas cohimnas do exercito, ambas capazes de 
reduzirem a delle a po; como se arroja a mais. Com um heroismo 
sereno, uma technica perfeita, se determina a attrair sobre si o grosso 
do antagonista, emquanto Joao Antonio se desempenha, alem, do 
que lhe fora commettido, e tanto importava a Republics. Decidindo- 
se com atilamento, fazendo o que lhe era mister com astucia, rebocou 
para oeste Caxias, como para leste rebocara a Bento Manuel. (J 
bando impalpavel de veados corredores, apos haver-se embrenhado 
com as duas matilhas pe.rseguidoras no districto de Entre-rios, fugiu 
repentino a contactos com o inimigo, de modo tal, que este, por sup- 
por distante ou dispersa a hoste da R.epublica, jutgou nao haver o 
minimo risco ou inconveniencia em distanciar tambem tunas das ou- 
tras as suas grandes uuidades. Emquanto Bento Manuel, egresso 
daquelle districto, entrava no de Bage, e, no rumo das pontas de Ca- 
tnaqua, procurava o adverso partido ; o seu jerarcha dirigia as mar- 
chas para o "rincao" de Saica, onde sua chegada foi certamente sa- 
bida par Joao Antonio, occasionando a sua rapida volta a Cima-da- 
serr&, e reentrada em Missoes, evento ja narrado. 

Ora bem, desde que os " hombeiros" de Canabarro lhe deram se- 
guranqas de que por segunda vez Caxias lhe propiciava ensejo para 
uma vantagem, entendeu-se com Bento Goncalves, e este grande es- 
tratego da Republica assentou piano que lhe pudcra grangear louros ana- 
iogos aos de Poncheverde. Emquanto o generalissimo farrapo, num 
vertiginoso movimento, passava do flanco direito, a testa da 2." di- 
visao imperial e a etitretinha por alturas da coxilba do Talaveira, nas- 
centes do referido Camaqua, Bento Goncalves. unido a Netto e a 
todos os commandos subalternos a laborarem no valk desse f lumen. 



— 205 — 

i-orriain-Ae para occidente, afim de se unirem ao grossa do exercito 
na Tapera-do-Rufino, posicao ao sul daquella outra e tambem sobre 
tim dos varios surgidouros do nomeado curso dagua. 

Movimento igual, alvitrado em novembro, ( 32 ) talhara: tinha 
agora complete* exito. Manejadas as diversas unidades por homem 
da capacidade militar do ex-presidente, a encorporacao em 1844 se 
effectuou. conio essa, ja relembrada, de 1843. (**) Nao poude lo- 
grar a primeira, no entanto, a resulta que se conseguira com a se- 
gunda. Bento Manuel, que da mencionada collina se encaminhava. 
mais lima vez illuso, a preparada ratoeira. presentiu, a tempo, o 
risco a que o arrastavam. Notado o perigo, deu contra-vapor : nu- 
ma violenta marcha, deixou-se cair sobre a coxilha de Gabriel-Macha- 
do; sitio onde tinha certeza de eneontrar-se com a vanguarda de sen 
generalissimo. Este, ja noticioso da operacao de larga envergadura 
que Bento Goncalves iniciava, partiu zeloso a escudar a divisao cu- 
ja sorte bavia tanto compromettido, em maio antecedente. ( 54 ) O 
brigadeiro traidor, segundo expressao do supremo guia dos tarrapos, 
em vez de aceitar a festa para que o invitavam, negou-se a combater: 
"alongou-se covardemente", buscando "reforcar-se com os batalhoes 
que Ihe enviava o barao de Caxias". ( 5i ) Mas, cumpre reconhecer 
que nunca jamais como ahi teve applicacao aquelle ensino militar do 
"Refranero", de que evidentemente se lembraram os maioraes da 
Revolucao: A enemigo que hnye, puente de plata. ( 6a ) 

Representa este um dos melhores services de Caxias a legali- 
dade, que, pela ultima vez, nessa guerra, esteve in articulo mortis. Ao 
tempo em que S. Leopoldo o declara em marcha direito a Pelotas. 
cousa muito diversa fazia. Mui longe dahi, no coracao do Continen- 
te, foi que soube da nuvem que ameacava a 2. a divisao, nessa hora 
com effectives destacados alhures ; como em mingua os tinha, na 
vespera de sen desastre em 26 de maio. E*sollicito partiu, celere, 
a resguardar o seu talentoso, quanto, para elle tambem, infido colla- 
borador; salvo, assim, de qualquer empreza subsequente dos insur- 
reetos. Nada mais intentaram elles, tempo e de addir, porque, em 
face do opportuno movimento protector do estratego do partido an- 
tagonista, "maliograva-se" o piano do egregio cabo que, em campo 
raso, esteve a ponto de dar tuna terceira grande bcao a Bento 
Manuel. ( 5T ) 



(° 2 ) Canabarro, offic. de 5-XI-43. Arcli. do aut. 

< 5S ) Vide no arch, do aut., ordem-do-dia de Canabarro, n." 3 de 21- 

IH-44, e Caxias, offic de 5-II-44. Arch, do aut. 

("> Caxias, offic, de 5-II-44. Arch, do aut. 

< ss ) Canabarro, ordem-do-dia a.* 3, de 21-111, ja cit. 

( 5e ) Rodriguez Marin, 7. 

( a *> Cit. ordem-do-dia de Canabarro. 



— 206 — 

Isempta de um golpe de mestre a tropa a cuja testa no momento 
se achava o "traidor", cogi.tou.-se de vumeral-o em elementos da zona 
de sua jurisdiccao militar, como se lhe f izera pouco antes, noutra avan- 
cada para leste, da 2. a divisao. Do proprio campo do Rufino, que os 
liberaes abandonaram, voou Netto sobre Alegrete, com os 3.°, 11." 
corpos de guardas-nacionaes e o 2° de lanceiros da l. a liuha, com in- 
tuito de arrebatar os solipedes aii em deposito, se a algo mais se nao 
pudesse arrojar, Quanto aos outros riograndenses, como falho o 
objectivo da "juncao", ( 58 ) recorreram a soeira tactica: dividiram-se. 
Canabarro, com o grosso das tropas, girou {rente a retaguarda, direito 
a raia, pelo passo da Guarda-velha, no Sta. Maria. Bento Goncalves. 
com as formacoes de ordinario laborando sobre as duas margens do 
Camaqua, retraiu-se valle a dentro; ao tempo em que o exercito im- 
perial, ja recongregado, reencetava as operacoes, em maneira que ar- 
tificioso descreve Caxias, num de seus papeis officiaes. 

Vira-se atacado urbi et orbi, pela imprudencia com que tinha en- 
fraquecido a Bento Manuel pouco antes de sua derrota em Ponche- 
verde, e agora, por analoga impericia, estivera aqnelle caudilho a 
beira de equivalente abysmo. Bern patente o duplo erro. O barao, 
no entanto, alem de pintar as cousas a seu capricho antes do frustro 
encontro na Tapera-do-Rufino, desenha as que subseguiram, de geito 
a valorisar-se, como cabo de guerra. Affirma eategorico, que dando 
preceitos a Bento Manuel, para que perseguisse a Canabarro, instituira 
em pessoa o acalcamento de Netto, a quern seguiu, em rumo da estancia 
do Barreto. ( 59 ) Ora, a verdade e muito outra e tinha que ser muito 
outra. Nao ousaria fragmentar o exercito, para que se renovasse de 
subito uma infaustissima conjuntura belltca, diante de f orcas inimigas 
ainda proximas e que se reuniam com extrema facilidade, qual mui 
uotorio. A verdade e que Bento Manuel, deixatido, acto continue, o 
pesado reforco que o sal^ara de um desastre, partiu em socxorro do 
AJegrete, pelo Cavera, ( so ) seguido, a marchas mais curtas, pelo seu 
jerarcha. 

Adiantavanvse ambas divisoes legaes para a ex-Capital da Repu- 
blica e entao reducto do Imperio, quando Netto, em "rapidas" anda- 
duras, a 8 de fevereiro alcancou a predita cidade, cujo presidio, por 
vigilante e cauto, nao toi colhido de surpreza, qual succedera em 15 
de agosto anterior. Se bem fosse gente que pelo seu armamen.to podia 
defrontar-se com o inimigo mui vantajosameitte — nada menos de 2 
pequenos batalhoes, 1 cento de cavallaria, 1 ptinho de artilheiros, com 
2 canhdes — conservou-se ella encerrada na praca, muito queda. Net- 



( 53 ) Cit. ordem-do-dia n.° 3. 

< 5a ) Cit. of fie. de Caxias. 

( ao ) Cit. ordem-do-dia de David 



— 207 — 

to coino lte nao fora possivel acommettel-a ;i viva forca, com a clas- 
se de tropa que conduzia, pouco obteve, desgracadamente para sua 
bandeira. Restringiram-se as hostilidades a isto: rebate numa guarda, 
pelas "avanqadas" farrapas, as quaes mataram a 4 e aprisionarm a 
2 legalistas. 

Conseguido o principal desideratum dos atacantes, que era a to- 
madia de "cavalhadas e recursos" de guerra, s. exa., com um despo- 
jo de mais de I milhar de solipedes, voltou, como fizera Eento Con- 
ceives, a sua "querencia", depois de carta demora, no grosso do exer- 
cito. ( fll ) O do inimigo, certo de cair-lhe em cima, avanc,ava, nesse 
em meio, debalde ja se viu ; ma sorte que coloriu tambem Caxias, a 
seu modo. ( a2 ) Ja mui internado em o districto de Entre-rios, o ge- 
neralissimo determinou a Bento Manuel que se dirigisse a Missoes, 
para varrer desse territorio a hoste de joao Antonio, ( fl3 ) emquanto 
elle, em pessoa, ia occupar-se da de Canabarro, de quern houvera se- 
guras noticias. Nao tinha mais apprehensocs, o realista, a respeito 
das unidades que comsigo trazia, desde que soube, por fim, se haver 
desaggremiado na Tapera-do-Rttfino, a totalidade das forces armadas 
da Republica. 

Girou, fcranqujllo agora, .sobre a mais grossa, que, depois de para- 
da no Moreira, proseguia avante, na sua dilecta "cancha" dos mezes 
ultirnos, Incokime e tambem socegado andou Canabarro para occi- 
dente, como quern se achega aos "pagos" da familia, adiantando-se, 
livre de embaracos, ate Bento Correia, estancia da "redondeza" de 
Santanna. (**) Caxias, a quern prestes se uniu Bento Manuel, apos 
inutil irrupcao em Missoes : ( m ) Caxias, reforcado por este veterano, 
cogitou de fulminar a Canabarro, estreitando-o, por modo que lhe 
nao f ugisse. Outro baldo empenho, adivinha-se .' O cabo insurrecfo, 
depois de fazel-o estragar solipedes ate as beiras do Uruguay, contra- 
marchou verriginoso, pondo em uso a tactica beduina, a que fjbr ulti- 
mo se avezavam tanto os seus confrades; tactica opportuna, que con- 
sistia no esfarelamento hoje, do exercito, para fazel-o surgir amanha, 
compacto e de ponto em branco, sobre as linhas adversas. C' a ) 

Diante de rnna sombra eternamente fugitiva agora, Caxia^ em- 
prehendeu a sua Jornada de retorno, e, depois de postar a Bento Ma- 
nuel em S. Diogo, com 2.000 homens, ganhou terreno para leste, em 
marcha* compassadas. para avisinhar-se do S. Gonqalo. Attingidas 



( al > Cit. ordem-do-dia de David. Vide tambem Caxias, offio, de nota 
a seguir. 

C 2 ) Cit offlc. do commandante-chefe dos imperiaes. 

C 3 ) Cit. ordem-do-dia. 

(**) Offic. do general, em 5-II-44. Arch, do aut. 

(* 6 ) Cit. ordem-do-dia n.° 3. 

(«*) Vide no arch, do aut., parecev a respeito da guerra civil do sul. 



— 208 — " 

as margens de um affluente, o Piratiny, acanipou o exercito ddle, e 
ioi o brigadeiro a Portoalegre, arrecadar fundos para o cofre militar, 
ja exhausto, e para "fazer eessar as ladroeiras que se estavam eacan- 
dalosamente praticando" nesta cidade; ladroeiras que o honesto sol- 
dado combatia a entrance. Tinha-as muito em vista, desde que assumiu 
o commando no sul, onde formigavam osdarapios, notado entao, entre 
os passiveis de maxima fesponsabilidadc, o desearadissimo Bento Ma- 
nuel, rapaz de indiscutida proeminencia na malta dos rapazea de gra 
duado tomo, (* r ) O que fez mais tarda, correctissimo, o duque, l\m- 
patido as cavallaricas de Augias, no Paraguay, foi a continuant) do 
que tinha ja effectuado, austero, nas estallas do rei da Elida, sitas 
ao nosso meiodia. 

Nessa visita ao centro politico da Provincia, com a diffusao da 
citada lepra, verificou s. exa. quanto persistia generalisada ainda, a 
f ebre revolucionaria, na crrcumvismhan^a. Os insurgentes, que reali- 
savam, alhures, de quando em quando apenas, a guerra de reeursos, 
mantinham immutavel a de montoneras, no valle do Jacuhy. Constant? 
a accao das partidas adversas ao throno; secundarias porem incommo- 
dativas hostilidades, de que houve uma de maior nota a 2 de maio. 
Isto succedeu precisamente no decurso da memorada estada do gene- 
ral-presidente na sede de sen duplo governo ; quem se \'iu constrangido 
a assistir, de bracos cruzados, a essa victoriasinha insurrecta, ali 
bem as suas barbas. 

S. exa. contava estar com o exercito a 5, mas, ou retido por es~ 
tas ou por outras novidades, foi mais tarde que la se encontron. An- 
tes de deixar a zona do "centro", expediu instruccoes que tinham re- 
lacao com o pertinacissimo Jarrapismo da antiga comarca Abrilina ; 
"infestada de rebeldes", mormente no municipio do Triumpho, ( 68 ) 
Depois tao somente de assignar e fazer circular esses actos e que re- 
tomou o commando supremo, com o piano de "seguir bem de per to" 
("o inimigo, que estavd entao em Candiota"), merce de "4. (XX) ca- 
vallos gordos", que levaria comsigo do "rincao dos Touros". "No 
caso de ter de parar, deveria fazelo pelas immediacoes de Bage, para 
nao deixar ao inimigo lugar para mvernar". (° 9 ) 

Mas, tempo e de refer ir o que occorrera entremeutes, no outro 
campo. O grosso do exercito continentino, depois da entrada de Ca- 
xias no districto de lintre-rios, pairava em abril pelas nascentes do 
arroio Velhaco, (™) de onde Canabarro passou a estancia marginal 



( 6T ) Caxias, offic. tie l-V-44. Arch, do aat. 

( 8S ) Idem, offics. de 1-V, 7-VI, 20-VI, 21-VI-44. Arch, do alitor. 

( 68 ) Idem, eit. of lie. de 1-V. 

< 70 ) Canabarro, offics. de 29-IV (tres) e 30-IV-44 <dous). Arc*. Jo 
aut. 



— 209 — 

dc Poncheverde, com o fito de reconstiruir "provisoriamente" as tro- 
pas liberaes. Em ordem-do-dia n.° 40, de 26, deu noticia da mesma, 
por modo completo. Mudada a numeracao das antigos corpos, distri- 
butdos eram em 9 brigadas, corao estas em 4 divisSes, commandadas, 
a 1.*, por Bento Gonqalves, a 2. a por Nctto, a 3. fl , por Joao Antonio, 
a 4. a , por quem no serro da Palma havia mostrado ter jus as esporas 
de ouro dos officiaes-generaes. Antonio Manuel, como Teixeira, a 
quem nesse acto se destinou a chefia da 5. a brigada, estavam, por 
desgra^a da Republica, em servie,o fora do entao presente arraial do 
exercito, quando foi elle reorganisado, e tiveram pouco depois urn 
fim desastroso, que muito contribuiu para desluzir o nome do gene- 
ralissimo farroupilha. Constara avante a chronica do triste e duplo 
even to. Na presente altura, cumpre tracar opportune reparo, suscitado 
pela menqao dessa ordem-do-dia, que outra faz recordar. Allude-se 
a de n.° 3, muito de dtar-se, quando Canabarro principia a sentir, el!e 
tambem, a piia das acerbas censuras, e que censuras ! ! 

Lembrado o intrepido guerreiro das que favoneara ou compar- 
| tilhara, diria de si para comsigo, o que advertem as letras classicas, se 
as tivesse cultivado, id est. que a pena vein tarde, mas, silenciosa vem: 
f Sera, lamen tacitis poena venit pedihus". ( 71 ) Nao soou ainda a 
hora, comtudo, de por em relevo este assumpto; cumpre tracar a glo- 
sa que outro reclama. Durante a sua presidencia e mando supremo, 
Bento Goncalves multiplicou, sobremaneira, as demonstrates de uma 
olympica serenidade e magnifica generosidade. Quando Ihe requeria 
o bem publico, dadivoso e longanime deu sempre, e sem hesita^oes, o 
primeiro passo conciliatorio. Aqui o iniciou, para reattrair a acttvidade 
politica o remexido Ulhoa Cintra, quem, julgando-se desdenhado, her- 
vava bem as setas vibradas em direitura ou de ricochete sobre o gene- 
ral-presidente ; ( 72 ) acola, tudo fez para desarmar a OnotTe, patrio- 
ta sincero, quanto cego no rancor, bravio na contumelia. 

Sciente o chefe da revoluc,ao de quanto lhe era desaffeicoado o 
valerate companheiro, buscou, ja em 1839, entender-se com elle, ( I8 ) 
e, a despeito de persistir nesta acerba ma vontade, nuuca lhe negou 
postos de realce: nunca, nunca jamais, nem mesmo quando Onofre 
se deliberou a ser o homem darmas da opposicao, Depois ainda, ja quan- 
do muito notorias as truculencias que acabaram por sacrifical-o, desi- 
gnou o mais declarado antagonista do governo para um commando hon- 
rosissimo, o do mais selecto, mais retinto gremio farroupilha; os guar- 
das-nacionaes da comarca de Piratiny, onde aliaz o nomeado foi recebi- 
do com desfavor ou repulsa, (**) Ora bem, mudada a situa^ao politica 



(«) Tibullo, -Opera'', I, 4, Vide tambem Horacio, Odes. Ill, 32. 
( T2 ) Constam alhures as fontes do que se exara. 
(™) Vide o Dlario do sargento. 

(") Vide no arch do aut., diversas pecas de 1S42-43. Tambem a cor- 
reapondencia da legacao em Montevideo. 



— 210 — 

e militar, em 1843, o criterio que imperou foi outro. Se Jupiter Tonante 
nao excluiu Bento Goncalves, porque o afastamento delle causaria no 
exterior um effeito extremamente deleterio, manteve a sacris todos os 
amigos do iniciador do movimento de emancipacao. Netto, exempli 
gratia, da chefatura interina do exrcito e da direcqao effectiva do es- 
tado-maior, viu-se reduzido a escolta dos que o seguiam, por simples 
apego pessoal. ( T5 ) 

Mas, "o homem se agita v apenas, as circumstancias e que o con- 
duzem, e dentro de pouco se foi sentindo a falta que produziam os 
collaboradores de Bento Goncalves, e merce disto, foi cambiando a 
attitude dos que mandavain. com relacao a elles. Ja houve referenda 
ao peso que Jose Mariano volveu a ter nas cousas da rcvolucao. Al- 
meida, que se pintara como a alma damnada do circulo maiorista, re- 
cebe de Lucas, um dos expoentes maximos do gremio opposto, a mais 
expressiva prova de apreco, no minuto mesmo em que, por obra alheia, 
o ex-ministro podia ser definitivamente arredado do scenario conti- 
nentino. ( 76 ) E nao ficam por ahi estas gratas mudancas. No pro- 
prio dia em que occorre o facto que por ultimo se relatou, Canabarro, 
um pouquito mais humanisado, vale-se do que succedera na Tapera- 
do-Rufino, para um tantinho desautorisar as negras versoes de que 
Onofre se tinha feito voluntario interprete, como portavoz da opposi* 
cao, O generalissimo, ao noticiar o concur so que Ihe prestaram doqs 
collegas, Bento Goncalves e Netto, se menciona tout court o nome do 
ultimo refere-se ao do primeiro, com a anteposicao de significativo e 
opportuno epitheto, qualifkando-o de "o respeitavel general". . . Tem- 
pore mutantur! 

O que se nao alterava era o systema de gucrra. O vigente, se 
nao assegurou resolutoria vantagem aos revolucionarios, nao trazia 
a paz, que desde tanto annunciavam os legalistas, eternamente a disse- 
minarem, com infinkos boatos, os seus fantasticos, irreaes triumphos : 
pois erguidas a condiqao de valiosos feitos de guerra, meras escara- 
muc,as ou recontros da mesma igualha. Mais chegados a verdade, os rio- 
grandenses enviam ao governo do Brasil uma "Exposicao fiel da5 



( T5 ) Vide no arch, do aut., Netto, carta a Lucas, em 16-VIII-43. 

( TR ) Vide em Araripe, Documentos, Almeida, cartas de 13-111-44 a 
Jardim, Lucas, e uo arch, do aut., a resposta do ultimo. Tres lustros de- 
pois, Lucas trata Almeida de seu "venerado amigo", em carta de 27-111-59 
(arch, do aut.) e noutra, da mesma colleegao, dirige-se-lhe. com estas pa- 
lavras: "Meu nobre Almeida". Assim fala ao coetaneo a quern A. Vicente 
buscou infamar e que outro comparsa delle, o padre Chagas, tambem rude- 
mente atacou. Este, por igual, voltou atraz. Em carta de 29-V-59, (arch, 
do aut.) qualifica Almeida de seu "respeitabilissimo Amigo e antigo com- 
panheiro" e firma assim: "De V. Sa. servo e aCfectuosissimo e obrigadlssi- 
mo ero.". Suum euigue deeus posteritas rependit, assenta com razao Tacito. 
nos "Annaes", IV, 35. . . 



— 211 — 

operates e successos mais notaveis occorridos desde os primeiros dias 
de dezembro do anno de 1842 ate 3 de maio" do entao corrente ; em que 
deixam patente, a luz meridiana, a nullidade absoluta da acgao militar 
de Caxias. (") Esse relato ha sido mui aproveitado, em o que consta 
no presente livro, e antes de passar a outro argumento, nao e fora de 
proposito o traslado do que informs, a respeito, nao das van tag-ens do 
Imperio, sim das que, no periodo supra, logrou a Republica, uma dellas 
dc grande, merecida retumbancia. 

Enumeradas as victorias em serro da Palma e Conceiqao, aponta 
ainda em marco, a 24, no Quarahy, a derrota dc Joaquim de Vargas ; 
a de 7 de abril, no passo da Lagoa, em que Vasco Alves teve 43 bai- 
xas, sendo 26 por morte e 17 por aprisionamento. Addita. em se- 
guida, mais dous infortunios da gentc imperial, a 22 e 29, urn sobre 
o rio Piratiny, que amargou Emigdio Rodrigues, e outro na estancia 
de Antonio Francisco, em que o nialtratado pela sorte foi Andrade 
Neves, a quern ella reservava, mais tarde, um luzido posto na galeria 
dos heroes nacionaes. Merece reproduzida, esta proeza do insigne 
Farrapo triumphador na portentosa Jornada a que ' se fez referenda 
por ultimo, Narra o que foi, Lucas, o autor da "Exposicao" ao go- 
v'erno de s. magestade. Nao o faz, porem, com o devido realce e cum- 
pre JHnsrrar aqui a.s versoes do farrapo, com a que nos legou um ca- 
ramuru e tambem com as que recolheu o autor, desde a juventude. 

E' de saber-se que em comeqo do 2." quartel do anno entao fluen- 
te, Andrade Neves, que mandava o 9." corpo de cavallaria da guarda-na- 
cional, e Jose Fernandes dos Santos Pereira, que detinha a chcfatura 
de um batalhao de veteranos, ergueram seu arraial na ''estancia" cha- 
mada de Antonio- Francisco, propriedade do tenente legalista Innocencio 
Braga, e sita a uma e outra beira da estrada que leva, por uma banda, 
ao Alegrete, pela opposta, ao Rosario. O terreno, como elemento de 
defeza, aproveitado foi no melhor modo. Para a frente da casa da fa- 
zenda, numa baixada, havia um "eapao", de junto do qual se extendia 
ate a zona de transito publico, e a!em, uma "sanga", cujas agnas desciam 
da parte mais eminente da redondeza. Nesta, dando costaneiras a tor- 
rente, abarracou-se a cavallaria; a sua esquerda, e a alguma distancia, 
na baixada referida, o batalhao, tendo a retaguarda o mattinho supra 
e para a frente o trem de viaturas : 6 "carretas de boi". Ambos corpos 
estabeleceram as precisas guardas de testa c um cordao de vedetas, em 
torno dos dous campos. 

Senao impossivel, dif ficilima parecia uma surpreza, quando immi- 
nente estava uma, das mais completas, mais brilhantes, mais fecundas. 
na quadra homerica. Resolveram-se a empreza arriscadissima, 35 bra- 
vos da ala de namorados da Republica, de que era cabo nesse tempo o 



< TT ) Vide arch, do aut e Araripe, Documentos, 229. 



— 212 — 

fabuloso tenente-coronel Manuel Carvalho de Aragao Silva, mais co- 
nhecido pelo diminutivo de Carvalhinho ou pelo agnome familiar de 
Manduca. Temerarios eram todos, mas, a impavidez e arrojo nao 
lograriam exito na conjuntura, se Ihes nao faz boa companha o ardil. 
Tndispensabilissimo era enganar a gente da linha extrema de vigilancia. 
de outra maneira nao haveria nem tempo, nem enscjo para o golpe. 

Sobre correr-se a um mallogro, havia o risco do exterminio, se os 
infantes entram em scena. O heroico troco, disto convkto, fez enorme 
volta, de geito a surgir nas visinhancas do sen alvo, por um horisonte 
que ali se teria como limpo de inimigos. Isto e, do interior, por- 
quanto notorio pairarem os farrapos em seu cosnplexo, na zona 
raiana ao sul. Acercaram-se passo a passo. Tal qual se fosse um 
contingente da mesma bandeira. Topando com as primeiras escul- 
cas, inquiriram onde estava aeampado Andrade Neves, e tiveram, 
com a resposta, noticia particularisada, exacta, do acampamen- 
to. Feitas as despedidas, Manduca, "sempre ao passito, vai 
seguindo adiante". "Segue assim, sempre assim, nunca se apres- 
sa". ( rs ) Com a mais apparente indifferenca on isempcao, achega- 
se ao antagonista. E como vinha a forca inteira nesse torn e ja 
era vista para dentro da linha da vedetas, nao deram signaes de a 
l'arma, na segunda ork de owtras 9, postadas mais para dentro. 
sobre o pouso dos 2 corpos reaccionarios. 

Favorecidos assim pelo estratagema, os livres se acharam, im- 
presentidos, ou melhor, irreconhecidos, no centro mesmo da zona 
adversa, entre uma e outra unidade imperial, e a distancia de pre- 
ceito justamente, para a estreia repentina do que premeditavam. 
Era a 1 da madrugada de 29 de abril ; isto e, do mez das victorias 
farrapas. Subito ouviu-se a voz de Manduca. o terribilimo guia da- 
quelles immortaes centauros, que manda celerissimo desaferrar a 
carga. Os 35 partem vertiginosos, como uma rajada estruidora do 
pampeiro natio. Desmontam o sarilho das lancas, caem de rijo sobre 
os cavallarianos attonitos, ceifam aos que estavam de vigilia, aos que 
acordavam com o tropel. Num apice, de 200 que eram, ficam no 
terreno mais de 90: "Mortos mais de 30 e feridos mais de 60", 
Retira em seguida o sublime pugilo, "sem o minimo prejuizo", lc- 
vando comsigo "20 prisioneiros", incluso um alferes, alem de "ar- 
mamentos e municoes". ( 79 ) 

Ouvido o que foi trovao de uma arrancada fulminea, irresisti- 
vel, insuperavel, moveu~se a tropa veterana tie infantaria, para acudir. 
mas, ou porque houvesse hesitacoes na mesma, ou porque o "repe- 
cho" a galgar obstasse o prompto soccorro : chegou elle tarde e a rrtas 



(T8) Vargas Netto, "Tropilha crioula", 75. 
( 7St ) Major Rodrigues Pereira, op. cit.. 92. 



— 213 — 

horas. Quando surgiu na convulsa arena, vasia estava de amigos, 
porqtifi tinham dado as de Villa-Diogo, "bitscando refugio nas bre- 
nhas" convisinhas, e os inimigos quasi se nao viam, a trotesinho. 
nas sombras da noute, como uma cavalgada. mais de fantasmas im- 
palpaveis, do que urn complexo de seres de humana contextura! ( ao ) 

Assentou-se, para traz que merce deste maravilhoso lance tivera 
fecho de ouro a carreira triumphal do inclitissimo Carvalhinho. Re- 
brilhante, fecho da sua e das armas da Republics, riograndense. que 
mais uma vez dcixavam transparente o que haviam sido e airtda 
eram. Isto a de.speito do que tinha obrado para enfraquecel-as uma ne- 
gra discordia e a deploranda orientaqao ou desorientacjao de Cana- 
barro. Vadllara, qual Monk, no instante de dar apoio ao movimento 
libertador. Ao abrir-se a crise de vida ou morte para elle, mostra- 
va-se de subito determinadissimo, qual Monk, ainda em hypothese 
analoga, a por um eravo nas rodas do carro da grande Revolucao ; des- 
tinada assim a succumbir, com a falta de um braco de tamanho po- 
der, na mareha dos acontecimentos. 

Nao soara, entretanto, a hora mais tragica da Republica. An- 
tes de chegada a ingrata conjuntura, iam os fieis da grande causa 
augmentando, sempre que havia ensejo, a colheita dos louros a que 
andavam affeitos, no decennio batalhador, — nao ja para ornato do 
altar da nova Patria, sim para lustre do monumento funerario que 
atravez dos seculos a faria lembrada, honrada, adrnirada, entre os 
povos que mais sobresairam ou sobresaem na historia. Uma de taes 
opportunidades se aproveitou, na indomabilissima zona do Jacuhy, 
por modo equivalente a aquelle, e mui digno de celebrar-se. Foi ali- 
tor da nova proeza o irrequieto Jose Custodio. Depois de povoar 
de sustos, com as suas magnificas travessuras, as guarniqoes do 
Jacuhy, ousou internar-se ate S. Ijeopoldo. Ahi, uuido a Candinho. 
outro cabecilha das pertinazes montoncras abrilinas, apodera-se de 
uma canoa de tolda, pertencente ao inimigo, e arroja-se a mais ainda. 
Desce o rio dos Sinos, penetra dentro no Guahyba, estacao habitual 
de forte esquadrilba legalista. Subtil dirige-se a Pintada, onde pos- 
tado um lanchao de guerra, para o registro de embarcacoes. Ataca-o, 
e o toma a viva forca, a 25 de maio. Realisada a abordagem, "ape- 
sar da resistencia" que encontrava, Jose Custodio ficou senhor do 
bareo, entregue logo is chammas, a vista da Capital. Quando as 
vedetas navaes deram aviso do successo ao capitao-tenente Gama 
Rosa, chefe da referida estacao, desceu elle do Jacuhy para acudir. 
mas, nem salvou o seu barco, nem logron akancar o temerario autor 
da facanha. ja em terra, a caminho da Encruzilhada ! ( 81 ) 



(3oj vide para o que figura entre aspas. a "ExposigSo" de Lucas, 
t 81 ) Caxias, offic. de 22-VII-44. 



— 214 — 

Mas, a fortuna e varia; se ate maio se mostrou obsequiosa, eni 
junho deu as costas a quem andava a favorecer. Chegou com esse 
mez a hora de prova, tambem para Canabarro, que determinara 
operac,ao de que ja se falou, em recentes allusoes as primeiras som 
bras no prestigio do general em chefe. 

Nestas se nomeia a Antonio Manuel. Depois do destrocp do ini- 
migo, no faustosissimo 16 de marco, o illustre guerreiro se aprom- 
ptava para arrancar do antro o tremendo Francisco Pedro, quando 
o seu jerarcha lhe deu antes uma incumbencia que o brioso coronel 
reputou indigna de si ( s2 ) e a qual se sujeitoa com exemplar disciplina, 
se bem nao no habilitassem com elementos de guerra indispensaveis em 
tao arriscada empreza. S. exa., mandou fazer, na praca de JaguarSo, 
uma compra de fazendas para o exerctio. Pagas seriam em encon- 
tro de contas, visto que o commercio da localidade havia muito nao 
entrava nos cofres do erario com os impostos devidos, c o prestante. 
provecto militar nao descumpriu as ordens recebidas. Se temerario, 
qual se classificou, anterior e identico service imposto a Teixeira, su- 
biam de ponto agora os riscos, por se achat o presidio em si nao insi- 
gnificante, resguardado ao longe por 1,000 homens, ao mando de urn 
veterano da forca de Moringue, Constava de 50 pracas de infantaria 
e cavallaria, com apoio, nas aguas, de 1 canhoneira e 1 lanchao de 
guerra. 

Antonio Manuel, antes de lancar-se na aventuva, procurou incui- 
cas, Em officio a Lucas, depois de significar-lhe haver deixado o 
exercito inimigo pela estancia do Cunha e o da Republica sobre Upa- 
maroly, requereu lhe desse noticias exactas a respeito do vencido do 
serro da Palma, como da gcnte que tinha entao a seu dispor. Sabia 
que, depois do destroco £6ra ahrigar-se, "pelas duas horas da tarde, 
na estancia do Bahu, aonde so esteve curando dos graves ferimentos 
que recebeu". Sabia, mais, que se retirara desse refugio, "levando 
comsigo" apenas 40 ''homens, e que entre estes so iam 6 que nao 
tinham ferimentos" e que "todos iam muito desmoralisados". ( 8a ) 
Excluso o que relatara Mariano Gloria, nada mais constava acerca 
do inimigo. Emquanto o valente major que fora urn dos maximos 
batalhadores do serro da Palma, saira desse lustroso campo, a per- 
seguir os fugitives, ate as pontas do Jaguarao e Torrinhas; o coronel 
persistiu as escuras. Nada mais soube, ou seja de Moringue ou se- 
ja de outrem, e nenhuma noqao precisa tinha do becco sinistra em 
que se ia metter. Dahi o pedido que enderecou ao ministro da guer- 
ra; cuja resposta, se lha deu, se ignora qual foi. O que com tris- 
teza consta, e o fadario que correu, ate o seu holocausto, o prestimo- 
so repubtico. 



( S3 ) Infornie verbal, de Beco Jardim. 

( 83 ) Mariano Gloria, parte a Amaral, a 19-III-4 Arch, do aut. 



— 21S — 

Movendo-se com a bravura, tino, circumspeccao, . disciplina, que 
o caracterisavam, logrou, sem que o presentisse a divisao de Fran- 
cisco Pedro, avisinhar-se de seu objectivo, em cujas beiras descansou 
a tropa, cm a noute de 20 do fluente junho. Na madrugada seguin- 
te fez sair "em descoberta" uma parti da. Achou a villa em total 
desperceb/mento do que juntinho occorria. Dando, porem, as sen- 
tinellas exteriores com a avancada revel, houve immediata "cbatna- 
da ligeira", Em vista do acontecido, Antonio Manuel, escondendo 
o grosso dos delle, "entreteve" a prae.a com "uma guerrilha", desti- 
nada a attrair, para extramuros, a guarnicao, e, ao notar que se afou- 
tava a pelejar, sempre a sombra e certo, dos sens naturaes reparos 
— a das muitas paredes e das baterias fluetuantes — desaferrou o 
acommettimento. Distribuida a sua "valente cavallaria" em 2 esqua- 
droes, carregaram a fundo, com o apoio de "alguns clavineiros a pe". 
Sacudidos por urn vendavel, os caramurus foram levados de rojo 
ate a praia, depois de perderem alguns "cavallos encilhados", alguns 
mortos, como 2 feridos, que os atacantes aprisionaram. Gracas, 
porem, ao intense fogo de bordo., que mais uma vez salvava os im- 
periaes sobreviventes, metteram-se dentro do quartel, forte edificio 
a beira-rio, onde se mantiveram incolumes, deixando a praca nas 
maos dos vencedores. 

Desgracadamente para estes, o combate se venovou. Approxi- 
mava-se uma segunda canhoneira, de cujo convez desceu um "refor- 
90 de infantaria", que trouxe grande melhora aos defensores do lu- 
gar. Juntos os precedentes e os recem-chegados, vieram a la rescous- 
se, "audacia" que o "valoroso" Antonio Manuel contrabateu, "levan- 
do-os ate o quartel, debaixo de todo o fogo dos vasos de guerra". 
Succeder-ibeda, porem, o que ninguem pudera vaticinar. ( S4 ) As balas 
de terra e dagua o respeitaram e uma, de braco alheio ao prelio, aba- 
teu f erido o heroe ! Quando Antonio Manuel, por segunda vez di- 
toso, retomava a direccao da praca da Maim, para acampar e avi- 
tualhar a tropa, fez com elle, um miseravel, o que o tirolez da bistoria 
com o general Marceau: tomando uma escopeta, aivejou, esta mao 
assassina, o virtuoso, prestimoso riograndense. ( 85 ) "V extreme 
brillant Jest enfin change en de tristes tenbbres" : ( 80 ) acabou mal 
o que bem comecara! 



(*♦) Felicissimo Martins, parte a Netto, em 24-VI-44. Arch, do aut. 

( 86 ) O homicida atirou de dentro de um sobrado em que habitava a 
meio da rua do Triumpho, em cujo estremo sul, esquina occidental, situado 
era quartel, Hum predio occupado, em nossos dias, pela mesa-geral de 
readas. O assassinato foi censurado por gregos e troyannos com indigna- 
Sao. A elle se referem cartas de Almeida existentes em copla no arch, do 
ant. Vide Casias, offic. de 27-VI-44. 

< 88 ) Saint-Simon, "Mfimoirea", XII, cap. 20, pag. 424 



— 216 — 

Felicissimo Martins assumiu o comando geral e, como visse 
inutil o uso de maior "perlinacia" contra urn presidio agora mats 
numeroso, "em posiqao forte; o qual", entrementes, "ja se tinha 
entrincheirado tambem nalgumas casas, tratou immediata" e primei- 
ramente dos vulnerados, por fogo leal e desleal. Depostos, em nu- 
mero de 10, numa carreta, fel-os conduzir a estancia amiga, a urns 
legua para fora dos inuros, onde chegaram sem otitra novidade e 
foram entregues todos ao zelo de um cirurgiao: todos menos o in- 
ditoso coronel, que falkceu antes de ali ter entrada. A fausta e in- 
fausfa expedicao que abandonara tambem o theatro dos successos, 
conservou-se nesse em meio, a vista delle, indo em seguida pernoti- 
tar junto ao improvisado hospital de sangue; que assistiu, a 22, ao 
finamento de outro bravo, o do tenente Joao Ignacio, subindo com 
elle, a 8, o numero dos mortos. ( ST ) 

E nesse mesmo dia a fon;a moveu-se, apressada, para noroeste, 
com os maximos pvecatos, em consequencia de novas recebidas, Cru- 
-ando o arroio Grande, dirigiu-se ao municipio de Piratiny, estancia 
de Nico de Oliveira sitio onde pretendia aguardar ordens do com- 
mando da divisao; o que fez, "sempre com descobridores para a {ren- 
te e fiancos", por saber que Moringue tinha aventado o que os far 
rapos intentavam no sul de sua zona militar. Activo sempre, tomou 
em Pelotas uma barca de vapor, que o conduziu com tropa a Ca- 
nudos, porto de onde, desembarcada esta, voou a aldeia do Arroio- 
grande, na esperanca de cortar os retirantes na travessia; empreza 
balda aliaz. ( 8B ) 

Felicissimo, para aligeirar as jornadas, confiou os seus feridos 
a "estancieiros" amigos. e, com esta medida reconduziu a gente va- 
lida, sem embaragos ou transtornos, ao preindicado paradeiro. Netto. 
o general a quem estava sisbordinado, tomou conhecimento de tudo, 
com amargura, aindr que sem alguma surpreza. Vira com tnaus 
olhos a idea do temerario raid. ( aa ) O ministro da guerra tambem, 
quanto aquelle, desapprovara a lembranca, mais que funesta, ( 90 ) sem 
ter meios de obstar o irreflectidissimo tentamen. Porquanto impe- 
rava soberana a vontade de um so homem. Sobrepunha-se ambi- 
cioso a seus pares quem dentro de pouco era a viva justificacao do 
conceito do fabulista-philosopho : "// n'est pas toujours hon d'&uov- 
un haut emplai" ! ( 01 ) 



( S7 ) Araripe, 231, sempre de meticulosa parcialidade, uao assjigna- 
!a senao 1 morto legal e dlz sublrem a 14 as baixas eontrarias! 

( Bs ) Cit. parte de Felicissimo. 

(so)-(90) Carta, de Lucas, a. esse general, em 27-VI-44. Arch, du aut. 

(»i) La Fontaine, "Fables", a 4," Vide "Politica brasileira", IT, S22 
a 337. 



O CREPUSCULO DOS DEUSES 

"Les dieux ont covvm-e?ice la tragi- 
que dispute". — Victor Hugo, "La 
Tiegemle (ten siecles", 86. 

LIVRO 21,° 

CAPITULO I 

Ha no fundo da historia urn eterno conflict©, resiuno do que 
revolve o universo de mundo em mundo: o choque entre as forcas 
de coordenacao e destruicao. A magna tragedia e de hontem, e de 
hoje, e de sempre. Ja houvera tudo reduzido a cahos irreparavel, se 
nao estivesse na ordetn das cousas, que a um cyclo de Ahriman, siga 
de Ormuz, ou o da persistente reparadora, a diva Harmonia. Em 
multiplas concepc;5es cosmogonicas, retracam-se os episodios gerados 
por uma fatalidade invariada, ineluctabilissima ; a que nao escapou o 
olympo do paganismo ou o firmamento dos christaos. Religides de 
ambos hemispherios consignam os duros efieitos calamitosos, dessa 
terribilima discordia, que abala ceu e terra. Irrompeu ella, no wal- 
halla farrapo, quando os deuses ou semi-deuses laboravam, em torno 
de Taquary, a ruina definitiva dos initnigos do Bern. Urn momenta 
reentendidos, resurge a negra praga, mais tarde, uns dous annos trans- 
cursos. Findo esse interregno, veiu a recaida funesta. Com a tre- 
menda adversidade, agora sem remedio, cessaram as claras jornadas 
esperancosas. Tiveram comeco as sombras de melancolico entardecer, 
preludio das sobrevindouras noutes sempiternas, — funebre desen- 
lace do epico drama portent oso ! . . . 

Antes, porem, da infausta hora ter soado, muita cousa de vulto 
acontecia, cujo fiel retrospecto vai intentar-se. 

Imperava soberana a vontade de um so homem. Imperava o 
que Almeida qualificaria, mais tarde, no "Brado do Sul", como sen- 
do "o despotismo de Canabarro". (*) Antagonista foi, durante a 

t 1 ) Vide eollecgao no arch, do aut. Beco Jardim pertenceu & mi- 
noria. Fala, no entanto, com evidente imparcialidade em seu antigo che- 
le. Se Hie attribue a responsabilidade inteira do que chamava "a traigao 
de Porongos", reconhece nelle qualidade que outros lhe negam. A per- 



— 218 — . 

luta, daquelle general, mas, finda a gloriosa eampanha, cingiu-se ao 
papel de historiador, funccao para a qual se preparava, como quern 
vai exercer um austerissimo e itnmaculo sacerdocio: os pronuncia- 
mentos delle a postendade os sancciona, como antecipacao de juizos 
seus. Mditarmente, nada mais se fazia sem o placet de s, exa., desde 
1841, muito antes da queda de Bento Goncalves: annullado Aga- 
memnonio, tanto no acampamento, quanto no agora, predomina a voz 
do antes despeitado ou enfadado Achylles. Citou-se a noticia que, a 
respeito desta evolucao intima da Republica, fixou o "Generalato" 
e realca bem a que miseria chegaram os negocios da vida civil, um 
dos mais ardentes opposicionistas de 42, o padre Chagas. 

Em epistola a Lucas patenteia, com singeleza, ingenuidade, qual 
havia sido o fructo da incomprehensao politica, delle e demais com- 
parsas de Antonio Vicente, cujo criminoso proceder espanta e cons- 
terna, por ser homem de talento. Em querelas cle outra magnitude, 
nas que abalaram o mundo antigo, deixara-se-lhe formoso exemplo, 
mui de seguir. Extremam illud est. Ego, si essent inimicitcs cum 
Ccesare, tamen hoc tempore reipublicce consulere, immicitias in all'iud 
tempus reservare deberem. Possem ctiam summorum irirorum exem- 
plo immicitias reipublicce causa deponere" '. (*) Minha condusao e, 
adverte o maximo dos oradores do Laeio, que se existiam inimizades en- 
tre mini e Cesar, devera eu hoje occupar-me unicamente dos interesses 
da Republica e por de parte minhas inimizades. Julgo ate mesmo que 
irie cumprsa, a imita^ao dos grandes homens, sacrifical-as nas sacra* 
aras de Roma. 

Nao no comprehendeu assim Antonio Vicente, quern, no minis- 
teriO) ou, depois, fora delle, em lugar de por em austera observancia 
a disciplina moral de Cicero, demonstra o seu carihho a terra nativa 
e as instituicpes livres, a guisa do mui desregrado egoismo de Jasao. 
Assim fez, e como elle pode gabar-se: 

Aussi je ne suis pas de ces aniants mdgaires: 
J'accommode ma flamme an bien de mes affaires, 
Et, sous quelque climat que me jette le sort. 
Par m-axime d'etat. . , je me fais cet effort. 

Nao o comprehendeu, cego por suas paixoes, o chefe espiritual 
da intemperante minoria, e que reconbece um dos corypheus da tnes- 

gunta que se Uie fazia, verhi gratia, aeerca do temperamento do general, 
respondeu que "nao era violento", sim "um homem ereador". Mas. ao 
juizo de Almeida pode servlr de magnifica illustracao, o de um moderno: 
Raphael Cabeda, Idolatrava o personagem que fora o seu primmro cabo 
politico e fez do Home delle o titulo de sua 1." fnlha de pro^a^an^a l>h"r\l. 
Pois bera, numa palestra com o autor, confessou-lhe ser David "um tanto 
despota"; e compreliende-se que singular, deuisoria vai.a tam o depoimetito. 
(-') Cicero, "Opera", Oratio de provinciis consular it) us, XX. 



— 219 — 

m a uns dous annos depois? Reconhece que "a Governo se achava 
sern nenhuma forca moral". Em verdade, lamentoso era o quadro 
social que se contemplava ; quadro esse cujas ruinas foram obra, nun- 
ca jamais das armas realistas, sim a obra exclusiva de fatal discor- 
cordia imperdoabilissima ! ( 3 ) 

Mas, as tremendas adversidades que ella occasionou, se abateram 
por fim o animo de alguns, nao desmontaram a confianca de outros. 
Lucas, que pertencera ao gremio insurgente, quando a doutrina sepa- 
ratista se conservava no mysterio das reunioes esotericas do Serri- 
to; ( 4 ) Lucas, a resistir quand mime ate o primeiro quartel de 1845: 
Lucas, sciente da calamitosa morte de Antonio Manuel, nao sentiu des- 
maios no pensamento, Depois de observar, na citada carta a Netto, 
que bem Ihe pareceu ambos terem previsto os resuitados do infausto 
successo de Jaguardo, aggrega hoje Ihes nao restar outra cousa a fa- 
ser, senao chorar a morte do bravo Heroe e de seus distinct os Com- 
panheiros, mctimas de uma andacia superior. "Resta-nos mais", pro- 
segue, que e o seguinte: "redobrar de esfor<;os para mantermos nossa 
Obra, sem affrouxar um apice. O Brasil esta em geral conflagracjao, 
depois da dissolucao da assemblea, segundo noticias recentes", que 
chegam de "Pelotas, e por isso mais e mais nos devemos animar", 
com a certeza "de que em breve consumaremos nossos trabalhos 
marciaes". ( 5 ) 

Palavras dignas de particular commento e das mais altas loas, 
nessa quadra de tamanha, de tao commovente dramaticidade ! Como 
retratam a primor a fibra soberba da geracao immortal, a que nenhum 
contratempo amollentava ! . . . Na propria hora em que de Piratiny 
escrevia, addindo, a seguir, que marehava para o lado de Felicissimo, 
a quem tinha precisao de "ajudar" ; que abalo ainda teve a sua alma 
estoica! Lucas, depois de saber da tragedia da raia, assiste calmo a 
outra, no coracao da Republica. A saber, a invasao da Capital, por 
"forca reabsta" das duas armas, contra quem no momenta nao Ihe 
era Iicito resistir. Imperturbado relata a novidade, em post-scriptum, 
com a reaifirmac,ao de que partia, a juntar-se a aquelle tenente-co- 
ronel, na sobredita estancia de Nico de Oliveira. ( 8 ) Era, esta, uma 
das muitas algaras, mais ou menos fructuosas, do Ulysses caramurtt, a 
testa de uns "100 infantes e 40 cavalleiros". Francisco Pedro jul- 
go«. com a subita irrupcao desse pugilo, obter uma resultancia de 
nota. Isto e, surprehender "o pessoal da alta administraqao do Es- 
tado, apoderar-se delle" ; golpe que falhou, consolando-se do mallo- 
gro, o Iegaiista, com um inesperado favor da sorte. Joaquim Pedro, 



( a ) Chagas, carta a Lucas em 23-VII-44. Arch, do aut. 
<*) Vide em "Revolugoes cisplatinas", sua carta a Almeida, em 1841, 
cit. para diante, 

( 6 )-(») Cit. carta de 27-VI. 



— 220 — 

<jue estava. sem, commando, fizera preparer um seguro esconderijo, 
para a hypothese de urn rebate qual esse. Nelle se metteu, com Jose 
Mariano, ao ausentar-se o governo, a quem nao puderam seguir, e 
talvez se houvessem ambos salvado ahi do bote do inimigo, se nao 
occorre uma felonia. O carpinteiro que apparelhara o refugio, de- 
nunriou-o a Francisco Pedro, quem gaudioso loi colher a boa presa, 
e immediatamente a remetteu para a Corte, sob adequada escolta; ( 7 ) 
destino que teve, por igual, Uihoa Cintra, otitra grande figura da 
Revoiucao, mezes antes aprisionado tarnbem. ( 3 ) 

Quando aquelles dous proceres desapparecerani de urn scenario 
de tantas glorias para elles, Netto, a semelhanca de Lucas, nao someu- 
te viu sem maior abalo o evento, corno tratou de desimpressionar os de 
seu partido. Jose Mariano e joaquim Pedro eram personagens de pou- 
co peso na luta armada, escreveu. O giorioso, empenhado certamen 
proseguiria, disse e redisse ; confiante sempre, qual o ministro da guer- 
ra, no exito final da campanha redemptora. ( ,J ) Este, como havia feito 
ao commandant e da 2, a divisao, transmittal a grata noticia vinda do 
littoral, ao vigario apostolico da Republica, junto de quem insistiu 
para que vicsse occupar o sen posto no ministerio. 

Chagas, eximindo-se, por enfermo, tambem por julgar "iimteis 
os seus couselhos" na precaria situacao em que via o Estado, decla- 
rou-se mui sceptico de que, pelo modo exposto, obtivesse "melhora a 
sorte" da causa. "Nao concordava", disse, com o ministro, e assirn 
concluiu: "So espero o feliz complemento da nossa luta, da constant 
cia do brioso resto" de batalhadores "que com as armas em punho 
amda firmes se sustentam no seu posto", se bem para tsA "apresente 
algum obstaculo, e difficuldade", um coefficiente adverse, que men- 
ciona. Com etfeito, merce dos azares trazidos por tragica desintelli- 
gencia, nao era o mesmo o rythmo social, e se nalguns persistia a ro- 
busta perseveranca de antanho, noutros se infiltrara o deleterio phe- 
norneno a que allude Chagas, "a desmoralisacao" ; phenomeno que 
aliaz nao dissipava a fe politica do ardoroso padre, muito menos a 
sua expectativa civica. ( 10 ) 

Que irrompia o morbus supra, notado fora, no trimestre anterior, 
pelo hotnerida que se extinguiu a 21 do predito junho. (") Quer 
dizer que, muito antes, em marco, patentes ja os factores depressivos 
ou arruinativos, a que a monarchia deveu a sua integridade territorial. 
Manteve-se regular e sadia a tensao heroica, ate o quarto mez de 1840. 



( 7 ) Relato do dr. Joaquim Pedro Scares, fillio do coronet, ao alitor. 
Offic. de Caxias contirsna. a. versao. 

( 8 ) Caxias, offic. de 5-II-44. Arch, do aut. 

( 9 ) Offic. no arch, do aut. de 4-VII-44. 

( 10 ) Chagas, cit. carta de 23-VII. 
(") Amaral, cit. offic. de 19-111. 



— 221 — 

Dahi em Sante, comeqa. a oscillar, entre limirts de variacao, mui di- 
versos dos vigentes apos a frustra batalha de 30 de abril, no Taquary. 
Em 1843. o civico esforco attinge ao maximo, e, com a manifesta 
hypertensao, apparecem os symptomas do irremovivel declinio: os 
ohenomenos premonitores da convisinha paralysia. Os factores que 
inais c oncorreram, por ultimo, a desencadeial-a, comecaram a ter in- 
fluencia provavelmente na propria quadra em que se renovam ou 
refrescam as esperancas de Lucas. 

Diz-se provavelmente, porque nessa epoca renuncia a qualquer 
actividade politica e se prepara para entrar na vida privada, um dos 
campoes mais acerrimos da revoVucaa: Almeida, que tanto havia con- 
tribuido para que em 1836, a 6 de novembro, se coroasse a iniciativa 
do anno precedente, em 20 de setembro. ( 12 ) Ha carta muito pos- 
terior, em que este nosso grande homem pinta a sua consternacao em 
face de Piratiny, cujo sacro recinto, entao cheio de tocante melan- 
colia, assistira as alleluias da paschoa farroupilha, as festas de subse- 
guintes jubilcus. ( 13 ) 

Por esse commovedor monumento se pode avaliar com que in- 
tensa magtia, se nao viu constrangido a ir livrar da total ruina o seu 
empobrecidissimo lar ; ja que da ruina a que estava destinada, nin- 
guem mais podia libertar a sua segunda Patria ! ! De Bage, onde 
ficaram a Esposa e a prole, tinha passado a Capital, e dahi se trans- 
feriu a Pelotas, desde que soube nada mais havia a esperar, e seus 
credores, para concessao de indispensavel moratoria de 8 annos, exi- 
giam fosse, dentro de 40 dias, por-sc a testa dos negocios que sob 
tao honrada firma, corriam ainda nesta derradeira cidade, occupada, 
em maneira definitiva, pelo Imperio. ( 14 ) 

Foi provavelmente entao, convem repetir, que principiaram a 
actuar, com preponderancia ineluctavel, os factores determtnantes do 
apaziguamento social que seguiu ; e opportune e tracar um summario 
computo dos mesmos. Fizera a discordia o melhor de sua obra, in- 
troduzindo o enfraquecimento e desencanto mencionados por Cha- 
gas, quando Martins regressou. Ao dar elle conta dos fructos de 
sua enviatura, soube-se que nada firmara ou estaruira na antiga Pi- 
ratininga. Soube-se, com isso, que fora negative P or igual, no Rio- 
de-janeiro, o trabalho que emprehendera. 

Hospedado com gentileza e fidalguia por Theophilo Ottoni, o 
popularissimo e illustre mineiro, depois de o ouvir e ler os papeis 
que Ihe trazia, despediu-o, com uma desconsoladora carta para o en- 



< 12 ) Carta de Aatynes, eit. alhiirea. 

(") Vide carta a Netto, para diante ctt. 

(") Consta no arch, do aut., a correspondenoia trocada, entre Al- 
meida e os cine intarvieram no assumpto, inclusa a acta da reuniao de cre- 
dores. Vide tomo XXIX. 



— 222 — 

tao chefe militar da Republica. ( in ) Este, como ja se consignou em 
parte, incumbira o tenente farrapo de epistolas subversivas, com en- 
dereco aos magnatas do partido "exaltado" em S. Paulo, mais uma 
vez acenando-lhes com o separatismo ; incitamento mais uma vez des- 
ouvido tambem, ali, Cousa identica devia ser proposta ao predito 
assertor do liberalismo, vencido em Sta. Luzia, mas, nao convencido, 
nem subniisso de boa-vontade. Infeliz o tentamen junto dos prin- 
cipaes de uma e outra zona, Martins insinuaria a idea de entendi- 
mcnto, por via de um laqo federativo ; idea ja lanqada, em missiva 
de Lucas, a um dos deputados brasileiros, que e de suppor fosse Re- 
boucas. ( 10 ) Ottoni, que viu com pessimismo, (mui exagerado, con- 
forme os eventos attestam) a situacao politica do centro do Brasil; 
Ottoni, com a niaior franqueza e clareza, declarou, tanto de viva voz 
a Martins, quanto nas suas letras a Canabarro, que os riograndenses 
nada tinham a esperar de seus antigos compatriotas das demais pro- 
vincias. 

O piano seccionista nao o podia admittir Ottoni, poisque era 
partidario da conservacao da integridade nacional. O outro mui to 
sorria aos "exaltados", grupo a que se filiava, mas, quanto a esses, 
desilludiu tambem a Canabarro. Alvitrando "a federacao", (escreve 
Ottoni) "perguntava se podia contar com levantes em S. Paulo e 
Minas. Sem consultar os ministros, respondi que tal idea seria re- 
pellida, e fiz ao mesmo tempo exposicaa franca de que nada podia 
esperar de Minas e S. Paulo"; circumscripcoes estas, a que David 
assegurava o concurso dos melhores officiaes riograndenses, para se-- 
rem empregados acola, no commando dos insurgentes. Que nao se 
enganasse, (advertiu em seguida, ao cabo supremo dos revoluciona- 
rios do sul), visto que "ministros liberaes de S. Paulo e Minas os 
tinham combatido", tanto "como os conservadores". Observou-lhe, 
por fim, que os riograndenses "estavam isolados e so podiam contar 
com o valor e re%nacao de que em 9 annos davam tao brilhantes 
exemplos". ( 17 ) 

Respondeu Canabarro a Ottoni, depois de terminado inteiramente 
o grande, sublime drama redemptor, e patente na do sul, a decisoria 
influencia que teve entre nos, a missiva tracada no centro do Imperio, 



( ls ) Informe directo de seu filho Chriatiano, notado engenheiro e 
egregio senador federal. 

C IS ) Vide no arch, flo aut., fragmento de copia, da letra de Lucas. 
Nos papela de Caxias lia referencias a este piano. Leia-se, por exemplo, 
seu offic. de 30-111-44, e o de sl-u illuatre s.eretario, de 13-IV, em Araripe, 
2C6, 200. 

( 1T ) Vide "Carta aos eleitorea de Minas", de 1860, imprcssa. na typo 
graphia do "Correio Mercantil", pag. 126. A copia que existe no arch, do 
aut, estd mutilada, Assegura, no entanto, que o expreaso e o tiel pensa- 
mento de Ottoni. 



— 223 — 

"Tomando em consideracao as sabias reflexoes de V. S.", fiquei con- 
vencido", escreve, "da impossibilidade de levar a effeito a desejada 
federacao desta Provincia, pela qual fervorosos pugnaram, mais de 
9 annos, os riograndenses livres ; tanto mais assegurando V. E. a que 
so deviamos contar com os irmaos cm armas, por isso que nenhuma 
coadjuvacao nos proviria dos horoens que, em 1842, lutaram, em S. 
Paulo e Minas, pelos mesmos principios, e que finalmente os proprios 
chefes do partido progressista, quanclo no poder, fazem o mesmo que 
os regressistas". "A sua carta (addita, no retnate da delle) foi o 
pharol que conduziu os continentinos ao descjado porto". ( ls ) 

Nao tinharn neste mettido ancoras, ainda, pela altura a que at- 
tinge a narrativa ; mas, para etle iam, em rapidas singraduras, por- 
que, em face das razoes do preclaro mineiro, "convenc.eu-se 1 '' David, 
scgundo consta de notoria confissao, que devia restringir-se "a em- 
pregar seus esforcos e diminuta influencia, na terminaqao da guer- 
ra". ( 19 ) Com efeito, a desillusionadora epistola supra, (que teve 
para Almeida, tudo persuade, o torn de um dobre funebre), revolveu, 
por modo equivalente, as entranhas do rude generalissimo da Repu- 
blica, e se, antes, ja inclinadissimo a desistir della. entao mais do que 
minca mostrou o frio amor que Ihe tinba. 

Ju!gando-se com o espirito bem illuminado pelas reflexoes de 
Ottoni, decidiu-se, as claras, pelo partido a que o declaravam propenso. 
havia muito. Decidiu-se, mas, nao tomou uma decisao por si, infor- 
mado, como estava, das correntes que circulavam em sua communida- 
de politica, onde se "uns falavam em paz", "outros em guerra e mais 
guerra". ( 30 ) As predisposicoes do cabo supremo essas eram, antes 
de recebida a carta de Ottoni, e mais o foram, depois, compreben- 
de-se. Ja inclinado a transigir, mais se elle sentiu movido a isso, por 
uma causa occasional que vai ter o precise registro. Decidiu-se, gra- 
gas a inesperada circumstancia, a um passo reconcdiaclor, que teve 
(note-se de passagem) a inteira acquiescencia de Bento Goncalves ; 
unico dos grandes cbefes que assistia em seu campo, na falada con- 
juntura. Eis como occorreu o transcendente episodio, 

Numerosos e valiosos os prisioneiros feitos no serro da Palma, 
os imperiacs, qua! ja se fazia desde que a guerra se foi humanisando 
tambem entre elles, concertaram com os seus magnanimos antagonis- 
tas, uma troca daquelles, por outros, dos seus, que tinham caido em 
podcr do inimigo. Nomeado o capitao Dionysio Amaro da Silveira 
para representar a sua bandeira nesse acto, o commando lhe expediu 



( 18 ) Vide a cit. publicacao de Ottoni. A carta deste e de 24-IX-44 a 
de Oanabarro, de 30-V-45. Diz ainda na ultima: — Que o Brasil seja 
grato, como o Riogrande o c e nao esquecera. Vide tambem o appendice, 

('") Cit. carta de Ottoni. 

( 20 ) Caxias, offic. de 15-111-44, Araripe, Documentos, 196. 



— 224 — . 

uma portaria a 21 de abril, com a qual comecou a agir. De passe da 
mesma, esteve em Piratiny com o Moringue, e em sua companha foi 
a Pelotas, onde se encontrou com o barao, ja de regresso de Porto- 
alegre, entregando-lhe Israel Ribeiro, e consortes, victimas do infor- 
tunio de 16 de marco, Estas vistas nao foram as unicas, por motivo 
que entrementes sobreveiu. 

Quando o capitao deixou o arraial de Canabarro, partiu do mes- 
mo Teixeira, a quem o seu jerarcha incumbira de escorracar, aliaz 
■ com tropa insuffieiente, a uma nuvem de partidinbas que crtizavam e 
recruzavam entre o S. Goncalo e o Piratiny. Em cumprimento da 
ordem recebida, movia-se ali o coronel farroupilha, com tacto, pru- 
dencia, tambem com sensivei proveito, se bem fosse arriscadissima a 
colheita de algum, e e agora de mencionar-se o que logrou, no Ca- 
pao-do-descanso. Neste sitio, Bento Martins, subalterno delle e urn 
dos mais valentes capitaes da grey revel, topou inopino com uma das 
taes montoneras, e "Ihe deu esfiega" mui rija. Apanhado com essa 
faccao um outro lote de prisioneiros, Dyonisio qs foi trocar, e teve, 
com esse encargo, um de maxima relevancia. Autorisado foi a abrir 
con versa com o director civil e militar dos legalistas, em que se deixas- 
se entrever a possibilidade dc uma conciHacao, em termos novos, que 
os citados maioraes do setembrismo reputaram aceitaveis, no opposto 
campo. 

Dionysio, apos cttrta estada em Pelotas, aonde fora no desempe- 
nho da primeira parte de sua missao, cuidou immediatamente da se- 
gunda. Para isto, se encammhou ao exercito imperial, cujo guia rea- 
brira a campanha, em marcha direito a Bage; personagem esse que o 
republicano akancou, quando pairava aquella tropa sobre a "coxi- 
Iha, caidas ao Quebracho". Terminada a troca, houve ensejo de 
confabular, e o emissario de Canabarro e de Bento Goncalvcs, com 
uma gaucha "vaquiania", entrou no dedalo das negociacoes. ( 21 ) 
Antes dellas comecarem, o barao se compraz em pintar os insurgen- 
tes desanimados, dispostos a passarem sobre as forcas caudinas, indif- 
lerentes por completo a seus velhos principios; inclusive a federacao; 
regimen ou systema que por ultimo preconisavam, como o que podia 
assegurar um accordo pacifico. {—) Verifica-se aqui, mais uma vez, 
quao pouco valcm, para a boa historia, os papeis officiaes, desde que 
se os nao submetta a mui severo beneficio de inventario. Ja se as- 
sentou que elles traduzem mal ou pessimamente a realidade ; pois bem, 
tendes agora mais uma prova do que representam, vendo-se que o 
barao desfigurava adrede as cousas. Aqui ficam alfim, para vanta- 
gem da boa bistoria, bastante claras. Ouvidas as insinuacoes de Dio- 
nysio, para que se avistasse com um dos preditos maioraes, revelou-se 



( 21 ) Carta de Dionysio a Almeida, em 18-X-60. Arch, do aut. 

( 22 ) Cits, office, de Caxiaa, em 30-111 e 13-IV-44, Araripe, 20, 209. 



— 225 — 

•descrente ante o que manifestava o farrapo, como porta-voz de seus 
carnpanheiros politicos ; usando de palavras que assaz patenteiarn o 
exacto valor daquellas outras, constantes das communicatees com 
destino a corte ou ao mundo da publicidade: objectou-lhe s. exa., que 
"passava tudo em conversa", e nada se concluia. ( 23 ) Insistiu, po- 
rem, o seu jovem interlocutor, e Caxias acabou por mostrar-se "mui 
satisfeito": "aceitou tudo o que se lhe propoz", o que facilmente se 
comprehende, sabendo que "seus desejos eram iguaes" aos dos anta- 
gonistas. 

O brigadeiro imperial tratou de aproveitar ao negociador impro- 
visado, e, dando-lhe uma portaria para a sua seguranca, mandou, por 
elle, mensagem verbal a Canabarro. para urn encontro na estancia 
do Cunha, meta das jornadas que fazia, O general a quern s. exa. 
neste modo se dirigira, depois de reorganisado o exercito onde agora 
lhe davam cita, passara ao Pirahy, lugar em que principiou a peregri- 
naciio de Dionysio, e, na altura a que chega a narrativa, fizera-se de 
volta a troviteira de Santatma, com o fito de apoiar a Guedes, cuja 
hoste Bento Manuel activo perseguia. O referido emissario o alcan- 
Cpu ja na Carolina, estancia onde lhe deu conta da boa sombra em 
que ia o que se lbe commettera, e pediu a resposta a transmittir a 
outra parte. Canabarro fugiu a urn rendezvous. Restringiu-se 
a reenviar Dionysio, a presenca de Caxias, a quern o capitao foi en- 
contrar muito para diantc, no Alonso. ( 24 ) 

Mas, longe ainda estava a hora de cerrar as portas do templo de 
janus. Havia quem lhe azeitasse os gonzos, sem que ellas emperra- 
das cedessem. Ao eontrario, pareciam reescancarar-se, mais e mais. 
Como o grosso das tropas da Republica avancassc para oeste, e fosse 
ate as pontas do Ouarahy com a determinacao ja em registro, Caxias 
(que suppoz envolvel-as, em movimento combinaclo com Bento Ma- 
nuel), proseguiu, rapido, na esteira de David; quem assistiu, com 
gaudio, ao que teputou urn temerario gesto, que tinham que lhe pa- 
gar muito caro. Sabia de um dos muitos idola a entenebrecerem a 
mente dos pecos estrategistas imperiaes, inclinadissimos nessa epoca 
a menoscabarem os rebeldes. "O inimigo cada dia os tinha em .ne- 
nor conta", nao ignoravam elles, sem que isto os humiihasse ou des- 
eoncertasse. Ao revcz, tinham-no como segura "offerta de victo- 
ria"; ( 25 ) porquanto na guerra, sobretudo na guerra, "V extreme de- 
fiance n'est pas mains miisible que son contraire" . Assim foi que 
David, como reputasse "occasiao de fortuna" propicia "o approxi- 
mar-se de Caxias", a ponto de ficar-!he ao alcanee; tratou de "em- 
pregar todos os csforc,os" para nao "perde-la". Agiu com a pro- 
verbialissima, decantadissirna prcsteza farrapa. 



( 28 )-( M ) Cit. carta He Dionysio. 

( 25 ) Canabarro, offic. de 16-VII-44. Arch, do aut 

8 — 6.° Vol. 



__ 226 — 

Iniciou as suas medidas para o effeito, alterando a posicao da 
hoste de Guedes. a quem a 1." das divisoes imperiaes buscava acossar. 
Em ditosa manobra celerissima, passou-a cia frente a um Banco da 
mesma, por modo a interpor-se entre a unidadc ja indicada e a 2. a , 
que se tinha cm inira bater. Feito isto esperou que continuasse a 
avisinhar-sc-lbe. O generalissimo do Imperio, segundo o da Repu 
bHca, "vinha de gatinhas, como la dizem". Assim e que se expressa. 
para addir uma reflexao. "Quanto mais caminhar, tanto melhor para 
o acommettermos, se nao vier reforcado com Bento Manuel", escrevc 
refraneando, ao ministro da guerra, o heroico, soberbo gaucho, brios'i 
e ciumento, como o filho immortal de Peleu e Thetis. ( 26 ) O piano 
que acariciava, depois de haver desafogado a hoste de Guedes, traeou-o 
elle prompto e era dos mais simples, o que nao quer significar que 
fosse ineficaz. Ao revez, porque, na licao de um donto, "i grandi 
fatti militori sono figli di idee semplici e di ostinata fede". ( 37 ) 

Tudo estava a depender de uma circumstancia, id est, de que 
aqitelles dous se nao unissem. caso em que a batalha fora muito de- 
sigual. Seiente estava Canabarro de pairar o segundo por Manuel 
Loureneo, o que era circumstancia muito de attender, mas, detevmi- 
nara precatos, e ia p6r as suas redes, com esperanca de que o mais 
grosso peixe do oceano da guerra Ihe viesse as unhas. Para isto dei- 
xava Guedes, com o 3.° corpo, sobre as pontas do Upamaroty, Esk- 
prestante guerreiro, que tern comsigo 400 homens, vira "na recta- 
guarda de Caxias", "emquafito pela frente", escreve aquelle general, 
"poremos as forcas que se me devem retmir com o maior empenho v , 
afim de nos lancarmos na batalha, com absolnta seguranc.a de exito. 
Cousa era esta, no entanto, de exciuir-se de todo calculo, se a 2." cli- 
visao imperial se encorpora a l. a , ( 25 ) Se Bento Manuel a tempo 
viesse apoiar ao outro brigadeiro, o exercito desistiria de um grande 
choque, e, mentres Guedes obrasse de sua banda com inteira indepen- 
cia, conforme acoaselhassem os successos porvindouros ; (**) o ge- 
neralissimo reencetaria a guerra beduina, que systematico praticava, 
illudindo, chasqueando a tropa inimiga, forcada a correr a destra e 
sestra, inutil, ruinosamente. 

Canabarro, pouco antes, isto e, em junho, ao vir sobre a gente de 
Bento Manuel, que, laborando contra Guedes, se achava entao em 
Paipasso; teve um encontro com o "traidor famoso", (•") a 9,, e, 
desopprimido o nomeado coronel, sumiu-se das vistas da 2, a divisiio 
com as miras ja historiadas, e com igual tactica procedeu na conjun- 
tura agora em relato. Mas, antes de proseguir, convem entrar em mi- 



( 26 ) Cit. of fie. de 16-VII. 

( 2r ) Marselli, "Avvenimeiiti del 1870-71", II, 59. 

(28). ( 29) Cit _ offic _ ,j e 16 -VII. 

(ao) Lega^ao em Buenos-aires, offic. de n-I-40. 



— 227 — 

nucias, para que fique em realce, obrarem os imperiaes quasi sempre 
de ma fe, ao noticiarem o andamento da guerra. 

Estabelecido o contacto dos elementos militares de Canabarro 
com os de Bento Manuel no citado Paipasso, aquelle, como nSo qui- 
zesse combater nessa hora e sim munir-se de cavalhada, girou, pres- 
tes, direito a Rcpublica visinha, onde situados os depositos de solipe- 
des, a sombra das armas do riverismo, preponderates ainda, ao norte 
do Arapehy. Desapparecendo do horisonte, entrou, a 22 do referido 
junho, no Uruguay, pelo passo do Artigas, no Quarahy, e, "a mar- 
chas curtas, foi obtendo alguma remonta, emquanto Bento Manuel 
se approximava ao passo da Lagoa, em Quarahy, e Caxias, as pontas" 
desse rio, depois de alguns dias de parada "junto a Jose Ignacio, nas 
immediacpes de Santanna". Finda a sua arrecadacao de montadas, 
Canabarro poz-se no caminho da volta, indo "passar" ao terTitorio 
patrio, ja a 9 de julho, "em Jeronymo Coelho, descida chamada do 
Aurora", quando "foi embaracado pelo barao de Caxias". O chete 
revolucionario que dentro em pouco se aprestaria, como se historioti, 
para dar batalha ao imperialista, negon-se-lhe ahi, e obrando uma 
conversao a direita, foi transpor a fronteira, a 11, em Bentico de 
Mello, no Cunhaperu, depois de varar o Tacuarembo, no Elias. ( 31 ) 

Ora bem, o que representa um simples aeto corriqueiro da admi- 
nistracao militar em campanha, as tubas monarchicas pressurosas guin- 
daram a altura de um exito dos cabos de S. Magestade : Canabarro, 
forgado pelo peso das duas columnas, abandonara o solo de sua Re- 
publica e refugiar-se fora, na contermina ! Com estas ou semelhantes 
patranhas, capacitava-se o Paiz de que o exaltado pacificador do Ma- 
ranhao, Minas, S. Paulo, obtinha identica resulta, quando o relatorio 
de Lucas assaz patenteia o que fez, do inicio de sua campanha em 
1842, a 3 de maio de 1844, "o primeiro general do Imperio", o que 
fez, "consumindo milhoes" de bom metal sonante e empregando "im- 
mensos batalhoes". ( 52 ) Se muita gente foi ludibrio dos endeusa- 
dores de Caxias, houve quern nao tragasse a pilula sobredourada que 
propinavam a incautos. Viu-se bem, na apregoada vantagem lega- 
lista. Se parte da imprensa repetiu os eccos do mui badalado sino da 
louvaminha, outra parte recebeu com reservas ou com declarado sce- 
ptieismo, a artificiosa noticia official e officiosa. Um periodico do 
norte, cujos editoriaes se mencionam alhures por diversas vezes, oppoz 
a balela um formal desmeutido. O melhor, porem, ahi o tendes, nos 
officios por ultimo citados, de Canabarro a seu governo, que revelam 
a verdade purissima. Quando pintam os riograndenses fugitivos da 



( 31 ) Vide Canabarro, offic. de 16-VU-44. E' o 2.° dessa data. Caxias, 
ollic. de 8-VII-44, no arch, do aut. 

( 32 ) Lucas, mensagem a Manuel Antonio Galvao, em 5-V-44. Vide 
Araripe, 222. 



— 228 — 

Patria, reapparecem elles, cheios de vitalidade, na frente do pretenso 
pacificador, e coma? Determinadissimos a batel-o, como certissimos. 
de o conseguirem, se nao viesse a ter as costas quentes. gracas a soc- 
corro de . Bento Manuel ! ! 

Realcado o que convinha, tempo e de volver ao andainento effe- 
ctivo da guerra. Surgindo na coxilha-geral de Sta. Anna, a orientc 
da I.* divisao, Canabarro a foi rebocando, a seu gosto, para esse nimo. 
Vinha o realista "em marchas mui curtas", pelo mau estado de sua. 4 ; 
cavalhadas. Se agora se acha tao mal, (reflexiona o cabo dos far- 
roupilhas, em epistola ao ministro da guerra) "muito peor deve estar 
quando chegue a Bage, e entao" hemos de multiplicar esforcps para 
que nos nao falhe o ensejo "de acommettel-o". Para isto, sobre "me 
achar coin as forcas dos tenentes-coroneis Portinho, Carvalho e ma- 
jor Motta, conto com as reunioes desse departamento", id est, com 
as de Piratiny, "e que empregareis vossa autoridade e infmencia para 
leval-as a bom pe, conforme assim me afianca o general Netto, em 
seu officio de 1.° do cor rente". ( 33 ) 

Foi neste seu derradeiro e baldo giro, que o generalissimo im- 
perial, mais uma feita desilluso de acabar a guerra com as armas, se. 
decidiu a por-lhe um termo com as negociacoes. No encontro da 
ida, com Dionysio Amaro, sobre o passo do Alonso, teve a sensaqao 
de que soava alfim a suspirada hora da paz, visto como o nomeado 
official ja. Ihe falava com autoridade, munido de carta de Bento Gon- 
C,alves, que o habilitava a pronnnciar-se, em nome dos directores da 
revolucao. Caxias allude ao encontro, em documento official, e de- 
buxa as causas a sabor de seu alvedrio e artificio. ( 34 ) Palavra mais 
imparcial e de transparente ingenuidade, expoe com lisura o que hou- 
ve na entrevista. 

"Depots que leu a carta" supra, dirigiu-se ao portador da mes- 
ma, para "pedir-lhe desse as condicoes que exigiam seus companhei- 
ros" de campanha. "Nao sendo a separaqao da Provincia, (adver- 
tiu) podiam pedir o que quizessem, pois tinha poder para tratar e que 
so por preencber formalidades, se mandaria um enviado a Corte". 
Enumerou entao Dionysio "as proposicoes" que formulavam os seus 
correligionarios, proposicoes a que seu grado interlocutor deu "an- 
nuencia", passando em seguida a redigir uma carta a Bento Concei- 
ves, que lhe foi entregue e com a qual retornou o intermediario ao 
acampamento do exercito riograndense, entao sobre Upamaroty. Che- 
gando a presence de Canabarro, Dionysio lhe deu conta de tudo. 
Encontrava-se o general rodeado "de seus ajudantes, os tenentes Pe- 
reirinha e Campos, do cirurgiao Duarte, e de muitas pessoas". In- 
clusa entre essas uma de grande nota, o bravo e nobre Teixeira ; quem, 



( 33 ) Vide o de David, em 16-VII, o segundo. 
( 31 ) Officio de Cassapava, em 1MX-44. 



— 229 — 

como Heitor era vesperas de seu holocausto, andava melancolico, e 
tombaria como o filho de Priamo, em vesperas da ruina da Patria. ( 36 ) 

Nao somente notificou ao generalissimo da Republica o bom des- 
tino que haviam tido as suas "propostas", como tambem o que acer- 
tara Caxias. isto e, que ficava "combinado que as operacoes, nesse 
tempo, seriam unicamente aparatosas, pois que elle", em face das im- 
periaes instruccoes, ''nao podia fazel-as cessar de todo, sem que a 
paz estivesse feita", ( S8 ) Convinha. em verdade, firmar o que es- 
tabelecia o barao, poisque, entrcmentes, se derramava, quica inutil- 
mente, um sangue prccioso. Pouco antes, Joao Antonio, que s, exa. 
pregoava internado, desarmado em Corrientes, impedido absoluta- 
mente de volver ao theatro de suass giorias ; Joao Antonio, dizia-se, 
estrangulava em S. Gabriel uma forca legalists, ao mando de Juca 
Ourives, — isto as barbas do futuro conde de Portoalegre, com forte 
guarnicao na localidade. Guedes, por ontro lado, fazia uma das delle: 
encontrando-se no passo da Lagoa, no Quaraby, com um seu "tocayo" 
on "chara", major dos imperiaes, derrotou-o, sem que Bento Manuel 
com a sua proxima e forte divisao, o lograsse vulgar. ( ;iT ) 

"Satisfeito Canabarro", decidiu aceitar o convite anterior de Ca- 
xias, para uma conferencia entre ambos, mas, a que nao compare- 
ceria elle e sim o ex-presidente da Republica. Terminados os enten- 
dimentos para isso, marcada foi, para uma "estancia" visinha ao ar- 
raial onde pompeava o auri-verde estandarte. No dia aprazado para 
o encontro, como devia realisar-se "fora de postos". ( 3S ) Caxias 
hesitou, receioso de uma infidelidade: "Nao haja alguma falta de fe", 
inquieto disse a Dionisyo. O capitao farrapo, que podia dar boas 
arrhas pelo intcmerato cavalheirismo, fidalga linha, do representante 
de sua grey, prompto advertiu: "Bento Goncalves e incapaz de pra- 
ticar uma traic,ao, e eu de ser o instrumento della". Seguiu Caxias 
para "a fala", inteiramente confiante e acompanhado "tao somente 
de 7 homens"; Bento Goncalves tinha comsigo 10; "entre esses o 
tencnte-coronel Valenca, major Cavalheiro, os tenentes Jose Narciso 
Antunes da Porciuncula, ajudante-de-ordens, Caetano, Marcos e Leao 
Goncalves", seus filhos, etc. ( S9 ) O destino do cosmos farroupilha 
estava, mais uma vez, em maos de seu grande homem: Oui, Pompee 
avec lui parte Ic sort du monde! ( 40 ) Eis de ver que tudo fez, para 
salval-o de um total naufragio. 



( a5 ) Dionysio em nota A carta, diz que no momento de a escrever, 
ainda vivas se encontravam as testemunhas de vista que menciona, exce- 
pto uma: Teixeira. 

(88). (8T) cit. carta de Dionysio. 

(**) Caxias, offic. de ll-IX-44. 

( 39 ) Cit. carta de Dionysio. 

(*°) Corneille, "CEuvres", a tragedia sobre o genro de Cesar, act. I, 
ac, 1.". 



— 230 — 

Prestou-se alfiin a sincera, nao fingida obra eonciliatoria, o con- 
victissimo, intransigente separatista. como quern se submette ao im- 
perio de circumstancias ineluctaveis. Que fazer, se o soturno, lento 
golpe subaquatico das ondas da intriga abalava, por ultimo, o clique 
cyclopico, diante de cujas magnificas, soberdas muralhas, recuavam, 
impotentes, as grossas vagas da procella reaccionaria?! Napoleao, 
vencedor-vencido em Lipsia, aceita uma conferencia com a alliance 
que o combatia, e esta, pela bocca de Metternich, Ihe offerece a paz, 
em condicoes ainda mui vantajosas: o respeito aos direitos de sua 
coroa, a manutenencia da integridade da Franca, para alem do Rheno, 
O imperador negou-se. O diplomata insistiu vehemente, fazendo- 
lhe notar as muitas vidas que sumiria, urn inutii sacrificio. Que me 
importa, que importa a minha gloria o holocausto dc mais alguns 
milbares de homens? — retorquiu-lhe, glacial, o fabuloso egoista. O 
interlocutor do estupendo soldado muito se lhe parecia moralmente, 
e, no entanto, sentiu um tremendo abalo, visivel em gestos e palavras, 
do mais tragico, potnposo teor. Vindo a uma janella, abriu-a de par 
em par, depots bradou, altisonante: "Que a Europa, senhor, vos ouea 
iivteira!" Encerrada a entrevista com este rasgo de maguiloquencia, 
despediu-se, deixou a sala, para passar a outra, onde cstacionavam os 
marechaes de Franqa, os officiaes do estado-maior do despota. Um 
destes, ao ver o diplomata que saia, menos cogitou da sorte do mun- 
do ali em jogo, do que do tita malfazejo que o vevolvia de fond en 
comble ; dirigiu-se ao chanceller da Austria para interrogal-o, dese- 
joso de saber o que fieava pensando do magestoso sire: "Fenso que 
e um louco", respondeu Metternich! (") 

Bento Goncalves nao queria mereeer igual juizo. Por isso, res- 
tringiu-se, eircumspectissimo, a tirar o melhor partido possivel de uma 
situacao quasi perdida; merce de mui apontada iatalidade. A saber, 
"a discordia", peste logo notoria. Assaz "a conhecia" o alferes-mdr 
de s. magestade ft com artimanha systematica "a havia alimenta- 
do". (") S. exa. assoprava as labaredas da sizania entre os reveis, 
com a astucia, a constancia de uma rapoza amestradissima, contra quern 
nada poude a internal sabedoria de Bento Manuel, quanto mais a in- 
genuidade gaiicha! (**) O morbus da desavenga andava a exten- 
der-se, com os visos inquietantes de uma pandemia irresisiivel, dentro 
de pouco. Nao quiz por conseguinte, o embaixador farrapo, compro- 
metter a sorte da Revolucao, jogando tudo numa cartada insana, como 
Bonaparte, em essa relembrada conjuntura. Assim e que, obstado pelo 
scisma interno o completo adimplemento do programma integro de 20 



( 4l ) Suas "Memorias", passim. 

(* 2 > Cit. of fie. do barao. 

(**) Caxias, carta de 22-1 V-43, cit. em Joao de Moraes, "Guerras do 
sul", 51. 



— 231 — 

de setembro, cuidou de manter delle o que, sendo accito pela outra 
parte, deixava caminho aberto a todas as reformas ; inclusa a que res- 
tituisse aos liberaes a magna vantagem que constrangidos iossem a 
ceder. Procttraria zeloso prescrvar, do programma radicalissimo de 
1832 e 1835. senao a idea-matriz, o que nelle, para todos os filhos do 
sul, era a idea prima-irma dessa, a que em primeiro lugar se allude. 
Tao somente d bout de force, resignado a ma sorte, apresentaria as 
condicoes de menor amplitude, que muitos outros ja admittiam. 

Firmada no sen espirito a dupla linha a trilhar na conferencia, 
estreiou os tratos, formulando uma proposta de entente com base em 
pacta federative mais amplo, mais seductor que o suggerido antes. 
O Brasil, como parte do Reino-unido, cubicara engrandecer-se a custa 
dos visinhos, e dous conterminos dos principaes circulos platinos, numa 
hora de rcvolta matricida e de nefario despeito, acenaram a coroa, 
bragantina com a utilidade e facilidade de transferir os nossos limi- 
tes austrinos, para muito alem. Nesse momento nos esfonyaVamos 
por erguer ou cravar os marcos sitos nas coordenadas geographicas 
actuacs, ou quasi actuaes, sobre as barrancas do rio Uruguay, de les 
a les. Pois bem, d. Nicolau Herrera, d. Carlos de Alvear exal- 
taram ainda mais a gula joanina. Pudera, se quizesse, effectuar a 
conquista da inteira mesopotamia convisinha. Estremeceti de jnbilu 
a incontida ambicao da corte. Adoptada a idea, faltoit homem de 
pulso que a levasse a termos de execucao. E so tardonhos passos 
foram dados, para que se transportasse a raia em mira, ao longo do 
Parana. (**) Ora, o que foi um passageiro sonho de nosso orbe di- 
plomatico-militar, sonho demorado foi do civismo oriental e continen- 
tino. Por dilatados annos se concebeu possivel reunir em um grupo 
nacional as provincias de aquem e alem do Uruguay ; provincias que 
em nossa preindependencia intentaram, unidas, assegurar uma coroa 
ao depois duque de Saldanha. ( 45 ) Rivera, alumno de Artigas, o pa- 
triarcha republicano dessa idea, resuscitou-a, ao ver-se perdido na 
luta contra Rozas, conforme consta para traz, e agora despontava ella, 
nao ja como uma solucao prejudicial ao Brasil: em vez de seggrega- 
tiva era augmentativa. 

Encerrado aqui um retrospecto esclarecedor ou illustrative do as- 
sumpto, redeamus ad rem, "Nunca deixarei de ser republicano e so 
federalmente me unirei ao Brasil", foi a solemne declaracao do gto- 
rioso assertor do movimento de setembro, em ]839, e fidelissimo ain- 
da e sempre a este programma inflexivel e que encetou as praticas. 
Na sua proposta, Bento Goncalves restabeleceu a negociacjio nos ter- 
mos com que a mesma se iniciara em 1841, com a mediaqao de Ri- 
vera ; termos a que o caudilho depois fugiu, dando, com falsia, a res- 
ponsabilidade da iniciativa, a Paulino Fontoura. Isto e, far-se-ia a 



(_u).(ir,f "Duas grandes intrigas' ? , passim. 



— 232 — 

paz, mediante um convenio entre o Imperio, de uma parte, e, da outra, 
o Riogrande, Uruguay, Corrientes, Entre-rios, communidades estas 
que nao f icavam- submettidas ao throno, sim vinculadas a elle, por um 
laqo federal. ( 4B ) Abriu-se o debate, que foi longo. Rematou-o 
Caxias, com um formalissimo non possumas. Alem de "nao julgar" 
Madariaga, Rivera, etc., ''autorisados pelos povos a isso", nao repu- 
tava tambem scr-lhe permrttido entrar em combinacoes de ta\ ma- 
gnitude. {") 

"Nenhuma proposicao aceitava, que nao fosse a total desisteneia 
da Independencia" da Provincia que rompera a irmandade com as 
demais da sua raca. (**) Insistiu o delegado da insubmissa, " fazen- 
do-lhe sentir o difficil que seria ao Imperio o vencel-a com a forca. 
e as vantagens que o mesmo Imperio reportaria, acceitando a Fede- 
raqao proposta, etc., etc., ao que lhe respondeu" o barao, "que apesar 
de conhecer isto, so lhe cumpria obrar na forma das instruccoes de 
seu governo". "Coutestando-lhe" os ditos o embaixador dos far- 
rapos, e asseverando que "nenhuma outra" offerta conciliatoria "po- 
dia fazer"-!hes, que tivesse como" honrosa; generalissimo de S. Ma- 
gestade "immediatamente" lancou uma, sobre a mesa em torno da 
qual discorriam, ( 10 ) e e a que a falsa historia aponta como a germi- 
nativa do convenio de Poncheverde. 

"Constara-lhe que os rebeldes tinham entrado em communica- 
cpes com Urquiza e que da parte deste general tinham ja prineipiado 
a apparecer deferencias para com os mesmos rebeldes". ( ,r '") Iuferiu 
da attitude benevola do tenente de Rozas, que este, sabedor de que 
o governo imperial se inclinava a uma politica favoravel a Rivera, 
promoveria quiqa uma contramina, achegando-se aos inimigos brasi- 
leiros, da coroa, no sul. ( B1 ) Clara Ihc parecia a manobra do dicta- 
dor e valeu-se de taes indieios para suggerir uma lembranca que, ao 
revez do que razoara Bento Goncalves, podia constituir uma limpa e 
lustrosa base para s-r.ceitavel accordo. "Apontou como ta\", id est, 
como honrosa offerta para os riograndenses, "a de proporem a. <le- 
sistencia" da luta armada, "declarando que nao era por temor de se- 
rem vencidos, mas, por verem que uma Nacao extrangeira ameacava 
a nossos irmaos Brasileiros"; palavras estas, com que "alludiu ao di- 
ctador Rozas". 

Ouvida a insinuacao, Bento Goncalves pronunciou-se em os ter- 
mos seguintes: "Que apesar de julgar difficil que seu Governo an- 
nuisse" ao que assim lhe era alvitrado, "exigia" se lhe notificasse qual 
o inteiro pensamento do gabinete fluminense. Necessario lhe era 



(* 6 ) Bento Gongalves, offic. a David, em 28-VII-44. Art. do aut. 
<* 7 ) Cit. offic. de Caxias, em ll-IX-44. 
(4»). ( W> Cit _ offlc _ de Bent0 Gongalves. 

( 50 > Caxias, offic. ao governo de 29-IV-44. 
(si) vide antes, referenda a isto. 



— 233 — 

"saber" mui exactamente, "se em semelhante caso, o Governo do Im- 
pend reeonheceria a divida interna e externa" do Estado, "se garan- 
tia a liberdade dos libertos que andavam em armas, e os officiaes nos 
seas respectivos postos, etc., etc.". Caxias respondeu logo. "Sem a 
menor hesitaclo", affirmou que aceitava a proposta impiicita ou in- 
clusa no que se lhe acabava de dizer "e que a faria seguir para a 
Corte immediatamente em urn vapor". 

Separaram-se os dous negociadores muito cordialmente. Bento 
Goncalves tracpu exposicao verbal a Canabarro de quanto "se passara 
entre sua pessoa e a daquelle Genera!", contando que "o Governo 
meditasse" e depois de sopesadas "com prudencia e madureza as cir- 
cumstancias, resoivesse con forme convinha" ao bem publico. ( 52 ) 
Deste nao poude cogitar a administrate civil internada, desde al- 
gum tempo, nos bosques de Piratiny, e sem a minima forc,a effectiva, 
graqas ao imperante militarismo, cujo surto espavoriu e escandeceu o 
animo do inditoso Rossetti. ( 53 ) 

Dous dias apenas eram transcursos e uma carta de Bento Gon- 
calves noticiava ao generalissimo de S. Magestade, que o da revolu- 
cao categorico recusava largar as armas, nas condi^oes por ultimo 
formuladas e aceitas na entrevista. ( 54 ) O barao presumia conhecer 
a fundo homens e cousas da orbita revolucionaria, desde que expluira 
a scentelha emancipadora. ( 55 ) Enganava-se. A prova deii-a no 
proprio relato a que se ha teito e de novo se taz referenda. 

No encontro com Bento Goncalves, que durou 4 horas, C 10 } 
acreditou ter devassado bem o foro intimo do lidador farroupilha: 
nao via possivel "continuar a guerra e queria ter a gloria de a con- 
cluir, desviando a David de figurar como primeira pessoa neste ne- 
gocio". ( 57 ) Cozinhava-se precisamente o inverse em scenario clan- 
destine, de que se vai falar. 

Sabido e que em theatro parecido, na antiguidade, uma alma en- 
venenada pelo odio e despeito entrara, com outros, em tredas machi- 
nacoes. "Sed antea item conjuravere pauci contra rempublicam, in 
quibus Catilina fuit". ( NS ). Imitava-se-lhe o exemplo. Vulnerada, 
nas obras-vivas, a nau do Estado, pela mao de Antonio Vicente, e de 
seus compartes no crime de lesa-Patria ; este homem f unesto mais 
uma vez manejou os recursos de seu talento para uma empreza ever- 
sora da magnit'ica obra que construia, pacienttssimo, o homem bene- 
merito de que se fizera competidor. 



( 5 -) Cit. offic. de Bento Goncalvee. 

(53) vide sua coriespondencia em 1840, com Bento Goncalves e Al- 
meida ja cit. 

( 5 *) Cit. offic. de ll-IX. 

(55). (56) Carta de Dionysio, ja cit. 

{=') Caxias, cit. offic. de ll-IX. 

( 5S ) Sallustio, "Opera", Bellum. catilinarUtm, § 16. 



— 234 — 

Laborava entao mui activo no terreno politico oncte mui anclio e 
frio assentara sus reales, certo de ir, do gabitiete, a mais alta magis- 
tratura, em grande triumpbo. Laborava surdamente, quando em fins 
de 1842 se via de subito posto fora da "cancha" onde petulante 
"monarcheava". Encerrada assim a tencoeira campanha, abriu outra, 
com a maledicencla a diarlo, com a opposiqao destruidora: "Acabese 
cl mundo, pues falta de el don Facundo " , eis seu programma intei- 
rinho! Agora, em 1844, a iracundia, a remoela se sobrepunham, de 
novo, as inspiracoes do bem publico, e este Sansao pampeano, a guisa 
do israelita, para vingar-se ou melhorar-se nestoutra Palestina, o que 
havia de conceber de melhor? Asir iconoclastico e profanador as 
columnas do templo em que tiuha com outros sacrificado ao Ideal, 
para abater as aras deste, subverter aquelle, da cumieira aos alicerces ! 
Recordando e.quivaleute sttuac.ao de Roma, Bento Gonial ves, em 
face dos inimigos do systema jurado, podia escrever com Cicero, 
em 1843: ''De Republica quid ego subtiliterf Tota periit" , e agora, 
mais do que antes, podia dizel-o! ( 5i) ) Nao se vira no decennio tao 
repugnante, consternador espectaeulo, e ao mesnio se refere, com sin- 
geleza, Dionysio Amaro: "A paz teria sido feita", qual vtrtualmente 
ficou "accordado" "na conferencia" ja descripta, "se o circulo mi- 
norista", dc que era alma o referido ex-ministro, "nao a tivesse feito 
retardar, por nao qucrer ver apparecer Bento Goncalves" em negocio 
de tamauba transccndencia. ( G0 ) 

Caxias veiu a inteirar-se do que occorria entre os bastidores in- 
surrectos. Percebeti que fora mau psychologo, ao saber, dos labios 
de Dionysio, o nue estava no segredo de poucos. Voltando o farra- 
po a sua presenca, em mais outra difigencia de troca dc aprisionados, 
o brigadeiro realista, alludindo aos tratos, manifestou-se-lhe por 
modo a que ja bouve referoncia: "Nao !he dizia que isto passava 
tudo em conversa?" Mas, discordante, o outro: ''A paz se fara, v. 
exa. me dispense, puis offereceu muito aos republicanos" de quern a 
sua assignatura hoje mais depende, "e elles se contentarao com me- 
nos de metade, comtanto que Bento Goncalves nao appareca" e seja 
mantido em absoluta obscuridade. Nao se furtava a "prevenil-o", 
no cntanto, de "que o unico" dos chefes "com quem devia tratar, 
era este, eaabora estivessem na administracao os seus inimigos". ( fll ) 



( 5a > "Opera", cartas, ml Att. II, 21. 

( 80 > CIt. carta de Dionysio. 

(**} Vide a carta de Dionysio Amaru. bar&o, em outra a Beuto 
Goncalves, que adiante figura, trata a este, antes da reconeiliacao, de "ca- 
maiada e amigo". Nutria, antes, preveneoes contra elle, e resaltam as 
mesmas, no illogismo da sua reprodusiida suspeita. Como poderia Bento 
Goncalves ter essa idea, quando vlera h entrevista em lugar de Canabarro 
e este era o onmipotente ehefe railitar da revolucao?! 



— 235 — 

Ha tie evidenciar-se que o jovem official insurgente via as cou- 
sas publicas da hora entao a fluir, com muito bom-senso, cornquanto 
errasse, no mesclar todo o pessoal da alta regedoria do Estado com a 
gente que manejava, a seu gosto, o rude e voluntarioso David, — cujos 
actos militarcs e tempo de relatar, depois de larga mencao do que 
fazia ou deixara fazer, na esphera civil ou diplomatica. 



CAPITULO It 

Com o que se intentou sem fructo na mencionada orbita, finda 
para sempre, no grande scenario da Republica, a accao directa ou 
positiva de Bento Goncalves, que entra no ostracismo, com o silencio 
tnagestoso de Aristrdes. Mas, ao abandonar, cabrsbaixo e conster- 
nado um ambito de tristes ruinas irreparaveis, quasi vasio com sua 
ausencia; que sombra augusta dentro nelle se projecta! 

No hemispherio continentino, sobretudo no dessa risonha Por- 
toalegre por tres tongos annos appetecida e Terra de promissao den- 
tro de cujos muros deviam acabar as Iongas perigrinacoes libertarian ,' 
o sol, ao esconder-se, por essa quadra do anno, recama-se de matizes 
divinos. Celagens de uma rica, intensa polychromia, extendem as 
tenues gazes fantasticas, por metade e mais, de um ceu resplandecen- 
tissimo, como se a luz poente se coasse por mil prismas, centuplicadas 
as communs e ja maravilhosas irisacoes con; que nos briiida, qaal se 
nelles habitasse uma fada ou um deus. Nao rnenor, equivalente em 
tudo a essa, a pompa moral que brilha e rebrilha no sacro espaco; 
nao menor a sublime claridade que expede de si o grande homem, no 
episodio narrado, e dahi o rasto impressionante de sua magnifica 
personalidade, que para traz se aponta. 

Bento Goncalves, depois do traco de um relatorio verbal ao che- 
fe militar da revolugao, mandou-lhe, acto continue), outro, "por es- 
cripto, para S. Ex." mostrar, se julgasse conveniente, ao Governo e 
aos Cidadaos da Republica, afim de que avaluem (diz) o resultado 
daquella entrevista, e ajuizem" quaes foram "os poderosos motivos 
por que nao se conseguiu a paz, com dignidade, que todos anhela- 
mos". Feita, a seguir, a exposicao ja transcripta, quern provara to- 
das as amarguras, nao todas as alegrias de Washington, pronunciou- 
se, com a altura soberana e a civica isempcao, com o espirito de sa- 
crificiOj do verendo yankce. Convidado o governo a meditar c a re- 
solver, como a situacao exigia, aqui tendes a chave de ouro com que 
encerrava a missiva e a sua vida politica, ate hoje considerada com 
mesquinha justiea, envergonhadora superf icialidade ; a qual bastante 
ha concorrido para que permaneca a porta do alcacar dos im- 
mortaes quem, nos agapes do olympo. fez jus a nm dos mais dis- 
tinctos lugares na mesa do eterno recreio. 



— 236 — 

Vede coin que nobreza, com que fidalguia, se declara o heroe 
continent ista: " Quanto a mitu, cumpre-me declarer a V. ex." que, de- 
dkando-nie todo a libertar nossa Patria e sustentando nossa Inde- 
pendence, protesto nao abandonar a nossa causa, emquanio tkner 
companheiros que a isfo se dediquem. Mas, destituido de seguir ca- 
prkhos, respeifarei sempre qualquer deliberagao que tome a maioria 
do Povo e Tropa, submettendo-me, etnbora seja contra a minha opi- 
nido" individual ; "pais nao quero que, se formos infortunados, se 
d'iga que, por um capricho, concorri para a infelicidade de mens Pa- 
tricio s" . 0) 

Contraposta ao fero, criminoso rabeio do egoista Antonio Vi- 
cente, ja appareceu a cordura serena de um grande cidadao da Roma 
do Lacio, e na da Pampa, uma outra figura da mesma egregia cate- 
goria atirava a face do transviado ex-ministro riograndense, aquellas 
magnificat, illuminadoras palavras de Sailustio. Ad instar dessas, 
outras podia relembrar agora, tambem as de um antigo, ao dirigir-se 
ao maximo orador da urbs eterna, em eventualidade equivalente a de 
que se trata ; aqui examinada com absoluta isempcao. Nem os tneus 
resentimentos domesticos, (escreve este) nem os uftrajes de quem 
quer que seja, me afastariam jamais do service* da Republica: Me 
interea, nee domesticus dolor, nee cujusquaw, injuria a republica abdu- 
cet. ( 2 ) E para completar a assemelhacao, que se nos permitta in- 
troduzir em paginas de minimo valor, mm das mais bellas de pere- 
grino espirtto da actualidade. Data venia, vai fazer-se o traslado, 
substituindo o nome de quem mais trabalhou em prol da abolicao do 
captiveiro, em nossa quadra, pelo de quem tentou realisar a obra de 
13 de maio 46 annos antes. Segue, ipsis verbis, a celebrada joia li- 
teraria : 

"Quem podera, sem offensa, comparar um dynamo dessa natu- 
reza, um propulsor de enthusiasmos e de forces da estatura de" Ben- 
to Gonc.alves, "aos invljosos" "que so vivem de diffamar, e andam 
sempre empenhados na demolicao de tudo e de todos". "Essa flora 
de carrapicbos sem alegria e essa fauna abjecta de vespas t lacraus 
nao conseguirao nunca apprebender ou igualar os impetos de uma 
alma de eleicjio conio a" do grande politico redemptor, "seduzida in- 
cessantemente pela liberdade, e escrava indefessa do ideal. 

Referhno-nos em comeco ao roble augusto da floresta. Pois 
eoncluamos, pedindo a creacao que nos apresente, nutu scenario sa- 
bio, os dois typos em antithese. Ampliemos a comparaclo aos ou- 
tros aspectos que podem resaltar de um exame do conjunto no qua- 
dro desconforme offerecido aos nossos olhos pelos emmaranhos da 
selva na opulencia de sua virgindade. 



i 1 ) Cit. offic. de 28-VII. Arch, do aut. 

( 2 ) Cicero, "Opera omnia"', XII, epistola de Metellus Celer. 



— 237 — 

Canta-lhe em cima, na desordenj dos ramos confusos e densos, 
11 passaredo inspirado. 

Os fortes cipos flexiveis, espalham-se pelas copas, ligam tunas 
as outras as arvores enormes, agitam no ar os bracps retorcidos, e, 
como tentaculos de polvo, prendem-se aos galhos robustos, numa 
uniao para todo o sempre indissoluve!. 

Agari'ados aos troncos, ou entao balouqando mal suspensas, as 
parasitas desatam-se em f lores, quebrando a monotonia do verde e 
matizando a folhagem de tons violentos. 

A essa gloria das grandes forqas geradoras da vida e da belleza 
do Universo, dilatando-se e pompeando no alto em confusao sober- 
ba, empecendo os caminhos do ceu. e multiplicando-se em f lores, num 
delirio de cores raras e de perfumes vividos, agitando palmas ao ven- 
to e desferindo melodias e hymnos pela garganta dos passaros em 
festa, corresponde, na base, o lethifero paul, o charco pegajoso e 
fofo, gerado das folhas seccas e velhas que o outomno jogou por 
terra e que as aguas das chuvas decompuzeram. 

E a flora da villania rebenta do tremedal, sinistra e negra, nu- 
ma espantosa multiplicacao de aculeos desleaes, offerecendo no seio 
torvo um abrigo de lama aos reptis nojentos da pecpnha e aos gran- 
des sapos bufos das ideas porcas. 

Nao existem, la em cima, os esterquilineos que empestam. O 
que se nota ali e uma exuberancia formidavel de seiva. Corre um 
sopro selvagem de desordem pela creaqao, e esta se agita numa tre- 
inenda ineontinencia, que nem por isso deixa de ser um especcaeulo 
de sonho e de gloria. 

Em baixo, envergonbada e escabujante, arrasta-se a socapa a 
ignominia sobre a terra empapada e lurida, onde os colossos afundam 
as raizes; nao ha garganteios de crystal, nem bulicio de asas inquie- 
tas; tudo e morno, soturno e vesgo ; ouvem-se apenas chios e coaxos, 
rastejos e cri-cris, buf idos, zumbidos ; e se porventura um calice 
branco emerge da escuridao inolle e fetida, que envolve o ambiente de 
cilada nesses chaos pusilanimes da inveja e da maldade, e que o ceu 
magnanimo quer perdoar a hediondez das naturezas rudimenta- 
res..." ( s ) 

Mas, cumpre detxar de parte a um grande peccador e ter em 
conta outro, de maior tomo ainda. Findo o ligeiro paralelo do ex 
cheie do Estado com o ex-ministro e conspirador, transfer! os olhos 
a diverso: ao paraleio do general magnanimo. quanta desacautelado ou 
improvido, com o general tambem machinador e cabeca de motim. 
Notai o contraste, se, de quern fala com a magestosa elevacao que pa- 
ra traz se registra, passamos as vistas a grauda pessoa a quern o an- 
tigo mentor do setembrismo calmo se dirigia ... Se o destinatario 



( s ) Felix Paeheco, '•Robles e Cogumelos", 47 a 50. 



— 238 — 

da epistola memoranda sobresae no theatru da Revolucao, com urn 
perfil dc linhas em verdade imponentes; destaca-se muito superior, 
a elle e a todos, a sombra luminosa que, deixando a sua ingrata 
actualidade, se distancia da mesma, a caminho da historia. Se mais 
do que nunca este indigetc campeia excepcionalissimo. facil e de pev- 
ceber, ao mesmo tempo, quao apagado ou duvidoso nog fiea retra- 
to de seu etnulo, mormente ao divisarmol-o nas trevas que, de minu- 
to a minuto. se Ihe espessam em torno, desde a registrada conferen- 
cia de Caxias com Severino da Silveira e Jose Pedroso. 

Sei ao certo da grande alegria de Cambarro, ao inteirar-se do 
assumpto, esereve. para a Corte o barao. (*) E ja foi posto em re- 
levo o desapego que o caudilho patenteou, ao considerar, na memo- 
rada eventualidade, o que mats lhe cumpria defender. Necessario 
foi que o go ver no de Piratiny, outra vez sob inspiracoes, aliaz mo- 
mentaneas. de Bento Goncalves, lhe notificasse o que consta em capi- 
tulo retro ; necessario foi essa reprimenda, tacita ou discreta para que 
se cohibisse Canabarro ou para que moderasse os impetos. ( 5 ) Se 
nao fosse quanto se exarou, a Republica era immolada numa arbitra- 
ry decisao quarteleira ! . , . 

Era aliaz de rccente data, o desamor de que tivemus ahi tania.- 
nha amostra? Nao! Antes, muito antes, do historiado episodio, fora 
Pedroso a Montevideu, para segredar a legacao do Imperio que Da- 
vid, se bem com dignidade, queria a paz. ( 6 ) Sim, tudo indica appe- 
tecel-a como attesta o ex-ministro da justica, mas, e facto verificadis- 
simo, que tambem a queria com inteiro sacrificio immediato do pro- 
gramma revolucionario ! Se um minuto se preoccupou com este, nao 
foi por expoutaneo movimento dalma; graqas foi ao peso de um va- 
!ioso coefficiente modificador. Reflexiona Almeida que "as occor- 
rencias grandiosas alliviam o espirito, e nos afastam de nos mesmos" ; 
isto em seguida tracando: "Quantas vezes um reciproco entreteni- 
mento ha sido o reconciliador dos coracoes, em aziagas discor- 
dias?!" ( T ) O coefficiente a que se alludiu e cuja dupla influen- 
cia tornam bem comprebensiveis as palavras transcriptas, represen- 
tou-o fugazmente Bento Goncalves, antes de avistar-se com o estra- 
tego imperial, e foi como que uma irradiacao benefica, de sua tia- 



(*) Caxias, eit. offic. de 11-IX. 

( 5 ) Clt. of fie. de Caxias. Aftirma que Jardiro entao " inteirameute 
governado por Bento Goncalves e Jose Mariano de Mattos". Esereve tam- 
bem que David recebeu com muita indignaeao a contra-proposta do seu 
governo, inspirada por aquelles dous e que data dahi (quanto se enga- 
nava! ) a indisposi^ao de Canabarro contra Bento Goncalves, Jose Maria- 
no e Netto, como o desatio do prlmeiro destes tres com Ouofre, esperando- 
se, a todo momento, outro com David. 

( 6 ) Vide o oMlc. de 11-XIM2, ia cit. em largo extrueto. 
C) Vide os cits. "Pensamentos", no arcb. do aut. 



— 239 — 

tureza. sobre a do velho compaiihdro, com que Be achou a sos, livre 
Canabarro de qualquer outrn presrigio capaz de o desvirtuar ainda 
uma vez. ( s ) 

Merce do que se pudera classificar de urn ''flnxo de inducqao 
masrnetica'', phenomeno gerativo de tantos prodigios na ordem phy- 
sica. observou-se na ordem uoral. esse, ja em registro. (*) Pro- 
daziu-se o da captacao de David ; quem, vencido pe!a seductora fre- 
qucncia de Bento Goncalves (pois era dotado de penetrativa affabi- 
lidade, maneiras attraentissimas), acabou por ver como elle os trans- 
cendentes negocios que preciso era encetar. Concluiu por ver como 
Bento Goncalves as eousas publicas de maxima relevancia nessa ho- 
rs, e confiou-lhe a embaixada !ogo victims do roemorado ludibrio. 
Mas. ephemera, como se sabe, a volta do infiel a orthodoxia, e o ge- 
neralissimo farrapo, depois de exautorar o negociador — paracleto 
do que de melhor se emprehendera diplomaticamente — recaiti nos 
gestos hereticos que urn momcnto banira. 

Uma aguia. reza a ''Riblia", tirou a meclula a ura cedro, e de 
igual calamidade fora victima o altaneiro umbu da I'ampa, cuja rica 
folhagem pompeava em nossa paizagem historica, desde a guerra dos 
patrias. . - Desconsolador o que em Canabarro se presenciava, mas, 
com o fluir dos rnezes, peor se havia de contemplar. Nao se deteve 
com o clandestino passo em Montevideo, o declinio da antiga, viril 
firmeza do estupendo campanhista, luzeiro do cyclo gaucho. Escoi- 
regou alem, de geito muito eompromettedor. Caxias, que nas suas 
communicacoes por escripto se Ihe mostra indulgente ou favoravel, 
cm varies passos ; Caxias descobre em um, o que dirieis fabuloso, in- 
ventado, se a chronica das guerras internas assaz nao exhibisse a que 
nivel de ordinario descem as paixoes humanas, e nao soubessemos nos 
o pantano moral em que Antonio Vicente mergulhou com os delle. 

Do incendiado, torpe ceno do inferno, surge clamorosa uma ca- 
bec/a, para tragtcas, dolentes notificacoes ao vate da "Divina Come- 
dia"; e surde. face a face, de Caxias, outra cabeca, por "duas ve- 
xes", para certifical-o de que o furibundo Canabarro se tinha de todo 
amansado. . . Um tio do heroe isto lho assevera com insistencia, e 
mais algo, que e de ler, com immensa, irreprimivel tristeza. xluma 
"estancia no Alegrete procurou" o barao, para dar-lhe arrhas. A paz 
St tiniui que facer, asseverou, com isto mais: OUE POR SEU SO 
BRINHO NAO HAVIA DUVIDA. Que "se o hnperio fizesse 
ifuerra <.' Rozas. Canabarro se Ihe nmra. Por ultimo, falando em no- 
me do predtto sobrinho, addiu este arranco infidelissimo: QUE 



( 8 ) Dionyaio diz que os dous cliefes se achavani sosinhos, quando da 
estreia das negociatjoes e da combinacao a que adheriu Caxias para o en- 
eontro. 

(*) Matisse. "Lea sciences physico-chimiques et matematiquea", 53 



— 240 — 

"TRATASSE" CAXIAS "DE ACABAR COM O PARTIDO 
DE BENTO GON CALVES ; que com elle podia cantor, assim co- 
mo com toda a sua gente" '.!'■ ( 10 ) 

Quem se entrega por muitos annos ao convivio dos archives, 
finda em geral escravo delles. O que por vezes principiou como um 
acto de curiosidade, muda-se a pouco e pouco numa apaixonada la- 
buta, de sainete religioso alfim. Move-nos um sentimento de molde 
ainda personalista, quando rulgarisamos o fruto de nossas investiga- 
tes iniciaes. Dissipa-se logo, no entanto, a mesquinha tendencia, 
para dominar cm nos tao somente a doce, modesta satisfaccao do de 
ver bem cumprido, — satisfaccao unica digna de estima, como adver- 
te o magnifico Rodin. Esta, de ordinario, e imniensa, das mais gra- 
tas, se a pesquiza e fecunda. Mas, em certos minutos da historia, que 
profundas tndancolias esparze em nossa mente, confrangida por mais 
uma desillusao inesperada ! Tal foi a que abalou o autor, quanta teve 
nitida confirmacao de que nenhuni exagero havia no modo como inter 
pretara antes a desistencia do generalissimo revomcionario. 

Deslustrosa jA Ihe apparecia a mesma. Deslustrosa, aim; mas, 
confiante sempre na inteireza dos homens daquella rija idade, fixava 
o que o estudo lhe ia revelando, com a esperanca tenaz de que en- 
contraria attenuantes, para o passo em falso do celebre guerreiro. 
De ovavante nao podia haver mais duvidas 1 Porquanto, se nos nao 
bastasse a prova ja pa rente, no colloquio reconciliatorio de 1843, te- 
mos, para um perfeito juizo, uma contraprova de truz: proceder 
de Canabarro, na antevespera do convenio de Poncheverde, cousa de 
que a seu tempo se falara; proceder confirmative das extranhas vo- 
zes correntes no Prata, a respeito da pouca firmeza do guerreiro. 

Patente ficava esta, na propria bora em que os mais sinceros 
opposicionistas com orgulho ainda o erguiam em seus pavezes; con- 
traposto, assim, quem muito menos valia, a quem foi indubitavel- 
mente o superhomem do setembrismo, radioso, fulgido sol, ate mesmo 
nas fimbrias do occaso! O de Canabarro tambem se avisinhava e 
correu entre lampejos sinistros: memor se diria eutre nevoas de equi- 
voca lumieira, poisque tao incerta foi, que, meto secuto apos, ja assaz 
transparente a gloria de Bento Goncalves, e a de seu rival, sobre an- 
dar contestada, a qualificaram muitos de polluida, — o que nunca 
se provou e felizmente parece um aresto sem base, em alguns de seus 
iteus ao menos. Mas, antes de voltar a esse thema (o que sera for- 
coso), e opportuno que se relate o que entrementes ou depois Toi 
occorrendo no theatro bellico. 

Falho, merce da boa sorte de Caxias ou procrastinado graqas as 
negociacoes, o golpe em apresto contra elle ; o que ha nesta altura a 



<">) Cit. ofric. de 11-ES, 



— 241 — 

consignar e que a estase, nas operacoes de largo tomo, persistiu in- 
variavel. O grosso dos imperiaes manteve-se por cercanias de Bage 
e o cabo supremo, desreceioso de grandes novidades, dirigiu-se, com 
pequerto sequito, a S. Gabriel, depois a Cassapava, onde inspeccionou 
os servicos da 3. a divisao. Encerrada a labuta mencionada, remet- 
teu para a Corte um copioso relatorio, sempre artificiosissimo, dos 
ultimos eventos militares, como dos tratos com a Republica, sobrevi- 
vente ate aquella hora, por mais que lbe annunciasse a morte, para 
acola, havia bem dous annas. ( 1X ) Findo esse trabalho, poz-se, qua- 
tro dias mais tarde, no caminho da volta, reunindo-se a 1." divisao; 
do centro da qua! assistiu, de palanque, a um drama inesperado, que 
tacilitou a conclusao da obra que tavitos a fas muteis Bit custaram. 

Emquanto s. ex." tomava providencias administrativas ou redigia 
os sobreditos informes, o exercito da Republica fragmentou-se, de- 
pois de estar unido todo, sobre o Pirahygrande. O grosso da tropa, 
com o generalissimo, conservou-se uns dias sobre esse curso dagua. 
Bento Goncalves dcixou o commando da l. a divisao e foi com a 2. :1 
occupar o departamento de entre Camaqua e Guabyba. Netto que 
por ultimo chefiava esta, mandado foi para a eomarca immediata- 
mente ao sul, com uma parte daquella divisao e com a 4. a , orphana- 
da com a prematura morte de Antonio Manuel, soldado de "grande 
reputacao entre os seus companheiros" e que estes nao esqueceram 
nunca, ( 13 ) 

Ao ex-chefe do exercito cabia "dar apoio as reunioes da guar- 
da-nacional", ( ,s ) mobilisada para as vindouras operacoes, tambem 
naturalmente para cobertura de terreno que o Moringue andava a 
trilbar: o municipio de Jaguarao, "populoso e rico, onde os rebeldes 
tiravam muitos recursos". ( 14 ) Ao ex-presidente cumpria restabe- 
lecer na zona ja indicada o prestigio das armas da Republica, desde 
Cassapava, direito a qual se iniciaram as suas marchas, ate a barra 
do Jacuhy, em cuja regiao proxima, como dentro em suas aguas, 
as montoneras farroupilhas persistiam intrepidas. Em verdade, con- 
tinuavam a confirmar o juizo de Filippe Nery, o brigadeiro imperia- 
Usta recem-extincto na que foi segunda Capital do jovem Estado; ge- 
neral esse, que tinha alvitrado um terrivel drastico, para purgar a zo- 
na das impalpaveis formaqoes reveis, guiadas por individuos audacis- 
simos, da categoria de Jose Custodio, um dos mais notaveis cabecilhas 
do ainda e sempre combusto valle. 

Bento Goncalves devia estabelecer a ligaelo destes precio- 
sos elernentos com o quart el -general do exercito. Manejar tambem. 



(H) Canatoarro, carta de 31-VIII-44, a Lucas. Arch, do ant. 

(12) Caxias, offic. de 13-VHI-44. 

( 1S ) Canabarro, cit. carta. 

(»*) Caxias, offic. de 7-VI-44. 



— 242 — 

com espirito de conjunto, a vivacissima actividade insurrectional pe- 
culiar a celebrada e celebravel comarca Abrilina; onde teve o gosto de 
ver festejada, pouco depois, a sua approximate, com outra aventura 
gtoriosa do predito Jose Custodto. Em agosto bateu uma forca ca- 
ramuriia ; vantagem a que logo addiu outra. uma proeza fructuosa e 
pinturesca: a tomadia, ja relatada. de um comboio fluvial inimigo, 
proeza que foi a derradeira de sua vida, pois succumbiu em ataquc 
subsegiiinte, derrotada a sua gente pela do bravo major Israel Ribei- 
ro, havia pouco libertado por troca. ( 15 ) 

Dispostas as cousas militares da -banda oriental da Republica, 
David cogitou de algvunas providencias na occidental. Destacado foi 
para as pontas do Sta. Maria o 1.° dc lanceiros, entao sob o comman- 
do do valoroso Augusto, e o corpo do tenente-eoronel Carvalhinho 
seguiu direito a estancia de Domingos Marques, afim de operarem 
ambos, nas hnmediacoes, dc harmonia com um uruguayo de igual 
]>osto, o riverista Cabral. Ultimada a sua commissao, o brilhante 
farrapo citado por ultimo, devia retmir-se com aquelle outro ao exer- 
cito, que, entrementes. se iria situar pelas altas margens do Jaguarao, 
por onde pairava ja, desde a primeira semana de agosto ou comecp da 
segunda. ( le ) Foi a eaminho para ahi, que David poude ler as co- 
pias que Ihe enviara o governo, tanto dos papeis mandados por Lucas 
a personagens' do Rio-de-janeiro, quanto algumas notas do novo go- 
vernador de Corrientes. 

E' de saber-se que, em conseqtiencia da catastrophe de arroio 
Grande, recaiu esta Provincia na condicao em que se vira depois de 
Pagolargo. Ferre, com seus amigos, emigrou, bnscando asylo no 
Alegrete. Em sell reiugio prepararam estes a reaccao. Organisada 
uma ho.ste sob os auspicios da Republica, dom Joaquim Madariaga, 
cunhado de Ferre, assumiu o commando da mesma, c transpoz o Uru- 
guay, junto a Restauracion. Conta-se que o notado liberal, cortando 
o ramo de um sals n vergado .^obre a niargem do rio, disse aos com- 
panheiros de aventura: este se chamara, de oravante, Paso-de-los- 
libres, e de facto e com esse name que, desde entao, se conhece a su- 



(i5) vide a correspondencia de Caxias em 1844. Na do gremio oj>- 
posto, ha numerosas provas do que foi a resistencia activa e passiva, no 
territorio em que mais se demoraram as tropas da Republica, o que com- 
prova uao haverem procedido ahi, em maneira a gerar desgostos on desen- 
ganos, Pode atnda o autor citar pega legal bastante illustrativa. O go- 
verno de Portoalegre mandara para Sto. Antonio o terrivel Mello, a quem 
Labatut quallficava de assassino e algo mais. Pois bem, nao eonseguiu 
trazer a gente as fileiras, elle o diz, em of fie. de 9-II-44: "Nao houveram 
rogos, promessas e ameaeas que com elles nao despendesse, porem tudo 
foi inutil, nem ao menos a revista quizeram vir", os guardas-nacionaes. 

t ls ) David, offics. de 31- VII, 5, 12-VIII e d<5 Caxias a 11-IX. Arch, 
do aut. 



— 243 — 

nrarnencionada villinha argentina. Restabelecida a ordem legal na 
Provincia, Madariaga subiu ao posto de governador. Neste cara- 
eter e que enderecava suas communicates aos bons visinhos que tao 
seguro apoio the deratn, nos infortunios do recente exilic. (") 

Fiel tambem alfim se lhes mostrava Rivera, o volubilissimo, in- 
segurissimo Rivera, e nao fugiam agora, os nossos republicanos, de 
lhe prestarem a ajuda negada em 1842: politica esta ultima a que pro- 
pensos, desde 1841, os seguidores de Canabarro. Os oribistas es- 
tavam senhores do rnagnifico departamento do Serrolargo, sujeito a 
lei delles, por homem de fibra, Dionysio Coronel, aquartelado na ca- 
beca administrativa da zona, Urgente era desalojal-o e o lot tentar 
uma hoste do caudilho uruguayo, essa mesma a que se deviam en- 
corporar Carvalhinho e Augusto. Unidos todos, eairam sobre Melo, 
pouquito depois, mas, nao lograram bater a guarnicao, que, segundo 
informe de Caxias, os repelliu "com grandes perdas", na gente dos 
nomeados farrapos. ( 1S ) 

Taes baixas, que aquelle estratego cuidadoso registra, para dar 
na Corte a sensacao de que o inimigo a pouco e pouco se extinguia; 
taes baixas pouco foram de contar, se outra causa de escassez nas Ei- 
leiras nao cstivesse compromettendo a pujanca do exercito: mingua- 
dissimo ja, quando se transferiu para levante, com a lepra dissolven- 
te nelle diffundida, por obra e graca da "ininoria". As folhas-pu- 
blicas da Capital do Imperio assoalbavant, de continue, estar morta, 
bem morta, a insurreic.ao, mas. ao alto se conbecia a lealidade. Scien- 
te estava o pac.o de que fora mister absconder a "parte official" do 
barao, summariando as perdas de Poncheverde; afim de que os povos 
do centro e norte desconhecessem o triumpho obtido pelos reveis. ( 1<l ) 

Ora. mui constants o uso de quejandos artificios, para encobrir 
o nullo effeito definitivo das medidas militares do gabinete de S. 
Magestade, como incessante o pedido de batalhoes: infantaria e tnais 
infantaria, bradava soturno o commando-geraf na extremadura, a 



(") David, cit. offic. de 5-VIII e Bento Goncalves, offle. sobre o 
mesmo aasumpto, no arch, do aut. Vide nesse arch., Madariaga, nota de 
4-HI-44. 

( 1S ) Vide cit. offic. imperial de 11-IX. 

('") Vide cartas (duas) que ae colheram em bagagem tcmada a 
Netto, pecas anonymas e sem data. Devem ser de junho de 1843, poia se 
referem ao iiomeado cheque como facto recente, e allude uma dellas a 
"interessantissima carta do lrmao de Joao Antonio", que e certamente 
anterior a 29 de maio. Affirma o autor da primeira das duas, que os 
imperiaes nao sdo capases de publicar a referida parte-official, nem con- 
fessar qual o numero de prisioneiros e mortos delles. O missivista asse- 
vera na outra (registre-se de passagem), que transmitte as noticias do 
sul, aos Andradas, Feijo, Costa Ferreira, Que Aizfim a verdade. Eslorca- 
se para estabelecer conimimicaeoes antra elles e os farrapos. (Arch, do 
Exterior) . 



— 244 — 

opinar que tanto major fosse o numero, tanto mais prompto se che- 
gava ao fim collimado. ( 30 ) Lia e relia as mensagens do sul, o ar- 
gute Pedro II, descobrindo, nas entrelinhas, o que era tambem a pro- 
funda convicgao de Caxias ; quern, certo de nao triumphal" com a for- 
ca, punha extremo zelo em nao deixar patente, com a sua impotencia 
em quarts Provincia, o escasso nierjto militar da obra conduzida cm 
tres outras. Jndubitavel e que, sendo necessario sair da entaladeHa, 
o ministro da guerra escreveu ao seu gracio collaborador na fronteira. 
De "ordem de S. M. o Imperador lhe determinou que nao despre- 
sasse os meios conveneionaes" para ultimar a guerra, "sempre que 
elles nao f ossein desairosos a Coroa". 

O secretario de estado com isto lhe pr escreveu que desse "pare- 
cer" a respeito das "bases" a instituir para um accordo, tambem so- 
bre a conveniencia ou inconveniencia da ida, ao theatro dos succes- 
sos, de "um agente com instrucqoes". O destinatario do officio mi- 
nisterial bastante subtil era, para admittir viesse outrem roubar-lhe 
as glorias que cubicava, de pacifkador da mais batalbadora gente anti- 
monarchica. A seu ver, com "franqueza" escreve, teria qualquer 
agente a sorte do de 1841. Depois, mui difficil chegar a um enten- 
dimento, pelo que vai expor. "E' tal a desuniao entre os rebeldes, 
que nao sei com quern se podera tratar com probabilidade de bom 
resultado, poisque esse mesmo governo a que elles fmgiram obedecer, 
mas que, de facto, e despresado por uns e aborrecido por outros, es- 
ta hoje inteiramente desmantelado e fugitivo", ( 21 ) ora "em carre- 
tas" ora "em cargueiros". (**) "Os chefes que capitaneavam for- 
qas, estao tao rivalisados entre si, que estou bem certo, pela experien- 
cia, que nenhum delles podera comprometter-se a qualquer arranjo, 
receioso de outros seus rivaes". (- 3 ) 

Em face do sudario que desdobra Caxias, aqui avesso a menti- 
ra, nao e difficil perceber, em verdade, que deploranda physionomia 
tinha a Nacao em aimas no sal. Em vez disso, nada mais era que 
um ajuntamento desharmonico, desatado, Jnforme, que arrastavam 
ao cimo de novo Golgotha. Nada mais era que uma ruina-viva que 
por milagre deambulava e nao complexo vigoroso. alentador de uma 
hoste regular, poderosa, efficieute. 

Nao deixa margem para enganos, o claro, precioso relatorio de 
Caxias. E se alguma duvida pode haver, some-se ella, diante deste 
outro quadro da paixio e morte do illustre gremio que se fizera o 
tabernaculo do espirito liberal, mais puro e alto, da America portu- 
gueza: nao pode ser peor, (escreve) o estado moral dos rebeldes, 



( 20 ) Castas, correspondenclas de 1843-44. 

( Z1 ), Idem, offic. de 2-X-44. Vide tambem o de 11-1X-44. 

( 22 ) Cit. eorrespondencia. 

(- 3 ) Cit. offici. de 2-X-14. 



— 245 — 

cuia desercao avulta cada vez mats)! ( 2 *) O glorioso exercito que 
nos humbraes de Portoalegre manteve em cheque o do Imperio du- 
rante largos tres annos, o exercito victorioso nessas multiplas accoes 
de guerra memoradas em historico knco de seda e em outro painel 
farrapo; substituido fora, pelo mimo das opposicpes, em uma pobre 
"rnassa" inefficaz e "sem governo, sem ordem, nem disciplina", cujo 
chefe, em suas ultimas e "pessimas manobras", o que fazia era "as- 
solar o terreno por onde cruzava"! ( 2S ) 

O severo juizo e de um adversario, mas, boas tradicpes pessoaes 
o fortalecem e tristes eventos de todo em todo o legitimam, conforme 
ides notar. Quando Canabarro estanciava nao longe do sitio de um 
vergonhoso destroc,o, reencontrou-se com Dionysio Amaro, quern, na 
labuta da troca de prisioneiros, girava, como uma mvette, entre o in- 
terior da Republiea e o seu littoral. Na ultima destas andancas ti- 
nha que ver-se com Francisco Pedro, e o generalissimo, a modo de 
changa, mandou este recado ao caramuru: que o fosse tirar de onde 
se achava, pois era de enfastial-o a "magreza" do armentio circum- 
jacente. Recebeu o outro as suas palavras, e respondeu "com toda 
a moderacao", como faria Ulysses, o homerida nelle reincarnado; 
"que nao desejava combater com seus patricios". Nao cooperaria 
para que "pudesse haver derramamento de sangue", disse. O pen- 
samento occulta era mui outro, heis de ver. Iria breve dar corrida 
boa em Canabarro, se bem este, com ficta ou vera presumpc,ao, mas- 
ttgasse uma phrase rudissima, que todo o Riogrande conhece: "O 
Moringue, sentindo a minha catinga, nao vem ca". ( 28 ) Pois veiu e 
no proprio dia. que ardiloso fixara a Dionysio, como sendo o da en- 
trega de alguns prisioneiros mais. Id est, a 11 de novembro. . . 

Grande copia delles ia grangear nessa data: nunca jamais resti- 
tuir os que promettera, ou antes, que retivera, mui de caso pensado. 
Feito o preparo em sigilo, de "racoes cozidas", para cinco jornadas 
inteiras de sua hoste, Francisco Pedro a aprestou com todos os ardh 
da guerra india, incluso um que muita resulta lhe assegurava, nas 
trevas subseguintes a tardinha do dia escolhido para a venida em 
projecto. ( 2T ) Cuidadoso envotvimento em trapos, dos freios e mais 
aderecos metallicos da gente montada, para que a marcha fosse abso- 
lutamente impresentida, "no silencio espacpso desta noute campei- 
ra". ( 2S ) Nao o foi de todo, affirmant depoimentos ; uma partida 
farrapa notificou a tempo, a Canabarro, que o terrivel surprehende- 



( M ) Offic. de 7-VI, 22-VIII-44. 

( 25 ) Bento Gongalves, carta a Dionysio Amaro, em 6-I1I-45. Copia 
photographlea no arch, do aut.; original em poder do dr. Carlos Barbosa. 
sobrinho-neto do heroe. 

( 28 ) Cit. carta de Dionysio. 

( 27 ) Caxias, offic. de 19-XI-44. 

( 2R ) Vargas Neto, "Gado cluicro", 70. 



— 246 — 

dor ia sobre seu arraial e foi ao ter a parte da indicada unidade. 
que arrotou a basofia supra ; esto vaidoso que teve a mais fuuesta 
replica. O sabido e notorio e que o rebate foi complete e arrasador. 
O nosso Ulysses ''poude approximar-se dp inimigo, que audaz o es- 
perava, sem que elle o soubesse, dizendo publicamente Canabarro que 
estava disposto a bater-se com a 8. a brigada, porque a julgava ape- 
nas com 600 combatentes". 

"Apesar de surpreendida alia sua vanguarda por Fidelis Paz", 
e mar to no choquc o major Potvadeira, com outros 6 companheiros 
de ma sorte, "Canabarro nao se acautelou e tranquillo dormiu no seu 
acampamento, junto ao serro dos Porongos, quando Francisco Pe- 
dro o surprehendeu" tambem a elle, na madrugada de 14, logrando 
aprisionar "toda sua infantaria em numero de 280 homens, toda a 
bagagem, abarracamento, todos os papeis, 5 estandartes, 34 oHiciaes, 
inclusive" "o ministro da fazenda" da Republica, "armamcnto e car- 
tuxame, etc. E nao se limitou a isso a derrota: o astroso ou peco 
estratego farroupilha deixou no campo mais de 100 mortos, 1 coro- 
net e alguns officiaes", emquanto os imperiaes quasi nenhum pre- 
juizo soffreram, pois contaram so 4 feridos e 1 official contuso, Fi- 
delis, que foi o primeiro a entrar na barraca dc David. "O inimigo 
tao desprevenido, que nao ousou" oppor "a menor resistencia e es- 
pavorido fugiu em todas as direccoes, sendo os pritneiras OS com- 
mandantes", incluso nelles o mais grado de todos. . . 

Ce deplorable chef du parti le mcilkur, 

Que sa fortune lasse abandonne ait nmlheur. 

Devient un grand exemple, et laisse a la memoire. 

Des changemeuts du sort I'eclatante hist aire. 

II fait, lui, lul, toujour s triomphant et vainquerf . . . ( 2S> ) 

Narra, como acima se traslada entre aspas, narra minucioso. 
Caxias, e seu relato nao esta. longe da verdade. ( 3 °) "Ninguem 
mandava mais" entre nos, disse ao autor um bello, ainda que modes 
to comparsa do vasto drama revolucionario, entao sargento liberal, 
mais tarde fazendeiro de muita estima e um dos mais nobres militaii- 
tes, no moderno partido republicano. ( ai ) "Reis queriam ser todos, 
por ultimo", additou outro farroupilha. do bom teor do citado e pes- 



( 29 ) Comeiite, "CEuvres", Fompce, act. I, ac. l.». 

< so ) Offic. do quartel-general, em 19-XI-44. Ha exageros, iBteaclo- 
naes ou nao. A ini'antaria, por exemplo, assevera Portinho que montava 
"a 100 e tautos infantes". Verdade e que ae intere do que esereve figurar 
mais gente como dessa avma. Dlz que "os legalist;!* se apoderarara do 
abarracamento e algumas bagagens dos corpos fazendo infantes". 

(**) Joao Cesay fle OliveiTa, movador em Sta. Maria, 



— 247 — 

soa que chegou a nosso tempo, mui digna da sympathia, bemquerer de 
sens coetaneos. ( S2 ) Tamatiho o descuido, a indisciplina, que ra- 
beante nam extremo do acamparnento a irrupcao caramurua, e, no 
outro, "matteava" em socego aquelle nomeado official-inferior, com 
aiguns homens de armas; os quaes deram com "o engano" em que 
cstavam, unicamente "quando sentiram o ferro que lhes escalava as 
carnes"! ( 3S ) 

Gmabarro nao era mais o mesmo: nao era nem o espectro do 
que fora pouco antes. Quasi de repente mudou. Nao se importava 
agora com as regras da austera milkia que seguia e que obstara sem- 
pre qualquer manobra do inimigo para colhel-o em descuido. Os le- 
gal istas, ao se lhe avisinharem, mui "raro o fizeram tomar armas e 
encilhar": na generalidade dos casos, pervigil os aguardava, como pa- 
ra traz se consignou. f"* 1 ) Incansavel a sua vigilanc'm, parecia hn- 
possivel apanhal-o desprevenido, e foi, essa, "a primeira supreza" em 
sua ja larga vida militar, segundo affirma o proprio barao. ( 35 ) O 
arraial, mais o disseram iim desordenadissimo aduar de ciganos, que 
um campo de gente de gtierra, e dahi o que se viu, entre pra^as e 
guias das mesmas, no instante do perigo e do medo panico. 

O mais alto dos ultimos, estava recolhido a sua tenda, entregue 
as delicias de Capua ou de Chipre, segundo se infere de noticia de 
Caxias, illustrada com outras, a correrem sottn voce. (* a ) Joao An- 
tonio, outro dos maioraes, tambem estava no exercito. Qual o com- 
panheiro de lutas de que se tratara depois, era em pontos de honra 
exemplarissimo : Bayard sans peur et sans reproche, nunca precisou, 
nao precisa de justificativas. Netto, o terceiro general presente ao 
desastre do exercito, nao escondia as suas preoccupacoes, com o que 
a eile e outros pareceu um complexo de inexplicaveis successos, ja 
intcrpretados por aiguns. como tenebrosidades propositaes. . . 

Andava mui prevenido. Tinha sob sella um de seus melhores 
"parelheiros", e, na vespera ainda da supreza, foi, como outros, a 
presenca do generalissimo, para asseverar-lhe que se aventava a ap- 
proximacao clo inimigo. ( S7 ) Desouvido, ainda que voltasse a car- 
ga, pois esculcas de seu particular mando tinham presentido a mar- 
cha occulta do temivel adversario ; preparou com zelo a sua escolta, 
e Foi esta gente de armas a unica que de facto brigou, se nao para 



( 32 ) O tenente Beco, Informes no arch, do aut. 

( 33 ) Joao de Barros, "Decadas cla Asia'", a 2.", liv. V, cap. 6, pag\ 500. 
(s*).(ss) C it. offic. de Caxias, a 19. 

(39) offic. da nota anterior. Caxias diz que David se escapou salvo 
a livre, "por nao ser conhecido nos indecentes trajes em qne se aehava". 
A palavra suMinliada assim esta no sobredito papel. 

(**) Unanime, em o que a isto concerne, o depoimento dos sobrevi- 
ventes. 



— - 248 — 

fazer peito com exito, para salvar-se com honra. ( ;i8 ) Que havia 
mais a emprehender, por esse punho de homcns? Que havia de rea- 
ls sar com elks o sen cheie, diante da catadupa de guerreiros que se 
lhes despenhava em cima? Caindo estes como um vendaval em es- 
pacq livre e sem reparos sob os quaes alguem se resguardasse, o que 
havia a fazer e o que fez o gtorioso vencedor do Seival : preservar-se 
em 44, como se preservara em 36, para o recomeco opiniatico da lide. 
se ensanchas agora tinhavn os msuvrectos para se manterem na esta- 
cada. 

Mui difficil havia de ser, poisque o evento fora de proporcoe.< 
catastrophicas. A Republica, naquelle primeiro anno, experimentou 
as mais duras provac,5es e sobreviveu. Ora, comquanto immensa 
fosse a ruina presente, "nao estando as cousas como estiveram. depois 
do negro successo do Fanfa", ( 3a ) se muito havia de custar, nao era 
impossivel a reconstituicao das energias nacionaes. "Tudo perdido'" 
nao era de julgar-se! ( 40 ) Duas vezes, ja, alterado o movimento de 
setembro, poderia ainda renovar-se uma terceira? "II pettt advenir 
qn'un mouvement deux fois transforme, rccouvre son caractbre pri- 
mitif. Dans quel cas cela pourra-t-il arriverf Dans un cas particu- 
lier <?« le mouvement communique rencontre un milieu analogue a 
son point de depart. Telle est la loi de reversibilite. D'apres ce prm- 
cipe, -une transformation est toujours reversible" . ( 41 ) 

Malgrado o dcsastre, a torrente celere revertcria ao que havia 
sido, se esta forca encontrasse um meio proprio a seu genero de mo- 
vimento: isto e, reconstituir-se-ia ella, na hypothese vertente, se pu 
desse haver, em grau bastante, o accordo, a harmonia de tendencias. 
que a tornara possivel em seu inicio. Mas, agora, faltando entre Os 
abencerragens do farrapismo o que, na crise de 9 annos antes, Ihe 
centuplicara as energias?! 

"Sens confiancc tnutuclle, point de lutte possible; point de cou- 
rage, point tfimciatiie, point de solidarity — et point de vktoire? 
C'est la defaite assurec. (*-) Sobre ter desapparecido a magna for- 
ca moral indispensavel, a ruina em o pessoal de combate fora a que 
se viu e o estrago material enorme era. O jovem Estado perdeu as 
cavalhadas mais proximas a sua tropa (nada menos de 1.000 solipe- 
des), todo o armamento, confornie ja se registrou. comprehendido no 
mesmo uma peca franceza de artilharia. Com o enumerado, o depo- 
sits de municoes ainda intacto e grande parte do arreiamento. (* 3 ) 
Pouquito, em resumo, o que se salvou na venida sem precedentes. 



( 3a ) Informe de Beco Jardim, testemunha presencial. 
( 3 ")-(*°) Almeida, carta a Antimes, em 3-IV-60, copia daquelle, no 
arch, do aut. 

( 41 ) Ochorovicz, "Suggestion mentale", 514. 

(* 2 ) Principe de Kropotkine, "La morale anarchiste"', cap. V. 

( 4S ) Cit. oft'ic. de Casias, e o de 2-XU-44. 



— 249 — 

Os fugitivos que lograram haver montadas, seguiram "em pelo", na 
maioria, escapolindo-sc a duras penas, estreitadissimos a ilharga pe- 
Jos triumphadores, no decurso de "1 J4 legua". Nao o foram alem, 
resam as tradiqoes monarchicas, porque a circumstancia de l'rem os 
chefes na "disparada", de envolta com os seus partidarios, "difficul- 
tou a perseguiqao", ( 44 ) 

Tal a fibra, no entanto, dos batalhadores da epoca, ta! o desas- 
sombro delles, que ja em o dia seguinte ao desastre, pairavam muitos, 
occultos, a beira do campo de Moringue, na esperanca de aproveita- 
rem um bom ensejo. (**) Prattcavam os netos, o que os avos, na 
India; os quaes, segundo velho chronista, muito se compraziara "em 
fazer sortes", deixando-se cair sobre as linhas inimigas, por vezes 
com sacrificio da boa disciplina. Apesar de perdida, esta, de todo, 
nao se curvam ante a ma fortuna: os heroicos, abnegados continent!- 
nos, voltaram logo a cara direito ao antagonista. Se perderarn a con- 
tinencia, no primeiro momento de estupor, com "os grandes terre- 
motos" do ataque padecido a 14, em o qual "parecia que todos os 
cyclopes infernacs estavani nelles martellando" ; o cataclysmo nao 
nos abatia de todo. ( 4(t ) 

Ao revez, altaneiros, bravios, perseverantes, ergueram a fronte, 
comportando-se como quern precisa remir-se de falta que nao era so 
dos guias, era tambem cielles. Porque, comquanto grande o culto de 
toda alma nobre e reconbecida por esses heroes anonymos, os maio- 
res dessa quadra fecunda em semi-deuses ; por muito respeito que 
merecam, nao ha que esconder quanto haviam concorrido, tambem, 
para o immenso desastre: por ultimo com uma perigosa indisciplina 
e antes disso com a leviana credulidade. Haviam dado facil accesso 
a intriga com origem em extramuros e admittido sem protesto a sys- 
tematica diffamaqao que se gerou intramuros, contra o melhor de- 
fensor da nova Troya. 

Gracas a essa pueril facilidade e a essa extranhavel tolerancia, 
viu-se, em nossa primeira Republica, o que escandalisou aos bons, na 
primeira, de Franca. Naquella se presenciou, o que infestava a ul- 
tima: dilatou-se, a vontade, a peste negra, a horrida calutnnia, cor- 
rendo como verdades oraculares, as mais absurdas, iniquas versoes. 
No sul, principatmente, a cousa teve os visos de um parto demonia- 
co! "No meio dos vivas triumphaes, rumorcs confusos se deixa- 
ram ouvir, e correram calumnias encobertas, venenos subtis se verte- 
ram, e urdiram-se tramas aziagos: dispuzeram-se descontentamentos 
estudados, e o governo se achou, sem cessar, entorpecido em suas ope- 



( 44 ) Cit. offic. de Caxias, e o de 2-XII-44. 

(* 5 ) Informe de Felicissimo J. Martins, ao autor. 

( 4G ) Diogo do Couto, "Decadas da Asia", a 5.*, liv. IV, cap. #.", pag. 
335. 



— 250 — 

racoes. atormentado em seas movimentos, desfigurado em suas vis- 
tas". ( 4T ) 

E da terrivel obra solapadora in-gewre, passou-se a outra, bre- 
ve ; que foi a repeticao da que se architectara antes, em 1836. Es- 
tava ausente e preso o chefe dos chefes, mas, os demolidorcs, nem por 
isto se achavam debalde. Organisada a Republica, entrara Ulhoa 
Cintra para o gabinete. Foi o alvo escolhido para os boatos da ma- 
ledicencia. Desenvolvida uma '"'furiosa intriga" para quo abando- 
nasse a pasta, que abandonou, por f im, mimosearam-no ate com a 
pecha de "traidor", "vendido ao ouro inimigo"!! ( ts ) Voltadas as 
baterias contra o chefe do Estado e do exercito, os murmuradofes 
empregaram na sua nauseante faina o mesmissimo processo elimina- 
torio. Diffundiu-se com geito, a partir de 1840, a torpe voz de que 
Bento Goncalves, em secreto entendimento com o partido rnonarehi- 
co, traia a revolucao, e que, por isto, o deixara sair do forte do Mar! 
Por isto, o general aruiara a ratoeira do Fanfa ! ! For isto, dera o 
combate de Taquary, depois de avistar-se com o brigadeiro Menna 
Barreto.M! Por isto, organisara o ataque ao Norte, de concerto com 
o prcsidente Alvares Machado ! 1 1 ! 

Nihil est tain volncrc quam male dictum; nihil facilkts emittitur, 
nihil cithts excipitur, nihil latins dissipatur, sustentou Cicero; (*") 
verdade que, na hypothese, justo e completar com o reirao castelha- 
no: A mal decir no hay casa fuerte. Disseminada, com infernal as- 
tucia, a misera especie, o que fora uma popularidade sem limites, 
cambiou-se em crescente desapreco, que mttito contribuiu para que ti- 
vesse medra a ambicao de Canabarro, Ao se abrirem as sessoes da 
assemblea constituinte, quando Bento Goncalves pensou ter chegado 
a hora de mostrar, urbi et orbi, quaes os subidos ideaes da Revolucao; 
triste reconkeceu que os sycophantas Ebe iam sacrificar a sacrosanta 
obra. Minguara em tamanho grau o prestigio do "chefe e protector 
da Republica riogratHlense", titulo que lhe conferiram no berco da 
conjura emancipadora ; que os transviados a que se tem alhidido ar- 
regimentaram, face a face delle, as bandas pretorianas, destinadas a 
o apear do sob'o presidencial. 

Burlada urn momento a trama liberticida, melhoraram-se, logo 
apos, os discolos entao vencidos, e com o franco apoio do general 
agora destrocado por Francisco Pedro, alijaram o egregio varao, pa- 
triarcha da Republica' Impotente se via elle, com o abandono, se 
nao dos povos, da immensa maioria dos riograndenses em annas. A 
ingratidao premio obtinha, no serro dos Porongos: entregaram~se a 
Canabarro, e "perderam-se", gravou, mais tarde, a margem de uma 



(* T ) AJmeida, " Pensanientos ", no arch, do aut. 
( ss ) Ulhoa CintTa, carta de S-XI-38. Areh. do ant. 
( 40 ) "Opera omnia", Pro Plane, 59. 



— 251 — 

das folhas periodicas da Republics, o maxima dos collaboradores ci- 
vis de Bento Goncalves, antecipando, nesse, o aresto inappellavel da 
posteridade! ( 50 ) 

Erradios e errantes, ainda assim quao dignos de respeito e admi- 
ratao! "Honra seja, todavia, ieita ao valor desgracado ! " brada urn 
monarchico da gemma. "Honra a constancia dos Riograndenses 
tfesvairados, que, para se immortalisarem, so lhes faltou se terem sa- 
crificado, com mais razao e menos capricho. Sem recursos, cheios 
de nudez e miseria, sem nenhumas esperancas de soccorro, as suas 
massas conservaram-se, quasi por espaco de 10 annos, nos desabri- 
rlos campos do Continente, affrontando toda a sorte de perigos, to- 
das as calamidades, e pagaram, com o seu sangue, um amplo tribute 
ao genio do mal, ao deus da guerra". ( 51 ) Quando o explendor da 
verdade transparece nesta forma, em bocca de um apaixonado adver- 
sario, o papel do historiador se restringe a pouco: ao simples regis- 
tro de lima sentenca que, na hypothese, 6 a definitiva. S. Leopoldo 
nao corteja a communidade a que se uniu por lac,os da vontade e do 
sangue. As suas palavras correspondent, mutatis mutandis, as de 
Garibaldi, em carta famosa, que leram e releram, com enlevo, os su- 
perstates da epopea farroupilha. ( sa ) 

Em verdade, o espectaculo da hora subsequente a tragedia de 14 
dc novembro assaz justifica a que um e outro coetaneo celebrava. 
Terceiro, de grande nomeada, vereis, dentro em pouco, o que di/ia, 
a respeito da perseveranca dos inditosos republicanos. Antes, porem, 
convem destacar duas reminiscencias de grande merito. Por mais 
que Francisco Pedro lhes advertisse persuasive, attraente, ser "im- 
possivel a separa^ao", o Heroe sem nome, o Heroe por excellencia 
nessa campanha, o que a todos os demais sobreexcedeu, nao queria 
ceder, e nao cederia, a nao ser na hypothese que ides conhecer e a 
que muito para traz se alludiu. Aqui, a fadiga nos membros chega- 
va a tanto, que os farrapos eram colhidos as maos, a dormirem em 
pe! (") Alem o desconforto, a nudez tamanha, que morriam de 
frio! (") 

Neste capitulo da humana devocao, ha messe de tradicoes, para 
que se compendie amanha uma cartilha civica de insuperavel belleza. 
Baste-nos agora citar o menos rutilo, porem um dos mais expressi- 
vos exemplos. Antonio Alves Ferreira, patricio honradissimo, com 



( M ) Collecgao de "0 Povo" que pertenceu a Mello Moraes, Vide o 
appendice. 

( 51 ) "Generalato de Caxias", 141, 142. 

( S3 ) Vide em "Patria", 58, na integra, a glorificadora epiatola, e, 

no arch, do aut., Luiz Jose" da Fontoura Palmeiro, carta a Almeida, em 
1860. 

( 53 ) Vide no arch, do aut., os offics. de Moringue, em 1844. 

( 5 *) Lucas, offic. de 1844, no arcn. do aut. 



— 252 — 

urna casa de negocio no Alegrete, fiando a torto e a direito, no decui- 
so da guerra, acabou numa completa fallencia. Empobrecido, nao 
Ihe desappareceram, com a ruina, todos os meios de favorecer a boa 
causa. Quando os farrapos necessitavam de municao e o rnercado 
nao na tinha, Ferreira contribuia, a seu mode, para supprir, quando 
de azo, a commum escassez. Frequentava as tabernas, para sorra- 
teiro apossar-se, nas mesmas, dos pesos de uso na epoca, que eram 
todos de chumbo. Senhor do metal, assim precioso, fundia balas, 
que, contcnte, ia disrxibuir nos acampamentos libertadores ! ( 5S ) 

Estas mencoes nao seriam sufficientes, no entanto, para dar 
uma exacta noticia. de tao grande povo, se o autor nao houvesse mut- 
tiplicado, na presente e noutras obras, as attestacoes da alta valia 
delle, em muito equivalence a do maior da antiguidade, e podendo re- 
petir, com escriptor dessa era, que "na paz e na guerra se cultivavam 
os bons costumes". Que havia summa concordia, avareza pouca, ou 
nenhuma. Que se respeitava o justo e o honesto, nao tanto por cau- 
sa das leis, como por natural propensao. Igitur domi militia! que 
boni mores eolebantur. Concordia maxima, minima- avarilia erat, 
jus bonumque apud eos non legions magis, quam natura valebat. ( 50 ) 
No Riogrande, porem, veiu a succeder em parte como em Roma. Os 
costumes, em nossa economia intima, representam um como fragili- 
mo collar de perolas, que se mantem integro, emquanto Hie conser- 
vamos sem rotura o fio que as une. Se o deixamos partir, com a pri- 
meira conta preciosa, as demais se nos vao, uma a uma, discreiteia 
alguem. 

O que no sul quebrou o sacro elo, foi a tao citada e nunca assaz 
condemnada intriga; vicio com o qual se introduziram os demais, 
mormente dous, a que allude Beuto Gonial ves na sua derradeira epis- 
tola. Qui labores, pericula, dubias atque asperas res facile toleravc- 
rant... ( 5T ) Aquelles a quem trabalhos, perigos, desesperadas e 
terriveis crises nao fizeram desmaiar, cederam emfim a duas negras 
tentacoes. Igitur primo pecunia, deinde imperii ciipido crevii. Pri- 
me! ro a sede de ouro, depois a de imperio cresceu, e foram estas as 
fontes de todos os males, escreve Sallustio, historiando os de sua pa- 
tria. Na dos farrapos, como na de outros homeridas, a matriz do 
que aponta o antigo, a matriz de todos os males, foi, nao e demais re- 
petil-o, a discordia, mas, atraz della, rota a fina cadeia moral, brotou 
a ambic,ao, brotou a cupidez, se bem que em curta escala. Incontami- 



(ss) Vive aitida em Samborja um neto deste procer, Bernardino, e 
de uma neta, Julia, foram celebrados os prijnores, em "Remembraneas", 
264. Q filh.0, p a i desta © daquelle, £oi identico ao av6 de anibos, na esi- 
mia probidade. 

P 6 ) Sallustio, '■Opera" CatiHna, cap. IX. 

(") Sallustio, op. cit., cap. 10. 



— ■ 253 — 

nada, em sua generalidade, quasi unanimidade, a soberba, a austera 
comnumhao gaiicha, lustre e orgulho, nos subseguintes decennios, da- 
quella mais ampla a cujo seio reverteu, depois de recobrir-se dos mais 
pur os, nobres louros. 

Entre Portugueses 

Traidores houve algunms vcres. . . ( 5S ) 

Alguns, poucos, por honra nossa, conheceram os seus descenden- 
tes, na brasilia extremadura, e comquanto mui restricto o numero dos 
que imitaram a Bento Manuel, tiveram o seu peso na obra estruido- 
ra. ( so ) Rarissimos foram, como diminutissimos os desertores, em- 
quanto bem regidos os farrapos: emquanto se Ihes nao tresnialhou o 
gremio directive ('"') "Onde nao ha governo, perece o povo", reza 
a Biblia, e este conceito a sociologia novissima o contesta, em se 
tratando do estado normal das communhoes ou no que a elle se en- 
caminha. No caso vertente, ou analogos, a sentenca da Escriptura 
foros tem de axioma indiscutivel. 

Antes da grande discordia, id est, a comec,ada em 40, a sociedade 
havia pouco independente, ao sentir-se aggredida, reagia por si mes- 
ma ; espectaculo formoso, de ordinaria visao nos sectores diversos 
da frente de guerra. Quebrada, nesse anno, a synergia espontanea. 
so havia um meio pratico de estabelecer, instituir a resistencia ; que 
era o da systematica, permanente, vigorosa coordenac,ao dos esfor- 
eos, por via de um robusto instrumento politico, de duplo ministerio, 
aqui de aspecto civil, acola de aspecto militar: instrumento capaz de 
imprimir um impulso uni forme, perfeito rythmo bellico, aos factores 
componentes do aggregado social. O dr. Antonio de Siqueira Pe- 
reira Leitao, que tivera a seu cargo, em 1837, a pasta do interior e 
justica, aceitou mais tarde a amnistia, como ontros muitos iizeram. 
Com este expediente, vinham trabalhar, por algum tempo, na zona 
legal, ou semi-legal, revertendo, apos, ao territorio sujeito a Republi- 
ca, pelo geral com armamento adquirido, a la diable, no outro. 

A pessoa de que se trata nao poude voltar, mas, continuou cheia 
de interesse pela causa livre, e sciente, em 1842, dos primeiros graves 
abalos de uma opposicao insensatissima, pesou-lhe muito nao estar 
no Alegrete, para laborar em prol de uma "dictadura", com a forca 
da qua! se puzesse cobro as discordancias de inopportuna manifesta- 



( 5S ) Camoes, "Lusiadas", passim. 

( 5S ) Bernardo Pires allude a "traidores" na sua correspondencia com 
Almeida, quern insistsnte a elles se refere tambem. Vide, do L", carta 
no arch, do aut, de S-IV-59. 

( 00 ) Numerosos documentos imperiaes o attestant e varies liao aido 
apontauos. 



— 254 — 

cao e se ultimasse a obra guerreira, ( ei ) O circulo de Bento Gon- 
calves, maioria da assemblea constituinte, nao quiz ir tao longe. Acre- 
ditava, porem, set necessario armar o poder-publico, de bracps algo 
atados, com a vigencia da Constituicao-provisoria ; armal-o por moda 
a conter efficazmente os inimigos internos, aplacar o furor nas dis- 
crepancias, corao harmonisar as convergencias, de maneira que per- 
sistisse, qual havia sido, o magnifico, potente feixe de vatas, cujos 
golpes abalavam o Imperio. Disto convicta, apresentou um projecto 
de suspensao de garantias individuaes, e a minoria, que cega se pres- 
tou aos secretos designios de Antonio Vicente, percebeu, num relan- 
ce, quanta referido projecto lhe poderia servir como pretexto, para 
exaltar o animo das ciosas populates fronteiricas contra o presi- 
dente e contra seus melhores collaboradores. Alcqu rumorosa os bro- 
queis em pro! da ameagada liberdade, deusa em nome de quern tan*- 
tos crimes se commeitem. 

O que entao se perpetrou foi de immediatos, logo visiveis effei- 
tos, poisque banido o pessoal veterano, a machina do Estado se tor- 
nou imprestavel. Interrompera-se-lhe a antiga, fecunda eurythmia, 
com o raid funesto de Calderon, mas, gracas a herculeos esforcos de 
Jose Mariano e de Almeida, tudo se regularisava e florescia, quando 
sobreveiu a crise interna; a qual se estreiou, occasionando o retiro do 
gran.de ministro e consummou os maieficios, transferindo a novatos, 
inexperientes, ou a ambicoes desenfreiadas, as responsabilidades da 
alta direccao de tudo, 

Nesta phase, depois de andarem a trancos e barrancos os nego- 
cios publicos, o proprio aperto das circumstancias, quando nao a ex- 
pontanea volta ao bom descortino, obrigou alguns mentores da anti- 
ga opposicao, ou a seus innocentes ou ingenuos collaboradores, a re- 
clamarem ou a instituirem — agora por via do arbitrio — o que o 
circulo maiorista pretendera introduzir, mediante solemne voto de so- 
berano congresso. Notou-se ja como Chagas requer, por ultimo, que 
se abandonem os processos de mal ensejada indulgencia, e vai saber- 
se como foi ouvido. Lucas era um republico da estirpe de Plutar- 
cho e de boa fe se alistara entre os dissidentes. Chamado por elles 
ao governo, distinguiu logo uma realidade que a muitos de seus con- 
frades, sinceros quanta o era o novo ministro, de todo eseapava: 
com esses andara immerso nos enganos de iim illusionismo arruina- 
tivo e prestes arripiou carreira, desterrando de si uma perigosa fasci- 
nacao. Leal, correcto, fiel, no commercio com os seus companhei- 
ros do circulo minorista, abriu os bracks, cordialissimo, aos grandes 
patriotas do gremio opposto: Bento Goncalves, Almeida, Jose Ma- 
riano deixaram de viver sob anathema, e este ultimo foi ate guindado 



( 61 ) Palestra com o autor, em Portoalegre, na decada de 80. Era 
juiz, Antonio de Siqueira, do tribunal-da-relagao. 



— 255 — 

ao predicamento do consultor-goral officioso, da nova admltustra- 

cao. ("> . . 

O nobre ministro da guerra e intenno do exterior equannne rea- 

oiu contra a excluidora poiitica de seus amigos, que produzia no Paiz 

um torpor aniquiiativo. Mais fez : irnitou as victimas do recente os- 

tracismo, sacudindo a madorna, por via de um decreto mais do que 

rehabilitador do governo extincto, ou, antes, da maioria que resoluta 

o apoiava. Dera ensejo ao rompimcnto irremediavel com esta, o acto 

de suspensao das garantias individuals. Pois bem, a nova gerencia 

do Paiz nao tardou a promulgar um outro, em que, fazendo referen- 

cia a lei suprema da publica salvacao, trancava todos os pretorios, no 

que pudessem oppor embaracos a obra entregue ao fio dos gladios e 

a bocca das carabinas. ( G3 ) O que tern de ser tem muita forca, reza 

o provcrbio, e no caso occorrente, a doutriua contava com este vene- 

rando apoio: "Silent leges inter anna", ja o notara Cicero. ( 6 *) 

Tarde era, desgracadamente, para o regimen. Nao tinha mais 
eiasterio, a communhao gaucha, para accommodar-se as imperiosas ne- 
cessidades correntes, desde o inicio da campanha a que presidiu Ca- 
xias; muito menos as da tremenda conjimtura que precedeu e subse- 
guiu a desgraca de Porongos. O antes valido organismo politico- 
militar, caido em perigosa, lethal acephalia, moveu-se ainda algum 
tempo, como se agiia num ponto ou outro o corpo de ran decapitado. 
e entrou apos na absoluta inercia dos seres que deixaram de viver. 

Nao tinha soado essa funebre hora ainda, na altura a que che- 
ga a narrativa, mas, tudo a annunciava, com especialidade Q pheno- 
meno a que se alludiu: o do abandono das armas. Porque se entre 
ellas tremulavam, recobertos de gloria fulgida, os guides symbolicos 
da Patria nova, tinham desapparecido, a bem dizer, os guias seguros, 
effectivos, desde muito afteitos a conduzil-os aos triumphos mar- 
ciaes e civicos. Muitos paladinos se retiraram, descrentes ou desa- 
niinados, da santa cruzada, reco/hendo-se aos lares havia tanto sob- 
tarios. Mas, apesar disto, ficaram na lica muitos mais, com uma fe- 
ra, inabalada resistencia! Francisco Pedro, em face do descalabro 
do inimigo, opinava que David nao reuniria em torno de si mais de 
500 impenitentes. ( 65 ) 



C 02 ) Vide Caxias, of fie. ja cit., de 1844. 

(63) Vide a collecc-ao de decretos, no arch, do aut. 

(64) "Opera omnia", Pro Milone, IV, 10. Lucas, um dos luminares 
da opposicao, nunca desautorisou os passos desta com o fito de obstar 
que Hento Goncalves tivesse meios tie eombater as forcas adversas, exter- 
nas ou internas. Pois este o seu modo de ver: "A inimigo nem se afrou- 
xa, nem se apalpa: da-se-lhe com forca, einquanto se mexe ou se coca, e 
diga afinal estou rendido". Carta de Lucas a Almeida, em 23-VII-59. 
Arch, do aut. 

( ur ') Caxias, offic. de 30-XI-44. 



— 256 — 

Enganava-se. Tal ainda a vitalidade da aliaz vulnerada com- 
munhao batalhadora, que engendrou logo o que se reputava impossi- 
vel. Mais subsistia um empelo, do que a massa capaz de ministrar 
o pao da nova eucharistia, e embora a isto se visse reduzida, apta se 
revelou aos manipuladores de urgente mobilisacao. A levedura revo- 
luciotiaria tinha muito ainda da sua primitiva efficiencia, e trans for- 
mou-se a materia informe em substancia aproveitavel e renutridora 
das minguadissimas fileiras. Nao se passava una semana e uma 
ardente hoste (simulacro, e certo, da que existira) reenehia de som- 
bras o horizonte da legab'dade ! ! Canabarro, se o considerarmos co- 
mo chefe supremo, nao tinha siso para mais nada — salvo para o que 
sabereis e descorresponde a essa heroica tensao — para nada mais 
servia o batalbador tenaz de antanho e a rediviva actividade foi mi- 
lagre exclusivo de outrem, do Heroe anonymo, sempre a todos os 
demais superior, cumpre repetil-o a saciedade! O exercito batido 
em 14 de novembro, quando ausentes, alem de varies destacamentos, 
as forcas que laboravam na banda opposta do Camaqua e do Sta. 
Maria; tinha em forma apenas 1.200 pracas. ( BB ) 

Pois bem, transcurso aquelle praso, o general destrocado surdia 
estrondosamente, na arena, a testa de otitras 1.000, quasi todas de 
lanca, a metade "em pelo", semi-mis, e, qitand mime, promptissimas 
a batalhar ! ! Nao debalde iirma a sentenca oriental, que a "adver- 
sidade se assemelba a epoca das primeiras e das ultimas chuvas: frias, 
penosas, desagradaveis para os homens, para os animaes, e todavia 
sao ellas que produzem as f lores e os fructos: com ellas nasce a rosa, 
o datile e a roma". Esta, quando aberta com os calores do sol, pa- 
rece um descerrado escrinio de gemmas preciosas, c menos rutilas 
nao eram as que deixava assim transparentes a grande alma popular 
na tremenda conjuntura, renovando, apos a calamidade, os dons ma- 
gnificos da civica devocao primitiva ! ! 

Mas, preciso e interromper estas consideraqoes, para opportune, 
relato do que 16ra occorrendo, entre a data do desbarato de novem- 
bro e a bella prova de reconstituiqao militar ha pouco mencionada. 
Caxias, prevenido, a 13 daquelle mez, do que se pretendia fazer e se 
fez a 14, mudou a sede do arraial. Tinha passado de Bage para o 
meio dos Pirahys, afim de sair a caminho de Canabarro, se nao o ba- 



( 6a ) Araripe, 231. Portinlio («t. nota) atfirma serem '-pouco 
mais de 400". Indubitavel e que favorece o sew partido. Algo artificiosa 
a sua noticia. Exemplo. Diz que estava sobre a frente de Caxias, e que 
a 10 Canabarro Ihe mandou um reforgo: "400 homens, ao mando do te- 
nente-coroneT Urbano". Este militar nunca teve sob suas ordens forga 
tamanha: nunca. Iria com o seu eorpo, que jamais ultrapassou a muito 
al£m de uma centena de guardas-nacionaes. Avulta-se, claro esta, o nu- 
mero do contingents enviado, para justif-tcar a somma da tropa que se diz 
ter permanecido em Porongos. 



— 257 — 

tesse o Moringue e fosse unir-se a Guedes. Sciente agora de que o 
generalissimo farrapo "nao sentia" nem presentia a visinhanca da 
hyena que o espreitava para devoral-o, transferiu-se do "capao do 
Tigre", seu pouso derradeiro, para a retaguarda do exercito farrapo, 
e a uma so marcha deste, recebeu parte official da esperada victoria 
Jegalista. Em vista do exito, restringiu-se a destacar uma brigada 
de cavallaria para que collaborasse na perseguicao. ( S7 ) Esta foi 
curta, qual se registrou. A intrepida geiite um minuto espavorida a 
14, achegava-se a IS, acautelada quanto destemerosa, ao campo do 
triuinphador. se beni a sua tropa, a 8. il brigada, contasse agora 600 
homens dc Ianca e 520 de carabina. (* 3 ) 

Ouando Francisco Pedro reabriu as hostilidades, as reliquias do 
exercito batido estavam ja mui reforcadas, subindo o numero de com- 
batentes, passados tres dias, ao complexo iisongeiro para traz indi- 
cado. ( <!0 ) A" frente delles, e seguido pelo infatigavel Moringue, 
Canabarro transpoz o rio Camaqua, successo que fornece, mais uma 
feita, um bom ensejo de realgar quao grande artificio ha nas com- 
municacdes escriptas de Caxias. Appelava dc ordinario para esse 
recurso de categoria inferior ; recurso mui symptomatica de que se 
nao sentia preponderante no theatro guerreiro, pois nao cogita de tal 
quem verdadeiramente forte nelie. Observai a historic, que engenha, 
com circumstancias "qui vont donner une idee de hi maniere conauc 
les fables se forment". (™) 

Sciente do movimento que lhe ameaqava as linhas de retaguar- 
da, ( TI ) precaveiu-se. Conservava 600 cle cavallaria, em partidas, de 
Riopardo a Cassapava, e 400 cacadores nesta cidade: preceituou que, 
de concerto com a 8, a brigada, expellissem os rebeldes, do norte, para 
O sul do Camaqua. A 7 de dezembro, de accordo com as ordens supe- 
riores, o novel brigadeiro Fernandes activo desaferrou a offensiva, e, 
segundo escreve Caxias, imminente esteve oxrtra victoria de Poron- 
gos. Se David, entao no Curral-alto, nao "coutramarcha", dividin- 



(«') Cit. offic. de Caxias, em 29-XII-44. 

<« s ) Cit offic. e "Anacsphaleose", § 83, diz serem 1.170. 

( fi9 ) Muito contribue para o esclarecimento deste ponto uma nota 
de Portinho, ao cap. XXIV, § 16. Avistando-se com o emissario dos insur- 
gentes, "Caxias mostrou a parte dada pelo coronet Francisco Pedro, do 
ataque de Porongos, a Fontoura; aquella dava tudo acabado. Fontoura 
mostrou que nao. Fontoura, entao, pediu perinissao ao General para re- 
ctificar o facto". "Explicando, o General reconheeeu que a parte era 
muito exagerada' - . Terrrvel o golpe, mas, que nao ultimava a revolucao 
aseaz o deixa patente o recurso a macliina demoniaca, de que se valeu o 
Moringue, com sciencia de Caxias, para o total desprestigio de Canabarro, 
o chefe do exercito, de Lucas, a mala viva representagao, nessa hora, do 
governo civil. 

( T0 ) Restif de la Bretonne, "Monsieur Nicolas", I, 186. 

( ; i) Cit. offic. 

9 — 6.° Vol. 



— 258 — 

do os sequazes em '"8 partidas", que se foram asylar no Estado 
oriental ; homem era irremissivelmente perdido , . . como quejandas 
vezes anteriores ! ( T2 ) Ora bem, o panegyrista de Moringue e fa- 
milia conta as cotisas por maneira bastante diversa... Deprehende- 
se da sua aliaz parcialissima exposiqao, que os farrapos andaram mm 
a seu gosto, nesse "departatnento", isto e, no por elles denominado 
de Entre Camaqua e Guahyba: que ali andaram sem empacho, "co- 
brando direitos, reunindo gente e cavallos", de extrema a extrema de 
tao vasto e variado territorio'. ( 73 ) Mas. convem entrar em mimi- 
cias de alguma importancia. 

Bento Goncalves verberaria as "pessimas manobras" de Cana- 
barro, e adivinha-se que allude principalmente as que occasionaram o 
sacrificio de Antonio Manuel, coino de outros bravos, de quem se vat 
falar. Com suinma imprudencia lancou aquelle raid para a sua ex- 
trema direita, sem o preciso apoio ou ligacao. A febril actividade, 
notoria "vaquiania" de Felicissimo, impediram ura iacil exito de Mo- 
ringue, que elevaria a desgraca no antigo Serrito, ao nivel de medo- 
nha hecatombe ; mas, se o terrivel guerrilheiro legaltsta perdeu essa. 
vantagem, equivalente lbe proporcionoti outra desastrada medida do 
quartel-general da Republics. 

Dera-se a Teixeira commissao identica a de Antonio Manue'. 
Devia arrecadar impostos, e fornecer do necessario, a tropa, no dis- 
tricto do Arroiogrande. Tambem devia, se possrvel, cair de chofre 
no imperial deposito de solipedes, de alem do S. Goncalo. Teixeira. 
ainda que presago, houve-se com destreza. Mauteve-se incokitne., em 
terreno lavrado por muitas e constantes algaras caramuruas, ate de- 
pois da tragedia de Porongos. Notando estar agora inteiramente 
cortado do exercito, buscou reunir as suas partidas volantes para dis- 
tanciar-se; o que fez logo, sem evitar-se que uma dellas, chefiada 
pelo tenente-coronel Camiilo Campello, fosse attingida pelo inrmigo, 
que a destrocou, a ?6 do entao corrente novembro. ( 7J ) Effectuada 
a encorporacao, e ja cobradas as taxas na aldeia supra e costa do 
Chasqueiro, movia-se o contingente revolucionario em franco reeuo 
para tiaroeste, quatida a sua des for tuna o pot nas urdras de um dos 
mais bravi'os filhotes do possante condor, avido de substantia farra- 
pa, que voava e revoava, nesse departamento da Republica. 

Acampava, a 26, perto de Canudos, e Fidelis, o indicado subal- 
terno e bom discipulo, caiu de improviso sobre os retirantes. ( r5, l 



( T3 ) Cit. offic. de 29-XII. As falsidades superabundam nessa coi- 
reapondeneta. No dito oftic, exempli gratia, arrola, entre 6 offiei&es 
apreserttados, oa nomes de Tliomaz Pereira e Jos<5 Maria do Amaral. Ba- 
tes majores, no entanto, figuram em outra lista, a dos homens livree e 
lie-te,, que asaignaram a acta Se Poncheverde, no anno seguiute, 2 mezes 
depois, Et voild comitve on ecrit Vhistoire.'! 

(™) "Anacephaleose", § 86. 

(**)-(**) "Anacephaleose", § 86. 



— 259 — 

Assistiu-se alii a exacta miniatura do que se vira em Porongos: total 
e ruinoso desiroco. Succumbiram muitos sob o ferro legalista, di- 
vulgando a apologia dos Abreus que, entre os mortos na surpreza, se 
contara o nobre Teixeira, illustre entre os mais illustres pugilistas do 
aureo decennio. Mais uma inverdade escandalosa, disseminada pela 
tuba dos vencedores. H' falso ! "Prisioneiro, foi assassinado", pou- 
quito mais tarde, "por um sargento, em ausencia de Fidelis". ( 78 ) 

Transcursos dois dias, e gaudioso com estas noticias, e que Fran- 
cisco Pedro restabeleceu o contacto da sua hoste com os restos mal- 
tridos da contraria, ( 77 ) sem que pudesse constrangel-a a um cheque, 
e sem ter meio de ctimprir o que a elle e a Fernandes ordenara Ca- 
xias. ( 7S ) O outro generalissimo seguiu avante: chegou, incolume. 
ate uma das antigas portas da Capita] ! ( ra ) De dentro dos muros 
da cubic,ada Portoalegre se divisa, para oeste, uma collina, em as ex- 
tremas da varzea de Pedras-Braneas, em que tern assento um velho 
solar gaucho, a estancia da Boavista, de onde, pela "picada de D. Ri- 
ta", se ia aquella urbs. Foi ahi, sobre essa eminertcia, que os citadi- 
nos, pasmos, inquietos, avistaram, a tremu!ar em lancas inimigas re- 
cem-chegadas ao sitio. a bandeirola tricolor dos compatricios dissiden- 
tes ; bandeirolas cujos matizes por tres annos alegraram o horisonte 
circumdante e que havia tres nao appareciam ali, em forca tamanha. 

Tennfnada esta ultima proeza de sua vida re\'olucionaria, e que 
retrocedeu Canabarro, e nao como apregoou a correspondencia de 
Caxias. Foi-se para as visinhancas da "querencia", depois de "bem 
recheiados" o cofre e o deposito ambulante da tropa, Tambem com 
otttro lucro de nao escassa menta: deixava assax patente que sua grey 
militar sobrevivia ao rude lance, pois se internara com o fito ja ex- 
posto e "com o propositu de fazer conhecer que a sua propalada der- 
rota nao tinha importancia alguma". ( so ) A verdade e que "livre e 
francamente" entrou na zona supra e de la saiu quasi nos mesmos 
termos em que na mesma compareceu, isto apesar dos esforcos op- 
portunos de Fernandes e tardios de Francisco Pedro. ( B1 ) Ganhou 
rapido a fronteira proxima a de Santanna, raia esta onde Guedes 
mantinba, intangivel sempre, o luzidissimo pendao reapparecido havia 
pouco, nas immediacoes do centro administrative do inimigo. 



(jsj portlnho. Notas a Araripe, a do § 16, cap. XXIV. Vide o appen- 
diee. 

( 7I )-{ 7S ),-('") Cit. passagem da "Anaeephaleoae". 

(6oj Portinho, Nota cit. 

( 61 ) "Anacephaleose", cit. § 88. Este livro, note-se a correr, "bate 
oreilnas" com a correspondencia do generalissimo realista, na corrida da 
fantasia, ou da habilidade, no ageitamento ou torcimento dos factos. Leia- 
se com animo critics, por exemplo, o Que eonsta desse paragraphs, desde 
o encontro subsequente do Moringue e do barao, em Piratiny, at£ o fim 
da mesma passagem. 



— 260 — 

E como houve referenda ao faraoso vcterano liberal do distri- 
ct© de Entre-rios, nao e dernais realcaT que a chronica imperial o- 
tando-lhe o nome por esse tempo, e infidelissima. Claudica de ordi- 
nario, por basear-se exclusivamente nos papeis de seu partido, e, na 
altura a que chega a presente narrativa, o defeito no apreco avulta, 
sobreinaneira grave. Celebra nada menos de cluas victorias tegaes 
contra e!Ie, com erro sexquipedal. "Guedes nunca foi derrotado'', ('-) 
Ao revez do que fizeram soar os louvaminheiros caramurus, o tra- 
quejado batalhador, na epoca em que o deram por batido, corrido, fo- 
ragido extramuros, sustentou-se impalpabilissimo, ou em contacto es- 
treito com as formacoes dirigidas por Bento Manuel, que debalde o 
perseguia, e a cuja tropa exacerba\ r a ou divertia, com as sortes gau- 
chas e charruas, em que foi exirnio. Numa dellas, as barbas do en- 
tonado brigadeiro, arrebatou-lhe urn lote de carretas, com um valio- 
so recheio, vehiculos esses pertencentes ao almoxarifado da 2." divi- 
sao. Consta a proveitosa travessitra de papeis farrapos ( 3S ) e eccoou 
o successo na imprensa do norte do Brasil. 

Mencionada foi pelo "Nazareno"; cuja redaccao, por essa qua- 
dra, se pronuncta a respeito da guerra na extremadura, valendo-se, 
para fazel-o, de artigos do "'Guaycuru", que transcreve. Nota em 
Janeiro (a 26) que "a questao do Riogrande nao e simples acto de 
rebeldia, e uma grande revolucao da razao publica, e a questao da 
legitimidade dos principios, e a luta da liberdade contra a oppressao. 
e guerra do dircito contra a forca". " Dissemos (contim'ta adiante ) 
que a revoluf&o ou guerra do Riogrande e a questao da legitirnidadi- 
dos principios. E pode nao sel-o, quando se sustenta essa revolucao, 
por 7 anrtos, contra todos os recursos do Imperio? Lutaria por tao 
longo tempo, uma Provincia de 2. a ordem, contra todas as armas do 
Imperio, e sua bandeira tremularia ate hoje ovante, se nao tivesse 
ella, ao seu lado, as sympathias nacionaes?. . . Sustentar-se-ia, essa 



( 82 } Portinho, Notas a Araripe, a do § IS, cap. XXIV. Felicisaimo, 
em palestra com o autor, casualmente uaa das mesmaa palairraa daquelle: 
"Guedes nunca to! derrotado". Imaginaria, como as impugnadas, a vi- 
ctoria de Quaro, em 29 de dezembro de 1844, Bernardino de Oliveira. 
por sua reincidencia em mans ou ominosos procederes que os farrapos 
austeramente repudiavam, tinha sido expulso do gremio delles, e se met- 
tera no <Io riverismo. Aehava-se "em easa", no districto urugnayo do 
Lunarejo, quando o assassinou um golpe de imperiaes, que nao tomaram 
ali alguma cavalhada, por nao existirem nesse recanto "invernadas" dos 
revolucionarios, e sim alhures. Vide Portiniio, Notas a Araripe, ao se- 
guinte paragrapho, cujos dizeres o autor completa. Observa Portinho 
Que Araripe, sobre tratar de coronel a ran mero eapitao, relata o choque 
"por duas vezes" e "sempre com inexactidoes! ! " 

( Bs ) Vide, entre outros, do arch, do aut., Lucas, correspondent de 
1844. 



— 261 — 

revolucao, quando se nao sustentaram a do Para, a da Bahia, a de 
Minas, e de S. Paulo?. 

A esciarecida folha reconsidera o niagno phenotneno, em o mes- 
mo quartel do anno seguinte, para realgar que "dez annos estao a 
correr, depois que o resoluto e brioso povo da Provincia do Riogran- 
de do sul proclamou a independencia. Nao era certamente por que 
estivesse bem, e que se revolucionasse para ficar mal", conclue. "Po- 
vo nenhum pode" eubicar ran semelhante est&lo, "na ordem natio- 
nal". ( ,4 ) Antes, poreni, (algum tempo clepois da entrevista de 
Bento Goncalves e de Caxias) retomava ao thema o "Nazareno", 
para manifestar-se claramente sobre a soluqao a dar a pendencia 
que se eterm'sara, e que estava a devorar a melhor substancia do Im- 
perio: "A revolucao do Riogrande, principiando por urn acto de sim- 
ples revolta, atravessando por todas as fluctuates de tuna prolon- 
gada guerra civil, chegou emfim a depiuar-se e converter-se em com- 
pleta e solemne insurreicao dum povo inteiro: hojc o povo riogran- 
dense tern declaraclo definitivamente a sua absoltita separacao da mo- 
narchia brasileira, e proclamando a republics, esta collocado entre a 
condicao de viver com a republica, ou ser aniquilado com a monar- 
chia, e esse povo esta no exercicio de um direito sagrado, que acaba- 
ra por ser irremissivelmente reconhecido e sanccionado". (* s ) 

Nao no loi, dissipando~se de repente a magna obra de 1836, por 
modo tao incxplicavel, que Almeida, em eternos soliloquios, viveu a 
indagar a causa do phenomeno, extranho para si, depois ainda da rui- 
na de Porongos, em nada comparavel a do Fanfa, segundo elle. No 
seu retiro do Areal, onde esperava "pintar os portentosos feitos dos 
Republicanos do Riogrande do sul", inquiria e reinquiria, "quaes os 
motivos que os conduziratn a traidora convencao de Ponchever- 
de". ( so ) Depois de urn glorioso retrospecto dos altos feitos de seus 
coufrades, ate 1842, retrospecto que se acha transcripto alhures, 
"prodigios de constancia e valor" cuja lembranca lhe "arrebata o pen- 
samento", boquiaberto pergunta: "Qua! a causa da morte da Repu- 
blica sustentada por essa nao extincta" bravura e perseveranca ? ( aT ) 
Nao logra comprehendel-o, o illustre procer, e tres quartos de seculo 
depois e que a luz comec,ou a dissipar as trevas que lhe cercavam o 
espirito. 

Finou-se de subito, nao foi reconhecido e sanccionado, em o 
concerto das nacoes, o que o "Nazareno'' esperou que o fosse, porque 
a David succedeu o inverso do que traduz a sentenca cle um antigo: 



(«*) X." de 28-11-45. 

(«=) idem de 17-IX-44. 

( sa ) Carta a Ulhoa Cintra, em 13-X-59, copia de Almeida, no arch, 
do aut. 

( ,T ) Carta ja cit,, a Antunes, em 6-IV-60, copia tio arcli. do ant,, do 
signatario. 



— 262 — 

quern opina cvescer a torc,a do engenlio, com a amplitude dos themas 
sabre que elle se exerce. "Crescit cum aiupliiitdine rerum vis in- 
genii". ( S6 ) O do guerreiro, ao contrario, minguou-se, ao lhe trans- 
ferirem, com o mandato militar, o effectivo governo civil da jovem 
Nacao; em cujo tablado politico, Jardim e seus ministros, dentro de 
pouco, nenhum peso decisorio tinham. Viu-se uma e otitra cousa, 
no desfecho das historiadas negociacoes de julho. em que patents fj- 
cou o indescortino do caudilho e sua despotica e caprichosa prepon- 
derancia. Na entao presente bora, ainda mais transparecia a sua 
absomta nullidade politica, visto como recomeca. elle proprio as nego- 
ciacoes, em motnento em que devia interrompel-as, se existentes, pa- 
ra estreial-as de novo, quando militarmente se houvesse melhorado. 
Indescuipavel o que reitera, apos tamanho desastre, quando se Etegara 
a pactuar em condicoes bellicas mui satisfatorias, por meados do 
anno; como se negaria ainda em outro bom ensejo, que depois lhe 
grangeou Bento Gonqalves. 

Comquanto este e Netto, militarmente, houvessem entao passado 
a categoria de ''chefes secundarios, exerciam ainda muita influencia 
na campanha", (**) e seus fieis entraram em conjura para o restabe- 
lecimento da situacao politica anterior. (**) Mas, nao dispunham 
mais do tempo necessario para coustituir-se uma for<ja capaz de con- 
trastar a de Canabarro. Estava a sorte do Riogrande sujeita aos ca- 
prichos de sua vontade ; como a de Inglaterra, quando extincto o poder 
de Cromwell, surgiu o de Monk. Tiveram que submetter-se aquelles 
homeridas imperterritos, ao violento imperio de circumstancias irremo- 
viveis. Pois senbor de tudo, queni de facto usurpara in-totum a au- 
toridade civil, antepondo-se a quern fora por seis gloriosos annos, o 
gladio e o escudo da Nacao. Baldado, consegumtemente, porque se- 
rodio, tardio, o esforco em prol de Bento Goncalves! 

Occorreu elle antes do acabrunhador successo de 14 de novem- 
bro, tempo em que o ex-generalissimo andava entregue a outras preoc- 
cupacoes. "Afastac'o", "com um punho de homens", "da massa", 
agora informs, a mando de seu prepotente suhstituto; o alvo de seu 
esforco era muito diverse Cogitava nos meios de encontrar um ra- 
zoavel desenlace para a tragedia farroupilha, e, "penetrado de que 
tudo ia de mal a peor, aproveitou uma occasiao favoravel, para de 
novo encetar negociacoes de paz com o barao" de Caxias. ( 01 ) Es- 
creveu-lhe, recebeu logo uma resposta acquiescent^, adjimta a qual 



(s&y Taeito, "Opera", De oral., 37. 
( S9 > Caxias, afflc. tie 2-X-44. 
( s0 ) Idem, idem de 19-VH-44. 

( 91 ) Bento Goncalves, cit. carta de G-III-45, a Dionyaio. Offie. de 
Caxias, ©m 2-X-44. 



— 263 — 

vinha uni salvo-conducto que nessa carta lhe fora pedido, em nome 
do si^natario da mesma e do general que era o seu fido Achates. ( B2 ) 

Malbaratou-se a excellente opportunidade, e quereis saber por 
que? Porque ao hem publico, desde muito, eutre os directores do 
circulo minorista, se sobrepunha, descabellada e descaridosamente, a 
vantagem ou vangloria desse grupinho ciumento, ambicioso, intole- 
rante, em sunima, odiento e sem entranhas. A resposta de Caxias. 
desviada, foi ter primeiro as maos de Jardim, que a remetteu mais 
tarde ao destinatario. Entrementes, poude tal gente conhecel-a, e o 
vespeiro amotinou-se, determinado lima vez ainda e sempre, a impe- 
dir que sobresaisse, nos tratos com o ininiigo commum, a personali- 
dade que os discolos aborreciam e cuja esclarecida solidariedade lhes 
desconvmha. Sobresaltaram-se com a novidade e agiram prompta- 
mente, com o designio de a contrariar. 

Mandamento impreterivel de vulgarissimo civismo, a unanime e 
viva collaboracao, afim de que iniciadas as praticas, seguissem bom 
caminho, apresentando-se unidos e compactos os liberaes, em face do 
antagonista. Do que se cogitou foi de cousa muito opposta : frus- 
tral-as. E o meio que pareceu mais adequado foi o de interpor a 
essas, outras negociacoes com o Imperio, sem a minima audiencia de 
quern principiara as derradeiras. Jardim constrangido se viu por 
David a menoscabar o seu antecessor, pondo-o de parte, e confiando 
a Cliagas, que ja estava no exercicio da pasta do exterior, e a Anto- 
nio Vicente, inimigos figadaes do ex-presidente, uma solemne envia- 
tura diplomatica ao campo adverso. ( 9a ) 

Ha de ver-se, em seguida, com que singeleza, modestia, fongani- 
midade, Bento Goncalves recebeu a noticia da infausta pretericao. O 
que sobremaueira choca, no exame do episodio, e tomar-se conheci- 
mento da incontinencia que revela no mesmo o sobredito circulo, en- 
tregue, por inteiro, a furia das paixoes. Ganhava a partida, nesse 
mau jogo, mas, nem com isto se lhe apagou a sanha fratricida: em 
vez de esperavel malacia, desencadeiou-se o temporal. Mais do que 
nunca, a transbordar, acima de todos os diques, o enxurro da calum- 
nia; torrente impura, sob a qual se imaginou sepultar, alfim, o ma- 
gnanimo soldado liberal, junto com os escombros de sua antes magni- 
fica, soberba, eternamente gloriosa obra emancipadora. (**) Fez-se 
entrega a este da carta assignada pelo barao, unicamente depois que 
os indicados embaixadores voltavam do campo realista ; o que se lhe 
notificou, tarde e a mas horas, com asseveracoes de que "a paz se 
faria com digniclade". O destinatario da missiva presidencial, em 
que constam estas seguranqas, refere-se a ellas, depois da guerra, ap- 



< 92 ) Cit. offic. de Caxias e carta annexa, de Ismael Scares. Vide o 
appendice. 

( o:l )-( 94 )-( sr ') Cit. carta de Bento a Dionysio 



— 264 — 

pondo a derradfiira palavra citada entre aspas, nada nienos de tres 
pontos de admiracao, e retieencias. (**) No momenta de a receber, 
deu-lhe resposta, a altura de sett insuperavel civismo e grandeza de 
alma. 

Contava-se encerrar o pleito com dignidade? Pais que "o ceu 
assim o permittisse", escreveu, logo addindo o que era da maxima 
opportunidade e summa urgencia. Previsto "recommendou" aos res- 
ponsaveis nesse instante, pelas cousas da revolucao, que "redobras- 
sem de vigilancia. vista que por" culpa "delles o nao ouvirem, nao 
havia uma suspensao de annas, que se conseguiria'' por sen inter- 
media, se nao expressamente, "tacitamente" ou indescobertamente, 
em virtude das instruccoes dadas ao representante mflitar de S. Ma- 
gestade. Conseguir-se-ia tao vantajoso accordo, mas, foi impossi- 
bilitado, comprehende-se, pelo indiscreto proceder clesautorisanclo e 
invalidando o de Bento Conceives, que abundosos fructos promettia. 
"£> resultado de tauta asneira foi ser batida vergonhosamente aquel- 
la tnassa desordenada", (° 6 ) e sein cabeca, que proporcionou a Fran- 
cisco Pedro o mais facil dos triumpbos. Depois delle e que se pou- 
de agenciar "por fim uma paz" em que se deveu em parte ao favor, 
o que pudera alcaiicar-se, exclusivamente, pelo mantido prestigio das 
armas da Republica ; ficando patentissimo, logo, quanto ella fora des- 
servida com "a pessima escolba dos negociadores " ; maleficio aggra- 
vado pela "estupidez sem igual dos que os dirigiram"! 

Este pronuncianiento, severo mas equaninie, pertence ainda ao 
cx-presidente. ( 97 ) Solctnuia verbal Adivinha-se, depois das me- 
ditacoes que taes palavras suggercm, o que havia de seguir, e seguiu, 
no estabelecido ajuste conciUador. Pre.sente na meiuorta de todos a 
ressurreicao, em 1837, da rebeldia abatida em 1836; phenomena equi- 
valeftte podia surgir, em meio da fecunda gleba continentina, onde 
medrara, tinha florescido, o vivaz temperamento que havia dez annos 
multiplicava as demonstratjoes de sua tragica pujanca. Ou porque 
nao no esqueceu Caxias, ou porque se fizera um verdadeiro "amigo 
dos riograndenses", como sustentam alguns; (") ou porque tomara 
bem o pulso a indomita, perseverante geracao, ou porque mui grande 
e irresistida a sympathia do guerreiro por gente batalhadora assim: 
indubitavel e c[ue sobreexcedeu a quanto delle se pudera esperar. Em 
novembro, como em julho, foi largo no ceder. 

Mais fez, cm resumo e em definitiva, para que se resalvasse "a 
dignidade" do povo em armas, do que o derradeiro sequito politico 



C fi )-(' J7 )-( 98 ) Cit. carta a Dionysio. Vide tambem, no arch, do aut, 
a. correspondencia de Almeida com Antunes e B. Pires. Reticencia do 
cx-ministro persuade haver mfluido em Caxias, o temor de um renova- 
mento da guerra, quem sabe com que ajudas externas! . , . Vide carta 
cit. em notas do appendice ret'erentes ao livro 21.°, 



— 265 — 

de Canabarro; (° 9 ) e nesta forma e preciso designar os seus colia- 
boradores eftectivos da ultima hora, poisque o circuio minorista aca- 
bou por scindir-se. A melhor parte delle, com responsabilidades no 
governo, abria por fim os olhos. Se impotente de todo para annul- 
lar a obra em curso do mib'tarismo, recusou mesclar-se com os seus 
autores; mui tarde comprehendendo a differentia que havia, entre um 
general de nenhuns ou de escassos principios, e aquelle que fora, des- 
de o termo da guerra dos patrias, a viva encarnacao do ideal da ex- 
tremadura. Percebia-se alfim o abysmo que mediava entre um in- 
trepido quao destro guerrilbeiro e o grande assertor do liberalismo 
americano, que, desde 1827, inteiro se votou ao renovamento do motu 
politico ja existente entre nos antes do grito argentine de 1810; pre- 
cursor em boa parte, o de 25 de maio, do que explain victorioso em 
20 de setembro. ( 10 °) Mas, antes de por a nu mais um erro dos 
opposicionistas arregimentados em 1842, convem fixar, chronologi- 
camente, a marcba das negociacoes. 

Antes de novembro, o governo farroupilha requereu de novo os 
bons-officios de Rivera. A 4 de outubro expediu credenciaes a An- 
tonio Vicente, "para que pudesse tratar do que julgasse eonveniente 
a Republica", isto "em conformidade das instrucgoes que nessa hora 
Ihe eram dadas, para entender-se" com "o director da guerra contra 
Rozas", "afim de que se possa conseguir o termo definitive da luta 
entre a sobredita Republica e o Imperio do Brasil". ( 101 ) Rivera, 
no mez anterior, a 30, ja se havia dirigido a Caxias, com a proposta 
de lima suspensao de annas, para uma conversa diplomatica a respeito 
da paz. Affirmava estar autorisado a isso pelos insurgentes. ( u '") 
O generalissimo imperial, que, por uma correspondencia intercepta- 
da, tinha certeza de tratar-se de um ardil de guerra, cerrou ouvidos a 
sereia uruguaya. Em resposta, declarou que recebera expressas or- 
dens de nao ouvir os rebeldes, sem previa deposicao de armas. Se 
querem mandar-lhe emissario, garante ao mesmo seguro transito, sem 
interrornper as hostilidades. Se querem evital-a, passem ao outro lado 
da fronteira, ate que ihes regresse o mensageiro porventura manda- 
do. ( loa ) 

Doin Fructuoso, que dera conta da sua mediacao aos farrapos 
e lhes pedira um coadjutor, da escolha do governo da Republica, en- 
dereqou a 12 outra nota ao barao. Dizia-lhe reputar inadmissivel as 
insinuacoes de s. ex. a , mas que, por pruclencia. as repetiria. Em se- 



< otl ) Cit. carta de Bento Gouealves. 

(ioo) Vide o nunca assaz niemorado opusculo de Alberdi, a que ha 
referenda em "Duas grandes iutrigas", II. 49S. No arch, do aut . o exem- 
plar offerecido a "O Povo", de Piratiny. 

( ioi ) Vide aiinexos do offic. de Caxias, em 20-XI-44. 

(*•*) Nota a Caxias, do citado dia, nos referidQs annexos. 

(loa j Nota de l-X-44, das pontas do Jaguary. 



— 266 — 

guida commuuica, por via de copia, a correspoixkncia trocada, sabre 
o assumpto, com os seas amigos do Riogrande insurrecto. ('"*) Ca- 
xias, lidos c relidos estes papeis, voltou ao thema. Lamenta, quanto 
Rivera, (diz-lhe) que as ordens que teni, Ihe nao permittam fazer 
timis do que t'az. Saibam os rebeld.es, no entanto, que tudo fard por 
si, para que se lhes concedam os maximos favores. ( 105 ) 

Estavam as cousas neste pe, quando sobreveiu a catastrophe de 
Porongos, tremendo evcnto que abriu caminho as negociacoes ultinia- 
torias da guerra, por quebra da impugnacao, ate mesmo tios niais 
acerrimos partidarios da extrema resistencia. 

Quand les dieu.v etonncs seuiblaicnt se partager, 
Pharsale a decide ce qu'ils n'osaient jugcr. 

CAPITULO Hi 

No dia seguinte ao eataclysmo, os superstites, reunidos outras 
vez, tracarara, em nome dos principaes da Revolucao, urn documento 
que a eucaminhou, por fini, a seu termo. "6 o que ides ler: 

" Os chejes abaixo-assignados, do Povo Riograndense em armas 
contra a Governo Imperial, desejosos de tenninarcm a guerra civil 
que ha 9 annos devasta este hello Pais, e a que foram forcados pelas 
successivas violacoes. de sens d'weitos, durante a torment osa Menori- 
dade dc S. Majestade Imperial e Constitutional, resolveram autorisar 
a Antonio Vicente da Fontoura, depots dc havel-o accordado com o 
Ill/no. Sr. Barfio de Caxias, a que siga a Carte do Rio-de-faneiro, afim 
de expor, nao so os justos motives que for coram a essa guerra. 
como os hem fundados receios dc vel-a tornar-sc metis sanguinolenta, 
c devastadara, pelas actw.es occorreticias dos Estados visinhos; e obter 
do Governo ImperLd a Pas, porem lima Pas que, nao manchando de 
ignominia esta distincta porcao da Grande Familia Brasileira, nem o 
Sabio Governo de S, Magestade Imperial e Constitutional, imponhu 



( 104 ) A' communicaeao de Rivera, em data de 30-IX, a Jardim, se- 
gue-se a deste, cm 1-X, com o annuueio da nomeacao de Antonio Vicente 
para acompanhal-o. "Passo a responder, asseverando a V. Ex.", que niu- 
guem mais do que en deseja a ultimacao desta guerra fratricida, asso- 
ladora, que ha 9 annos estraga e derrota meu paiz natal, e oa meus 
compatriotas, verdadeiros republicanos, ardem no mesmo desejo, assim 
como no de que se faca. a paz, mas uma paz que os nao cubra de eterno 
opprobrio e vergonha; uma paz que a todo o tempo os pooha a coberto 
da exeeragao daa geracoes presented e vindouras; uma paz emfini que 
compenae os sacrificies que se hao feito, com a honra e dignidade com 
que ella deve ser conseguida". Vide os eit. annexes. 

( IU!5 > Nota. de 15-X-, do acampamento do Rufino. Vide tamhem aeu 
of fie. de 20 e de seu secretario em 4-X. Vide o append ice. 



— 267 — 

uin clique formidavel ao extrangeiro audas, que pretende fulminar a 
ruina desta Terra, e do Brasil inteiro". ( x ) 

Firmaram a peca, Jose Gomes de Yasconcellos Jardim, David 
Canabarro, Joao Antonio da Silveira, Antonio NettO. Os autores da 
mesma usaram nella de dous artificios, pratica anti-r-epublicana a que 
as circumstancias os constrangiam. O primeiro e o que lhes foi sus- 
citado pelo negociador imperial na conferencia de julho e de que Bento 
Goncalves ja havia lancado mao ao reiniciar os tratos, pouco depois, 
isto e, o manejo da sombra terrifica de Rozas, na justificacao da desis- 
tencia da luta, ( 2 ) O figurado motivo para chegar-se a concordia 
embaiu ate hoje a quantos discorreram sobre o magno successo de 
1845; nao tendo igual destino o segundo artificio a que se alludiu. 
Este nao colheu a ninguem e nisto consiste. O documento remettido 
a Caxias, para que nao suspeitasse o Javraram sob a impressao da der- 
rota de 14 de novembro, teve a data de 13 e consta do mesmo que esta 
foi lancada no "acampamento de Porongos". Caxias (que, com a 
seduccao e a pecunia, tinha olheiros no proprio arraial insurgente) de 
tudo soube exacta e lindamente. A mensagem era de 15 e a sua 
remessa occorreu a 16. Esta a realidade, que em vao se quizera occul- 
tar, ( 3 ) para apparccer com o preciso decoro, a Republica, no thea- 
tro das confabulacoes ; tao appetecidas agora pelos i arrapos, quanto 
havia muito pelos caramurus de senso e civismo. 

Souberam della, os ultimos, com alacridade, na maioria. Al- 
guns, no entanto, respiraram altisonantes, vendo esgotar-se-lhes a 
mamadeira. Em rifrado de ulterior data, Caxias austero se refere a 
taes patriotas ao revez. Na sua "Exposicao" a parlamentares brasi- 
leiros, affirma Lucas uraa cousa, que esse officio do qnartel-genera! 
veiu confirmar: "A guerra do Riogrande (escreveu) e objecto de 
especulacao", ''para esses que, desde muito illndem sen governo com 
fantasticos triumphos, e que a custa de milhares de victimas, de po- 
bres se tern feito ricos, de ricos riquissimos, e de opulentos opulentissi- 
mos", "como se expressou em sessao da assemblea geral do Brasil 
o virtuoso deputado pela Provincia da Bahia, o sr. A. P. Rebouqas". 
Balelas farrapas? Historica realidade! "Radix malorum est aipi- 
ditas, heec sacrilegia commitit et furta, rapiuas exercet et prcedas, bella 
gerit et komicidm, simoniace vendii et emit. Inique petit et recipit, in- 
juste negotiator et fceneratur. Instat dolis et imminct fraudibus, dis- 
solvif pactum, et violat juranicntum, corrumpit testimonium et pcr- 



0) Vide os cits, annexos. 

(-) Vide no appendice, o que consta de eorrespondencta da aucor, 
com s. exa. o sr. Oswaldo Aranha, ministro e general da 3." Republica. 
acerea do fim que teve a 1 ". 

p) Caxias, offje. de 20-XI-44. 



— 268 — 

pertit judicium". "Tria m-axime solent homines affectare, opes, vo- 
luptotes, honor es: de opibus prava, de voluptatibus Utrpia, de hovo- 
ribus vana procedunt. Nam opes gencrant cupiditateni et avaritimn, 
voluptates pariunt gulam et luxunam. honorcs mttfmnt superbiaw et 
jaetantiam". 

Com as tintas deste qnadro moral, sobrc que discorre S. Innocen- 
cio, poderiamos debuxar o da sociedade politica da preindependencia 
da America portugueza, como o painel das infeccoes que nella impe- 
ravam, tratadas baldadamente pelos incompetentes doutores do sanea- 
dor esforco de 1820. Muito antes disto, o Brasil comprehendeu qual 
a ovigem clessas enfermidades e cogitava de oppor-lhes uma radical 
medicacao. Muito antes do movimento regenerativo encetado em 
Bueuos-aires, por 1810, ja estava preparado para essa boa obra, asse- 
vera urn viajante anglo-saxonio, Prior, e outro da mesma raqa, Lin- 
dley, nos legou uma noticia assaz corroborativa do que nos desvenda 
o primeiro. De passo na Bahia, em marqo de 1802, escreve suas ini- 
pressoes, realqando a "parcialidade" dos naturaes "pelos novos republi- 
canos", ;"(/ est, pelos da Nova-Inglaterra, "e pelos principios delles. Ha 
muito eu tenho observatlo isto, (prosegue) como cousa muito geral, 
tanto aqui nesta capitania, quanto em outras partes do Brasil, entre 
os elementos j ovens da sociedade ; a qual se acha embebida de seme- 
ihantes no^oes tao effectivamervte, que eu me nao podia admirar que 
esta circumstancia eventualmente causasse uma total mudanca na sua 
situacfio politica. Ridicularisam ja, os jncolas, a submissao a que se 
ve.m adstrictos, e parccem convencidos cle que possuem o mais ambi- 
donavel Paiz do mundo. Basta para .supprir com n que tern em si, a 
todas as neeessidades do bomem'\ (*) 

Nicolau Vergueiro, se beta portuguez tie uascimenta, reconhecu, 
coram pobido, em Lisboa, que os sentimentos publicos, na regiao ameri- 
cana que habitava, eram os traduzidos por Lindley e Prior. ( r ') No 
juizo deste, porem, os filhos da terra de Santacruz, se tinhani essas as- 
piracies, nao possuiaiu a libra dos homens de maio, e deixaram-Ihes a 
honra da suprema iniciaiiva no lance emancipador. (•) Doze annos mais 
tarde e que se arrojaram a sair a rua, e para o poiico a que se resolve- 
ram, houve hesitacoes taes, que o generalisado proposito democratico 
foi a burla de notoria conjura de palacio ; unica a aproveitar-se de uma 
separacao ja existente e irremovivel. Se foi a relatada a marcha das 
cousas no complexo das capitanias (chrismadas logo, com velhaco 
euphemismo, sob o nome de provincias), em uma, a rota politica foi 
muito outra. 

Para que melhor se o comprehenda. traca-se aqui. mais uma vez, 



( l ) "Authentic narrative of A voyage", 154. 
(*)-<*) Vide "Dims grandes intrigas", I, 502. 



— 269 — 

um breve retrospecto elucidation No Riogrande a historia f oi mui 
diversa. Exceptuados os tentamens do seculo XVIII, sem a precisa 
nitidez e sem algum ecco effective nada houve, na immensa possessio 
lu?a, que mereca por-se ern paralleio com o que vimos na extremadura 
atistrina da mesma. A prioridade no movimento democratico e uma 
honra que lhe esta assegurada, desde o inicio da seguinte centuria. 
1.-OI11 a temeraria iniciativa de Alexandre Luiz. Ja se consignou o que 
i'ni esse atrevido lance, mas, nao e demais insistir. Autor de grande 
nota, merecida fama, nega que houvesse principles republicanos entre 
nos, antes do advento de Zambeccari ; these ja arruinada, aliaz, depois 
das excavacpes compendiadas em "Duas grandes intrigas". ( 7 ) Al- 
legar-se-a. para diminuir o merito do singular evento, que escassas ou 
nenhumas eram as luzes do grande insubmisso? Que importa que 
nao as tivesse de todo? Em tratando de estudos na orbita da scien- 
cia pura, que reflexiona uma grande mentalidade, precisamente acerca 
dos "principios"? Assenta com firmeza que "nos um pouquito ape- 
nas divisamos o que representam ellcs; que nos mais os sentimos do 
que os vemos". A realidade, segundo esse discrete, deixa-se entrever 
tao somente assim, ate que de subito o poder do espirito se retransfor- 
ina. De golpe, como que se dilata, que se amplifies, que tudo abraca. 
que nada mais lhe escapa, de quanto nos. circumda: "On writ la chose 
d'un seul regard, et non par progres de raisonnement, an mains jusqu'a 
mi certain degre". ( 8 ) Produz-se, em resumo, aquelle phenomeno a 
que alludiu o nosso Justiniano da Rocha, e com o qual era preciso con- 
tar, segundo acreditava, para o salvamento do Imperio : a repentina 
"illuminaeao das almas". Foi desta sorte que Paulo de Tarso, de 
phariseu da lei antiga se mudou em apostolo da lei nova. A remi- 
niscencia basta para tudo explicar, mas, o preclarissimo trance?, acima 
citado, esclarecc ainda meihor, notitra passagem, o que auda ainda 
incomprehendido. "La raison agit avee tentcttr et az'cc taut de vues 
et de principes differents qu'clle doit avoir toujours presents qua 
tout heure elle s'asso-upit on elle s'egare, faitte de les voir (antes a la- 
fois. IL N'EN EST PAS AINSI DU SENTIMENT. IL AGIT 
EN UN INSTANT ET TOUJOURS EST PRUT A AGIR. II 
fa-ttt done, aprcs avoir comm la verite par la raison. DE TACHER 
DE LA SENTIR ET DE METTRE NOTRE POI DANS LE 
SENTIMENT DU COEUR; antrement elle sera toujours incertai- 
»e et chancell#nte" '. (•) Com esta licjio philosophica, nitidamente 
comprehendemos num relance, tanto as intuic,6es de Alexandre Luiz, 
como as da genralidade dos que em 1836 deram corpo. vida, reali- 
dade. ao sonho do gaucho immortal. 



( ; ) Basillo de Magalhaes, discurso na camara federal. Vide o "Dla- 
rio do eongresso", em 1929, e carta ao autor. no arch, particular do mesmo. 
{»>-{») Pascal. "Fences''. XXXI, XXVIII. 



— 270 — 

Tantos amios foram necessarios para que germinas.se a sementt 
que lattcou e foi mais tarde dourada messe? Ao revez, o Riogrande, 
transcursos apenas 7 annos, exhibia-se assaz inclinado para aquella 
transcendente, radical mudanca. Foi nelle tendencia universalissima 
a de seguir a sorte da revolucao platina iniciada a 25 de maio, — - 
affirmou-se e reaffirma-se, com uma seguranca absolutissima. 

Vicissitudes que ali sobrevieram e de que buscott aproveitar-.ie, e 
em parte se aproveitou o governo real, detiveram o\i desviaram a 
occulta, ate ha pouco despercebida evoluqao ; cuja Hnha directriz alfim 
apanharam. e tracaram dous ensaios recentes, unices a referir-se-lhes, 
por maneira positiva ou cabal. Em 1822, a mencionada Provmcia. 
crente, com a maioria, de que, gramas a uma Constttuic,ao, ia cOfiter-se 
o arbitrio, podendo adiar-se momentaneamente a inteira solucao do 
problema collectivo; f estiva acompanhou as demais, para em seguida 
volver as suas radicaiissimas preoccupacpes, ao evidenciar-se o grande 
engano padecido. O systema absoluto continuava, e urgente era ex- 
terminal-o, passando a outro regimen, 

Estas foram as determinac,6es geraes nas vesperas do levanu- 
uruguayo, a compasso do qual teria exptodido o que estava em prepa- 
ro na extremadura gaucha, se outro complexo de circumstaucias nao 
transviasse, por segunda vez, o curso intimo da idea autouomista e 
libertaria. ( 10 ) Antes de encerrar-se, porem, a campanha dos pa- 
trias, reattraidos por elles ja andavam os eletnentos activos do sul, 
que estiveram a combinar esforcos com a junta de main e que esra junta 
cogitou de aproveitar, ( lI ) Estreiam-se entao os laborer seccionistas 
de Bento Gonial ves, de par com os que promovia o brigadeiro Se- 
hastiao Barreto Pereira Pinto, ate ahi reconhecido chefe do primitivu 
partido republicano riograudense ; partido que houvera ehegado pouco 
depois a seus fins, se esses dous compatricios, em vez de se entende- 
rem, se nao incomnatibilisam. ( 12 ) 

Trabalhava cada qual de sua banda, quando, graeas a seus desa- 
tinos e incomprehensao do meio brasiliense, foi banido o primeiro im- 
perador ; successo que contribuiu para novo adiamento do que se tra- 
mava no sul, onde agora se acreditou possivel, em grandes proporcpes. 
a architectura ate ali planeada com modestia. (**) Pouco durou o 
ledo etigatio e os esforqos na propaganda subversiva tiveram defini- 
tivo systema na conjura de 1832, em que se mesclaram orientaes e con- 
tiuentinos de novo reentendidos, O levante combinado expluiu nesse 



(io) "Duas grandes intrigas" e "Revoiueoes eiaplatinas". 

( 11 ) Cits, obras e as de Moreno, Vide seus "Eseriptos politico^ y 
economicos", 301 

( 12 ) Vide as cits obras do autor. 

( 13 ) Ler as admiratiilissimas "cartas sobre a Revolucao do Brasi!"'. 
de Sylvestre Pinheiro, na "Revista do Instituto", da Capital-federal. 



— 271 — 

anno mesmo em Montevideo, e falhou, como tlepois falhou em Por- 
toale^re. com a intentona, logo abortada, de 1834. Nada mais con- 
seguiram no Uruguay os conspiradores, porque a tempo os presentiu 
e annullou Rivera, urn gaucho de genio, quanta amoral. No Riogran- 
de porem, a torrente ja fa muito despenhada. para que a detivesst 
urna adversidade de tao exiguo peso historico : o que a precipitacaa, 
jmpreparacao obstara nesse anno, espraiou-se ovante, como um dilu- 
vio. no immediate, a 20 de setembro. 

Ova hern, a pessima gente que nos deixara a monarchia Insa, as- 
senhoreada dos altos postos, do que tratou, ao ver pelas costas a Joao 
VI. foi de assegurar as suas merendas, arrastando o primogenito delle 
a um acto de perjurio confesso e a um parricidio moral. Isto se viu 
no centro e em todas as provincias americanas do Reino-unido, proce- 
dendo, aqui, all, com a mesma sabedoria, a huniana cubica ; a qual, no 
Rtogrande, agin por maneira particularissima. Os grandes e peque- 
nos zangoes nao tinbam confianga na derrota que seguiam os de alhu- 
res, e concertaram fundar unia republica aristocrati sada, dentro na qual 
oontinuassem a medrar, e dessa obra esteve incumbido, tuclo o per- 
suade, o depois marechal Barreto : quern, por sua rivalidade com 
Bertto Goncalves, acabou figurando como uma das columnas do thro- 
no!... ( 14 ) 

Pisrificado, sob a accao deste illustre coronel, ja popuiarissimu 
nos primordios da regencia, o gremio a que ambos pertenciam, ef- 
fectuou, o ultimo, alfim, o inovimento politico a que aspirava havia 
tanto o Rrasil inteiro. Aspirava-o havia tanto. sem nunca resolver-se, 
ou porque Ihe faltava o que diz Prior ou porque tinha desejos e nao 
eonvicqoes, tinha velleidades e nao vontades ; cousas diversas, que os 
indoutos confundem e discrimina a primor A. Comte, nutn opuscule 
justamente celebre. ( Ii5 ) Bento Gonqalves tomou a sua famosa ini- 
ciativa, diante da qual mats ainda se apartou. a torrente castiqa, da que 
incasta se revelara, no velho gremio antmionarchico e separatista. Os 
politicos desta segunda categoria, ja magnatas indiscutidos tto Brasil 
reaju.stado ao absolutismo, grac,as a Costa Carvalho et rcliqua. gracas 
mormente ao fimesto, soberbo talento de Vasconcellos ; os politicos 
antes mesclados com os confrades do commandantc da fronteira do 
Serrito: romperam de vizeira erguida contra elle, fizeram mais do 
que nunca activa guarda em torno ao berco do imperador-menino, sen- 
tindo rcavivados os seus ardores dynasticos, ao verem em total risco, 
por 1835, os privilegios cuja posse agora se lhes reconsolidava, de 
geito mui tranquillisador. " Andando andando, vuelven los tiempos 
de antano" , ja diziam entre si, na mais ddce beatitude, quando o pre- 



(") Vide as cits, obras t!o autor. 

(i5) "Potitique positive"', vol. IV, appendice, 1." trabalho. 



— 272 ~ 

clito coronel Ihes poz em serio perigo a opipara fartura, o reluzentc 
faiisto, ininterrupta jucundidade . , . ( 1<! ) Indc ira> Foi a cubiqa 
que Sto. Innocencio aponta como raiz de todos os males, <i que fez 
delles, no Riogrande, quanto se acaba de consignar e quanto outra vez 
mais se real^ara. 

O vero civismo raramente precipita as creaturas nos desniando;. 
bistoriados com bastante dernora, de que sao responsaveis os cara- 
murus austraes, Gente desse typo nao tem enrranhas e os taes fize- 
ram-se, durante a guerra, os carrascos dos prisioneiros e das popu- 
laces em raeio das quaes surgtaiu, como tigres esfaimados ; getando, 
em summa, todos elles, as maldades, pestilencias, de que nos fala o 
santo, porque, descuidosos da Patria, minetravam pro domo. 

" Devant toutes ces mains dans tant d'horrenrs ircvipees" ' , Caxias 
percebeu, num relance, com quem tratava. Como sofdado honesto que 
sempre foi, reagiu contra os ladroes e matadores, e heis de ver como 
por ultimo se refere a esses que mettiam em horridas prisoes os ' c anar- 
chistas", se porventuxa nao os podiam degoiar, snjeitando os Hvres a 
mil vexames iiitoleraveis ou crueis, a pretexto tie que os mesmos. 
punham em risco os fundamentos do corpo social. A linguagem dos 
atrozes representantes do Estado e sempre a que vedes, mas, no ex- 
posto, como em outros casos, patente fica sobremaneira que os taes 
sustentadores da ordem publica eram os que mais Ihe solapavam e 
urruinavam as bases, para haverem a triplice vantagem retro. Isto 
e, "riquezas, deleites, bonras"!! 

Aqui a prova de que se nao faz injustice aos antigos seguidores 
do marechal Barreto, que. passaram a andar de braco cruzado, mui 
fratenialmente, com os que elle quizera desthronar. Em virtucle de 
antecedenteSj que vigoravam desde a quadra colonial e que constitui- 
ram uma evolucao preparatoria do lance revolucionario, "horror exis- 
tia em grande parte da populacao da campanba" riograndense, "con- 
tra o dominio das artortdades "legaes". (") Mas, aqui, ainda mat* 
nitido o que era o elemento social onde escolhidas, ellas, e onde encon- 
travam franco, decidido apoio. Noticiado o accordo, firme e assente 
com os itisurrectos, Caxias expoe ao governo uma novidade, para 
muitos extranhissima: "Entre alguns poucos homens, que aliaz tem 
prestado muito bons services a causa imperial, tem apparecido pouca 
vontade de que esta guerra conclua; porem, como me julgo com fonja 
moral bastante para os confer no circulo de sens deveres, posso afian- 
car a V. Exa. que hei de levar a effeito o que tenbo tratado, de ac- 
cordo com as ordens de S. M. o Imperador", (*■) 



( IB ) Vide as cits, obras do autor. 

( 17 ) Saturnino, "Bosqtiejo", 142. 

( 1B ) Offic. do barao, em 14-11-45. Note-se que o autor se refere exclu- 
sivamente aos mats velliacos seguidores de Barreto e aos de^se baixo qui- 
late, no gremio com quem se acompadrou. O marechal teve outros. bas- 



— 273 — 

Estas referenda* a facto tie menor importancia, estavam a pre- 
terir a mem;ao de outro, relevantissimo, que se historiava e ao qual 
e mister volver em seguida. O embaixador da revoluclo teve acolhi- 
da lisonjeira, porque o arguto representante militar de D. Pedro sabia 
assaz que, se agonisava a Republka, menos era pelo arrocho de suas 
annas, do que pela quebra de uma solidariedade que travessa deusa 
podia reatar, cambiando em nova harmonia, a discordancia existen- 
te... "Fortuna volubilis errat". "Magna servitus est magna for- 
fiina" "Rerum hianaitarum- fortuna domitta" ': sobretudo, " fors domino 
Campi". ( I0 ) Nao abusar dos obsequies da fortuna, segredava a pru- 
dencia a Caxias ! 

Assim e que, depois de rapidos entendinientos, souberam os dissi- 
dentes que s. exa. tinha admittido, como bases para um pacto, as con- 
dicoes formuladas pelo governo revolucionario. Exigiu algo, porem: 
que, pro formula, apresentadas fossem a S. Magestade, par um em- 
baixador da Republica destinada a desappareeer. Admittido o alvi- 
tre, recebeu commissao, para isso, Antonio Vicente, a quern Canabar- 
ro entregou portaria com data de 19, para que tivesse livre transito, 
11a esphera sob as armas farrapas. ( ao ) Na outva, dispensave! a cau- 
tela, porque teve o ex-ministro boa companhia. O barao o tez seguir 
com "um official de inteira confianc,a", a quern os mais irrccusaveis 
meritos promettiam lugar brilhantissimo entre os servidores do Paiz, 
que foi Manuel Marques de Soma, proeminente figura de uma das 
mais aristocratizadas familias da Provincia e fidalgo nas tendencias 
nativas, depois agraciado com um titulo de nobreza, 

Conclusos os aprestos da longa Jornada, partiram ambos, levan- 
do comsigo o rutilo, honrado paladino realista, a particular incumben- 
cia de "expor", "de viva voz", o que se nao devia confiar ao papel. 
Id est, "a verdade sobre o estado da Provincia". expressao bern 
symptomatica, mui indicativa das forcas occultas determinativas da 
conciliadora attitude do imperial negociador, e palavras que, por mui 
expressivas, dispensam qualquer glosa. Caxias atiaz se incum.be de 
pospor esclarecimentos insinuantes, que correspondem on substituem 
o melhor dos commentaries . . , 

O ministro da guerra, levando ao paco de S. Christovatn offi- 
cio reservado de Caxias, com a data de 2 do ultimo outubro, verifi- 



tante dignoa e ingenuos, como houve doa prlmeiros e ssgundos, em todo o 
partido monarchico. Sutficiente 6 cltar dos ultimos, o depois conde de 
Portoalegre, Loureiro, Jeronymo Jacintho, na mais alta plana; Andrade 
Neves, Albano de Oliveira, Vaaco Alves, na immediate categovia: Joao 
Luiz Gomes, Leopoldino de Freitas, o eapitao Siqueira, na ultima, se bem 
a par doa anteriores, na escrupulosa honradez, 

( 19 ) Ovidio, "Opera", Tristes, V, 8; Seneca, '•Opera'', De eonsol., VI, 
5; Cicero, "Opera", Pro Marcel, II, 7 e Pison, 2. 

(2«) Arch, do aut. 



— 274 — 

cou-se que, nessa alta esphera, haviam interprelado com escassa perspi- 
cacia as optimistas communicatees do sul. Presente aquelle papel ao 
imperador, este, agora mui illuso, declarou que o generalissimo, na 
hypothese de uma conferencia com os rebeldes, so devia adinittir a 
pura e simples "deposiqao das armas". ( 21 ) Caxias, son ter esse 
proposito, incumbiu-se de tirar as teias de aranha dos sacros olhos de 
S. Magestade. Parece o momento de azo para um accordo, escreve. 
Nao ha duvida alguma de que "estamos no principio da estacao pro- 
pria para continuarmos a campanha, quando nossos inimigos se acham 
ahatidos com a ultima derrota, e exhaustos de Uido o que e preciso 
para continuar a guerra ; parent, pela natureza do terreno, nem por 
isso elta deixara de continuar por mais um anno, se algum pequeno 
favor nao for concedido aos principaes chefes que a sustentam". 

Queria significar, o barao, com isso, que era precise entrar em 
mercado ou definiu, com geito, a delicadeza nimia da situacao? 1 Allu- 
dia a uma compra ou inslnuava ser indispensavel attendee, em parte 
ao menos, as positivas condujoes de taes chefes, sob pena de ser incon- 
quistavel, por outro modo, a desistencia das mais duras, para o sobe- 
rano? A primeira hypothese nao pode ser admittida, em face do que 
antecede e subseguiu: um homem da altura de Caxias nao se sujeita 
a tratar, de potencia a potencia, com uma degradada ma!ta de venaes ; 
mormente em hora immediata a terrivel destro<;o deltes. Comquanto 
no Eio-de-janeiro lessem, com falta de meditacjlo, as suas palavras, 
o significado das mesmas era bastante claro para quern conhecia a 
marcha, o teor das pretencoes reveis, e nao podia desdourar aos cahos 
farrapos ; a quern, coma a setts companheiros de armas, dentro de 
pouco o marechal-presidente se referia, em publico e raso, com as 
mais justificadas loas. 

Nesse em meio, os emissaries de ambas partes contendentes che- 
gavam ao porto de destino. Marques trausmittiu os recados que tra- 
zia. Antonio Vicente, s^mpre na companha delle, entrou em confa- 
bulates com o ministerio, havendo-se, nas mesmas, com a relativa 
destreza que os factos attestaram e que era de esperar de seus reco- 
nhecidos meritos intellectivos. No entanto, se bem todos Ihe eele- 
brem a fritctuosa ex]>ediencia, ha qitem di scuta ou censure, ha quern 
Ihe ponha em duvida a constancia na firmeza em certo minuto de uma 
das entrevistas. "Quando a rica alfombra esta manchada, o doudo 
mostra a nodoa; o sabio a cobre com o seu manto", cliscreteia o pen- 
sador do oriente. Boa regra na vida social, onde o escandalisar corn 
a menqao do que se reprova, uada mais faz, de ordinario, que aggravar 
um mal, por esse modo irremediavel. 

Desatiuo e arvorar-se algum de nos em arbitro da consciencia 



(") Caxias, cit. otfic de 19-XI44. 



— 275 — 

alheia, quando, por vezes, o que em outro foi objecto de reparo, e mais 
uma irregularidade apparente, do que verdadeira. Madame Guion. 
perseguida no reinado de Luiz XIV por propagar o quietismo, sus- 
tentava este criterio: "Ce qui nous parait desordre, a cause de notre 
maniere de concevoir les chases, est un ordre admirable" , e oppunha 
aos dominadores o que para si constituia uni resumo da religiao: 
"1L NE FALLAIT QU' AIMER". ( 32 ) Kropotkine, avesso a todo 
mysticismo, chega a equivalentes conclusoes: "SO IS FORT.' De- 
borde d'energie passionelle el inlellectmlle — et hi devcrseras sur les 
mitres ton intelligence, ton amour, ta force d'action". "'Mais en !ais- 
sant a chacun le droit d'agir coniute ban lui semble", "nous ne renon- 
cotts pas a notre capacite d'aimer se qui nous semble bon, et de hair se 
qui nous semble mauvais". ( 23 ) Esclarecido este ponto, o grande phi- 
losopho alvitra a expecta^ao, tal qual a dama supra, confiante na raa- 
neira mais absoluta, quanta ella, nos miiagrosos effeitos reparadores 
do amor ; excluida a censura, ate mesmo tium olhar, e tolerado so o 
"conselho", sem resquicio de vexame. Transcendente doutrina, com 
raizes nas palavras, pouco estimadas. do Nazareno, perturbador neste 
passo, como em infinites outros: "Nao julgueis!" disse. 

Mas, na orbita da labuta destinada a fixar as traditjoes, admittil-a, 
com esse rigorismo, fora supprimir a historia, e no traco da mesma, 
o sabio, em vez de recobrir a nodoa com o sen manto, a torna assaz 
evidente, na alfombra em que a langaram; comquanto deva fazel-o, 
com espirito de amor, nunca de aggravadora malquerenca. Iuutil as- 
severar, depois do que se acaba de escrever, que e com a precisa cari- 
dade que o autor vai referir-se ao grave episodic da vida de Antonio 
Vicente, a que chegava a narrativa. Em certo minuto de uma das en- 
trevistas, segundo assoalham dous coetaneos do ex-ministro, este, em 
face dos de S. Magestade, reunidos em conselho pleno ; dcixou trans- 
parecer um fagaz desmaio, ne boa continencia ate ahi exhibida. Els 
como se denuncia o acontecimento. Estavam concertadas as diversas 
clausulas a figurarem no tratado de paz, quando Alves Branco (certa- 
mente movido pelas sobreditas, mai entendidas expressoes do officio 
derradeiro de Caxias), julgou de azo introduzir um outro capitulo, 
que, (pensou) liquidaria a demorada pendencia, ganhando a causa 
monarchica os que mais Ihe tinham resistido, em todo o vasto ambito 
da cx-Colonia de el-rei. 

Com um braco pousado sobre o joelho e chegando-se ao plenipo- 
tenciario dos farrapos, addiu, em meia voz, que corn as concessoes ja 
assentadas, dar-se-ia aos cabe^as da insurreicau algum dinheiro, para 
attenderem as suas mais urgentes necesstdades. . . Antonio Vicente, 



( 22 ) De la Beaumelle, op. cit., Ill, 6, 1. 

(- 3 ) Op. cit , caps, VI, IX. X. 



— 276 — 

segundo as versoes agora examirtadas, ouviu silente. For que admit 
tisse a infamia, que seus confrades ainda insubmettidos ma voce re- 
pelliriam indiguados ? Possivel e que se detivesse, para incluir na 
sua contestac.ao ao atrevimento, uma phrase historica, equivalente a 
de Ulhoa Cintra em 1840, com a qiial rompesse o quasi estabelecido 
accordo.. . averiguado e que, nesse fugaz rnmuto de lamentave! 
hesitacao, ou louvavel recolhimento, falou, por outra bocca, a altiva 
honradez gaucha. Estava presente Marques, o depois egregio condc 
de Portoalegre, e veloz, a sibilardhe a gorja como uma rajada do nosso 
pampciro, bradou ao infecctonante mitiistro, estas palavras, que o pu- 
blico reconhecimento devia gravar, em letras de ouro, no marmore 
do pantheon que encerra, no sul, as cinzas do heroe dc Caseros: — 
■'Mens patrictos nao se vend em, senhorl" (**) 

De regrcss.o ao penates, Antonio Vicente expoz a seus commit- 
teutes as vantagens obtidas e se tem dito que foram as depois fixadas 
no convenio dc Poncheverde. Ha indicios mui claros de que cram 
njenos proveitosas on menos honrosas para a causa revolucionaria ; 
poisque se abriu uma crise, no proprio circulo minorista, eeade que 
para traz se falou, oppondo um dos secretaries cla presidencia da 
Republics o sen tacito veto, a quanto se havia uegociado. "Virtus 
probitas, integritas in candidate, non linguce volubilitas, non ars, non 
scicntia reqniri solet", ajuiza Cicero, (**) e muito se patenteara em 
Lucas, no arriscar-se a ter entrada num alto posto cla administracao. 
Gaucho era. Se bem gaucho fino. com a escassa, restricta cultura dos 
"estancieiros" da epoca. Pevelou-se, porem, digno em tudo da ele- 
vada investidura, porque tinha a mente assaz illumiriada, graces a phe- 
nomeno de ordem intima, hoje sufficieutemente desvendado; conhe- 
cimento que nm philosopho emerito resumiu cm gravura lapidar: 
" Les grandes pensees viennent du cceiir" . ( 2o ) 

O desse heroe prestantissimo era grande, e qaaudo o de Cana- 
barro, de mui diverso calibre, admittia a combinacjlo trazida pelo seu 
fa-c-totttm ; o antigo companheiro de circulo, nessa bora collaborador 
de Jardim, negou-se a manifestar o aprazimento que nelle se contava. 
Tudo prompto, ja, para as cerimonias da firma da concordia, e o 
nomeado representante, no mesmo, do presidente, mautinlia-se inaba- 
lavel, esquivo e fechado. Attento, com inescondivel abalo, ao tragico 
effeito moral que occasionaria a persistencia dessa inespevadissima 
absten^ao, o generalissimo farrapo usa dos meios a seu alcance para 
remwei-a. 

Eis as suas proprias palavras, traduccao flagrante ou espelho fi- 



( 2l ) Vide o appeudice, 

( 2r 't "Opera", Pro Plan., 25. 

f-'O Vauvenargues, "Pensees", o 85.' 



— 277 — 

delissinio do manque jo intellective de s. exa. ; a que se busca valer 
com a propiciacao de um evidente par de muletas: "Approxima-se 
o clia em que se vai decidir a importantissima questao da paz e decL 
dir-se emfim a sorte do paiz, e vos, cidadao ministro, depois de re- 
vestido dos poderes que para tao alto assumpto vos conferiu o presi- 
dente da Republica ; negaes vossa presenca, deslembrado de que assim 
ficara o conselho sem nenhum membro do governo, no acto em que 
todo elle deve estar ! — Um simples cidadao criminoso e, se indif fe- 
rente aos negocios da patria ; quanto nao o sereis vos, um dos primei- 
ros magistrados da Republica, se recusaes o passo", fugindo agora 
'"do lugar onde" fixas "as vistas de um povo ancioso" par saber de 
"sua sorte"? "Qual sera a sua aclmiracao", amanha, se "aquelles a 
quern confiou os altos destinos da poiitica, os destinos da patria", se 
desviam do solemne acto. e "nenhum membro do governo presidir ao 
conselho militar ? ! ! Q dever e a patria altamente reclamam vossa 
presenca no acto que vai decidir da sorte" da communidade "riogran- 
dense. Eu vos conjuro ao cumprimento dessa obrigacao" impreteri- 
vel e "sagrada: eu vos conjuro" em nome da "patria, a queni tendes 
ate hoje dedicado vida, sacrificios, e fortuna!! Nenhum manto, por 
mais espesso que seja, vos" isemptara das consequencias de tamanha 
"responsabilidade", nem das "feridas que os seus raios vos" reser- 
vam: nenhum "vos preservara de suas frechas. Relevai a franqueza 
de um cidadao sobre qual tern pesado" iguahnente "bastante respon- 
sabilidade. Nos melindrosos momentos a que vamos" encaminhar- 
nos, eu "nao vos posso falar de outra maneira". (**) 

Exhortacoes, sollicitacoes, por mais tocantes que fossem, uao de- 
moveram do seu . patriotic*) retraimento, o nobilissimo, austero Lucas: 
o que forcpu o generalissimo a voltar a carga, em parecidos termos, 
noutro officio, papel esse que descobre, por inteiro, nao estar Lucas 
sosinbo, na discrepancia, Jardim, o presidente, Chagas, o ministro 
do exterior, tambem recalcitrantes . . . ( as ) 

Leia-se, porem, o novo arauzel de Canabarro. Depois de exarar 
que "fica de perfeita inielligencia de quanto se Ihe ordena, em aviso 
de 22 de Janeiro, que baixou da secretaria de estado dos negocios da 
guerra", vale-se do ensejo para as seguintes reflexoes, ou insinua- 
coes "Trata-se da decisao da sorte do paiz; e por certo o negocio 
de maior monta que chama a nossa attenc,ao" e nos "forca" a isso, 
"e como vos esquivaes do lugar destinado para reuniao do governo, 
com os chefes militares?! O tempo se approxima, e nao deveis de- 
morar-vos. cidadao ministro. Lembrai-vos que em tao alta decisao. 



(2') David, offic. de 29-145. Arch, do aut. 

( 2S ) Vaz Vianna, o terceiro do gabinete, que regia a pasta da fazenda, 
tinha cafdo nas maos dos imperiaes em 14 de novembro. 



— - 278 — 

o conselho nao pode soffrer que nenhum dos membros do gOTerno 
r.ao esteja presente, no acto que ha de decidir da sorte da Repuhlka. 
Nenhum manto (repete) vos" eximira "das settas da responsabili ~ 
dade, as quaes" convergirao "sobre vos, e nao espereis que o povo 
Riograndense admitta mna escusa, que nao podeis dar. Eu vos con- 
pro, pois, cidadSo imnistro, a vJrdes ao \ugar destinado (no Moreira, 
em Poncheverde) o quanto antes. A patria o exige imperkisamenu- 
e cumpre satisfazel-a. Tendes em sua defeza prestado servicos, mas 
a nao podeis deixar, no preseute", sem o que ora aqui se requer. ( 29 ) 

Enderecada foi, ao illustre procer da conjura de 1832, a trans- 
eripta communicacao, no comeqo do proprio mez em que "circumstan- 
cias" adversas e ja irremoviveis desferiram. o ultimo golpe, o tiro de 
misericordia, na democracia de typo neo-inglez, que surgira no seio 
dos americanos de raqa portugueza. E a despeito do embarago con- 
traposto ao arranjo, por Eucas, realidade teria elle, dentro de poucas 
horas mais. "Prestes ver-se-ia luzir o derradeiro instante de 
Troya"! ( 30 ) Combinado fora, de antemao, quanto era mister para 
que o portentoso drama historico se encerrasse, conforme entenderam 
Caxias e Catiabarro, que era o chefe rebelde em que aqiielle agora mais 
se fiava. ( 31 ) "Tratara" em Piratiny, o primeiro, "com Antonio 
Vicente", alter-ego do segundo, quanto era mister. Os dissidentes 
que haviam sido os manipuladores provectos da espagirica apazi- 
guadora entao em curso, reputavam indispensavel que fosse a sua 
obra delles submettida ao veredictum de uma assemblea do povo em 
armas ; opiniao que, manifestada a Caxias, teve-a este na conta de 
"razoavel", acertando com o predito Antonio Vicente o capitulo do 
espaqo e do tempo. 

"Marcou-se una praso para tal reuniao", que se consummaria 
em ponto visinho a "fronteira de Pnncheverde", sitio onde se congre- 
gariam "todas as forcaa rebeldes", subsistentes uessas i in media goes 
e nas "do Quarahy". Passou a data assignalada para a magna eerimo- 
nia e nao teve realidade a mesma, por cireumstaneia bellica ja em 
registro, "Impossivel de eflectuar a reuniao em o tempo marcado. 
forcoso foi espacar ate o dia 20 do" entao "corrente" mez, o "tal 
praso". ( 32 ) Constam estes pormenores do citado officio do gener.; 
lissimo realista : quern, sempre concordatario, teve muito em memo- 
ria que "o capitao prevenido nSo dorme", "Acautelou-se", paisquc, 
comquanto mui artificioso pinte, de continuo, os reveis, na mais intei- 
ra, perfeita ruina physica e moral ; receiava que o arranjo com a "rni- 
noria". pudessem rechacal-o os adeptos da "maiorta". Receiava o 



( 29 ) David, offic. de 5-II-45. Arch, do aut. 

('■">) Homero, "IHada", canto XVII. 

(«) OHle. do barao, cifrado. de 10-1-45. 

('•'*'- 1 Vide a peca da uota aatertor. 



— 279 — 

barao, porque as duas figuras principaes deste circulo descobriam a 
sua inconformidade. Quem nol-o desvenda e o proprio Caxias, me- 
nos general do que politico, e politico de molde talhado pelo grande 
secretario florentino. Isto patente fica em muitos passos anteriores 
e aqui tereis um, bastante comprobatorio, de que se nao conheceu de 
leitura, possuia excellente intuicao do que consta no tratado do "Prin- 
cipe", a respefto das astucias a empregar, para reduzfr povos itiqui'etos 
on rebeldes. 

Ha noticia de que no Maranhao se valeu da crueldade, ( S3 ) e dei- 
xa-nos comprehender que nao houve a precisa humanidade em a re- 
pressao, a grande penna do insigne Joao Francisco Lisboa. ( S4 ) No 
sul, Caxias, alem de avesso a maldade contra as pessoas, revelou-se 
incompativel com os delapidadores do Estado, e na Ittta com os insur- 
gentes, a nnica anna inconfessavel de que se soccorreu, foram as que 
tanto preconfsa MacchiaveL na hypothese de se nao recorrer somente 
a for^a: a intriga e o suborno, deslise que confessa elle proprio. "Id 
adeo more sua videbatur" . ( 3r ') Nisto seguia o sen costume. Depois 
do furor homicida que lhe mareou a tarda em terras equatoriaes, inve- 
terou-se-se-lhe, nas da visinhanca do tropr'co, a tendencra a mater com 
os venenos moraes. Porquanto os de que acinia se fala, propinados 
em Riogrande pelo mais prospero membro da estirpe Lima e Silva, 
consta que os manejara tambem por S. Paulo ; methodo insidioso, que 
rmiito lhe facilitou o desrnoronamento da resistencia acaudilhada pelo 
brigadeiro Raphael Tobias. ( 3B ) 

Mas. revertendo o espirito ao que se relatava neste paragrapho, ex- 
p!ique-se agora porque reteiava Caxias. "Bento Goncatves e Netto 
Biostraram-se pouco satisfeitos pela deliberacao que vai tomar David. 
porem, como pouco on nada podem fazer. creio que se conformarao 
com o que resolver a maioria do partido, e no caso que isso nao facam, 
eu ja tenho entre elles quern mos entregue, para eu os remetter a S. 
M. o Imperador". ( S7 ) Nao ha via motivo para temores: ambos esses 
grandes republicanos tinham desistido tambem de lutar, porque lhes 
faltavam os meios para isso. Napofeao, que teve um pujante caracter, 
a quem nenhum outro superou ainda na historia, depois de fruir o ma- 
ximo arbitrio que e possivel conceber : abateu a satanica arroganeia. 
humilbou-se, ante uma realidade que tardianiente se lhe desvendou, 
em toda a sua magestosa plenitude. Reconhec,o que em minha vida 
menos poude a minha vontade, que o imperio das circumstancias, disse 
cm Sta. Helena, e era sob o imperio de "circumstancias" notorias, CQa- 



(«3) carlota Carvalho, -0 sertao", cap. XII, 11. 

(") Vide "RevoIuQoes cisplatinas", I. 

( 35 ) Sallusifo, "Opera", CatUina. cap. 42. 

( 3ii ) Vide o appendice. 

(*») Cifrado de 4-II-45. Vide o appendice. 



— 280 — 

forme realcaria Lucas, que a Republica tombava. ( ss ) Que iam fazer 
ftquelles dous, senao cruzar os bracos resignados, ante a inarredavel 
quao dolorosa fatalidade?! 

Como se historiava para traz, Caxias, qual previsto capitao, acau- 
telou-se militarmente. Nao era dado a ninguem antecjpar com segu- 
ranca o que votaria o congresso em Poncheverde. Feito o balance 
das possibilidades e probabilidades, o ex-brigadeiro, marecha! aessa 
hora, teve como cousa de admittir-se, que David e consocios depa- 
rassem resistenda ; acabando em tumulto a assemblea dos livres. 
Vista a incerteza do dia de amanha, estudou o que convinha fazer. 
nas varias hypotheses que o curso de seu intiino exame suscitava, e 
buscou premunir-se. Na supposicao de que, '"'por qualquer desagui- 
sado, se nao levasse a effeito o desarmamento", pensou agir, e agin 
conforms os mais santos preceitos do receituario do compendio supra, 
tao lido e relido, na renascenca italiana, e depois. 

Acauteloti-se bem, Caxias, e ides ver como ioi. Tratara por 
intermedio de Fontoura", que "os chefes rebeldes" "passassem 
dos pontes aonde se achavam", para o Moreira, futura sede do seu 
congresso, "desacompatihados de -torcas". Tal programma "esta- 
vam" confiante e lisamente "praticando", emquanto s. exa., descon- 
fiado e duplice, ageitava os meios de os fulminar em inopino golpe, 
rvada leal. Sobre precatar-se nessa maneira. caulo se resguardara, 
por outra. "Collocou a 1." divisao" do exercito caramuru a 2 rnar- 
chas do lugar marcado, sobre o flanco direito dos ingenuos liberaes. 
''e a 2.° sobre o flanco esquerdo", "afim nao so de com vantagem 
os atacar" de rijo, "como de conter em respeito a fronteira, para onde 
tinham convergido todas as torcas do general Rivera, acossadas pelas 
de Servando e Urquiza". ( 3i) ) 

Na hora suprema, que rapida se approximava, eneerroti-se de 
bom grado para David, a crise intima que o trouxe tao preocctipario 
ou inquieto, e tudo persuade que foi mais vim milagre da boa-vontade 
do quartel-general inimigo, que o tirou de um becco sem saida. Hou- 
ve geito de concertar as cousas mediants una feliz troca de epistolas 
e recados, entre os dous campos. Deixando o da Republica, em 26 
de Janeiro, Manuel Marques conduzia uma carta para o seu jerarcha, 
dessa data e da assignatura de Canabarro. C) ultimo " verbalmenU: 
Ihe fez saber, nao so as razoes que tivera para fazer a exigencia con- 



( as ) Vide sua proclamacao adiante cit., e carta de 25-11-45 a Caxia-- 
Antonio Gongalves Pereira Duarte, que esteve nomeado para o cargo de 
consul farrapo em Montevideo ao fazer entrega a Almeida, depois da guer- 
ra, dos papeis que possuia, da Republica, diz-fhe em carta enviada com os 
aesmoa, que ella desappareceu, nao com a forga das armas, sim ao peso 
de "circiinistancias" inelutaveis. Tudo se acha no arch, do aut. 

(3«) vide o doeumento de Caxias, por ultimo cit. 



tic 



— 281 — 



ida em missiva de 24, como as boas disposic-oes em que eslava, assim 
como toda a forca do seu commando, para kvar a effeito" a appete- 
cida concordia. 

Consta o transcripto de uma epistola de Caxia.^ ao generalissimo 
adversario, a qual termina com o in forme de que mostrou a Antonio 
Vicente o decreto e instrucqoes "que garantem quanto havia promet- 
tide", esperando, (addiu) que os insurgentes contiem em si e no 
governo imperial. ( 4I> ) Que exigencia era essa? Naturalmente a 
que Lucas, em seu nome e no do governo da Republica, formulou como 
sine qua non. O egregio ministro foi attendido, e clarissimo, e a his- 
toria tira com legitimidade esta ilacao, de facto que subseguiu. Id est, 
a ulterior acquiescencia de Jardim e de sens irreduzidos secretarios e 
a comparencia de um delks a todos os actos que ultimaram a guerra. 

VetKido este embarac,o, nada mais inter rompeu o concerto, que 
teve seu rernate no "acampamento da Carolina", zona banhada pelo 
arroio que para traz se nomeou, o Poncheverde. Nessa historica es- 
tancia, alfim se reencontraram, face a face, os veteranos da Republi- 
cs, havia tanto incompatibilisados, e "reunidos em Assemblea plena", 
entraram a deliberar a 25 de fevereiro sobre o derradeiro negocio do 
Estado que ia sumir-se de entre as realidades tangiveis, e viver, mais 
do que nunca, na memoria dos homens. Presentes "os offkiaes que 
exisiiam no niesmo acampamento, desde Tenente a General, para li- 
vre e espontaneamente dareni seu voto com respeito a Paz que o Go- 
verno, sob conselho dos demais Chefes da Republica, havia entabola- 
do com o Governo imperial", "mandou o cidadao General" David Ca- 
nabarro "proceder a leitura dos documentos" relativos ao assumpto a 
debater-se. O 1.° era um "officio" com assiguatura do "Presidente 
Jose Gomes de Vasconcellos Jardim, confirmando o Ministro da 
Guerra. Manuel Lucas de Oliveira", e ao nomeado "General", em a 
investidura que haviam tido, "para terminarem este acto sokmne". 
O 2.° era outro "officio", do cidadao general Bento Goncalvcs, em 
que dava seu voto com respeito ao mesmo assumpto, bem como os 
offkiaes que compoem a Divisao de seu mando, como consta da Acta, 
que foi tambem patente". ( 41 ) Isto feito, entrou-se no amago da 
materia sujeita a exame, tornando publicos "os Artigos das conces- 
soes obtidas do Governo Imperial". Aqui se enumeram: 

l.° O indwiduo que for pelos Re public anos indicado 
Presidente da Provincia, c approvado pelo Governo Imperial 
e passara a presidir a Provincia. 



(*<*) Vide na bibliotkeea nacional do Rio-de-janeiro, o docun\ento 
supra, em copia da letra de Daniel Gomes de Freitas, que tern data iacom- 
pleta, mas, imiubitavelmente, 6 do mez constante do texto. 

(«) Vide "Acta" lavrada a 25-11-45. 



— 282 — 

2." A dvvida National e paga pelo Governs Imperial, 
devendo apresentar-se ao Barao a relaciio dos creditos para 
die eniregar a pessoa, on pessoas para isto nomeitdas, a itn- 
portancia a que montar dita divida, 

3.° Os officiaes Republicanos que por nasso Common - 
dante em Chefs, forem indicados, passarao a pertencer ao 
Exercito do Brasil no mesuto posto, c os que qiiiaerem sua.i 
demissoes on nao quizerem pertencer ao Exercito, nao serao 
obrigados a servir, tanto em G. National, como em 1." linlta. 

4.° Sao livres, e como taes reconhecidos, todos os capti- 
vos que serviram na Republica. 

5." As Causas civis nao tendo nullidades escandalosas. 
sao validas, bcm como todos as Licencas, e dispensas Ec- 
clesiasticas. 

6." S. garantida a seguranca individual, e de proprieda- 
de, em toda a sua plenitude. 

7." Tendo o Barao de organisar um Corpo de Linha, 
receberd para elle todos os officiaes dos Republicanos, sem- 
pte que assim ■vahintariamente queiram. 

8.° Nossos prisioneiros de guerra serdo logo satios, e 
aquelles que estao fdra da Provincia, serao recondusidos a ella, 

9." Nao sao reconhecidos em suss patentes os nossos 
Generaes; por em gosam das immunidades dos demais cida- 
ddos designados. 

10.° Governo Imperial vai tratar definith'amente da 
Linha divisoria com o Estado oriental. 

11.° Os Soldados da Republica pelos respectivos Com- 
mandant es relacionados, ficann isemptos de recrutatnento de 
l. a Linha. 

12.° Officiaes e soldados que pertenceram ao Exercito 
Imperial, e se aprvsentaram ao nosso servigo, serao plenammi- 
te garaniidos como os demais Republicanos. (**) 

"Concluida a leitura, fez o Cidadao Ministro uma breve exposi- 
c,ao sobre o assumpto, e em seguida o Cidadao General em CheCe, 
em -uma Fala, resenhou as pec,as officiaes que se haviam lido, addi- 
cionando que se algum dos circumstantes quizesse obter esclareci- 
mentos delle, tendenres ao Exercito", isto e, "sobre os elementos dis- 



(* 3 ) No arch, do aut, figuram varias exetnplares da pega fielmente 
reproduzida, com as maiuseulas que trazem. Esses exetnplares consignam 
ao fim, o lugar e data em que foram tragados ("Campo de Alexandre Si- 
moes, 25 de fevereiro de 1845"), e, no comego, oa segumtes dizeres: "Ar- 
tigos do Tratado de Paz, eoneessoes obtidas do Governo Imperial, e que 
deram andamento a conclusao da Paz". 



— 283 — 

poniveia que se tinha, para continuar, ou nao a guerra, estava prompto 
a dal-os com inteireza". E "ponclo" o assumpto em discussao e vo- 
tacao, foi unanimemente resolvido, depois de mui breves e curtos de- 
hates, "que se ultimasse a Paz, sob as concessoes pactuadas, e quan- 
tas mais se pudessem conseguir do Barao de Caxias, competenternente 
autorisado, para o effeito, pelo Governo Imperial". Terminado assim 
o Conselho, "resolveu o Cidadao General em Chefe que se lavrasse 
a presente Acta, juntando-lhe as authenticas, das pecas officiaes, nella 
mencionadas, sendo" a mesma Acta "assignada pelo supradito Gene- 
ral em Chefe, Cidadaos Generaes, e demais officiaes superiores, que 
ao referido conselho assistiram e por mini, Manuel Fernandes da 
$ilva, encarregado do expediente, que a escrevi". ( 43 ) 

"Em acto continuo, o Ministro da Guerra, competentemente re- 
vestido de todos os poderes" ja especificados, "mandou publicar" 
nma "proclamacao do Governo da Republics Riogranden.se' 7 , documem 
to esse em que, feita a desvaneeedora, justa rememoracao de que cabe 
aos farrapos "o melhor contingente" de "tudo que ha occorrido de 
grande nesta parte do terreno americano" ; concita-os a "nao desme- 
recerem urn apice do louvavel conceito" merecido, "na hora do ac- 
cordo e depois de ultimado'" o mestno. 

"Desviai, compatriotas, quanto seja capaz de eclypsar tanta glo- 
ria", prosegne: "quanto possa desvirtuar vossos feitos e taxar-vos 
tie ambiciosos: tudo quanto possa obstar que vossos names Illustres 
voem a seculos remotos, com aquelle nobre explendor, de que por 
tantos titulos, por tantas provas, sois dignos". "Sim, Compatriotas! 
Tendes feito, em quasi dous lustros, tudo quanto homens poderiam 
fazer, Haveis mantido, com uma constancia heroica, essa guerra de 
principios da tnais eterna justiea, contra o poder colossal do Imperio 
Brasileiro", apesar de divididos, por infeliz estrella, de uma parte 
hem aproveitavel de Irmaos Riograndenses. E essa Luta, que asso- 
lou o Paiz e o desvastava, dia a dia, vos atnda a podeis sustentar com 
um valor invencivel, se nao fosse mister" desistir, por maneira que, 
"em vez de deslustrar, glorificam", pois, "na decisao final do" "trans- 
cendente assumpto", foram "salvas as garantias" que "proporcionam" 
meios de attender "aos interesses geraes" da communhao. E con- 
clue, assignalando cousa digna de memorial que os continentinos, se 
"fieis a condicao que" desde essa hora "os ligava ao Imperio e ao 



(**) Lucas da noticia resumida do episodic, mas, de teor equivalen- 
te: "Seguiu-se a reuniao de um Conselho dos officiaes Generaes e Su- 
periores da Republics, e decidiu-se que se aceitasse a Paz com as garantias 
constantes nos doze artigos do convenio de 18 de Dezembro de 1844", 
Vide Notas do punho do ex-ministro, existentea em m&o do dr. Nestor 
Ascoly. 



— 284 — 

Seu Governo", ao voltarera. a ser "outra vez Brasileiros" ; "seriain 
sempre idolatras da Liberdade Constitucionai". (**) 

Explicadas as cousas a sua grey politica, volveu-se o expirante 
governo para o summo delegado de outra. Lucas, em uome daquelk, 
enderecou a Caxias uma tocante epistola, com o anmmrio de que se 
tinha cousummado o que este mais ambicionara debalde, desde 1843. 
Tracadas algumas palavras de exultacao, armuncia-lhe haver "reali- 
sado, debaixo de feiizes auspicios, o acto niais essencial, que condu- 
ziria a Pactficacao" em concerto, entre os plenipotenciarios do Impe- 
rio e o "da Republics Riograndense ; esse Estado nascente, que vai 
deixar de existir", (addiu sobranceiro) "nunca por falta de elemento- 
e de valor para sustentar-se, mas devido em parte a eonciliadora po- 
litica que havia empregado" o dcstinatario da missiva, e porque "assim 
o dispoe o Ser Supremo, as circumstancias exigem". (*•) "So falta 
agora, Exiuo. Sr., para a decisao final do transcendente assumpto, 
que V r . Exa. se digne de transmittir, para serem aqui publicadas neste 
Exercito, as concessoes do Governo Imperial, em forma authcntica ; 
pois a se acharem confonnes com os nossos brios, vontade e esperan- 
cas, este Governo, logo depois, se desprendera com jubilo dos poderes 
que a Revolucao lhe conferiu", "tendo o prazer de annunciar ao Exer- 
cito e a essa grande parte do povo Riograndense que sustenta a Inde- 
pendencia", que "somos outra vez Brasileiros", ( 4U ) 

Caxias responded transcursos dous dias, em maneira que tacita- 
mente fortaleee, ou confirma, os dizercs de Lucas, a respeito das 
veras causas por que a nova Troya, de soberania independente passa- 
va a condic,ao exarada, por modo implicito ou explicito, no convenio 
assignado entre as altas partes contractantes, — ■ veras causas postas 
um pouquito mais tarde em resplandecente destaque por Bento Gon- 
calves. "Recebi a congratulate que me fez o favor de dirigir, em 
data de 25 do corrente", escreve o estratego realista, a Lucas. "Nau 
foi a politica por mim segfclda nesta Provincia, nem os metis esforcos, 
as causas a que deve ser attribuida a prompta pacificacao do espirito 
do Povo: ellas tern verdadeira origem nos briosos e Patrioticos senti- 
mentos dos Riograndenses, e so a elles cabe tao subida gloria. En 
nada mais fiz, que cumprir a risca as instruccoes que pelo Governo 
Imperial me foram dadas na C6rte, quando tive a fortuna de ser en- 
carregado de tao ardua commissao". 



( 41 ) Pega de 25-11-45, tambem pertencente ao dr. Nestor Ascoly. Por 
evidente Inadvertencia, lhe da Lucas a data de 28, quando antes affirma 
ter sido a proelamasao acto continue disseminata, ao se encerrarem as 
deliberagoes de 25. 

( is ) Nesta altura, o ministro, gual fizera jd o governo e tambem 
Bento Gongalves, allude, mais uma felta, ao denunclado artificio, Isto e, 
o pretexto que rb.es suggerlra o proprlo Caxias. 

(*•} Vide as referidaa Notas do punho de Lucas. 



— 285 — 

Expoe em seguida o que ha feito, e coirespoode assim ao appello 
do ministro, para que se liquide o negociado, revestindo-o, de princi- 
pio a fim, das formalidades indispensaveis, de uso em todas as chan- 
cellarias. Declara ter mostrado a Antonio Vicente, "nao so o Decre- 
to Imperial que garante qmnto ha promettido em name do Imperador 
aos Brasileiros compromettidos na Revolucao da Provincia, como as 
instruccoes que acompa'nharam o mesmo Decreto", Ora hem, (pro- 
segue) eu, de harmonia "com elle em todos os passos que julgo eotnre- 
niente se dem, antes da publicaijao dessas petjas officiaes, espero que 
V, Exa.", tambem antes "disto" se mostre "concorde, e contribua para 
que os mais" igualmente assim procedam, "depois de ouvir o mencio- 
nado Fontoura, que de tudo vai por mini imposto". ( 4T ) 

A carta, trasladada em extractos, correu com a data de 27. A 
attitude daquelle de quern dependia , nesse instante, a vida oil a inorte 
da Re'publica, esse, invariavel desde o mez de dezembro, nao descor- 
respondeu a expectativa, muito anciosa aliaz, do signatario da ultima 
epistola mencionada. Muito ao revez, no dia immediato Canabarro 
lancou a sua proclamacao, declarando terminada a guerra dos farra- 
pos; ( 4S ) documento sokmne a que 24 horas depois seguiu o do fu- 
turo conde, elevado ulteriormente ao predicamento de marquez e 
duque, (* s ) 

Mais 2 dias decorrem tranquillos. no acampamento ainda inteiro, 
dos "farroupilhas-liberaes", quando imprevisto abalo lhes sacode as 
■fileiras ainda mal dispersas. Perpassa um fremito ja insolito nas 
batalhadoras formacoes, todas ellas com os gloriosos siguaes de um 
decennio de pugnas ou padecimentos sobrehumanos. Perpassa, esti- 
mulativo e provocador, um fremito que socava, revolve, convulsiona 
as entranhas dos veteranos emancipadores e tyrannicidas ; evocando 
lembrancas quasi extinctas. As da phase de confiada alegria com que 
os imperterritos paladinos da chamada "causa americana" endereqa- 
ram um appello derradeiro aos conterraneos de Ottoni e Feijo, para 
que, fraternisando com a sublevada gente da fronteira, levautassem 
o centro do Brasil, em prol da completa autonomia e lil>erdade das 
provincias, vetusta esperanca, burlada em 22 e 31 . . . 

Abandonados foram, num apice, os fogoes castrenses. Amon- 
toaram-se em grupos vivazes, os convencidos, nao vencidos lutadores 
que tinham posto a assignatura no diploma da paz ; subito aggravado 
mais de um temperamento robusto, com a ingrata reflexao de que se 
aguentam a campanha um pouquito mais, recrudescia ella, quica, como 
rwnca. . . 

Esse abalo nao foi o unico, aliaz. Outro agitou a vasta assem- 



(*") Capias cits., do panlio de Daniei de Freitas, Vide o appendice 
(*g).(49) vide exemplares no arch, do aut. 



— 286 — 

bfea farroupilha, estremecida com o que divulgaram correios do nor- 
te ; ouvidos os quaes, notou-se que maos crispadas bnscavam os gla- 
dios ji em descanso, num tacito movimeuto de solidariedade com os 
ultimos abencerragens. Soubera-se que na vibratil, porfiada comar- 
ca Abrilina havia quem se batesse quoad meme. Inscientes do que se 
pactuava na raia ou em maneira de protesto contra o abandono das 
armas? Ninguem o sabe! Do que se tem certeza absokita e de que 
nos fastos da grande Revolucao occorreu o derradeiro choque, ja font 
de horas: o combate de Tinguite, no valle do Taquary, onde a Re- 
publica por urn triz nao afundou o Imperio. Humanas vicissitudes, 
quao pouco basta as vezes para alterar a rota que levaes e quao arduo 
e prever o destino que ides f irmar ! . . . 

Passageiros foram os reflexos desta segunda novidade. Muitn 
mais duradouros os da primeira, graqas a relato que se diffundiu logo, 
do embaixador da extremadura, que se dirigira ao centro do Brasil ; 
relato que ampliou ainda mais, a impressao causada pelos emissarios 
de S. Paulo e Minas. Interrompida fora uma outra, com essa du- 
pla nova, uma outra que se infiltrava, a pouco e pouco, nos coracoes ; 
uma nascente saudade de tantos dias de gloria marcial, de civico ju- 
bilo, de bem nutrida expectativa! A crescedoura saudade, violenta 
ou subtilima, de uma quadra luzida, encerrada pouquito antes ; de um 
cyclo fabuloso, cujas scenas rutilavam com os magicos, estonteadores 
prestigios da poesia heroica ou com os de magestosa epopea: repri- 
mida foi de golpe. O sentir dulcoroso e pungitivo se tranformou em 
amarissimo despeito ou dissabor, com a renovada sertsacao de um mal- 
logro que se pudera ter evitado. . . 

Merece historiar-se com detenca o curioso episodio a que por 
ultimo se fez mencjio. £ preciso, no entanto, que antes se trace uma 
vista retro sp«ctiva, para melhor fixar esta parte de nossas tradicoes. 
£ de saber-se que no decurso da luta redemptora, seus mentores labu- 
taram com estrenuo afinco, para assegurar a Republica, senao o im- 
mediate reconhecimento pelas outras nacpes, um estatuto de bellige- 
rancia, dentro de cujos preceitos lhe fosse mais facil contrabater o 
immense poder do grande Imperio sul-americano. Nada consegui- 
ram em Buenos-aires e Assumpcao, pouco valendo a resultancia de 
tantas labutas no Uruguay. Pouco deram as mestnas, seja porque 
de 1838 a 1841 o serpenteante espirito de Rivera desfazia numa hora. 
com amoral desenfado, o que fizera com a melhor das intencoes noutra 
hora ; seja porque tremendas contigencias na vida do caudilho, 
qual se presenciava de 1842 a 1844-45, tornavam illusorios, invalidos, 
os compromissos tornados por elle, de paranyinpbar, armado de ponto 
em branco, o Riogrande, no sokmne acto de sua formatura social, 
As resultas da diplomacia continentina, se foram negativas ou defi- 
cientes, nao e muito exacto escrever que fossem totalmente inuteis. 

Muito ajudados pela "commissao argentina", com sede em Mon- 



— 287 — • 

tevideu, de onde se inspirava e dirigia a resistencia de sens compatrio- 
tas contra o despotismo de Rozas ; inuito ajudados por ella, os pleni- 
potenciarios ou simples agentes politicos da Republtca riograndense 
rnvneiraram ali, senao declaradas compramissoes, effectivas promessas. 
conforme voz publica, a correr de bocca em bocca, e versao que se 
diffundiu pela imprensa. Ninguem ignora que uma folha da Capital 
do Uruguay, que traduzia os pensamentos dos alliados no Prata de 
el-rei de Frauqa, cstampou que no dia em que fosse tomada Porto- 
alegre, effectuava-se o reconhecimento internacional da maioridade 
da Provincia brasileira insurrecta. ( 5 °) Ningueni ignora tambem 
quanto foi persistence no sul o conceito de que se a revolucao com- 
pleta 05 dez annos da campanha iniciada a 20 de setembro, as poten- 
cias europeas de mais peso unanimes procediam a aquelle reconheci- 
mento. A logica dos sentimentos, observou A. Comte, nos faz acre- 
ditar, em verdade, naquillo que desejamos, e pode ser, a apontada 
noticia, mais um desses enganadores idola, contra os quaes nos pre- 
muue a baconiana philosophia. 

Nao no era ! Attesta que nao traduz um sonho, uma chimera, 
o insistente rumor, e que tinha bases historicas a profunda conviccao 
dos farrapos superstites, nuiitas decadas apos a conciliaeao de 25 de 
fevereiro. Attesta-o inilludivel um complexo de vestigios cujo meri- 
to ides apurar. No que se refere aos francezes, consta nesta obra 
que andaram em entendimentos ou conversances com os riograndenses, 
cujos eccos, se bem muito em surdina, repercutiram nos pacos do 
Rio-de-janeiro, e outros soam ainda, nos archivos. particulares ou 
publicos. — No que concerne aos inglezes, as cousas marcharam menos 
encobertas ou duvidosas. Ou porque entendesse dilatar o patrocinio 
exercido pelo famoso Canning ou porque pretendesse, conforme cor- 
reu, monopolisar o commercio de todas as quatro communhoes ribei- 
rinhas do Uruguay ; Albion cogitou de favorecer o Estado incipience, 
cuja ampla sede a margem occidental do grande "rio dos topasios e 
esmeraldas" era o opulento, risonho, magnifico solar de rac,a nobre. 
viril, desde muito a attrair as sympathias de meio rnundo. Em Jor- 
nada ao Paraguay, ahi por 1841, conforme ja houve registro, um di- 
plomats de S. Graciosa Magestade se demorou pela Capital da Re- 
publica riograndense, e, examinados, com britannica fleugma, os pros 
e os contras, reflexionou s. exa. que nao era tempo ainda de se lhe dar 
a consagratoria accolade, no consesso das potencias independences. 

Mais tarde, porem, abandonou-se este criterio, quando correram 
boatos de que a Nacao que fazia. o seu noviciado e que Iutara sem au- 
xilio de ninguem, ate adiantada hora ; estava por fim in articulo mortis. 
Sabido isto, saiu da sua estudada reserva um subdito da referida so- 



(50) Vide o appendice. 



— 288 — 

berana, e deu eoinpromettedor passo, de que se vos vai talar. Deu-o 
elle, durante a estada de Antonio Vicente, na Corte. Segundo nana 
o ultimo, mister Hamilton, encarregado-de-negocios com carta de 
crenca all, buscou soprar alentos na moribunda Republics, ephemera 
creacao a que, nesta altura, se pudera dizer, com Horacio: "Ut fata 
trahunt! . . . " 

Eis como occorreu este mysterioso acontecimento. Entre 15 « 
18 do anterior dezembro, ao saber-se na Iegacao que o plenipotenciario 
farrapo se achava na Corte, apresentou-se-lhe no albergue, com dis- 
farce, um secretario da mesma; "o qual, fingindo-se americano ao ser- 
vico de Inglaterra, lhe disse de parte do seu Ministro, que dissesse aos 
sens companheiros que nao depuzessem as armas, poisque a Inglaterra 
estava decidida a protegel-os e que lhes enviaria o annamento e muni- 
coes de que carecessem". Antonio Vicente a isso annuiu, "instou o 
mesmo secretario para que elle fosse a casa de Hamilton, para ouvir, 
de sua propria bocca, o que elle acabava de dizer-lhe. E indo" com 
effeito Antonio Vicente "a presenca do meneionado Ministro, elle 
lhe repetiu o mesmo que ja lhe havia dito o seu secretario", com um 
interessante accrescimo. Reiterou quanta se lhe fizera ouvir, "pro- 
curaiido nessa occasiao desacreditav a S. Magestade o Imperador, 
Disse", exempli gratia, "que este Augusto Scnhor nao era capaz de 
governar o Brasit e que uma camarilha era quem dirigia os destines 
do Paiz". Assim expoe as cousas o presidente da Provincia raiana, 
que assevera categorico "saber" dellas "com certeza", ( ni ) 

Segundo se ve das communicacoes do delegado do centro, Anto- 
nio Vicente menciona particularidades dignas de registro. "Visitado 
por" esse "jovem estrangeiro, de bonita presenca e que nao pronun- 
ciava mal o nosso idioma", abriu-se-lhe logo elle. Declarou-se "ame- 
ricano e que por isto sympathisava com a causa republicana, certo de 
que estas suas ideas era as do Ministro inglez Hamilton, com quem 
morava e a quem faria vtr que" o emissario riograndense "ali esta- 
va". Firmados estes preliminares, "voltou no dia seguinte, visitan- 
do" a este "em nome do Ministro, e de sua parte offereeendo-lhe 
coadjuvacao em qualquer assumpto em que pudesse occupal-o". No 
recado assim transmittido, affirmou Hamilton algo mais: "Nao ia 
ao hotel em pessoa, por furtar-se as pesquizas do Governo, que em 
tal caso podia fazer alguma supposicao desfa.voravel a seu respeito, 
mas, que pedia" a Antonio Vicente, "e esperava que elle tomasse a 
deliberaqao de ir a sua residencia, cuja rua e numero da casa deixou", 
o predito secretario. 

O riograndense, por espirito de curiosidade ou por ficar a duas 
amavras, "julgou nao despresar o seu convite, e na manha seguinte, 



(si) offic. de 5-III-45, a Ernesto Ferreira FranQa, ministro <3o exterior. 






— 289 — 

pelas oito horas, foi a sua casa", onde o certificaram de que o diplo- 
rnata "nao estava". Entregou-se o farrapo ao trato de ''outros as- 
sumptos" nesse dia, "e chegando ao hotel, de tres para quatro da tarde, 
soube que o americano o havia procurado. Tanto que a noute foi 
chegada, tornou ao Ministro, que se achava em casa e com quern esteve 
duas horas, pouco mais ou menos". Trocados "os primeiros cum- 
primentas", Hamilton "principiou" a palestra, com urn "elogio a 
forma de governo que haviam proclamado" os continentistas, "enu- 
merando com expleudida affectacao alguns feitos de armas" dos 
mesmos e "concluindo com uma sentimental decfamac,ao, com respeito 
a falta (dizia elle) que haviam commettido. a de deixarem correr 9 
annos de revolucao", com um grande, inexplicavel olvido. Id est, 
"sem que se lembrassem de que existia a Inglaterra, essa velha pro- 
tectora dos Povos opprimidos, que sempre tern feito valer o seu po- 
der, em favor do mais fraco, etc., etc". 

"O traje e ar campesino" de Antonio Vicente "parece que illudi- 
ram" de todo, "nessa hora, o Ministro", de sorte que nem de longe 
vislumbrou o que de facto "pensava" elle. a respeito de quanto se lhe 
declarava. Se ate ahi revelara uma audaz franqueza, da mesma usou, 
quando aquelle lhe "foi fazendo algumas proposi^oes, entre ellas a 
da melhora do material do Exercito, a prestacoes de outros artigos de 
que tinham necessidade" os "riograndenses". Ouviu Hamilton in- 
discrepante: "sem negar-se a nada, tndo facilitava", sem aliaz entrar 
em immediatas combinacoes, ou porque necessitasse entender-se com 
o governo da City ou porque se escondesse, com algum fim "macchia- 
vellico". "Retirou-se" Antonio Vicente, "promettendo voltar, o que 
cumpriu em a noute seguinte ; e repetindo-se mais ou menos a mesma 
conversac,ao, instava" Hamilton "por saber o que havia" obtido aquelle 
"do Governo". O nosso homem, nessa altura, nao occultou mais a 
verdade. Presumindo que o ministro "pretendia extender a conve- 
niencia ingleza, por meio de nossas dissencoes domesticas", "disse-lhe 
que sua missao era a Paz, e que para leval-a a effeito, esperava que 
S. Exa. lhe prestasse a sua valiosa coopera^ao". 

fi de imaginar-se o intimo desconcerto de Hamilton, quern, aliaz, 
continuou impassivel a confabulac.ao. "Quanto a isso nada podia 
fazer", affirmou, "porque S. M. o Imperador pouca gerencia tinha 
nas cousas publicas ; que se dirigisse a Paulo Barbosa, sujeito que 
tinha asceudencia no animo do Monarcha, e que podia fazer muito 
mais do que os Ministros". ( 52 ) Nada mais consta acerca do encon- 



( 52 ) Antonio Vicente, carta a Caxlas, lie 6-VII-45, mandada em copia, 
depois em original com officio do barao, de 11 desse mez, a Limpo de Abreu. 
"Parece-me (diz-lhe) ter satisfeito aos quesitos exigidos em aviso reserva- 
dissimo de 3 de junho ultimo, a respeito do assumpto de que tratei em 

10 — 6.° Vol. 



— 290 — 

tro entre o enviado dos farrapos (ou melhor, do incapaz chefe rni- 
litar dos mesmos), com o de S. Graciosa Magestade. Ao serodio 
canto da sereia brefoa seguiu outro, agora mais grato, ao ex-revolu- 
cionario, . . 

Descoberto fica um novo mysterio, da mui larga serie dos que 
esta obra poe a nu, ao completar as duas que a precederam, as quaes 
muitos outros desvendaram. Precise e ir avante. Videlicet, paten- 
tear o que sob este aspecto occorria ou occorrera na orbita. exterior e 
tambem na interna esphera, rasgando-se o veu de successo de analogo 
teor, a que se fez menqao, logo interrompida, com o recem-findo pa- 
renthesis. Apos terem desouvido os clamores subversives dos far- 
rapos, "Minas e S. Paulo", no entao iluente anno de 1845, vieram a 
comprehender quao grave fora, para o espirito liberal da America 
portugueza em sua generalidade, o desapparecimento da resistencia, 
ate ahi invencivel e invencida, que se oppunha ao regressismo, numa 
das extremas da vasta communhao. Alvares Machado, que muito 
pugnara por sua integridade, como pela contiuuidade entre nos da 1110- 
narchia limitada ou constitutional, temia-se das consequencias de uma 
victoria completa de sua bandeira politica, nessa actualidade brasilei- 
ra: ( r ' 3 ) attitude em que nada havia de contraditorio. Adepto era do 
systema jurado, mas, ninguem melhor do que elle, sabia que nao es- 
tava ainda em pratica. No apparelho politico da epoca, tinham enor- 
me peso as tradicoes ou propensoes do velho regalismo, e impotente 
era contra este o engenho ideado com a Carta de 25 de marco. Nao 
havendo um contrapeso legal que as annullasse, mister que os faomens, 
os grupos, de programma democratico, se valessem do illegal, e nenhum 
tanto lhes servia, como essa encarnigada resistencia a que se faz allu- 
sao para cima. 

Dahi o apoio moral que Ihe tributaram e sympathia com que a 
contemplavam ; apoio e sympathia que por Fim transparecem em letra 
de forma, numa tiragem do "Nazareno". Ora bern, recomplicadas 
as cousas tnternas do lmperio com a mais recente preamar absolutista, 
os liberaes cogitaram de um remedio heroico, e, feitas as suas com- 
binaqoes, Minas e S. Paulo mandaram delegados, para um entendi- 
mento directo, em nome de ambas, com os farrapos. I3esgraea< 
mente para a causa livre, a iniciativa das duas provincias, como a de 
uma das duas apontadas nacoes ultramarinas, tarde se produziu. Os 
enviados daquellas chegaram "em important* commissao" ao campo 
do exercito continentino, ao apagar das luzes, e, em consequencia da 
inopportunidade do gesto, ottviram em Poncheverde o que, mutatis 



meu offic. de 5 de margo deate anno ! '. Noutra peca, tambem reservada, » 
gabinete imperial tratou de saber que- parte havia tido o de Londrea, nas 
(tndancas de Hamilton. Nada se logrou apurar. 
(5S) vide a collecgao do "Povo". 



— 291 — 

mutandis, Antonio Vicente disse ao diplomats de Inglaterra: "Nada 
se pode ja fazer, porque ha dous dias entramos no gremio da Fami- 
lia brasileira. Temos condic,6es a cumprir com o Governo do Im- 
perio, e die comnosco. Etc., etc., etc.". ( 5i ) 

Procedeu com identica lisura, a outra alta parte contractante ? 
Sim e nao. Caxias, na vida apparente, mostrou-se correctissimo. 
Uma nobre, corajosa penna raoderna, justamente castigadora, encrava 
"o coronel Luiz Alves de Lima" "entre os vultos repulsivos e torvos 
dos Paskiewich, Moaravief e Nugent", ao tazer o historico de sua 
passagem no Maranhao, onde "os commandantes militares" do soi- 
disant exercito pacificador, "matararn os prisioneiros no supplicio de 
aconres". Aponfa-o a execracao das almas hem iormadas, no que 
ali praticou, mas, nao esconde o que se lhe depara de mui rehabilita- 
dor, na vida do nosso mui celebrado compatriota. "Seu gesto gene- 
roso no charco de lama e sangue do Paraguay (guerra estupida e fu- 
nesta ao Brasil quanto a Pedro II e sua fatnilia), recusando ser capi- 
tao-do-matto e torvo assassino de um vencido ; conquistou sympathia 
geral e estima universal para o duque de Caxias". 

Isto escreve a talentosa autora a quern se estava a alludir. As- 
signala que "no" Paraguay um raio de luz divina ou um despertar de 
consciencia amortecida, inspiraram o gesto que o digrtificou". ( 55 ) 
A scentelha misericordiosa parece ter brotado antes, isto e, no pro- 
prio anno em que o vencedor dos paulistas foi mandaclo para a com- 
busta extremadura. Em 1842 parece haver tido inicio a feliz evolucjio 
moral, comquanto nessa era ainda se nos revek de uma teratologica 
frieza. Momento houve em que se encontrou face a iace de seu antigo 
chefe civil, o ex-regente Diogo Feijo, abatido da antiga soberania e ma- 
gestatica refulgencia. Tinham andado juntos num acto de repressao 
bastante analogo ao que nessa hora desempenhava sosinho Caxias e 
objecto era dos rigores da autoridade, quern antes a encarnava. Pe- 
dia oganho clemencia, quern antanho se negara a dispensal-a, e a atti- 
tude do tremendo padre fora de suscitar muitas reflexoes com uma 
ponta de sarcasmo, se nao provocasse maior censura a extranhabilissi- 
ma indiscrepancia de Caxias, ate ahi inexoravel sempre. 

O inflexivel e gelido brigadeiro nao teve uma palavra de toleran- 
te acatamento, de justissimo respeito, se nao de mavioso carinho, para 
um illustre adversario: para o ex-magistrado supremo do Brasil, que 
tantas provas de estima lhe dera. £ com um glacial estylo que faz 
sobresair a incoherencia de quern annos antes o mandava "levar a 
ferro e fogo os rebeldes" de 3, 17 de abril de 1832; e que, invertidos 
os papeis, reclama garantias para aquelles com quem esta acompa- 
drado. O dever profissional assim lho impunha? Muito bem, pois 



( 5 *) Cits. Notas de Lucas, parte a respeito de Minas e S. Pauio, 
( 55 ) "Sertao", cap. e § ctts. 



— 292 — 

cumprir o clever ! Nada obstante, podia fazel-o, como quem oiha com 
grande pena, cotnpadecida ternura, a dolorosa imagem do ex-jerarcha. 
hoje entrado em o numero dos perseguidos. Quando nao fosse por 
outro motive, era de impor-se a sua affectuosa estima o contempora- 
neo que, "estando moribundo", revela a fortaleza de aniino que paten- 
teou entao Feijo, — sereno a Iembrar-lhe o que costumam ser as hu- 
manas vicissitudes ! (**) 

Impassivel c duro se exhibiu Caxias, ante esse tragico infortumo. 
Tudo persuade, no entanto, que a repressao em Minas e S. Paulo 
nada teve do teor da que distinguiu a da citada Proyincia do norte, 
havendo-se como homem novo, em a do extremo-sui. Quem apontam 
como sendo acola urn desapiedado Sylla, ostenta-se magnanimo como 
Cesar, em nossa extremadura. Consignadas foram as suas beneme- 
rencias, no combate aos matadores e salteadoies. Pois foi este o sen 
proeeder invariavel ; nobre attitude que teve o seu f echo de ouro, em 
episodio muito avultador de seu renome. Distribuidos os convites 
para urn Te-Deum commemorativo da victoria da legalidade, os pro- 
motores da escandalosa mentira official dirigiram-se ao paco de Por- 
toaiegre, onde iam rogar ao "pacificador". que comparecesse a so- 
lemnidade a effectuar-se, em sua hometiagem. Ouvm-os, sem mos- 
tra de aprazimento, acabando por dar juizo aos imperthietites louva- 
minheiros. Que nao havia nem vencidos nem vencedores (dissc), 
indo ao templo, nao para o que se tivera em mente, sim para dar 
gracas a Deus, por haver terminado essa guerre, entre irmaos. ( M ) 

Nos traros com os que andavam em armas contra a coroa, houve- 
se Caxias na marietta ja historiada, e, depostos os escudos, tatito se 
esmerou nas demonstrates exteriores de seu affecto aos riograndeti- 
ses, que os dissidentes The tributaram logo unia inequivoca prova de 
estima e confianqa. Termirtada a assignatura da acta do conselho 
reunido a 25 de fevereiro, na estancia a beira do Poncheverde, Ca- 
nabarro nomeou uma comrrrissao, para tomar os votos, afim de sabeT- 
se quem devia reger, na hypothese da 1." clausula do accordo em anda- 
mento, a communidade havia muito separada, e a resulta vereis qual 
foi. Composta a junta de tres militares de nota, Felkissimo Jose 
Martins, Fructuoso Borges da Fontoura e Jacintho Antonio Pinto, 
recolheu ella os suffragios, e emprehendida a apuracao, verificou-se o 
seguinte resultado: " obtiveram-nos, para presidente da Frovincia". 
Manuel Antonio Galvao, ministro de estado no Imperio, 2 cedulas ; 



( S6 > Vide em Egas, "Diogo Feijo", appendice, as cartas deste a 
14-VI-42, e de Caxias, na mesma data. 

( 57 > Vide no arch, do aut , em impresso, o convite para a cortezanice. 
por meio de adenuada certmonia religiosa. 






— 293 — 



Antonio Carlo:?, deputado-geral e mimo dos liberae? 11; e o barao 
de Caxias, ja empossado naquelle cargo, 14. ( &s ) 

Foi, qual se escreveu, a acc,ao as claras do brigadeiro, pouco antes 
elevado ao posto marechalicio, no decurso das negociac,5es. Perscru- 
tado o que fez nas trevas (e tambeni sem rebuco, depois que nada 
mais temia), o julgamento publico tem que ser algo diverso, conforme 
comprehendereis, depois de ligeiro exame, a comecar pela exaccao ha- 
vida no cumprimento do que se pactuou. Observada como se viu a 
I.* clausula, que destino as demais ttveram? Antes do julgamento 
por partes, convem inseiir o que nos legou, de conjuncto, um contem- 
poraneo destes successes, o coronel Daniel Gomes de Freitas, revolu- 
cionario da Bahia em 37, que tomou parte na insurreiclo paulista de 
42, e que veiu prestar seu concurso a do Riogrande, conforme se rela- 
tou, ao separar-se do fugitive Raphael Tobias, em Cima-da-serra. 
Depois de longa exposicao das tropelias officiaes no berco nativo, con- 
sidera com imparcialidade manifesta o caso extremenho, para escre- 
ver que na guerra do Riogrande, rnalgrado o nefario empenho das 
quadrilhas reaccionarias, triumphou alfim o bom criterio. 

''Estadistas mais conscieneiosos reconheceram a necessidade de 
fazerem a Paz, mediante as condicoes convencionadas em 1845, ficati- 
do a ma fe da parte do Governo Imperial, que, ef fectuada ella, a clas- 
sificou de Amnistia!" Note-se, observa Daniel em outro paragra- 
pho, note-se bern que o governo do Brasil reputava "desairoso" para 
si, entrar em "convencoes com os farrapos", e no entanto andara 
"mendigando o auxilio de Rozas, que se abstinha de consummar o 
Tratado de Allianca" e fazendo "o mesmo que se praticara com Ri- 
vera!" Segundo se deprehende da noticia do illustre bahiano, o arro- 
gante encolhimento da coroa persistiria immutavel, a se nao produzi- 
rem circumstancias internas e externas que a encheram de medos: 
"Logo que ameacava o Throno uma commoqao intestina, e Rozas se 
nao descuidava nos projectos de invasao, como se propalou ; nao hou- 
ve repugnancia em celebrar a Paz condicional, embora metamorphosea- 
da em ultimatum, em amnistia". (*•) 

Como e notorio, um reduzido quao selecto grupo de ex-comba- 
tentes, ou por invencivel incompatibilidade ou por terem em lembranca 
a fe punica revoltante que se patenteou no Fan fa, preferiu asylar-se 
no extrangeiro, a permanecer no Riogrande, sob as bandeiras do Im- 
perio. Nesse nuinero entrou Daniel, por motivos que recorda a velho 
companheiro na luta de 1837, que veil! encontrar no sul e cujo nome 
figura em nota a esta pagina, companheiro desde ahi na guerra dos 
farrapos e ainda apos, visto que ambos se expatriaram com o general 



( 5S ) Vide copias ou rascunhos, todos da letra de Daniel G. de Freitas, 
em appenso ao traslado da acta de 25 de fevereiro, na bibiiotheca nacional. 

( 59 ) Carta ao coronel Francisco Jose da Rocha, de Salsipuedes, em 
13-VI-56. 



— 294 — 

Netto e o padre Hyldebrando, em. 45. "Sabes (diz-lhe) que busquei 
guarida neste paiz, com o fim de nao ser mudo expectador das arbi- 
trariedades de um circulo que tern dominado a uossa nacionaltdade, 
em perfeito accordo com a Lusa gente". ( 60 ) 

Pois bem, este forte varao, que recorre ao ostracismo voluntario 
para nao assistir, de bracos cruzados, a nm tripudio insolente dos ven- 
cidos de 1822, que obliuham desaggravo pelo punho de alguns dos 
proprios triumphadores ; este forte varao, em outra epistoia ao mesmo 
conterraneo, deixa transparente que a ribaldaria de 1836 repetlda foi, 
sob moldes diversos, em 1845. Ja se registrou o que houve com res- 
peito ao artigo 1.° do Tratado. "Para execucao da 2.* concessao, o 
quartel -general" farrapo, sito a beira da "lagoa das Conchas", em 
ordcm-do-dia n.° 85, de 27 de fevereiro, tornou publico "havia in- 
cumbido Sylvano" Monteiro de Araujo e Paula, coronel comman- 
dante da 3. a brigada de infantaria, "de relacionar as dividas" do Es- 
tado que desapparecera. ( 01 ) Nisto houve perfeita fidelidade, Reu- 
pida em S- Gabriel uma "comtnissao" de tres individuos, coube-lhe o 
encargo de "legalisar o expediente" relativo a esta materia; ( M ) com- 
missao de que fez parte Antonio Vicente, cujo espirito vingativo se 
exerceu mui a gosto neste novo ministerio. ( B3 ) 

Veja-se agora o que succedeu com a clausula subseguinte. Os 
pretensos arautos da legalidade, ides saber com que escrupulo a con- 
sideravam. "Cumpriram" o pactuado a respeito da "divida": o que 
concernia aos "officiaes, nao", escreve Daniel. Consta para traz o 
que se consigns em artigo 3.° do monumento de paz annexo a acta 
de 25 de fevereiro, mas, se esta "prova que na parte" dos republica- 
ns havia "toda a boa fe", "crentes elles nas promessas do Governo 
Imperial", a lisura delle vereis como refulge. ( 64 ) Daniel, nomeado 
para o effeito de arrolar os officiaes que deviam ser transferidos ao 
exercito brasileiro, "conforme o tratado"; desempenhou-se de sua ta- 
re fa, mas, o delegado de S. Magestade, com a cumpticidade de Cana- 
barro, fez o que entendeu melhor. Em vez do "titulo a passar aos 
officiaes em virtude do estipulado na 3." concessao, e de accordo com 
as instruccpes relativas ao decreto de 18 de dezembro de 1844", se 
lhes distribuiu "portarias iguaes as dos civis, o que motivou a des- 
avenca" do nomeado ajudante-general "com David Canabarro", scena 
"testemunhada" por Francisco Jose da Rocha, tambem para traz 
mencionado. ( B5 ) 

( e<1 ) Carta ao coronet Francisco Jose da Rocha, de Salsipuedes, em 
13-VI-56. 

(8i). (62) N tas de Daniel, appensas A eopia da referida acta. 

C 63 ) Vide no arch, do aut., a eorrespondeucia de Almeida, ulte- 
rior a paz. 

( 64 ) Notas e cartas cits. 

( 65 ) Idem, idem, Cumpre abservar, aliaz, que a maxima parte dos 
officiaes, antigos fazendeiros ou descendentes de fazendeiros, nao se que- 



— 295 — 

Do artigo a esse immediato se falara no remate destes commenta- 
rios, e do que figure depois do mesmo, pouco ha que dizer. Nada 
occorreu de notar-se no momento, surgindo apenas, em a decada de 
50. utna ruidosa novidade, que se relacionava com o exacto cumpri- 
mento da causula em quesrlo: a pendencia Faustino de Lima, tenta- 
sneti reaccionario que logo deteve a civica firmeza de Almeida. ( eo ) 
A observancia do artigo 5.° incornpletissima foi, nao havendo que im- 
putar-se, no entanto, a inexactidao do convenio a particular menoscabo 
do que se devia aos riograndenses e sim ao criterio que dominava ainda 
e dominaria depois, em toda a extensao do Brasil, acerca do publico 
socego, apesar do que ensmavam as letras classicas, mais vulgares 
entao do que hoje. 

"A paz nos faculta meios de emprehender grandes cousas", opina 
Claudiano, que assim prosegue: "Gracas a ella, nao padece intermit- 
tencias o exercicio do poder, quando exclue a violencia ; tendo as or- 
dens delle a execucao mais segura, em meio da universal quietude". 
Pax majora decet. Peragit tranquilla potestas quod violent® nequit, 
mandataque fortius urget imperiosa quies. ( 8T ) Melhor ainda a licao 
de Cicero. "Doce e o nome de paz e cousa mui salutar e em si, mas, 
occorre notar a differenca grande que ba, entre paz e servidao, Paz 
e liberdade tranqutllamente fruida: servidao e o ultimo de todos os 
males, a rechassar nao somente com a guerra, mas com o sacrificio 
da propria vida". Et no-men pads duke est et ipsa res salutaris, sed 
inter pacem et seruitutem piurimum interest. Pax est tranquilla liber- 
tas, servitus postremum malorum omnium, non modo bello, sed morte 
etiam repeltendum. ( fis ) 

Km 1845 o Brasil nao era ainda o que vein a ser mais tarde, com 
a effectiva, nao jllusoria maioridade do neto de dom Joao VI. O 
systema que este rei encarnou o erro julgar que teve iim no 7 de se- 
tcmbro. Persistiu muito alem! Com o ensino de 1831, os acolyta9 
da tyrarmia deposta encolheram as unhas, para depois alargal-as, e 
merce das mesmas e que padeceu alguns arranhoes a citada clausula 
. do convenio de Poncheverde. A sua inexecucao teve como causa prin- 
cipal a ulterior preamar absolutista, que provocaria o iinbelle protesto 



riam aproveitar da vantagem Faltam dados completes no arch, do aut., 
mas. existem no mesmo 2 pec-as que trazem luz a materia: "Relagao de 
alguus doa muitos officiaes reformados em Piratiny e Cangussli, em 45" 
e "Lista dos officiaes reiormados nos municipios de Piratiny e Cangussii": 
a 1." consigna 345 nomes e a 2* apenas 45. Pelo que trazem, pode figurar- 
se o que succedeu nas demaia partes da Provineia. 

( 8e ) Cit. correspondencia. Nella consta uma carta de Lucas, em qua 
ha conceito que a historia nao pode equanime desdenhar, no aresto defini- 
tivo, sobre Canaharro. 

(67) -Opera", De cons. Mass. 239. 

( 6B ) "Opera", Philipp. 2, 44, 113 



— 296 — 

armado da Praia em 1848; preamar que taritas in-hacoes. manitestas 
ou surclas, gerou entre nos. ( e9 ) 

Mas, cumpre mterrtnapet o parenthesis e continuar o exame do 
pacta. O 7." artigo, esse, nao no esqueceram, os legaiistas, quando 
foi mister pensar nelle. id est, quando imperiosas circumstancias inter- 
uacionaes obrigaram a resguardar a fronteira, com o solido pavez con- 
tinentino. Quando, no conceito de Daniel, "se desmascarou o piano 
de aniquilar as repnblicas'' platinas, recorreu-se, com a apparencia de 
as libertar, a boa vontade dos magnificos batalhadoves da aurea qua- 
dra havia pouco encerrada, e viram-se altim "abracados os farrapos 
do Riogrande, que em sua maxima parte formaram a Divisao ligei- 
fs"j ( 70 ) posta em pe de guerra, contra quern se qualificara de "o 
grande americano", e os endeusadores imperiaes de antanho deseiam, 
incoherentes, nessa hora, ao nivel dos mais odiosos tyrannos da an- 
tiguidade. 

Fora de pergtmtar-Ihes : Quid est Veritas? Mas, nao extra- 
vagar; proseguir na senda ja encetada. Cumprido foi o disposto no 
art. 8.", sobre prisioneiros (lereis adtante o soberbo exemplo que de- 
ram, os farrapos enterrados nas masmorras da Capital do Imperio) ; 
como tambem se cumpriu quanta se estatuira, no art. 9.", a respeito 
dos generalatos decretados pela Republica. O 10.° mereceu o total 
despreso que teve o 3."., "no desenlace" destes negocios. "O Chefe 
do Exercito, Delegado do Poder, imperial, "descuidou-se de tocar na 
demarcacao de limites da !inha divisoria com o Estado oriental, se- 
gundo o projecto do Governo", e subsistiu o modus vivendi ali vigen- 
te, ficando "tttdo como antes", com detrimento de "nossos patri- 
ctos", ( fl ) Nada occorreu que justifique uma censura, na hypothese 
dos artigos 11." e 12.°, mas, certifkar-vos-eis da dupla deslealdade que 
houve, na observancia de clausula ainda nao criticada, isto e, na da 4. a . 

Tudo persuade que foi a transcendente materia nella inserta, que 
determinon a quasi ruptvrra do governo da Republica riograndense, 
com o seu delegado militar, no trato da paz. Ulhoa Cintra definira, 
em praticas de 1840, qual o escrupuloso pensamento dos guias da re- 
vohicao a respeito dos libertos que pugnavam, junto dos livres, na 
campanha emancipadora. Tudo o persuade, como tambem que se 
usou de um estratagema para veneer a crespa resistencia de Lucas, 
apoiado em sens companbeiros de administracao, Antonio Vicente, 
que manipulou o arranjo consoante as vistas de ambos generalissimos, 
exhibit! certo ao ministro da guerra, um diploma identico em tudo a 



( e9 ) Taes foram ellas, Que Canabarro, ja. entao brigadeiro ad honorem, 
por servigos na guerra seguinte contra Rozas, opinou queriam os domtna- 
dores tangar o Paiz em nova revolucao. Vide no arch, do aut., cartas cla- 
auelle ao dr, Thimoteo da Rosa. Documentos nao brochados. 

(7«). (7i) Daniel, carta a Rocha, de Montevideo, em 18-VIII-5'?. 



— 297 — 

lista de concessoes presentes ao "Conselho" farrapo, com a certeza 
do nenhum risco em fazel-o, pois que saberia do barao, o occulta 
designio delle, de subtrair o documento aos olhos do publico ; o que 
facilmente conseguiu, gracas a nimia mgenuidade gaucha. Com o 
supposto pacto, outro positivamente se instituiu, em segredo, consuni- 
mando o parcial ou transitorio sacrificio da liberdade assegurada no 
predito artigo. 

Canabarro, ja em tacita complicidade, expos ta aqui, merce do 
depoimento de Daniel, vai apparecer, agora, em franca, declarada con- 
nivencia com o outro negociador; o que sabemos pew expressa con- 
fissao deste. Caxias, no cifrado de uma peca de antecedente refe- 
renda, tudo esclarece. '"David Canabarro (escreve no quarto dia do 
transacto dezembro) e hoje o chefe em cuja boa fe mais confio, e elle 
me promette ser o seu primeiro passo, logo que chegue ao ponto mar- 
cado, mandar entregar todos os escravos que ainda conserva em armas, 
e que formam a sua principal forca, e despedir a mais gente para suas 
casas, esperando elle e os mais chefes principles, toda a garantia para 
suas pessoas e bens". ( 72 ) 

Quer isto significar que o estratego da Repuhlica aceitava para 
si, o papel que o estratego do Imperio julgou indigno de sua pessoa, 
em outro drama historico. Este, no Paraguay, recuson nodoar-se em 
o mister de "capitao-do-matto", e Canabarro de bom grado se dispoe 
a desempenhal-o. Revesrido ainda com as iusignias do generalato 
emancipador, s. exa. descera ao que soia fazer por dinheiro urn desses 
officiosos auxiliares da autoridade, e entregara ao marccbal-presiden- 
te os pretos que mais de 9 annos batalharam comsigo ! 

Quer dizer, concordava em que fossem reduzidos a sua igno- 
bil conditio primitiva, os libertos, cujo fabuloso devotamento, cuja fera 
continencia na arena guerreira, encheram de assombro a Garibaldi ! 
Nada menos que ao semi-deus assim definido pelo grande Michekt: 
"Ha urn heroe na Europa. Um. Nao conheco dous!!" 

Gracas a fraqueza do antes pujantissimo David, os maravilhosos 
lanceiros, os estupendos cacadores, ariete e baluarte sem iguaes da 
liberdade americana, passariam. da guarda e defe^a do tricolor estan- 
darte ate ahi immaculado, a senzala e ao eito ! ! 

Com uma humilhacao que ate hoje abalara a almas pundonorosas 
ou sensiveis, passariam, das planicies abertas, ao fechado recinto da 
imperial fazenda de Sta. Cruz, no caracter, nao mais de escravos de 
seus antigos senhores, mas, da Naqao brasileira, que a aquelles entre- 
garia o valor dos mesmos, para que continuasse intangivel o sacro di- 
reito de propriedade ! ! , . . 

Nao se consummou, porem, o negro concerto. Merce da resis- 
tencia de quern nos tratos representava o poder civil da Republica, an- 



(»») Cit. offie. de 4-XII-44. 



— 298 — 

millou-ae o que se. estatuka de haimoraa com o seu mais alto dekgado 
militar. Mais lisonjeiro fim de vida lograram ter os homeridas de 
cor. Soffreram, todavia, a predita humdhacao ; Canabarro separou 
120 ddles das suas fileiras, como quem faz um "aparte" de gado, e o 
rebanho de miseros o conduziram, os collaboradores do general, a pre- 
sents de Caxias. ( T3 ) Este, parece, os remetteu para fora da Pro- 
vincia a todos, com o designio de os arredar do theatro da guerra e 
encobrir, mais uma vez, o cumprimento da clasula do tratado refe- 
rente aos ex-captivos; mas, seguiram, tudo o persuade, com a carta de 
alforria ou a receberam, ao chegar ao porto de desembarque. £ o 
que se conclue de posteriores debates no parlamento, onde ficaram ma- 
niiestas as condi^oes do convenio de Poncheverde, que os magnatas do 
imperialismo — Caxias a testa — dcsde a primeira hora tratavam de 
esconder e uegar. 

Infere-se do que disseram varios oradores, que os negros farra- 
pos reobtiveram o foro um minuto em eclypse, em virtude das dispo- 
sitions do aviso de 19 de novembro de 1838, com que Vasconcellos pre- 
tendera minguar as hostes da rebelliao ; a qual desta sorte, e sob o 
escudo do chefe do regressismo (quem o pudera fulmar !) akancava 
o trnvmpho, por ultimo, de um de seus mais acariciados objectivos. 
Declarava esse aviso, § 3. B , que os libertos pela Republics riogranden- 
se, que se apresentassem ao servico da legalidade, seriam reconhecidos 
livres no lmperio, depois de avaliados os mesmos, para indemnisacao 
aos proprietaries naquelle modo lesados. Valeu-se dos preceitos desse 
acto o barao de Caxias, para cumprir, a seu modo, o pactuado em 25 
cle fevereiro, o que den ensejo a acres censuras na sociedade reacciona- 
ria do tempo ; a qua! recebeu mais tarde o merecido castigo. Os 
adeptos do throno nada pouparam em seu afa de manter illesa a torpe 
institiiiqzLo que Bento Goncalves, com os seus fieis, buscou banir, e o 
tardio occaso della em 1888 concorreu, por modo preponderantissimo, 
para o que se presenciou no anno a esse immediate. A saber, a morte 
subita da arvore politica a cuja sombra vivia o captiveiro dos pretos ; 
eseorracada a dynastia de Brangan^a, cujo dominio tanto custara a pre- 
servar, na luta que o sobredito convenio ultimou! ( Ti ) 

Feita esta referenda a uma ingratidao sem nome, que teve oppor- 
tune remedio, convem dar o pretiso remate ao exame do grave thema. 
De quanto foi expresso, legitimo e concluir que nao houve nem som- 
bra de precipitatjaa no juiso emittido a respeito da iniquissima tramoia, 
desdouro eterno, inapagave! opprobrio dos que nella tomaram parte, 
como infieis representantes dos nobilissimos farrapos. Ambos os que 
ficam sob a mole de tamanha responsabilidade, ambos deram seu ta- 



( 73 ) Caxias, offic. em cifra, de 5-III-45. Informe de P. Moreira. 
< 74 ) Vide o appendice. 







Lucas 



— 299 — 

cito concurso a outra injuria ao pacto de 25 de fevereiro ; injuria que 
rebateu com exito, a indomavel energia de um hamem de pulso. Tra- 
ta-se aqui de um caso a que ja se fez allusao, o tentado desacato aos 
termos da clausula 5,*. Almeida, sentinella activa e sempre pervigil, 
ao saber do projecto de attentado. bradou — alerta! — e outra grande 
alma civica, indormescivel tambem, fez ecoar as '"quebradas" do 
berco nativo, com a resposta infallivel, em hoste de bom regimenta: 
"Alerta estou!" Ao resoar-lhe nos ouvidos o grito do chamamento 
a resistencia, que soltava o luzido ex-ministro, Lucas prestes acudiu, 
formando a seu lado, e proclamando uma doutrina que, na presente 
altura, opportuno e que se registre. Antes, porem, de o fazer, cumpre 
que algo se ponha mais uma feita em relevo, que sao os titulos moraes 
de seu egregio prolator. 

O derradeiro secretario da guerra pertenceu, qual se deixou pa- 
tente, a luminosa galeria de PSutarcho, merecendo figurar. na mesma, 
hombro a hombro, com a pleiade ardente dos Timoleoes. E assaz o 
comprova a soberba epistola enderecada a Ignacio Guimaraes, trans- 
cripta para traz. Pois bem, e esse bomem da fina tempera que nesse 
documento resplandece, quem pronuncia o final veredictum, no caso 
que esta sendo examinado ; sentenca que se contem nas linhas e en- 
trelinhas subseguintes. Aberta a campanha em prol da fiel observan- 
cia do que se combinara, debaixo da tnaior solemnidade, Almeida es- 
palhou uma circular, com endereco a setts velhos companheiros, afim 
de que o apoiassem, na rkmanda. Responderam acquiescentes, 
quasi todos. 

Aos que abriram pouco lustrosa excepcao, allude uma carta de 
Lucas, narrando o ultimo encontro que tivera com David Catiabarro. 
O general, "ao despedir-se", Ihe dissera que se Antonio Vicente e 
Portinho "assignassem" a representacao em prol de Faustino de Li- 
ma, que lha " mandasse" , pois "tambem assignaria". "Decifrai o 
enigma", addiu a seguir, com reticencias, o austero Lucas. Nao sabia 
comprehender, naturalmente, conro punha condicoes, quem devera estar 
a f rente do movimento reivindicador . . . ( ,5 ) Transcursos alguns 
dias, verificava-se que o maximo responsavel por quanto se estatuira 
em Poncheverde, nao somente reluctava, como por fina se negava a 
concorrer, para que nao passasse a burla. o que com seriedade se 
havia assignado. 

Lucas, em face da desercao, eis como se pronuncia, evidente sem- 
pre o criterio liberal a que com firmeza se adstringia, e a cordura que 
lhe era propria: "Varios de nossos antigos companheiros", aliaz 
"3 ou 4", "nos abandonaram na Representacao que por vosso conducto 
enderecamos" aos altos poderes rtacionaes ; escreve a quem "estava 



(»«) Carta no arch, do aut., de 24-1-60. 



— 300 — 

na vanguarda desse honroso pleito". "Nao importa". "nem 110s de- 
veraos por isso resentir. porque cada urn e senhor de sua vontade e 
de obrar confortiie com seus instinctos sinceros ou desleaes". '"A 
roupa de uso diario deve lavar-se. no interior da casa e da Familia, 
como os erros, e crimes ate ra-esnw, dos nossos, devemos cobrir com 
manto da misericordia e commiseracda'' '. Do que acontece ficam 
"algtimas provas para quando o Historiador itnparcial remetter a pos- 
teridade os actos e feitos dos homens que figuraram na Luta Glo- 
riosa dos dez annos, e esse premio nos bastard". — "Nesta deban- 
dada e desmantelamento de cousas, porem, cumpre manter com digni- 
dade as convencoes que sellamos na Pacificacao com o Imperio; por- 
que del las pende o socego de nossa Provincia". E uma "questao 
transcendente, de honra para o paiz". "Nossos mutuos esforcps" 
"nao devem jamais afrouxar", em se tratando de "uma tao nobre 
empreza". ( 7f ') 

Como o "seu nobre Almeida", ( 7T ) entendia que nenhum dos ve- 
lhos companheiros de Faustino de Lima podia abandonar a aquelle 
de entre todos escolhido para primeira victima de perigosa reacc,ao. 
Isto e. o coetaneo e confrade que tinha arriscado bens, sob a egide da 
fe publica, em tempo do honrado governo extincto em 1845. Ora. 
entre os tres ou quatro que menciona Lucas, brilham os dous princi- 
paes fautores do tratado desse anno: os dous se mostraram surdos 
aos appellos do insigne ex-ministro de Bento (ioncalves, franca, reso- 
lutamente esposados pela boa-vontade e honestidade do ex-ministro 
de Jardim. ( TS ) Recusaram solidarisar-se com os que pugnavam fi- 
dalgamente pela exacta, fiel observancia do que tinham pactuado um 
e outro. . . Dabi a condemnac,ao, explicita e implicita, da memoranda 
epistola, cuja signiiicacao historica e inilludivet, insophismavel. t) 
integerrimo Lucas, depois de retrair-se, fugir-lhe, acabou por formu- 
la!' um juizo que inclue o totalissimo repudio da obra de um ambi- 
ctoso caudilho, opposto em ma hora ao grande assertor do mallogrado 
setembrismo ; caudilho esse, cujas nun graves indelicadezas ficam assaz 
patentes e dispensam qualquer outro commentario. ( 70 ) 



( 76 ) Carta de 2-III-60. Arch, do aut. Desto sSo os gvyphos. 

( 7r ) Carta de Lucas, cit, por ultima. 

( 7S ) Antonio Vicente negon-se por modo categories David respon- 
deu com a notada evasiva. Carta a Almeida, em ll-VIII-5!); vide tambem 
a de Portinho a Lucas, em 4-1-60 Arch, do aut. 

V) Para melhor estudo do episodio, leia-se, no arch, do aut., cartas 
do Faustino de Lima a David em 17-VII-59. a Manuel Marques e a Caxias, 
na mesma data. Vide, tnais, toda a cit. eorvespandencia de Almeida, es- 
pecialmente suas cartas a Faustino em 25-VIII-59, 10-III-C1. Caxias e 
Marques responderam satist'atoriamente a este. Sem o concurso dos re- 
missos no cumprimento do dever, Eoi sustado ataque a essa parte do 
coavenio, 




Ustancla fl« Boulo Gouijalvcs 



— 301 — 

Por isto e pelo mais que se ha de juntar-lh.es. e que, vistos c exa- 
niinados estes autos, o aresto da historia coincide, na maneira mais 
absoluta, com o que pronuneiou quern foi nessa contenda primus inter 
pares. '"Finalmente esta coodllida a guerra civil que, ha perto de 
dez annos, sustentamos contra o poder do Imperio! Guerra que so 
podiamos perder, apparecendo, como appareceram, os amhiciosos de 
manclo e ouro, que, ou por verdadeiramente maus ou cotnprados, fi- 
zeram com empenho a desuniao entre nos, e ate fariam a guerra, se 
eu nao desse o passo que dei, de demittir-me do poder supremo que 
me haviam confiado. — Vos e todos os mais sabeis que, dando aquelle 
passo, me prestei a servir como soldado. Ao obrar assim, nao tive 
por f ito outra cousa senao ver se conseguiamos uma Paz honrosa'", 
depots da qual seguiria, como "sigo, para a minha pequena fazenda, 
com a gloria" mui "ingrata dc acbar-me o homem, talvez, mais pobre 
do Paiz". ( 8 °) 

Inutil addir uma palavra mais, depois deste magnifico, exacto 
resumo ; excepto o que baste para atjrar a. face dos malsinadores de 
um grande nome, prova muito anterior de que este outro Fabricio nao 
amplia, para valorisar-se, a sua extrema penuria. Muito antes recor- 
re a boa-vontade alheia, para haver alguns magros recursos, quem ti- 
vera, quasi a seu bel-prazer, os de todos : um bilhete de nosso glorioso 
compatricio attesta a falta de tudo, que padecia, e a situacjio, visinha 
da miseria, de sua honrada familia. ( B1 ) Nao no ignorava o destina- 
tario da carta a que pertence aquelle extracto, e com outra, digna, como 
essa, de abrilhantar as paginas de Plutarcho ; remetteu, ao ex-general 
e ex-presidente, 200 rezes de cria, para que recomeC;asse as fainas 
"estancieiras" de sua juventude, quem entrara numa velhice demasia- 
do enferma, dous annos apos interrompida com a morte! ( 8= ) 

A fortuna soe, de quando em quando, surprehender-nos com o 
tocante espectaculo de magestosas vicissitudes, comprazendo-se em 
ieccionar-nos a guisa do que costuma a igreja, com o seu mui repetido 
memento homo; tragica expressao que invita os grandes cla terra a 



( so ) Bento Gongalves, cit, carta a Dionysio, em 6-III-45. 

( S1 J Vide, no arch, do aut., carta a Lucas, em 3-IX-43 Reclama for- 
neeimento de generos para sua divisao, e, a seguir: "Outrosim vos rogo 
envieis pelo mesmo alguma quantia pecuniaria, que vos for possivel dispflr. 
pois me acho sem real para occorrer a urgentes despezas eventuaes com 
chasques, bombeiros, etc". Em outra, de 4-IX-43, revefa-se bem a sua 
escasaez de meios. Agradece a Lucas o envio de 2 oneas. Affirma que 
as restituira. "tao prompto como possa receber algum recurso de sua fami- 
Jia, ssto e, de irmas e genres", pois de sua easa nada pode esperar. Seus 
"desejos" estes, apenas; que a consorte -possa ter que comer e eobrir a 
nudez dos filhos". 

( e2 ) Resposta de Dionysio, a anterior. Vide Fernando Osorio Senior, 
biographia do General Osorio, que traz n a integra a correspondent. 



— 302 — 

porem medida no excessivo orgulho ou demasiada confianca. Traca- 
se aliaz esta moralidade, sem o minimo intento de fazer allusoes ao 
benemerito, inclito Bento Goncalves. Se urn tantinho incorreu na 
fraqueza por ultimo citada, limpo morreu daquelloutra, muito mais 
grave, conforms transparente ainda, no historiado successo. No que 
se menciona, como em todos os outros, de relevancia, o seu procedi- 
mento foi impeccavel, muito sendo de celebrar-se o que fez para que 
a grande contenda se encerrasse, como diz, em maneira honrosa. E 
muito se eonseguiu, comquanto fossem immensos os "desacertos" ha- 
vidos na marcha da Iota- ( 83 ) 

Apesar da sua e da opposi^ao de Netto cumpre reconhecer que, 
em face do intimo desaccordo nos deiensores da Republica e do total 
desmantelo da machina civil e militar da revolucao ; espanta o que se 
obteve em Poncheverde. Sobremaravilha o que cedeu o throno, para 
"annexar" a seus dominios o Estado que, por violenta scissiparidade, 
desde 1836 subsistia, na extremadura da America portugueza. ( 81 ) 
Cumpre reconhcer equanimeniente que, m-algre tout, o tratado de 
1845 constitue um dos padroes de gloria do Riogrande, obtendo este 
quanto em tal quadra pretendeu, excepto uma cousa, o lac;o federal ; 
vantagem fatalissima, conforme ja se notou, para o Imperio, e mui 
confirmatoria do conceito de Sophocles, bellamente vertido ao italia- 
no: " Lucro iniquo di sciagura I fabro". ( 85 ) 

Rematada por essa maneira singular a longa e tremenda guerra 
civil, dispersaram-se as hostes, sem outra novidade, alem das que ti- 
veram opportuno registro. Dramatico ha de ter sido o instante dos 
ultimos adeuses, entre os combatentes de quasi dous lustros. Se dei- 
xavam traz de si as maximas e mais gratas illusoes da vida, nenhum 
sentiu em si o abatimento natural em vend dos, porque ninguem se 
julgou tal ; sciente e consciente a generalidade de que, mais do que 
as combina^oes da vontaae basraana, imperavam as circumstancias, 
factor preponderante no desfecho da guerra, segundo expressao de 
Lucas. ( 66 ) Escreveria, elle, mais tarde, que, largando as annas, 
"ufanos" regressaram aos lares os continentinos. ( 87 ) Sim, arro- 
gantes e soberbos, todos, ainda que uns de semblante jubiloso, outros 
com elle immensamente entenebrecido, segundo rezam as tradiijoes. 



( ss ) Bento Gongalves, carta de 22-II-45. 

( S1 ) verbo entre aspas empregou-o Silva Jardim no seu manifesto 
politico, traduzindo com rigor o que aconteeeu e a historiographia impe- 
rial noticiou por outra ffirma, com escamialosa infidelidade. Vide "Cam- 
panhas de um propagandista". 

< 85 ) Vide "Revolucoes eisplatinas"', I, 201 a 206; "Politics brasilei- 
ra", II, 338 a 392. 

(se) vide o appendice. 

( 8T ) Carta a Almeida, no arch, do aut., em 27-111-59. 



— 303 — 

O autor comecou a fixal-as aos 14 annos de idade e teve contacto, 
por isso, com muitos dos personagens da tragedia revolucionaria. Foi 
isto em epoca recente, quando ja se cambiara em a " democrdcia coro- 
nada", segundo a classificaqao de Mitre, a repellente heranca joanina, 
hediondo vomito do inferno. Se bem mui deficiente a accao dos 
administradores, effectivas as publicas liberdades da gente branca e 
"rande a fartura em todas as classes, excepto na esphera da desher- 
dada, de origem africana. Posta em olvido a macula que esta repre- 
sentava, e de gerar saudades mui vivas o que entao fomos. Nosso 
meio patrio, senao era dos mais cultos, fruia uma invejavel e invejada 
policia, notadissima por muitas vantagens, especialmente por uma 
ciumenta, vivaz solidariedade, a par de mui benevolo e mui doce con- 
vivio entre os homens; estado social que para um illustre extrangeiro 
tinha sabores de um vero eden. ( 38 ) 

Mimo e encanto dos alienigenas de passo no Brasil, idolatria dos 
nativos, o Riogrande nao tinha razoes para queixar-se do Imperio, 
que por ultimo o cobria de fructuosas distincc5es. Pois bem, apesar 
das apontadas e ordinarias gracas da reconciliacao e das que a seguir 
nos f oram prodigalisadas ; foi sempre com uma transparente pontinha 
de melancolia que se pronunciaram, diante do autor, os sobreviventes 
do convenio de 25 de fevereiro, com quern teve a honra de tratar ou 
conviver. Que pena o nao termos resistido mais alguns mezes; se 
completes os 10 annos, as cartes da Europa tinham reconhecido a 
Republics! Isto diziam uniformes, quasi com os mesmos vocabulos, 
conio se por uma bocca unica, teimoso eccoasse o que havia sido a 
fundada ou infundada, universalissima convicc,ao dos farrapos, — 
que tanto esperaram dos reinos de aquem e de alem da Mancha. 

Destes que presenciaram com irreprimivel desconsolo o desfazer 
do grato e difatado sonho, alguns houve cuja dor tern visos do que ha 
de mais commovente ou pungente, nas innegualaveis obras do theatro 
pristino ; remontadas, requintadas creacoes de outra idade de ouro 
igualmente portentosa, em que floresceu o genio de Euripides. Sabe- 
se, por demais, de coracoes quasi a morrerem de agonia cruciante, 
no silencio de seu tragico desconforto, Almeida, exempli gratia, em 
visita a Piratiny, 17 annos depois da acta que retirou a nobre cidade, 
e a Republica, a categoria que haviam tido e que ambas tanto illustra- 
ram. Dahi, desse augusto recinto, enderecou uma curta epistola a 
Netto, para interessal-o no apoio que ia prestar a duas familias de 
antigos companheiros, experimentadas, nessa hora, por grandes adver- 
sidades. "General, diz-lhe no remate das suas letras, o aspecto mo- 



( aa ) Vide em "Revolugoes eisplatinas", cap. 1.' e 2.", o que se trans- 
creve de Dreys. 



— 304 — 

ral, financeiro e politico de nosso paiz, parte em pedaqos o coracao 
de quem o affla!" 

Entristecedoras, por toda a parte, as impressoes que essa grande 
alma recebe. mas, descobre-se, no principio da missiva, em qua! mo- 
inento lhe travou nmis nos labios, o calix da amargura. Tornava a 
antiga Capital, outrora festiva, ruidosa, desvanecida com o seu pre- 
dicamento, sobretudo com o papel historico mui a gosto representado, 
de vera centro mora! do movimento libertador extremenho. . . "O 
velho legionario — urn derradeiro olhar de orgulho, extraordinario, 
vol veu em derredor"... ( SSa ) Quao mudada a encontrava! "'Ha 
seis dias me acho nesta, e sao cruelissimas as recordacoes que sua 
austera physionomia" e ''occorrcncias" de que ha sido theatro, "me 
hao suscitado" agora. ( ss ) "Sunt lacrymw reruiu et menteta m-or-Sa- 
lia tangunt!" ( 90 ) 

Da famosa urbs que em agonia reve o illustre ex-ministro, foi em 
resignada silencio que se apartou ao termo da luta, um outro, cuja 
consternacao, inapparente, era tambem immensa, conforme ides saber, 
notando ainda que, em tudo, a nova Troya suscita reminiscencias da 
antiga. ( 01 ) No palacio de Alcinios, descolgada a lyra harmoniosa, o 
porta, celebrando a gloria excelsa dos guerreiros, allude a aziagas dis- 
crepancias, origem dos Infortunios que os funestaram. Ao ouvir C 
cadencioso relato de aventuras em que tivera parte, Ulysses, com as 
fortes maos, toma o seu largo manto de purpura, cobre com elle a 
cabeca, esconde o semblante magestoso; poisque vergonha causa ao 
rei de Ithaca, deixar, ver, aos pheacios, o pranto que se lhe escapa dos 
olhos. ( B2 ) 

£ de Homero esta pintura de inexcedivel belleza, e scena de pare- 
cida origem (em que o parhetico das situacoes attinge a grau iderttico 
na sublimidade), scena equivalente descreveu fiel ao autor, um coeta- 
neo das ultimas aventuras dos heroes de 35. Foi theatro do tocante 
episodio a ''Fazenda-velha". da propriedade do pai do dr. Graciano de 
Azambuja, no districto de Pedras-brancas, onde tambem situada, mais 
ao norte, a "estancia" de Jardim, o venerando primeiro e derradeiro 
presidente da Republica riograndense. 

A familia daquelle estava a mesa do jantar, na hora em que che- 
gou a porta da casa, a rumo da sua, o illustre personagem, Tinha 



( S8a ) Da poemeto de Aurelio Porto, "0 ultimo Farrapo, 7. 

( ft9 ) Carta de 24-X-62, eopia do punho de Almeida, no arch, do aut. 

(®°) Virgilio, "Opera", Bneida, I, 462. 

( 91 ) Vide no arch, do aut. carta-eireular de Jardim, despedindo-ae tics 
habitantes do lugar e agradecendo as provas de arfeicao e cortezia que lhe 
merecera. 

( n2 ) "Odyssea", canto VIII 




.laid i m 



— 305 — 

descavalgado, ia entrar, instante em que Azambuja senior lhe dirigiu 
a palavra, sem lhe occorrer que tanto o perturbaria. — Fez-se a paz, 
sempre, tio Jose?" — perguntou, cheio de curiosidade. O anciao 
parou, como detido por um tremendo choque electrico. Volveu tacito 
ao animal que deixara. Tacito retomou as e redeas do mesmo. Pro- 
seguiu na viagem, banhado em lagrimas, que nao pudera conter, que 
ninguem se animou a por em commentario ; envoltos os presentes num 
communicative*, soiemne abalo, ao vagal entre elles, como saudoso 
fantasma, a miida angustia de uma grande esperanca desvanecida. 

. . . Magnusque per omnes 
Erravit sine voce dolor! 



FINIS 



APPENDICE 



Nota a pag. 36, I. 

No tempo da Revolucao, a grange matta serrana era quasi continua, 
as "picadas" existentes pouquitas. Consta no texto, as que foram aber- 
tas a levante. Em S. Francisco existia s<5 a serra Velha, chegando-se a 
Vaccaria pelo passo das Antas (o de cima), onde existiu uma guarda. 
Destes eampos ia-se aos do Passofundo, por uma "picada" que nao era 
muito antiga, eruzando o campo do Meio. Para a Jbanda da Argentina, 
toda a immensa extensao de matta (interrompida a oeste pelas duas "pi- 
cadas" proximas, que substituiram a unica, historica, de S. Martlnho), so 
deixava transito Iivre no Butucarahy. Havia, 6 certo, um trilho, que da 
colonia de S. Leopoldo alcancava a Vaccaria, mas era tao pouco praticavel, 
que os eolonos o puderam manter sempre vedado, com receio de incur- 
soes das partidas "farrapas" de Cima-da-serra. (Vide "Apontamentos" 
do teuto-brasileiro E. J., no meu archivo). O trilho a que se faz referen- 
da, fora aberto por Mabilde, no anno de 1840, segtm&o Hermann Iliering. 
"Os indios do Riogrande do sul", no "Annuario", X, 113. 

Para Missoes e que existia mais facil accesso, pela matta. Alem do 
ja meneionado, em S. Martinho, havia a picada de S. Xavier, a qual do 
"rincao de S. Vicente", conduzia aos antigos povoa guaranys. Mais para 
oisle, a do Canabarro, de que hoje ninguem faz mengao, poisque desmat- 
tado o terreno sobre que ella fora gizada. A seguir, havia outras, menos 
transitadas, no valle do Ibicuhy. — As nomeadas veredas tiveram pode- 
rosa influencia, no curso da guerra civil. Ha algumas notaa interessan- 
tes, a respeito dellas, em Evaristo de Castro, "Noticia descriptiva da re- 
giao missioneira". 

Nota a pag. 49, I. 

Landman tambem julga dignas de especial mengao algumas "samam- 
bayas palmiforiaes", que aliaz aao c-onstituem specimens particulates 4 



— 308 — 

proviueia botanica da fronteira. Delias se ostentam formosos typos lias 
mattas do Rio-de-janeivu, desde a ana, ate o garboso xaxim, "urna belleza 
do reino vegetal", com "a apparencia de uma palmeira". diz Lucio Cidade, 
que generosamente se lembrou de baptisal-a com o nome de "Varela nu- 
bltmata, por sei- o maior dos fetos da terra gaiicha" ("Annuario", anno 
XVI, 111). Prevaleeo-me da opportunidade, para Lima publica a juata 
mostra de eterno reconhecimeiito, mas, de passagem, devo notar que pouco 
rturou a gloria, que, magnanimo, me havia reservado, no espolio das pes- 
quizas riograndenses, de que e intelligente e douto cultor, — benemerito, 
portanto, em paiz ailieio a este genero de inyestigagoes. Graclano de 
Azambuja, o cultJssimo fundador daquella excellente publicacao, observou 
logo pareeer-lhe que o xaxim ,ja estava descripto e classificado como uma 
dicksoma sellowiana. e confirma-o, qual acabo de vei\ a autoridada de 
Landman. 

Consolo-me com nielhor deatino da linda planta, gracioso ornamento 
de ourelas ou clareiras da nossa matta. Lucio Cidade a julgou digna de 
i'ixar o nome de quern a sua ampliadora gentileza teve por "emerito"' re- 
publicano e eximio patriota'", e estampou esta "homenagem a seu acryso- 
lado amor pelo Riogrande do sul". Bu nao sei se o ilJustre Frederico 
Sellow, tragicamente morto na £lor dos annos, ao servigo da. sciencia, 
alimentava preoccupaeoes politicas ardentes ou se abrazava na rellgiau 
do Paiz natal; estou certo. eutretanto, de que pode e deve merecer um 
lugar doa mais distinctos, na galeria dos estudiosos daa consas riogran- 
denses, a que com "acrysolado amor" se votou perto de 2(1 annos, deixan- 
do, nao ephemeras ensaioa desvallosos, quaes os do primeiro favorecido 
com uma honra insigne, mas, impereciveis contributes para a constitui- 
cao de nosaa historic natural. 

Nota a pag. 55, I. 

Bis o episodio a que se allude: "Quando a mais tenue ciaridade se 
irradiava no ceu eramos no piano visinho a cidade. (}) Rodava o Yehi- 
culo e respiravamos o fresco ambiente matinai, repasaado das emanaeoea 
do solo. Olnamos em torno e nao sei que raro e singular encantamento 
me possuiu, porque a paizagem era quasi de todo indistincta e fugitiva: 
tudo em meias tintas, mal se entrevendo o campo, sob a hiz indecisa, 
ainda nao vencedora da sombre. Mas, que tons de cor, vagos, quanto in- 
teressantissimos, naquella visao da madrugada! A cada instante que 
corre, a immensa campina muda de aspecto: nevoaa se dissipam, a ciari- 
dade desce aos ospacos mais sombrios, a pouco e pouco destaca-se, com o 
naseente colorido, a configuragao do terreno, e a natureza se mostra pau- 
latinamente, como se em pinceladas successivas, um artista invisiyel fosse 
tracando a pintura inegualavel! De tudo, entretanto, o que mais nos ca- 



( ' ) A de Jaguarao, primeiro centro da conjura farroupilha. 



— 309 — 

ptivava era o escutarmos. em meio claquelle accordar da planicte, uma 
como remota musica, mdefinivel e poetica, a que ouso chamar — a voi 
da Pampa. — , raixto de todos os sons: primeiro pipillar dos passarinhos, 
querulos das grande* aves, mugir do gado, ouvidos de mui long© e que se 
agrupam em accorde harmonioso, nutna surdlna que parece evclar-sa da 
propria Terra, pais que descampado estava em aocego e na appareucia 
ermo, em solidao completa! " {-) 

Nota a pag. 55, I. 

Para traz se comparam as planlcies riograndenses as da Argentina. 
Observai o que diz sobre ellas utn escriptor ehlleno: "La Pampa es una 
de las fracciones mas notables de nueat.ro continente. bs el reino del 
silenciO; en donde la naturaleza reposa triste y taciturna, inmovil, ago- 
viada! — Colocado alii el hombre, se ve mas alto que todo lo que lo ro- 
dea". " Kl corazon se siente grande, libre, seiioT de si mismo y de todo. 
Mas ese sentimiento superior no es risueno: es altivo, serio, eallado. — 
No hay alii nada risueiio, tlulce, encantador". "El habitante de la Pam- 
pa. adquiere esa independencia viril, ese orgullo salvaje que forma su ca- 
raeter, pero no rie, y parece que ni sentiera ni pensara". "Su aspecto 
reehaza y es casi feroz, su habla es ronca": "su canto monotono y triste". 
"Nada es mas triste que la Pampa en invierno". (J. V. Lastarria, La 
Pampa, na "Revista de Buenos-aires" XV, 372). A diifereiica no main 
physico teve iuquestionavel peso na marcha liistorica, sendo notorio 
que foi, nas kitas civis, o gaucho. De bravia inflexibilidade, alem do 
Prata, ja se mostrava bastante mais humano aquem do estuario: no Rio- 
grande, cweptifs eivcipiendu; revelou-se de singular magnanimidade. (*) 

Nota a pag. 80, I. 

K' digno de seria meditacno tudo o que escreve um pensador e pa- 
triots, da ordem de Sylvio Romero. Creio, todavia, que no seu "Alle- 
manismo do sul do Brasil", o eminente liomem de letras revela excessivas 
inquietacoes. Faltam-lhe dados sufficientes, para o estudo do problems . 
Ja partieipei de taes receios, repito, e iiao escondi nunca miubas sinceras 



(*) "Riogrande do Su!". 16, O autor. neste livro. ensaiou descrevev 
as paizagens nativas. Era de esperar o iuallogro, em se tratando de as- 
aumpto que requeria um piucel amestrado e calido, a dextra, e a mao 
sinistra, uma palbeta irisada. Repvoduzo um de nieus palHdos esboeos, 
em fafta de cousa mais adequada ao proposito expTesso no texto, e tam- 
bem, devo dizel-o, porque o escolhido, mei-eeeu as honras da mencao. em 
noticia assignada pelo nosso grande Taunay. Para os coraeoes puros, 
tudo e puro, assentou Paulo de Tarso, e a esses me dirijo, affirmando nao 
haver a minima sombra de assonio inconfessavel no que fa<;0 e sim uma 
rendida mostra de profunda saudade. Tocante e para os vivos, o que iu- 
teressou, fosse de relance, aos extinctos, iiueridos ou benemeritos. 

(3) Alencar, no seu romance "0 Gaucbo", faz um debuxo da Pam- 
pa, que vale a pena comparar com o do escriptor chileno. 



— 310 — 

prevencoes, boje desapparecidas ("Riogrande do sul", passim). Quanta 
a miiiha terra, ao menos, a verdade £ que os filhos dos teutonicos se mos- 
tram de um civismo qual acima exaro, e por vezes assaz melindroso, 
como se viu em circumstancias a que allude Sylvio Romero (pag. 39). 
Sabi do e que alguns in.dlvidu.as originarios da velha Germama, enteri.de- 
ram exaltal-a, na decada de SO, deprimtndo os naturaes, que eognomina- 
vam de "liavanos". Pols bem, antes que os descendentes dos portuguezea 
se lembrassem de rea^ir, os proprlos brasllelros oriundos dos insultado- 
res se ineumbiram de tomar algumas exemplares desforras, em varies 
conflictos, que provocaram, e em que levaram a melbor. Nao contentes 
com. essa demonstragao de solidariedade nacional, fundaram um. gremio, 
o " Havana-club ", que floresceu emquaiito duraram eesas ephemeras ri- 
validades. 

O "perigo allemao" tunica exiatiu para nos, durante o tempo em que 
avultavam as agglomeragoes coloniaes, que tanto nos dao que pensar, 
depots que cessou affluxo de novas levas emigratorias. Pode elle, ou 
outro semelbante, existir de facto, se nos mesmos nos incumbirmos de 
p6r a patria em perigo, persistindo em uma politica suicida, que me dis- 
penso de caracterisar — que "nos arrasta a cumprir muito em breve o 
mesmo destino da Turquia", na phrase de outro critico de talento — , (*) 
e cujo primeiro fructo, hoje como hontem, foi sempre o de estalicar as 
fontes do sadio individualismo, que se ia desenvolvendo entre os povoa- 
dores do Brasll, merce das especiaes condicoes da evolugao moral que se 
operava nos europeus transplantados da metropole ao melo americano, — 
individualismo que Sylvio Romero julga preciso estimular, para que se 
forme, sob outro modelo mais iavoravel, aquillo de que mats precisamos, 
para nos libertarmos do "perigo allemao" ou "yankee", ou de duendes 
parecidos: "CARACTER". ( 5 ) No Rio da Prata, abundam nueleos de al- 
lemaes, inglezes, italianos, muitos de grande op.ulen.cia e forc,a - , entretauto, 
nem a vasta Argentina, nem o pequeno Uruguay se assustam com isso. E' 
que apesar das devastagoes do industrialismo, que se generalisam ali e 
alhures, vivem ainda as qualidades affirmativas da raga, que constituem 
o melhor alicerce de uma e outra Naeao; recebido com o sorriso do des- 
dem, no seio dellas, o que aquem da raia anda a preoccupar-nos, em os 
ultimos annas. Abandonemos as sendas erroneamente seguidas; sobre- 



(*) Osorio Duque Estrada, "Registro literario", no "Correio da ma- 
nha", de 2-XII-922. 

( 5 ) Figurai-vos o que a este respeito iamos conseguindo, pelo que 
attesta Joao da Silva Lisboa, no "Correio do Rio-de-janeiro", de 10-V-822, 
completado o que diz, com as mostras de livre actividade, de que esta 
cheia a bistoria colonial e de que registro nesta alguns tragos. jorna- 
lista assignala a benefica influencia (que attribue ao clima), observada 
sobre "o caracter", "nao s6 dos oriundos" do Brasil, "mas tambem dos 
emigrados". Vide collecgao no arch, do aut. 



— 311 — 

tudo, ergamos o coragao, desanuvismos a mente, fortalegamos o brio, 
que hospede nenhum sentira inelinagoes de sobrep6r-se a nds ou de man- 
dar dizer para a terra de seus maiores, que a nossa e res nitUius. 

Ou isto, ou entrarmos na Iista das communhoes de que fala Jay, 
conforme leio numa folha antiga: "Os povos, que nao sabem defender a 
aua independencia, e liberdade, merecem perder tanto uma, como outra; 
os oontemporaneos os despresam, e a historia nao lhes tern sympathia". 
— "0 vigilante", de IS de fevereiro de 1831, collecgao no arch, do aut. 

Nota a pag. 89, I. 

Bis a "historia" tal qual a ouvi contar na meninice: 

Desencaminlia-se em. uma fazenda, um " petigo" de eatimagao. Man 
era o "estanciero": attribuiu o caso a desleixo do guardador, menino es- 
eravo, a quern ameagou com o mais severo castigo, se nao aehasse o 
animal. Corre elle aterrado os campos, baldadamente: cai a noite e ainda 
desencontradigo o fugitive Adensa-se a escuridao; difficiL a procura; 
volta a furto, penetra na sanzala. Para que? innocents julga pra- 
ticavel agora a continuagao da pesquiza: conseguira trazer comsigo a 
bolga de couro de um fumador e um c6to de vela. Abre a primeira: 
com um pedago de tabaeo em rolo, encontra o procurado isqueiro: bate 
a pedra, brilha o fogo nas accendalhas, vS contente a luz no pavio, que 
retem commovido entre os dedos, e recomega o fadario, atravez das en- 
cerras, curral, "mangueiras" grande e pequenas, cercados da horta ou 
dos trigos, "potreiros" visinhos e remotos, emfim pela solta amplidao 
da campina deserta, — sempre sem resultado. Forgoao retornar, e o 
desgragado, ainda que o silencio lhe encha a alma de pavores, eaminha 
passo a passo, com o coto a acabar-se a dextra e a sinistra o fragmento 
de fumo, que distraido conservara comsigo. 

Acorda de manhasinha, chamado pelo "matteador" do amo que 
pedia conta do perdido animal. Tremulo vai a sua presenga e expoe o 
mau exito que o retivera fora de portas, ate noute a!ta. A narrativa da 
diligencia lhe nao assegura o perdao; e arrastado para o agoute e eate se 
consumma com tamanha barbaridade, que a fragil crianga tomba exanime, 
succumbe estendida nas "estacas" do supplicio, como Chriato na eruz. 

Deserto era o sitio, duvidoso o castigo, mas o assassino ainda assim 
preveniu-se, para completo resguardo da quasi infallivel impunidade; 
tratou logo de por em segredo a prova lamentavel de sua terrivel fereza: 
como nao houvesse tempo bastaute para abrir-se outra cova mais apro- 
priada, fez dilatar a de um grande formigueiro proximo, escondendo ao 
fundo o corpo do sacTificado, antes que o pessoal saisse dos ranchos e 
muitas fossem as testemunhas do crime, limitadas agora a um so homem, 
da absoluta confianga do cruel fazendeiro. 

Na madrugada immediata, ou tangido petos remorsos que lhe tirasse 
o somno, ou obrigado por urgencia do servigo, poz-s© de pe\ cedinho, dla- 



— 312 — 

tanciadas ainda no borisonte as primeiras barras do dia: o alvoroto no 
terreiro foi immediate, com a severa expedicaa das ordeus, no distribuir 
as tarefas. Absorveu calado, apos, as "ciiias" que o escudeiro fiel Ihe 
passava, com uns longos olhares examinadoxes, ainda que nao hosr.is. 
porque o devotamento nos tlessa humilde condicao, se mantinha em todas 
as circumstancias, boas ou mas, como quaesquer que fossem as qualidades 
ou defeitos, no objecto de apego e eega reverencia. 

Findo aquelle primeiro desjejum, partiu sombrio o douo da casa, com 
alguns, direito a uma roc,a que deviam limpar, e, per malaventura, ob- 
servou, aos poueos passos, que seguira instinetivo, pelo peor dos trilhos: 
o que cruzava rente a improvisa sepultura do pretinho victimado. Nao 
quiz retroeedev, eomiudo; partiu avante e ao descer de urna collina, es- 
tacou subito, como estacaram todos os da sua companha. 

Aquelle cuja ausencia fora notada, sem se lhe dar nenhuma attencao, 
ainda que muitos dos creoulos e africanos tivessem presenciado o afa em 
que andara immerso pela noute autecedente, rutiiando a espagos, ao longe, 
o seu lumezinho, como o de um errante pyrilampo do estio; aquelle au- 
sente da senzala, all estava sem roupas, a bocca do passageiro sepulcro. 
Silentes viram-no todos, a saeudir as formigas que o cobriam, como riram 
que, ao por elle os ollios nos espectadores, saltou rapido sobre o "petigo" 
que pei'to delle pastava, cavalleiro e ginete desapparecendo, nos vapores 
da indissipada cerragao matinal. 

Desde alii o infeliz "NegTirdui do pastoreio" foi objecto de um culto 
na Pampa brasileira, considerado pelas populacoes incultas, como propieio 
aos que "campeiam'* cousas extraviadas; buscando estes ultimos o seu 
favor, em solitaiio recanto livve- tie ventos, onde mgenuos depunham, camo 
voto, um fragmento de candeia e outro de i'umo, cousas que dizia a lenda 
haverem sido vistas nas maos do beatificado, em a noute que precedera a 
subida ao calvario, e que suppnnbam serem gratas a elle. (*) 



(») Reproduzein-se alguns trechos de Saint-Hilaire, que ajudam a 
compreiiender o mvmdo physico onde surgiu a lenda: "Nao ha no Bi'asil 
paiz em que os escravos sejam mais felizes do que nesta Capitania. Os 
sen bores trabalham a par dos escravos, conservam-se menos afastados del- 
les e lhes mostram menos despreso. O escravn come earne a discregao; 
nao se veste peor do que albures; nunca anda a pe: sua principal oceupa- 
§ao consiste em galopar nos campos, o que e um exercicio mais sao que 
f'atigante; em summa. faz sentir aos animaes que o cercam uma guperio- 
ridade que o consols, da baixeza de sua condleua e o levauta um pouco a 
seus proprios olhos". (Cit. obra, 56). Diz em outro lugar: "Ninguem 
neste paiz se envergonha de trabalbar" (pag. 442), juizo que corrobora 
mais tarde um ministro da Republiea riograndense, talando no "amor ha 
bituai que os habitautes rleste paiz tem pelo traballio"' — Instruecoes da 
eecretaria da justiga, de 15 de junho de 1837, expedidas por Antonio de 
Siqueira Pereira Leitao. (Arch, do aut.). Considerai as duas clreumstan- 



— 313 — 

Nota a pag. 95, I. 

No que escrevi nao ha o minimo intuito de desmerecer o illustre sabio 
a quem tanto devemos; mostro apenas quao facil a nossa fragl! nafrjreza, 
e incorrer no peccado, severarnente punido naquella famosa passagern evan- 
^elica: quid, autem vides festucam in oculo frairis titi. trabem autem. 
qum in oculo tuo est. non evnxirlerasT (Lucas. VI, 411. Sant-Hilaire nao 
poude julgar a fundo do nivel ethographico da terra que pisava. porque, 
assenta o arabe, para um homem conhecer bera outro homem, e miater 
que eomam juntos um alqueire de sal. Se o agudo Saint-Hilaire se de- 
mora na intimidade de utna "estancia", veria que menos era o theat.ro 
de uma exlatencia de vigorosa actividade, que um centro de intensa vida 
moral. Grosseira e a casca de arvores junto das quaes transita quem nao 
nas eonhece e ere serein identicas a muitas de igual apparencia: mals 
avisado lenhador deacobre de sob o rugoso e feio iuvolucro a perfumada 
essencia do sandalo ou a do aromatico sassafraz. Foi um destes ames- 
trados devassadores de reconditos segredos que, visitando Rioja, pelos tem- 
pos colonias, ministrou a Vicente Lopez, elementos para uma deliciosa 
patina de sua magnifica obra. Nella o ethnographo pudera ver quanto a 
similitude de situaeoes engendra costumes e pendores analogos, porquanto, 
nos "Ihanos" dessa parte da Argentina e nos da nossa terra, ao outro 
extrerno da Pampa, a sociedade apresenta uma phyaiotiomia commum. 
Mais nos triihos da cultura geral do occidente, as cidades continentistas 
ja tinham perdido parte dos pristinos relevos que se conservavam na Ca- 
pital da Provincia citada, mas, na campanha se obaervava um cosmos 
ditferente. Em cada agrupamento rural, sir. cada "estaiicia", eram vul- 
gares, vulgarissimos os encantadores aspectos resumidos pelo eminente 
pubiicista portenho: o que alem ftoreseeu, por igual entre nos floriu, com 
os mesmos primores, os mesmos ingenuos toques e a mesma poesia. "Ate 
esse instante (iuieio do movimento de 25 de maio), diz o historiador, a 
populacao da eidade da Rioja tinha em sen seio Jamilias distinctas, qae 
conservavam todavia os accidentes daquella cultura innocente, bondosa e 
de primitiva candura, que torna tao grato o convivio com esses residuos 
de caracter infantil, que os velhos costumes e as velhas tradicoes caseiras 
deixam em lugares apartados de Provincia, onde se assentou em seus prin- 
cipios o lar de uma colonisacao selecta : '. (X, 121). A £orca da causa de 
que se aponta esse lisonjeiro resultado, analogos et'feftos gerou nos cam- 
pus do Riogrande, onde persistiu por algumas deeadas depois da guerra 
civil, uma communidade em tudo semelhante, algo "antiquada", como a 
riojana, mas com os ''arrancos de pura e legitima nobreza", que ostentava 
el!a, — nobreza ainda tosca, innegavelmente ; com una attractivos donaires 
e particulares rasgos, entretanto, que descobriam no singelo trato cam- 



cias mencionadas, unicamente, e comprehendereis um mundo de cousas obs- 
curas, nos destinos da communidade que produziu a Revolucao, com o 
mundo de cousas que a distanciam da sociedade colonial brasileira. 



— 314 — 

pesino as linhas moraes caracteristicas de uma educacao caseira de pri- 
meira ordem, a sombra de tradicoes que constituiram o melhor thesouro 
de nossa rasa. 

Nota a pag. 96, I. 

Nao rebaixa no minimo, este juizo, a nobre populagao oriental, a que 
o autor esta vinculado pelo sangue e por uma intensa e crescente sympa- 
thia. Registro urn phenomeno social innegavel, se bem que tranaitorio, 
e hoje de todo passado. Uruguay constitue uma nacionalidade de pouco 
vulto na America, aob aspecto da grandeza do territorio: sob o aspecto 
moral, hoje, nenhuma outra se lhe avantaja, raras se Ilie emparelham e a 
nossa tern que aprender, muito que imitar, nessa geute mascula, em cujo 
caracter brilham todas as qualidades affirmativas que distinguem os her- 
deiros de Pelayo. 

No que consigno a respeito do progresso individual, mais avantajado 
na extremadura, do que alem, nao ha tendencia nem a deprimir, nem a 
panegyrisar. Funda-se o juizo em conceitos da ordem dos que em seguida 
apoutarei. Menoria alhurea citada, referente ao estabelecimento doa in- 
glezes no Rio-da-Prata, eis o que diz: "Os nossos antigos visinhos tinham, 
com pequena differenga, nossos usos, nossos costumes, a mesma religiao, 
a niesma constituigao raonarehica. Eram comtudo muito inferiores a 
nos, em o commereio, na cultitra, no governo civil, e disciplina militar". 
Ora bem, "estas semelliaiicas, ou differences, na constituicao e caracter 
nacional, mudam totalmente com os novos visinhos". etc., etc, (Pag. 208, 
de que se grypha uma parte). topico me diapensaria de insistir, mas 
convem fazeL-o. Ao tempo de que se fala no texto, o parecer que exaro 
nada tern do parcial ou injusto, em verdade. Se a maioria do povo uru- 
guayo estava Ionge do que pinta Azara ("Descripcion", I, 307) ou Vicente 
Lopez ("Historia", passim,), tudo indica que as condigoes sociaes eram 
inferiores as do Riogrande, — tomadas as cousas em grosso, o que Saint- 
Hilaire attribue a maior mes-da e convivio com os indios. '"Os habi- 
tantes da Capitania do Riogrande devem aua superioridade sobre os cleste 
paiz, ao facto de se terem conservado at<3 o presente aem mistura do 
sangue indio" (pag. 267), escreve sobre as margens do Daiman e no 
Salto reitera o seu juizo: j 'Os homens da Capitania do Riogrande... sa-o 
infinitamente superiorea aos hespanhoes, porque a maior parte de entre 
elles sao de raga pura" (pag. 268). No Riachuelo, volta ainda ao mesmo 
thema: "Os habitantes de Monte^ideu aao taVvez superiorea aos de Rio- 
grande e Portoalegre, mas os camponios desta parte da America ae acham 
certamente abaixo doa da Capitania do Riogrande, ainda que os costumes 
de una e outros tenham muitos pontos de contacto. A differenga pro- 
vem, eu creio, de que na Capitania do Riogrande, os habitantes da cam- 
panba, filbos e netos de homens das ilhas doa Agores, sao brancos de raga 
pura, emquanto que os camponezes hespanhoes sao em grande parte mesti- 



— 315 — 

cos de europeus e indios, e aquelles cujo sangue nao e mesclado, adoptaram, 
por imitagao, os costumes da maioria" (pag. 217). 

Quanto aos habitantes de Montevideu, no que concerne a superiori- 
dade delles sobre os nossos homens urbanos, diz "talvez" no citado texto 
e ainda o repete em outro ("Apercu", 3~2J, mas, naquelfa obra traga para 
diante nm retrato em que descobre a impressao que lhe deixou a culta 
populagao da capital Uruguay, indubitavelmente mais avangada do que 
a dos nossos principaes centros provincianos. Eil-o: "Os homens de Mon- 
tevideo pela maior parte se apresentam com distincgao, mostram-se gra- 
ves, menos affectuosos que os brasileiros, e cie uma polidez mais fria; 
as suae maneiras, entretanto, algo tem de mais nobre e mais distincto" 
("Voyage a Riogrande do sul", 205). Por igual, nao mostra duvida al- 
guma quanto a superioridade, da mulher platina, em as gramas physicas, 
amenidade e policia. (Idem, passim). John Maws', quo tambem visitou 
a vistosa e bella eidade, no eomego do seculo passado, nao e menos li- 
songeiTo, com um e outro sexo. (Vide "Travels in the interior of the 
Brazil", 12). 

Nazna cousa os doua poyos eaiavam perfeitamsnte so meamo nival: 
no brillio do caracter, que segundo Arsene Isafaelle, era igualmente "ca- 
valhelreseo", tanto nos riograndenses, quanto entre orientaes. ("Voyage 
a Buenos-aires et Portoalegre, par la Banda orientale, les Missions de l'TJrii- 
guay et la province de Riogrande do sul, de 1830 a 1S34", pag. 535, 53G). 
E noutra ja se tinha firmado a primazia, noje indiscutivel, dos ultimos 
sobre os primeiros: o adiantamento do trabalho, no que concerne as in- 
dustrias dominautes. A "estancia" e a "xarqueada" do Rio da Prata, sob 
o aspecto economico, de modo nenhum podiam ser comparadas as do Gonti- 
nente, onde o trato do gado, o fabrico do tassalho e aproveitamento de 
artigos connexos eram muito inferiores ao que se praticava entre os visi- 
nhos. (Vide, quanto ao de que e preciso prova, o Relatorio do niarquez de 
Lavradio, na "Revista do Instituto"', IV, 481 a -182; " Le mate et les con- 
serves de viande", de Louis Couty, 2." parte). 

Nota a pag. 101, I. 

A referenda de Darwin aos materiaes que ingeria o gaucho, convida 
a pensar no quanto isto deve ter contribuido para a differeneiagao colle- 
ctiva. Nosso organismo, como bem pondera Audiffrent, esta submettido, 
alem da influencia social, a duas sortes de modificadores: o meio pbysico 
o regimen alimentar. ( T ) Ora, se aquelle tinha o imperio que Ja se ex- 
poz, este ainda que nao tamanho, o seu tambem tinha e creio que fol 
grande, na evolugao da raga. "Esta capitania, que se estende desde o 
27° 51" s. ate 33" (diz Saint-Hilaire, tratando do Riogrande), e uma da- 
quellas que a natureza mais tem favorecido. Seu fertil territorio pro- 
duz na parte septentrional o assucar, o algodao, a mandioca, e para o 



V) "Du cerveau et de l'innervation", 462. 



— 316 — 

meio-dia o trigo e todos os fruetos da Europa"; ( s > •■ excellentes pas- 
tagens ahi nutrem incontaveis relranhos; urn lago de 75 leguas (*) c* 
numerosos rios facilitam as communicacoes e fornecem meios de trans- 
ports". ( 10 )i Basta este quatLro, para adivinnar-se, ao latlo da revoKu;.an 
economica, a transformagao que taes circumstancias locaes engendraram 
na anatomia e physiologia do portuguez: as restrictas ra^oes de pao ou 
broa e caldo verde, regadas com abundante vinho, substituirani os eo- 
piosos repastos de exeellente alimentagao animal, corrigidos no que ti- 
litiam de superabundante, pela meliior das bebidas, o nunca assaz decan- 
tado "chimarrao". 

Depois, nao era rica de elementos vitaes unicameiite, a massa au- 
tritiva sollda. A agua da Europa, em geral e pessima. defluindo a nossa 
em murmurosos regatos erystalinos e saborosos; o ar do velfao continents; 
tem defeitos eonbecidos e o do Riogrande, nao stfmente "e o mais puro" 
que se possa respirar, ( n ) comti era elle haurido pelos naturaes em 
maneira favorabilissima. Celebram lioje os hygienistas a vie an grand 
air, faz-se uma actlva propaganda para o retorno do homem, quanto pos- 
aivel, as condicoes primitivas, rompendo-se com todos os inuteis artifi- 
cialismos que tanto compromettem a nossa integridade pliysica. Pois o 
portuguez, que na Europa dormia encerrado nag quatro espessas niura- 
lhas de pedra do seu casal ou herdade, ali, senao repousava debaixo da 
cupula do firmamento sobre os "arreios", em rondas de gado ou no zelo 
do "carijo", nao se dissociava a noute das beneficas emanaeoes do ceu 
americano: occupava a fragil habitagao de estuque grosseiro, talpa ou 
"torrao", e cumieira revestida de couro ou palba, ( 12 ) habitasao que pou- 
co era mats que uma tenda arabe, so muito mais tarde usando-se a tellia. 
O vento atravessava de lado a lado, por Intersticios ou vaos nada exiguos, 
se lhe nao deixavam descerradas as proprias maximas aberturas das pa- 
redes, como teve ensejo de observar Saint-Hilaire. "Fazia multo trio. 
disse, quando cheguei e tinha uotado que todas as portas e as janellas 
estavam escancaradas", o que o levou a registrar que "em geral os ha- 
bitantes do palz soCfrem mais facilmente" do que os francezes, "as inteni- 
perlea do ar. Ha geada quasi todas as noutes, e, apesar disso, tudo fica 
aberto, nao havendo fogo em nenhuma casa (acereseentou), nem mesmo 
algum meid de entretel-o". ( 13 ) E logo em seguida hob certiflca ileste 
habito realmente fortalecedor e endureeedor das creaturas: "Mui com- 



( s ) "Nao quero dizer que o trigo nao cresca tambem nas partes septen- 
trionaes da capitania do Riogrande". Nota de Saint-Hilaiie. 

( 9 ) Da o autor o eomprimento de dous lagos, o dos Patos e o Mirim, 
conjugados por ran canal, que ali cbamam rio S, Gongalo. 

( 10 ) "Apercu d'un voyage dans 1'interieur du Bresil", 359. 

( lx ) Saint-Hilaire, "Voyage dans lea provinces de St. Paul et Sainte 
Catharine", 255. "Apercu", 360. 

( M ) Manuel Lander (Lourengo Junior de Castro). "0 Constitucia- 
nal riograndense" de 11 de marco de 1829. 

<. 13 ) pag. 20. 



— 317 — 

mumente offerecena a nieu guia o pouso nas casas em que me hei detido, 
mas elle. da numeira mais constante, recusa: deita-se coin o pessoal de 
meu sequito perto do fogo, que este acende, fora, para o prepare de sua 
oomida. Estende-se sobre um couro, nao tern quasi nada para cobrir-se, 
e dorme com a eabega nua. Nao e o unieo que se mostra insensivel ao 
frio" todos os viajores que fcenho encontrado fazem a mesma eonsa". 

Ora, de dia, eram consumidas as horas, peios riograndenses, on a "ga- 
lopar ittcessantemente noa eampos" ou no trabafho das lavouras, se entre 
umas e outras Iiavia lazeres, aproveitava-se o descanso no "galpaa" ou 
■'copiar'". sempre desrnunidos de parede a um dos lados, ou ainda sob a 
■■ramada", que nao tinlia nenhuma, sustentada a coberta por quatro ou 
cinco esteios. Por isso, do purissimo ar que exalta o sabio francez, em 
grande parte resuitava "a robusta saude dos habitantes do paiz", que 
tambem apregoa. (**) 
Nota a pag. 95, I. 

episodio transcripto e desses que illummam um scenario historico, 
delle espancando todas as sombras. Patente assaz o que Saint-Hilaire, de 
ordinario tao destro observador, despercebe, porque sujeito a preconcei- 
tos, mais que visiveis, em suas notabilissimas obras. Leia-se, porem. o 
que escreve (pags. 267, 268), ao jomadear pela Cisplatina. — Em S. Jose 
e Rincao-das-gallinhas, deparam-se-lhe guarni<;-oes miiitares, riograndenses 
aqui, paulistas acola. Na prirneira. os soldados, que ''se distinguem pela 
boa compoatura, submissao e calma", o comprimentam sempre que se pro- 
duzem eiicontros, dirigem-se-Ihe com polidez, procurando os miiitares o 
seu commercio; na segunda guarnicao, " nenhum soldado me sauda, ne- 
nhum me fala, nem a mim, nem ao meu sequito", escreve elle, e contimia: 
"Os horoens da Capitania do Riogrande se avantajam no masculo do as- 
pecto, ao de todas as outras capitanias; sao mais miiitares, porem menos 
poUdos: sao menos engenhosos, ha mais rispidez em suas maneiras". 
retrato e de admiravel semelbanca, no que exhibe da natureza exterior; 
quando o psychologo se prommda e que o pincel ou hesita ou falha a seu 
mister. Esquece que nas sociedades de escasso trato, a dignidade natural 
sempre e acompanhada dessa reserva, que lhe parece grosseria. More, 
que teve ensejos de entrar no intimo conliecimento dos naturaes, sustenta 
que "o earaccer dos riograndenses e al'favet e generoso para o forasteiro". 
(Pag. 22). Que nao conseguiu conhecel-os e aprorimdar o retraldo gau- 
cho, aquelle, 6 cousa tao fdra de duvida, que insinua serem "os brasileiros 
em gerai pouco sensiveis a amisade; elles sao pouco expansivos e (diz, 
sempre preoccupado com exterioridades) eu nunca os vejo dar quasi ne- 
nhum signal de alegria, quando, apos longa ausencia, reencontram as 
pessoas de seu conliecimento ou afeigao". (Pag. 454) Ponha-se este juizo 
em frente do de Mor6, que nos frequentou por muitos annos, e se con- 
cluira quanto e superficial. Ao descrever o Riogrande, estampa; "Em 
nenhuma parte e mais (acil conquistar amigos e acbar protecgao em caso 



(*«) pag. 20. 



— 318 — 

de necessidade, desde que o horn-em saiba agir como convem, e que nao 
tenha um caracter pouco sociavel ou excessivas pretengoes". (Pag. 22) ; 
assentando Chaves, aue tambem conviveu largos annos comnosco, que os 
naturaes da Provincia "aao mui affectos aos interesses dos seus ami- 
gos". ( 15 ) — Conheci ainda, e de perto, eu tambem, os soldados de que 
da notioia Saiiit-HiJaire, cuja pintura faz lerabrar una passagem de 
Tolstoy, ( I8 ) De facto, inimigos de fazer a continencia, ate mesmo a 
superiorea gerarchicos, e "pelo geral altivos e independentes", como eram 
em sua quasi totalidade os continentistas, segundo a observagao do pre- 
dito More 1 (pag. 22), quanto limpos e admiraveis na fileira. Os repentes 
de severidade infamante que eram communs nos officiaes das outras ar- 
mas, pouco ou ntmca se -srerificavam na cavallaria, porque, ao erguer o toa- 
go, o superior tinha a consciencia de que a praga de pre trazia sobre os 
rins a lamina que igualava as condicoes, e fazia pagar muito caro uma 
affronta sangrenta. Castigos se praticavam, mas tao sGmente os da or- 
denanca, e estes com uma raridade, de que posso dar uma particular no- 
ticia. O eonsellieiro Leopoldino Joaquim de Freitas, de quern tratei em 
outro lugar, quando era inspector da thesouraria geral em Portoalegre, 
organisou uma estatistica doa individuos que baixavam a enfermaria por 
effeito da chibata ou do golpe de espada, discriminando-os por provincias; 
e affirmau-me que a peroentagem dos l'ilhos do Riogrande era a bem dizer 
nulla, se comparados aos de outras provincias, Convem notar uma eir- 
cumstancia de valor para o estudo de tat assumpto: o pessoal da eavalla- 
ria riograndense era composto de abundantissimo voluntariado; os cor- 
pos, das outras armas preenchiam os claros com as levas do recrutamento 
selvagem, por todo o norte do paiz, quando nao pelas Suburras da Capital 
do Imperio. 

Nota a pag- 147, I. 

Merece traalado que escreve um antigo, a respeito do 1." general 
continentino: 

"Eate espagoso caminho (o que vai de Riopardo a Sta. Tecla) tern 
sido o theatro das facanhas de nosso grande Raphael Pinto Bandeira e 
seu Pai, de quern elle tomou o nome e o exemplo das suaa proezas, Eate 
admiravel Americano, o mais pratico daquelle Continente (a que chamam 
ali vaqueano) tern sido o agoute do Hespanliol, ja atacando-os em corpo, 

( 15 > "Memorias", a 5.*. 

Nao sei aliaz como combine aquelle juizo de Salnt-Hilaire, sobre a 
Iraca inclinacao dos brasileiros (nao excluidos expressamente os riogran- 
deuses), para os sentimentos da boa camaradagem, com um outro, de pa- 
gina 467, em que allude aos ultimos: "A generosidade de muitos" absor- 
ve somuias consideraveis. A bolsa delles esta aberta para seus parentes 
amigos, e dao ou emprestam, com uma facilidade extrema". 

(is) "o chete da "sotnia" e o da "stanitsa" chegaram logo, segui- 
dos de dous cossacos. centuriao era um jovem official, promovido havia 
pouco; saudou elle aos cossacos, que lhe nao responderam em brado, con- 
forme o uso dos soldades — "Tenha boa saude", e alguns at<5 mesmo nem 
lhe retribuiram a continencia". Vide "Os cossacos", 131. 



— 319 — 

ia diminuindo-lhes as forcas nas continuadas prfzas de bestas e cavallos, 
que thes ia fazer nos seus eampos e ainda nas estraneiaa do Rei. Elles 
nao lhe podiam resistir, porque as mais das vezes entrava a invadil-os 
com a sua tropa, por onde parecia humanamente impossivol, que fossem 
homens de pe, quanto mais de cavallo; e quando eram presentidos na mes- 
ma corrida das soltas cavalgaduras embaragava que Ilies pudessem sair a en- 
contro por serem atropelados, ainda no melhor caminho; alem de uma 
bem ordenada escaramuga de particular invencao sua, que ensinou aos de 
sua legiao, e com a qua! somente com 200 homens, no sitio dos pantanos 
do Riopardo, ataeou e se defendeu de 1.600 heapanhoes". — Tenente-co- 
ronel Domingos Alves Branco Muniz Barreto, " Observagoes relativas a 
agricultura, commercio e navegagao do Continente do Riogrande de S. 
Pedro, no Brasil". Manuscripto de Evora, tomo 4.° 

Nota a pag. 104, I. 

A estas observances de Saint-Hilaire, cumpre addir umoutra. Diz 
constar-lhe serem as damas de Riopardo as que mostravam na Capitania a 
cultura das de Montevideo Infelizmente, o naturalista nao se deteve, 
quanto f6ra de desejar, nessa villa, de sorte que o seu juizo sobre a mil- 
lher riograndense tive eu de tracal-o na maneira que seguiu, pois nenljum 
outro autor me propieiou meios de concluir melhor o paralelo que elle 
deixara inacabado. 

Nota a pag. 126, I. 

Urn exemplo, entre mil que poderia citar-se, do bairrismo feitieista 
dos naturaes. 

Kao ha riograndense de boa memoria que se nao Iembre de am va- 
rao por muitos creditos venerando, que uma paralysia parcial recolheu 
de honradissima vida publica, ao lar igualmente puro de uma distincta 
irma, senhora muito do meu respeito e consideraoao: o finado Leopoldi- 
no Joaquim de Freitas, que foi inspector da thesouraria geral da provin- 
cia. Por suas gr&ndes virtudes, notaveis cabedaes de benemerito preparo 
como funccionario de (azenda e valiosos services, obtivera este homem o 
titulo de conselheiro-de-estad'o, quando se aposentou, por motivo de in- 
validez, que em nada lesara a invejavel intelligencia que possuia, culti- 
vada nas letras classicas, e em outras, como poucos de sua era em Porto- 
alegre e como raros nos dias de hoje. Conheci-o ja velho e impressio- 
nou-me, nao s6 a luz de seu espirito, abundante e generosa illustragao, 
como uma philosophica frieza, que nao sei se lhe vinha da tleugma pro- 
nunciadissima, se do trato quasi eiclusivo com os livros; frieza que nao 
conseguiam encobrir uma suave urbanidade e superior benevolencia. Con- 
fiado nesta e attraido pelo convivio proveitoso daquella figura invulgar 
e bem informada, que me forneceu alguns preeiosos subsidies historicos; 
procurava-a sempre que podia e me recordo de um tocante episodio, de 
que me scientificou, ao narrar-lhe um facto entao recente. Asseverava-se 
que um de nossos compatricios, havia muito forgado a permanecer no 
Rio-de-janeiro, ao desembarcar na cidade do Riogrande, beijara commo- 



— 320 — 

vido as areias da praia; e fazendo mencao do incidente, perguntei se 
tinha noticia delle. 

— Nada me consta, £oi a resposta, e sorrindo transmitiu-me uma con- 
L'idencia, que muita extranheza me causou. Surprehendeu-me ella por ser 
o conselkeiro Leopoldino o que se poderia definir uma natureza despro- 
vista em absolute de toda e qualquer sensillerie, o que nao quer signifi- 
car que o fosse de uma boa, sa, forte sensibilidade, como se vai v**r. 

— Folguei com o caso, disse, porque me trouxe a mente uma remi- 
niscencia da mocidade. Quando fiquei destacado por muito tempo, na 
pagadoria sita tia cidade de Montevideu em consequencia da guerra, ao 
regressar para a provineia, a cavallo, transposto o Quarahy, tal era a 
ininlia saudade e tal o meu transporte jubiloso, que deixando os "arreios", 
me ajoelhei, osculando o chao. A pessoa de quern se conta o facto de 
agora, podc allegar um sceptico que fdsse inspirada pelo desejo de fazer 
publiea exbibiqao de amor a terra: eu, porem, pratiquei o mesmo, depois 
de ter olliado em volta de mim e de estar certo que ninguem me avistava... 

Jam tandem, Italiam ftigientis prendimus oran, houvera accrescentado 
o dehtro latinista, se as expressoes da fabula pudessem acaso traduzir as 
gi'aiidea commocoes civicas da alma de um sereno pensador, qual era 
esse, abalada pelo reencontro com as doces paizagens nativas, nunca es- 
quecidas, — e inesqueciveis! ( 1D ) 

Nota a pag. 112, I. 

Na Argentina, os '•uuitarios" raspavam o bigode, aparando a barba, 
na forma da primeira letra do nome do partldo; os "federaes", matiti- 
nliam o bigode, conforms decreto do general Rozas. Os republicanos do 
Riogrande do sul, em (feral, o faziam suprimir, conservando uma pera, 
que usava entao Bento Goncalves. Dahi por vezes appellidarem "bign- 
distas" aos servidores do tmperio. Isto, entretanto, era um costume de 
orsgem exclusivamente popular. governo decretou, primeiro, o tope 
nacional (decreto de 6 de novembro de 1836), e depots, o laca republicano 
(vide Annuario do Riogra~de do sul, VIII, 198 e XI, 198). A adopcao do 
uitimo occorreu em data que desconheco; coneluo ter-se dado, offlclal- 
mente, de um despacho de Almeida, no "Povo" de 30 de marco de 1839. 

Nota a pag. 114, I. 

Empreguel neste passo uma imagem que, depois de estampada, me 
pareceu de Byron. Verifiquei, porem, que e mui diversa a delle, que se 
me figurara analoga (vide em suas obras, Parisina), Positivamente nao 
e de naaravilhoso poeta; entretanto, como persiste a duvida de que me per- 
tenea, aqui deixo a presente advertencia ao leitor. 

Nota a. pag 

Passou ao texto a materia desta nota. 






(**} Saint-Hilaire, "Voyage dans les provinces de St. Paul et Ste. 
Catharine", 225. 

( 1S ) "Apergu", 360. 
(is) "Eneida", VI, 61. 



— 321 — 

Nota a Pag- 165, I. 

A memoria cit -* diz 9 ue Pedroso, "fiel vassallo de s. magestade" no sul, 
■morreu de bexJgas, no posto de teuente-coronel". Doa tres princlpaea con- 
quistadores de Miasoes, dous acabaram a vida obseuramente. De enfermlda- 
de aquele; Juca Borgea afogado na traveasia de um flumen ralano. Doa tres 
heroes o que durou mais foi Gabriel Ribeiro, que Aurelio Porto, aeu iuzido 
neto guinda a altura de primus inter pares. Impresaionou-o, de certo, o que 
consta da memoria avoenga mandada a Lisboa. Aa de Pedroso e Canto, ae 
bem nao houvessem conaeguido um escriba tao destro, deixani em clara luz 
o papel de cada um e o que registram e o que as nossaa tradic5es repetem 
uniformeH. Estava quasi em olvido total o valente, glorloso curitybano, 
quando o dr. Hemeterio Velloso da Silveira por assim dizer lhe exhumou 
a figura do tumulo, eatampando a memoria sobredita, com os innegaveia 
services do caropanhista. Canto e Pedroso, mais felizes, na que ja cha- 
mei de "terra do esquecimento". — Vide "Noticias de Missoes", no Mer- 
cantil. deeada de 80. 

Nota a pags. 108 - 231, I. 

Maravilhoso espirito de observagao revela o famoso scientista, falho 
apenas aqui ou ali. Ycrbi gratia, ao dar as rasoea que attribue ao dea- 
habito de emigrar. Mui fracas! Caso e de perguntar-se-lhe, por que nao 
iam para Entre-rios ou Corrientes, para Lages ou Curitybanos, e sim, 
para a Ban da oriental. Mereee reparo tambem o que exara acerca da 
indifferenga doB extremeniios, pelas artes plastieas. Esqueceu-se de que 
havia observado e regiatrado felizes manifestagoes de pendor ou aprego 
a ellas, em Viamao, Portoalegre e Riogrande, (- ) Se acaso se quiz re- 
ferir partieularmente a gente da campanha, ainda moatra que nao viu 
bem ou nao teve ensejo de v£r. Entre os homena surgiram con- 
summados artifices em ourivesaria, que as pragas do Uruguay prefe- 
riam a quaesquer outros; ( 21 ) o lavrado nas ehamadas "cuias" attingiu 
por vezes a perfeigao, ( 23 ) e a "tranga fina" deixou de ai obras primas, 



( 20 ) Nao foi sdmente no relato de um sarau. alhures transeripto, 
que Saint-Hilaire exaltou a belhi disposicao doa naturaes, para a cultura 
esthetica. Depois de contemplar a igreja de Viamao, que o surprehondeu, 
pondera que "se pode julgar pelos templos do Brasil, do que seria capaz 
este povo, se dispuzesse de meios de itistrucpao multiplicea, e alguna bona 
modeloa sob os olhos" e reconliece nuan inl'eriores as igrejaa das villas 
do interior da Franca. "Nao devemos concluir dislo. itermina) que o 
sentimento avtistico e mais cnmmum e maior noa braaileiros, do que o 6 
entre mis, e que se elles se entregain um dia a cultura, custar-lhes-a me- 
nos trabalho e eslorco?" Pag. 21. 

( 21 ) Aliaz uma arte nova, porque severamente prohibida. Cesaou a 
interdiccao apenas em 1815, pelo alvara de 11 de agosto, segundo Antonio 
da Cunha Barbosa, ("Aapecto da arte brasileira colonial", na "Revista do 
Instituto", LXI, 1." parte, 134). Com rasao celebra elle (138) objectos do 
Riogrande do sul, "admiravelmente trabalhadoa em prata", dizendo que 
"nesse genero ninguem o excedeu no bom gosto, riqueza e feliz execuc&o". 

(**) Cit. Cunha Barbosa, 138. 

1 ] — 6," Vol. 



— 322 — 

de nitidez e acabamento cninezes; ( 23 > entre as damas, o bordado a seda 
em xaireia e outros adornos disputaria o renome ao mellior da Europa: 
no trabalho das rendas ('-*) e piques eram eximias. {^) Mao e por, cer- 
to unicamente em laborar estatuas ou quadroa ou monumentos archite- 
etonicos, que um povo se revela amoroso ou capaz da arte: mais 6 em 
nao esquecel-a, naqulllo a que de commum se applica (ou naquillo a que 
se applica, em virtude do imperio da3 circumstaneias que o dominant!) , 
do que em pratical-a com abundancia e variedade, taea quaes as pratlcam 
todas as communidades que seguem mais de perto os modelos ou tradicoes 
classicas. A arte de construir, ( 2a j de axaroar a madeira, a de piutar, 
foram a principio eultivadas no Imperio do sol nasceate, pelos operarios 
estranjeiros, vindos da China, atravez da Corea, como os que introduziram 
a esculptura, uos tempos budhicos. ( 2T ) Quer isto dizer que os ama- 
rellos de oeste possuam mais sentimento artistioo do que os de leste? De 
modo nenhum. Se observardes com attencao uma pobre casa japoneza, 
deacobrireis, no modo de dispor um mesquinho jardinete, por vezes um 
simples grupo de arvores ou uma so plantinha, que no fundo da alma de 
qualquer subdito do mikado palpita um atomo de poesia ou revoa um 
pensameuto artistico. Com uma existencia muito interior, muito caaelra, 
tudo o que o eerca lhe merece attengoss, e como e escasso de meios e por 
isso impotente para estabelecer-se com o fausto dos ricos, as inclinaeoes 
ae Itie revelam na policia da morada, que e um mimo de aaseio, erguido 
all a dignidade de uma arte apuradissima. Por igaal, o gaucho, que vivia 
ao ar livre e sobre os "arreios", o gaucho, que tinha no corsel pomposa- 
meiite "aperado", o sen palacio de fadas, era nelle que exhibia as preoc- 
cupacoes artisticas: "a predilec^ao que manifests, o riograndense por seu 
cavalio nao se limita a admittil-o como companheiro inseparavel; elle se 
occupa tambem em adornal-o, como ja o mostramo3", ponderou Dreys, ( 23 > 
restringindo a isto os sens reparos. Mas, acerescento eu um outro, e e 



( 2S ) Refiro-me a tranca elaborada com soguilhas ou "tentos", del- 
gadissimos destacados do couro cru e secco, por meio de uma faca de 
corte igual ao de uma navalha. 

(") cit. dr. Cunha Barbosa menciona os crivos, que causaram ad- 
miragao aos jesuitas. Nao eram so trabalhados em Missoes e sim em toda 
a Provincia. E' verdade que o particular as missioneiras devia ser o mais 
primoroso, a julgar pelo que hoje ainda se ve no Paraguay, onde o inhan- 
duty {tambem cultivado no Riogrande, em Cima-da-serra) constitue ma- 
nufactura de inexcedivel bom gosia e verdadeira perteicao. 

( 35 ) De sua habilidade no mister de tecedeira, lede o que diz Saint- 
Hilaire, em referencia a uma viuva: "Esta senhora estava occupada em 
fiar a la para razer desses ponchos grosseiros que dao aos pretos e que se 
empregam ao mesmo tempo a guiza de xiripa, Ella mostrou-me tambem 
um pouco de tela de linho, perfeitamente fabricada. O linho fora colhido 
em suas proprias terras, fiado e tecido na casa". tPag. 127. 

(26j Ferguson, "History of Indian and eastern architecture", II, 486. 

( 2T ) Chamberlain & Mason, "In Japan", Hamdbooli, 56, 59, 60. 

( 28 ) Pag. 169. 



— 323 — 

que o generoso animal era para elJe quanto a arte, aao so um alvo, tam- 
bem um meio : o meio de praticar a grande pioaria, a equltagao magis- 
tral. Objectareis que nao ha no que escrevo vislumbre de incIinagoeB 
estheticae? Pois ctrcumvagai os ollios e diaei-me se apparecem as mea- 
mas regras e effeitos em todos os povos tavalleiros. . . Nas "vaqueja- 
daa" do norte, o mattuto, fincado ao lombo de um animal, parece que se 
Ihe adhere por invisiveis parafusos; e senhor do "bicho", como uaa pro- 
clamar, seguro de sua firmeza. Nao pode haver, todavia, nada de manos 
hello e gracioso, do que a sua figura, de estribos ao atto e espinha reeur- 
vada! Dreys, a quern ja me referi nesta materia, reconhece que o pau- 
lista era destro na sella, mostrando, comtudo, "no cansago de todas aa 
ftSrmas", ( 29 ) Que lhe faltava algo do que sobrava no riograndense, e 
observarei que era a boa escola da elegancia e gentileza, — precisamente 
o que d&va ao officio de montar as gra?as e os requintes da arte. 

Superficial tambem e a obaervagao do egregio sabio, assentando no 
parullelo do mineiro com o riograndense, absolnta ser a incuriosidade do 
ultimo. Saint-Hilaire, positivamente nao soube penetrar atravez daquella 
capa de apparente mdifferenca, que acompanhava a gravidade do gaucno, 
em face do forasteiro, sobretudo, de um da ordem do illustre escriptor. Ao 
contrario do que registrou, sabtdo e que todo bomem apressado fugia das 
casas, porque era vivamente solicitado a demorar-se, em palestras que fin- 
davam noute alta e recomecavam com o dia, entremeadas de infinitas 
psrguntas a respeito de tudo que pudesse informal-. 

Nota a pag. 170, I. 

Esta imprecisao nas raias occorria, tanto ao sul, quanto ao norte e 
persiste em parte ainda hoje. No que a. isto eoncerne, o autor, em suas 
pesquizas (esta nao poude ainda aprofundar e a recommenda a outros cul- 
tores da bistoria continentina), deu com um mappa do sul do Brasil e do 
Prata, do arch." do conselho ultramarine com uma interessante novidade, 
Figura o governo do Riogrande ate a regiao do Ibituruna. Id est, ia at£ 
o moderno Parana. Traz estes dizeres: de 1811, Jan." 18, London, Soho 
square 10, editou A. Arrowsmith. Nao tern nome do autor. Esta agora 
em sala da bibliotheca publica de Lisboa e e na mesma a carta parietal 
n.° 168, armario H, prat." 3/ 

Nota a pag. 250, I. 

A derradeira menrao que fazem, de Vieira, os autores platinos quo 
conheeo, firma haver elle pertencido ao numero dos offieiaes que, por 
dissideneias ulteriores com Artigaa, passaram a Buenos-aires. Consta-me 
alguma cousa maia. Vieira serviu na Argentina, com a graduagao de 
coronel, ate 1825, anno em que deixou o servico da Confederacao, apre- 
sentando-se as autoridades do Imperio, que lhe deram posto nas linhas de 
defeza da Colonia-do-sacramento, onde "se recommendou por sua boa con- 
ducta". Ahi foi ferido, como registra uma relacao assignada pelo offi- 



(*») Pag. 169. 



— 324 — 

cial-maior da secretarfa militar de Montevideu, em data de 7 de abril d» 
1825. (Vide "Imperio do Brasil", de 13 de maio de 1826, collecgao no 
arch, do aut.). <") 

Nao eei explicar documentadamente porque agin qua! acima exponbo. 
Affirma-se na folha mencionada que "nao quiz permanecer naquella Re- 
publica, por ser portuguez, e passon para esta Provincia" (a Cisplatlna). 
Ha confusao. Vieira era riograndense: presumo que o seu proceder tenha 
obedecido a causa que vou expor. Pouco antes e pouco depois do rompl- 
mento de hostilidades, o exaltamento publico foi extraordinario em Bue- 
nos-aires, mostrando o povo a sua ira, pelos modos mais offensivos e 
deprimentes. "Portuguezes", intitulavam ali os filhos do Imperio, a mo- 
do de insulto, e de certo Vieira a isso alludiu, afastando-se, depois de 
algum grande vexame, que o melindrasse profundamente e o predispu- 
zesse a ir fazer causa commum, com os compatriotas. Que nao foi mu- 
danga nas ideas, tiro certeza do facto que, ja velho, prestou o seu concurao 
ao governo republicano de Piratiny, em cuja eomarca habitava, depois da 
paz de 182S; concurso attestado por estas pecas do meu archivo: cit, 
officio a Almeida, outro a I. Guimaraes, de 10 de abrii de 1840, o deste a 
C, Campello, de 11, e o "Noticiador", de 2 de julho de 1834. 

Nota a pag. 260, I. 

Registro as consequencias do systema de guerra firmado pelo general 
Artigas, nos acontecimentos da Provincia brasileira, sem formular sobre 
eile o men juizo, que occorre em outro volume. Nao e demais assigna- 
lar aqui mesnio, entretanto, que as tropas que ameacavam a autonomia 
do povo oriental, se nao iniciaram, praticaram a guerra barbara, que Ar- 
tigas inaugurou, o que foi urn grave erro de sua parte. Isto, porem, 
conatitue materia debatida alhures com a precisa opportunidade e onda 
se verificara — nitidamente — que pode caber contra o chefe dos orien- 
taes a critica de patriotas platinos; a nossa, de modo nenhum, porque 
incorremos nas faltas que lhe imputam os historiographos brasileiros, sem 
terem, as nossas, a descuipa ou attenuantes de que estao acompanhadas 
as do grande lutador gaueho. 

Nota & pag. 286, I. 

Eis aqui um depoimento contcmporaneo, em correspondent para 
a Cdrte: 

"Quando o burro anda na nora deligente e presto, inda que obrigado 
pelo relho, se algum pergunta ao dono que tal vai, esto dira que optima- 
mente, porque a dor das vergalhadas o burro e que as sente. mesmo 
succede entre o povo e o governo desta provincia que certamente ha de 
ter dito a s. a. r. que tudo por ea vai bem, pois saiba o sr. redactor, qne 
nao 6 assim; nao quero falar dos sensatos para com o povo que para, isso 
nao me faltara oecasiao, porem queria que vm. lhe perguntasse de la, ja 



( 30 ) Tambem consta de Theotonio Meirelles da Siiva, , "Apontamen- 
tos para a historia da marinha de guerra brasileira", III, 101. 



— 325 — 

que eu de ca nao posso porque tenho medo do vevgalho, que motivos ti- 
veram ss. excellencias para deporem violentamente, e com escandalo, ao 
general Saldanha quando este ha muito tempo Ihe pedia amigavel demis- 
sao, e com a maior franqueza e hernia? Porque se deixaram suprehender, 
e illudir, de una dos seus membros, a quem de seu livre arbitrlo fizeram 
Dictador na provincia, iniringindo a Acta da instaliacao do governo, con- 
firmada por s. a. r.? Acaso pareceria a suas excellencias alguma asneira 
o que o povo e tropa estabeleceu naquelfa Acta? ou persuadem-se que tem 
autoridade para fazerem o que quizeram?" 

"Sr. redactor, os taes excellentissimos ainda nao ha muitos dias que 
para deseompor a junta de fazenda e fazel-a obedecer, agarraram-ae a acta 
da instaliacao do governo, como carrapatos em corpo eabelludo, porem 
agora, para arbitrariamente fazerem ao seu. vlee-presidente, general 1 , sendo 
elle inspector, presideute do governo, da junta da fazenda, e eheie da 
relacao criminal, nao estiveram com ceremonias: ora, se isto e Consti- 
tuicao, eu desejava antes voltar para o despotismo, para nao ver este 
nome sagrado, Insultado por uma maneira tao atroz. Sr. redactor metta 
la esse bico de obra nas suas folhas e faga-Ihe suas reflexoes, respeito a 
uionstruosidade politica de quererem. um governo liberal, tendo este por 
cheie o commando da L'orca armada e mais uns poucos de officiaes ge- 
neraes, que mais parece urn conselho de guevra, que um governo civil. 
melhor, para minha opiniao, era s. a. r. mandar supprimir os governos 
cujos membros tivsssem falta de dignidade, caraeter, e energia como este, 
e era escusado gastar-se seis ou sete contos de reis, porque o seu presi- 
dente e bastante para fazer o que elles todos juntos iazem. — Portoalegre, 
1." de setembro de 1822". (Vide "Correio do Rio-de-janeiro", de 8 de 
outubro). 

Pondo de parte o que ha de aggressive e pesaoali nos juizos do mis- 
sivista, nao se pode desconhecer que tinba rasao no que diz quanto a at- 
titude pouco liberal que toi observada, com a saida de Saldanda, da junta 
governativa. Como Saldanha, outro foi victima do exclusivismo da pre- 
dita corporacao. Allude-se ao tribuno do povo nas jornadas constitucio- 
naes desse anno. Tinha deixado de existir a 21-1-24. Pois bent, em tao 
curto interregno se viu perseguido "por suas opinioea politicas" e deater- 
rado para a Corte, de onde voltou "por ordem do imperador", — o que e 
indicio de que se procedera contra elle, com injustiga e tvrannia, (Vide 
Homeni de Mello, "Indice chronologico", 136). E isto sem falar no que 
houve de mais grave e deu motivo a uma energica resolucao da assem- 
blea constituinte. , . 

Nota a pag. 296, I. 

Curioso e notar o que objecta o "Imperio do Brasil", orgao official, 
a certa passagem do "Grito da rasao", folha opposicionista. 

"Uma multidao consideravel de escravos, mandados vir de Africa 
(observa a segunda), entra diariamente nos nossos portos, Os quaes pa- 
recendo a primeira vista mui necessarios para o progreaso da nossa agri- 



— 326 — 

eultura, e um grande mal que introduzimos entre nos, a custa de multoa 
sacrificios, e crimes, sobre o quS ja ha muito se deveria ter dado algumas 
providencias", Qbservai agora o que oppoe as previaoras advertencias 
de um patriots esclarecido e de um nobre ethnico o tardigrado dogmatis- 
ms slaa altaz efosses conservadoras, cujob oraculos saiam a publico, em 
paginas da tribuna do governo. O "Imperio" reprova "a grita contra a 
introduceao de escravos, havendo a experiencia jd mostrado que nenhuma 
antra casta de gente, A excepgdo da africana, podcrd supportar a influen- 
eia do clima do Brazil, tao analogo ao da Africa. Os europeus perdem 
suas fortius debaixo do nosso ceu abrazador, e se nos vtsaemoa em. circums- 
tancias de chamar oa seus bragos, que vantagens tiraria a agrioultuni 
brasUcira, sendo precise hal/ituar on europeus a trabalhar em um terreno, 
euja superficie e tao desigiial ao da Europa; a dar-lhes um alimento igual 
ao do sett pale; e a offerecer-lhes emfim um salario em, proporcdo ao da 
Europa?" (Vide n." de 8-XI-24). E sao eatas camadaa aociaes que em 
todo tempo (hontem, como hoje) pretendem a fina forea impiantar no 
espirito alheio um cego respelto a competencia de que so reputam inves- 
tidas, para o digno meneio doa negocios collectives! . . . 

Nota a pag. 307, I. 

Que a emancipaqao eatava felta, aa forma que disse, nol-o confirma 
o mais iususpeito dos depoimentos, o do valido e amlgo intimo do im- 
perador : 

"Aqui parece-me dizer (escreve o Chalaga), pelo que set, pelo que 
ouvi a s. m. i. em occasioes em que o seu coracdo se abria no centra da 
sua familia, pelo conhecimento que tenlio de seu grand e carscter, e sen- 
timento, que o mesmo senftor nunca nem levissimamente, deu caMda d 
idta de vh; por sua espontanea deliberacdo, a desobedecer a seu augusto 
pai. Tern havido quern, aeguindo os dictames de uma desaffei^ao parti- 
cular, accuse s. m. i. de "se haver levantado com o Brasil", faltando aoa 
deveres de fiibo, e de delegado do poder real. E' falso tudo quanto se ha 
eacripto: s. m. i. nem faltou como filho, nem como delegado de seu au- 
gusto pai; s. m. i. viu, a nacao brasiteira" "em- perigo de desapparecer, 
victhita de discordias intestinas; viu que a opposicdo, qitalquer que ella 
fosse, que se fizesse a tendencia universal dos povos, poderia retardar du- 
rante Inezes o termo da independencia ; mas evital-o nao". "Muito tempo 
eateve s. m. i. em duvida sobre essa mesma tendencia geral das opinioes; 
e emquanto por experiencia, por seus proprios olhos, nao viu ser impos- 
sivel manter a unido national entre os reinos do Brasil e Portugal, obe- 
deceu lealmente a seu augusto pai e soberano". — Vide "Memorias offe- 
recidas a nacao brasileira, pelo conselheiro Francisco Gomes da Silva", 
19, 20. 

O autor em questao, que alem do titulo que menciona elle proprlo na 
Eolha de rosto do livro, mereceu do seu imperial amo as commendas da 
ordem de Christo e da Torre e espada, as insignias de cavaileiro e digni- 
tario da do Cruzeiro; o autor, ainda a paginaa 25 e 27, attesta que indo 



— 327 — 

a S. Paalo com o principe regente, verificou este quanto ahi dominava : 'o 
sentimento da independencla. Sua magestade eonheceu que tal era a 
geral dispoaigao dos animos; e durante esta viagem teve occastao de des- 
enganar-se, ate pelo due tocava a outras provincias DE QUE ESTAVA 
CHEGADO TEMPO DE PERDER-8E DE TODO O BRA8IL, ou de .s-. 
m. o salvar da ruina, COXSTITUINDO-SE SOCIO EM 8EVS DESTIN08, 
que ju nao podium ser os da nageio portugue-za" . " : Proivwncia&a como es- 
tava a opinido geral. OS DOVS POVOS DEVIAM SEPARAR-SE; era est© 
o uuieo meio de poderem continuar amigos". 

Nota a pag. 333, I. 

Corresponde o que se vai expor, a um curioso episodio de miahas 
pesquizas no sul. Achava-me na estancia do nomeado procer, em busca 
de informes, quando me lembrei de ler-lhe Ayaripe, pondo em regiatro os 
coinmentarios do aneiao. Volvia eu aa paginas, dividindo a atten<jao entre 
a obra versada e o que apanhava, aqui, ali, da bocca veneranda. Em 
certa passagem, algo occorreu, porem, que fez subir de ponto a descon- 
tlnuada quanto commovida audigao do adolescents: leve sorriso de be- 
nevolo desdem frisou os labios do tenente-coronel farrapo, ao tempo que 
os repousados olhos verdes se aiiimavam de tenue fulgor, e a chamma 
intima fugaz lhe diluia as tintas da rosa, na face, — alva como a doe 
teutoes do cyclo de Siegfrid, "esses gloriosoa e bona cavalleiros", "que 
praticam a honra e aa virtudes, o mais que e poaaivel, tal qual agiarn 
todos os seus antepassados", e tal qual era coatume no contlnentista de 
que falo, e nas geragoes a que pertenoia. ( 31 ) Recordo como se o contem- 
plasse agora, meditativo a renairar para a aua esquerda, o desdobramento 
das coxilhas nataes, que das cercantaa da caaa, sita em um alto, progri- 
dem para nascente, como para poente, e de sobre aa quaes a relva, ora 
em um aentido, ora em outro, vai estendendo aa verdes telas oudeantea, 
que se mesclam alem com o setlm do horisonte azuli turqueza. 

Inquiri da causa de seu ineomprehendido gesto. Meneou a cabega 
(a que tinha sobrepoato um gorro, que dava ao seu typo una longea do 
perfil garibaldino), agitando-se-lhe brandamente aa longas mechaa de ca- 
bello branco, que desclam por sobre os ouvidos e fontes do patriarcha. 

A passagem era aquella em que o historiograph o imperial, a qtem 
devemos o instimavel servigo de provocar entre nds uma como renas- 
eenca dos estudos relatives a Revolugao, escreveu que faltara a esta um 
ideal politico. A minha perguuta, Felicissimo Martina responded com 
esta referenda a Araripe; ''Nao sabe o que diz; eu era republicano des- 
de 1817". (32) 



(M) "Niebelungen, canto XX. 

( 32 ) Muito justificado o desdem de Felicissimo, pelo juizo do es- 
criptor, que, de facto, ou se mostra contradictorio ou apaixouado, quando 
trata deste aspecto da Revolugao, que aliaz viam bem nitidamente, outros, 
no proprio tempo, como se verificara do que estampava o -'Diario do 
RiO-de-janeiro", seguro aprego dos acontecimentoa do sul: "No Riogrande 



— 328 — 

A meueao do supradito anno agucou a minha curiosidade: "Por que 
dia 1817?" — "Eu lhe conto", disse, e fez-me uma breve historia de sua 
vida, que aqui resumo ainda mals. 

O pai o destinara a carreira do mar. Entregou-o meninote ao capt- 
tGo de um barco, que abria velas para o norte. Com a contrariedade das 
brisas, demorada foi a navegacao; lancando o fen*o no porto do Recife, 
encontraram, os de bordo, novas mui extraordinarias. Thiha havido uma 
revolugao em terra.; fora vencida; lain executar os eondemnados. ,jo- 
venziabo desceu do escaler a. praia, no momento aigido da reaceao tu- 
riosa : affirmou-me Felicissimo Martins ter avistado com horror, nas por- 
tas da cidade, tiras long&s de carne, cortaflas no corpo de republicans, 
e fixas em pregos, corno exemplos, afim de se eorrigirem no povo as ten- 
deueias revels; affirmou-me ter assistido ao enforcamento dos patriotas, 
■coma a outras atrozes barbaridades. . . "Deade entao, aborreci a monar- 
ehtal" foram as palayras com que rematou a sua perturfoadara e interes- 
sante narrativa, o fazendeiro riograndense. 

As confidencias continuaram, apds, asseverando-me elle, que se oa 
argentinos nfio interviessem no Uruguay, em a campanha de 1825, o Rio- 
grande se a'sfjaria em avmas, tazendo causa commum com os orientaes; 
e que ate mesmo depois, fora provavel a adhesao as bandeiras republica- 
nas, se uns e outros nao commeiessem atropellos deshumanos, violen- 
cias despropositadas. 

Nota ft pag. 361, I. 

Nao se considers illogica a grande coleva que pinto, com as depre- 
dagoes orientaes, e o estado de alma subsequente. Os mestres de latitn 
ja vulgariaavam por essa epoca, aquella do moralista, ensinando que nos 
cumpre soffrer, sem queixas, o mal de que demos exemplo. Sua qv-Uqwe. 
exempla debet (f.quo aninto pati. ( 33 ) Se os clamores foram grandes, an- 
tes que a rasao advertisse aos riograndenses, serein essas as consequen- 



pleiteiam ba dous annos, o throno covistitucional e a democracla". (N.° 
de 16-11-38). E nao o so no que a isto concerns, que o referido chrri- 
nista se revela insuffieiente ; a par do que expendeu o "farrapo", eu 
posso dar a ler o que me escrevia um "caramurii": "Recebi o livro que 
me remetteu, escripto pelo Araripe, livro por mim visto quando foi pu- 
bllcado; mas, que pouco li, por ficar admirado de ver escriptas tantas 
inexactidoes". (Joao Luiz Gomes, Carta de 5-IV-95. Arch, do aut.). 

Em verdade, em tal numero sao ellas, que me recordo de o haver 
assigiialado pela seguinte f<Srma, em episodio de minha. adolescencla. Fa- 
zendo resaltar os meritos da Revolucao, em palestra com Miguel Lemos, 
este me Iuterrompeu seccamente, com a embofia de superhomem, mui 
commum nos "sabedores" positivistas e que neste sobrexcede a de todos, 
pela attitude com que soe inculcar a sua autoridade sacerdotal: "Leia a 
monographia de nosso compatriota Araripe". Ao que foi retorquido acto 
contimio: "Ja li ha muito. A essa posso eu refutar, com os proprios do- 
cumentos que consigna em appendice". doctor in cunctis nao insistiu, 
porque nao admitte discussoes: ensina e exemplifies, unica e exclusiva- 
mente. (Nota de 1915). 

( 33 ) Phedro, Fabula 26.', livro I. 



— 329 — 

etas de anteriores iniquidades; por fim ouviram elles os brados da eons- 
cieneia, com especial idade quando aos seroes relembravam os provincia- 
nos que nada mais padeciam do que a razzia projectada pelos maig cons- 
picuoa representantes do exercito nacional, como ainda nolo certifica, 
para diante, uma nota iuclusa neste appendice. 

Nota a pag. 379, I. 

Nao ha severida.de no juizo do martyr. Leia-se, depois do decreto de 
7-III-25, o de 27-11-27, e resaltara em plena luz a impiacave! natureza do 
pai de Pedro II, que em nada se assemelhava ao filho, o egregio principe 
durante cujo longo reinado a pena de morte nunca teve execueao, tamanha 
era a inisericordia do soberano, que hoje todos Yeneramos. Resa assim, 
o acto governativo: "Nao se fazendo dignos da minha imperial clemencia, 
reus que foram convencidos do horrendo crime de rebelliao contra o 
systema do governo monarciiico constitutional estabelecido e jurado neste 
Imperio, hei por bem, tentlo otrvidQ o meu coivselho de eatado, que as 
senteneas proferidas na commissao militar, que mandei crear, por de- 
creto datado de hoje, para a provincia de Pernambuco, sejant immedia* 
tamente executadas, sem que primeiramente subam A minha imperial pre- 
sence., MO OBSTANTE ARTIGO t," DA LEI DE 14 DE SETEMBRO 
DE 1826". B tratava-se da misera convmocao de Afogados, sem importan- 
cia nenhuma! . . . 

Este livro nao pretende ser nem uma parcial apologia dos revolutio- 
naries riograudenses, nem um implacavel anathema contra os que inili- 
tavam em campo opposto. Da mesma sorte se conaerva ciesapaixonado 
em tudo que se refere ao principe que uns certos autores de romance 
historieo se afadigam por pintar como corrido de entre noa, com aur- 
preza e "desapontamento", pela nagao, quando os vates por toda a parte 
eelefrraram, com iutradazivel alegriu, a grande epoca assim comec&ia... 

Outra vez sabre as plagas deleitosas 
Do Hemispherio brasilioo assomaram 
As que nossos Avds tanto invejaram. 
De Rhea e de Saturiw eras ditosas! ( 3i ) 

Em tudo que digo, porein, acerca do imperador dom Pedro I, nao 
me esqueso nunca, ao julgaUo, que oe arcabUEamentos, mortes por asfi- 
xia, massacres, communs no sen tempo, se veproduziram em maxima es- 
eala sob a RepubHca faraosa, de cuja creagao, em uma noute historica, o 
seu magnanimo filho disse que noa haviamos de arrepender. Se me pro- 
nuncio em eatylo indignado contra o monarcha, primeiro, e porque nao 
posso veneer, hoje, a minha fndominavel aversao aos brutaes processes 
da tyrannia, tenha ella coroa ou gorro phrygio; segundo, porque isto me 
impoe o methodo que Joi adoptado. No trago de uma obra historica, ha 



(**) "Correio da liberdade", de 7-V-31. Colleccao no arch, do aut. 



— 330 — 

duas cousas a attender; o que chamarei a exegese pura e a interpretacao 
pessoal do escriptor. Na ultima, formula o iuizo que ob factos merecem 
no tribunal de uma consciencia isempta de honesta; na outra tem de 
agarrar-se a elles como o escrupuloso actor dramatico, que represents 
scenas de uma sociedade que jii nao e a sua ou que nunca foi a sua. Se 
no segundo easo a virtude por excellencia e a imparcialidade, o ramo de 
ouro da arvore consagrada, que propicia ao investigador estudioso o feliz 
aecesso ao mundo tenebrosissimo dos extinctos e o ineolume retorno ao 
mundo dos vivos; no segundo caso, o da exegese pura, a virtude primacial 
tem de ser essa ainda, mas, nao so. Essa, acompanhada de outra, porque 
trabalhar com ella sosinha, iora, como tliz GaspaT Fructuoso, erguei- "edifi- 
cio sem fundamento, telhado sem paredes", ou por-se a cata de "folha sem 
tvonco, rama sem raiz, potpa sem ossos, carne asm uervos, musica sem cum- 
passo". (**) Essa virtude e a de incorporar a si a essencia das ideas dos 
personagens descriptos, as ideas e seus moveis, as paixoes com que en- 
traram e agiram ou deaejaram agir no drama historico, em summa o que 
poderia exprimir com o delicioso Machado de Assis, "os pensamentos idos 
e vividos", como, por igual, o metro por que medirafti, estimaram on 
apreciaram os contemparaneos e os successos coevos. 

Noto que os inodernos escriptores se mostram zelosos na pratica de 
uma severa equanimidade critiea, daquella primeira espeeie, mas que a 
da segunda, nao os preoccupa do mesmo modo ou de todo lhes pareee 
indifferente. . . Ouqo dizer; como pretendes arrastar o grande- Caio Julio 
ou o extraorduwrio Napoleao Bonaparte ao teu pretorio, sem exame 
das circumstancias que tornam urn e outro incomprehensiveis ao teu cri- 
terio, florescendo tu em tempo alheio a ellas? Perteitamente, eis um 
eii-o que se nao toleva mais, em quern aspira ao papel de historiador. 
Isto, corntudo, e apenas veneer um dos obstaculos; e estoutro: como pre- 
tendes sentenciar nos autos de uma epoca remota, sem te identificares 
com ella, sem conheceres a fundo os motores do rithmo que haja tido o 
movimento das cousas e a economia moral em que se fecundou o com- 
plexo cuja trama vaes fixar em memoriae ou annaes? De que serve, 
por exemplu, — ua mencionada pesquiza, bem entendido, — saber-se o 
que pensas hoje, com todos os dados de um seculo de erudicao, de que 
serve exclusivaniente saber-se a tua theoria individual sabre Pedro I? 
No computo, digamos, das forgas de pressao que contribuiram para 
accelerar a tendencia a um movimento revolucionario no Riogrande do 
aul, o que importa conhecer, nao e a tua, 6 a theoria dos descontentes 
daquelle tempo; se se trata do sujeito entao imperante, o que importa 
6 o perfil com que lhes apparecia o monarcha, e o eoncurso que a in- 
fluencia desse. nao de outro perfil moral, poude ter naquelle phenomeno 
de ordem collectiva. modo como encaravam a pessoa e a accao do che- 
fe do Estado e o que importa no estabelecer o processo historico; o que 

( 3:1 ) " Reminiscencing da campanka de 1827", pag. 460. 



— 331 — 

pensamos noa lie uma e outra e assumpto que pertence a parte biogra- 
phica das chronieas e o outro e o departamento propriamente da exegese 
pura, que surprende a correiagao intima dos aeontecimentos que ellaa 
proeuram celebrar com fidelidade. A existeucia realmeute real, a vida 
rigorosamente vivida pelos personagens que interpretam 03 bons come- 
diantes e nao aquella que lhes emprestam os comediantes de baixa escola, 
eis o que merece o nome de arte scenica, e eis o que mutatis mutandis, 
merece tambem entre profissionaes della, o nome de arte historiea. 

A maneira por que Giovanni Emmanuel, verbi gratia, no papel de 
Othelo, expunha as suas proezas, destaca de tal maneira, com uma pa- 
thetica singeleza, a poderosa envergadura que tern o neroe moure, que 
logo se adivinha o enlevo, a paixao da fidalga veneziana. O estylo 
guindado de outros actores, ao revez, deu ao personagem urn aspecto de 
fanfarrao melodramatico, incapaz de enamorar a jovem de tal categoria. 
Seweloh, verbi gratia, apresenta-nos Bento Goncalves, por maneira qua 
se torna incompreiiensivel inteiramente o impulso de vehemente sym- 
pathia, da populacao riograndense, pelo seu caudilho liberal do 2." quar- 
tel do seeulo transacto. Sobram-nos hoje tradieoea assaz comprovadoras 
de que sua truculencia abacondia uma realidade muito opposta a que 
desejava ficasae tr&nsparente. A noticia de Seweloh contradiz em modo 
absoluto, a de outro informante. Garibaldi, mais atllado observador, nos 
representa o guerreiro em nitido retrato, de impressionante simpllcidade 
e grandeza moral. Por que temos a cotiviccao de que este se appro- 
xima da realidade, quanto aquelle se diatancia? Pelo que mais resalta 
no conjunto da existencia do egregio republicano, se nos nao bastasae a 
que provem da seguinte garantia: julgamoa oa demais atravez de nos 
meamos. Modelo foi de romana lbaneza, de ingenuidade despretenciosa, 
de sincera desaftectacao, o libertador de Italia, e ao mesmo tempo urn 
exemplar admiravel de temperanga na linguagem, em que a jactancia 6 nm 
vicio desconliecido. A temperamento desaa ordem, o encontro com o ame- 
ricano pintado pelo escriptor germanico, em vez de attraccao, produzira 
antipathia: o apontado defeito nao lhe escapara. Se o nao deixa trans- 
luzir em cousa nenhuma, 6 por que nao no percebeu. A ser Bento Gon- 
calves o que inculcam as ■'Reminiscencias", Garibaldi lhe houvera se- 
guramente consagrado algumas linhas, em que falasse com a devida con- 
sideragao em nm patriota de nome, mas em caso nenhum a referenda fora 
calorosa e enthusiastica. Se acerta no debuxo do caracter que o outro 
Uescomprehendeu, por julgal-o de outiva ou merce de traco apparente on 
enganador; e porque a melhor e maior intimidade permittiu ao grande 
tilho de Nice, mais profundas observagoea, confundindo a sua com a psy- 
ch? do homem cuja magnifiea representagao nos legou nas reteridas "Me- 
morias". < S6 ) 



( 3 «) Pags. 47, 48. 



— 332 — 

Erratic ou certo, e este, sob o aspecto psychologico, o systema que 
me guiou; este o que explica o sincero ou opportuno calor com que esp<Jso 
as justas queixas dos farroupillias e o vivo interesse que demonstro pelas 
emprezas elevadas e logicas em que se sacrificaram, com uma pertinacia 
estupeuda e assombrosa bravura. Signifiea isto dizer que o papel do 
historiador se clfra num mero e unilateral traslado das cogitacoes ou 
cheques moraes de am dado tempo? De modo iienhum, ja o deixei pa- 
tents: cifra-se na restauracao do que os homens annelaram, deliberaram, 
praticarani OU simplesmente imaginaram a reapeito de si mesmos e dos 
outros, como dos projectos e intenqoes proprias e alheias, — com a mo- 
tivacao apropriada, no espaco e no tempo, ainda que esta motivaeae se 
nos apreseute, hoj'e, como falsa ou viciosa, porqtte as.tim m-esmo constitue 
um valor historico apreciavel. O Investigador, neste mister e ao envol- 
ver-se na refrega social em que ae debatem os personagens que aviven- 
ta, do que tern a cuidar e de nao perder a caima uecessaria para seguir a 
marcria do enredo em que se ve confundido, ate o remate da acgao. O 
artista, no proscenio, se se commove, nao e mais senhor de si, perde-se; 
da mesma sorte o historiador. {'■<") Se, porem, triumpha, como aquelle, 
se supera as difficuldades que lhe incumbe veneer, se como elle quanto 
aos individuos em episodios de eategoria privada, logra reinsuflar naa ge- 
racoes transactas a propria alma que as inspirou, — entao, sim, chegado 
estara o momento de agir o critico, opinando em face de entidades que 
podem ser sujeitas a um julgamento seguro, lummoso e fecundo. De 
outro modo, absolutamente nao, porque nao vivem e nao falam, e por- 
tanto nao pode jnrisdiceao alguma condemnal-as ou absolvel-as! 

Qtui'sitor urnam movet, diz Virgilio, ao referir-se a Minos; mas o juiz 
im'aliivel primeiro eortfoca as sombras em seu tribunal: assim tambem 
se faz nuina dtgna magistratura em o eampo das mais graves letras. E 
se quem a exetce nao entva em intimo commereio com as sombraa dos 
antepassados, que desej", conbecer e julgar; fogem-lbe, e erra a pro- 
cura!-as, a Musa que preside (is nossas pesquizas, erra cem annos a toa, 
centum errat ann63, como se diz que erra o espirito dos corpos que jazem 
sem a devida sepultura, para que possa o de cada um delles ter a sensa- 
cao de uma sentenca regular, sentence que nunca se pronuncfa, sem que 
antes obtenham audieneia as almas dos mortos. — Conciliumqtie vocal. 
vitasque et crimina disc-it. ( 3B 1 

Nota a pag. 424, I. 

Evaristo aualysa com o seu bomsenso a versao que alguns apoiam, 
imaginando que a revolta de abril pudesse restrlngir-se a ser uma sim- 
ples mudanca de ministerio: 

'"Ainda quando o ex-imperador accedesse a semelhante voto, que ga- 
raiitia nos podia dar a sua palavra, de que passadas 24 horas, nao tornasse 



( aT ) Vide a ligao de Diderot, "CEuvres", I'artiila.re r!u comedie.n. 
(**) "Eneida", canto 6.". 



— 333 — 

a por na administragao os Paranaguas e oa Alcantaras, procurando haver 
a mao os autores da que seria entao intitulada — Horyorosa rebellido do 
campo de Sta. Anna?" 

Nestas palavras, ha clara revelaeao de todo sim processo historico; 
o que foi uaado para denegrlr os "exaitados" e que empregam todas as 
situacoes victoriosas, contra os que se Ihes oppoem, com ma fortuna. 
E' o terrivel methodo a que alludira depois o grande Lisboa: "Para 
fazerem valer" as suas "extranhas doutrinas, os nossos publicistas e 
estadistas eonservadores falsificam a historia, desnaturam os caracteres 
e enredam tudo em abominaveis sophismas", Lafontaine debuxa a pri- 
mor nma de tantas figuraooes interesaeiras, no caso do leao que, vendo-se 
num painel, abatido pelo liomem, protesta contra a deacarada mentira: 

Je vois bien, dit-il. qu'en effet 
On vous donne ici la victoire: 
Mais Vouvrier vous a decus; 

II avalt la Xiberte de feindre. 
Avec plus de, raison nous aurions Je dessus 
Si mes confreres savaient peindre. ( 30 ) 

Nota a pag. 427, I. 

Vede o nenhum fundamento do que afiirma Rio-Branco, em informs 
que nos deixou, ja nao digo um adversario, como o foi Evaristo, mas um 
queridisslmo criado do pago. Apesar do que aHega para dar uma liaon- 
jeira noticia da situagao politica de dom Pedro, iato confeasa o Chalaga: 

"0 Imperador mandou expedir ordem a alguna batalhoes para que 
estivessem prestes ajim de voder offerecer resistencia a quacsquer insul- 
tos dos amotinados : este foi o momento da crise. As tropas, em ves 
de obedecerem (isto e os seus chefes) partiram para o campo de Santa- 
Anna, aonde se uniram ao povo. parte do qual entrou violentamente no 
arsenal, e se armou de espingardas e pistolas. O batalhdo do imperador 
foi o vmico que obedeeeu d ordem, e appareceu em 8. Christovdo (is seis 
haras da tarde; porcm a meia noute Aeserton do :ieu posto, e partiu para 
o lugar aonde os denials corpos estavam, Uma companhia, que estava de 
ytiarda ao palaeio, seguiu o resto do batalhdo, fiv.anda cm S. Christovdo 
APENAS alguma gente da guaraa de honra, e da artilharia ligeira. Esta 
v-ltima pediu ao imperador licenea para desamparar a guarda da sua pessoa, 
e ir unir-se aos sublevados: s. m. concedeu promptamente eata licenga! ! ! 
Nao se aproveitou della o honrado coronel Pardal, que debalde se oppu- 
zera d fuga dos seus soldados. de quern, o delirio revolucionarlo se havia 
apossado, assim como de todos os demais corpos do exercito. 

A's nove horas do seguinte dia recebeu o imperador a ultima depu- 
tacao da tropa e povo amotinado. Os mensageiros pediram de novo a 



< 39 ) "Fables", a 15,*. 



— 334 — 

deposigao do ministerio: esta petiQdo era uina ordera. S. m. respondeu- 
Ihes com a declaracao da abdicagao". Cit. "Memorias", 155, 156. 

Nota a pag. 432, I. 

Os mageste-sos paredros da Republica actual usam tambem gritar a 
bocca cheia que apesar de todox on erros K&vidos, o Brasil durante os vinle 
annos de existencia do regimen fee eertamente m-ais progressos do (jva: 
em periodo tres vezes tnaior, sob a monarchia: nias, e preciso obrigal-os 
a uma demonstracao semelhante aquella que reputo indispensavel, para 
que se torne indiscutivel a gloria de Pedro I. Uma das muitas. illusoes 
dos que goveriiam e a confianga no benefice effeito das inedidas que 
declaram de bem publico e que pelo geral o sacrificam. Antes da sua 
triste passagem aos arraiaes ad versos, Bernardo Pereira de Vasconcelloe 
definia as cousas com um philosophico rigor, assentando na "Carta aos 
mineiros", que a interfereneia do Eatado, no que concerne a actividade 
dos povos, redunda em onus para elles: "Favor e oppressao significam 
o mesmo", diz. 

Negar melhoramentos publicos introduzidos com a Republica, 6 im- 
possivel. Para que nao haja ma fe, entretanto, no comparar os de hoje, 
com os de hontem; convem nao deslembrar varios descontos que a sin- 
ceridade manda fazer. Primo, o da parte que no impulso para diante ti- 
veram as forcas ecouomlco-financeiras do mundo actual; secundo, a da 
parte com que eoncorreram os progressos ja iniciados on realisados antes 
de 15 de novembro; tertio, o da accao das forcas espontaneas da com 
munidade, que nao deve ser confundida com a acgao das forgas propria- 
mente administrativas. Determinada a vera somma de esforeos que ca- 
beni a estas, ainda cumprira fazer um balanco dos Incros e perdas acar- 
retados pelas modificacoes de origem official no meici collectivo, para 
avaliar-se com lisura se o saldo e de caracter negative oti positivo: para 
saber, em defmitiva, se o aivel da media do bem-estar aubtu, ou, como 
presumo, se desceu a qrjta inferior a que vigorava sob Pedro II. 

Nota a pag. 436, I, 

A federasao que se estabelecera com o novo Imperio?! No dizel-o, ha 
um requinte de cynismo! . . . V6de qual a carta de alforria que se dera 
as escravisadas partes brasileiras do ex-Reino, em o celebrado pacta so- 
cial. A Constituicao de 25 de margo assim quebrava atrozes depentien- 
cias e descentraiisava os publicos servicos, no seu famigerado cap." 5,", 
que trata "dos conselhos-geraes de Provincia e suas attribuigoes": 

"Art. 71 — A Constituicao reconhece e garante o direito de intervir 
todo o cidadao nos negocios da sua provincia, e que sao immediatatnente 
relatives a seus interesses peculiares. — Art. 72 — Este direito sera exer- 
citado pelas camaras dos districtos, e pelos conselhos, que com o titulo 
de conselho geral das provincias se devem estabelecer em cada provincia 
onde nao estiver coilocada a capital do Imperio. — Art. 73 — Cada um 
dos conselhos geraes constara de vinte e um membros nas provincias mais 
populosas, como sejam Para, Maranhao, Ceara, Pernambuco, Bahia, Mi- 



— 335 — 

nas Geraes, S. Paulo e Rio Grande do Sal; e nas outraa de trese membros. 

Art. 74 — A sua eleicao se fara na mesma oceasiao e da mesma ma- 

neira que se fizer a dos representantes da nacao, e pelo tempo de eada 
legislature. — Art. 75 — A idade de vinte e cinco annos, probidade e de- 
cente subsistencia, sao as qualidades necessarias para ser membro d'es- 
tes conselhos. — Art. 7fi — A sua reuniao se fara na capital da provincia, 
e na primelra sessao preparatoria notnearao presidente e vice-presidente, 
secretario e supplente, que servirao por todo o tempo da sessao; exami- 
narao e verificarao a legitimidade da eleicao de seus membros. — Art. 
77 — Todos os annos havera sessao, e durara dois mezes, podendo proro- 
gar-se por mais um mez, se nisso courier a maioria do Conselho. — 
Art. 78 — Para haver sessao dovera achar-se reunida mais de metade do 
numero dos seus membros. — Art. 79 — Nao podem ser eleitos para 
membros do Gonselho geral o presidente da provincia. o secretario e o 
commandante das armas. — Art. SO — O presidente da Provincia assis- 
tira a installaeao do conselho geral que se fara no primeiro dia de de- 
zembro, e tera assento ao lado do presidente do conselho, e a sua direita; e 
ahi dirigira o presidente da provincia sua fala ao conselho, instruindo-o 
do estado dos negoeios publicos, e das providencias que a mesma provincia 
mais precisa para seu melhoramento. — Art. 81 — Kstes conselhos terao 
por principal objecto propor, discutir e deliberar sobre os negoeios mais 
interessantes das suas provincias, formando projectos peculiares e acorn- 
modados as suas localidades e urgencias. — Art, 82 — Os negoeios que 
comecarem nas camaras serao remettirtos ofiieialmente ao secretario do 
conselho, aonde serao discutidos a portas abertas, bem como os que ti- 
verem origem nos mesmos conselhos. As suas resolucoes serao tomadas a 
pliiralidade absoluta de votos dos membros presentes. — Art. 83 — Nao 
se podem propor, nem deliberar nestes conselhos projectos: 1." — Sobre 
interesses geraes da nagao. 2," — Sobre quaesquer ajustes de armas com 
ontras provincias. 3." — Sobre imposicoes. cuja iniciativa e da compe- 
tencia particular da camara dos deputados. 4." — Sobre exeeucao de leis, 
devendo porem dirigir a esse respeito representacoes motivadas a assem- 
bled gerai e ao poder executive eonjuntamente. — Art. 84 — As resolu- 
coes dos conselhos geraes de provincia serao remettidas directamente ao 
poder executivo, pelo intermedio do presidente da provincia. — Art. 85 — 
Se a assemblea geral se achar a esse tempo reunida, lhe serao immedia- 
tamente enviadas pela respectiva secretaria de estado, para serem pro- 
postas como projectos de lei, e obterem a approvaqao da assembled por 
uma unica discussao em cada camara. — Art. 86 — Nao se achando a 
esse tempo reunida a assemblea, o imperador os mandara provisoriamente 
executar, se jutgar que ellas sao dignas de prompta provideneia, pela 
utilidade que de sua observancia resultara ao bem geral da provincia. — 
Art, 87 — Se porem nao occorrerem essas ctrcumstancias, o imperador 
declarara que suspende o seu juizo a respeito d'aquelle negocio. Ao que o 
conselho respondera que recebeu mui respettosamente a resposta de S. 



— 336 — 

M. L — Art. 88 — Logo que a assembles geral se reuair, lhe aerao en- 
viadas assim essas resolucoes suspensas, como as que estlveram em exe- 
cugao, para serem descutidas e deliberadas, na forma rlo art. 85. — Art. 
89 — methodo de proseguirem os conselhos geraes de provincia em 
seus trabaihos e sua policia interna e externa, tudo se regulara por urn 
regimento, que lhe sera dado peia assemblea geral". 

Nota a pag. 437, I. 

A tolha do sul designa o povo com epitheto aviltante, multo usado 
entre os nossos antlgos domiuadores, por essa epoca e depois. Nao o 
i'ez tao somente easa vez. No anno seguinte de novo mensiona a. insu!- 
tuosa expressao, ao celebrar os grandes festejos de setembro — nao of- 
ficiaes e sim totalmente populares: "Desenganai-vos, os brasiieiros sao 
livres". "Mordei-vos, portanto, vis corcundas, o espirito nacional se vai 
desenvolvendo, nessa per vds cbamada Canaliha : '. (*°) Simples reminis- 
cencia de uma anecdota da Aurora: "Certo figurao, apertado pe!o coa- 
curso do Povo em um dos collegios parochiaes, rosnava: — Quem me 
mandou metter no meio da canalha? — Bxmo., lhe diriamos nos, todos 
tern o aeu dia. V. V. Exas. tern tantos, de galas, de assemblea, de des- 
pacho: deixem ao menus este a pobre canalha". f* 1 ) 

Nota a pag. 452,1. 

Torna-se bem elaro neste periodo, que exprobrando aos conservaciores, 
a errada orientacao qtie mantiveram, nao me refiro precisamente a to- 
dos os membros do partido que teve esse nome, no Imperio. Muitos 
falsos Jiberaes subiam ao poder para multipliearem as demasiaa auto 
ritarias, que censuravam nos conservadores; e a muitos destes deveinos 
reformas que eompetia a seus adversarios promover e realisar, Vascon- 
cellos dizia-se liberal e acabou sendo o braco forte da reaceao CHsariata; 
Andrade Figueira dizia-se conservador, e t'oi sob o Imperio um impla- 
cavel fiscal dos governos, como foi sob a Republica um lidimo repre 
sentante do espirito de liberdade, um dos mais belles exemplos die noaso 
mais puro e fino civismo, uma das maximas figuras da resistencia contra 
os tyrannos de gorro phrygio, e estcm certo de que .se opporia francamente 
a- restauragdo, que era o seu sonfio. se alguem a concebesse, dentro de 
moldes illiberaea. venerando estadista orgulhoso podia eacrever com 
Cicero {Ad Met., e-pistola XIV^, que o Paiz nao tinha nem melhor, nem 
maior amigo. 

A attitude em 13 de maio explica-se, todos sabem, com um doloroso 
caso domestico: o assassinio de sua progenitcra, crime que nunca An- 
drade Figueira poude perdoar aos pretos. Aliaz, antes de dar o seu voto 
contra elles, de um golpe libertou os eseravos quo herdara. autor, por 
annos, teve a fortuna de gosar da intimidade desse illustre varao e co- 
ntieceu a fundo os sentimentos que o distinguiram. Nesta frequencia em 



(») "Constitucional" de ll-IX-30. 

(«) '-Aurora", vide a elt." folha riograndense, n." de 17-X1I-2S. 



— 337 — 

que se Ihe deparam eneantos ja mui raros em nossa idade embrutecida 
ou materialisada, teve mil ensejos de receber provas admiraveis de umn 
tolerancia politiea exemplar, que nunca viu praticada entre aeus confra- 
des republicanos mais de rotulo, do que de verdade. O que cumpre 
mais realgar e foi urn dos gratos Iructos de uma qisotidiana e indeslem- 
brarel frequencia, mereceu velada mencao, postas em latinos, em outra 
obra, ("Revolueoes cisplatinas") palavras essas que se poem aqui mais 
em claro. E' de saber-se que D. Luiz, o extincto principe-pretendente. 
victima de sua inexperiencia. mandtiu ao velho conselbeiro do augusto 
av6 um manifesto, desenvorvendo programma politico de sainete alga feu- 
dal ou absoiutista. Nao o distribuiu o ultimo aos eorreligionarios, Ao 
me o mostrar, disse indignado: "Que pensa elle? Quero monarchia digua 
de nossa Patria. Se viesse por modo a sacrii'icar a minima de nosaas 
antigas liberdades, eu a combateria". 

Foi para defender as que ainda subsistiam depois de 15 de uovembro, 
que se levantou mais ecdo da cama, no dia em que o perdemos e devera 
ser de luto nacional. Deixou o leito para intervir mais uma vez no que 
se chamou" o "caso do Estado do Rio". Com alguns linguados a dextra. 
expunha a sua digna Esposa, a traficancia. Adverttu. p. (lama, que mal- 
baratava esforcos: a geraeao presente, tallegou) desde muito assaz trans- 
viada, nao o Ha, muito menos o comprehendia. Disse e encamluhou-se 
a outro aposento do seu Iionrado lar, ao tempo em que o marido erguia 
o brago, para tomar um chambre, que usava pela manha. "Kilo importa, 
nao desisto, e precise morrer de pe", ouviu-o ainda pronunciar, a vene- 
randa Senbora. A isto seguiu um insolito estrondo. Oirando rapida 
sobre os ealeanliares, deu com o Hlustre estadista, por terra, jugulado por 
subito Insulto apopletlco fulminante. O egregio proeer tombava na bre- 
cha, eomo entendia ser da obrigacao do seu imaculo, abrazado civismo, 
de typo romano da grande epoca! 

Nota a pag. 462, I. 

Tenha-se bem em conta que nao faco injustiga ao caracter de Feijo 
e que se em nota a pagina anterior o approximo de dom Pedro, nao e 
com o proposito de tracar um parallelo deprimente. No ultimo, alem de 
que "o gosto pelo exercicio effectivo e constante do governo pessoa', era 
nelle uma paixao energies e insaciavel'', ( 43 ) a alma se lhe comprazia no 
c.onvivio com a gente de que l'ala Barbacena. -criados, caixeiros portu- 
guezes que aliaz constituent a escoria do que ha de mais vil e ignorante 
na Europa civilisatla"; ( 44 ) prrranea que "s6 da lugar a reflexdes bem tristes 
sobre o valor moral do monarcha que a poude conservar", "por tanto 
tempo". («) o regente era outra natureza. Se padeceu da mesma idio- 



( 4S ) A. A. de Aguiar. "VIda do marquez do Barbacena", SOI. 

( 44 ) Idem, 809. 

( 45 ) Idem, 744. "D. Pedro e o meamo homem que foi aalvar a Pro- 
vineia do Riogrande; e o mesmo homem. de quern ca todos os faomens, 
que ainda nao tinhatn perdido o respeito de si mesmos e a vergonha. 



— 338 — 

syncrasia que arrastava o pi-imeiro imperador para as soluQoes autori- 
tarias; se tinha o sen raesmo criterio politico, em o que se refere ao man- 
tenimento da ordem, em tudo o mais flcava a immensa distancia delle: 
a que vai de um austero, ainda que impiedoso consul romano, a utn doe 
prineipes do seguinte Imperio, cuja preoecupa§ao era a vida folgada, a 
seguranea da sua casa ou algumas velleidades de gloria. 

No sevei'issimo paulista, o erro maior era o do entendimento, repito, 
e me e grato Yerlficar, depois de prompto este livro, que o propTlo Fei}6 
acabou comprehendendo que o caminlio indieado pelo bom senso, e o que 
preconisa o presente estudo. Leio em carta sua, ja citada tambem em 
anta (a de 10 de dezembro de 1835 a Barbacena), que por esse tempo Be 
capacitara de que resistir braviamente, nao era o meio de julgar as rei- 
vindicacoes populares e sim este: "Vai-me parecendo inevitavel a sepa- 
raeao da provincia (do Riograxide), posto que com o tempo clla tomaria 
<t voltar se a respeitavel publico consentisse nas medidas que se propo- 
riam a assemblea gerat e que ella sem duvirta rejeitara, ou nao deci- 
dira". (««) 

tal " respeitavel publico", que atrevido nega asserttimento ao voto 
geral, e a "caramuruada reles" a que allude, na mesma carta, o estadista 
que cegamente lhe assegurara um completo e ominoso triumplio contra 
u eaijirito literal do uait' e a genie que nmi. ta.rd? coakecia, e cujo mala 
sublime prineipio continiia a fazer estragos no seio da geragao presente, 
a tudo sobrepondo o salvamento do Estado, como se pudesse existlr com 
dignidade, onde minguou o que constitue a sua forca, nervos, a propria 
raaao de elle viverl Admiram os panegyristas a deeisao com que o cele- 
bre ministro dissolveu o exercito; mais fora digno de lhe illuatrar a me- 
moria, que estimulasse e nao depriimsse no povo, aquelles brios e ener- 
gias que para sempre libertam as communidades, do aviltante poder do 
sabre e do ruinoso capricho dos pretorianos! . . , 

"Um fantasma" diztam ser entre nos o "Imperio", os prohomens de 
35, < 4 *} e como M&& etvU<V<wle de semftlhaivte viatuY&La se d\ss\poM em ter- 
ras do Brasil, numa serena madrugada de estio; porque desde muito 
desapparecera o que lhe podia ter dado uma bastante mais seria reali- 
dade. Qnando Pedro II nutriu o intento de conseguil-Q, algo obteTe qne 
ficara com largo brilho na historia, mas, era ja tarde, e o que nos pro- 
piciou mais tlnha de outro regimen, do que daquelle que a ferro e fogo 
uensaram implantar os reaccionarios. Invadido o paiz, de extremo a 



fugiam", chegou a dizer o "'Correio official", do Rio-de- Janeiro, e notai 
bem, nao se exprime assim na hora subsequente a abdicagao, em que fre- 
miam ainda as paixoes contra a principe destnronado: a folha tal pubJfca 
referindo-se ao cerco do Porto, pelas tropas acaudilhadas pelo ex-impe- 
rador. 

( iK ) Cit. "Vida do marquez de Barbacena", 906. 

( 4 ~) Bento Goncalves, proclamacao de 14-1V-3S, no arch, do ant. No 
mesmo, figura outra de Jardim, ia cit., que a mesma cousa diz. 



— 339 — 

extreme, por um diasolveate scepticismo, breve assistiamos a urn curioso 
espectaculo, subsistente um regimen heteronomieo on sui-generis. De pe 
a monarchia que el-rei D. Carlos disse existir por ultimo em sua terra 
delie. I& e es *> "monarchia sem monarchicos", anormalidade equivalents a 
que se Ihe seguiu, e tern sido uma Republiea sem republicanos. Mutatis 
mutandis, nosso ultimo imperador se viu na situa^ao precaria em que se 
achara o primeiro de Roma e que magistralmente desenha o egregio 
Ferrero. (* 7 *) 

Nota a pag. 460, I. 

O man emprego das actuaes msUtuicoes £oi agudameute preirista ha 
annos, peia segura e bella cabega de Rio-Branco, o nosso benemerito ehan- 
celler hoje fallecido, cujo expressive silencio a respeito da Republiea ano- 
malissima que estabeleccmos, assaz demongtrou que nao a podia approval'. 
Pouco antes de ella surgir e no propria anno da tunesta surpreza mill- 
tar, previa que ''os presidentes eleitos", nas provineias, "trariam certa- 
mente conflictos entre o governo central e os governos" daquellas. Que 
"cada presidente, homevi de partido, nao offereceria nenhuma garantia a 
opposiQdo, E PREPARARIA SEMPRE A BLEigXO DE SEU SUCCESSOR. 
A opposis&o so teria assim urn rneio de veneer: o de revoltar-se... E' muito 
partidario da autOTiomia provincial (disse), mas, ac&a. .. que e sobretudo 
a organisacao federal das possessors inglezas que cumpriria imitar. . . 
Basta crea-r nas pronvincias . . . tiuas c&maras e O GOVERNO PARLAMEN- 
TAR. presidente seria sempre nomeado pelc governo central, por um 
periodo de 4 annos. Governaria com ministros provinciaes ( interior e 
instruccao publica; commercio, agricultura e obras publtcas; fazenda), 
escolhidos na maloria parlamentaT. presidente poderia ser substituido 
antes da expiragao do periodo governamental, se as duas camaras da pro- 
vincia, ou os dous tercos da camara dos deputados, o requeressem. ao go- 
verno central. Os senadores seriam eleitos, mas inamoviveis. presi- 
dente teria o direito de dissoWer a camara dos deputados". (**) 

Segundo este piano, opportunamente applicado, o Imperio, com pro- 
veito para nds, duraria mais algum tempo. Se adoptado, a Republiea, 
surgida mais opportunamente, jamais houvera descido a miseria em que 
chafurdou 40 annos e pudera, a pouco e pouco, elaborar, com liberdade, 
um regimen definitivo ou mais adequado as circumstancias presentes do 
genero humano, 

Nota a pag. 463, I. 

Folgo em verificar que o alto merito da these que sustento nao es- 
capa a am de nossos espiritos de escol, que tern revelado verdadeiras eon- 



(* 7 *) "Grandeza e decadenza", 5S9, 590. 

_( 48 ) Vide "E>. Pedro II", 56, de B. Mosse pseudonymo do grande 
baiiiano, caj'a immortal e vivissima lembranga paira sobre o Brasii, "como 
um nome tutelar", segundo conceito da maior foiha-publiea da Capital- 
federal. 



— 340 — 

digoes de um solido pensador. "A evolucao social e economica do Brazil, 
diz Alberto Torres, foi desviada pela vinda e instauragao da dynastia de 
Braganga em nosso territorio, que, em tToca de certas vantagens incon- 
testaveis. no tocante a, ordem e a cultura superior, nos fez perder muito 
em expontaneidadc. inieiativa. energia natural. Essas perdas nao se com- 
pensam com estados de ordem, fructos antes da inercia do que da harmo- 
nia no movimento". (* 9 > A parte do postulado do eminente ministro, que 
sublinhei, revela o espirito observador de um philosoplio, ainda que me 
parega fraco o valor- da que a autecede, isto e, da que aponta a causa desse 
innegavel deficit em nosso balance nacional. advento dos Bragangas 
at€ o apogeu da reaccao conservadora entre nos, representa de facto a en- 
trada em scena de um complexo de factores de atrazo ou pertiirbagao da 
marcha da collectividade, salvo o rapido minuto em que Pedro I se apro- 
veitou do movimento da independencia, quando podia ter tentado contra- 
rial-o. Tudo o niais que fizeram at£> aquelle estadio e tera aido escan- 
dalosamente endeusado, pouco vale, posto em parallelo com as maldade3 pra- 
ticadas ou que deixaram praticar, podendo e devendo impedil-as. Cum- 
pre reeonhecer, una cousa, todavia: depois que Pedro II poude tomar a 
serio, nao quanto cumpria, mas quanto a consciencia the aconselhou, de- 
pois que poude exercer menos at= funcgoes de imperante que as de "defen- 
sor perpetuo do Brasil", usando com um largo alento liberal o tribunado 
inherent® a este papel na orbita da sua competencia; mostram os nossos 
anuaes que o criterio vigente nas mais altas espheras fol antes o da pru- 
dente abstengao e do respeito as energias expontaneas da raga, do que o 
dos insensatos tentamens de inipor-lhe arbitrarios rumos, a sabor e ca- 
pricho da auetoridade. Vemos assim que o problema em muito indepen- 
ile das foxmas exteriores do governo e que muito se prende a eousa mais 
essencial, que e o conjunto de normas eft'ectivamente inspiradoras e regu- 
ladoras da acgao official nos Estados, sejam elles de estruetura absolu- 
tista ou democratica. republicana ou imperial. O que mais importa, o que 
tem a maxima influencia, o que mais concorre para a sua pratica solugao, 
esta longe de ser o aspecto, as condicoes externas do poder publico, ate a 
origem mesmo de quem o exerce; e aim a maior ou menor amplitude das 
ingerencias do principle de auetoridade, na vida social, ou por outra, no 
grau de liberdade que garante. Creio ter deixado patente quanto e segura 
a theoria, no que escrevi relativamente ao proprio absolutismo, ate um 
eerto ponto innocente na evolucao do Riogrande, porque mui pouco se im- 
miseuia elie nos factos da economia local, pelos primordios do povoamento. 
B ainda o manifesta, a nossa famosa Republica, porque desappareceu de 
"nosso territorio" a "dynastia de Braganga", e, em vez de ''perdermos 
muito - ' perdetnos quasi toda a nossa "espontaneidade, iuiciativa, energia 
uaturar*: caimos no abatimento que inquieta aos mais calmos profissio- 



(*"} "Pela terra dos pais e dos CvllLOs", passim. 



— 341 — 

naes, ineffieaz a therapeutica a que recorrem, ante uma incapacidade de 
reagir para as vias da saude, a bem dizer abaoluta, do organismo en£er- 
mo: doutores da ordem d'aquelle cujo brilhante noma citei se afanam por 
acordal-o e a madorna comatosa mantem-se, alheio o ser em perigo aoa 
rebates de um meritorio quao impotente desvelo.. . 

Valha ao civismo do illustre contemporaneo, o que vale ao meu, para 
que nao tlesespere: o grande ensino em que nos certificava Gallileu, que 
la natura opera molto col poco e che tutte le sue operazioni sono in pari 
grado meravigliose .'" ( 50 ) 

Nota a pag, 479, I. 

Veio depois a bora dos habituaes endeuaamentos. Numoutra o su- 
perhomein foi julgado como convinha. Exemplo. Quando a regencia, em 
decreto de 14-XII-33, destitulu-o. "conaiderando os grandes males, que de- 
vem resultar de que continue o conselheiro Jose Bonifacio no exercicio da 
tuteia", declarou este: "Cederei 4 forca, pois que nao a tenho". "Nunca 
cedi a injustices e a despotismo". A eatas palavras oppoz a seguinte glo- 
sa o Corrcio official: 

"Aqui parece o sr. Jose Bonifacio muito enfenna da memoria, pois- 
que" "alguns factos injustos e despoticos lhe poderiamos apresentar no 
tempo, em que elle, o seu irmao, foram ministroa do Brasil". "Se entao, 
para conservar-se no mando, os Andradas cederam a tentacao de pren- 
derem, espancarem, e deportarem arbitrariamente, agora para o empol- 
garem tentavam os mesmos e peorea meios". "Um Andrada quando ten- 
ciona vingar-se dos golpes que se descarregam aobre a aua philaucla, ea- 
quece-se da Patria, dever e boa reputacao. Um vai chamar o principe, 
que a Nac.ao regeitara; outro promove o aeu recebimento; e outro apoia 
ua Tutoria os pianos da maia negra traigao, e saborea-se de um triumpho, 
que so a sua ambigao Ibe Eazia ver facil e seguro", — Vide o "Obaervador", 
de S-II-34, colleccao no arch, do aut. 

Nota a pag. 489, I. 

Para bem aval la r o merito do que consigned nao se esquega o que ja 
disse com antecedencia, iato e, que Rojas y Patron foi suj'eito mui cir- 
cumspecto. Delle esbocou o seguinte retrato o illustre Vicente Lopez, que 
o conheeeu de perto: "Tornados individual mente, os ministros (de Dorre- 
go) differiam por aecidentes pessoaes variadissimos. O snr. Rojas y Pa- 
tron era simplesmente um cidadao respeitavel e respeitado, pela eorrecgao 
e honestidade dos costumes. Summamente difficil e dizer se tinha opi- 
nioes proprias: em publico nunca as descobriu; o unico que mostrou fo- 
ram as suaa affeiijoes ou melhor as suas adherencias moderadaa aos gru- 
pos da politica local. Indubitavelmente, porSm, dispunha de um criterio 
repousado; e ainda que jamaia actuasae como partidario, em nenhum sen 
tido, cultivava intlmas relagoes com dom Manuel Jose Garcia e com outros 



(so) -Opera", IV, 565. 



— 342 — 

personagens dirigentes da epoca de 1822. Se ao ter entrada no mlnisterio, 
era federal, ft verdade 6 que em 1S19 e 1820 pertencia aoa inimigos das 
montoneras anaTChlcas do littoral, e que tinha agido ao lado dos patriotas 
que salvaram a Provlncla de Buenos-alres, de cair em mao da barbarie. 
O st. Jtojas era homem de habitos raiudos e proiixos, tanto em seus as- 
sumptos particuiares, como em o estudo e despacho doa publicos. Nao 
era dotado de inventiva, scintillacao nem rapidez, no conceber e dar ca- 
racter as grandes tnedidas, porem passava por entendido na vida regular 
do expediente governativo, e por ter criterio pratico, para resofver os ca- 
ses de natureza particular, com justiea e opportunidade. conceito poli- 
tico, de que gosava, era o de uma figura mediocre e descolorida no jogo 
dos partidos". "E precisamente par tudo que nelle abundava e portudo 
o de que carecia, tinha sido posto na presidencia do congresso e tiella man- 
tido opr muito tempo". (X, 285). Demorei-me no traslado da passagem, 
porque sobremaneira illustra a materia do texto, mostrando nao se haver 
tiazido a pretorio o depoiraento de uma cabeca esquentada ou de incauto 
disseminador de especies desprovistas em absolute das requeriveis condi- 
coes de bom credito: a que aceito nao provem de facil autor de boatos e 
sim de um prudentissimo e reservadissimo estadista, em coniabulacoes 
eplstolares muitos annos depois dos successos, pois a sua carta e de 
30-IV-51. 

Nota a pag. 493, I. 

proprio Chalaca mostra nao lhe serem desconhecidos os radicaes 
propositos de que nos da noticia Teophilo Ottoni. Referindo-se a abdica- 
<;ao, diz o conselheiro aulico de dom Pedro: "Oxaia que os inimigos do im- 
perador se contentem com esta primeira parte do drama! EUes bem alto 
cla«fl!!«w que a sva abra seria cowtpleia". Cif. "Mem arias". 146. 

Nota a pag. 500, I. 

Yeja-se o que era ate ahi o methodo repressivo dos legaes, em uma 
folha delles proprios: "Appareees {diz, referindo-se a Caxias) e uma no- 
va era comega para este jA de sobra desventurado paiz, e a guerra ate 
ali semi-baibara se despoja de toda a sua ferocidade, e como por eacanto, 
so reguiarisa ; e a te dos solemnes compromettimentos, antes conspurcada. 
resurge do Iodo das decepeSes, e das perfidias, em que as haviam sepulta- 
do as paixoes sempre cegas, e a estupidez, que as dirigia. Desde essa 
epoca memoravel a salutar amnistia, as excepcoes, e franquezas indivi- 
(lualrfleate outOTgadas SoraUi uma realitiade, ou deixaram de ser um no- 
me vao despido de accepcao ou de sentido". (Vide "Commercio"', de Por- 
toalegre, numeros 5SS e 590, de 1846. Reproduccao em foiha solta. 
arch, do aut.). 

Tao longe, entretanto, fora a attitude magnanima da Revolugao que o 
■j>roi>rio "vigario geral encabeeou um movimento em sentido contrario, aliai 
dentro das formas da lei. Bnviando a Almeida o projecto da que se decre- 



— 343 — 

ton ( 51 ) ajunta. o padre Chagas ser o que suggere "do urgente necessidade, 
nois ja basta, meu amigo, de tanta condescendencia e generosidade, de que 
nentoffls vantagem temos tirado, antes, muito temos perdido". Carta de 
5 de novembro de 1839. Arch, do aut. 

O que digo no texto, quanto a dura e ingrata orientagao de varios 
chefes legalistas, e de facilima prova e dons exempJos me bastam ao in- 
tento de o patentear, notando-se que me sirvo apenas dos informea oriun- 
dos do proprio campo adverao a Revolugao. 

No aoao de 1S38, o governo republicano soltou grande numero de 
prisioneiros legaes, depois de os cumular de gentilezas, como a seu tempo 
sera historlado, Ensejo era para que mudassem de systems os imperiaes; 
em vez disto, Candido Alano, logo depois, entrega-se a. pratica de "bar- 
baTi&ades" tVide "Povo", de 23-III-S9), que Alvares Machada sevevamenle 
relata, em discurso pronunciado a 5-VII (cit. folha, de 1Y-VIII) Seus 
"vexames (diz) produziram a desesperagao do povo da Vaccaria, onde com 
erro se demorou a fuzilar fazendeiros e proprietaries, o que de certo nos 
trouxe como consequencia a perda de Lages". Durante as guerras da Co- 
ionia e do Imperio nao se respeitava garantia alguma, e nos mantemol-as 
todas, proclama o "Povo", de 3-X-38. E como correspondent a essa attitu- 
de os legalistas? Em verdade, tal era o criterio dominante entre elles, 
ainda no sexto anno da lucta, que os cabos imperiaes exerciam vingangas 
barbaras, como a que vou mencionar, extraida a noticia de uma carta do 
Desterro, estampada no "Jornal do commercio", de 30-XII-41. Vede-me 
este horror : "Os conductores dos prisioneiros teitos no Rincaobonito 
ammistiaram uns sessenta" (os gryphos pertencem ao autor da missiva) : 
este procedimento illegal tern altamente escandalisado a todos, e prinei- 
palmente ao presidente e ao conde. Veremos se tao criminoso abuso e 
puoido". Nao o foi! 

Melhor do que isso uma outra ordem de factos deixa em luz apropriada 
a am equanime julgamento, os mantenedores da ordem e os republicanos. 
Sabedores estes do tragico fim do granele legaiista coronel Jose da Siiva 
Barbosa, Netto, o general em cheie, exprime pubficamente o seu pesar 
("Povo", de 31-VIII-39) e Almeida, em nome do governo, mandou cercar- 
Ihe a sepultura provisoria, ate que fossem de aso os eondignos funeraes 
do heroe inimigo (cit, folha). Agora lede: achando que nao merecia imi- 
tar-se esta magnanima attitude dos contraries, o exercito imperial, em 
transito pelas cireumvisinhangas de Cassapava, em 1841, destacou sobre 
a ex-capital da Republica uma partida, ao manda de um irmao de Jero- 
nymo Jacintho, a qual se entregou ao aacrilego trabalho de arruinar o tu- 
mulo do glorioso Joao Manuel, ahi solemnemente erecto dous annos antes, 
profanando os ossos do benemerito soldado cla independencia e da cam- 
panha liberal! (Vide "Americano", de 26-X-42). 



( r>1 ) E' o decreto a que se allude a pag. 95, ncta 1* 



— 344 — 

Nota a. pag. 500, I, 

Existe no meu arch, uma carta do dr. Jacintho Gomes, primogenito 
do meu verendo amigo Inolvldavel, cam o relato do episodic Depols de 
pedir tinta, papel e penna, o anciao deixou o lelto e sentou-se com o desi 
gnio de enderecar-me uma carta. Immediatamente aentiu i'a!tarem-lhe 
as forgas com que contava e retornou ao leito, onde poucas horas depois 
se encerrava tao honrada existencia. Antes, dirigindo-se ao seu nomeado 
e mui digno fillio: Escreve ao dr. Varela e dize-lhe, de minha parte, que 
o Canaoarro era ineopfts de /azer o <jne eUe jm&HcoM. Cito de memoria 
as palavras eternamente celebraveis do fidalgo extincto, as quaes se refe- 
rem a um artigo sobre a paz, em 1845, que estampei no "Jornal do com- 
mereio", do Rio-de-janeiro; artigo esse em que figura uma sentenca que 
descorresponde, ao menos em alguns de seus fundamentos, ao que me- 
Ihor exegese veiu a patentear, 

Compare-ae a sua attitude, com a de outro legalista, o Moringue. Como 
o eneontrasse em casa de Brusque, eu lhe disse a queima roupa: "Affir- 
ma-ae que, se bateu os farrapos em Porongos, e porque Canabarro os tratu". 
— - "Ah, foi isso?! " respondeu sarcastico, desabrido, com extranho fulgor 
nos olhos, o virou-me a cara. 

Nota a pag, 22, II. 

commendador Joao Francisco Vieira Braga, individuo de quem se 
fata para diante, intentou lancar negras sombras na reputacao tie Bento 
Goncalves, quando Rodrigo Pontes foi incunibldo pelo imperador, de es- 
crever a sua "Memoria". chronista, assaz conhecedor de hometis e cou- 
sas do sul, nao se dedignou de aproveitar a diatribe. Bote em v&o, por- 
t=.nto, o delle, como um outro, que o precedeu, cie Antonio Vicente. Nobre 
poeta me facuttou um verso, para det'inir a torpe obra do ultimo e o mesmo 
outras letras me forneeem, para debuxar a alma de seu acolyto na orbita 
monarchica. As occultas detracQoes covardissimas revelam assas quern 
foi Vieira Braga: "—-.,. sublime podridao arrumessada d praia — do on- 
da social no prodigioso vomito". Bote falho. o novo, quanto o antigo, mas 
nem por isso e inutil examinar quern foi, mais detidamente, ou que autc- 
ridade moral teve, o feroz accusador de Bento Gongalves. Tudo nos per- 
suade que o primo do presidente deposto por este nao era, como soem di- 
zer na extramadura, trigo limpo. Basta ler os assaques tracados contra 
o benemerito riograndense, para julgar dos eacrupulos do odiente ex-ile- 
putado provincial. Mas, ha uma tradigao que ajuda a medir-lhe bem a 
estatura. Vieira Braga pertencia ao gremio aristocratico ou aristoerati- 
sado da Provincia, de euja funesta preponderancia nella se tala alhures. 
Um dos iniciados nas iartas sinecuras ou rendosos negocios de tempo de 
et-rei nosso senbor; e parece que se anuinhoava mais do que era de cos- 
tume, com o que obtivera. O certo e que o acusou Cosme Damiao Valeazue- 
ta e Costa, pelo '■Inflexivel", em n.° que nao eliegou ate nos. Voltou a carga 
em o 35, do anno de 1833, em correspondencia a que Vieira Braga oppoe ou- 
tro, inserta em o "Noticiador", de 15 de abril desta era. Segundo a que por 



— 345 — 

ultimo se meneiona, Valenziieia "insist© em affiriaar", (diz Vieira Bra- 
ga), "9*b we locupleiei co-m, « admire is fracao do <jnwto dos couros e dos 
si/,ppri?nentos ao exereito e marinha. no tempo em <}»e me via -nas cir- 
c -umstancias de ahandonar o comecado palacete". Ora bem, o autor da 
denancia, depois de a fazer, toma a ella, e como precede a santa alminha 
de Vieira Braga? Chama o calumniador a juizo, qual era de uso entao. 
pelo mais ligeiro cargo? — O commendador, sempre ancho, restringiu-se 
a pedir explicates. . . 

Cenvem addir que V. Braga teve as bens em sequestro, sob a Repu- 
biica. Vide editaes, no area, do aut. 

Nota a pag. 35, II. 

autor da citada historia apologetica estampa que a expedicao de 
Kozas acabou com 10.000 indios Nao ponho em duvida o sincero escru- 
pulo com que o numero foi apurado. Como se trata de informes que 
estao sujeitos a vario apreco, sigo com elles, a boa regra hespanhola, s6 e 
so admittindo, en la verdad, la mitad, de la mitad. Garanto, a te de 
cavalheiro, que o secretario do general, quando trente a mim diseorria so- 
bre "la poderosa nacion utiboroga". era como quern t'alava da que mais o 
era, na regiao. Ora, Saldias, volume II, pagina 170, escreve que easa 
moutava a "cerca de 1.000 individuos'' e... paginas adiante (a 1S3), em 
diverso contesto, deixa escapar o grafico e intimo pareeer. da pena t'avo- 
recedora: "Batida general de. las desiertos", chama a proeza, Sim, batida, 
eaccia clamorosa, cacacla gigantesca: mais nada! 

Nota a pag. 56, II. 

Certo usavam de copias fornecidas por Zambeecari, porque a publica- 
cao do mappa e de 1S39, conforme se le no "Jornal do Conimereio", de 
2-XI. Bate excellente trabalho de exemplar cartogi-aphia, Jogo a- primeira 
yista deixa visivel que nao e classificavel em o numero das meras colle- 
ctaneas e dados existences, t'eitas em gabinete. B disse em verdade um 
contemporaneo de Zambeccari. e seu biographo, que o autor do mappa 
usou de observagoes proprias e que durante a guerra, "muitas -vezeg desis- 
tiu de labores geognostieos, abandonou o esquadro e o compasso, etc., 
para brandir as armas, em sua defesa pessoal". Vide o cit. "Omnibus" 
— Pouco antes de apparecer no commercio o mappa referido. vein a luz o que 
acompanha os "Annaes" de S. Leopoldo, e naquelle '"Jornal", n.° de 
28-VI-39, o conde, sob o pseudonymo de Omicron, formalmente delata o meio 
que se empregou, para a composiqdo do segundo: o lytliographo cedeu o 
original pertencente ao prisioneiro, afim de que se fizesse a copia que fi- 
gura com outro nome... responsavel da esperteza, "por falsil'ical-o, nao 
dando a conhecer o furto, poz-lhe tantos erros. . . que comprometteu a ra- 
psodia", allega Zambeccari. (Vide seus "Documentos", em Bolonha). 

E' de eaber-se que o tenente-coronel Doca, laborioso cultor da patria 
historia, em artigo no "Correio do povo", de Portoalegre, n.° de novembro 
de 1925, contesta o que consta no traslado supra. B' um impressionante, 
belo trabalho de interpretagao. Desta vez, sim, abre o debate com excel- 



— 346 — 

lente methodo, sobre a materia; sem o encerrar, todavia, como auppoe. 
Nao me quero referir a sua parhesia final ao aludir ao aprisionamento de 
Zambeccari, mas, e mister que faga, quanto a obra cartographica deste, mais 
extenso, mais cabal estudo. In prima loco, ha que ter em ccmta o depolmento 
do egregio italiano, homem dessa honradez antiga que da uma autoridade 
oracular a palavra humana. In secunAo, preciso e fazer um cotejo em regra 
do mappa desse nosso grande amigo, nao somente com o tie Jose Pedro Ce- 
sar annexe aos "Annaes", como e principalmente com o do ultimo coro- 
nel, remettido para a C6rte em 1829. Aqui bate o ponto, como se dia vul- 
garmente, Se o derradeiro e igual ao que eetampou S. Leopoldo ou se e 
pelo menos uma ciara antecipagao delle, findo esta o pleito e provado que 
Zambeecari toi victima de maus informes. No caso contrario. , . 

Nota a pag. 62, II. 

Seria de por-se em duvida o que coiista de Caldeira, relatlvo a um dos 
Calvets (o que tinha o prenome de Jose"), a termos em conta o afastaraento 
em que se conservou, nunca retornando a Provincia, depois que o deporta- 
rain para o Rio-de-janeiro. Cumpre nao esquecer, porem, que eircumstaii- 
ciae de ordem domestiea o retinham onde se achava, continuando a ser 
elle, todavia, o mesmo companheiro politico de sempre. C'erto de sens sen- 
timentos accrca de nossas cowsos, e como lhe fala Almeida, em carta de 
21-1-41, resposta a outra, em que lhe declara o dito Calvet. a 10-11-40, que 
apesar de ser numerosissima a sua familia, pretente sair da Capital do 
Brasil, "porque (diz) eu soffro aqui muito, e darei a ossada, se nao puder 
com tempo gosar ares mais livres". (Vide ambos estes documentos, no 
arch, do aut.). Alem do que ee expoe com o fito de expliear o retraimento 
de Jose Calyet, occorre dizer que, na conjura, tal qual o dr. Marciano, e de 
affirmar-se que pertenceu ao grupo dos que pugnavam pela republica, 
sem a separacao. 

Nota a pag. 76, II. 

A materia desta nota foi tambem transferida para o texto. 

Nota a pag. 79, II. 

Quando escreTi "Revoracoea", ainda nao conliecia a parte da "Me- 
moria" de Lobo Barreto, que foi publicada pelo "Almanak literario e es- 
tatistico do Riogrande do sul" (XVII, 191), tomo que, com outros, me re- 
metteu um prestimoso amigo, o dr. Alvaro Bston, por dadiva de outro, 
Alfredo Rodriguea, o eminente escriptor a quem me refiro seguidamente 
e cujos admiraveis eatudos historicos estimam com justiga todos os com- 
petentes. A nan-ativa de Lobo Barreto algo differe da minha, em pontes 
aliaz desinteressantes a theoria que sustento ou que pesquizou muito a 
ligeira, Parece inculcaT, por exemplo (pag. 193), que Caldas ini ciara a 
trama, dirigindo-se ao "gabinete do Rio-de-janeiro", quando o document© 
que citei prova ter elle aberto as negotiates com o governo do sul. Trana- 
crevo a relagao de Lobo Barreto, em o que se refere ao padre Caldas, via- 
to como, ainda que suspeita e algo inexacta, concurs para esclarecer o 
quadro historico que intento deeenhar. Bil-a: "O padre Jose Antonio C-al- 



— 347 — 

das" "appareceu em Buenos-aires na oecasiao da insurreigao da Cispla- 
tina, e na qualidade de capellao dos exercitos da Republica argentlna, 
paasou a servir no quartel-general dB Lavalleja, proclamar.do aos riogran- 
denses para que se revoltassem e promovendo a desercao das tropas fcra- 
siieiras, por intermedio de seus amigos em Montevideo. Concluida a guer- 
ra, foi o mesmo padre, por infiuencia de Lavalleja, nomeado cura da villa 
do Serrolargo, aonde se fez notavel por suafi abjectas intrigas, entre os 
moradores daquella povoacio. 

Este desinquieto sacerdote, tendo talyez vontade de voltar a sua pa- 
tria, ou tornar-se prestadio ao gabinete do Rlo-de-janeiro, oKereceu-se em 
1829 para tramai' uma revolugao na Banda oriental a favor de sua encor- 
poracSo so Imperio do Brasil, por meio de uma federaeao. assegurando ao 
mintstro (formaes palavras) "que os povos orientaes, lamentando a perda 
do paternal governo de s. m. imperial, e conhecendo essn "chimerica in- 
dependent, so desejavam oecasiao de patentear seus livres "sentimen- 
toa". Para isto propunha que se lancasse mao de um dos principaes che- 
fes orientaes, Lavalleja ou Fructo Rivera, sendo a sua opiniao que fosse 
antes o primeiro, como militar mats atrevido, de mais prestigio e ambi- 
cioso. Para o piano ir avante, aeonselhava houvesse uma forga prompta 
na fronteira, afim de proteger a revolugao, assim como re lhe proporcio- 
nasse fundo para as despezas desta empreza. Ultimameute, implorava em 
paga de tno relevante service, perdiio de todos os desvarios que tinha com- 
mettido durante a revolugao de 1824 e da gucrra oriental, 

Esta pt'oposigao pareoe que agradou ao governo imperial, que, corrido 
de desdouro, nao deixava de lamentar a perda de um territorlo, que era 
a primitiva barreira das suas vulneraveis fronteiras. Para isso conser- 
vou tanto no Riogvande coruo em Sta. Catliarina uma forga militar respei- 
tavel, talvez para auxiliar semelhante projecto, affectando porem a malor 
indifferenca sobre a marcha dos negocios do novo Estado, e rerammen- 
dando aos seus occultos agentes, em Montevideu que observassem bem de 
perto quanto all se passasse. ( 5S ) 

As desintelligencias entre Fructo e Lavalleja, em 1830, movidas ou 
nao peio dito padre Caldas, lhe deram lugar para biasonar que era o seu autor 
e que sua empreza ia em grande progresso. Immediatamente pediu dl- 
nheiro, queixando-se que as sommas que lhe tinham sido subministradas 
por um commerciante de S. Francisco-de-Paula (nao sei se por ordem do 
governo, ou por genercsidade do mesmo) eram mesquinhas, e que s<J nas 
eleigoes daqtielle districto do Serrolargo tinha dispendido 37 oncas. En- 
viava os originaes das cartas que lhe dirigia Fructo, Lavalleja, Giro" (§ 3 ) 
e Manuel Oribe, assim como as listas impressas das eleicoes, e juntava 
por fim reflexoes muito jocosas sobre as pretemjoee de todos os quatro, e 

( 52 ) Estamos bem ao tacto desta intriga, pois toda a corresponden- 
cia do padre Caldas, com o titulo de Telegrapho, passou por nossas maos, 
assim como outras de varios individuos de Montevideo. (Nota de Lobo 
Barreto). 

( 5a ) Joao Francisco Giro, depois president© do Uruguay. 



— 348 — 

conclula, que, mudando de seu primeiro piano, influira muito na elei<;ao 
de Rivera para presidente, supposto se inculear officioso amigo de Laval- 
leja. A raaao que dava era, que, sendo Fructo mais despo'a, mais depress* 
desgostaria aos povos, e Lavalleja, offendido nesta preterigao, se veria 
na ui'gente preeisao de implorar soccorro das armas brasileirae e em agra- 
decimento concederia maiores vantagens na pretendida confederagao. — 
Estas noticias eram, como ja dissemos, em uma nota, escriptaa em um pa- 
pel avulso em forma de periodico, com o titulo Telegrapho. No fim deete 
numero, nos lembra que dizia o aeu escripto: "A emprezn e grande; preci- 
sa-se "actividade, circumspecgao e dinlieiro; aquellas nao faltam, mas se 
este "se nao subministrar, acaba-se a correspondencia, pois os fundos do 
emprezario eao muito poucos". 

Posto que nao soubessemos positivaniente a face que este negocio to- 
mou depots da mudanga do miniaterio de 1829, nem qual o seu progreaao 
ate a abdieagao, sabemos comtudo que continuavam os trabalhos do padre 
Caldas. ate outubrc de 1SS0, em que "rimce o ultimo numero de sen Tefe- 
grapho, e por eonsequencia parece que este negocio era agradavel ao go- 
verno, se nao animado por elle mesmo. marechal Barreto, achando-se 
no Rio-de-janeiro, entrara no segredo, se e que delle nao sabia em aeu prin- 
ciple e eonsta-nos que, aendo nomeado commandante-das-armas do Rio- 
grande, reeebera inatrucgoes a respeito, pois, para bem dizer-se, o nego- 
cio como interessante mais a esta Provincia. se tinba tornado particular 
a mestna, e hem poucos na Corte sabiam de semelhante piano. 

Taes eram as circumstancias da revolugao oriental, quando Lavalleja, 
acossado por Fructo Rivera, refugiou-se com oa aeus partidistas na Provin- 
cia do Riogrande, visita esta que, sendo acolhida por todos os que deseja- 
vam tirar partido das desordens orientaea, veiu lancar a sisania entre os 
riograndenses, produzindo uma eerie de males, como passamoa a de- 
monstar. 

O padre Caldas, que ja tinna sido lancado f<5ra do curato do Serrolargo, 
dirigiu-se a Portoalegre e ali fez acreditar ao marechal Barreto que a pre- 
meditada revolugao oriental estava eomegada e que so faltava proteger a 
empreza para se realisar o piano. Este general achava-ae filiado a uma 
sociedade aecreta, que denominavam Continentista, e nella introduzindo 
o padre Caldas, trataram de dar toda a proteccao a Lavalleja; e, para me- 
lhor promoverem os interesses deste, fizeram apparecer dous periodicos 
intitulados Continentista e Recopilador, exaltando o earacter de Lavalleja 
e deprimindo a Fructo Rivera. (*"'*) O presidente Galvao, extranno a 



i "" i Coruja poz aqui, em o manuscriplo da "Memoria", a seguinte 
nota: "Continentista era um jornal particular, de Vicente Ferreira de An- 
drade, que appareceu muito depots, defendendo a Revolucao. A sociedade 
chaniava-se do Continentino e o seu periodico se denominou Continentino. 
Era um gabinete de leitura encobrinrlo uma ioja maconia. de que era vene- 
ravel Victorino Jose Ribeiro, e depots Jose Mariano de Mattos; e o general 
Barreto tambem a ella pertencia, assim como o padre Caldas, que so ahi 
foi uma vez visital-a. Quanto ao Compilador e nao Recopilador, e um aleive 



— 349 — 

esta intriga ou desapprovaudo-a, temendo compremetter a Frovincia em 
uma nova guerra, nao so ordenou que se uao desse auxilios a Lavalleja. 
mas ate gue fossem os sens partitiarioe dispersos e retirados da ironteira. 
O marechal Barreto, ou pela influencia qu3 tivesse sobre elle o presidente 
ou porqua da Corte recebesse outras instruccGes. attentos os solavancoa que 
a anarchia dava, tanto na Capital do Imperio, como em algumas provin- 
cias do norte, o eerto e que secuudou aquellas ordens e deelarou-se impla- 
cavel inimigo de Lavalleja e seus amigos. coronel Bento Goncalves, 
porera, eommandante da fronteira de Jaguarao, contraindo intiuia amieade 
com o padre Caldas, que passou a resioir ua villa do Serrito, illudiu seme- 
lhantes ordens, protegendo desearadamente os emigrados, apesar das con- 
tinual recomniendacoes do presidente e afinal cortou toda a sua eorrespon- 
deucia com o marechal Barreto, que, extranhando-lne sua conducta, nao 
perdia a occasiao de o criminar ante o governo do Rio-de-janeiro, que, em 
consequencia de suas representagfies e do presidente chantou em maio de 
1833 o dito coronel a Corte, para onde partiu em fim do mesmo mez". Vide 
cit. "Almanak", XVII, 192 a 195. 

Depots da ultima ordem de Braga, para desterro de Caldas, que consi- 
gno em 1835, nada mais encontro a seu respeito, em meu archive, a nao 
ser o que consta de uma carta enderegada a Almeida, com a data de 13 de 
Janeiro do anno mencionado, e com a assignatura de Candido, que entendo 
ser o futuro editor do "Mensageiro", Diz este: "Acaba de ehegar noticia, 
que em Jaguarao fOra preso e conduzido a escuna ali estaeionada, para 
conduzir para o Riogrande, o homem mais ingrato que tenho conhecido, 6 
padre Caldas". Parece, entretanto, que coutinuou fiel as suas relagoes po- 
liticas no Riogrande, porquanto Pedro Boticario, na carta oil., a Bento Gon- 
calves, se refere ao "nosso amigo Caldas"; figurando elle, tamhem como ja 
se viu, no recontaecimento da letra de Bento Manuel, em a capitulacao de 
4 de outubro. Consta-me ainda de maneira muito vaga, que ao sair da pro- 
vincia se achava bastante adoentado ou que assim se conservou, no Rio- 
de-janeiro. Cousa outra alguma possuo a respeito do famoeo padre. 

Pelo "Jornal do commercio", de 22 de julho de 1837, verifiquei conti- 
nuarem a trabalhar os eampanheiros politicos do desterrado do primeiro 
Imperio, para restituir-lhe os direitos de cldade. Em informagao dada 
a camara temporaria declarou Antonio Pinto Chichorro da Garna, segundo 
aquella (olha, que o regencia suspendera a sanccao da resoiucdo da assem- 
ble geral declarando o padre Jose Antonio de Caldas no goso dos direitos 
de cidadao que perdera porque aceitara sew, licenea o cargo de cura do 
Serrolargo e servira como capelluo do exercito argentine durante a guer- 
ra com o Brazil. Ou porque houve ulterior sancgao ou em virtude de o 



que lhe levantam: era tao innocente que ate era censurado por eo recopi- 
lar noticias das provincias e nao ter artigos de fundo. O Recopilador so 
appareceu mais tarde com o Continfntisla e o Ecco, de Sylvano Monteiro, 
que aliaz nao era homem que eserevesse". 

Em uma das cartas ja cit., que me dirigiu Coruja, refere-se elle igual- 
mente a esta unica visita do padre Caldas a loja, 



— 350 — 

eontempiarem nos effeitos de alguma amnistia, o certo e que nao const* 
fosse victima de perseguigoes, depois que passou a capital do Imperio, on- 
de creio tenha morrido, em completa obscuridade, quem tanto dera que 
falar de si. 

Nota a pag. 115, II. 

Multiplas as tradigdes referentes ao "club" portoalegrense, cujas reu- 
nioes tanto inquietavam e abespinhavain os "e.oreundas" da metropoie gau- 
cha. Decidi-me em "Duas grandes intrigas", pela denominacao que me 
pareceu mais de aceitar-se como a effectiva, se temos em conta a autono- 
masia que lhe puzeram aquelles. Isto e, a de Maribondina. Dahi apparecer 
nessa obra, com o nome de "Sociedade continent ina'', Melhores pesqui- 
zas me fizeram conhecer o verdadeiro nome da associagao. 

Nota a pag. 117, II. 

Como illustracao ao que consta do texto, acerca da referida gente, di- 
rei aue tigura em men archivo um officio de coronel Antonio Soarea de 
Paiva, commandante da praga do Norte e irmao do autor da denuncia, a 
Manuel Jorge, commandante em chefe do exercito legalista, officio sobre 
o qual o ultimo, com a sua letra, poz a segunte nota: "Do Santo officio 
familiar". 

Pertenceu esta familia a mesma clique absorvente ou cubicosa que 
conspirou mais tarde contra Araujo Ribeiro, porque se recusava a resta- 
belecer em 1836, o systema de prepotencia abeolutista e inquisitorial, do 
gosto de taes senhores, e poique se constituiii em um "grande official da 
fazenda", "reduzindo as despezas enormes que se estavam a fazer" em 
Portoalegre, segundo autor monarchista. "A guarnigao que ate a vinda 
de Bento Manuel (escreve o major Lobo Barreto) nao chegara a 700 ho- 
mens, era commandada por um tenente-general com o titulo tie comman- 
dante geral das forcas, iim brigadeiro com o titulo de commandante da 
guarnigao; e estava dividida em tres brigadas, sob a chefia de officiaes 
generics, havendo twmbem um commandante geral da artilharia", que 
era wm, coronal. "Todos estes gcneraes tinham, o competente esta&o-wuior, 
havendo alem disso o da praca. Tudo vencia gratificagoes e mais vanta- 
gens, como cm, campanha, e bem assim as competentes ragoes de etape, 
que estavam aroitradas em 400- riis cada wma: houve tanta prodigalidadc 
que se concederam etapes ate as mulheres e filhos de todos os defensores 
da cidade". (Vide a cit. "Memoria sobre a Revoluqao de 20 de setembro", 
"Annuario", V, 119), 

Diante do quadro deste jubileu, bem se comprehende como o comman- 
dante supremo, o referido tenente-general — Francisco das Cnagas Santos, 
"typo de execranda memoria", ( ss ) o incendiario e arrasador das Misaoes 
correntinas — tinha autoi'idade moral para proclamar urbi et orbi que oa 
farroupilhas, detentores da Capital "por nove Inezes, puzeram em acgao 
■ todos os elementos de destruigao e os mais horrorosos attentados". Com- 
prehende-se por demaia a sinceridade com que fala em "grandes sacrificiaa 



( 55 ) JosS da Silva Brandao, carta de 23-VIII-37. Arch, do aut. 



— 351 — 

feitos" pelos defensores da cidade "no altar da patria", e nas "admira- 
is v irtudes, com qua o honraram", taes benemeritos. ( rc ) Deatee, mui- 
toa de facto, haviam dado as melhores provaa de nobre apego as insti- 
tuicOes juradas; outros, como se percebe elaramente em Lobo Barreto, 
faziam em 183C, a "politics" de 1827-28, e de todo o periodo colonial. Di 
honi! "Grandes deuses, que penuria temoa de homens taes", ( iv ) marmB- 
rariam a socapa os monarchicos de boa. escola, humanistas e humanita- 
rios, jncompativeis, pelo caracter e sentimentos, com estes austeros regene- 
rations, tao parecidos aliaz aos novos, do ultimo quartel do seculo e eo- 
meeo <lo immediato. . . 

officio do coronel Antonio Soares de Paiva, a que fiz referencia. 
e de 19 de Janeiro de 1840 e para que se yeja nao ser de pouco valor a 
depoimento dado contra elle, junto (a guiza do que fiz quanto a quem 
accusa Israel), as proprias opinioes do referido militar, acerca do general 
Manuel Jorge. Em oificio de 30 de maio do mesmo anno, de 1840, o conr 
mandante da praca do Norte dirige-se ao chefe do exercito do sul, com os 
mais positives encomios a "'tao dietincto, tao habil e tao valente general": 
palavras em que mostra a conta em que o tinha o coronel e que completam 
outras, insertas em officio de 2 de junho seguinte (vide esses documentos 
em men archivo) ; celebrantes, estas, da "sabedoria de que e dotado" o 
conhecido veterano. 

Manda a equidade nao esconder, entretanto, que figura no meu ar- 
chivo uma pega, tambem de 1S40, que mufto honra o chefe da defeza do Nor- 
te, e e ainda um oificio a Manuel Jorge, de 17 de julho. 

Nota a pag. 118, II. 

A primeira referenda que se me deparou, a, suspeitas da velha con- 
jura "republicana" em noasa Provlncia, e a que consta da citada "Defeza do 
desembargador Candido Ladislau Japi-Assu, a pag. 8. "Em Portoalegre, diz 
elle, como e notorio, fui peraeguido pelo famoso Salvador Jose Maciel, que 
da maos dadas com os coronets Freires, procuraram perder-me. En tao di- 
ziam "que eu era republicano, inimigo do imperador; que tinha intelligen- 
cias com Fructuoso Rivera, e depois com Alvear, a favor dos quaes pro- 
curava levantar os pretos da Provincia, para com os meua amigos en- 
tregal-a a sua disposigao"! ('«) Para fazer-se acreditavel a ultima parte 
destas aceusagoes, espalhou-se na cidade uma proclamaeao escripta em 



( n ") Chagas Santos, proclamagao de 7-VII-36, depois do regresso de 
Portoalegre ao dominio legal. 

(") Terencio, "Opera", Adelphi, 436, 437, 438. 

(58) "Eram dos meus amigos, os mais notados, o sr. dr. Marciano 
Perelra Ribeiro, sen tio o sr. padre Antonio Pereira Ribeiro, e ultimamente 
o sr. general Henrique Brown, e nem o sr. Israel de Paiva deixou de ser 
ferido. Todos sao em verdade meus intimos amigos": "porem honradoa 
quanto se pode ser". (Nota de Japi-Assu, que assistia no Riogrande, como 
ouvidor, em 1S28). Eate juiz, se republicano em a quadra a que allude, 
o foi do typo de Israel de Paiva, com quem aquelles dous primeiros anda- 
ram mesclados nas conjuras provincianas anteriores ao 7 de abril. 



— 352 — 

raau hespanhol, em que se dizia que aquelte general tinlia intelligenclas 
com a camara da Capital (a que eii presidia), que alem de contar com a 
sua coadjuvacao, contava com os povos e com a maior parte das autori- 
dades: — mas logo se oonheceu a impostura e o seu infame autor". 

Nota a pag. 121, II. 

De harnionia com o pensamento de Fabre, relativo ao merito dos mj- 
nimos factos, para a boa determinacao das correntes historicas, inseri na- 
quella pagina una versos de Calvet, que contribuem em algo, para desve- 
lavnios as ideas que cautamente occuttava, a ponto dos passes delle, e <1« 
contemporaneos de analoga attitude, illudirem a pesquizadores emeritos. 
Apesar do muito que fez, para fugir a responsabilidades, descubri ulti- 
mamente um documento, que raostra avaliarem bem os legalistas, o que 
era como conspirador, o habil advogado portoalegrense. Luiz Antonio da 
Silva, "o cidadao encarregado das prisoes" depois da volta da capital ao 
grernio monarchists e o mesmo que menciono antes (pag. 343, nota 2.°), 
em officio de 22 de julho de 1836 (meu archivo), communica a Chagas 
Santos o seguinte: "Hoje prendi Jose de Paiva e tenente de artilharia 
Luitf dos Reis Alpoim; aqmlle por ser um, dos primeiros cabegas E O MAIS 
PERIGOSO HOMEM QUE APPARECEIT NA REVOLUgAO, este por ser 
um dos principaes agentes da mesraa", ( co ) 

Nota a pag. 123, II. 

Em j, Duas grandes intrigas", occorre um explicavel anachronismo. Ao 
referir-se a este incidents, o autor, nao dispunha senao das tradigoes ha- 
vidas por meio de Sa Brito, induzindo-o este ainda a outro erro, que foi 
o de suppor a existencia de uma dissidencia na Sociedade do Continenti- 
no, ao se darem as confabulagoes lavalleiistas de Barreto com os republi- 
cans de Portoalegre. Melhores investigates tudo esclareceram alfim, 
sendo a mais ardua, mais penosa, de quantas se desvanece o autor, a pes- 
quiza referente a uma segunda e totaimente ignota conjura, de nome de- 
mocratieo e separatista, Foi cousa minima a que Ine chamou a atten^ao 
para a personaiidade A e Barreto. Achou eouss de estranhar-se a offerenda 
que lbe fizeram, de uma luxuosa capa, as damas de Montevideo. As pla- 
tinas, na luta contra os inglezes, se distinguiram por um espartano furor, 
Ora, sendo este sexo menos sensivel aos coefficientes moderadores que im- 
peram no outro, destaca-se elle, na orbita uolitica, por uma intransigencia 
maior e o phenomeno tem um especial cunho em gremios da affirniativa 
raca castelliana. Difficil pois, admittir, sem um grao de malicia ou du- 
vitla, o dadivoso gesto; hoje explicado, pois que o entao jovem brigadeiro 
oonstituiu uma esperanga dos opprimidos, aquem e alem da raia. 

Surgido na mente o ponto de interrogacao, foi ja com o animo percu- 



(59) Tres dias antes, entrara em carcere, Joao Calvet, irmao de Jo- 
6e de Paiva, "iufluente como este", e o tambem ; "influente" Victorino Xa- 
vier de Carvalfao, redactor do "Mensageiro". Vide no arch, do aut., of fie, 
do mesmo Luiz Antonio, de 19-VII. 



— 353 — 

ciente do garimpeiro avezado na busca incessante, que se deparou ao au- 
tor o epiteto de traidor, que lancavam os farroupilhas repetidamente so- 
bre Barreto. Encontrado por ultimo no Rio-de-janeiro o discarso de Jose 
Maria 110 ' Q ue aI S a uma pontinha do veu, nova amplitude tomou a hypo- 
these historica que ia eu aoa poucos construindo; comquanto fosse de crer 
que o astacioso major procurava despistar os inquisidores officiaes, mul- 
tiplicando o numero dos suspeitos e pondo no banco dos accusados uma 
alta figura do quadro militar do Imperio. Fat tao 9omente depois de uma 
labuta infatigavel de annos, que se tornaram bastante claros para o chro- 
nista, os dous memorados topicos de Sa Brito e S, Leopoldo; tendo assim 
definitivo registro nos fastos eontinentinos, acontecimentos da maxima 
relevaucia que delles andavam totalmente apartados, em branco ate nossos 
dias numerosas e importantes paginas da historia do Riogrande. 

Nota a pag. 180, II. 

Temporoes os fructos da pesquiza compendiados em "Revolucoes cis- 
platinas", os quaes se exhibem sazotiados alfini em "Duas grandes intri- 
gas". Nao em sua totalidade, todavia. Alguns figuram amadurecidos com 
a desejavel perfeicao, unicamente na "Politica brasileira". Gracas a isto, 
a presente obra apparece livre de aigumas tenues maculas de que ainda 
se resente a 2 * das mencionadas obras. TJm dos pontos, aliaz raros, agora 
corrigidos e" o de tomo II, cap. 26, pag. 261. 

Nota a pag. 206, II. 

Nao ha exagero taccionario em o juizo do "Correio official " que en- 
tre nos vulgarisaram os farroupilhas. O que declara a respeito de D. 
Pedro, quasi se pode pregoar acerca de todos os vivos, de seu sengue. Nao 
ha, com effeito, a quern salvar, da familia que emigrou para o Brasil. 
melhor foi o seu chefe, cuja degradacjao aliaz proverbial. Basta !er o que 
consta de sua viagem de retorno, em ; 'Duas grandes intrigas", para eom- 
prehender-se a que abjecgao descera a coroa, De sua mulher, a famige- 
rada Carlota Joaquina ha taenia para volumes de escandalo, do genero 
Casanova. Ha na Bibliotheca do Rio-de-janeiro, (Informa o digno secre- 
tario perpetuo do Institute historico e urn de seus luminares) uma carta 
da rainha ao estribeiro-mor, em que ella propria se compara a uma cabra 
em furor luxurioso, para que apressassem a vinda ao camarim de seus 
amores, o torpe amante. Dos filhos, ja sabeis! D. Miguel se comprazia 
em correr Lisboa a noute, com os fadistas, matiejando o varapau contra 
os transeuntes pacificos. 

Do que nos ficou de emprestimo, resume-lhe com eloquencia a chroni- 
ca, o orgao do governo que o substituiu. E se quereis saber ate que ester- 
quilinios se afundava o deslustroso principe, examinai outras cartas de que 
fala o mesmo isempto informante, existentes na mesma casa. Ha um 
mago com a correspondencia intima do soberano e da marqueza. Dia hou- 
ye em que trocaram prendas de amor. No tempo, os namorados o fa- 
ziam, servindo-se, muito principalmente, dos cabetlos, envsados em mecha. 



12 — 6." Vol. 



— 354 — 

com uma £ita de cSres symbolical; os regies semi-conjuges remettem um 
ao outro, cousa parecida, mas, que foram catar em regiao ignobil on muito 
de esconder-se! ! Tanto se comprazia D. Pedro nestas indlgnidades, que, 
segundo ouvi de Gastao da Cunha, possue o festejado academico AfranJo 
Peixoto uma outra carta, de analogo teor. S. m. imperial diz a Domitilla, 
que arde pela hora de estar a seu lado, para ambos lancarem ao ar, o 
que de ordinario ou a deshoras se verte nos ealhandros! ! 

Nota a pag. 214, II. 

Nota Assis Brasil, (op. cit, passim) que os revaitosos do Rio-de- Ja- 
neiro, contra os quaes se desentranharam as furias autoritarias, nao tive- 
ram ainda, como Estevao Marcello, um historiador. Para ajuda do mes- 
mo, uma boa achega, muito desmentidora dos que viram nelles tao so- 
mente criminosos. No levante catharineta, annullado provavelmente por 
faetwes depressivos mais tarde patentissimos na Laguna, ( 00 ) "quando a tro- 
pa em geral respondeu querer as Clemissoes "de ambos Migueis", "accres- 
centou um soldado do 10.°, tambevi queremos soldo"; pois ali e alhures 
sempre em atrazo. Para que a disss? "Foi maltratado a couce de ar- 
mas, pelos camaradas immediatos, e a tropa gritou: nao queremos soldo, 
sd isto queremos". ( 61 ) 

Nota a pag. 294, II. 

Em 1840, no parlamento resurgiram as versoes que attribuiam a Pe- 
dro Chaves a guerra civil. Em debate de 1ft de setembro, Rodiigo Pontes 
procurou mostrar que nao tlnham fundamento: "Tambem foi accusado o 
sur. Pedro Chaves de ter ateado o incendio que hoje abraza o Riogrande do 
sul, Esta arguigao nao e nova (diz o orador) : e os que aceusam o snr. 
Chaves explicam a accusagao dizendo que elle impelliu o eoronel Bento 
Gongalves a iangar-se nos bragos da rebelliao, perseguindo-o com forca e 
vehemencia por meio da imprensa". Usou de represalia! affirma Rodri- 
go Pontes, perguntando apos: e era isso motive para Bento Goncalves 
rebellar-se? — Em sessao de 11, Antonio Carlos impugnou as rasoes da- 
quelle: "Sobre o snr. ''edro Rodrigues Fernandes Chaves ser ou nao a 
causa do desgracado acontecimento do Riogrande do sul, 4 mister distin- 
guir entre causa effectiva ou concomitante, entre a causa sem a qua! tal 
acontecimento nao tern origem, e a causa que o accelera". "O sur. Chavea 
nao e de certo causa primaria" E depots de haver assim perfeitamente 
distinguido o que os chronistas confundiram, Antonio Carlos aponta quaes 
as causas primarias e o faz mais ou menos como Rodrigo Pontes. Attri- 
bue tamoem a revolta & diffusao de "certas ideas ultra-liberaes, talvez im- 
portadas para o Riogrande"; a visinhanca com um povo regido por diffe- 
rente systema, que "declaravam ser muito livre", etc. etc. Cireumstancias 



( 90 ) Vide "Politica brasileira. Interna e externa". 
C 1 ) Cit. "Correio da liberdade", n." de 8 



355 



dlversas se juntaram "para fazer desejar no Riogrande uma forma cha 
jnada sem rasao republicana; existia e verdade urn germen, mas esse ger- 
jnen ficaria germen para sempre, se nao houvesse eausas extraordinaria3 
nue o fizeram crescer, medrar e amadurar; e intelizmente evento-s se apre- 
sentaram... que acceleraram o desenvolvimento desse germen". 

A Jonga citacao discrimina perfeitamente o papel que teve Pedro Cha- 
ves nas eausas proximas e oceasiona.es, e mostra que os proprios contem- 
noraneos de luzes, ja explicavani assaz as eausas remotas e predisponentes 
qo grand© successo. 

Nota a pag. 316, II. 

En apoio do que alii se diz sobre a situasao pessoal de Mareiano, de- 
mais nao e consignar que era, segundo Modesto Franco, proprietario de 
fazendas de criagao. Vide carta deste a Almeida em 21-IV-41. Arch, do aut. 

Nota a pag. 322, II. 

Rodrigo de Sousa da Silva Pontes foi actor, no drama revolucionario; 
conseguintemente, seus depoimentos, contra os do campo adverso ao seu, 
devem receber-se com as precisas reservas. ( 62 ) No que nos legou, en- 
tretanto, sobre as eausas geraes do successo, merece attenta leitura de 
juizes imparciaes; o que delle consta no processo historico da rebelliao, 
sobreleva de muito em valor ao que tern produzido os que tentaram apro- 
fundar o assumpto. Infelizmente muito se desviou da verdade, mas, nao 
creio que, assim mesmo, possa o leitor fugir a um eerto sentimento de 
admiraeao por essa lucida cabega, que naqueUa hora de nossa atrazada es- 
piritualidade, ja cultivava a historia com um tao superior diseernimento. 
Ha trechos em seu trabalho que permittem coliigir bem o monumento que 
seria, se o nao maculara visivel proposito ditfamatorio. 

Rodrigo Pontes foi muito atacado, chegando os periodicos farroupi- 
lhas a dar-lhe as alcunhas de Ganymedes e Madama, Pontes, ( Cii ) o que 
parece ter-ihe ulcerado a alma, pois se percebe que o rancor que nelie 
brotara contra os injuriadores, attingiu o maximo paroxysmo, acabando 
pov anragar a toda a colleetividade riograjidenae. Q escriptor proenra 
menoscabal-a e no afa. de a denegrir o mais possivel, desce a processos 
que alfim so deslustram a quern os emprega e mais uma vez comprovam 
quanto e dil'ficil a calumnia aos mortos, se os archivos nao desapparecem 



-ha- 



( 63 ) Estes descontos sao indispensaveis. Araripe, nao pelos mes- 
mos motivos, mas, por outros, analogos, tambem precisa ser lido com cui- 
dado. Ja fiz allusao a melindres do ex-presidente da Provincia gaiicha; 
Portinho a isto se refere, com as seguintes palavras, em que mette em 
linha de conta uma latente rivalidade, entao bastante sensivel, entre a 
parte septentrional e a mais meridional do Brasil: "0 autor e suspeito 
nas apreeiaeoes que faz. E' filho do Norte e apesar de ter presidido o 
Riogrande, nao chegou a conhecer bem o seu povo. Pots devla conhecet-o 
porgue levou um.a grande lizdo''. — Notas a Araripe, a de pag. 12. (Os 
gryphos sao do autor deste livro). 

( 63 ) Vide com especialidade a collec^ao do "Noticiador", de Xavier 
Ferreira. 



— 356 — 

de todo ou se restam ao menos, depois de sua perda, alguns vestigios 
da verdade, que facultem a boa logica de escrupulosos exegetas, o tor- 
nal-a transparent^ e irrecusavel, ( 64 ) Inculca Rodrigo Pontes, exempli 
gratia, que no ardor do povo do sul pela actividade militar, havia muito 
de propensao rapace, que se exaltava mercts dos ensejos encontraveis de 
contentar-se a farta, com as presas, para alem da fronteira. Ora, active 
em defender o regimen monarchieo, esqueceu o douto annalista que se e 
eerto que as multidoes em armas se locupletavam com os despojos torna- 
dos ao inimigo nas contendas internacionaes, isso menos provinha do ca- 
caracter de nossos compatricios da Pampa, do que dos processos vulgari- 
sados pelos governos. Raphael Pinto Bandelra, a quern mais particular- 
mente se refere como responsavel por essas demasias, que fez, eomo um 
dos fronteiros do velho Reino luso, nas comarcas visinliaa ao rio da Pra- 
ta? Lancar-se impetuoso e implacavel sobre o inimigo, eomo era de pre- 
ceito nas ordenangas e praticas em uso, no service do soberano: findo o 
pTelio, do que ficava nas maos do veiicedor, se um tanto o gnardava o 
subdito, outro tanto entrava nas areas de el-rei.,, ( es ) 

Com a Revolucao veiu a surgir outro criterio, mais bumano e mais 
cavalheiresco; baniu-se de todo essa erassa immoralidade, renascida aliaz 
no periodo de 1849-1S50, com as famigeradas calijornias, do barao do 
Jacuhy, ( 8G ) e em 1893-1S95, com um despejo ainda maior, pelos puritanos 
de opa verde-branca. ( 97 ) O golpe de Rodrigo Pontes, conseguintemente, 
resulta falho, ou melhor, fere o systema politico que amava o injusto 
aggressor de nossa terra. Que havia de fazer em tempos de policia infe- 
rior a este respeito, a rude gente que de improviso se alistava ou era ar- 
rastada a forga, para as linhas de fogo, se a nogao da disciplina que Ihe 
ministraram os dirigentes sociaes e os chefes jerarchicos era a de hostili- 
sar pessoas e bens, com esquecimento dos mais comesinhos escrupulos? 
Que fazer e pratiear em tal epoca, se as ligoes do Imperio ainda eram 
essas, ou melhor, se iam alem das que disseminara a monarchia absoiuta, 
pois ensinavam a aggredir de tao barbara forma, ate mesmo aos proprios 
membros da communidade nacional? Rodrigo Pontes nao podia ignorar 
(pois se achava no Riogrande) que ao inicio da guerra contra os rebel- 
des da Cisplatina, Serrolargo convidou seus conterraneos, ainda que com 
escassissimo exito, a se arrolarem como voluntarios, attraindo-os com o 



< S4 ) Uma evidente calumnia, entre outras, e a constante de insi- 
nuagoes odiosas que alvejam a Bento Gongalves, a proposito do assassi- 
nato de Juca Theodore Ora, esse deploravel successo teve origem em 
desavengas na familia Amaro, que findaram, por intervengao precisamente 
do coronel, como se pode ver em o "Noticiador", de 5-III-35. Arch, do aut. 

(ss) Vide Proeesso de Raphael Pinto, no archive publico e "Apun- 
tes", II, 153, 

( 66 ) Antonio Diaz, VIII, 272 a 282. 

(<") Vide no archivo do Supremo Tribunal, as grossas iudemnisa- 
fioes que a Unlao teve de pagar as victimas dos partidarios e ageutes da 
dictadura. 



— 357 — 

engodo das prezas a fazer no territorio insurrecto. C 68 ) Nao podia igno- 
re o marquez de Barbacena, se nao o disse publicamente, como aquel- 
loutro general, tratou de firmar nas combinagoes com o gabinete do im- 
neradar, o modo por que seriam divididas as apropriagoes que por meio da 
violencia fizessem as pragas e offieiaes, do que a outrem pertencia. . . ( fl9 > 
Se esta era a ethica vigente nos postos supremos da sociedade politica e 
militar em que floresceu o notavei alagoano, como pretende elie eneontrar 
motivo para malsiuacoes, em a que observavam os campanhistas da eeti- 
turia anterior, e isto com o exemplo, estirculo e preceito doa magnatas do 
Bstado?! 

Nota a pag. 371, II. 

Chaves, depois da primeira phase da Revolugao, retlrou-se para Mon- 
tevideo para onde transteriu sua xarqueada. Antes disso, poTem, den 
valioso concurso ao partido que appellou para as armas, o que ao meu 
intento bastara registrar; mas, posso addir que um dos descendentes do 
jllustre homem de letras me informa que seu "avo sympathisava muito 
com os farrapos", Refiro-me ao que me diz em carta de 21 de fevereiro 
de 1913, o nosso digno miniatro junto ao Vaticano, o dr. Bruno Chaves, 
jrmao dos saudosos riograndenses Alvaro e Jose Chaves, benemerito pro- 
pagandista da republics., aquelle, e, este, distincto engenheiro, uma das 
(lores da culta sociedade de Pelotas, que o idolatrava, como quantos o 
conheciam. 

Antes de Chaves, analoga distincgao mereeeu dos farroupllhas, outro 
brasileiro adoptivo, o padre Bernardo Jose Viegas, que foi eleito mem- 
bro do conselho-geral da Provincia, alem de ter sido designado para ou- 
tros cargos populares. Vide "Propagador da industria riograndense", 
Collecgao no arch, do aut. 
Nota a pag. 372, II. 

A lista nao fica por alii. Tenho de accrescentar-lhe ainda o nome 
do alferes das antigas ordenanijas Jeronymo Casemiro de Freitas, farrou- 
pilha prisioneiro, qual se ve de um mappa com assignatura de JoeLo de 
Santanna Leitao, enderecado ao brigadeiro Thomaz Jose da Silva, B te- 
nho para finalisar um outro, sobremodo roborativo do que hei sustentado: 
o de Leouel Forte Gatto, que se pronuncia pela maneira seguinte, am 
carta a Almeida, de 7 de fevereiro de 1840. Nao sou naturalisado, sim 
portuguez, escreve elie, mas "'enthusiasta da sagrada causa da Indepen- 
dent e Liberdade deste Solo 75 . 

Disse que o "jacobinismo" nao pode ser considerado um phenomeno 
particularmente do Riogrande. Pois alem de que nao no era, tal qual 



(68) vide proclamagoes de Abreusinho, em data de 26 de Janeiro e 
6 de junho de 1827, no meu archivo. Em a primeira diz elie nada menos 
Que isto: '"Vos tereis toda a qualidade do saque inimigo, pois se o Estado 
preeisar de taes generos vos serao pagos a bocca de cofre, pelos pregos 
estipulados". 

( eB ) Vide parte documental, da cit. biographia do marquez. 



— 358 — 

exaro, facil me 6 mostrar que nao tloresceu unlcamente no eireulo revo- 
lucionario da provincia, o que e couaa muito importante, no estudo da 
these em questao. Citarei de passagem {e baata), uma proclamagao de 
Alvares Machado, a de 20 de fevereiro de 1841, em que verbera vigoroaa- 
mente a distinecao entre natos e adoptivos, que lavrava no campo da le- 
g-alidade. ( T0 ) 

Convem accrescentar que no referir-me ao coneurso de Goncalves 
Chaves ao partido rebelde, me esqueei de apresentar uma qualquer pega 
de apoio ao asserto. Tenho, no meu archivo, proTa de sua solidariedade, 
que e officio a Almeida, em data de 2 de outubro de 1835, no exercicio 
effectivo do cargo de juiz municipal, interinamente com a vara de direito, 
reguisitando urn reforgo de 16 pracas, para patrulhas dentro da cidade 
de Pelotas. 

PubIicac,ao recent© autorisa a ineluir nesta lista o tenente-coronel 
Francisco Xavier da Cunha, depois brigadeiro do Imperio. Escreve Lobo 
Barreto que "caido Braga do poder, Cunha se retirou a sua fazenda na 
Terradura, exercendo o cargo de juiz-de-paz; que effectuada a reacgao, 
continuou retraido no seu districto, dizendo setts inimigos que eile repro- 
vnra tal temeridade e se otferecera a Bento G-ongah'es para retomar a 
cidade". Accrescenta o chronista, porem: "noa fazendo justiga nao acredi- 
tamos". E' de crer, entretanto, porque assegura o "Povo", n." de 29-IX-38, 
que se quiz apresentar por duas vezes as bandeiras liberaes, affirmativa 
que muito fortalece noticia que devemoa a urn filho do brigadeiro, o qual 
nos certifica de que "elle sympathiaava com o movimento republicano'*, 
Alem da tendencia politica, outra circumstancia o a-pproximava do chei'e 
<3a Revolucao: era seu parents por affinidade. Francisco Xavier da 
Cunha, "Rem in i scene ias' : (o 2." artigo), no "Jornal do commercio", de 
1912, 

Nota a pag. 376, II. 

Nao conjecture existissem taes aentimentos, pelo facto da simples 
transcripgao do artigo, que ja significa muito, tratando-ae de pessoa que 
os liberaes de todos os matizes, no sul, sobremaneira veneravam antes. 
Eesulta o que expendo, tlesse facto, e tVo que eonsta no proprio editorial, 
reproduzido antes. Nelle, o "Recopilador" deelara que os "moderados" 
"mais querem perturbar, que consolidar, a grande obra eneetada por 
aque'.le a quern se nao pejaram de amargurar mais os seus ja. cansados 
dias, so para saciar o implacavel odio" que lhe votavam. Qual se v§, a 
scisao nos elementos que tinham feito o 7 de abril, chegava a tamanho 
extremo, que os radicaes esqueciam a politica reaccionaria do "patriar- 



( 70 ) Todos os documentos cits, figuram no arch, do aut, onde exists 
igualmente um offic. de 27-11-41, a Joao Paulo, em que Alvares Machado 
remete, para distribtiir pelo exercito, os precisos exemplares da sua men- 
cionada peqa, atim de que se nao creia (escreve) que o governo approva 
nianifestaeoes de exagerado nacionalismo. 



— 359 — 

r-ha" e self a minima referencia a ella, affrontavam 03 antigos compa- 
uheiros de Jornada, com os innegaveia servigos do talentoso paulista, a 
causa da independent. 

Ha outro indicio, que convem nao despresar, este muito anterior, do 
rompimento doa farroupilhas com os "moderados", em numero da citada 
folha, de 2 de agosto de 1834. Nesse, transcreve ella uma local do "De- 
fensor do po^o", da Bahia, em que se telata a ida para o Recife, do dr. 
Cypriano Barata, "em virtude de perseguigSes, que ihe faziam os do par- 
tido moderado {infame peste da sociedade), deixando saudosos os exal- 

tados''. 

Nao me consta que outro autor haja tido em conta estas circumstan- 
ciae, q«e desvendam assaz o estado de animo dos liberaes riograndensea 
e o rumo em que marchavam, depois que perderam a confianga de con- 
seguir o que era desejado, por via de uma ampla reforma federativa. 
Curioao 6 notar-se uma cousa. aprego da revolugao de abril, que es- 
tampa o "Recopilador" e que foi largamente reproduzido, e identico ao 
que apparece, dous annas depois no "'Republico", o famoso orgao "exalta- 
do", da Corte. Vide n.° de 19-1-37. Arch, do aut. 

Nota a pag. 3S6, II. 

Successes, ainda pouco yulgarisados e expostos em outro volume, de- 
monstrarao que o autor esta Jonge de manifestar om pareeer utopico. 
Mutatis mutandis, o dr. Braga podia ter feito em seu tempo, o que em o 
nosso propuz a Julio de Castilhos. Propuz, diantc do dr. Borges de Me- 
deiros, que salsse da inacgao e a frente de seus compatricios, unido3 to- 
dos em volta da oandeira regeneradora, impuaesse ao govreno federal uma 
politica sinceramente republicana e reformista dos abusos, sob pena de 
algar-se em armas com o Riogrande do sul. 

Numa e noutra hypothese, serla de effeito decisive o lance, porque em 
1835, como em fins de 1901, o poder publico central nao conseguiria re- 
sistir a semelhante eyentualidade, maneiada com talento a forga incon- 
trastavel de heroica, prestigiosa terra, hoje sem peso algum na collectivi- 
dade brasileira, gragas a varios magnatas, principalmente ao seguudo 
daquelles doas, e reduzida a sorte de outra, que assim retrata Seneca, no 
"Hercules furioso": 

Prosperum. ac felix seeing 

Virtus vacatur: sontitius parent bonis; 
Jus est in armis; oprimit leges timor. 

Qttis satis TJie&cts fleat ? 

Ferox deorum terra, quern dominion tremist 

Nota a pag. 389, II. 

Tenho deste informante, memorias e epistolas de muito aprego. Como 
succede, porem, at& mesmo a letrados, m«lhor expunha falando, que es- 



— 360 — 

erevendo. As suas confidencias verbaes aiada mais serviram para conso- 
lidar no meu espirito, a theoria que espoao ha muito, do que o material 
que me legou, por aquella maneira- Na confabulacao, quem ouve e nao 
e" de todo alheio ao assumpto, com uma pergunta ou com uma advertencta, 
faz dissipar a tempo o que occorre de confuso ou incoherence no exposto, 
■ — defeitos que ficam nas largas dissertagoes, tracadas por pessoas que se 
perdem, no esforco de veneer as difficuldades da redacgao, por vezes Sn- 
gentissimas para os despreparados- 

Nota a pag. 390, II. 

A carta de Catala, na "Correspondencia" de Gabriel A. Pereira, tern 
a era trocada, descuido vulgar nessa preciosa, quanto desordenadissinvj. 
collecta. Em virtude de tal defeito, ineorri em erro constante de ante- 
riores publicagoes minhas, aproveitando o documento em narrativa refe- 
rente a 1832, quando devera figurar em 1834, Nao podia ser de teverei- 
ro daquelle anno, porque entao ainda inexistentes na outra banda do Pra- 
ta os emigrados lavallejistas, eujo lance insurrectional e de julho desse 
anno- Tambem nao pode ser de fevereiro de 33, porque muito depois desse 
mez e que Bento Goncalves deixou o Serrito e a elle tornou. Conclue-se, 
logicamente, que Catata escreve no anno immediato. De facto, e aquelle 
ern que ficaram patentissimos os intuitos dos agitadores; visinha ja a 
hora de encaminharem a proveitoso desenlace, a sua longa intriga politica. 

Em face da importancia culminante deste document©, en o reprodu- 
zo em mais largo extracto: "Se na minha ultima lhe manifestel que os 
emigrados estavam como energumenos, devo agora annunciar que ainda e 
peor, fundado isto sem duvida no regresso de Bento Goncalves a fronteira, 
para occupar o cargo que all tinha- 



Saiba que dom Joao Antonio Lavalleja procura dinheiro, com muita 
exigencia e sem convmedir-se nas offertaa: sei eu que ante-hontetn pediu 
a um. sujeito, 14.PO0 pesos em moeda metatlica, e nontem pediu outra par- 
tida, creio que rnenor, a outro individuo, e na mesma especie, offerecendo 
a ambos pagar-5hes em ga&o posto do Continents, do Brasil, em o duplo 
desse supplemento. Para garantir o prestamo, exhibiu cartas de officiaes 
portuguezes da fronteira ( T1 ) no accordo dos quaes affirma estar apoiada 
a sua empreza sobre esse Estado, ( T= ) addindo que toda a provincia do 
Riogrande estd disposta a constituir-se, e por este meio entrar com elle 
na obra da regeneragao de seu paiz. Nada me consta pelo primeiro su- 
jeito a quem se dirigiu pelos 14-000 pesos, ainda que eu saiba quem £; 
mas, sim, pelo segundo, que veiu consultar sobre o emprestimo, com um 



( T1 ) Explicmei alhures que no Rio-da-Prata era muito habitual cha- 
mar assim os brasileiros, 

( 72 ) oriental do Uruguay. 



— 361 — 

micro d e minna confianc.a, a quem revelou tudo o que Lavalleja lhe dis- 
ss". ( 73 > 

n governo imperial teve eonhecimento da esclarecedora peca e com- 

nunicada foi a Rodrigo Pontes, quanao D. FeilTo o iacumbiu de tvac.ar a 
"Memoria". Diz na mesma, que "Lavalleja, proeurando meios pecu- 
niarios em Buenos-aires, offerecia pagar em gado, no territorio do Brasil, 
e mostrava cartas de officiaes da nossa fronteira, em cujo apoio se firma- 
ya a sua empreza, segundo elle mesmo propaliava, accrescentando que a 
■nrovincia do Riogrande do sul estava prompta a constituir-se- B na ver- 
dade, se a habilitagao de uui paiz para constituir-se est& sdmente eai' tev 
dispostos os elementos para a explosao na anarchia, e da guerra civil, re- 
leva confessar que o caudilho tinha rasao". Foi ao lev estas sensacionaes 
revelagoes que me puz em activa pesquiza, na esperanga de dar com a 
fonte das mesroas, Jograncio pouquito depois deseobril-a, indubUavelmen- 
te, pois ha phrase da miBSvva de Catala reproduzida inteiraraente na ex- 
posicao do mencionado R. Pontes. Como ba, porem, quern divirja da mi- 
nha interpretacao histories, nao me bastou o achado, porque bem podia 
a noticia diffundida pelo ehefe oriental, eorresponder a urn astuto expe- 
dients, para obter dinheiro, como para valorisar a sua causa, inculcando-a 
soldada a de uma popuiagao varonil e aventurosa. E* certo que (ieu arrhas 
do que afi'irmava, mostrando cartas de officiaes brasileiros, da linlia divi- 
soria, mas, taes papeis desappareceram ou ainda nao foram descobertos. 
Antes da bora em que um teliz excavador de com ellea, licito sera duvidar 
que hajam passado pelas maos de Lavalleja, pegas tao compromettedoras. 
que se nao pode mats contestar 6 o que consta do periodo que reestam- 
po em italico, da carta de Catala e que e o que consta por igual da 
"Memoria" de Rodrigo Pontes. Ningueni mais o pode impugnar porque 
encontrei confissao plena da existencia da conjura, no men proprio arch.". 
Encontrei-a na carta ja cit. de Lucas, em 10-IX-41, pega que convem re- 
produzir inteiramente, como a de Catala: "Hoje, caro patricio, ja nao 
resta a menor duvida, de que somos independentes, e o fim que nos pro- 
puzemos e o de crear uma nagao", diz Lucas, em carta a Jose Manue! 
Alves Nunes, official da legalidade, em que o convida e aos que o aeoni- 
panham, a adberir a Republics. A leitura desta pega, que se acha no 
' Jornal do commercio", n.° de 13 de julho de 1837, attraiu as minhas at- 
tencoes e dirigi as minhas pesquizas para os volumes em que coileccionei 
a correspondents do iliustre procer contiaentista, descobrindo, quando 
menos esperava, um preciosissimo monumento historico. Eil-o, ipsis ver- 
W* et virguiis: "Esposei a Causa da Independencia de nossa Patria desde 
o primeiro dia. e nao e, nem foi, nem serd de meu caracter e de meus 
principles, eommetter um Divorcio. Nao servi a Monarch®, nem. uma vez, 



( 7S ) Confronte-ae eate monumento, com outro, do archivo e museu 
do Uruguay: a carta dirigida a Luiz E. Perez, que figura na parte relativa 
a "causas predispoaentes". 



— 362 — 

armado: MEUS SERVigOS DATAM DBSDE A PRIMEIKA EMIGRACaO 
DO GENERAL LAVALLEJA; DESBE QOANDO TRATAMOS DE PRE- 
PARAR OS PRIMEIROS MATERIALS PARA CONSTRUIR N08S0 EDI- 
FTC'IO". 

Urn eseriptor moderno, Allredo Rodrigues, "julgando as eousas so" 
peia apparencia", (J 4 ) tern vivido a iogar com doeumeutos redigidos com 
artificio. Veja elle, diante do que se acaba de transcrever, o que vale o 
"lealismo" eonstante da proclamagao do mesmo Lucas, em l-X-35 a sua 
exposigao em 3-V-44. ( Ti > 

Nota a pag. 399, II. 

Eis como o '■Noticiador'' commeuta os escandalosos arbitrios de que 
foi victima o chefe dos 33: "Nota com assombro os patrioticos esforgoa 
de urn hoinem geaeroso, due luta brago a brago com a oppressao e immo- 
ralidade. general Lavalleja perseguido, sa<iueado e proscripto, pelos 
amigos do ex-imperador Pedro 1.°, abandonado a seus proprios recursos, 
semi mais arbitrios que sua espada e o valor dos patriotas orientals; o 
general Lavalleja, lutamio contra os pedristas Tjragantinos e assassinos 
de Dorrego, activo, valente e decidido a triumphar ou a encontrar um se- 
pulchro glorioso na mesma terra, em Que brilhou a sua eapada § um obje- 
cto que excita a sympathia e que deve interessar a seu favor os que pos- 
suem sentimentos de patriotismo, ao mesmo passo que a conducta de seus 
inimlgos abre um vasto campo a consideracoes que se refleetem em seu 
eterno descredito". Realca em seguida que a governo de Montevld^u se 
colligou com Lavalle e mais compUces no assasainio do governauor de 
Buenos-aires; e realga por Sgual a sua escandalosa protecgao &s duas ulti- 
mas invasoes feitas em Entre-rios. Com isto, a ressurreigao do confisco 
por delicto politico, pena ja proscripta gragas a illustraeao dos tempos 
actuaea. E em aeguida estampa o decreto de 18 de abril de 1834, que poe 
em sequestro os bena de Lavalleja. A verdade & que ae nao poe unica- 
mente sob "especial administrae.ao" um espolio- Ja houve confisco, edi- 
licios demolidos ate os fundamentos, parte desta fortuna dada aos milita- 
res, g Ievantaado ulavarria na praga de Mercedes uma sumptuosa casa, 
a custa do proscripto e Lavalle se enriqueee com as propriedades saquea- 
das ao heroe oriental. Esta depredagao comegou a 1." de novembro de 
1S32 e agoTa com o tlecreto se ultima a espoiiagao tio restante da imxnensa 
fortuna de Lavalleja. "Que homensl que governo! Eis contra quern corn- 
bate o general Lavalleja, . . Eis a luta entre os antigos patriotas orien- 
taes e os servos de Pedro I; entre recordagoes de uma administragao acre- 
ditada e o espirito de confis«o e de rapina; entre os que se mantiveram 
firmes ao Iado da liberdade e independencia oriental, e os que se curva- 
ram entre um despota conquistador; entre os roubadores e os roubados; 
entre as victimas e os verdugos... de que parte esta a justica? Decida 



( 74 ) Camoes, "Lusiadas", V, 17. 

( Ts ) "RevolugSes cisplatinas", II, 1015. 



— 363 — 

mund'o impartial". "Se effectivamente se deve julgar dos governos por 
s act»s, e nao por suas palavras on protestos; se aquelles sao os unicos 

podftm comprovar sua boa ou ma conducta e imprimem um caracter 
indelevel, em sua marcha administrativa, julgue-se o governo oriental..." 

Nota a pag. 402, II. 

Alpoitn foi preao no Riopardo, onde se aehava de guarnicao, ao tempo 
da pronuncia. Jose Mariano foi surpreso com a ordem 1 para recolher-se 
a companhia daquelle, ao sair da asseniblea provincial, a 25 de maio, or- 
dem que o juiz de paz supplente Fernandes Teixeira sustou, impressiona- 
do com a attitude dos deputadcs preserves, da ©pposieao. Mais tarde in- 
timado outra vez, obedeceu, requerendo, porem, habeas corpus, que lhe 
foi concedido. Como permanecesse na capital, ja encerrados os trabalkos 
legislatives, determinou o presidents, em 4 ou 5 de julho, que se recolhes- 
se ao Riopardo. (Vide '"Recopilador" de 27 de maio e 11 de julho). Appa- 
recendo nesta villa, a 13 de agosto, o major, de novo preso a 14, tornou 
a capital, remettido a 17 com Alpoim, "para a prisao publica dessa cidade, 
adm de serem nella conservados em reclusao ate que se installe a sessao 
do jury". Isto declara em officio de 17, ao dr. Braga, o juiz de paz Ma- 
nuel Alves de Oliveira, que considerou illegal a ordem de habeas corpus 
apresentada por Jose Mariano. (Vide "Correio official", de 1° de agos- 
to, no meu archivo). Com os presos descia para Portoalegre a represen- 
tacao de que se fala em outro lugar. 

Nota a pag. 426, II. 

A gente com que Camainu avangou para a Azenha, segundo Caldeira 
pertencia a um esquadrao de cavallaria, organisa-do nos ultimos tempos, 
com o proposito de aterrar a capital. quartel-mestre do visconde, a 
Quern me refiro, o inditoso Antonio Jose da Silva Monteiro, conhecido pela 
aleunha de Prosodia, era o redactor do "Periodico dos pobres", affirma 
Assis Brasil e supponho que o foi do "Mestre barbeiro"; folha do genero 
pasquim, implacavel no ataque aos* liberaes. Vejo na collecgao que poa- 
suo, ter sido eile mais habil na poesia, do que na prosa. Esta era a do 
mais soez dos chanfaneiros. 

Nota a pag. 459, II. 

Nao sei onde li uma sabia advertencia de Haeekel, em trabalho appa- 
recido quando os muitos annos do pensador a tornavam opportuna. Re- 
commenda se receba a beneticio de inventario tudo o que para diante pu- 
blique, visto como se lhe avisinha o periodo da decadencla, podendo, nesta, 
eserever cousas deseonformes, com os anteriores ensinos, de uma exis- 
tencia consagrada aos mais altos e nobres estudos. E' com esta cau- 
tela que convem ler tudo quanto estampem os homens, ultrapassada 
a vigorosa madurez e entrados elles de cheio em visivel ou inapparente 
decrepitude. 

Nao conhego de perto o estado physico e moral do dr. Sa Brito, ao 
tracer a sua Memoria. Posso affirmar, todavia, com a maior segurancar 
quanto aquelle, que era havia muito antes um valetudinario, e, quanto a 



— 364 — 

este, que se singularisara entre os conterraneos, por uma invencivel hy- 
pocondria- Juntai a predita psychose, os outros estragos communs na 
velhice, como as tendeneias conservadoras que predominam em ~d6s, em 
tal phase da vida, e se vos torna explicavel muito do que fixou, acerca de 
successos em que teve parte, e que manifestamente desejava esquecessem. 

Indestructivel o que nos eonta, relativamente a sua entrada no sce- 
nario da insurreicao; indestructivel porque escudada a narrativa, com a 
honrada palavra do respeitavel autor, e tanibem porque muitos annos an- 
tes de dedicar-ae a historia de aquestas estupendas, que presenceara, affir- 
ma por igual o que depois expendeu. Possuo no meu archive uma carta 
delle, de 27 de agosto de 1860, a Almeida, em que ja real<*a como foi pas- 
sivo o papel que Ihe coube nos magnos eventos de 1S35 a 1845, epoca em 
que ambos subiram ao ministerio. Mas, do que nao me e licito alinientar 
a menor duvida k de que se o entardecer dos annos desmereceu aos olhos 
do servidor, bon gr& nialgre. da Republica, os labores civicos do decennio; 
tinham elles brilho lisonjeiro, ao tempo em que o animo se lhe nao debi- 
litara. Na propria missiva de que tratei, bem que ja individuo maduro 
e mais frio do que sempre fora, louva os "meritorios esforgos" daquelle 
amigo, "em dotar a Provincia com a narragao de factos que lhe sao glo- 
riosos" e na quadra revolucionaria, em carta ao mesnio Almeida, manifes- 
ta da maneira mais sensivel que se os nao promovera nao lhe eram iu- 
differentes, muito menos os considerava re'provaveis. Ao contrario, mos- 
tra-se orgulhoso detles, como riograndense ; revolta-se ate com a ctrcums- 
tancia de um emissario europeu nao perceber que a nossa Revoiucao re- 
presentava. os votes publicos e nada tintia de communi com os motins que 
ao norte at'fligiram o Brasil, — criterio mill diverso, penso eu, do que 
transparece nas paginas da preciosa Memoria escripta no occaso de uma 
existencia aliaz muito digna. A mencionada carta, que t'igurara em volume 
cliverso da minha obra, traduz um estaclo tie alma que o ex-mi- 
nistro da juatica nao registra no seu trabalho historico e representa um 
eiemento valioso p n ra julgarmos o que expoe. 

Nota a pag. 428, II. 

Antonio "Vicente da Fontoura possuia innegaveis merltos. Escreven- 
do, porem, mostra o fraco do general Marbot, qui s'en donne toujours plus 
cju'il n'en a fait, para empregar uma phrase de notabilissimo bistoriador. 
Ao descrever as oecorrencias do Riopardo, nada menos usa que da lingua- 
gem de Cesar e como o grande capitao resumiu as proezas no famoso 
veni, vidi, vici, o nosso eminente patricio grava as suas, com este glo- 
rioso laconismo: ''Chego aquella villa, a Erente de 200 guardas nacionaes, 
e os inimigos abandonam a villa". (Vide "Meruoria sohre a Revolugao 
de 1835", no "Almanak", XVIII, 149), 

A cousa tivera marcha menos summaria, como foi devidamente ex- 
posto. O topico, entretanto, um servi^o presta a historia; o de nos £a- 
cilitar meios de descobrir quando foi escripta a "Memoria", que nao traz 



— 365 — 

merlca,o nenhuma a respeito. Certo a redigiu Fontoura muito depois da 
ifiieiVa civil. 

l)e facto, deve ter sido escripta muito depois dos eventos em que pre- 
tends Fontoura haver tido urn papel de realee, porquanto, no periodo em 
que ap deram, o que consta (delle ou de outrem) nao legitima seus di- 
zeres;' e do proprio punho do chronista existe, ao contrario, um topico de 
ii»uita imodestia, cujo estylo contrasta em absoluto com a jactanciosa lln- 
guagem daquelle trabalho. Re£iro-me a um officio delle a Bento Gon- 
calvea, de 27 de margo de 1836 (men arehivo), em que nobre e singela- 
inente declara o que se vai ler. Depois do alvitre de uma expedigao para 
dispersar algunras reunioes inimigas, escreve: "Isto e o que eu penso, 
porem v. s, sabe que nenhuma pratica tenho destas cousas, e portanto v. 
g. me dira o que devo fazer, & quando nao approve, me indicara o ponta 
a. que devo seguir". 

Por igual demasia-se o notavel riograndense em outra passagem, que 
deixa surprehender em flagrante as tendeneias e intuitos do opusculo. "E' 
a minha legiao a primeira que pisa as campanhas da fronteira", diz elle 
a pag. 150, ao historiar as operagoes iniciaes repressoras da reacgao de 
1S36. Ora, possuo o copiador de Fontoura, pessoa mui amiga de regis- 
trar o que fazia, e nada consta do que menciona, aliaz com uma confusao 
e imprecisao denunciadoras. . . 

Ponho estas glosas a margem da "Memoria"', porque a isto me obriga 
a critica severa a que a sujeitei, para admittil-a, como depoimento inim- 
pugnavel, nestes autos. Oa muito importantes informes, que consigns e 
que de muito me serviram, nao deixam em absconso a preoccupagao do- 
minante no sen actor, que evidentemente era personalissima, — como o 
seria, a de seu posterior e muito apaixonado, quanto injusto "Diario", 
pega de que farei em tempo um largo e detido exame. 

Nota a pag. 436, II. 

Portinho conta como segue o gesto de Osorio, em Notas a Araripe, a 
da pag. 27. 2° de cavallaria, diz o general, "adheriu ao movimento, 
tend© a sua frente o entao tenente do mesmo regimento Manuel Lutz 
Osorio, que com elle marchou, apresentando-se em S. Gabriel ao comman- 
dante da forga que cercava o 3-°". Meu arehivo. 

Nota a pag. 437, II. 

Interessante narrativa de uma destas entradas fez ao autor, D. Eu- 
lalia Barbosa Bica, filha do coronet Rodrigues, e a referenda ao Dome 
deste assaz mostra quao original foi o regimen de garantias assegurado 
pela Revolugao. Comquanto fosse um dos mais validos e tenazes adver- 
saries da obra politiea de Bento Goncalves, este, que no eomego da guerra 
civil deixou tranquillo em sua fazenda a Barreto, circumdou de garantias, 
por igual, a Esposa e filhas daquelle. Permaneeeram, emquanto quize- 
ram, no interior, ou em sua fazenda ou em S. Gabriel; burgo onde occor- 
reu o episodio a que se alludiu para cima- 



— 366 — 

Nota a pag 

dr. Francisco da Silva Tavares, ao lazer a narrativa do acoiteci- 
mento, escreve que na volta de Jaguarao, seu pai "seguiii para P^totas, 
com 200 homens", e continiia: "Do major Manuel Marques de Sousa, com 
<juem conferenciou ao chegar, no dia 10 de outubro, soube que pcfr estB 
tinha sido coucedido, aos revolutionaries acampados no arroio Grande, 
urn armisticio que terminava no dia 12 deBse mez, as dez horas da manha. 

Como era de esperar, meu pai censurou o procedimento do major 
Marques por ter concedldo armisticio sem rasao plausivel e 4u.e traaia 
para os revolutionaries a vantagem de poderem aguardar, com folga, a 
incorporacao do general Netto, que se approximava a marchas foreadas, 
com uma columns, dizia-se, de S00 homens. 

Nesse mesmo dia 10 ficou comfeinado e as cousas dispostaa para no 
mesmo dia IS, depois das dez horas, atacar-se as forcas inimigas. 

Meu pai marehou no dia 11 para tomar posicao, e no dia 12, so de- 
pois do meio dia,. offereceu combate ao i-Mmigo"- ( 7S ) 

escriptor descanhecia quasi em absoluto o que pretendeu esclarecer, 
cimtraditando Assis Brasil. Erra ao mencionar a torga de Silva Tavares, 
erra na disposigao chronologica dos factos, erra, em summa, publicando 
com a responsabilidade de seu honrado nome, uma fantastlca historia do 
armisticio. 

caudilho legal nao eonduzia 200 e sim 362, como elle proprio de- 
elara. ( 77 ) Nao podia ver-se com o sobredito Manuel Marques, com quern 
"conferenciou, ao chegar no dia 10 de outubro", porque nessa data quem 
chegax ahi toi A>n tunes e a 12 ainda Silva Tavares nao tinha passado para 
o norte de Pelotas, qual e patente de officio de Braga ao ministro da 
guerra. ( T8 ) Que "marchasse a 11 para tomar posisao", e "no dia 12, 
so depois do meio di-a, depois das 10 horas atacasse a forga inimiga", 
igualmente nao € admissive!, pela rasao anterior e ainda mais por esta: o 
combate se effectuou a 14 e nao em a data que por engauo tnenciona. ( 7; >) 

O trabalbo do dr. Tavares, como os de Assis Brasil e Ramiro Barcel- 
lso, baralha os factos noutra passagem. "Meu pai, diz, marchou no dia 11 
para tomar posigao, e no dia 12, so depois do meio dia, offereceu combate. 

E tanto, como experimental militar, ioi meu pai pievidente, que 
nosse mesmo dia, a tarde, chegava a columna do general Netto, trocando 
as avangadas os primeiros tiroteios; e, para evitar ficar envolvido, a'nou- 
te dissolveu as suas forcas, mareando ponto de reuniao no Herval, e, acorn- 
panhado de poucos homens, passou o rio S. Gongalo, no passo dos Negros. 



( 70 ) Publicacao ja cit. 

< 77 ) Braga, off. de 5-X-35. Arch, do aut. 

( TS ) Este off. 6 de 12-X-35. Ha no arch, do aut. copia do mesmo, 
que, segundo nota a margem do punho de Coruja, foi feita por Antonio 
Maria Calvet, irmao de Jose de Paiva. 

( 7S ) Araripe diz 13 (pag. 26) e assim tambem Assis Brasil e Rami- 
ro Barcellos. Adiantani a accao de nni dia; o dr. Tavares, em ja cit. 
escripto, de 2. Vide "Noticiador" de 6-X e apontamentos de Antunes. 



__ 367 — 

I Fol assim que a armisticio, respeitado ate sua ultima hora, prejudicou 
o aa.no coneebido pelo coronel Silva Tavares, de assenborar-se do mu- 
niciW de Pelotas 6 elevar o numero de suas forcas por meio de reunifies, 
que llepciis foram feitas pelo general Netto". 

Ima pura novella tudo isto, 
^ota a pag, 466, II. 

C&mprehenda-se bem o pensamento do autor, quando menelona as 
violenoias faccionartas ou auctoritariaa, que pretende dizer e que o 
partido iegalista nao adoptou expressa ou declaradamente o systema de 
guerra preferido por muitos dos seus, isto e\ que como eollectividade nao 
proclamou a conveniencia da justlga barbara e summaria, que o grupo de 
Pedro Chaves quiz impor em 1837, imitado, com requintes de pelle-verme- 
Jha, pelos seus eontinuadores de um pouco mats de meio seculo depoia. 
Nao eessaram, porem, as praticas absolutistas, que Antonio Elisiario, 
como depois Manuel Jorge e o conde do Riopardo, quizeram substituir 
por methodos maia benlgnos, o que sdmente se conseguiu com a presenea 
de Caxiaa, qual asaignalei alhures. Aliaz, em outro volume farel um im- 
parcial exame do que a esse respeito occorreu, deixando patente que se os 
imperiaes corresponderam peasimamente a generoaa conducta, quasi cons- 
tante, dos republicanos, nunca se emparelharam, na generalidade, aoa ear- 
raseos da epoca moderna, em a maneira de instituir as claras, o que en- 
tendiam ser a repressao da "desordem". 

Nota a pag. 467, II. 

No "Diario do Hio-de-janeiro", de 4 de maio de 1838, o dr. Antonio 
Vieira Braga divulga outra versao. Conta que difficultou, como juiz-de- 
direito, o reconhecimento de Marciano, que os rebeldes obtiveram apenas 
em S de outubro, expoliado elle entao de seu posto e retido na villa ate 
abril de 1836, epoca em que foi expulso. Nao pode ser: Silva Tavares 
(ofEic. de fev." de 41, no arch, do aut.) declara que "ao norte do Piratiny 
at<2 Carnaqua, e o liigar nesta Provincia onde se deelararam os povos com 
wianimidaOe rebeldes". Como admittir, poia, o que ousa dizer "Vieira 
Braga, mormente sabendo-ae, como sabemos, que a autoridade do juiz 
nao se apoiava em tropa alguma, nem do exereito, nem da milicia ou pc- 
licia? — Verdade e que Jose Bernardo Gomes de Freitaa, na biograpbia 
de seu distincto pai, o conselheiro Manuel Jose Gomes de Freitas ("Alma- 
nak", XVIII, 95), fortalece a versao daquelle, affirmando ter sido na 
data que menciona — isto e, a 8 de outubro — que Nico, "a (rente de 100 
nomens" se apresentou em Piratiny e depoz o sobredito Manuel Gomes, 
do exercicio do cargo de juiz-de-paz. 33" de crer, porem, que a ser certo o 
que escreve, que com a partida dos revolucionarios, em abandono a villa, 
«s magistrados do outro partido reoccupassem os postos, sendo mister 
desthronal-os de novo, em o mez seguinte a primeira destituigao. 

que consta nesta nota, ja eatampada em 1915, contirmado e por do- 
cumento em registro no "Jornal" de 10-XI-35. Alexandre Bresque, em 
officio ao ministro da guerra uruguayo, de 28-IX, affirma "saber que em 



— 368 — / 

Piratiny havia reuniao de 30 homens commandados pelo capitao Nicp da 
Qliveira, e que Antonio Netto havia saido de Bage, com outra paftida, 
para atacar Silva Tavares". / 

Nota a pag. 497, II. 

Muito contraria a opiniao dos "Apatites", sobre o valor mental do 
caudilho, ja citei a de am "£arrapo", e descubro-a repetida ainda ern me- 
lhores termos, por outro revolucionario, de muito maior autoridade. An- 
tonio Vicente da Fontoura ("Diario", no '•Almanak", XXIV, 96) conside- 
ra o general Rivera um "gaticho fino, verdadeiramente urn genio", o quo 
desmonta o juizo daquelle autor, que nao conheeeu o personagem de per- 
to, o que nao succedia a Fontoura. 

Rivera longe estava de padeeer de "indigencia intellectual". Tragos 
psychologicos que dou em outra passagem, assaz explicam os desvios aflmi- 
nistrativos a que allude Pascual. Pedro Morera, negociante de Melo, 
havia cultivado relagoes de amisade com o arteiro cabo de guerra e e